SlideShare uma empresa Scribd logo
Gestão de Stocks
Gestão de stocks ou Administração de stocks é uma
área crucial a boa administração das empresas, pois o
desempenho nesta área tem reflexos imediatos nos
resultados comerciais e financeiros da empresa.

O objectivo da gestão de stocks envolve a
determinação de três decisões principais:

quanto encomendar,
quando encomendar;
quantidade de stock de segurança que se deve manter
para que cada artigo assegure um nível de serviço
satisfatório para o cliente.
Vantagens na constituição de stocks
 Factores mais relevantes que levam as organizações
    a constituir stock :
   Podem-se constituir stocks com uma finalidade
    especulativa, comprando-se os mesmos a baixos
    preços para os vender a preços altos;
   Para assegurar o consumo regular de um produto em
    caso de a sua produção ser irregular;
   Geralmente, na compra de grandes quantidades
    beneficia-se de uma redução do preço unitário;
   Não sendo prático o transporte de produtos em
    pequenas quantidades, opta-se por encher os
    veículos de transporte no intuito de economizar nos
    custos de transporte, o que se traduz numa
    constituição de stock;
 A existência de stock pode-se justificar apenas pela
  legítima preocupação em fazer face às variações de
  consumo:
 Para prevenção contra atrasos nas entregas, provocados
  por avarias durante a produção, greves
  laborais, problemas no transporte, etc;
 Armazenamento de produtos, se a produção for superior
  ao consumo, em alturas de crise poderá contribuir para
  evitar tensões sociais;
 Beneficia-se da existência de stock, quando este evita o
  incómodo de se fazer entregas ou compras demasiado
  frequentes.
Desvantagens na constituição de stocks

 Principais inconvenientes na constituição de
  stocks :
 Um dos inconvenientes diz respeito à própria
  fragilidade de certos produtos, que não possuem
  condições de serem mantidos em stock ou
  poderão ser mantidos em períodos muito curtos;
 Outro problema, diz respeito ao custo de posse
  traduzido no facto de existir material não vendido
  que vai acabar por imobilizar capital sem
  acrescentar valor;
 A ruptura apresenta-se como um enorme
  inconveniente, visto que a ocorrência desta irá
  provocar vendas perdidas e em casos extremos
  poderá levar à perda de clientes.
Custos da gestão de stocks
 Custos de aprovisionamento
 Corresponde ao custo de processamento da
  encomenda, que poderá ser a compra feita a um
  fornecedor, mas também aos custos associados
  à inspecção e transferência do material, assim
  como os custos relativos à produção.
 Custos de posse
 São os custos directamente relacionados com a
  manutenção dos artigos em stock, poderão ser
  de obsolescência, de
  deterioração, impostos, seguros, custo do
  armazém e sua manutenção e custos do capital.
Custos de ruptura
 Estes custos surgem quando não há material
  disponível para fazer face ao(s) pedido(s) do(s)
  cliente(s). Com isso, não só são gastas mais
  horas e trabalho na elaboração de novos
  pedidos, como em casos extremos poderá levar à
  perda do(s) cliente(s).
 Embora estes sejam considerados os três
  principais custos associados à gestão de
  stocks, refere ainda um quarto grupo, designado
  por custo associado à capacidade, que são os
  custos relacionados com questões laborais como
  horas
  extraordinárias, subcontratações, despedimentos,
Quantidade económica de
encomenda
 A quantidade a encomendar que minimiza o
 custo total é designada por quantidade
 económica de encomenda. O nível máximo de
 stock Q é atingido no momento em que se
 verifica a recepção de encomenda e o nível
 mínimo no momento imediatamente anterior à
 sua recepção. Quando o nível de stock atinge o
 ponto de encomenda s, uma nova encomenda de
 Q unidades é colocada. A política de gestão a
 adoptar é portanto a minimização do custo total
 anual (CT) (UM/ano) que é dado por: onde:
 Q = quantidade a encomendar (unidades)
 c = custo unitário (UM/unidade)
 D = procura anual do artigo (unidades/ano)
 Ic = custo de posse unitário anual por unidade
  (UM/unidade ano)
 Ca = custo associado à realização de uma
  encomenda (UM)
 L = prazo de aprovisionamento


 e o ponto de encomenda s traduz-se da seguinte
 forma: s = D * L

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Armazenagem
ArmazenagemArmazenagem
Armazenagem
UEMA
 
Teste de avaliação modulo 2 v14
Teste de avaliação modulo 2   v14Teste de avaliação modulo 2   v14
Teste de avaliação modulo 2 v14
Leonor Alves
 
Logística - Fundamentos
Logística - FundamentosLogística - Fundamentos
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
mifarias
 
Compras logística
Compras logísticaCompras logística
Compras logística
Olavo Africanu
 
Arquivo mt bom
Arquivo  mt bomArquivo  mt bom
Arquivo mt bom
Raquel Lopes
 
Inventários
InventáriosInventários
Inventários
Jeverson Perin
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
Charles Rebouças
 
Aprovisionamento
Aprovisionamento   Aprovisionamento
Aprovisionamento
Ines Soares
 
1 slides - conceitos logísticos
1   slides - conceitos logísticos1   slides - conceitos logísticos
1 slides - conceitos logísticos
Caio Roberto de Souza Filho
 
Gestão de Armazens
Gestão de ArmazensGestão de Armazens
Gestão de Armazens
guestbdad729
 
Custo de stocks
Custo de stocksCusto de stocks
Custo de stocks
Sabertoth613
 
Gestão de Stocks
 Gestão de Stocks  Gestão de Stocks
Gestão de Stocks
Tatianadizz99
 
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Luciano Nicoletti Junior
 
Fluxos logísticos
Fluxos logísticosFluxos logísticos
Fluxos logísticos
Lionel Bethancourt
 
Introdução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoquesIntrodução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoques
ProfessorRogerioSant
 
08 aula armazenagem ii
08 aula armazenagem ii08 aula armazenagem ii
08 aula armazenagem ii
Homero Alves de Lima
 
Sistemas de custeio nas empresas.Pdf
Sistemas de custeio nas empresas.Pdf Sistemas de custeio nas empresas.Pdf
Sistemas de custeio nas empresas.Pdf
RichardSariaZacarias
 
Sistema de Avaliação de Estoques
Sistema de Avaliação de EstoquesSistema de Avaliação de Estoques
Sistema de Avaliação de Estoques
George Maia
 
03 aula armazenagem
03 aula armazenagem03 aula armazenagem
03 aula armazenagem
Homero Alves de Lima
 

Mais procurados (20)

Armazenagem
ArmazenagemArmazenagem
Armazenagem
 
Teste de avaliação modulo 2 v14
Teste de avaliação modulo 2   v14Teste de avaliação modulo 2   v14
Teste de avaliação modulo 2 v14
 
Logística - Fundamentos
Logística - FundamentosLogística - Fundamentos
Logística - Fundamentos
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
Compras logística
Compras logísticaCompras logística
Compras logística
 
Arquivo mt bom
Arquivo  mt bomArquivo  mt bom
Arquivo mt bom
 
Inventários
InventáriosInventários
Inventários
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
 
Aprovisionamento
Aprovisionamento   Aprovisionamento
Aprovisionamento
 
1 slides - conceitos logísticos
1   slides - conceitos logísticos1   slides - conceitos logísticos
1 slides - conceitos logísticos
 
Gestão de Armazens
Gestão de ArmazensGestão de Armazens
Gestão de Armazens
 
Custo de stocks
Custo de stocksCusto de stocks
Custo de stocks
 
Gestão de Stocks
 Gestão de Stocks  Gestão de Stocks
Gestão de Stocks
 
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
 
Fluxos logísticos
Fluxos logísticosFluxos logísticos
Fluxos logísticos
 
Introdução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoquesIntrodução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoques
 
08 aula armazenagem ii
08 aula armazenagem ii08 aula armazenagem ii
08 aula armazenagem ii
 
Sistemas de custeio nas empresas.Pdf
Sistemas de custeio nas empresas.Pdf Sistemas de custeio nas empresas.Pdf
Sistemas de custeio nas empresas.Pdf
 
Sistema de Avaliação de Estoques
Sistema de Avaliação de EstoquesSistema de Avaliação de Estoques
Sistema de Avaliação de Estoques
 
03 aula armazenagem
03 aula armazenagem03 aula armazenagem
03 aula armazenagem
 

Destaque

Gestão de Stocks
Gestão de StocksGestão de Stocks
Gestão de Stocks
pmmartins71
 
Logística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresas
Logística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresasLogística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresas
Logística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresas
Carlos Resendes
 
Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de EstoqueApresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Adélia Aparecida Da Silva Cossoniche
 
Gestão de stocks- 4º trabalho SM
Gestão de stocks- 4º trabalho SMGestão de stocks- 4º trabalho SM
Gestão de stocks- 4º trabalho SM
triudus
 
Aula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesAula de controle de estoques
Aula de controle de estoques
Moises Ribeiro
 
Gestao De Estoques
Gestao De EstoquesGestao De Estoques
Gestao De Estoques
ogerente
 

Destaque (6)

Gestão de Stocks
Gestão de StocksGestão de Stocks
Gestão de Stocks
 
Logística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresas
Logística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresasLogística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresas
Logística e Gestão de Stocks - Programa de formação para empresas
 
Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de EstoqueApresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
 
Gestão de stocks- 4º trabalho SM
Gestão de stocks- 4º trabalho SMGestão de stocks- 4º trabalho SM
Gestão de stocks- 4º trabalho SM
 
Aula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesAula de controle de estoques
Aula de controle de estoques
 
Gestao De Estoques
Gestao De EstoquesGestao De Estoques
Gestao De Estoques
 

Semelhante a Gestão de stocks 4º Trabalho de SM

Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Leonor Alves
 
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Leonor Alves
 
4ºtrabalho
4ºtrabalho4ºtrabalho
4ºtrabalho
Patricia Silva
 
Gestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºGestão de stocks4º
Gestão de stocks4º
João Barata
 
Gestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºGestão de stocks4º
Gestão de stocks4º
João Barata
 
Gestão de stocks
Gestão de stocks Gestão de stocks
Gestão de stocks
Bruno Andrade
 
Ficha de avaliação nº 15 gestão de stocks -modulo 2
Ficha de avaliação nº 15   gestão de stocks -modulo 2Ficha de avaliação nº 15   gestão de stocks -modulo 2
Ficha de avaliação nº 15 gestão de stocks -modulo 2
Leonor Alves
 
2º trabalho jorge madeira
2º trabalho  jorge  madeira2º trabalho  jorge  madeira
2º trabalho jorge madeira
warier96
 
Gestão de stocks fláá
Gestão de stocks   flááGestão de stocks   fláá
Gestão de stocks fláá
flaaviosoares
 
Ficha de trabalho nº13 mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocks
Ficha de trabalho nº13   mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocksFicha de trabalho nº13   mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocks
Ficha de trabalho nº13 mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocks
Leonor Alves
 
Aula 1 conceitos básicos
Aula 1   conceitos básicosAula 1   conceitos básicos
Aula 1 conceitos básicos
Adilson Paradella
 
Gestao stock4º trabalho
Gestao stock4º trabalhoGestao stock4º trabalho
Gestao stock4º trabalho
jorgecs6
 
Controle de estoques (funcionalidades)
Controle de estoques (funcionalidades)Controle de estoques (funcionalidades)
Controle de estoques (funcionalidades)
Cristiano Ferreira Cesarino
 
Lote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio BoianiLote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio Boiani
fabioboiani
 
Controle dos Estoques e Logística: Receita de Sucesso
Controle dos Estoques e Logística: Receita de SucessoControle dos Estoques e Logística: Receita de Sucesso
Controle dos Estoques e Logística: Receita de Sucesso
Hytalo Rafael
 
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroO reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
Ricardo Pinheiro
 
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroO reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
Ricardo Pinheiro
 
Armazenagem e Estoque
Armazenagem e EstoqueArmazenagem e Estoque
Armazenagem e Estoque
TamiresSerafim
 
Logística Aula 3
Logística Aula 3Logística Aula 3
Logística Aula 3
robsonnasc
 
Estoque
Estoque Estoque
Estoque
Laercio27
 

Semelhante a Gestão de stocks 4º Trabalho de SM (20)

Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
 
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
 
4ºtrabalho
4ºtrabalho4ºtrabalho
4ºtrabalho
 
Gestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºGestão de stocks4º
Gestão de stocks4º
 
Gestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºGestão de stocks4º
Gestão de stocks4º
 
Gestão de stocks
Gestão de stocks Gestão de stocks
Gestão de stocks
 
Ficha de avaliação nº 15 gestão de stocks -modulo 2
Ficha de avaliação nº 15   gestão de stocks -modulo 2Ficha de avaliação nº 15   gestão de stocks -modulo 2
Ficha de avaliação nº 15 gestão de stocks -modulo 2
 
2º trabalho jorge madeira
2º trabalho  jorge  madeira2º trabalho  jorge  madeira
2º trabalho jorge madeira
 
Gestão de stocks fláá
Gestão de stocks   flááGestão de stocks   fláá
Gestão de stocks fláá
 
Ficha de trabalho nº13 mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocks
Ficha de trabalho nº13   mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocksFicha de trabalho nº13   mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocks
Ficha de trabalho nº13 mod 4 - cv- vantages e desvantagens dos stocks
 
Aula 1 conceitos básicos
Aula 1   conceitos básicosAula 1   conceitos básicos
Aula 1 conceitos básicos
 
Gestao stock4º trabalho
Gestao stock4º trabalhoGestao stock4º trabalho
Gestao stock4º trabalho
 
Controle de estoques (funcionalidades)
Controle de estoques (funcionalidades)Controle de estoques (funcionalidades)
Controle de estoques (funcionalidades)
 
Lote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio BoianiLote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio Boiani
 
Controle dos Estoques e Logística: Receita de Sucesso
Controle dos Estoques e Logística: Receita de SucessoControle dos Estoques e Logística: Receita de Sucesso
Controle dos Estoques e Logística: Receita de Sucesso
 
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroO reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
 
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroO reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
 
Armazenagem e Estoque
Armazenagem e EstoqueArmazenagem e Estoque
Armazenagem e Estoque
 
Logística Aula 3
Logística Aula 3Logística Aula 3
Logística Aula 3
 
Estoque
Estoque Estoque
Estoque
 

Mais de Edgar Varela Gonçalves

Edgar
EdgarEdgar
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Edgar Varela Gonçalves
 
Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02
Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02
Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02
Edgar Varela Gonçalves
 
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Edgar Varela Gonçalves
 
Embalagem dos produtos
Embalagem dos produtosEmbalagem dos produtos
Embalagem dos produtos
Edgar Varela Gonçalves
 
Organização do ponto de venda6º
Organização do ponto de venda6ºOrganização do ponto de venda6º
Organização do ponto de venda6º
Edgar Varela Gonçalves
 
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
Edgar Varela Gonçalves
 

Mais de Edgar Varela Gonçalves (7)

Edgar
EdgarEdgar
Edgar
 
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
 
Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02
Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02
Tipologiasdeempresascomerciais 120113101244-phpapp02
 
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
Circuitodecorrespondncia 120202114637-phpapp02
 
Embalagem dos produtos
Embalagem dos produtosEmbalagem dos produtos
Embalagem dos produtos
 
Organização do ponto de venda6º
Organização do ponto de venda6ºOrganização do ponto de venda6º
Organização do ponto de venda6º
 
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
3º trabalho de SM - Gestão de Stocksw
 

Último

Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 

Último (20)

Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 

Gestão de stocks 4º Trabalho de SM

  • 2. Gestão de stocks ou Administração de stocks é uma área crucial a boa administração das empresas, pois o desempenho nesta área tem reflexos imediatos nos resultados comerciais e financeiros da empresa. O objectivo da gestão de stocks envolve a determinação de três decisões principais: quanto encomendar, quando encomendar; quantidade de stock de segurança que se deve manter para que cada artigo assegure um nível de serviço satisfatório para o cliente.
  • 3. Vantagens na constituição de stocks  Factores mais relevantes que levam as organizações a constituir stock :  Podem-se constituir stocks com uma finalidade especulativa, comprando-se os mesmos a baixos preços para os vender a preços altos;  Para assegurar o consumo regular de um produto em caso de a sua produção ser irregular;  Geralmente, na compra de grandes quantidades beneficia-se de uma redução do preço unitário;  Não sendo prático o transporte de produtos em pequenas quantidades, opta-se por encher os veículos de transporte no intuito de economizar nos custos de transporte, o que se traduz numa constituição de stock;
  • 4.  A existência de stock pode-se justificar apenas pela legítima preocupação em fazer face às variações de consumo:  Para prevenção contra atrasos nas entregas, provocados por avarias durante a produção, greves laborais, problemas no transporte, etc;  Armazenamento de produtos, se a produção for superior ao consumo, em alturas de crise poderá contribuir para evitar tensões sociais;  Beneficia-se da existência de stock, quando este evita o incómodo de se fazer entregas ou compras demasiado frequentes.
  • 5. Desvantagens na constituição de stocks  Principais inconvenientes na constituição de stocks :  Um dos inconvenientes diz respeito à própria fragilidade de certos produtos, que não possuem condições de serem mantidos em stock ou poderão ser mantidos em períodos muito curtos;  Outro problema, diz respeito ao custo de posse traduzido no facto de existir material não vendido que vai acabar por imobilizar capital sem acrescentar valor;  A ruptura apresenta-se como um enorme inconveniente, visto que a ocorrência desta irá provocar vendas perdidas e em casos extremos poderá levar à perda de clientes.
  • 6. Custos da gestão de stocks  Custos de aprovisionamento  Corresponde ao custo de processamento da encomenda, que poderá ser a compra feita a um fornecedor, mas também aos custos associados à inspecção e transferência do material, assim como os custos relativos à produção.  Custos de posse  São os custos directamente relacionados com a manutenção dos artigos em stock, poderão ser de obsolescência, de deterioração, impostos, seguros, custo do armazém e sua manutenção e custos do capital.
  • 7. Custos de ruptura  Estes custos surgem quando não há material disponível para fazer face ao(s) pedido(s) do(s) cliente(s). Com isso, não só são gastas mais horas e trabalho na elaboração de novos pedidos, como em casos extremos poderá levar à perda do(s) cliente(s).  Embora estes sejam considerados os três principais custos associados à gestão de stocks, refere ainda um quarto grupo, designado por custo associado à capacidade, que são os custos relacionados com questões laborais como horas extraordinárias, subcontratações, despedimentos,
  • 8. Quantidade económica de encomenda  A quantidade a encomendar que minimiza o custo total é designada por quantidade económica de encomenda. O nível máximo de stock Q é atingido no momento em que se verifica a recepção de encomenda e o nível mínimo no momento imediatamente anterior à sua recepção. Quando o nível de stock atinge o ponto de encomenda s, uma nova encomenda de Q unidades é colocada. A política de gestão a adoptar é portanto a minimização do custo total anual (CT) (UM/ano) que é dado por: onde:
  • 9.  Q = quantidade a encomendar (unidades)  c = custo unitário (UM/unidade)  D = procura anual do artigo (unidades/ano)  Ic = custo de posse unitário anual por unidade (UM/unidade ano)  Ca = custo associado à realização de uma encomenda (UM)  L = prazo de aprovisionamento  e o ponto de encomenda s traduz-se da seguinte forma: s = D * L