SlideShare uma empresa Scribd logo
RÁCIOS FINANCEIROS E ECONÓMICOS
A análise Económica - financeira a partir do método dos rácios, consiste fundamentalmente no estabelecimento
de uma série de relações entre diferentes rubricas das demonstrações financeiras. Ao estabelecer a relação entre
diferentes rubricas, os rácios fornecem informação bastante mais expressiva do que a que se obteria
considerando essas rubricas em valor absoluto. A análise dos rácios permite aos empresários medir quais as
fraquezas e as forças económicas - financeiras existentes no negócio de modo a poderem ser tomadas medidas
apropriadas (CRAVEIRO, 2006)
1. Rácios Financeiros
1.1 Índices de Liquidez:
Liquidez geral ou Índice de Liquidez corrente - expressa a capacidade da empresa satisfazer as suas
obrigações a curto prazo com os activos circulantes. Um valor superior a 1, significa que a empresa pode utilizar
activos líquidos para pagar as dívidas a curto prazo. Um valor inferior a 1, significa que a empresa tem
dificuldades de tesouraria para o pagamento das obrigações. A liquidez de uma empresa é medida por sua
capacidade de cumprir as obrigações de curto prazo `a medida que vencem. Englobam o relacionamento entre
contas do Balanço Patrimonial; Mostram a capacidade da empresa de honrar seus compromissos,
principalmente os de curto prazo.
corrente)(PassivoCPdeDividas
CirculanteActivo
GeralLiquidez =
Índice de Liquidez Seca: Elimina o risco associado à incerteza da venda de stocks
corrente)(PassivoCPdeDividas
Stocks-CirculanteActivo
SecaLiquidez =
Solvabilidade total - expressa a capacidade da empresa para satisfazer os compromissos com terceiros, à
medida que se vão vencendo. Um valor superior a 1, significa que o valor do património é suficiente para cobrir
todas as dívidas da empresa. Um valor inferior a 1, significa que a empresa está impossibilitada de satisfazer
todos os seus compromissos com meios próprios.
TotalPassivo
ProprioCapital
TotaladeSolvabilid =
Autonomia financeira - expressa a participação do capital próprio no financiamento da empresa. Um valor
inferior a 1/3, significa uma excessiva dependência de capitais alheios. Um valor maior ou igual a 1/3,
representa um bom grau de autonomia financeira.
LiquidoActivo
ProprioCapital
FinanceiraAutonomia =
Dependência financeira ou endividamento geral - expressa a participação dos capitais alheios no
financiamento da empresa, ou seja, o nível de endividamento. Rácio de autonomia + Rácio de dependência = 1
TotalActivo
Passivo
FinanceiraaDependenci =
Indice de Cobertura de Juros: mede a capacidade de efectuar os pagamentos de juros previstos em contrato.
Juros
RendadeImpostoeJurosdeAntesJuros
JurosdeCoberturadeIndece =
2. Principais rácios Económicos
Rendibilidade do capital próprio ou Retorno do Capital Próprio (ROE) - relaciona o lucro obtido num
determinado exercício com o capital próprio da empresa. Permite ao accionista avaliar a taxa de retorno do
capital que investiu, podendo compará-la com outras remunerações oferecidas no mercado de capitais.
ProprioCapital
LiquidoResultado
proprioCapitaldeadeRendibilid =
Rendibilidade do activo total ou Retorno do Activo Total (ROA) - relaciona o lucro obtido num
determinado exercício com o activo total da empresa. Mostra o lucro obtido pela empresa por cada unidade
monetária investida, ou seja, a rendibilidade do investimento realizado.
LiquidoActivo
LiquidoResultado
TotalActivodoadeRendibilid =
Rendibilidade das vendas - relaciona o lucro obtido num determinado exercício com o valor das vendas da
empresa. Mostra o lucro obtido pela empresa por cada unidade monetária de vendas.
Vendas
LiquidoResultado
VendadasadeRendibilid =
Rotação do activo total - relaciona o valor das vendas com o activo total da empresa. Mede o grau de eficácia
na utilização dos activos.
TotalActivo
Vendas
TotalActivodoRotacao =
Margem de lucro Bruto
VendasLucrobruto /
Vendas
vendidosProdutosdosCusto-Vendas
brutoLucrodeMargem ==
Margem de Lucro Operacional
Vendas
loperacionaLucro
lOperacionaLucrodeMargem =
Margem de Lucro Liquido
Vendas
ordinariossaccionistaaosdisponivelLucro
LiquidoLucrodeMargem =
Lucro por Acção:
OrdinariasAccoesdeNr
ordinariossaccionistaaosdisponivelLucro
(LPA)AccaoporLucro =
3. Rácios de Funcionamento
Prazo médio de pagamento, ou idade média das contas a pagar, é calculado da mesma maneira que o prazo
médio de recebimento.
pagar/360)a(conpras:pagaraContas
MediasDiariasCompras
pagaraContas
pagamentodeMedioPrazo ==
Prazo médio de recebimentos: Uma forma simples de calcular o tempo médio de recebimentos (medido em
dias ou meses), consiste em dividir o valor que os clientes devem à empresa num determinado momento pelo
valor das vendas anuais. Para obter o rácio em dias multiplica-se o valor por 365; para obter o valor em meses
multiplicamos por 12. A fórmula deste rácio é a seguinte:
X365
Vendas
Clientes
oRecebimentdeMedioPrazo =
No cálculo deste rácio, normalmente, o saldo de clientes obtido a partir dos dados da contabilidade, inclui o
IVA, enquanto que, o valor das vendas é líquido deste imposto. Para corrigir eventuais distorções no cálculo e
análise deste rácio, devemos adicionar o IVA ao denominador.
4. Índices do valor do Mercado: relacionam o valor do mercado da empresa, medido pelo preço
corrente de acção a certos valores contabilísticos.
ordinariasaccoesdeNr
ordinariaaccaodamercadodopreco
(P/L)LucroosobrePreçodeÍndice =
ordinariasaccoesdeNr
ordinariossaccionistadosPatrimonio
OrdinariaAccaodalPatrimoniaValor =
ordinariaaccaodalPatrimoniaValor
ordinarioaccaodemercadodoPreco
(P/V)lPatrimoniaValorPreco/deInd. =
Rácios Formula Resultado 2007 em % Resultado 2008 em %
Liquidez Geral (LG)
Dependência Financeira
(DF)
Autonomia Financeira
(AF)
Solvabilidade Total (ST)
Rendibilidade do Capital
Próprio (RCP)
Rendibilidade do Activo
Total (RAT)
Rendibilidade de Vendas
(RV)
Rotação do Activo Total
(RAT)
Prazo médio de
Recebimentos (PMR)
BIOGRAFIA DO AUTOR
Nome: Sérgio Alfredo Macore
Formação: Gestão De Empresas e Finanças
Facebook: Helldriver Rapper ou Sergio Alfredo Macore
Nascido: 22 de Fevereiro de 1993
Província: Cabo Delgado – Pemba
Contacto: +258 846458829 ou +258 826677547
E-mail: Sergio.macore@gmail.com ou Helldriverrapper@hotmail.com
NB: Caso precisar de um trabalho, não hesite, não tenha vergonha. Me contacte logo, que eu dou.
‘’Informação é para ser passada um do outro’’
OBRIGADO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

DRE
DREDRE
PGC - NIRF
PGC - NIRFPGC - NIRF
Noções de fiscalidade
Noções de fiscalidadeNoções de fiscalidade
Noções de fiscalidade
Cristiano Ribeiro
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
contacontabil
 
Exercícios de Auditoria - Gabaritos
Exercícios de Auditoria - GabaritosExercícios de Auditoria - Gabaritos
Exercícios de Auditoria - Gabaritos
GJ MARKETING DIGITAL
 
Sistema financeiro Moçambicano
Sistema financeiro MoçambicanoSistema financeiro Moçambicano
Sistema financeiro Moçambicano
Universidade Pedagogica
 
Balanco patrimonial
Balanco patrimonialBalanco patrimonial
Balanco patrimonial
Claudia Marinho
 
Exerc prat iva
Exerc prat ivaExerc prat iva
Exerc prat iva
zeramento contabil
 
Contabilidade Modulo 1
Contabilidade   Modulo 1Contabilidade   Modulo 1
Contabilidade Modulo 1
Hilda Pinto Gonçalves
 
Contabilidade de gestao
Contabilidade de gestaoContabilidade de gestao
Contabilidade de gestao
Universidade Pedagogica
 
O plano de contas e sua utilidade em moçambique
O plano de contas e sua utilidade em moçambiqueO plano de contas e sua utilidade em moçambique
O plano de contas e sua utilidade em moçambique
Universidade Pedagogica
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
contacontabil
 
Atividade Financeira do Estado: visão preliminar
Atividade Financeira do Estado: visão preliminarAtividade Financeira do Estado: visão preliminar
Atividade Financeira do Estado: visão preliminar
elliando dias
 
Tributação lucro real lucro presumido simples nacional
Tributação lucro real lucro presumido simples nacionalTributação lucro real lucro presumido simples nacional
Tributação lucro real lucro presumido simples nacional
Glauco Corrêa de Queiróz
 
CONTAS A PAGAR E RECEBER
CONTAS A PAGAR E RECEBERCONTAS A PAGAR E RECEBER
CONTAS A PAGAR E RECEBER
Edno Santos
 
Apostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade segurosApostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade seguros
Universidade Federal Fluminense
 
Contabilidade geral ppt
Contabilidade geral   pptContabilidade geral   ppt
Contabilidade geral ppt
simuladocontabil
 
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
Brígida Oliveira
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
Milton Henrique do Couto Neto
 
Contabilidade Geral
Contabilidade GeralContabilidade Geral
Contabilidade Geral
Superprovas Software
 

Mais procurados (20)

DRE
DREDRE
DRE
 
PGC - NIRF
PGC - NIRFPGC - NIRF
PGC - NIRF
 
Noções de fiscalidade
Noções de fiscalidadeNoções de fiscalidade
Noções de fiscalidade
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
 
Exercícios de Auditoria - Gabaritos
Exercícios de Auditoria - GabaritosExercícios de Auditoria - Gabaritos
Exercícios de Auditoria - Gabaritos
 
Sistema financeiro Moçambicano
Sistema financeiro MoçambicanoSistema financeiro Moçambicano
Sistema financeiro Moçambicano
 
Balanco patrimonial
Balanco patrimonialBalanco patrimonial
Balanco patrimonial
 
Exerc prat iva
Exerc prat ivaExerc prat iva
Exerc prat iva
 
Contabilidade Modulo 1
Contabilidade   Modulo 1Contabilidade   Modulo 1
Contabilidade Modulo 1
 
Contabilidade de gestao
Contabilidade de gestaoContabilidade de gestao
Contabilidade de gestao
 
O plano de contas e sua utilidade em moçambique
O plano de contas e sua utilidade em moçambiqueO plano de contas e sua utilidade em moçambique
O plano de contas e sua utilidade em moçambique
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
 
Atividade Financeira do Estado: visão preliminar
Atividade Financeira do Estado: visão preliminarAtividade Financeira do Estado: visão preliminar
Atividade Financeira do Estado: visão preliminar
 
Tributação lucro real lucro presumido simples nacional
Tributação lucro real lucro presumido simples nacionalTributação lucro real lucro presumido simples nacional
Tributação lucro real lucro presumido simples nacional
 
CONTAS A PAGAR E RECEBER
CONTAS A PAGAR E RECEBERCONTAS A PAGAR E RECEBER
CONTAS A PAGAR E RECEBER
 
Apostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade segurosApostila contabilidade seguros
Apostila contabilidade seguros
 
Contabilidade geral ppt
Contabilidade geral   pptContabilidade geral   ppt
Contabilidade geral ppt
 
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)Sebenta contabilidade analitica i  2014 2015 (1)
Sebenta contabilidade analitica i 2014 2015 (1)
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
 
Contabilidade Geral
Contabilidade GeralContabilidade Geral
Contabilidade Geral
 

Semelhante a Rácios financeiros e económicos

Administração financeira apostila
Administração financeira   apostilaAdministração financeira   apostila
Administração financeira apostila
Renan Miranda
 
Aula14 analisedeindices
Aula14 analisedeindicesAula14 analisedeindices
Aula14 analisedeindices
fontouramail
 
Analise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações FinanceirasAnalise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações Financeiras
Isabel Castilho
 
Indicadores econômico passo 3
Indicadores econômico passo 3Indicadores econômico passo 3
Indicadores econômico passo 3
Wellington Guimaraes
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Tabela indice analise_balanco
Tabela indice analise_balancoTabela indice analise_balanco
Tabela indice analise_balanco
tatianaleitao
 
Glossario financeiro indices
Glossario financeiro indicesGlossario financeiro indices
Glossario financeiro indices
simuladocontabil
 
Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...
Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...
Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...
CEZAR MACHADO
 
Slides módulo4
Slides módulo4Slides módulo4
Slides módulo4
Eva Gomes
 
Área Financeira - Duplo Foco Consultoria
Área Financeira - Duplo Foco ConsultoriaÁrea Financeira - Duplo Foco Consultoria
Área Financeira - Duplo Foco Consultoria
duplofoco
 
Orcamento de Tesouraria
Orcamento de TesourariaOrcamento de Tesouraria
Orcamento de Tesouraria
Faudo Mussa
 
Indices financeiros
Indices financeirosIndices financeiros
Indices financeiros
Mirna Sales
 
O planejamento financeiro
O planejamento financeiroO planejamento financeiro
O planejamento financeiro
Carlos Alexandre Sá
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Concurseiro Antenado
 
Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?
Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?
Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?
UWU Solutions, Lda.
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr finance
apostilacontabil
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr finance
admcontabil
 
Discursivas
DiscursivasDiscursivas
Discursivas
Lenilda Abreu
 
Apostila financeira 2pp
Apostila financeira 2ppApostila financeira 2pp
Apostila financeira 2pp
sheilapessoa
 
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralApostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
zeramento contabil
 

Semelhante a Rácios financeiros e económicos (20)

Administração financeira apostila
Administração financeira   apostilaAdministração financeira   apostila
Administração financeira apostila
 
Aula14 analisedeindices
Aula14 analisedeindicesAula14 analisedeindices
Aula14 analisedeindices
 
Analise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações FinanceirasAnalise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações Financeiras
 
Indicadores econômico passo 3
Indicadores econômico passo 3Indicadores econômico passo 3
Indicadores econômico passo 3
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Tabela indice analise_balanco
Tabela indice analise_balancoTabela indice analise_balanco
Tabela indice analise_balanco
 
Glossario financeiro indices
Glossario financeiro indicesGlossario financeiro indices
Glossario financeiro indices
 
Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...
Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...
Indicadores financeiros (2)( apenas para estudo e consultas(sem valor para av...
 
Slides módulo4
Slides módulo4Slides módulo4
Slides módulo4
 
Área Financeira - Duplo Foco Consultoria
Área Financeira - Duplo Foco ConsultoriaÁrea Financeira - Duplo Foco Consultoria
Área Financeira - Duplo Foco Consultoria
 
Orcamento de Tesouraria
Orcamento de TesourariaOrcamento de Tesouraria
Orcamento de Tesouraria
 
Indices financeiros
Indices financeirosIndices financeiros
Indices financeiros
 
O planejamento financeiro
O planejamento financeiroO planejamento financeiro
O planejamento financeiro
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
 
Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?
Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?
Conhece os indicadores de gestão fundamentais para a sua empresa?
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr finance
 
Analise das demonstr finance
Analise das demonstr financeAnalise das demonstr finance
Analise das demonstr finance
 
Discursivas
DiscursivasDiscursivas
Discursivas
 
Apostila financeira 2pp
Apostila financeira 2ppApostila financeira 2pp
Apostila financeira 2pp
 
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralApostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
 

Mais de Universidade Pedagogica

Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Universidade Pedagogica
 
Sistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docxSistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docx
Universidade Pedagogica
 
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Universidade Pedagogica
 
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Universidade Pedagogica
 
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docxGestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Universidade Pedagogica
 
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docxPresenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Universidade Pedagogica
 
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docxPresenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Universidade Pedagogica
 
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Universidade Pedagogica
 
Gestao participativa.docx
Gestao participativa.docxGestao participativa.docx
Gestao participativa.docx
Universidade Pedagogica
 
Individual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdfIndividual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdf
Universidade Pedagogica
 
Individual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docxIndividual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docx
Universidade Pedagogica
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdfDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
Universidade Pedagogica
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdfImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Universidade Pedagogica
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdfAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
Universidade Pedagogica
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docxImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Universidade Pedagogica
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docxDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
Universidade Pedagogica
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docxAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
Universidade Pedagogica
 
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechadoHorticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Universidade Pedagogica
 
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Universidade Pedagogica
 
Teorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leituraTeorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leitura
Universidade Pedagogica
 

Mais de Universidade Pedagogica (20)

Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
Gestão de Pessoas na Administração Pública Uma Análise das Práticas de Gestão...
 
Sistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docxSistema respiratório humano.docx
Sistema respiratório humano.docx
 
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
Importancia Da Gestao Participativa Como Pressuposto Para o Desenvolvimento D...
 
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
Importncia da gestao participativa como pressuposto para o desenvolvimento da...
 
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docxGestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
Gestao e Governacao Participativa Caso de Municipio Da Cidade de Pemba.docx
 
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docxPresenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
Presenca do estado nas autarquias Mocambicanas...docx
 
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docxPresenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
Presenca Do Estado Nas Autarquias Mocambicanas.docx
 
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
Autarquias Locais Em Mocambique Um Olhar Sobre Sua Autonomia e Tutela Adminis...
 
Gestao participativa.docx
Gestao participativa.docxGestao participativa.docx
Gestao participativa.docx
 
Individual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdfIndividual Evaluation Assessment.pdf
Individual Evaluation Assessment.pdf
 
Individual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docxIndividual Evaluation Assessment.docx
Individual Evaluation Assessment.docx
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdfDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.pdf
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.pdf
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdfImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.pdf
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdfAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).pdf
 
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docxImportância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.docx
 
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docxDesafios da sociologia geral em tempos de  isolamento social em Moçambique.docx
Desafios da sociologia geral em tempos de isolamento social em Moçambique.docx
 
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docxAs Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
As Formas de tratamento no Português (Nominais, Pronominais e verbais).docx
 
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechadoHorticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
Horticultura de alface num ambiente controlado ou fechado
 
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
Tipos de relações nos projectos de desenvolvimento local (filantrópica, trans...
 
Teorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leituraTeorias de desenvolvimento da leitura
Teorias de desenvolvimento da leitura
 

Rácios financeiros e económicos

  • 1. RÁCIOS FINANCEIROS E ECONÓMICOS A análise Económica - financeira a partir do método dos rácios, consiste fundamentalmente no estabelecimento de uma série de relações entre diferentes rubricas das demonstrações financeiras. Ao estabelecer a relação entre diferentes rubricas, os rácios fornecem informação bastante mais expressiva do que a que se obteria considerando essas rubricas em valor absoluto. A análise dos rácios permite aos empresários medir quais as fraquezas e as forças económicas - financeiras existentes no negócio de modo a poderem ser tomadas medidas apropriadas (CRAVEIRO, 2006) 1. Rácios Financeiros 1.1 Índices de Liquidez: Liquidez geral ou Índice de Liquidez corrente - expressa a capacidade da empresa satisfazer as suas obrigações a curto prazo com os activos circulantes. Um valor superior a 1, significa que a empresa pode utilizar activos líquidos para pagar as dívidas a curto prazo. Um valor inferior a 1, significa que a empresa tem dificuldades de tesouraria para o pagamento das obrigações. A liquidez de uma empresa é medida por sua capacidade de cumprir as obrigações de curto prazo `a medida que vencem. Englobam o relacionamento entre contas do Balanço Patrimonial; Mostram a capacidade da empresa de honrar seus compromissos, principalmente os de curto prazo. corrente)(PassivoCPdeDividas CirculanteActivo GeralLiquidez = Índice de Liquidez Seca: Elimina o risco associado à incerteza da venda de stocks corrente)(PassivoCPdeDividas Stocks-CirculanteActivo SecaLiquidez = Solvabilidade total - expressa a capacidade da empresa para satisfazer os compromissos com terceiros, à medida que se vão vencendo. Um valor superior a 1, significa que o valor do património é suficiente para cobrir todas as dívidas da empresa. Um valor inferior a 1, significa que a empresa está impossibilitada de satisfazer todos os seus compromissos com meios próprios. TotalPassivo ProprioCapital TotaladeSolvabilid = Autonomia financeira - expressa a participação do capital próprio no financiamento da empresa. Um valor inferior a 1/3, significa uma excessiva dependência de capitais alheios. Um valor maior ou igual a 1/3, representa um bom grau de autonomia financeira. LiquidoActivo ProprioCapital FinanceiraAutonomia = Dependência financeira ou endividamento geral - expressa a participação dos capitais alheios no financiamento da empresa, ou seja, o nível de endividamento. Rácio de autonomia + Rácio de dependência = 1 TotalActivo Passivo FinanceiraaDependenci = Indice de Cobertura de Juros: mede a capacidade de efectuar os pagamentos de juros previstos em contrato. Juros RendadeImpostoeJurosdeAntesJuros JurosdeCoberturadeIndece = 2. Principais rácios Económicos Rendibilidade do capital próprio ou Retorno do Capital Próprio (ROE) - relaciona o lucro obtido num determinado exercício com o capital próprio da empresa. Permite ao accionista avaliar a taxa de retorno do capital que investiu, podendo compará-la com outras remunerações oferecidas no mercado de capitais.
  • 2. ProprioCapital LiquidoResultado proprioCapitaldeadeRendibilid = Rendibilidade do activo total ou Retorno do Activo Total (ROA) - relaciona o lucro obtido num determinado exercício com o activo total da empresa. Mostra o lucro obtido pela empresa por cada unidade monetária investida, ou seja, a rendibilidade do investimento realizado. LiquidoActivo LiquidoResultado TotalActivodoadeRendibilid = Rendibilidade das vendas - relaciona o lucro obtido num determinado exercício com o valor das vendas da empresa. Mostra o lucro obtido pela empresa por cada unidade monetária de vendas. Vendas LiquidoResultado VendadasadeRendibilid = Rotação do activo total - relaciona o valor das vendas com o activo total da empresa. Mede o grau de eficácia na utilização dos activos. TotalActivo Vendas TotalActivodoRotacao = Margem de lucro Bruto VendasLucrobruto / Vendas vendidosProdutosdosCusto-Vendas brutoLucrodeMargem == Margem de Lucro Operacional Vendas loperacionaLucro lOperacionaLucrodeMargem = Margem de Lucro Liquido Vendas ordinariossaccionistaaosdisponivelLucro LiquidoLucrodeMargem = Lucro por Acção: OrdinariasAccoesdeNr ordinariossaccionistaaosdisponivelLucro (LPA)AccaoporLucro = 3. Rácios de Funcionamento Prazo médio de pagamento, ou idade média das contas a pagar, é calculado da mesma maneira que o prazo médio de recebimento. pagar/360)a(conpras:pagaraContas MediasDiariasCompras pagaraContas pagamentodeMedioPrazo == Prazo médio de recebimentos: Uma forma simples de calcular o tempo médio de recebimentos (medido em dias ou meses), consiste em dividir o valor que os clientes devem à empresa num determinado momento pelo valor das vendas anuais. Para obter o rácio em dias multiplica-se o valor por 365; para obter o valor em meses multiplicamos por 12. A fórmula deste rácio é a seguinte: X365 Vendas Clientes oRecebimentdeMedioPrazo = No cálculo deste rácio, normalmente, o saldo de clientes obtido a partir dos dados da contabilidade, inclui o IVA, enquanto que, o valor das vendas é líquido deste imposto. Para corrigir eventuais distorções no cálculo e análise deste rácio, devemos adicionar o IVA ao denominador.
  • 3. 4. Índices do valor do Mercado: relacionam o valor do mercado da empresa, medido pelo preço corrente de acção a certos valores contabilísticos. ordinariasaccoesdeNr ordinariaaccaodamercadodopreco (P/L)LucroosobrePreçodeÍndice = ordinariasaccoesdeNr ordinariossaccionistadosPatrimonio OrdinariaAccaodalPatrimoniaValor = ordinariaaccaodalPatrimoniaValor ordinarioaccaodemercadodoPreco (P/V)lPatrimoniaValorPreco/deInd. = Rácios Formula Resultado 2007 em % Resultado 2008 em % Liquidez Geral (LG) Dependência Financeira (DF) Autonomia Financeira (AF) Solvabilidade Total (ST) Rendibilidade do Capital Próprio (RCP) Rendibilidade do Activo Total (RAT) Rendibilidade de Vendas (RV) Rotação do Activo Total (RAT) Prazo médio de Recebimentos (PMR) BIOGRAFIA DO AUTOR Nome: Sérgio Alfredo Macore Formação: Gestão De Empresas e Finanças Facebook: Helldriver Rapper ou Sergio Alfredo Macore Nascido: 22 de Fevereiro de 1993
  • 4. Província: Cabo Delgado – Pemba Contacto: +258 846458829 ou +258 826677547 E-mail: Sergio.macore@gmail.com ou Helldriverrapper@hotmail.com NB: Caso precisar de um trabalho, não hesite, não tenha vergonha. Me contacte logo, que eu dou. ‘’Informação é para ser passada um do outro’’ OBRIGADO