SlideShare uma empresa Scribd logo
GESTÃO DA INOVAÇÃO
Cap. 1 – Inovação: O que é e por que importa
Joe Tidd e John Bessant
Eros Augusto A. Martins
Por que a inovação
é importante?
“A inovação distingue um líder
de um seguidor.”
Steve Jobs
“Praticamente
todo o crescimento
econômico que
ocorreu desde o
século XVIII pode ser
atribuído à
inovação.”
William Baumol
Statistics Canada* (2006)
• A inovação é frequentemente a característica mais
importante associada ao sucesso.
• Empresas inovadoras normalmente atingem um
crescimento maior ou são mais bem-sucedidas que
aquelas que não inovam.
• Empresas que ganham participação no mercado e têm
lucros crescentes são aquelas que inovam mais.
*Estudos acerca dos fatores que caracterizam empreendimentos bem-sucedidos.
Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)
Joseph Schumpeter (1939)
• Inovação tecnológica para obter uma
vantagem estratégica.
• Conceito de “destruição criativa” –
constante busca pela criação de algo
novo que destrói velhas regras e
estabelece novas.
• As vantagens geradas pelas medidas
inovadoras perdem seu poder
competitivo à medida que outros as
imitam.
Economista. Considerado o pai dos estudos sobre inovação.
Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)
Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)
Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)
Glide Cycle
Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)
Inventou a Lâmpada
Incandescente em 1878.
> Registrou mais de mil patentes
“O verdadeiro desafio da inovação
não é a invenção, mas sim o
processo de fazê-las darem certo
técnica e comercialmente.”
“Qualquer coisa que não irá vender,
eu não quero inventar. As vendas
são uma prova da utilidade, e
utilidade é sucesso”
Busca
• Trazer novas
ideias
Estratégia
• Selecionar as
melhores
ações a serem
tomadas
Implementação
• Transformar as
ideias em
realidade
Captura de
Valor
• Como
assegurar a
vantagem
desenvolvida?
“Inovar não se trata apenas de abrir novos mercados – pode também
oferecer novas formas de servir a mercados já maduros.”
Tidd e Bessant (2015)
Produto/Serviço
• Mudanças no que uma empresa oferece
Processo
• Mudança na forma como os produtos/serviços são
introduzidos
Posição
• Mudanças no contexto em que produtos/serviços
são introduzidos
Paradigma
• Mudanças nos modelos mentais subjacentes que
orientam o que a empresa faz
Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)
• Incremental
• “Fazer o que sabemos, mas
melhor”.
• Qualidade Total: ganhos de
produtividade.
• Radical
• Modifica fortemente o
produto/serviço.
• Desenvolve novos nichos de
mercado.
• Abordagem da inovação contínua.
• Criar uma família.
• “Inovação da gestão”
“Inovações nos sistemas de entretenimento pessoal.”
Tidd e Bessant (2015, p. 31)
• Mudança nas “regras do jogo”.
• Ocorre uma ruptura.
• Gatilhos/Fontes de descontinuidade. (págs. 36 a 39)
Surgimento de novo
mercado
Surgimento de nova
tecnologia
Surgimento de
novas regras
políticas
Situação sem
perspectivas
Mudança de maré
no comportamento
de mercado
Desregulamentação
nos regimento
regulatórios
Fraturas ao longo
de “linhas falhas”
Eventos imprevistos
Inovação de modelo
de negócio
Inovação de
arquitetura
Mudanças
sistemáticas que
impactam em
setores inteiros
Segundo Henderson e Clark, o êxito na gestão da inovação
depende da capacidade de mobilizar e utilizar o conhecimento
sobre componentes, mas também como eles podem ser
combinados (arquitetura).
Novas versões
(carros a motor,
TVs)
Novas gerações
(MP3 e download x
CD e fita K7)
Energia a vapor, era
da informação
Melhoria dos
componentes
Novos
componentes para
sistemas já
existentes
Materiais
avançados para
melhorar o
desempenho dos
componentes
Nível de
Sistema
Nível de
Componente
Incremental Radical
As dimensões da inovação (Tidd e Bessant, 2015)
“A inovação deve ser um processo central que precisa ser
organizado e gerenciado para que a renovação de
qualquer organização seja possível.” (Tidd e Bessant, pág. 47)
Busca – como
podemos encontrar
oportunidades de
inovação?
Seleção – o
que iremos
fazer? E por
quê?
Implementação
– como vamos
realizar isso?
Captura de
Valor – como
iremos nos
beneficiar com
isso?
Modelo simplificado do processo de inovação (Tidd e Bessant, 2015)
“As empresas obtém vantagem
competitiva por meio de ações
inovadoras. Elas abordam a inovação
em seu sentido mais amplo,
incluindo tanto novas tecnologias
quanto novas maneiras de fazer as
coisas.”
Michael Porter
Eros Augusto Asturiano Martins
erosasturiano@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.
innoscience_
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Maiquel Santos
 
Definição do negócio 2012_01
Definição do negócio 2012_01Definição do negócio 2012_01
Definição do negócio 2012_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
Augusto Pinto
 
Just in time (jit)
Just in time (jit)Just in time (jit)
Just in time (jit)
Robson Costa
 
Gestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das OrganizaçõesGestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das Organizações
Kenneth Corrêa
 
Plano de Marketing
Plano de MarketingPlano de Marketing
Plano de Marketing
Kenneth Corrêa
 
Conceito de Inovação
Conceito de InovaçãoConceito de Inovação
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
Gerisval Pessoa
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1
Diego José
 
Benchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazerBenchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazer
Mateada
 
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidadesMercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Benjamim Garcia Netto
 
Plano De Marketing Modelo
Plano De Marketing ModeloPlano De Marketing Modelo
Plano De Marketing Modelo
Stevan Spiandorim
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
josedornelas
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
NJS Consultoria
 
Estratégia competitiva de Michael Porter
Estratégia competitiva de Michael PorterEstratégia competitiva de Michael Porter
Estratégia competitiva de Michael Porter
Thiago Rocha
 
Função Produção
Função ProduçãoFunção Produção
Função Produção
Mauro Enrique
 
Aula 04 introducao processos de transformação - db
Aula 04   introducao processos de transformação - dbAula 04   introducao processos de transformação - db
Aula 04 introducao processos de transformação - db
Daniela Brauner
 
Aula 01 O que é estratégia
Aula 01   O que é estratégiaAula 01   O que é estratégia
Aula 01 O que é estratégia
alemartins10
 
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração modernaIntra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
TR Consulting
 

Mais procurados (20)

Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.Palestra Gestão da Inovação.
Palestra Gestão da Inovação.
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Definição do negócio 2012_01
Definição do negócio 2012_01Definição do negócio 2012_01
Definição do negócio 2012_01
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
 
Just in time (jit)
Just in time (jit)Just in time (jit)
Just in time (jit)
 
Gestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das OrganizaçõesGestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das Organizações
 
Plano de Marketing
Plano de MarketingPlano de Marketing
Plano de Marketing
 
Conceito de Inovação
Conceito de InovaçãoConceito de Inovação
Conceito de Inovação
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1
 
Benchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazerBenchmarking: O que é e como fazer
Benchmarking: O que é e como fazer
 
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidadesMercado de trabalho desafios e oportunidades
Mercado de trabalho desafios e oportunidades
 
Plano De Marketing Modelo
Plano De Marketing ModeloPlano De Marketing Modelo
Plano De Marketing Modelo
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
 
Estratégia competitiva de Michael Porter
Estratégia competitiva de Michael PorterEstratégia competitiva de Michael Porter
Estratégia competitiva de Michael Porter
 
Função Produção
Função ProduçãoFunção Produção
Função Produção
 
Aula 04 introducao processos de transformação - db
Aula 04   introducao processos de transformação - dbAula 04   introducao processos de transformação - db
Aula 04 introducao processos de transformação - db
 
Aula 01 O que é estratégia
Aula 01   O que é estratégiaAula 01   O que é estratégia
Aula 01 O que é estratégia
 
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração modernaIntra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
 

Semelhante a Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)

Mudança e inovacao
Mudança e inovacaoMudança e inovacao
Mudança e inovacao
Manuela Santos
 
Inovação Tecnológica
Inovação TecnológicaInovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
Jim Naturesa
 
As fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovação
As fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovaçãoAs fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovação
As fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovação
Fernando Alcoforado
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Hugo Oliveira
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
Hélder Bastos
 
Identificando Oportunidades
Identificando OportunidadesIdentificando Oportunidades
Identificando Oportunidades
Daniel Entorno
 
Modulo 1 teoria_inovacao_copyright_mba
Modulo 1 teoria_inovacao_copyright_mbaModulo 1 teoria_inovacao_copyright_mba
Modulo 1 teoria_inovacao_copyright_mba
PECE Programa de Educação Continuada em Engenharia
 
Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil
Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no BrasilBarreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil
Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil
miguelfeldens
 
Ihub
IhubIhub
Gestão da inovação nas empresas
Gestão da inovação nas empresasGestão da inovação nas empresas
Gestão da inovação nas empresas
Universidade de Pernambuco
 
Open Innovation no Brasil
Open Innovation no BrasilOpen Innovation no Brasil
Open Innovation no Brasil
annajuenemann
 
Como gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovação
Como gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovaçãoComo gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovação
Como gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovação
BRAIN Brasil Inovação
 
Slide empreendedorismo
Slide empreendedorismoSlide empreendedorismo
inovadoras
inovadorasinovadoras
inovadoras
Mateus Cozer
 

Semelhante a Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01) (14)

Mudança e inovacao
Mudança e inovacaoMudança e inovacao
Mudança e inovacao
 
Inovação Tecnológica
Inovação TecnológicaInovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
 
As fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovação
As fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovaçãoAs fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovação
As fragilidades do brasil em ciência, tecnologia e inovação
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Identificando Oportunidades
Identificando OportunidadesIdentificando Oportunidades
Identificando Oportunidades
 
Modulo 1 teoria_inovacao_copyright_mba
Modulo 1 teoria_inovacao_copyright_mbaModulo 1 teoria_inovacao_copyright_mba
Modulo 1 teoria_inovacao_copyright_mba
 
Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil
Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no BrasilBarreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil
Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil
 
Ihub
IhubIhub
Ihub
 
Gestão da inovação nas empresas
Gestão da inovação nas empresasGestão da inovação nas empresas
Gestão da inovação nas empresas
 
Open Innovation no Brasil
Open Innovation no BrasilOpen Innovation no Brasil
Open Innovation no Brasil
 
Como gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovação
Como gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovaçãoComo gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovação
Como gerenciar o processo de desenvolvimento da estratégia para a inovação
 
Slide empreendedorismo
Slide empreendedorismoSlide empreendedorismo
Slide empreendedorismo
 
inovadoras
inovadorasinovadoras
inovadoras
 

Mais de Eros Augusto Asturiano Martins

Marketing para consultores
Marketing para consultoresMarketing para consultores
Marketing para consultores
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Conarh 2019
Conarh 2019Conarh 2019
CRM - Customer Relationship Management
CRM - Customer Relationship ManagementCRM - Customer Relationship Management
CRM - Customer Relationship Management
Eros Augusto Asturiano Martins
 
E-commerce
E-commerceE-commerce
Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Marketing Direto
Marketing DiretoMarketing Direto
Marketing interno
Marketing internoMarketing interno
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Constructing competitive advantage
 Constructing competitive advantage Constructing competitive advantage
Constructing competitive advantage
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Motivação e estímulos na Publicidade
Motivação e estímulos na PublicidadeMotivação e estímulos na Publicidade
Motivação e estímulos na Publicidade
Eros Augusto Asturiano Martins
 
02 Comportamento do consumidor - parte 02
02  Comportamento do consumidor - parte 0202  Comportamento do consumidor - parte 02
02 Comportamento do consumidor - parte 02
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Encantando Clientes
Encantando ClientesEncantando Clientes
Encantando Clientes
Eros Augusto Asturiano Martins
 
O novo consumidor
O novo consumidorO novo consumidor
A revolução do consumo
A revolução do consumoA revolução do consumo
A revolução do consumo
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Introdução à Psicologia do Comportamento do Consumidor
Introdução à Psicologia do Comportamento do ConsumidorIntrodução à Psicologia do Comportamento do Consumidor
Introdução à Psicologia do Comportamento do Consumidor
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Dados x informação
Dados x informaçãoDados x informação
Dados x informação
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Como fazer uma pesquisa?
Como fazer uma pesquisa?Como fazer uma pesquisa?
Como fazer uma pesquisa?
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Introdução à Pesquisa de Mercado
Introdução à Pesquisa de MercadoIntrodução à Pesquisa de Mercado
Introdução à Pesquisa de Mercado
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Os 10 pecados do marketing
Os 10 pecados do marketingOs 10 pecados do marketing
Os 10 pecados do marketing
Eros Augusto Asturiano Martins
 
Como montar um Plano de Marketing?
Como montar um Plano de Marketing?Como montar um Plano de Marketing?
Como montar um Plano de Marketing?
Eros Augusto Asturiano Martins
 

Mais de Eros Augusto Asturiano Martins (20)

Marketing para consultores
Marketing para consultoresMarketing para consultores
Marketing para consultores
 
Conarh 2019
Conarh 2019Conarh 2019
Conarh 2019
 
CRM - Customer Relationship Management
CRM - Customer Relationship ManagementCRM - Customer Relationship Management
CRM - Customer Relationship Management
 
E-commerce
E-commerceE-commerce
E-commerce
 
Marketing de Relacionamento
Marketing de RelacionamentoMarketing de Relacionamento
Marketing de Relacionamento
 
Marketing Direto
Marketing DiretoMarketing Direto
Marketing Direto
 
Marketing interno
Marketing internoMarketing interno
Marketing interno
 
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
 
Constructing competitive advantage
 Constructing competitive advantage Constructing competitive advantage
Constructing competitive advantage
 
Motivação e estímulos na Publicidade
Motivação e estímulos na PublicidadeMotivação e estímulos na Publicidade
Motivação e estímulos na Publicidade
 
02 Comportamento do consumidor - parte 02
02  Comportamento do consumidor - parte 0202  Comportamento do consumidor - parte 02
02 Comportamento do consumidor - parte 02
 
Encantando Clientes
Encantando ClientesEncantando Clientes
Encantando Clientes
 
O novo consumidor
O novo consumidorO novo consumidor
O novo consumidor
 
A revolução do consumo
A revolução do consumoA revolução do consumo
A revolução do consumo
 
Introdução à Psicologia do Comportamento do Consumidor
Introdução à Psicologia do Comportamento do ConsumidorIntrodução à Psicologia do Comportamento do Consumidor
Introdução à Psicologia do Comportamento do Consumidor
 
Dados x informação
Dados x informaçãoDados x informação
Dados x informação
 
Como fazer uma pesquisa?
Como fazer uma pesquisa?Como fazer uma pesquisa?
Como fazer uma pesquisa?
 
Introdução à Pesquisa de Mercado
Introdução à Pesquisa de MercadoIntrodução à Pesquisa de Mercado
Introdução à Pesquisa de Mercado
 
Os 10 pecados do marketing
Os 10 pecados do marketingOs 10 pecados do marketing
Os 10 pecados do marketing
 
Como montar um Plano de Marketing?
Como montar um Plano de Marketing?Como montar um Plano de Marketing?
Como montar um Plano de Marketing?
 

Último

7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
João de Paula Ribeiro Neto
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (8)

7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Gestão da Inovação - Tidd e Bessant (cap.01)

  • 1. GESTÃO DA INOVAÇÃO Cap. 1 – Inovação: O que é e por que importa Joe Tidd e John Bessant Eros Augusto A. Martins
  • 2. Por que a inovação é importante?
  • 3. “A inovação distingue um líder de um seguidor.” Steve Jobs
  • 4. “Praticamente todo o crescimento econômico que ocorreu desde o século XVIII pode ser atribuído à inovação.” William Baumol
  • 5. Statistics Canada* (2006) • A inovação é frequentemente a característica mais importante associada ao sucesso. • Empresas inovadoras normalmente atingem um crescimento maior ou são mais bem-sucedidas que aquelas que não inovam. • Empresas que ganham participação no mercado e têm lucros crescentes são aquelas que inovam mais. *Estudos acerca dos fatores que caracterizam empreendimentos bem-sucedidos.
  • 7. Joseph Schumpeter (1939) • Inovação tecnológica para obter uma vantagem estratégica. • Conceito de “destruição criativa” – constante busca pela criação de algo novo que destrói velhas regras e estabelece novas. • As vantagens geradas pelas medidas inovadoras perdem seu poder competitivo à medida que outros as imitam. Economista. Considerado o pai dos estudos sobre inovação.
  • 14. > Registrou mais de mil patentes “O verdadeiro desafio da inovação não é a invenção, mas sim o processo de fazê-las darem certo técnica e comercialmente.” “Qualquer coisa que não irá vender, eu não quero inventar. As vendas são uma prova da utilidade, e utilidade é sucesso”
  • 15. Busca • Trazer novas ideias Estratégia • Selecionar as melhores ações a serem tomadas Implementação • Transformar as ideias em realidade Captura de Valor • Como assegurar a vantagem desenvolvida? “Inovar não se trata apenas de abrir novos mercados – pode também oferecer novas formas de servir a mercados já maduros.” Tidd e Bessant (2015)
  • 16. Produto/Serviço • Mudanças no que uma empresa oferece Processo • Mudança na forma como os produtos/serviços são introduzidos Posição • Mudanças no contexto em que produtos/serviços são introduzidos Paradigma • Mudanças nos modelos mentais subjacentes que orientam o que a empresa faz
  • 18. • Incremental • “Fazer o que sabemos, mas melhor”. • Qualidade Total: ganhos de produtividade. • Radical • Modifica fortemente o produto/serviço. • Desenvolve novos nichos de mercado.
  • 19. • Abordagem da inovação contínua. • Criar uma família. • “Inovação da gestão” “Inovações nos sistemas de entretenimento pessoal.” Tidd e Bessant (2015, p. 31)
  • 20. • Mudança nas “regras do jogo”. • Ocorre uma ruptura.
  • 21. • Gatilhos/Fontes de descontinuidade. (págs. 36 a 39) Surgimento de novo mercado Surgimento de nova tecnologia Surgimento de novas regras políticas Situação sem perspectivas Mudança de maré no comportamento de mercado Desregulamentação nos regimento regulatórios Fraturas ao longo de “linhas falhas” Eventos imprevistos Inovação de modelo de negócio Inovação de arquitetura Mudanças sistemáticas que impactam em setores inteiros
  • 22. Segundo Henderson e Clark, o êxito na gestão da inovação depende da capacidade de mobilizar e utilizar o conhecimento sobre componentes, mas também como eles podem ser combinados (arquitetura). Novas versões (carros a motor, TVs) Novas gerações (MP3 e download x CD e fita K7) Energia a vapor, era da informação Melhoria dos componentes Novos componentes para sistemas já existentes Materiais avançados para melhorar o desempenho dos componentes Nível de Sistema Nível de Componente Incremental Radical As dimensões da inovação (Tidd e Bessant, 2015)
  • 23. “A inovação deve ser um processo central que precisa ser organizado e gerenciado para que a renovação de qualquer organização seja possível.” (Tidd e Bessant, pág. 47) Busca – como podemos encontrar oportunidades de inovação? Seleção – o que iremos fazer? E por quê? Implementação – como vamos realizar isso? Captura de Valor – como iremos nos beneficiar com isso? Modelo simplificado do processo de inovação (Tidd e Bessant, 2015)
  • 24. “As empresas obtém vantagem competitiva por meio de ações inovadoras. Elas abordam a inovação em seu sentido mais amplo, incluindo tanto novas tecnologias quanto novas maneiras de fazer as coisas.” Michael Porter
  • 25. Eros Augusto Asturiano Martins erosasturiano@gmail.com

Notas do Editor

  1. Walkman – Criado em 1979 no Japão. Discman – Sony lançou em 1984 Fraunhofer Institute, Alemanha – Criaram o MP3 em 1995 MP3 Player – 1997 Sony cria um formato padrão de mp3 e 1998 a Sul Coreana Saehan lança. Napster – 1999 compartilhamento de música via P2P Ipod – 2000 venda de músicas online Spotify – Streaming de música (não precisa mais ter a música)
  2. Walkman – Discman – Fraunhofer Institute, Alemanha – Criaram o MP3 MP3 Player - Napster – 1999 compartilhamento de música via P2P Ipod – 2000 venda de músicas online Spotify – Streaming de música (não precisa mais ter a música)
  3. Inovação X Invenção (Criatividade)
  4. Glide Cycle – Inventada
  5. Inventada pelo inglês Joseph Wilson Swan, em 1878. Mas o inovador foi Thomas Alva Edison que comercializou e viabilizou a rede elétrica nos EUA.
  6. Xadrez, jogo onde o comando é feito todo por você e o principal objetivo é matar o rei do oponente. Visão de quem está de fora. Extremamente racional.
  7. Xadrez, jogo onde o comando é feito todo por você e o principal objetivo é matar o rei do oponente. Visão de quem está de fora. Extremamente racional.