SlideShare uma empresa Scribd logo
Inovação e Criatividade

Módulo 3

Gestão da Inovação
Graziela B. Mota

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
7º passo para a mudança de

valor

Planejar e persistir

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Desafios à inovação

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Desafios à inovação

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Desafios à inovação
Paradoxo: Mudar não é eficiente
curto vs longo prazo
Operações cotidianas ou futuras
Lucratividade ou sustentabilidade
Manter regras ou quebrar as regras
Segurança ou risco
Hoje ou amanhã
Produto ou marca
conservadorismo ou ousadia
Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Desafios à inovação

“

... as empresas têm afirmado que tornaram seus
processos de inovação mais focados no mercado
e mais orientados pelo cliente. No entanto, as

taxas de insucesso para novos produtos
continuam inaceitavelmente altas, com
estimativas variando de 50 a 90%.
Philip Kotler

Graziela Mota

”

Inovação e Criatividade
Desafios à inovação
Altos custos de inovação

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Desafios à inovação

Equipe multidisciplinar
Enjada

• Apoio da alta cúpula
• Mudança cultural:
compartilhamento
• Identificação de parceiros
potenciais
• “azeitamento” das relações
com parceiros
• Compartilhamento de riscos
e recompensas: ganhaganha
• Confiança e transparente
• Gestão à distância
• Definição de metricas claras

HSMManagement 75 • Julho-agosto 2009 hsmmanagement.com.br

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
10 desafios à Inovação
Reduzir as lacuna entre a necessidade e a capacidade de inovar

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Entendimento do real significado de Inovação
Alinhamento com o plano estratégico
Foco no cliente
Agilidade, originalidade e relevância
Criação e estímulo constante à uma cultura criativa
Disponibilidade de “recursos”
Desenvolvimento de arcabouço: disciplina na infância
Atribuição de responsabilidades
Exercício da gestão: coordenação, controle, mensuração
Desenvolvimento de visão holística

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Como fazer
para inovar??

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Toda mudança implica em

Saber gerenciar o risco,
elevando a probabilidade de Sucesso

Gestão de
Inovação
Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Estabelecendo conceitos
Criatividade

capacidade

Ideia

possibilidade

Inovação

processo

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Estabelecendo conceitos
O que é um processo?

Um processo é um conjunto de tarefas
sequenciais ao longo do tempo

Tarefa
1

Graziela Mota

Tarefa
2

Tarefa
3

Inovação e Criatividade
Gestão da inovação

Por que as organizações
precisam de um processo de
inovação?

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Gestão da inovação
1

Aversão à mudança: esforço e risco
adicionais
Inércia: barreira à inovação

As pessoas precisam de segurança e motivação/recompensa:
Saber o que fazer, Porque fazer, Como fazer, Quando fazer, Quanto
Fazer, Com quem fazer....

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Gestão da inovação
2 • “o foco no curto prazo e nas operações
cotidianas” foi o principal fator mencionado
sobre as barreiras básicas à inovação efetiva,
segundo pesquisa realizada em 2004 pela
Strategos consultoria.
Foco no longo prazo
(visão, tendencia, consumidor, mercado, tecnologias, concorrencia

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Gestão da inovação
3

“É impossível e até contraproducente ter
alguém tentando mudando o modo pelo qual
uma tarefa é realizada enquanto se exige que
ela a seja realizada de modo eficiente”. Philip Kotler
A inovação necessita de independência: mobilize
recursos, equipe e liderança com foco no futuro!
Aticidades Cotidiana: regras, rotinas, processos para gerar lucros

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Gestão da inovação
A Inovação é uma das maneiras pela qual uma
empresa alcança sua visão

4

Prazos, responsáveis, KPI´s, métodos, recursos
visão

Aonde
Queremos
estar

Graziela Mota

objetivos

Para onde
Vamos agora

Estratégias

Projetos,
programas ou
iniciativas

Atividades

Como
Chegaremos
lá

O que
faremos

Como
faremos

inovação

tarefas

Como
executaremos

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
Diferenças entre ofertas
• Categorias de oferta (kotler):
• Bem tangível – sem serviço associado. Ex: sabão, sal...
• Bem tangível associado a serviços: dependem tbem da qualidade dos
serviços associados ao produto. Ex: carros + assistência técnica; móveis
planejados + instalação
• Híbrida: ex. Restaurantes (comida + serviço)
• Serviço principal + bens ou serviços secundários: serviços aéreos
• Serviço puro: consultoria, massagem, terapia...
Serviço: “qualquer ato ou desempenho essencialmente intangível, que uma
parte pode oferecer a outra e que não resulta na propriedade de nada. A
execução de um serviço pode ou não estar ligada a um produto concreto.”
Kotler
Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
Características dos serviços
• Intangibilidade: serviços são ideias e conceitos intangíveis, o que gera
•
•
•

incerteza e busca por sinais de qualidade. É preciso agregar e administrar
evidências para tangibilizar a oferta. (instalações, pessoas, equipamentos, material
de comunicação, símbolos, preço)
Perecibilidade: Serviços não podem ser estocados. Só tem valor no momento
da prestação. Não é problema com demanda estável mas sim quando oscila.
Variabilidade: Dependem de quem fornece, onde e quando são fornecidos. É
preciso investir em controle de qualidade (pessoas -contratação, treinamento,
motivação; padronização de processos de execução; acompanhamento de
satisfação do cliente)
Simultaneidade : os serviços são produzidos e consumidos simultaneamente.
As interfaces/interações e a disponibilidade de tempo influenciam diretamente no
serviço.

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
Mix de marketing: produtos e serviços
4P´s de Produto

8P´s de Serviço

1.
2.
3.
4.

1.
2.
3.
4.

Produto
Promoção (comunicação)
Placement (distribuição)
Preço

5.
6.
7.
8.

Graziela Mota

Produto
Promoção (comunicação interna e externa)
Place & Time (como, qdo e onde entregar)
Preço e custos atrelados (tempo, esforços,
riscos
Processos (operação)
Produtividade e qualidade
Pessoas
Physical evidence (tangibilização)

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
Áreas impacto direto: produtos e serviços
Produto

Serviço

P&D ou engenharia ou Produtos
Marketing
Comunicação
Supply Chain:
• Planejamento produção
• Compras
• Produção
• Manutenção
• Controle de Qualidade
• Armazenamento e Logística
• Segurança
Vendas
SAC

Marketing
Novos produtos
Finanças
Operações
RH ou treinamento
Vendas
Pós venda, assistência técnica

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação

• Funil de inovação: processo tomada de decisões (visualização de riscos e incertezas)
Maior $
Maior $

Menor $
Menor risco

O queee
Ideias
seleção
por que
lançar?

Vale à
(conhecimento)
pena
lançar?
Viabilidade

Preparação
execução

Como
lançar?

Lançamento
ou
implementação

lançar

Pós
lançamento
Acompanhar
aprendizagem

e melhorar

< envolvimento
diretoria
>Envolvimento
diretoria

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
• Funil de inovação simplificado

Maior $
Maior $
Menor $
Menor risco

implementação
O queee
Ideias
seleção
por que
lançar?

Vale à
(conhecimento)
pena
lançar?
Viabilidade

Preparação
execução

Como
lançar?

Lançamento
ou
implementação

lançar

Pós lançamento
aprendizagem
Acompanhar

e melhorar

< envolvimento
diretoria
>Envolvimento
diretoria

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
• Influências contextuais

•
•
•
•

O contexto estratégico para a inovação
A capacidade inovadora da organização
A conexão entre a ambos e o cenário externo
Tempo

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação

• Funil de inovação: processo tomada de decisões (visualização de riscos e incertezas)
Maior $
Maior $

Menor $
Menor risco

O que e
1
por que
lançar?

Vale à
2
pena
lançar?

Como
lançar?

3

lançamento

lançar

Acompanhar
e melhorar

< envolvimento
diretoria

Graziela Mota

tomada de decisão; avanço

>Envolvimento
diretoria

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
• Perfis envolvidos

Maior $
Maior $
Menor $
Menor risco

O que e

Ativadores
por que
Buscadores

Vale à
Criadores
pena
lançar?

F

lançar?

F

Como
lançar?

Desenvolvedores

F

Executores
lançar

F

Acompanhar
facilitadores
e melhorar

< envolvimento
diretoria
>Envolvimento
diretoria

Graziela Mota

F

facilitadores

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
• Áreas envolvidas

Maior $
Maior $
Menor $
Menor risco

•
•
•
•

produtos
Inovação
mkt que e
O
Pesquisa
por que
mercado
• P&D
lançar?

Time de
Projeto:
• Mkt
• P&D;
Produtos
• Finanças
• Operações

Vale à
pena
lançar?

F

F

Time de
Projeto:
• Mkt
• P&D;
Produtos
• Finanças
• Operações
• Supply
• RH

Como
lançar?

F

Time de Projeto:
• Mkt
• P&D;
produtos
• Finanças
• RH
• Supply
• Vendas
• Pós venda
• Assist .técnica

lançar

F

Lider de
projeto
Acompanhar
(time) +
e melhorar
diretoria

< envolvimento
diretoria
>Envolvimento
diretoria

Graziela Mota

F

Facilitadores: lider projeto + diretorias

Inovação e Criatividade
Etapas do processo de inovação
• O que envolve?

Incertezas

Vale á pena? Sabemos como fazer?
•
•

O cliente atribui valor à oferta?
Como desenvolver o produto?
Especificação e preparação do mix de produto e serviço:
Quais suportes físicos considerar?
A idéia:
•
Como produzir?Oferta e evidências: Comprovação técnica de benefíciosOperacionalizar?
•
Implementação:
• Faz sentidoComo, quando evantagens; evidências ou suportes físicos
•
aonde introduzir?
• Testes finais de produto, consumidor, processo
para a • Temos capacidade instalada? de produto, consumidor, processos de comunicação
•
Testes iniciais
• Materiais e plano
Temos recursos? Temos pessoas
•
Tecnologias, processos, materiais primas, terceiros,
• Ajustes finaisLançamento equipamentos
instalações,
Ideias e
empresa?
Preparação
preparadas? parceiros, equipamento, equipe,•instalações, sistemaequipe interna, vendas,
viabilidade
Lançamento para ou
•seleção o • Como promoverdistribuição execução
Para
ou comunicar?
implementação
atendimento ao consumidor, assistência
•
Como distribuir? Implementar?
cliente?
técnica, canal, parceiros, fornecedores...
•
Preço
•
Quais expectativas de preço?
• Ajustes finais produção
•
Serviços secundários
• Para a • Quais expectativas de custos
• Treinamento e
•
Recrutamento, seleção e treinamento de pessoal metas de acompanhamento,
envolvidos (financeiros, tempo,
marca?
materiais de controle
•
fluxo de operação
esforços, riscos)
• Construção estoques
• Para o
•
KPI´s de qualidade e produtividade
•
Como garantir a qualidade e
• Transporte, Distribuição
•
negócio? produtividade? Estratégia de comunicação-promoção (interno e externo)
•
•
Como vender? Validação com cliente / consumidor
•
•
Quem envolver?Forecast de Demanda esperada
•
•
Quanto investir?Análise financeira

Idéia
Conceito
Graziela Mota

Produto
Projeto

certezas

•

Acompanha
mento,
Pós lançamento
•
Análise
aprendizagem vs
resultados
KPI´s,
•
Plano de
ação
•
Roll out

Oferta de
Inovação
Inovação e Criatividade
valor
Estudo de caso

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Estudo de caso

Graziela Mota

Inovação e Criatividade
Graziela Mota

Inovação e Criatividade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
gmktipam
 
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para CrescerO Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
João Gretzitz
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
Bruna M
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
Marcela Montalvão Teti
 
Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
mvaf_rj
 
Aula 01 - Empreendedorismo Digital
Aula 01 - Empreendedorismo DigitalAula 01 - Empreendedorismo Digital
Aula 01 - Empreendedorismo Digital
José Bringel Filho
 
Aula 03 - Inovação e Criatividade
Aula 03 - Inovação e CriatividadeAula 03 - Inovação e Criatividade
Aula 03 - Inovação e Criatividade
Gustavo Zanotto
 
Inovação e Competitividade
Inovação e CompetitividadeInovação e Competitividade
Inovação e Competitividade
Graziela Bernardo Mota
 
Pilares da Inovação
Pilares da InovaçãoPilares da Inovação
Pilares da Inovação
Leandro Liberio
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Renato Melo
 
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e InovaçãoPós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Milton Henrique do Couto Neto
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Empreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E InovaçãoEmpreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E Inovação
Ana Maria Magni Coelho
 
Inovação Tecnológica
Inovação TecnológicaInovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
Sandro Servino
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
Luiza Mucida
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
Thiago Reis
 
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresInovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Jose Ignacio Jaeger Neto, PMP, MSc
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
Mayra de Souza
 
Treinamento de Scrum
Treinamento de ScrumTreinamento de Scrum
Treinamento de Scrum
Luiz Duarte
 

Mais procurados (20)

Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para CrescerO Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
O Processo de Inovação nas Organizações - Inovar para Crescer
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1Cultura Organizacional 1
Cultura Organizacional 1
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
 
Aula 01 - Empreendedorismo Digital
Aula 01 - Empreendedorismo DigitalAula 01 - Empreendedorismo Digital
Aula 01 - Empreendedorismo Digital
 
Aula 03 - Inovação e Criatividade
Aula 03 - Inovação e CriatividadeAula 03 - Inovação e Criatividade
Aula 03 - Inovação e Criatividade
 
Inovação e Competitividade
Inovação e CompetitividadeInovação e Competitividade
Inovação e Competitividade
 
Pilares da Inovação
Pilares da InovaçãoPilares da Inovação
Pilares da Inovação
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e InovaçãoPós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Empreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E InovaçãoEmpreendedorismo E Inovação
Empreendedorismo E Inovação
 
Inovação Tecnológica
Inovação TecnológicaInovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
 
Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
 
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados PromissoresInovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
Inovação, Projetos e Portfólio: Integração para Resultados Promissores
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Treinamento de Scrum
Treinamento de ScrumTreinamento de Scrum
Treinamento de Scrum
 

Destaque

Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Romulo Decussatti (Luke Marketwalker)
 
10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão
10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão
10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão
Jose Claudio Terra
 
O Que Einstein Diria Para Os Empresarios De Hoje
O Que Einstein Diria Para Os Empresarios De HojeO Que Einstein Diria Para Os Empresarios De Hoje
O Que Einstein Diria Para Os Empresarios De Hoje
cebauer
 
Innovation
InnovationInnovation
Innovation
Mateus Cozer
 
Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves
Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves
Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves
Arturo Herrera
 
Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"
Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"
Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"
Elvis Fusco
 
A Inovação em tempo de Uber
A Inovação em tempo de UberA Inovação em tempo de Uber
A Inovação em tempo de Uber
Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Conceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de InovaçãoConceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de Inovação
Carlos Yukimura
 

Destaque (8)

Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
Pós-graduação: Gestão da Inovação 2014 1 (FTEC Porto Alegre)
 
10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão
10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão
10 dimensões da gestão de inovação - síntese e perguntas para reflexão
 
O Que Einstein Diria Para Os Empresarios De Hoje
O Que Einstein Diria Para Os Empresarios De HojeO Que Einstein Diria Para Os Empresarios De Hoje
O Que Einstein Diria Para Os Empresarios De Hoje
 
Innovation
InnovationInnovation
Innovation
 
Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves
Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves
Palestra Inovação - Arturo Herrera CEO INNSPIRAL Moves
 
Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"
Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"
Palestra "Inovação em Pequenas e Médias Empresas"
 
A Inovação em tempo de Uber
A Inovação em tempo de UberA Inovação em tempo de Uber
A Inovação em tempo de Uber
 
Conceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de InovaçãoConceitos e Modelos de Inovação
Conceitos e Modelos de Inovação
 

Semelhante a Gestão da Inovação

Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de InovacaoGestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Kenneth Corrêa
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Maria Betania Alves
 
Por que Inovar?
Por que Inovar?Por que Inovar?
Por que Inovar?
Gilson Doi Junior
 
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovaçãoEmpreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
Nelson Brazys
 
2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica
Carlos Sousa
 
(Conseps 2016) imersão 2
(Conseps 2016) imersão 2(Conseps 2016) imersão 2
(Conseps 2016) imersão 2
Ink_conteudos
 
Cultivando a Inovação
Cultivando a InovaçãoCultivando a Inovação
Cultivando a Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Marcelo Bastos
 
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
SV_Partners
 
Inovação - Gepit - Aula 6
Inovação - Gepit - Aula 6Inovação - Gepit - Aula 6
Inovação - Gepit - Aula 6
auspin
 
Gestão de mudanças – uma abordagem holística
Gestão de mudanças – uma abordagem holísticaGestão de mudanças – uma abordagem holística
Gestão de mudanças – uma abordagem holística
FoodServiceNews
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
MJV Technology & Innovation Brasil
 
Palestra paranátic 2013 eduardo grizendi outubro 2013 v curta.
Palestra  paranátic 2013  eduardo grizendi outubro 2013 v curta.Palestra  paranátic 2013  eduardo grizendi outubro 2013 v curta.
Palestra paranátic 2013 eduardo grizendi outubro 2013 v curta.
Eduardo Grizendi
 
10 principios da qualidade total
10 principios da qualidade total10 principios da qualidade total
10 principios da qualidade total
Luiza Claro
 
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXIO Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
Luiz C. Parzianello
 
Palestra Transformação Digital TDC
Palestra Transformação Digital TDCPalestra Transformação Digital TDC
Palestra Transformação Digital TDC
Guilherme Santos
 
Transformação Digital (DX) das Organizações
Transformação Digital (DX) das OrganizaçõesTransformação Digital (DX) das Organizações
Transformação Digital (DX) das Organizações
Andre Zeferino
 
INOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptx
INOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptxINOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptx
INOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptx
EdgarDias25
 
Processo De Inovacao
Processo De InovacaoProcesso De Inovacao
Processo De Inovacao
Jose Claudio Terra
 
qualidade de vida
qualidade de vida qualidade de vida
qualidade de vida
fernando cesar
 

Semelhante a Gestão da Inovação (20)

Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de InovacaoGestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
Gestao da Inovacao - Processo e Projeto de Inovacao
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Por que Inovar?
Por que Inovar?Por que Inovar?
Por que Inovar?
 
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovaçãoEmpreendedorismo gerando valor com a inovação
Empreendedorismo gerando valor com a inovação
 
2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica
 
(Conseps 2016) imersão 2
(Conseps 2016) imersão 2(Conseps 2016) imersão 2
(Conseps 2016) imersão 2
 
Cultivando a Inovação
Cultivando a InovaçãoCultivando a Inovação
Cultivando a Inovação
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
 
Inovação - Gepit - Aula 6
Inovação - Gepit - Aula 6Inovação - Gepit - Aula 6
Inovação - Gepit - Aula 6
 
Gestão de mudanças – uma abordagem holística
Gestão de mudanças – uma abordagem holísticaGestão de mudanças – uma abordagem holística
Gestão de mudanças – uma abordagem holística
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
 
Palestra paranátic 2013 eduardo grizendi outubro 2013 v curta.
Palestra  paranátic 2013  eduardo grizendi outubro 2013 v curta.Palestra  paranátic 2013  eduardo grizendi outubro 2013 v curta.
Palestra paranátic 2013 eduardo grizendi outubro 2013 v curta.
 
10 principios da qualidade total
10 principios da qualidade total10 principios da qualidade total
10 principios da qualidade total
 
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXIO Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
O Pensamento Lean-Agile nos Negócios do Século XXI
 
Palestra Transformação Digital TDC
Palestra Transformação Digital TDCPalestra Transformação Digital TDC
Palestra Transformação Digital TDC
 
Transformação Digital (DX) das Organizações
Transformação Digital (DX) das OrganizaçõesTransformação Digital (DX) das Organizações
Transformação Digital (DX) das Organizações
 
INOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptx
INOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptxINOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptx
INOVAÇÃO, COMPETITIVIDADE E NEGÓCIOS DIGITAIS - Aula 2.pptx
 
Processo De Inovacao
Processo De InovacaoProcesso De Inovacao
Processo De Inovacao
 
qualidade de vida
qualidade de vida qualidade de vida
qualidade de vida
 

Mais de Graziela Bernardo Mota

Composto de Marketing
Composto de MarketingComposto de Marketing
Composto de Marketing
Graziela Bernardo Mota
 
Inovação e gestão
Inovação e gestãoInovação e gestão
Inovação e gestão
Graziela Bernardo Mota
 
Comportamento do consumidor
Comportamento do consumidorComportamento do consumidor
Comportamento do consumidor
Graziela Bernardo Mota
 
Gestão de marcas
Gestão de marcasGestão de marcas
Gestão de marcas
Graziela Bernardo Mota
 
Planejamento de Marketing
Planejamento de MarketingPlanejamento de Marketing
Planejamento de Marketing
Graziela Bernardo Mota
 
Conceitos centrais do marketing
Conceitos centrais do marketingConceitos centrais do marketing
Conceitos centrais do marketing
Graziela Bernardo Mota
 
A origem do marketing
A origem do marketingA origem do marketing
A origem do marketing
Graziela Bernardo Mota
 
Sustentação Marcária
Sustentação MarcáriaSustentação Marcária
Sustentação Marcária
Graziela Bernardo Mota
 
Planejamento de marca: Expressividade Marcária
Planejamento de marca: Expressividade MarcáriaPlanejamento de marca: Expressividade Marcária
Planejamento de marca: Expressividade Marcária
Graziela Bernardo Mota
 
Planejamento de Inovação
Planejamento de InovaçãoPlanejamento de Inovação
Planejamento de Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Planejamento de Marca: Identidade Marcária
Planejamento de Marca: Identidade MarcáriaPlanejamento de Marca: Identidade Marcária
Planejamento de Marca: Identidade Marcária
Graziela Bernardo Mota
 
Brand Equity
Brand EquityBrand Equity
O Significado da marca
O Significado da marcaO Significado da marca
O Significado da marca
Graziela Bernardo Mota
 

Mais de Graziela Bernardo Mota (13)

Composto de Marketing
Composto de MarketingComposto de Marketing
Composto de Marketing
 
Inovação e gestão
Inovação e gestãoInovação e gestão
Inovação e gestão
 
Comportamento do consumidor
Comportamento do consumidorComportamento do consumidor
Comportamento do consumidor
 
Gestão de marcas
Gestão de marcasGestão de marcas
Gestão de marcas
 
Planejamento de Marketing
Planejamento de MarketingPlanejamento de Marketing
Planejamento de Marketing
 
Conceitos centrais do marketing
Conceitos centrais do marketingConceitos centrais do marketing
Conceitos centrais do marketing
 
A origem do marketing
A origem do marketingA origem do marketing
A origem do marketing
 
Sustentação Marcária
Sustentação MarcáriaSustentação Marcária
Sustentação Marcária
 
Planejamento de marca: Expressividade Marcária
Planejamento de marca: Expressividade MarcáriaPlanejamento de marca: Expressividade Marcária
Planejamento de marca: Expressividade Marcária
 
Planejamento de Inovação
Planejamento de InovaçãoPlanejamento de Inovação
Planejamento de Inovação
 
Planejamento de Marca: Identidade Marcária
Planejamento de Marca: Identidade MarcáriaPlanejamento de Marca: Identidade Marcária
Planejamento de Marca: Identidade Marcária
 
Brand Equity
Brand EquityBrand Equity
Brand Equity
 
O Significado da marca
O Significado da marcaO Significado da marca
O Significado da marca
 

Último

Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
E-Commerce Brasil
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
polianasenaces
 
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
MartesonCasteloBranc1
 

Último (6)

Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
 
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opcaula sobre metodologia 5s, excelente opc
aula sobre metodologia 5s, excelente opc
 
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdfPequena apostila de contabilidade tributária.pdf
Pequena apostila de contabilidade tributária.pdf
 

Gestão da Inovação

  • 1. Inovação e Criatividade Módulo 3 Gestão da Inovação Graziela B. Mota Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 2. 7º passo para a mudança de valor Planejar e persistir Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 3. Desafios à inovação Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 4. Desafios à inovação Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 5. Desafios à inovação Paradoxo: Mudar não é eficiente curto vs longo prazo Operações cotidianas ou futuras Lucratividade ou sustentabilidade Manter regras ou quebrar as regras Segurança ou risco Hoje ou amanhã Produto ou marca conservadorismo ou ousadia Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 6. Desafios à inovação “ ... as empresas têm afirmado que tornaram seus processos de inovação mais focados no mercado e mais orientados pelo cliente. No entanto, as taxas de insucesso para novos produtos continuam inaceitavelmente altas, com estimativas variando de 50 a 90%. Philip Kotler Graziela Mota ” Inovação e Criatividade
  • 7. Desafios à inovação Altos custos de inovação Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 8. Desafios à inovação Equipe multidisciplinar Enjada • Apoio da alta cúpula • Mudança cultural: compartilhamento • Identificação de parceiros potenciais • “azeitamento” das relações com parceiros • Compartilhamento de riscos e recompensas: ganhaganha • Confiança e transparente • Gestão à distância • Definição de metricas claras HSMManagement 75 • Julho-agosto 2009 hsmmanagement.com.br Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 9. 10 desafios à Inovação Reduzir as lacuna entre a necessidade e a capacidade de inovar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Entendimento do real significado de Inovação Alinhamento com o plano estratégico Foco no cliente Agilidade, originalidade e relevância Criação e estímulo constante à uma cultura criativa Disponibilidade de “recursos” Desenvolvimento de arcabouço: disciplina na infância Atribuição de responsabilidades Exercício da gestão: coordenação, controle, mensuração Desenvolvimento de visão holística Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 10. Como fazer para inovar?? Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 11. Toda mudança implica em Saber gerenciar o risco, elevando a probabilidade de Sucesso Gestão de Inovação Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 13. Estabelecendo conceitos O que é um processo? Um processo é um conjunto de tarefas sequenciais ao longo do tempo Tarefa 1 Graziela Mota Tarefa 2 Tarefa 3 Inovação e Criatividade
  • 14. Gestão da inovação Por que as organizações precisam de um processo de inovação? Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 15. Gestão da inovação 1 Aversão à mudança: esforço e risco adicionais Inércia: barreira à inovação As pessoas precisam de segurança e motivação/recompensa: Saber o que fazer, Porque fazer, Como fazer, Quando fazer, Quanto Fazer, Com quem fazer.... Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 16. Gestão da inovação 2 • “o foco no curto prazo e nas operações cotidianas” foi o principal fator mencionado sobre as barreiras básicas à inovação efetiva, segundo pesquisa realizada em 2004 pela Strategos consultoria. Foco no longo prazo (visão, tendencia, consumidor, mercado, tecnologias, concorrencia Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 17. Gestão da inovação 3 “É impossível e até contraproducente ter alguém tentando mudando o modo pelo qual uma tarefa é realizada enquanto se exige que ela a seja realizada de modo eficiente”. Philip Kotler A inovação necessita de independência: mobilize recursos, equipe e liderança com foco no futuro! Aticidades Cotidiana: regras, rotinas, processos para gerar lucros Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 18. Gestão da inovação A Inovação é uma das maneiras pela qual uma empresa alcança sua visão 4 Prazos, responsáveis, KPI´s, métodos, recursos visão Aonde Queremos estar Graziela Mota objetivos Para onde Vamos agora Estratégias Projetos, programas ou iniciativas Atividades Como Chegaremos lá O que faremos Como faremos inovação tarefas Como executaremos Inovação e Criatividade
  • 19. Etapas do processo de inovação Diferenças entre ofertas • Categorias de oferta (kotler): • Bem tangível – sem serviço associado. Ex: sabão, sal... • Bem tangível associado a serviços: dependem tbem da qualidade dos serviços associados ao produto. Ex: carros + assistência técnica; móveis planejados + instalação • Híbrida: ex. Restaurantes (comida + serviço) • Serviço principal + bens ou serviços secundários: serviços aéreos • Serviço puro: consultoria, massagem, terapia... Serviço: “qualquer ato ou desempenho essencialmente intangível, que uma parte pode oferecer a outra e que não resulta na propriedade de nada. A execução de um serviço pode ou não estar ligada a um produto concreto.” Kotler Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 20. Etapas do processo de inovação Características dos serviços • Intangibilidade: serviços são ideias e conceitos intangíveis, o que gera • • • incerteza e busca por sinais de qualidade. É preciso agregar e administrar evidências para tangibilizar a oferta. (instalações, pessoas, equipamentos, material de comunicação, símbolos, preço) Perecibilidade: Serviços não podem ser estocados. Só tem valor no momento da prestação. Não é problema com demanda estável mas sim quando oscila. Variabilidade: Dependem de quem fornece, onde e quando são fornecidos. É preciso investir em controle de qualidade (pessoas -contratação, treinamento, motivação; padronização de processos de execução; acompanhamento de satisfação do cliente) Simultaneidade : os serviços são produzidos e consumidos simultaneamente. As interfaces/interações e a disponibilidade de tempo influenciam diretamente no serviço. Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 21. Etapas do processo de inovação Mix de marketing: produtos e serviços 4P´s de Produto 8P´s de Serviço 1. 2. 3. 4. 1. 2. 3. 4. Produto Promoção (comunicação) Placement (distribuição) Preço 5. 6. 7. 8. Graziela Mota Produto Promoção (comunicação interna e externa) Place & Time (como, qdo e onde entregar) Preço e custos atrelados (tempo, esforços, riscos Processos (operação) Produtividade e qualidade Pessoas Physical evidence (tangibilização) Inovação e Criatividade
  • 22. Etapas do processo de inovação Áreas impacto direto: produtos e serviços Produto Serviço P&D ou engenharia ou Produtos Marketing Comunicação Supply Chain: • Planejamento produção • Compras • Produção • Manutenção • Controle de Qualidade • Armazenamento e Logística • Segurança Vendas SAC Marketing Novos produtos Finanças Operações RH ou treinamento Vendas Pós venda, assistência técnica Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 23. Etapas do processo de inovação • Funil de inovação: processo tomada de decisões (visualização de riscos e incertezas) Maior $ Maior $ Menor $ Menor risco O queee Ideias seleção por que lançar? Vale à (conhecimento) pena lançar? Viabilidade Preparação execução Como lançar? Lançamento ou implementação lançar Pós lançamento Acompanhar aprendizagem e melhorar < envolvimento diretoria >Envolvimento diretoria Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 24. Etapas do processo de inovação • Funil de inovação simplificado Maior $ Maior $ Menor $ Menor risco implementação O queee Ideias seleção por que lançar? Vale à (conhecimento) pena lançar? Viabilidade Preparação execução Como lançar? Lançamento ou implementação lançar Pós lançamento aprendizagem Acompanhar e melhorar < envolvimento diretoria >Envolvimento diretoria Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 25. Etapas do processo de inovação • Influências contextuais • • • • O contexto estratégico para a inovação A capacidade inovadora da organização A conexão entre a ambos e o cenário externo Tempo Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 26. Etapas do processo de inovação • Funil de inovação: processo tomada de decisões (visualização de riscos e incertezas) Maior $ Maior $ Menor $ Menor risco O que e 1 por que lançar? Vale à 2 pena lançar? Como lançar? 3 lançamento lançar Acompanhar e melhorar < envolvimento diretoria Graziela Mota tomada de decisão; avanço >Envolvimento diretoria Inovação e Criatividade
  • 27. Etapas do processo de inovação • Perfis envolvidos Maior $ Maior $ Menor $ Menor risco O que e Ativadores por que Buscadores Vale à Criadores pena lançar? F lançar? F Como lançar? Desenvolvedores F Executores lançar F Acompanhar facilitadores e melhorar < envolvimento diretoria >Envolvimento diretoria Graziela Mota F facilitadores Inovação e Criatividade
  • 28. Etapas do processo de inovação • Áreas envolvidas Maior $ Maior $ Menor $ Menor risco • • • • produtos Inovação mkt que e O Pesquisa por que mercado • P&D lançar? Time de Projeto: • Mkt • P&D; Produtos • Finanças • Operações Vale à pena lançar? F F Time de Projeto: • Mkt • P&D; Produtos • Finanças • Operações • Supply • RH Como lançar? F Time de Projeto: • Mkt • P&D; produtos • Finanças • RH • Supply • Vendas • Pós venda • Assist .técnica lançar F Lider de projeto Acompanhar (time) + e melhorar diretoria < envolvimento diretoria >Envolvimento diretoria Graziela Mota F Facilitadores: lider projeto + diretorias Inovação e Criatividade
  • 29. Etapas do processo de inovação • O que envolve? Incertezas Vale á pena? Sabemos como fazer? • • O cliente atribui valor à oferta? Como desenvolver o produto? Especificação e preparação do mix de produto e serviço: Quais suportes físicos considerar? A idéia: • Como produzir?Oferta e evidências: Comprovação técnica de benefíciosOperacionalizar? • Implementação: • Faz sentidoComo, quando evantagens; evidências ou suportes físicos • aonde introduzir? • Testes finais de produto, consumidor, processo para a • Temos capacidade instalada? de produto, consumidor, processos de comunicação • Testes iniciais • Materiais e plano Temos recursos? Temos pessoas • Tecnologias, processos, materiais primas, terceiros, • Ajustes finaisLançamento equipamentos instalações, Ideias e empresa? Preparação preparadas? parceiros, equipamento, equipe,•instalações, sistemaequipe interna, vendas, viabilidade Lançamento para ou •seleção o • Como promoverdistribuição execução Para ou comunicar? implementação atendimento ao consumidor, assistência • Como distribuir? Implementar? cliente? técnica, canal, parceiros, fornecedores... • Preço • Quais expectativas de preço? • Ajustes finais produção • Serviços secundários • Para a • Quais expectativas de custos • Treinamento e • Recrutamento, seleção e treinamento de pessoal metas de acompanhamento, envolvidos (financeiros, tempo, marca? materiais de controle • fluxo de operação esforços, riscos) • Construção estoques • Para o • KPI´s de qualidade e produtividade • Como garantir a qualidade e • Transporte, Distribuição • negócio? produtividade? Estratégia de comunicação-promoção (interno e externo) • • Como vender? Validação com cliente / consumidor • • Quem envolver?Forecast de Demanda esperada • • Quanto investir?Análise financeira Idéia Conceito Graziela Mota Produto Projeto certezas • Acompanha mento, Pós lançamento • Análise aprendizagem vs resultados KPI´s, • Plano de ação • Roll out Oferta de Inovação Inovação e Criatividade valor
  • 30. Estudo de caso Graziela Mota Inovação e Criatividade
  • 31. Estudo de caso Graziela Mota Inovação e Criatividade