02 Comportamento do consumidor - parte 02

499 visualizações

Publicada em

Conteúdo da disciplina de Psicologia do Comportamento do Consumidor do curso "Técnico em Publicidade" do SENAC Lapa Scipião.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 Comportamento do consumidor - parte 02

  1. 1. Eros Augusto Asturiano Martins eros.amartins@sp.senac.br erosasturiano@gmail.com Comportamentodo Consumidor pt.2
  2. 2. Enquanto isto na aula passada...
  3. 3. Clientesnão compram produtos ou serviços, compram asatisfação de suas necessidades.
  4. 4. “O Homem é um Ser Social” Aristóteles Adaptado do livro: Motivation and personality, Abraham H. Maslow (1954). Relações interpessoais Reconhecer a necessidade do cliente é fundamental para que ele tenha a convicção de que fez uma boa compra.
  5. 5. E como isto interferena Publicidade
  6. 6. Estereótipos na Propaganda Adaptado do livro: Motivationandpersonality, Abraham H. Maslow (1954). Criatividade, Desafios Proficiência Usabilidade, Imagem Confiabilidade Funcionalidade, Racionalidade
  7. 7. “O sapato que se ajusta a um homem, aperta o outro. Não há nada para a vida que funcione em todos os casos.” Carl Gustav Jung
  8. 8. -Psiquiatra e Psicoterapeuta suíço que conviveu com Freud. -Desenvolveu os conceitos de extroversão e introversão. -Defendeu que nós temos um inconsciente coletivoque define traços de personalidade que herdamos e os traços funcionais que são comuns a todos os seres humanos. -Arquétipo x Estereótipo Carl Gustav Jung Psicologia Analítica
  9. 9. Arquétipo X Estereótipo
  10. 10. -Arqué: Principal; princípio-Tipo: Impressão; marca*Formam o inconscientecoletivo. São impessoais. Arquétipos
  11. 11. “Arquétipos são conteúdos objetivos do inconsciente coletivo formados por imagens primordiais” Carl G. Jung (1964)
  12. 12. -Estereo: Rígido; Sólido-Tipo: Impressão; marca* Modelos Sociais Estereótipos
  13. 13. “Estereótipos são pressupostos sobre determinadas pessoas, muitas vezes eles acontecem sem ter conhecimento sobre grupos sociais ou características de indivíduos, como a aparência, condições financeiras, comportamento, sexualidade, entre outros.” Walter Lippmann(1922)
  14. 14. “Como o publicitário não tem contato com a clientela, não lhe é possível o conhecimento do indivíduo, mas ele tem que conhecer o comportamento da massa, como um todo, isto é, o conhecimento das reações e gostos médios do conjunto de indivíduos, que formam o mercado a atingir.” Armando Sant’anna(1981)
  15. 15. -AMBIÇÃO: Desejo de progredir, de ser alguém-AMOR À FAMÍLIA: Afeto, carinho-APARÊNCIA PESSOAL: Bem Vestir-APETITE: Paladar, Amor à boa mesa-APROVAÇÃO SOCIAL: Desejo de ser apreciado-ATIVIDADE: Esporte, jogos-ATRAÇÃO SEXUAL: Conquista amorosa-BELEZA: Sentimento estético-CONFORMISMO: Hábitos, tendências-CONFORTO: Desejo de repouso, bem-estar-CULTURA: Sede de saber, instruir-se-CURIOSIDADE: Necessidade de saber o que se passa-ECONOMIA: De dinheiro, tempo-EVASÃO PSICOLÓGICA: Desejo de esquecer a realidade-SEGURANÇA: Proteção-SAÚDE: Higiene, defesa contra doenças Arquétipos na Publicidade Armando Santana (1964)
  16. 16. Qual é o estereótipopassado pelo anúncio?
  17. 17. Qual é o estereótipopassado pelo anúncio?
  18. 18. Estereótipo na Publicidade
  19. 19. Vídeo –A Alma do Negócio
  20. 20. Referências •MASLOW, Abraham H. MotivationandPersonality. Pearson Education, 1954. •KOTLER, Philip. SETIAWAN, Iwan. Marketing 3.0: As Forças que Estão Definindo o Novo Marketing Centrado no Ser Humano. Elsevier, 2010. •JUNG, Carl Gustav.Tipos Psicológicos. Editora Vozes, 1921. •SIEVERT, Marilde. Texto Publicitário: Dicas não são receitas. Edifurb, 2006.

×