SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
1
R O D R I G O
L O P E S
24/9/2013
rdsilvalopes@gmail.com
br.linkedin.com/in/rodrigoslopes
G E R E N C I A M E N T O D E
CUSTO
A N O 2 0 1 3
Um projeto só pode ser considerado totalmente implantado com sucesso se a
relação “previsto x realizado” atender plenamente o escopo elaborado
previamente.
• Rodrigo da Silva Lopes
– MBA Gerenciamento de Projetos
– MBA Especialização em Engenharia de Produção
– Gestão de Processos Empresariais
• Certificações
– PMP – Project Management Professional
– ITIL V2 e V3
– COBIT
– ISO 20.000 e 27.000
• Empresas
– Petrobras, Tata (Indiana), Globo.com e Bradesco Seguros.
br.linkedin.com/in/rodrigoslopes/
Gerenciamentode
Custos
Planejamento
Planejar o
gerenciamento
dos custos
Iniciação Execução M&C Encerramento
Controlar os
custos
Estimar os
custos
Determinar o
orçamento
GRUPO DE PROCESSOS
Gerenciamento de Custo
• O objetivo é garantir que o capital investido será suficiente
para obter todos os recursos para realizarem o trabalho do
projeto.
Área de Conhecimento
• O Planejamento de Custo determina quais, quando e quantos
recursos (pessoas, equipamentos, material, etc) serão
necessários para realizar as atividades do projeto.
• O Planejamento de Custo envolve:
– Custos de mão de obra
– Custos de materiais e suprimentos
– Custos de serviços contratados
– Custos de gerenciamento
– Custos de sistemas utilizados
– Custos de inflação e juros
Gerenciamento de Custo
Área de Conhecimento
• Plano de gerenciamento do projeto
• Termo de abertura do projeto
• Fatores ambientais da empresa
• Ativos de processos organizacionais
Gerenciamento de Custo – Planejar o Gerenciamento de Custo – Entrada
Gerenciamento
deCusto
Planejamento
Planejar o
gerenciamento
dos custos
Área de Conhecimento
• Opinião Especializada
• Técnicas analíticas
• Reuniões
Gerenciamento de Custo – Plan. o Ger. de Custo – Ferram. e Técnicas
Área de Conhecimento
• Plano de gerenciamento dos custos
– Ele faz parte ou é um plano auxiliar do plano de gerenciamento do
projeto.
Gerenciamento de Custo – Plan. o Ger. de Custo – Saídas
Área de Conhecimento
• A estimativa de custos da atividade do cronograma envolve o
desenvolvimento de uma aproximação dos custos dos
recursos necessários para terminar cada atividade do
cronograma.
• Na aproximação dos custos, o avaliador considera as possíveis
causas de variação das estimativas de custos, inclusive os
riscos.
Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos
Área de Conhecimento
• Plano de gerenciamento dos custos
• Plano de gerenciamento dos recursos humanos
• Linha de base do escopo
• Cronograma do projeto
• Registro dos riscos
• Fatores ambientais da empresa
• Ativos de processos organizacionais
Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos – Entrada
Gerenciamento
deCusto
Planejamento
Estimar os
custos
Área de Conhecimento
• Opinião Especializada
• Estimativa análoga
• Estimativa paramétrica
• Estimativa bottom-up
– Você decompõe seus pacotes de trabalho em atividades menores, até
detalhar suficientemente para estimar de forma precisa a atividade.
• Estimativas de três pontos
• Análise de reservas
• Custo da qualidade
• Software de gerenciamento de projetos
• Análise de proposta de fornecedor
• Técnicas de tomada de decisão em grupo
Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos – Ferramentas e Técnicas
Área de Conhecimento
• Estimativas de custos das atividades
• Bases das estimativas
– As bases das estimativas devem conter:
– Documentação das bases utilizadas para fazer a estimativa (como a
estimativa foi desenvolvida);
– Documentação das premissas assumidas;
– Documentação das restrições;
– Indicação do intervalo de variação das estimativas;
– Indicação do nível de confiabilidade da estimativa final.
• Atualizações dos documentos do projeto
Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos – Saídas
Área de Conhecimento
• Plano de gerenciamento dos custos
• Linha de base do escopo
• Estimativas de custos das atividades
• Bases das estimativas
• Cronograma do projeto
• Calendários dos recursos
• Acordos
• Ativos de processos organizacionais
Gerenciamento de Custo – Determinar o Orçamento – Entrada
Gerenciamento
deCusto
Planejamento
Determinar o
orçamento
Área de Conhecimento
• Agregação de custos
• Análise de reservas
– É a análise das reservas de contingência de custos e prazos feitas.
• Opinião Especializada
• Relações históricas
• Reconciliação dos limites de recursos financeiros
Gerenciamento de Custo – Determinar o Orçamento – Ferram. e Téc.
Área de Conhecimento
• Linha de base do desempenho de custos
– É o orçamento do projeto aprovado pelo seu patrocinador no término
do planejamento.
• Requisitos de recursos financeiros do projeto
• Atualizações dos documentos do projeto
Gerenciamento de Custo – Determinar o Orçamento – Saídas
1. Estimar as
atividades
2. Estimativas de pacotes de
trabalho
3. Estimavas de conta de
controle
4. Estimas de
projeto
5. Reservas para
contingências
6. Linha de base de
custo
7. Reserva de
gerenciamento
8. Orçamento de
custo
A 1
R$25
A 2
R$25
A 3
R$25
A 4
R$25
PT 1
R$100
A 5
R$25
PT 2
R$250
PT 3
R$500
PT 4
R$175
CC 1
R$850
CC 2
R$400
R$1250
R$105
R$1355
R$68
R$1423
Como o orçamento
do projeto é
determinado?
Área de Conhecimento
• Plano de gerenciamento do projeto
• Requisitos de recursos financeiros do projeto
• Dados sobre o desempenho do trabalho
• Ativos de processos organizacionais
Gerenciamento de Custo – Controlar os Custos – Entrada
Gerenciamento
deCusto
M&C
Controlar os
custos
Área de Conhecimento
• Gerenciamento do valor agregado
• Previsão
• Índice de desempenho para término (IDPT)
• Análise de desempenho
• Software de gerenciamento de projetos
• Análise de reservas
Gerenciamento de Custo – Controlar os Custos – Ferramentas e Téc.
Área de Conhecimento
• Informações sobre o desempenho do trabalho
• Previsões do orçamento
• Solicitações de mudança
• Atualizações do Plano de gerenciamento do projeto
• Atualizações dos Documentos do projeto
• Atualizações dos Ativos de processos organizacionais
Gerenciamento de Custo – Controlar os Custos – Saídas
Valor
AGREGADO
O GVA
• O GVA desenvolve e monitora três dimensões chave para
cada pacote de trabalho e conta de controle.
• Integra as medidas de escopo, custo e tempo para auxiliar a
equipe de gerenciamento a avaliar e medir o desempenho e
progresso do projeto.
Gerenciamento de
Valor Agregado
Análise de Valor Agregado
• É um poderoso recurso de controle e orçamento.
• Ajuda a responder as seguintes perguntas:
– Observando a quantidade de trabalho concluída até agora neste
projeto, quanto dinheiro nós já gastamos supostamente?
– Conseguiremos terminar a tempo?
• Valor Planejado (VP) – Custo orçado do trabalho que deveria
ter sido feito (agendado).
• Custo Real (CR) – Custo incorrido no trabalho realizado.
• Valor Agregado (VA) – Quanto vale o trabalho realizado?
Custo orçado para o trabalho realmente realizado.
• VA = VP x desempenho físico (Valor agregado das atividades
realizadas).
• Indice de Desempenho de Custo – (IDC)
• Indice de Desempenho de Prazo – (IDP)
Análise de Valor Agregado
Gerenciamento de Custo
FÓRMULAS
• Valor Planejado (VP) = VA - VP
• Custo Real (CR) = VA - CR
• Valor Agregado (VA) - Quanto vale o trabalho realizado?
Custo orçado para o trabalho realmente realizado.
• VA = VP x desempenho físico
• Indice de Desempenho de Custo - IDC = VA / CR
• Indice de Desempenho de Prazo - IDP = VA / VP
Gerenciamento de Custo
Tempo
ValoresCumulativos
Custos Reais
(CR)
Valor Planejado
(VP)
• Valor agregado, valor, planejado e custos reais.
Acima do orçamento
Conclusão:
Gerenciamento de Custo
Tempo
ValoresCumulativos
Valor Planejado
(VP)
Valor Agregado
(VA)
• Valor agregado, valor, planejado e custos reais.
Atrasado
Conclusão:
Gerenciamento de Custo
Tempo
ValoresCumulativos
Custos Reais
(CR)
Valor Planejado
(VP)
Valor Agregado
(VA)
• Valor agregado, valor, planejado e custos reais.
Acima do orçamento
Atrasado
Conclusão:
Gerenciamento de Custo
Tempo
ValoresCumulativos
Custos Reais
(CR) = R$300
Valor Agregado
(VA) = R$200
• Valor agregado, valor, planejado e custos reais.
Gastamos como planejado,
entretanto, estamos
atrasados e deixamos de
entregar o equivalente
R$100.
Conclusão:
Custo Planejado
=
R$300
Gerenciamento de Custo
Tempo
ValoresCumulativos
VA - R$3.000
Orçamento
=
R$10.000
VP - $4.000
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
2.000
1.000
4.000
3.000
6.000
5.000
8.000
7.000
9.000
10.000
CR - R$5.500
VC = VA – CR
VC= 3.000 – 5.500
VC= (-2500)
VPR = VA – VP
VPR= 3.000 – 4.000
VPR = (-1.000)
Negativo é acima do orçado
Positivo é abaixo do orçado
Negativo é atrasado
Positivo é adiantado
Gastamos acima do
orçamento e estamos
atrasados.
Conclusão:
IDC = VA / CR
IDC = 3.000 / 5.500
IDC = 0,54
IDP = VA / VP
IDP = 3.000 / 4.000
IDP = 0,74
DÚVIDA?
Gerenciamento de Custo
Tempo
ValoresCumulativos
CR - R$3.000
Orçamento
=
R$10.000
VP - $4.000
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
2.000
1.000
4.000
3.000
6.000
5.000
8.000
7.000
9.000
10.000
VA - R$5.500
VC = VA – CR
VC= 5.500 – 3.000
VC= 2500
VPR =VA – VP
VPR= 5.500 – 4.000
VPR = 1.500
Negativo é acima do orçado
Positivo é abaixo do orçado
Negativo é atrasado
Positivo é adiantado
Gastamos abaixo do
orçamento.
Entregamos mais do
que o planejado.
Conclusão:
IDC = VA / CR
IDC = 5.500 / 3.000
IDC = 1,83
IDP = VA / VP
IDP = 5.500 / 4.000
IDP = 1,37
Gerenciamento de Custo
Termo antigo Acrônimo antigo Novo termo Novo acrônimo
Custo orçado o
trabalho agendado
COTA Valor Planejado VP
Custo orçado do
trabalho realizado
COTR Valor Agregado VA
Custo real do
trabalho realizado
CRTR Custo Real CR
Acabou?....
Não
+ Fórmulas
Nome Fórmula Significado
Estimativa no Término
(ENT)
ONT / IDC
ENT = Neste momento,
quanto nós esperamos
que seja o custo total do
projeto?
Estimativa para Terminar
(EPT)
EPT = ENT – CR
Quanto o projeto vai
custar.
Variância no Término
(VNT)
VNT = ONT – ENT
Quanto acima ou abaixo
do orçamento nós vamos
estar ao final do projeto?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

GVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercícios
GVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercíciosGVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercícios
GVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercíciosOsvaldo Pedra
 
Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02
Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02
Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02Evandro Madeira
 
Aula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de ProjetosAula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de ProjetosFernando Dantas
 
Gestão de Custos em Projetos Complexos
Gestão de Custos em Projetos ComplexosGestão de Custos em Projetos Complexos
Gestão de Custos em Projetos ComplexosGUGP SUCESU-RS
 
Resumo das fórmulas de valor agregado em projetos
Resumo das fórmulas de valor agregado em projetosResumo das fórmulas de valor agregado em projetos
Resumo das fórmulas de valor agregado em projetosEamon Sousa, PMP
 
Gerenciamento de projetos aula 4 (escopo)
Gerenciamento de projetos   aula 4 (escopo)Gerenciamento de projetos   aula 4 (escopo)
Gerenciamento de projetos aula 4 (escopo)Paulo Junior
 
Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14
Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14
Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14Júlio Cesar Serrão de Araujo
 
Aula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosAula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosFernando Dantas
 
Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2 17/07/19
Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2  17/07/19Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2  17/07/19
Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2 17/07/19Daniel de Carvalho Luz
 

Mais procurados (19)

Gestão de projetos básico
Gestão de projetos básicoGestão de projetos básico
Gestão de projetos básico
 
07 pmbok5 cap07 custo
07   pmbok5 cap07 custo07   pmbok5 cap07 custo
07 pmbok5 cap07 custo
 
GVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercícios
GVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercíciosGVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercícios
GVA - Gerenciamento do Valor Agregado - Conceitos e exercícios
 
Planejamento do Tempo, Custo e Qualidade
Planejamento do Tempo, Custo e QualidadePlanejamento do Tempo, Custo e Qualidade
Planejamento do Tempo, Custo e Qualidade
 
87 pmbok cap7 custo
87   pmbok cap7 custo87   pmbok cap7 custo
87 pmbok cap7 custo
 
Gestão de Prazos e Custos do Projeto
Gestão de Prazos e Custos do ProjetoGestão de Prazos e Custos do Projeto
Gestão de Prazos e Custos do Projeto
 
Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02
Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02
Gerenciamentodecustos 130918192946-phpapp02
 
Aula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de ProjetosAula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de Projetos
 
Gestão de Custos em Projetos Complexos
Gestão de Custos em Projetos ComplexosGestão de Custos em Projetos Complexos
Gestão de Custos em Projetos Complexos
 
Resumo das fórmulas de valor agregado em projetos
Resumo das fórmulas de valor agregado em projetosResumo das fórmulas de valor agregado em projetos
Resumo das fórmulas de valor agregado em projetos
 
Gerenciamento de projetos aula 4 (escopo)
Gerenciamento de projetos   aula 4 (escopo)Gerenciamento de projetos   aula 4 (escopo)
Gerenciamento de projetos aula 4 (escopo)
 
Gestão projetos
Gestão projetosGestão projetos
Gestão projetos
 
Gerencia da qualidade
Gerencia da qualidadeGerencia da qualidade
Gerencia da qualidade
 
Modelo plano de gerenciamento de custo
Modelo  plano de gerenciamento de custoModelo  plano de gerenciamento de custo
Modelo plano de gerenciamento de custo
 
Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14
Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14
Plano de gerenciamento projetos e obras júlio cesar serrão maio-14
 
GPT-PMBoK
GPT-PMBoKGPT-PMBoK
GPT-PMBoK
 
Gestão de Obras
Gestão de ObrasGestão de Obras
Gestão de Obras
 
Aula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosAula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de Projetos
 
Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2 17/07/19
Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2  17/07/19Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2  17/07/19
Gerenciamento do Custo do Projeto - aula 2 17/07/19
 

Destaque

Plano de captação de recursos
Plano de captação de recursosPlano de captação de recursos
Plano de captação de recursosRodrigo Alvarez
 
Apostila refrigeracao domestica
Apostila refrigeracao domesticaApostila refrigeracao domestica
Apostila refrigeracao domesticaroaugustus2010
 
Fundamentos e Práticas na EaD
Fundamentos e Práticas na EaDFundamentos e Práticas na EaD
Fundamentos e Práticas na EaDRafael Delmonego
 
Plano de Captação de Recursos
Plano de Captação de RecursosPlano de Captação de Recursos
Plano de Captação de RecursosABCR
 
Incentivos Fiscais para Captação de Recursos
Incentivos Fiscais para Captação de RecursosIncentivos Fiscais para Captação de Recursos
Incentivos Fiscais para Captação de RecursosMichel Freller
 
Como obter financiamentos milionarios a fundo perdido
Como obter financiamentos milionarios a fundo perdidoComo obter financiamentos milionarios a fundo perdido
Como obter financiamentos milionarios a fundo perdidoSEA Tecnologia
 
Projeto de captação de recurso
Projeto de captação de recursoProjeto de captação de recurso
Projeto de captação de recursophillipbanks
 
Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10
Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10
Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10Andréia Soares de Sousa
 
Palestra - Economia Digital - Itaú 2011-05-20 SP
Palestra - Economia Digital - Itaú   2011-05-20 SPPalestra - Economia Digital - Itaú   2011-05-20 SP
Palestra - Economia Digital - Itaú 2011-05-20 SPConrado Adolpho
 
Controladoria prestcontas 052011
Controladoria prestcontas 052011Controladoria prestcontas 052011
Controladoria prestcontas 052011Michel Freller
 
Livro Captação De Recursos
Livro Captação De RecursosLivro Captação De Recursos
Livro Captação De RecursosLeonardo Leitao
 
Mobilização de Recursos - Geração de Renda Própria
Mobilização de Recursos - Geração de Renda PrópriaMobilização de Recursos - Geração de Renda Própria
Mobilização de Recursos - Geração de Renda PrópriaMichel Freller
 
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel FrellerIncentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel FrellerMichel Freller
 
Marketing Digital: Treinamento Prático Marketing Digital
Marketing Digital: Treinamento Prático Marketing DigitalMarketing Digital: Treinamento Prático Marketing Digital
Marketing Digital: Treinamento Prático Marketing DigitalNWMídia Marketing
 

Destaque (20)

Plano de captação de recursos
Plano de captação de recursosPlano de captação de recursos
Plano de captação de recursos
 
Apostila refrigeracao domestica
Apostila refrigeracao domesticaApostila refrigeracao domestica
Apostila refrigeracao domestica
 
Analise de swot rodrigo lopes
Analise de swot   rodrigo lopesAnalise de swot   rodrigo lopes
Analise de swot rodrigo lopes
 
Fundamentos e Práticas na EaD
Fundamentos e Práticas na EaDFundamentos e Práticas na EaD
Fundamentos e Práticas na EaD
 
CAPTAÇÃO DE RECURSOS
CAPTAÇÃO DE RECURSOSCAPTAÇÃO DE RECURSOS
CAPTAÇÃO DE RECURSOS
 
E mail marketing
E mail marketing E mail marketing
E mail marketing
 
Plano de Captação de Recursos
Plano de Captação de RecursosPlano de Captação de Recursos
Plano de Captação de Recursos
 
Incentivos Fiscais para Captação de Recursos
Incentivos Fiscais para Captação de RecursosIncentivos Fiscais para Captação de Recursos
Incentivos Fiscais para Captação de Recursos
 
Como obter financiamentos milionarios a fundo perdido
Como obter financiamentos milionarios a fundo perdidoComo obter financiamentos milionarios a fundo perdido
Como obter financiamentos milionarios a fundo perdido
 
Projeto de captação de recurso
Projeto de captação de recursoProjeto de captação de recurso
Projeto de captação de recurso
 
Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10
Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10
Voce ja tem_um_plano_b_conrado_adolpho_versao_10
 
Palestra - Economia Digital - Itaú 2011-05-20 SP
Palestra - Economia Digital - Itaú   2011-05-20 SPPalestra - Economia Digital - Itaú   2011-05-20 SP
Palestra - Economia Digital - Itaú 2011-05-20 SP
 
Controladoria prestcontas 052011
Controladoria prestcontas 052011Controladoria prestcontas 052011
Controladoria prestcontas 052011
 
Livro Captação De Recursos
Livro Captação De RecursosLivro Captação De Recursos
Livro Captação De Recursos
 
Mobilização de Recursos - Geração de Renda Própria
Mobilização de Recursos - Geração de Renda PrópriaMobilização de Recursos - Geração de Renda Própria
Mobilização de Recursos - Geração de Renda Própria
 
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel FrellerIncentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
Incentivos Fiscais Federais para a Captação de Recursos, por Michel Freller
 
Elaboração de projetos de bndes e bnb
Elaboração de projetos de bndes e bnbElaboração de projetos de bndes e bnb
Elaboração de projetos de bndes e bnb
 
Marketing Digital: Treinamento Prático Marketing Digital
Marketing Digital: Treinamento Prático Marketing DigitalMarketing Digital: Treinamento Prático Marketing Digital
Marketing Digital: Treinamento Prático Marketing Digital
 
Hackeando o Facebook com Python
Hackeando o Facebook com PythonHackeando o Facebook com Python
Hackeando o Facebook com Python
 
apostila-refrigeracao-frof-fabio-ferraz
apostila-refrigeracao-frof-fabio-ferrazapostila-refrigeracao-frof-fabio-ferraz
apostila-refrigeracao-frof-fabio-ferraz
 

Semelhante a Gerenciamento de custos: conceitos e métricas para análise de desempenho

07 custo pitagoras
07 custo    pitagoras07 custo    pitagoras
07 custo pitagorasfernandao777
 
Conceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GPConceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GPjoao87vidal
 
Gestao de Projetos Empresariais
Gestao de Projetos EmpresariaisGestao de Projetos Empresariais
Gestao de Projetos EmpresariaisKenneth Corrêa
 
Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10
Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10
Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10Ueliton da Costa Leonidio
 
Dicas pmp valor agregado
Dicas pmp   valor agregadoDicas pmp   valor agregado
Dicas pmp valor agregadoItaloPJ
 
Gerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno Porte
Gerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno PorteGerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno Porte
Gerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno Porteelliando dias
 
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09Ethel Capuano
 
Aula04 - EAP e Cronograma
Aula04 - EAP e CronogramaAula04 - EAP e Cronograma
Aula04 - EAP e CronogramaDaniela Brauner
 
Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel
Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel
Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel Giovana Unbehaun
 
Projeto Imperatriz - Levantamento Fotogramétrico
Projeto Imperatriz - Levantamento FotogramétricoProjeto Imperatriz - Levantamento Fotogramétrico
Projeto Imperatriz - Levantamento FotogramétricoMarco Coghi
 
Boas práticas para implementação mps.br
Boas práticas para implementação mps.brBoas práticas para implementação mps.br
Boas práticas para implementação mps.brbrunomatjas
 

Semelhante a Gerenciamento de custos: conceitos e métricas para análise de desempenho (20)

07 custo pitagoras
07 custo    pitagoras07 custo    pitagoras
07 custo pitagoras
 
Teorias motivacionais
Teorias motivacionaisTeorias motivacionais
Teorias motivacionais
 
Gerenciamento do escopo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento do escopo - Ano 2013 - PMBOK 5 ediçãoGerenciamento do escopo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento do escopo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
 
Conceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GPConceitos gerais de GP
Conceitos gerais de GP
 
Gestao de Projetos Empresariais
Gestao de Projetos EmpresariaisGestao de Projetos Empresariais
Gestao de Projetos Empresariais
 
Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10
Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10
Administração de Projetos - Planejamento - Custos - Aula 10
 
Dicas pmp valor agregado
Dicas pmp   valor agregadoDicas pmp   valor agregado
Dicas pmp valor agregado
 
Gerenciamento de tempo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento de tempo - Ano 2013 - PMBOK 5 ediçãoGerenciamento de tempo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento de tempo - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
 
Gerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno Porte
Gerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno PorteGerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno Porte
Gerenciamento de Projetos de Software para Empresas de Pequeno Porte
 
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 09
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Aula 5
 
Aula04 - EAP e Cronograma
Aula04 - EAP e CronogramaAula04 - EAP e Cronograma
Aula04 - EAP e Cronograma
 
Gestão de projetos fev2011 - ppt2003
Gestão de projetos   fev2011 - ppt2003Gestão de projetos   fev2011 - ppt2003
Gestão de projetos fev2011 - ppt2003
 
Estimativas cef 2000
Estimativas cef 2000Estimativas cef 2000
Estimativas cef 2000
 
Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel
Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel
Boas práticas para implementação Mps.br utilizando a ferramenta Channel
 
Projeto Imperatriz - Levantamento Fotogramétrico
Projeto Imperatriz - Levantamento FotogramétricoProjeto Imperatriz - Levantamento Fotogramétrico
Projeto Imperatriz - Levantamento Fotogramétrico
 
Boas práticas para implementação mps.br
Boas práticas para implementação mps.brBoas práticas para implementação mps.br
Boas práticas para implementação mps.br
 
Pmbok - Em busca de campeões
Pmbok - Em busca de campeõesPmbok - Em busca de campeões
Pmbok - Em busca de campeões
 
Gp resumo
Gp   resumoGp   resumo
Gp resumo
 
Capacitação mps.br
Capacitação mps.brCapacitação mps.br
Capacitação mps.br
 

Mais de Rodrigo Lopes - Eng. - MBA - PMP - SCRUM - ITIL - COBIT (7)

13 Termos de Gerenciamento de Projetos que você deveria conhecer
13 Termos de Gerenciamento de Projetos que você deveria conhecer13 Termos de Gerenciamento de Projetos que você deveria conhecer
13 Termos de Gerenciamento de Projetos que você deveria conhecer
 
Implantação de um PMO modelo Canvas
Implantação de um PMO modelo CanvasImplantação de um PMO modelo Canvas
Implantação de um PMO modelo Canvas
 
Gerenciamento da Qualidade - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento da Qualidade - Ano 2013 - PMBOK 5 ediçãoGerenciamento da Qualidade - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento da Qualidade - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetos
 
Check List Gerenciamento De Capacidade
Check List   Gerenciamento De CapacidadeCheck List   Gerenciamento De Capacidade
Check List Gerenciamento De Capacidade
 
Planejamento de Capacidade
Planejamento de CapacidadePlanejamento de Capacidade
Planejamento de Capacidade
 
Indicadores e Métricas TI
Indicadores e Métricas TIIndicadores e Métricas TI
Indicadores e Métricas TI
 

Último

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 

Último (20)

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 

Gerenciamento de custos: conceitos e métricas para análise de desempenho

  • 1. 1 R O D R I G O L O P E S 24/9/2013 rdsilvalopes@gmail.com br.linkedin.com/in/rodrigoslopes G E R E N C I A M E N T O D E CUSTO A N O 2 0 1 3 Um projeto só pode ser considerado totalmente implantado com sucesso se a relação “previsto x realizado” atender plenamente o escopo elaborado previamente.
  • 2. • Rodrigo da Silva Lopes – MBA Gerenciamento de Projetos – MBA Especialização em Engenharia de Produção – Gestão de Processos Empresariais • Certificações – PMP – Project Management Professional – ITIL V2 e V3 – COBIT – ISO 20.000 e 27.000 • Empresas – Petrobras, Tata (Indiana), Globo.com e Bradesco Seguros. br.linkedin.com/in/rodrigoslopes/
  • 3. Gerenciamentode Custos Planejamento Planejar o gerenciamento dos custos Iniciação Execução M&C Encerramento Controlar os custos Estimar os custos Determinar o orçamento GRUPO DE PROCESSOS
  • 4. Gerenciamento de Custo • O objetivo é garantir que o capital investido será suficiente para obter todos os recursos para realizarem o trabalho do projeto.
  • 5. Área de Conhecimento • O Planejamento de Custo determina quais, quando e quantos recursos (pessoas, equipamentos, material, etc) serão necessários para realizar as atividades do projeto. • O Planejamento de Custo envolve: – Custos de mão de obra – Custos de materiais e suprimentos – Custos de serviços contratados – Custos de gerenciamento – Custos de sistemas utilizados – Custos de inflação e juros Gerenciamento de Custo
  • 6. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do projeto • Termo de abertura do projeto • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Custo – Planejar o Gerenciamento de Custo – Entrada Gerenciamento deCusto Planejamento Planejar o gerenciamento dos custos
  • 7. Área de Conhecimento • Opinião Especializada • Técnicas analíticas • Reuniões Gerenciamento de Custo – Plan. o Ger. de Custo – Ferram. e Técnicas
  • 8. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento dos custos – Ele faz parte ou é um plano auxiliar do plano de gerenciamento do projeto. Gerenciamento de Custo – Plan. o Ger. de Custo – Saídas
  • 9. Área de Conhecimento • A estimativa de custos da atividade do cronograma envolve o desenvolvimento de uma aproximação dos custos dos recursos necessários para terminar cada atividade do cronograma. • Na aproximação dos custos, o avaliador considera as possíveis causas de variação das estimativas de custos, inclusive os riscos. Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos
  • 10. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento dos custos • Plano de gerenciamento dos recursos humanos • Linha de base do escopo • Cronograma do projeto • Registro dos riscos • Fatores ambientais da empresa • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos – Entrada Gerenciamento deCusto Planejamento Estimar os custos
  • 11. Área de Conhecimento • Opinião Especializada • Estimativa análoga • Estimativa paramétrica • Estimativa bottom-up – Você decompõe seus pacotes de trabalho em atividades menores, até detalhar suficientemente para estimar de forma precisa a atividade. • Estimativas de três pontos • Análise de reservas • Custo da qualidade • Software de gerenciamento de projetos • Análise de proposta de fornecedor • Técnicas de tomada de decisão em grupo Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos – Ferramentas e Técnicas
  • 12. Área de Conhecimento • Estimativas de custos das atividades • Bases das estimativas – As bases das estimativas devem conter: – Documentação das bases utilizadas para fazer a estimativa (como a estimativa foi desenvolvida); – Documentação das premissas assumidas; – Documentação das restrições; – Indicação do intervalo de variação das estimativas; – Indicação do nível de confiabilidade da estimativa final. • Atualizações dos documentos do projeto Gerenciamento de Custo – Estimar os Custos – Saídas
  • 13. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento dos custos • Linha de base do escopo • Estimativas de custos das atividades • Bases das estimativas • Cronograma do projeto • Calendários dos recursos • Acordos • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Custo – Determinar o Orçamento – Entrada Gerenciamento deCusto Planejamento Determinar o orçamento
  • 14. Área de Conhecimento • Agregação de custos • Análise de reservas – É a análise das reservas de contingência de custos e prazos feitas. • Opinião Especializada • Relações históricas • Reconciliação dos limites de recursos financeiros Gerenciamento de Custo – Determinar o Orçamento – Ferram. e Téc.
  • 15. Área de Conhecimento • Linha de base do desempenho de custos – É o orçamento do projeto aprovado pelo seu patrocinador no término do planejamento. • Requisitos de recursos financeiros do projeto • Atualizações dos documentos do projeto Gerenciamento de Custo – Determinar o Orçamento – Saídas
  • 16. 1. Estimar as atividades 2. Estimativas de pacotes de trabalho 3. Estimavas de conta de controle 4. Estimas de projeto 5. Reservas para contingências 6. Linha de base de custo 7. Reserva de gerenciamento 8. Orçamento de custo A 1 R$25 A 2 R$25 A 3 R$25 A 4 R$25 PT 1 R$100 A 5 R$25 PT 2 R$250 PT 3 R$500 PT 4 R$175 CC 1 R$850 CC 2 R$400 R$1250 R$105 R$1355 R$68 R$1423 Como o orçamento do projeto é determinado?
  • 17. Área de Conhecimento • Plano de gerenciamento do projeto • Requisitos de recursos financeiros do projeto • Dados sobre o desempenho do trabalho • Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Custo – Controlar os Custos – Entrada Gerenciamento deCusto M&C Controlar os custos
  • 18. Área de Conhecimento • Gerenciamento do valor agregado • Previsão • Índice de desempenho para término (IDPT) • Análise de desempenho • Software de gerenciamento de projetos • Análise de reservas Gerenciamento de Custo – Controlar os Custos – Ferramentas e Téc.
  • 19. Área de Conhecimento • Informações sobre o desempenho do trabalho • Previsões do orçamento • Solicitações de mudança • Atualizações do Plano de gerenciamento do projeto • Atualizações dos Documentos do projeto • Atualizações dos Ativos de processos organizacionais Gerenciamento de Custo – Controlar os Custos – Saídas
  • 21. O GVA • O GVA desenvolve e monitora três dimensões chave para cada pacote de trabalho e conta de controle. • Integra as medidas de escopo, custo e tempo para auxiliar a equipe de gerenciamento a avaliar e medir o desempenho e progresso do projeto. Gerenciamento de Valor Agregado
  • 22. Análise de Valor Agregado • É um poderoso recurso de controle e orçamento. • Ajuda a responder as seguintes perguntas: – Observando a quantidade de trabalho concluída até agora neste projeto, quanto dinheiro nós já gastamos supostamente? – Conseguiremos terminar a tempo?
  • 23. • Valor Planejado (VP) – Custo orçado do trabalho que deveria ter sido feito (agendado). • Custo Real (CR) – Custo incorrido no trabalho realizado. • Valor Agregado (VA) – Quanto vale o trabalho realizado? Custo orçado para o trabalho realmente realizado. • VA = VP x desempenho físico (Valor agregado das atividades realizadas). • Indice de Desempenho de Custo – (IDC) • Indice de Desempenho de Prazo – (IDP) Análise de Valor Agregado
  • 24. Gerenciamento de Custo FÓRMULAS • Valor Planejado (VP) = VA - VP • Custo Real (CR) = VA - CR • Valor Agregado (VA) - Quanto vale o trabalho realizado? Custo orçado para o trabalho realmente realizado. • VA = VP x desempenho físico • Indice de Desempenho de Custo - IDC = VA / CR • Indice de Desempenho de Prazo - IDP = VA / VP
  • 25. Gerenciamento de Custo Tempo ValoresCumulativos Custos Reais (CR) Valor Planejado (VP) • Valor agregado, valor, planejado e custos reais. Acima do orçamento Conclusão:
  • 26. Gerenciamento de Custo Tempo ValoresCumulativos Valor Planejado (VP) Valor Agregado (VA) • Valor agregado, valor, planejado e custos reais. Atrasado Conclusão:
  • 27. Gerenciamento de Custo Tempo ValoresCumulativos Custos Reais (CR) Valor Planejado (VP) Valor Agregado (VA) • Valor agregado, valor, planejado e custos reais. Acima do orçamento Atrasado Conclusão:
  • 28. Gerenciamento de Custo Tempo ValoresCumulativos Custos Reais (CR) = R$300 Valor Agregado (VA) = R$200 • Valor agregado, valor, planejado e custos reais. Gastamos como planejado, entretanto, estamos atrasados e deixamos de entregar o equivalente R$100. Conclusão: Custo Planejado = R$300
  • 29. Gerenciamento de Custo Tempo ValoresCumulativos VA - R$3.000 Orçamento = R$10.000 VP - $4.000 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 2.000 1.000 4.000 3.000 6.000 5.000 8.000 7.000 9.000 10.000 CR - R$5.500 VC = VA – CR VC= 3.000 – 5.500 VC= (-2500) VPR = VA – VP VPR= 3.000 – 4.000 VPR = (-1.000) Negativo é acima do orçado Positivo é abaixo do orçado Negativo é atrasado Positivo é adiantado Gastamos acima do orçamento e estamos atrasados. Conclusão: IDC = VA / CR IDC = 3.000 / 5.500 IDC = 0,54 IDP = VA / VP IDP = 3.000 / 4.000 IDP = 0,74
  • 31. Gerenciamento de Custo Tempo ValoresCumulativos CR - R$3.000 Orçamento = R$10.000 VP - $4.000 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 2.000 1.000 4.000 3.000 6.000 5.000 8.000 7.000 9.000 10.000 VA - R$5.500 VC = VA – CR VC= 5.500 – 3.000 VC= 2500 VPR =VA – VP VPR= 5.500 – 4.000 VPR = 1.500 Negativo é acima do orçado Positivo é abaixo do orçado Negativo é atrasado Positivo é adiantado Gastamos abaixo do orçamento. Entregamos mais do que o planejado. Conclusão: IDC = VA / CR IDC = 5.500 / 3.000 IDC = 1,83 IDP = VA / VP IDP = 5.500 / 4.000 IDP = 1,37
  • 32. Gerenciamento de Custo Termo antigo Acrônimo antigo Novo termo Novo acrônimo Custo orçado o trabalho agendado COTA Valor Planejado VP Custo orçado do trabalho realizado COTR Valor Agregado VA Custo real do trabalho realizado CRTR Custo Real CR
  • 34. + Fórmulas Nome Fórmula Significado Estimativa no Término (ENT) ONT / IDC ENT = Neste momento, quanto nós esperamos que seja o custo total do projeto? Estimativa para Terminar (EPT) EPT = ENT – CR Quanto o projeto vai custar. Variância no Término (VNT) VNT = ONT – ENT Quanto acima ou abaixo do orçamento nós vamos estar ao final do projeto?