SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Democracias,
ditaduras e cidadania
Aulas 33 e 34
Professor Wilton
Sociologia
2° Ano E.M. -
COOPERELP
Democracia: do povo e para
o povo?
 A palavra Democracia significa “governo do povo, pelo
povo e para o povo”. Porém, a realidade é bem mais
complexa. A antítese da democracia seria então a
chamada Ditadura.
 Segundo Aristóteles, são três as formas de governo:
- Democracia  Governo de todos os cidadãos,
membros da Pólis, ou seja, o povo.
- Monarquia  Governo de uma só pessoa.
- Aristocracia  Governo dos melhores. Há também a
Oligarquia, isto é, o governo de poucas pessoas.
Todas estariam sujeitos às leis, com o poder mais ou
menos concentrado, podendo ser puro ou corrupto.
Tipologia de formas de governo
 Forma mais pura de democracia = Politiké
(Democracia moderada)
 A democracia corrompida é a Demagogia, ou
Democracia Extrema.
 A Monarquia seria a forma pura do governo de um só.
Corrompida, ela viraria uma Tirania.
 A Aristocracia é a forma pura do governo de poucos,
enquanto que a forma corrupta é a Oligarquia.
Para Aristóteles...
 A Democracia seria a pior das formas boas e melhor
das formas más de governo. Isto é uma influência de
Platão, que defendia a aristocracia como melhor das
formas de governo e definia a Democracia como “a
mais infeliz forma de governar”.
 Concepção romano-medieval  raiz do pensamento
democrático atual, baseado na ideia de Soberania
Popular. O povo legisla diretamente ou através de
representantes.
 Na teoria política moderna, a partir de Maquiavel,
temos duas formas históricas de governo: a
monarquia e a república, sendo que a democracia e a
aristocracia são consideradas variações de república.
No Século XIX...
 Com o Iluminismo e a Revolução Francesa, a
democracia foi criticada tanto por liberais como por
socialistas.
 Para muitos, a Democracia Representativa ou
Parlamentar seria o modelo ideal de governo.
 Antes, nem todos votavam e a participação era de
poucos. Porém, paulatinamente, surgiu o “sufrágio
universal”, com um alargamento gradual do voto.
 Também surgiu a Multiplicação dos Órgãos
Representativos.
 Assim, na teoria política contemporânea, Democracia
contempla algumas características (ver box da p. 54)
Na segunda metade do Século XX...
 Passaram a compor também a Democracia:
liberdade de expressão, de manifestação, de
imprensa, de religião, de locomoção, de
organização sindical, de igualdade jurídica,
de direito à ampla defesa, entre outras...
 Podemos classificar em função do número
de partidos: sistemas bipartidários e
pluripartidários.
 Já as relações interpartidárias podem ser
Bipolares ou Multipolares.
Capitalismo e Democracia
 As críticas contra a Democracia são de natureza
ideológica, pois na prática, a Soberania Popular é
uma idealização, uma vez que sempre
dependeremos da boa vontade da classe política.
 Então, por trás da Democracia, pode sempre existir
uma forma de governo oligárquica.
 Três aspectos definem uma Democracia:
- O recrutamento da classe política;
- A extensão do poder dessa classe;
- A fonte desse poder
Expansão capitalista  Fizeram do Liberalismo
Democrático um modelo para os Estados avançados.
Por isso, associam Democracia e Capitalismo
como coisas inseparáveis!
Socialismo e Democracia
 Para o Socialismo, o ideal democrático é integrante e
necessário, mas não constitutivo do seu ideário
político.
 A diferença em relação ao Liberalismo é que, para
estes, o sufrágio universal é ponto de chegada,
enquanto que para Marx e Engels, seria o ponto de
partida para um aprofundamento do processo
democratizante.
 Para eles, existem diferenças entre a democracia
representativa e a participativa.
Ditaduras
 Comportam três características fundamentais:
- A concentração de poder e seu caráter ilimitado;
- A entrada de amplos estratos populares na política;
- A precariedade das regras de sucessão do poder.
 DETALHE  Ocorrem em sociedades mais ou
menos complexas.
 Dilema = legitimação do poder e as regras de
sucessão. As Ditaduras concentram o poder e
impõe sua autoridade de cima para baixo, só que
firma-se no princípio da Soberania Popular.
 Podemos classificar as Ditaduras em Autoritárias e
Totalitárias, e em relação aos seus objetivos,
podem ser Revolucionárias ou Autoritárias!
Totalitarismo no Século XX
 Surgiu com o Fascismo Italiano, a partir da
concepção de Mussolini, que definiu “Estado
totalitário” como todas as ditaduras monopartidárias.
 Regime totalitário = monopólio de todos os poderes,
com a necessidade de gerar uma sustentação de
massas através do recurso de modernas técnicas de
propaganda.
 Para manter-se no poder, cria o “Terror totalitário”.
 Neste caso, o papel do ditador é preponderante. Sua
vontade é lei e ele detém a ideologia e a forma de
conduzi-la.
 Hanna Arendt classifica apenas a Alemanha
de Hitler e a URSS de Stálin como tal!
O Totalitarismo Fascista e o Comunista
Guardam semelhanças, mas há diferenças qualitativa
relevantes (ideologia e sua base social).
- Ideologia Comunista = Princípios orientados para a
transformação total da sociedade. É racionalista e
universalista, pressupõe a bondade e a
perfectibilidade do indivíduo e mira a igualdade
plena. Ditadura do proletariado é necessária, mas
temporária. É revolucionária!
- Ideologia Fascista = Contrária a transformações
radicais, é organicista e anti-universalista. Exaltam o
passado.
- Ambas são apoiadas pelo proletariado, embora no
Fascismo, a classe média e a elite tenham
importante participação!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Hannah arendt e o totalitarismo
Hannah arendt e o totalitarismoHannah arendt e o totalitarismo
Hannah arendt e o totalitarismoArlindo Picoli
 
Movimentos sociais sociologia 2 ano
Movimentos sociais   sociologia 2 anoMovimentos sociais   sociologia 2 ano
Movimentos sociais sociologia 2 anoJudson Malta
 
Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...
Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...
Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...Lucas Medau
 
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaAulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaGerson Coppes
 
Política em Nicolau Maquiavel
Política em Nicolau MaquiavelPolítica em Nicolau Maquiavel
Política em Nicolau MaquiavelMarcos Goulart
 
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultAula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultProf. Noe Assunção
 
Filosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e ÉticaFilosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e ÉticaCarson Souza
 
Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1
Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1
Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1Alan Santos
 
Filosofia I - 3º ano
Filosofia I -   3º anoFilosofia I -   3º ano
Filosofia I - 3º anoEuza Raquel
 
Filosofia da-linguagem-3ano
Filosofia da-linguagem-3anoFilosofia da-linguagem-3ano
Filosofia da-linguagem-3anoEuna Machado
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 anoOver Lane
 

Mais procurados (20)

Hannah arendt e o totalitarismo
Hannah arendt e o totalitarismoHannah arendt e o totalitarismo
Hannah arendt e o totalitarismo
 
Partidos políticos e eleições
Partidos políticos e eleiçõesPartidos políticos e eleições
Partidos políticos e eleições
 
ALIENAÇÃO E IDEOLOGIA
ALIENAÇÃO E IDEOLOGIAALIENAÇÃO E IDEOLOGIA
ALIENAÇÃO E IDEOLOGIA
 
Movimentos sociais sociologia 2 ano
Movimentos sociais   sociologia 2 anoMovimentos sociais   sociologia 2 ano
Movimentos sociais sociologia 2 ano
 
Stalinismo
StalinismoStalinismo
Stalinismo
 
Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...
Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...
Aula 2 Filosofia Política: "Poder e política: as relações de poder" - Prof. L...
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Aulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologiaAulão ENEM filosofia e sociologia
Aulão ENEM filosofia e sociologia
 
Política em Nicolau Maquiavel
Política em Nicolau MaquiavelPolítica em Nicolau Maquiavel
Política em Nicolau Maquiavel
 
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultAula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
 
Filosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e ÉticaFilosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e Ética
 
Formas de governo
Formas de governoFormas de governo
Formas de governo
 
Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1
Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1
Filosofia contemporânea-pensamento-do-século-xx-3ª-série1
 
Filosofia: Habermas
Filosofia: HabermasFilosofia: Habermas
Filosofia: Habermas
 
Filosofia I - 3º ano
Filosofia I -   3º anoFilosofia I -   3º ano
Filosofia I - 3º ano
 
A política de platão
A política de platãoA política de platão
A política de platão
 
FILOSOFIA POLÍTICA - 3 ANO
FILOSOFIA  POLÍTICA - 3 ANOFILOSOFIA  POLÍTICA - 3 ANO
FILOSOFIA POLÍTICA - 3 ANO
 
Filosofia da-linguagem-3ano
Filosofia da-linguagem-3anoFilosofia da-linguagem-3ano
Filosofia da-linguagem-3ano
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 ano
 
Corrupção na política e no cotidiano
Corrupção na política e no cotidianoCorrupção na política e no cotidiano
Corrupção na política e no cotidiano
 

Semelhante a Democracias, ditaduras e cidadania

Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfSlides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfLeandroBrando21
 
Instituto de ciências sociais Democracia e ditadura por Bobbio
Instituto de ciências sociais Democracia e ditadura por BobbioInstituto de ciências sociais Democracia e ditadura por Bobbio
Instituto de ciências sociais Democracia e ditadura por BobbioJoão Cardoso
 
Democracia e Ditadura: Extraído de Bobbio
Democracia e Ditadura: Extraído de BobbioDemocracia e Ditadura: Extraído de Bobbio
Democracia e Ditadura: Extraído de BobbioJoão Cardoso
 
SociologiaMaquiavel
SociologiaMaquiavelSociologiaMaquiavel
SociologiaMaquiavelMatheus Lima
 
Sociologia e filosofia
Sociologia e filosofiaSociologia e filosofia
Sociologia e filosofiaSilvana
 
Filosofia política/Política: para quê?
Filosofia política/Política: para quê?Filosofia política/Política: para quê?
Filosofia política/Política: para quê?Ingrit Silva Sampaio
 
cidania e democracia.pdf
cidania e democracia.pdfcidania e democracia.pdf
cidania e democracia.pdfFernanda Bastos
 
A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)Ana Carolina Vingert
 
2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf
2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf
2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdfEricEduardo12
 
Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoRafael Pinto
 
Pilulas democraticas 13 Demagogia
Pilulas democraticas 13  DemagogiaPilulas democraticas 13  Demagogia
Pilulas democraticas 13 Demagogiaaugustodefranco .
 
República e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira Santos
República e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira SantosRepública e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira Santos
República e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira SantosA. Rui Teixeira Santos
 

Semelhante a Democracias, ditaduras e cidadania (20)

Aula 15 - Estado e Governo
Aula 15 - Estado e GovernoAula 15 - Estado e Governo
Aula 15 - Estado e Governo
 
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdfSlides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
Slides_Estado_Democracia_Giane_2021.pdf
 
REGIMES POLÍTICOS 1ª aula
REGIMES POLÍTICOS 1ª aulaREGIMES POLÍTICOS 1ª aula
REGIMES POLÍTICOS 1ª aula
 
31
3131
31
 
31
3131
31
 
Instituto de ciências sociais Democracia e ditadura por Bobbio
Instituto de ciências sociais Democracia e ditadura por BobbioInstituto de ciências sociais Democracia e ditadura por Bobbio
Instituto de ciências sociais Democracia e ditadura por Bobbio
 
Democracia e Ditadura: Extraído de Bobbio
Democracia e Ditadura: Extraído de BobbioDemocracia e Ditadura: Extraído de Bobbio
Democracia e Ditadura: Extraído de Bobbio
 
Aula 17 - Democracia e ditadura
Aula 17 - Democracia e ditaduraAula 17 - Democracia e ditadura
Aula 17 - Democracia e ditadura
 
SociologiaMaquiavel
SociologiaMaquiavelSociologiaMaquiavel
SociologiaMaquiavel
 
5.. formas do poder político
5.. formas do poder político5.. formas do poder político
5.. formas do poder político
 
Sociologia e filosofia
Sociologia e filosofiaSociologia e filosofia
Sociologia e filosofia
 
Filosofia política/Política: para quê?
Filosofia política/Política: para quê?Filosofia política/Política: para quê?
Filosofia política/Política: para quê?
 
cidania e democracia.pdf
cidania e democracia.pdfcidania e democracia.pdf
cidania e democracia.pdf
 
A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)A democracia direta (renato janine ribeiro)
A democracia direta (renato janine ribeiro)
 
Estado 02
Estado 02Estado 02
Estado 02
 
2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf
2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf
2SEM_SOCIOLOGIA_Regimes_Politicos(0).pdf
 
Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneo
 
Pilulas democraticas 13 Demagogia
Pilulas democraticas 13  DemagogiaPilulas democraticas 13  Demagogia
Pilulas democraticas 13 Demagogia
 
República e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira Santos
República e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira SantosRepública e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira Santos
República e Democracia - Formas de Governo I - Prof. Doutor Rui Teixeira Santos
 
Os limites da democracia
Os limites da democraciaOs limites da democracia
Os limites da democracia
 

Mais de Wilton Moretto

Introdução ao pensamento político
Introdução ao pensamento políticoIntrodução ao pensamento político
Introdução ao pensamento políticoWilton Moretto
 
Liberdade, propriedade, fraternidade
Liberdade, propriedade, fraternidadeLiberdade, propriedade, fraternidade
Liberdade, propriedade, fraternidadeWilton Moretto
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação socialWilton Moretto
 
Relações sociais e identidade
Relações sociais e identidadeRelações sociais e identidade
Relações sociais e identidadeWilton Moretto
 
Introducao à filosofia (aula 1)
Introducao à filosofia (aula 1)Introducao à filosofia (aula 1)
Introducao à filosofia (aula 1)Wilton Moretto
 
Liberdade e linguagem habermas
Liberdade e linguagem habermasLiberdade e linguagem habermas
Liberdade e linguagem habermasWilton Moretto
 
Movimento conflitos sociais e estratificação
Movimento   conflitos sociais e estratificaçãoMovimento   conflitos sociais e estratificação
Movimento conflitos sociais e estratificaçãoWilton Moretto
 
As revoluções de 1830 e 1848
As revoluções de 1830 e 1848As revoluções de 1830 e 1848
As revoluções de 1830 e 1848Wilton Moretto
 
Rebeliões no século xix (faag)
Rebeliões no século xix (faag)Rebeliões no século xix (faag)
Rebeliões no século xix (faag)Wilton Moretto
 
Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)Wilton Moretto
 
Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)Wilton Moretto
 
Renascimento (capítulo 18)
Renascimento (capítulo 18)Renascimento (capítulo 18)
Renascimento (capítulo 18)Wilton Moretto
 
Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)Wilton Moretto
 
As ditaduras militares na américa latina
As ditaduras militares na américa latinaAs ditaduras militares na américa latina
As ditaduras militares na américa latinaWilton Moretto
 
Os anos de chumbo (aula 13)
Os anos de chumbo (aula 13)Os anos de chumbo (aula 13)
Os anos de chumbo (aula 13)Wilton Moretto
 
Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)
Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)
Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)Wilton Moretto
 
A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)
A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)
A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)Wilton Moretto
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Wilton Moretto
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Wilton Moretto
 

Mais de Wilton Moretto (20)

A i g.m.
A i g.m.A i g.m.
A i g.m.
 
Introdução ao pensamento político
Introdução ao pensamento políticoIntrodução ao pensamento político
Introdução ao pensamento político
 
Liberdade, propriedade, fraternidade
Liberdade, propriedade, fraternidadeLiberdade, propriedade, fraternidade
Liberdade, propriedade, fraternidade
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
Relações sociais e identidade
Relações sociais e identidadeRelações sociais e identidade
Relações sociais e identidade
 
Introducao à filosofia (aula 1)
Introducao à filosofia (aula 1)Introducao à filosofia (aula 1)
Introducao à filosofia (aula 1)
 
Liberdade e linguagem habermas
Liberdade e linguagem habermasLiberdade e linguagem habermas
Liberdade e linguagem habermas
 
Movimento conflitos sociais e estratificação
Movimento   conflitos sociais e estratificaçãoMovimento   conflitos sociais e estratificação
Movimento conflitos sociais e estratificação
 
As revoluções de 1830 e 1848
As revoluções de 1830 e 1848As revoluções de 1830 e 1848
As revoluções de 1830 e 1848
 
Rebeliões no século xix (faag)
Rebeliões no século xix (faag)Rebeliões no século xix (faag)
Rebeliões no século xix (faag)
 
Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)
 
Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)Periodo regencial (faag)
Periodo regencial (faag)
 
Renascimento (capítulo 18)
Renascimento (capítulo 18)Renascimento (capítulo 18)
Renascimento (capítulo 18)
 
Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)
 
As ditaduras militares na américa latina
As ditaduras militares na américa latinaAs ditaduras militares na américa latina
As ditaduras militares na américa latina
 
Os anos de chumbo (aula 13)
Os anos de chumbo (aula 13)Os anos de chumbo (aula 13)
Os anos de chumbo (aula 13)
 
Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)
Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)
Trabalhador urbano durante a república (capítulo 16)
 
A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)
A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)
A formação das monarquias nacionais modernas (aula 10)
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
 

Último

5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 

Último (20)

5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 

Democracias, ditaduras e cidadania

  • 1. Democracias, ditaduras e cidadania Aulas 33 e 34 Professor Wilton Sociologia 2° Ano E.M. - COOPERELP
  • 2. Democracia: do povo e para o povo?  A palavra Democracia significa “governo do povo, pelo povo e para o povo”. Porém, a realidade é bem mais complexa. A antítese da democracia seria então a chamada Ditadura.  Segundo Aristóteles, são três as formas de governo: - Democracia  Governo de todos os cidadãos, membros da Pólis, ou seja, o povo. - Monarquia  Governo de uma só pessoa. - Aristocracia  Governo dos melhores. Há também a Oligarquia, isto é, o governo de poucas pessoas. Todas estariam sujeitos às leis, com o poder mais ou menos concentrado, podendo ser puro ou corrupto.
  • 3. Tipologia de formas de governo  Forma mais pura de democracia = Politiké (Democracia moderada)  A democracia corrompida é a Demagogia, ou Democracia Extrema.  A Monarquia seria a forma pura do governo de um só. Corrompida, ela viraria uma Tirania.  A Aristocracia é a forma pura do governo de poucos, enquanto que a forma corrupta é a Oligarquia.
  • 4. Para Aristóteles...  A Democracia seria a pior das formas boas e melhor das formas más de governo. Isto é uma influência de Platão, que defendia a aristocracia como melhor das formas de governo e definia a Democracia como “a mais infeliz forma de governar”.  Concepção romano-medieval  raiz do pensamento democrático atual, baseado na ideia de Soberania Popular. O povo legisla diretamente ou através de representantes.  Na teoria política moderna, a partir de Maquiavel, temos duas formas históricas de governo: a monarquia e a república, sendo que a democracia e a aristocracia são consideradas variações de república.
  • 5. No Século XIX...  Com o Iluminismo e a Revolução Francesa, a democracia foi criticada tanto por liberais como por socialistas.  Para muitos, a Democracia Representativa ou Parlamentar seria o modelo ideal de governo.  Antes, nem todos votavam e a participação era de poucos. Porém, paulatinamente, surgiu o “sufrágio universal”, com um alargamento gradual do voto.  Também surgiu a Multiplicação dos Órgãos Representativos.  Assim, na teoria política contemporânea, Democracia contempla algumas características (ver box da p. 54)
  • 6. Na segunda metade do Século XX...  Passaram a compor também a Democracia: liberdade de expressão, de manifestação, de imprensa, de religião, de locomoção, de organização sindical, de igualdade jurídica, de direito à ampla defesa, entre outras...  Podemos classificar em função do número de partidos: sistemas bipartidários e pluripartidários.  Já as relações interpartidárias podem ser Bipolares ou Multipolares.
  • 7. Capitalismo e Democracia  As críticas contra a Democracia são de natureza ideológica, pois na prática, a Soberania Popular é uma idealização, uma vez que sempre dependeremos da boa vontade da classe política.  Então, por trás da Democracia, pode sempre existir uma forma de governo oligárquica.  Três aspectos definem uma Democracia: - O recrutamento da classe política; - A extensão do poder dessa classe; - A fonte desse poder Expansão capitalista  Fizeram do Liberalismo Democrático um modelo para os Estados avançados. Por isso, associam Democracia e Capitalismo como coisas inseparáveis!
  • 8. Socialismo e Democracia  Para o Socialismo, o ideal democrático é integrante e necessário, mas não constitutivo do seu ideário político.  A diferença em relação ao Liberalismo é que, para estes, o sufrágio universal é ponto de chegada, enquanto que para Marx e Engels, seria o ponto de partida para um aprofundamento do processo democratizante.  Para eles, existem diferenças entre a democracia representativa e a participativa.
  • 9. Ditaduras  Comportam três características fundamentais: - A concentração de poder e seu caráter ilimitado; - A entrada de amplos estratos populares na política; - A precariedade das regras de sucessão do poder.  DETALHE  Ocorrem em sociedades mais ou menos complexas.  Dilema = legitimação do poder e as regras de sucessão. As Ditaduras concentram o poder e impõe sua autoridade de cima para baixo, só que firma-se no princípio da Soberania Popular.  Podemos classificar as Ditaduras em Autoritárias e Totalitárias, e em relação aos seus objetivos, podem ser Revolucionárias ou Autoritárias!
  • 10. Totalitarismo no Século XX  Surgiu com o Fascismo Italiano, a partir da concepção de Mussolini, que definiu “Estado totalitário” como todas as ditaduras monopartidárias.  Regime totalitário = monopólio de todos os poderes, com a necessidade de gerar uma sustentação de massas através do recurso de modernas técnicas de propaganda.  Para manter-se no poder, cria o “Terror totalitário”.  Neste caso, o papel do ditador é preponderante. Sua vontade é lei e ele detém a ideologia e a forma de conduzi-la.  Hanna Arendt classifica apenas a Alemanha de Hitler e a URSS de Stálin como tal!
  • 11. O Totalitarismo Fascista e o Comunista Guardam semelhanças, mas há diferenças qualitativa relevantes (ideologia e sua base social). - Ideologia Comunista = Princípios orientados para a transformação total da sociedade. É racionalista e universalista, pressupõe a bondade e a perfectibilidade do indivíduo e mira a igualdade plena. Ditadura do proletariado é necessária, mas temporária. É revolucionária! - Ideologia Fascista = Contrária a transformações radicais, é organicista e anti-universalista. Exaltam o passado. - Ambas são apoiadas pelo proletariado, embora no Fascismo, a classe média e a elite tenham importante participação!