SlideShare uma empresa Scribd logo
Realização
Parceria
Busque um ambiente
silencioso para evitar
interferências
externas à ligação
Dê preferência ao uso
de fones de ouvido
para ouvir bem e
evitar eco
O microfone no mudo
quando não estiver
falando ajuda a todos
ouvirem bem
Deixe a câmera ligada,
mas se tiver problemas
de internet, desligar a
câmera pode ajudar
Confira seu nome
e sobrenome, no
Zoom, para nos
conhecermos
Estudos iniciais sobre o DCRB:
rede conceitual que
fundamenta
AGENDA DO DIA
EMENTA
Rede conceitual
que fundamenta o
DCRB e suas
implicações para o
currículo das
escolas baianas.
1. Recepção, boas vindas e apresentação
2. Mobilização Conhecimentos prévios:
Meu lugar no mapa
3. Problematização - Diálogo aberto
4. Aprofundar- Atividade em grupo
5. Consolidação do Conteúdo: Síntese
conceituais
6. Encaminhamentos
Tecendo uma manhã
Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele e o
lance a outro; de um outro galo que
apanhe o grito de um galo antes e o
lance a outro; e de outros galos que com
muitos outros galos se cruzem os fios de
sol de seus gritos de galo, para que a
manhã, desde uma teia tênue, se vá
tecendo, entre todos os galos...
João Cabral de Melo Neto
OPÇÃO 1
A farmácia e a livraria
Lá na rua em que eu
pensava, tinha uma livraria
bem do lado da farmácia.
Todo mundo ia à farmácia
comprar frascos de saúde.
E depois ia ao lado,
comprar a liberdade.
OPÇÃO 2
Como está organizada a nossa trajetória?
Previsão: Entre 25/10 a 05/11
A formação online se dará via
Moodle. Para acessar a primeira
vez, entre no link:
Usuário: E-mail do participante
Senha: Acesso@1
https:/
/cursos.educacao.ba.gov.br/login/index.php
Ambiente Virtual de
aprendizagem - MOODLE.
Painel identitário - ( Inserir link padlet)
Qual o seu
lugar o mapa?
Considerando sua caminhada com a
BNCC, DCRB e DCRM, como você
compreende os conceitos centrais
(territorialidade, educação integral,
diversidade e autonomia) que
fortalecem as políticas de currículo
para a educação baiana? Parado,
Iniciando, no Meio do Caminho ou
Chegando lá? Inserir aqui o link
PROBLEMATIZAR
Vamos estudar sobre a
BNCC, o DCRB e o DCRM
Escreva palavras que
associam aos documentos:
BNCC, DCRB e DCRM
Está na hora do intervalo! 5min
Relax!
Aprofundamento da
relação teoria e prática
Como os fundamentos da BNCC, do DCRB
e do DCRM podem nortear e inspirar o
trabalho educativo a ser realizado nas
escolas, lugar social em que o Currículo
ganha sentido para os sujeitos?
⇢ TAREFA
Vamos nos
dividir em
grupos
Cada grupo vai estar em uma sala virtual. Ao chegar,
vocês devem eleger (rapidamente) um(a) relator(a):
alguém que depois representará o grupo numa
plenária geral, socializando os pontos discutidos.
FOCO NO
⇢ Tema da discussão
⇢ Tempo de discussão
Relatores(as) hora de dividir
como foi a discussão. 20 min
Vamos compartilhar?
Conceitos fundamentadores
Questões identitárias
184
169
99
75
37
Diversidade
Territorialidade
Autonomia
Transversalidade
Integralidade
14
Interdisciplinaridade
Territorialidade
169
➔ Categoria política, para além do economicismo
liberal, apontando para sua dimensão humana
e ecológica (DCRB, 2019, p.22).
➔ Os arranjos produtivos locais e a dinâmica da
economia criativa devem incidir sobre a
Educação Básica.
➔ “Desenvolvimento” e “Território”, conceitos
multirreferenciais que podem ser
interpretados pela sua significação
ideológica, historicamente construída.
➔ Pensar o Currículo nas perspectivas culturais,
geoambientais, político- institucionais e
econômicas.
➔ Em todo o DCRB, é importante
reconhecer a apreensão de
“Território” como conceito híbrido
e multidimensional. Para definir os
fenômenos de utilização humana
de espaços e lugares ou a
dinâmica da interação social,
ambiental, política, econômica e
cultural mediada pelo espaço,
deve-se ter claro que definir
territórios a partir das identidades
que lhe são emergentes é uma
opção política. (DCRB, 2019, p. 21)
Diversidade
➔ Tema integrador – escola
espaço não neutro, latente de
diversidade humana.
➔ Princípio destacado no PNE
(2014) e no PEE (2016)
➔ Prioriza a diversidade dos
sujeitos aprendizes
➔ Considera a diversidade do
território baiano – Currículo
Vivo (grupamentos humanos
e do multiculturalismo baiano)
Toda a produção cultural,
literária, científica e
tecnológica africana,
indígena, dos povos
itinerantes, entre outros,
precisa ser considerada de
forma estruturante nos
currículos escolares, e não
de uma forma vazia,
caricatural e/ou pontual.
(DCRB, 2019 p.79)
184
Autonomia
99
➔ A dimensão da autonomia aparece como categoria
imprescindível ao desenvolvimento. Autonomia como
expressão política.
➔ Recusa à generalizações ou caracterização pormenorizada
que causariam a exclusão de especificidades identitárias.
➔ Autonomia pedagógica, curricular.
Elemento transversal do temas
integradores.
➔ Uma das finalidades inelimináveis da educação e a
fortiori da educação infantil e anos iniciais.
Integralidade
75
Compromisso com a formação e o
desenvolvimento humano global, o que
implica compreender a complexidade e a
não linearidade desse desenvolvimento,
rompendo com visões reducionistas que
privilegiam ou a dimensão intelectual
(cognitiva) ou a dimensão afetiva.
Significa assumir uma visão plural,
singular e integral da criança, do
adolescente, do jovem e do adulto
considerando-os como sujeitos de
aprendizagem, e a escola como espaço de
aprendizagem e de democracia inclusiva.
(BNCC, 2017, p. 14)
Educação Integral é enfatizada como um direito;
Considera a “Educação Integral como a escola de
tempo completo e de formação integral humana”.
(p.118)
A perspectiva da Educação Integral, conduz à
necessidade de repensar espaços, tempos e
oportunidades educativas, exige a construção de um
novo olhar sobre a escola, o currículo, as práticas
pedagógicas, os sujeitos e os lugares que educam, que
fazem da escola lugar central da ação educativa, capaz
de articular os diversos saberes. (p.120)
Anísio Teixeira é uma das inspirações da concepção de
educação integral do DCRB (p.119)
Transversalidade
37
O que atravessa e articula de
algum modo todas as reflexões
e práticas, o desenvolvimento
educacional de valores
SUSTENTABILIDADE
AMBIENTAL
COMPAIXÃO
EQUIDADE
SENSIBILIDADE
SOLIDARIEDADE
Interdisciplinaridade
14
➔ Elemento constitutivo nas
discussões curriculares.
➔ Pressupõe uma organização
curricular que admita como
possível no cotidiano das relações.
➔ Como metodologia de trabalho na
perspectiva de uma educação integral.
Para refletir
No seu município, houve alguma resistência
em relação aos principais conceitos que
fundamentam o DCRB e os DCRM?
➔ Caso sim, quais foram as estratégias que o
município utilizou para enfrentar este desafio?
➔ Caso não, o que você acha que contribuiu para
uma boa aceitação?
Obrigado(a)!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diretrizes curriculares para a educação infantil
Diretrizes curriculares para a educação infantilDiretrizes curriculares para a educação infantil
Diretrizes curriculares para a educação infantil
Paula Cristina Klahold Rodrigues dos Reis
 
Sistema de Organização e Gestão escolar
Sistema de Organização e Gestão escolarSistema de Organização e Gestão escolar
Sistema de Organização e Gestão escolar
Sonia Garrido
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
labteotonio
 
Slides Gestão Escolar
Slides Gestão EscolarSlides Gestão Escolar
Slides Gestão Escolar
roxanessavivi
 
Pauta htpc 08 de fevereiro 2012
Pauta htpc 08 de fevereiro 2012Pauta htpc 08 de fevereiro 2012
Pauta htpc 08 de fevereiro 2012
Nethy Marques
 
PNAIC - Educação do campo unidade 7
PNAIC - Educação do campo  unidade 7PNAIC - Educação do campo  unidade 7
PNAIC - Educação do campo unidade 7
ElieneDias
 
Formação rcnei
Formação rcneiFormação rcnei
Formação rcnei
SimoneHelenDrumond
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
lucavao2010
 
TRABALHO FINAL fnde
TRABALHO FINAL fndeTRABALHO FINAL fnde
TRABALHO FINAL fnde
Jeuza Pires
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
pdescola
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorges
luannagorges
 
Apresentação formação de professores
Apresentação formação de professoresApresentação formação de professores
Apresentação formação de professores
Margarete Borga
 
Letramento
LetramentoLetramento
BNCC.pptx
BNCC.pptxBNCC.pptx
01 estudos orientados eo 2022
01 estudos orientados   eo 202201 estudos orientados   eo 2022
01 estudos orientados eo 2022
LEODINEIAGAMA
 
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.  Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
SEDUC/RO
 
Aula 2 gestão educacional
Aula 2 gestão educacionalAula 2 gestão educacional
Aula 2 gestão educacional
Fernando Palácios
 
Pcns.
Pcns.Pcns.
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
Magda Marques
 
Educação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo UniãoEducação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo União
grupouniao
 

Mais procurados (20)

Diretrizes curriculares para a educação infantil
Diretrizes curriculares para a educação infantilDiretrizes curriculares para a educação infantil
Diretrizes curriculares para a educação infantil
 
Sistema de Organização e Gestão escolar
Sistema de Organização e Gestão escolarSistema de Organização e Gestão escolar
Sistema de Organização e Gestão escolar
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
 
Slides Gestão Escolar
Slides Gestão EscolarSlides Gestão Escolar
Slides Gestão Escolar
 
Pauta htpc 08 de fevereiro 2012
Pauta htpc 08 de fevereiro 2012Pauta htpc 08 de fevereiro 2012
Pauta htpc 08 de fevereiro 2012
 
PNAIC - Educação do campo unidade 7
PNAIC - Educação do campo  unidade 7PNAIC - Educação do campo  unidade 7
PNAIC - Educação do campo unidade 7
 
Formação rcnei
Formação rcneiFormação rcnei
Formação rcnei
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
 
TRABALHO FINAL fnde
TRABALHO FINAL fndeTRABALHO FINAL fnde
TRABALHO FINAL fnde
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorges
 
Apresentação formação de professores
Apresentação formação de professoresApresentação formação de professores
Apresentação formação de professores
 
Letramento
LetramentoLetramento
Letramento
 
BNCC.pptx
BNCC.pptxBNCC.pptx
BNCC.pptx
 
01 estudos orientados eo 2022
01 estudos orientados   eo 202201 estudos orientados   eo 2022
01 estudos orientados eo 2022
 
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.  Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
 
Aula 2 gestão educacional
Aula 2 gestão educacionalAula 2 gestão educacional
Aula 2 gestão educacional
 
Pcns.
Pcns.Pcns.
Pcns.
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 
Educação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo UniãoEducação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo União
 

Semelhante a [DCRB na Escola] S1 Aula 1 - Estudos Iniciais DCRB (1).pdf

1º encontro com os multiplicadores 1 (1)
1º encontro com os multiplicadores   1 (1)1º encontro com os multiplicadores   1 (1)
1º encontro com os multiplicadores 1 (1)
Annabel Feijó Peres
 
Re(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptx
Re(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptxRe(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptx
Re(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptx
IramaiaAraujoSantos
 
Acompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogicoAcompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogico
EducacaoIntegralPTC
 
Desenvolvendo Competências no JI
Desenvolvendo Competências no JIDesenvolvendo Competências no JI
Desenvolvendo Competências no JI
Henrique Santos
 
Diretriz municipal da_educação_infantil
Diretriz municipal da_educação_infantilDiretriz municipal da_educação_infantil
Diretriz municipal da_educação_infantil
Ronaldo Obaski
 
Santana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado Farias
Santana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado FariasSantana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado Farias
Santana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado Farias
CursoTICs
 
TEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptx
TEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptxTEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptx
TEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptx
CledineiaCarvalhoSan1
 
1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx
1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx
1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx
ProfCibellePires
 
PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusivaPNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
Rosilane
 
Slides_1º-encontro_Geografia.pptx
Slides_1º-encontro_Geografia.pptxSlides_1º-encontro_Geografia.pptx
Slides_1º-encontro_Geografia.pptx
KduDourado
 
Ciclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdf
Ciclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdfCiclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdf
Ciclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdf
FrancineGomes14
 
Apresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptx
Apresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptxApresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptx
Apresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptx
ArticuladorPedaggico3
 
Projeto interdisciplinar fund.ed._infantil
Projeto interdisciplinar fund.ed._infantilProjeto interdisciplinar fund.ed._infantil
Projeto interdisciplinar fund.ed._infantil
Christiane Maria Costa Carneiro Penha
 
Dia d junho
Dia d junhoDia d junho
Dia d junho
Rosita Pereira
 
Autoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogicaAutoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogica
Myrian Laste
 
Desenvolvimento de Competências Tecnológicas
Desenvolvimento de Competências TecnológicasDesenvolvimento de Competências Tecnológicas
Desenvolvimento de Competências Tecnológicas
Henrique Santos
 
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCPlanejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
ThalesSantos36
 
BNCC
BNCCBNCC
2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf
2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf
2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf
jessicaeklewerton
 
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TICMemorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
valma fideles
 

Semelhante a [DCRB na Escola] S1 Aula 1 - Estudos Iniciais DCRB (1).pdf (20)

1º encontro com os multiplicadores 1 (1)
1º encontro com os multiplicadores   1 (1)1º encontro com os multiplicadores   1 (1)
1º encontro com os multiplicadores 1 (1)
 
Re(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptx
Re(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptxRe(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptx
Re(elaboração) do PPP promovendo com-versações e cultivando saberes.pptx
 
Acompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogicoAcompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogico
 
Desenvolvendo Competências no JI
Desenvolvendo Competências no JIDesenvolvendo Competências no JI
Desenvolvendo Competências no JI
 
Diretriz municipal da_educação_infantil
Diretriz municipal da_educação_infantilDiretriz municipal da_educação_infantil
Diretriz municipal da_educação_infantil
 
Santana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado Farias
Santana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado FariasSantana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado Farias
Santana do Livramento - Fátima Valderes Viana Machado Farias
 
TEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptx
TEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptxTEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptx
TEMAS INTEGRADORES E PLANEJAMENTO (1).pptx
 
1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx
1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx
1º Módulo do Ciclo Formativo Estadual_Eixo Educação Infantil.pptx
 
PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusivaPNAIC - Caderno de Educação inclusiva
PNAIC - Caderno de Educação inclusiva
 
Slides_1º-encontro_Geografia.pptx
Slides_1º-encontro_Geografia.pptxSlides_1º-encontro_Geografia.pptx
Slides_1º-encontro_Geografia.pptx
 
Ciclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdf
Ciclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdfCiclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdf
Ciclo formativo - [MOD 1] 2023 (1).pdf
 
Apresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptx
Apresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptxApresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptx
Apresentação Encontro Presencial_Oficinas Pedagógicas (6) (2).pptx
 
Projeto interdisciplinar fund.ed._infantil
Projeto interdisciplinar fund.ed._infantilProjeto interdisciplinar fund.ed._infantil
Projeto interdisciplinar fund.ed._infantil
 
Dia d junho
Dia d junhoDia d junho
Dia d junho
 
Autoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogicaAutoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogica
 
Desenvolvimento de Competências Tecnológicas
Desenvolvimento de Competências TecnológicasDesenvolvimento de Competências Tecnológicas
Desenvolvimento de Competências Tecnológicas
 
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCPlanejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
 
BNCC
BNCCBNCC
BNCC
 
2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf
2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf
2019_05_10 Palestra Ellis Regina- Educação Infantil-BNCC -.pdf
 
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TICMemorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
 

Último

LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 

Último (20)

LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 

[DCRB na Escola] S1 Aula 1 - Estudos Iniciais DCRB (1).pdf

  • 1. Realização Parceria Busque um ambiente silencioso para evitar interferências externas à ligação Dê preferência ao uso de fones de ouvido para ouvir bem e evitar eco O microfone no mudo quando não estiver falando ajuda a todos ouvirem bem Deixe a câmera ligada, mas se tiver problemas de internet, desligar a câmera pode ajudar Confira seu nome e sobrenome, no Zoom, para nos conhecermos Estudos iniciais sobre o DCRB: rede conceitual que fundamenta
  • 2. AGENDA DO DIA EMENTA Rede conceitual que fundamenta o DCRB e suas implicações para o currículo das escolas baianas. 1. Recepção, boas vindas e apresentação 2. Mobilização Conhecimentos prévios: Meu lugar no mapa 3. Problematização - Diálogo aberto 4. Aprofundar- Atividade em grupo 5. Consolidação do Conteúdo: Síntese conceituais 6. Encaminhamentos
  • 3. Tecendo uma manhã Um galo sozinho não tece uma manhã: ele precisará de outros galos. De um que apanhe esse grito que ele e o lance a outro; de um outro galo que apanhe o grito de um galo antes e o lance a outro; e de outros galos que com muitos outros galos se cruzem os fios de sol de seus gritos de galo, para que a manhã, desde uma teia tênue, se vá tecendo, entre todos os galos... João Cabral de Melo Neto OPÇÃO 1
  • 4. A farmácia e a livraria Lá na rua em que eu pensava, tinha uma livraria bem do lado da farmácia. Todo mundo ia à farmácia comprar frascos de saúde. E depois ia ao lado, comprar a liberdade. OPÇÃO 2
  • 5. Como está organizada a nossa trajetória? Previsão: Entre 25/10 a 05/11 A formação online se dará via Moodle. Para acessar a primeira vez, entre no link: Usuário: E-mail do participante Senha: Acesso@1 https:/ /cursos.educacao.ba.gov.br/login/index.php Ambiente Virtual de aprendizagem - MOODLE.
  • 6. Painel identitário - ( Inserir link padlet)
  • 7. Qual o seu lugar o mapa? Considerando sua caminhada com a BNCC, DCRB e DCRM, como você compreende os conceitos centrais (territorialidade, educação integral, diversidade e autonomia) que fortalecem as políticas de currículo para a educação baiana? Parado, Iniciando, no Meio do Caminho ou Chegando lá? Inserir aqui o link
  • 8. PROBLEMATIZAR Vamos estudar sobre a BNCC, o DCRB e o DCRM Escreva palavras que associam aos documentos: BNCC, DCRB e DCRM
  • 9. Está na hora do intervalo! 5min Relax!
  • 10. Aprofundamento da relação teoria e prática Como os fundamentos da BNCC, do DCRB e do DCRM podem nortear e inspirar o trabalho educativo a ser realizado nas escolas, lugar social em que o Currículo ganha sentido para os sujeitos? ⇢ TAREFA
  • 11. Vamos nos dividir em grupos Cada grupo vai estar em uma sala virtual. Ao chegar, vocês devem eleger (rapidamente) um(a) relator(a): alguém que depois representará o grupo numa plenária geral, socializando os pontos discutidos. FOCO NO ⇢ Tema da discussão ⇢ Tempo de discussão
  • 12. Relatores(as) hora de dividir como foi a discussão. 20 min Vamos compartilhar?
  • 14. Territorialidade 169 ➔ Categoria política, para além do economicismo liberal, apontando para sua dimensão humana e ecológica (DCRB, 2019, p.22). ➔ Os arranjos produtivos locais e a dinâmica da economia criativa devem incidir sobre a Educação Básica. ➔ “Desenvolvimento” e “Território”, conceitos multirreferenciais que podem ser interpretados pela sua significação ideológica, historicamente construída. ➔ Pensar o Currículo nas perspectivas culturais, geoambientais, político- institucionais e econômicas. ➔ Em todo o DCRB, é importante reconhecer a apreensão de “Território” como conceito híbrido e multidimensional. Para definir os fenômenos de utilização humana de espaços e lugares ou a dinâmica da interação social, ambiental, política, econômica e cultural mediada pelo espaço, deve-se ter claro que definir territórios a partir das identidades que lhe são emergentes é uma opção política. (DCRB, 2019, p. 21)
  • 15. Diversidade ➔ Tema integrador – escola espaço não neutro, latente de diversidade humana. ➔ Princípio destacado no PNE (2014) e no PEE (2016) ➔ Prioriza a diversidade dos sujeitos aprendizes ➔ Considera a diversidade do território baiano – Currículo Vivo (grupamentos humanos e do multiculturalismo baiano) Toda a produção cultural, literária, científica e tecnológica africana, indígena, dos povos itinerantes, entre outros, precisa ser considerada de forma estruturante nos currículos escolares, e não de uma forma vazia, caricatural e/ou pontual. (DCRB, 2019 p.79) 184
  • 16. Autonomia 99 ➔ A dimensão da autonomia aparece como categoria imprescindível ao desenvolvimento. Autonomia como expressão política. ➔ Recusa à generalizações ou caracterização pormenorizada que causariam a exclusão de especificidades identitárias. ➔ Autonomia pedagógica, curricular. Elemento transversal do temas integradores. ➔ Uma das finalidades inelimináveis da educação e a fortiori da educação infantil e anos iniciais.
  • 17. Integralidade 75 Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global, o que implica compreender a complexidade e a não linearidade desse desenvolvimento, rompendo com visões reducionistas que privilegiam ou a dimensão intelectual (cognitiva) ou a dimensão afetiva. Significa assumir uma visão plural, singular e integral da criança, do adolescente, do jovem e do adulto considerando-os como sujeitos de aprendizagem, e a escola como espaço de aprendizagem e de democracia inclusiva. (BNCC, 2017, p. 14) Educação Integral é enfatizada como um direito; Considera a “Educação Integral como a escola de tempo completo e de formação integral humana”. (p.118) A perspectiva da Educação Integral, conduz à necessidade de repensar espaços, tempos e oportunidades educativas, exige a construção de um novo olhar sobre a escola, o currículo, as práticas pedagógicas, os sujeitos e os lugares que educam, que fazem da escola lugar central da ação educativa, capaz de articular os diversos saberes. (p.120) Anísio Teixeira é uma das inspirações da concepção de educação integral do DCRB (p.119)
  • 18. Transversalidade 37 O que atravessa e articula de algum modo todas as reflexões e práticas, o desenvolvimento educacional de valores SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL COMPAIXÃO EQUIDADE SENSIBILIDADE SOLIDARIEDADE
  • 19. Interdisciplinaridade 14 ➔ Elemento constitutivo nas discussões curriculares. ➔ Pressupõe uma organização curricular que admita como possível no cotidiano das relações. ➔ Como metodologia de trabalho na perspectiva de uma educação integral.
  • 20. Para refletir No seu município, houve alguma resistência em relação aos principais conceitos que fundamentam o DCRB e os DCRM? ➔ Caso sim, quais foram as estratégias que o município utilizou para enfrentar este desafio? ➔ Caso não, o que você acha que contribuiu para uma boa aceitação?