SlideShare uma empresa Scribd logo
Anotações do Aluno
uvb



    Aula Nº 5 – Custeio por
    Absorção
Objetivos da aula:
O Custeio por Absorção é muito importante para os contadores, pois as
empresas são obrigadas a apresentar suas demonstrações para o “fisco”
utilizando-se desse critério.


O objetivo desta aula é reforçar alguns conceitos já vistos em aulas
anteriores e familiarizar o aluno com o assunto e com os cálculos de rateio
necessários para o processo de acumulação de custos.


Tenha uma ótima aula!


1. Conceito
O Custeio por Absorção consiste na apropriação de todos os custos (sejam
eles fixos ou variáveis, diretos ou indiretos) à produção do período. Os gastos
que não são efetuados para a produção (despesas) são excluídos;
     • a distinção principal no custeio por absorção é entre custos e despesas.
          Essa separação é importante porque as despesas são contabilizadas
          imediatamente contra o resultado do período;
                                                                                                    Aula 05 - Custeio Por Absorção

     • somente os custos relativos aos produtos vendidos terão o mesmo
          tratamento.


A seguir, apresentaremos a importância da distinção entre custos e
                                                                                   Custo Contábil




despesas.




                                   Faculdade On-Line UVB
                                                                                              39
Anotações do Aluno
uvb


2. Importância da Distinção entre custos e despesas
Suponhamos uma empresa que tenha fabricado 1.000 unidades de um
determinado produto, incorrendo em custos de R$ 9.000 e despesas
operacionais de R$ 3.000. Foram vendidas 800 unidades a R$ 20,00 cada.
Dessas informações, concluímos:


Custo Unitário Médio de Cada Produto Fabricado: R$ 9.000/1.000 unidades
= R$ 9,00 /unidade.


Assim, teremos a seguinte DRE para o período considerado:


Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)
Vendas                            (800 u. x R$ 20)        R$ 16.000
(-) Custo dos Produtos Vendidos   (800u. X R$ 9)         (R$ 7.200)
(=) Lucro Bruto                                           R$ 8.800
(-) Despesas Operacionais                                (R$ 3.000)
(=) Lucro Líquido                                         R$ 5.800


3. Quanto à Legislação e aos Princípios Contábeis
O Custeio por Absorção é o único aceito pelo Imposto de Renda do Brasil e
pela Auditoria Externa, por atender aos seguintes princípios contábeis:


    • Princípio da Realização da Receita: Ocorre a realização da receita
                                                                                              Aula 05 - Custeio Por Absorção

        quando da transferência do bem vendido para terceiros;
    • Princípio da Confrontação: As despesas devem ser reconhecidas à
        medida que são realizadas as receitas que ajudam a gerar (direta
        ou indiretamente);
    • Princípio da Competência: As despesas e receitas devem ser
                                                                             Custo Contábil




        reconhecidas nos períodos de sua competência, ou seja, no período
        em que ocorrer o seu fato gerador.




                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                        40
Anotações do Aluno
uvb


4. APURAÇÃO
Os seguintes passos devem ser seguidos para a apuração do resultado do
exercício:
    • Separação de custos e despesas;
    • Apropriação dos custos diretos e indiretos à produção realizada no
         período;
    • Apuração do custo dos produtos em elaboração;
    • Apuração do custo da produção acabada;
    • Apuração do custo dos produtos vendidos;
    • Apuração do resultado.


Ex.: A empresa Alfa apurou, em determinado período, os seguintes Custos
de Produção:


              Material Direto
Matéria-Prima                     R$ 75.000
Embalagem                         R$ 10.000
              Mão-de-Obra Direta
Mão-de-Obra Direta                R$ 50.000
     Custos Indiretos de Fabricação (CIF)
Materiais Indiretos               R$ 24.750
Mão-de-Obra Indireta              R$ 24.000
Energia Elétrica-fábrica          R$ 10.000
Combustíveis                      R$ 1.350
Manutenção de Máquinas            R$ 2.500
                                                                                             Aula 05 - Custeio Por Absorção

Telefone da Fábrica               R$ 4.550
Depreciação e Seguros (fábrica)   R$ 4.250
IPTU                              R$ 2.250
Total                             R$ 210.000
                                                                            Custo Contábil




Exemplo


    • Como a empresa produziu 7.000 unidades de seu único produto,
        temos que:


                                Faculdade On-Line UVB
                                                                                       41
Anotações do Aluno
uvb


Custo Unitário Produção = R$ 210.000/7.000 unidades = R$ 30,00/unidade.


    • Como a empresa vendeu 5.000 dessas unidades, temos que:


Custo dos Produtos Vendidos = 5.000 unidades x R$ 30,00 = R$ 150.000.


    • Ex.: Paralelamente, a empresa Alfa apurou as seguintes despesas no
        mesmo mês:


Despesas Administrativas                        R$ 35.000
Despesas de Marketing                           R$ 22.000
Despesas de Vendas                              R$ 28.000
Outras Despesas Operacionais                    R$ 25.000
Total                                           R$ 110.000


    • Como o preço de venda de cada unidade foi de R$ 75,00, temos
        que:


Receita de Vendas = 5.000 unidades x R$ 75,00 = R$ 375.000,00.


Com base nesses dados, podemos montar a DRE da empresa:

Demonstração do Resultado do Exercício
Receita Líquida de Vendas       R$ 375.000
(-) Custo dos Produtos Vendidos (R$ 150.000)
(=) Lucro Bruto                  R$ 225.000
                                                                                              Aula 05 - Custeio Por Absorção

(-) Despesas Operacionais        (R$ 110.000)
(=) Lucro Líquido                 R$ 115.000


5. Exercícios
                                                                             Custo Contábil




Exercício 1


A empresa Sophia Hair produz um único produto (xampu de camomila), que
é vendido, em média, por $ 9,50 cada unidade (preço líquido de tributos).


                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                        42
Anotações do Aluno
uvb


Em determinado período, em que não houve estoques iniciais, produziu,
integralmente, 14.000 unidades e incorreu nos seguintes custos e despesas
                                                  Em R$
Supervisão geral da fábrica                       17.000
Depreciação dos equipamentos de fábrica           10.000
Aluguel do galpão industrial                      2.400
Administração geral da empresa                    8.000
Material direto                                   2,00 por unidade
Mão-de-obra direta                                1,50 por unidade
Energia elétrica consumida na produção            0,40 por unidade
Comissão sobre vendas                             0,75 por unidade
Frete para entregar produtos vendidos             0,15 por unidade

Considerando-se que, no final do período, havia 1.000 unidades do produto
acabado em estoque e que não houve perdas, pede-se calcular:
a) o Estoque Final dos produtos acabados.
b) o Lucro (ou prejuízo) do período.


Exercício 2


A Empresa Anchieta, produtora de cadernos em Mauá, em determinado
período apresentou os seguintes dados:       Em R$
1. Estoque inicial de matéria-prima          5.000
2. Compra de matéria-prima                  12.000
3. Despesas administrativas                  2.000
4. Despesas financeiras                      1.500
                                                                                              Aula 05 - Custeio Por Absorção

5. Despesas comerciais                            2.500
6. Estoque inicial de produtos em processo        4.000
7. Mão-de-obra direta                           10.000
8. Estoque final de produtos em processo         5.000
9. Custos indiretos de produção                   8.000
                                                                             Custo Contábil




10. Estoque final de matéria-prima                7.000
11. Estoque inicial de produtos acabados          6.000
12. Venda de 80% do total disponível de produtos acabados por R$ 40.000




                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                        43
Anotações do Aluno
uvb


Pede-se calcular:
a) o Custo Total de Produção (CPP).
b) o Custo da Produção Acabada (CPA).
c) o Estoque Final de Produtos Acabados.
d) o Custo dos Produtos Vendidos (CPV).
e) o Lucro Bruto.
f) o Lucro Antes do Imposto de Renda (LAIR).


Exercício 3


A Cia. Porto Ferreira iniciou suas atividades no dia 02/01/X1. Em 31/12/X1, seu
primeiro balancete de verificação era constituído pelas seguintes contas
                                                               Em R$
01. Caixa                                                      1.200
02. Clientes                                                   4.800
03. Estoque de matéria-prima                                   4.000
04. Equipamentos de produção                                   1.600
05. Depreciação acumulada de equipamentos de produção 240
06. Empréstimos de curto prazo obtido com encargos pré-fixados 2.800
07. Capital Social                                                 10.040
08. Consumo de matéria-prima                                   5.400
09. Mão-de-obra direta (inclui encargos sociais) no período           4.800
10. Energia elétrica consumida na produção                              630
11. Supervisão geral da produção                                      2.300
12. Manutenção preventiva de máquinas comuns de produção                400
13. Depreciação de equipamentos de produção                             240
                                                                                                    Aula 05 - Custeio Por Absorção

14. Despesas comerciais e administrativas da empresa no período 4.050
15. Despesas financeiras no período                               160
16. Vendas de produtos acabados (PAC)                         16.500


O tempo de produção requerido por unidade de produto é o seguinte:
                                                                                   Custo Contábil




                                   Faculdade On-Line UVB
                                                                                              44
Anotações do Aluno
uvb


Com relação aos custos diretos, sabe-se que:


    • a matéria-prima é a mesma para todos os produtos, e o consumo se
         faz na mesma proporção: 1Kg de MP para cada unidade de produto
         acabado.
    • as habilidades e os salários dos operários são aproximadamente iguais
         para todos os produtos;
    • o consumo de energia elétrica é o mesmo em termos de kwh; por
         isso, seu custo é diretamente proporcional ao tempo de utilização
         das máquinas.


Outros dados relativos ao ano de X1:




Síntese
Nesta aula, tratamos do Custeio por absorção, no qual todos os custos,
diretos e indiretos, são absorvidos pelos produtos, seja pela mensuração
dos custos diretos, seja pelo rateio dos custos indiretos.
Na próxima aula, faremos a contabilização dos custos no custeio por
absorção.Não falte!
                                                                                                Aula 05 - Custeio Por Absorção



Referências
CREPALDI, Silvio Aparecido. Curso Básico de Contabilidade de Custos.
                                                                               Custo Contábil




São Paulo: Atlas, 2005.


LEONE, George S. G. Curso de Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas,
1997.


                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                          45
Anotações do Aluno
uvb


MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2003.




                                                                                             Aula 05 - Custeio Por Absorção
                                                                            Custo Contábil




                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                       46

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custosExercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
simuladocontabil
 
Werneckcontcustoexer
WerneckcontcustoexerWerneckcontcustoexer
Werneckcontcustoexer
Kezia Suely
 
Contabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exerciciosContabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exercicios
custos contabil
 
Questões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custosQuestões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custos
zeramento contabil
 
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
zeramento contabil
 
Classifique os custos 11
Classifique os custos 11Classifique os custos 11
Classifique os custos 11
razonetecontabil
 
Exercicio custos un1
Exercicio custos un1Exercicio custos un1
Exercicio custos un1
zeramento contabil
 
Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1
Mayara Maciel
 
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
Unidade vii   contabilidade custos - exerciciosUnidade vii   contabilidade custos - exercicios
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
custos contabil
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
zeramento contabil
 
Terminologias contábeis exercicios custos
Terminologias contábeis exercicios custosTerminologias contábeis exercicios custos
Terminologias contábeis exercicios custos
simuladocontabil
 
Guia de custos basicos
Guia de custos basicosGuia de custos basicos
Guia de custos basicos
zeramento contabil
 
Apostila de topicos vi custos ii
Apostila de topicos vi   custos iiApostila de topicos vi   custos ii
Apostila de topicos vi custos ii
zeramento contabil
 
Apostila etec pfo
Apostila etec   pfoApostila etec   pfo
Apostila etec pfo
simuladocontabil
 
Apostila controladoria 10
Apostila controladoria 10Apostila controladoria 10
Apostila controladoria 10
controladoriacontab
 
Apostila etec pfo ii
Apostila etec   pfo iiApostila etec   pfo ii
Apostila etec pfo ii
simuladocontabil
 
Contabilidade de custos_mota
Contabilidade de custos_motaContabilidade de custos_mota
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Sheyanne Silva
 
Contabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabaritoContabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabarito
custos contabil
 

Mais procurados (19)

Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custosExercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
 
Werneckcontcustoexer
WerneckcontcustoexerWerneckcontcustoexer
Werneckcontcustoexer
 
Contabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exerciciosContabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exercicios
 
Questões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custosQuestões de contabilidade de custos
Questões de contabilidade de custos
 
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
 
Classifique os custos 11
Classifique os custos 11Classifique os custos 11
Classifique os custos 11
 
Exercicio custos un1
Exercicio custos un1Exercicio custos un1
Exercicio custos un1
 
Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1
 
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
Unidade vii   contabilidade custos - exerciciosUnidade vii   contabilidade custos - exercicios
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
 
Terminologias contábeis exercicios custos
Terminologias contábeis exercicios custosTerminologias contábeis exercicios custos
Terminologias contábeis exercicios custos
 
Guia de custos basicos
Guia de custos basicosGuia de custos basicos
Guia de custos basicos
 
Apostila de topicos vi custos ii
Apostila de topicos vi   custos iiApostila de topicos vi   custos ii
Apostila de topicos vi custos ii
 
Apostila etec pfo
Apostila etec   pfoApostila etec   pfo
Apostila etec pfo
 
Apostila controladoria 10
Apostila controladoria 10Apostila controladoria 10
Apostila controladoria 10
 
Apostila etec pfo ii
Apostila etec   pfo iiApostila etec   pfo ii
Apostila etec pfo ii
 
Contabilidade de custos_mota
Contabilidade de custos_motaContabilidade de custos_mota
Contabilidade de custos_mota
 
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
 
Contabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabaritoContabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabarito
 

Destaque

Cco aula03 custos
Cco aula03 custosCco aula03 custos
Cco aula03 custos
albumina
 
Cco aula10 custos
Cco aula10 custosCco aula10 custos
Cco aula10 custos
albumina
 
Cco aula01 custos
Cco aula01 custosCco aula01 custos
Cco aula01 custos
contacontabil
 
Cco aula12 custos
Cco aula12 custosCco aula12 custos
Cco aula12 custos
albumina
 
Cco aula11 custos
Cco aula11 custosCco aula11 custos
Cco aula11 custos
albumina
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
contacontabil
 
Cco aula08 custos
Cco aula08 custosCco aula08 custos
Cco aula08 custos
albumina
 
Cco aula04 custos
Cco aula04 custosCco aula04 custos
Cco aula04 custos
albumina
 
Cco aula09 custos
Cco aula09 custosCco aula09 custos
Cco aula09 custos
albumina
 
Novas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidadeNovas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidade
albumina
 
Cco aula13 custos
Cco aula13 custosCco aula13 custos
Cco aula13 custos
albumina
 
Cco aula15 custos
Cco aula15 custosCco aula15 custos
Cco aula15 custos
albumina
 
Ajustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisAjustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeis
albumina
 
Conceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisConceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeis
albumina
 
Cco aula14 custos
Cco aula14 custosCco aula14 custos
Cco aula14 custos
albumina
 
Princípios contábeis
Princípios contábeisPrincípios contábeis
Princípios contábeis
albumina
 
Gestao estrategica de custos
Gestao estrategica de custosGestao estrategica de custos
Gestao estrategica de custos
Rogerio Rodrigues
 
Contabilidade de custos material prova 01
Contabilidade de custos   material prova 01Contabilidade de custos   material prova 01
Contabilidade de custos material prova 01
simuladocontabil
 
Questoes respondidas custos
Questoes respondidas custosQuestoes respondidas custos
Questoes respondidas custos
simuladocontabil
 

Destaque (19)

Cco aula03 custos
Cco aula03 custosCco aula03 custos
Cco aula03 custos
 
Cco aula10 custos
Cco aula10 custosCco aula10 custos
Cco aula10 custos
 
Cco aula01 custos
Cco aula01 custosCco aula01 custos
Cco aula01 custos
 
Cco aula12 custos
Cco aula12 custosCco aula12 custos
Cco aula12 custos
 
Cco aula11 custos
Cco aula11 custosCco aula11 custos
Cco aula11 custos
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
 
Cco aula08 custos
Cco aula08 custosCco aula08 custos
Cco aula08 custos
 
Cco aula04 custos
Cco aula04 custosCco aula04 custos
Cco aula04 custos
 
Cco aula09 custos
Cco aula09 custosCco aula09 custos
Cco aula09 custos
 
Novas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidadeNovas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidade
 
Cco aula13 custos
Cco aula13 custosCco aula13 custos
Cco aula13 custos
 
Cco aula15 custos
Cco aula15 custosCco aula15 custos
Cco aula15 custos
 
Ajustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisAjustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeis
 
Conceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisConceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeis
 
Cco aula14 custos
Cco aula14 custosCco aula14 custos
Cco aula14 custos
 
Princípios contábeis
Princípios contábeisPrincípios contábeis
Princípios contábeis
 
Gestao estrategica de custos
Gestao estrategica de custosGestao estrategica de custos
Gestao estrategica de custos
 
Contabilidade de custos material prova 01
Contabilidade de custos   material prova 01Contabilidade de custos   material prova 01
Contabilidade de custos material prova 01
 
Questoes respondidas custos
Questoes respondidas custosQuestoes respondidas custos
Questoes respondidas custos
 

Semelhante a Cco aula05 custos

Apostila custos industriais a
Apostila custos industriais aApostila custos industriais a
Apostila custos industriais a
custos contabil
 
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Diego Lopes
 
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Cadernos PPT
 
Cc exercicios revisão
Cc exercicios revisãoCc exercicios revisão
Cc exercicios revisão
simuladocontabil
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
albumina
 
Apostila controladoria 10 2
Apostila controladoria 10 2Apostila controladoria 10 2
Apostila controladoria 10 2
controladoriacontab
 
Classifique os custos 06
Classifique os custos 06Classifique os custos 06
Classifique os custos 06
zeramento contabil
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
Daniel Moura
 
Unidade iv contabilidade de custos
Unidade iv   contabilidade de custosUnidade iv   contabilidade de custos
Unidade iv contabilidade de custos
custos contabil
 
Apostila custos industriais
Apostila custos industriais Apostila custos industriais
Apostila custos industriais
Emerson Tranquilino
 
Alavancagem Operacional para empresas diversas
Alavancagem Operacional para empresas diversasAlavancagem Operacional para empresas diversas
Alavancagem Operacional para empresas diversas
Ricardo Ribeiro
 
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-201152972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
Raquel Rocha
 
Aula07
Aula07Aula07
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
FABIO MORAES OLIVEIRA
 
Controladoria gabaritos exercicios aula_09
Controladoria gabaritos exercicios aula_09Controladoria gabaritos exercicios aula_09
Controladoria gabaritos exercicios aula_09
controladoriacontab
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
controladoriacontab
 
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Estratégia Concursos
 
Aula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptx
Aula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptxAula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptx
Aula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptx
Universidade Estadual da Paraíba
 
Exercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeioExercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeio
simuladocontabil
 
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de CusteioAula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
MestredaContabilidade
 

Semelhante a Cco aula05 custos (20)

Apostila custos industriais a
Apostila custos industriais aApostila custos industriais a
Apostila custos industriais a
 
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
 
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
 
Cc exercicios revisão
Cc exercicios revisãoCc exercicios revisão
Cc exercicios revisão
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
 
Apostila controladoria 10 2
Apostila controladoria 10 2Apostila controladoria 10 2
Apostila controladoria 10 2
 
Classifique os custos 06
Classifique os custos 06Classifique os custos 06
Classifique os custos 06
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
 
Unidade iv contabilidade de custos
Unidade iv   contabilidade de custosUnidade iv   contabilidade de custos
Unidade iv contabilidade de custos
 
Apostila custos industriais
Apostila custos industriais Apostila custos industriais
Apostila custos industriais
 
Alavancagem Operacional para empresas diversas
Alavancagem Operacional para empresas diversasAlavancagem Operacional para empresas diversas
Alavancagem Operacional para empresas diversas
 
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-201152972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
 
Aula07
Aula07Aula07
Aula07
 
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
 
Controladoria gabaritos exercicios aula_09
Controladoria gabaritos exercicios aula_09Controladoria gabaritos exercicios aula_09
Controladoria gabaritos exercicios aula_09
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
 
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
 
Aula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptx
Aula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptxAula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptx
Aula 3-Relação Custo-Volume-Lucro.pptx
 
Exercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeioExercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeio
 
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de CusteioAula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
Aula 7 - Fundamentos de Custos e Métodos de Custeio
 

Mais de albumina

D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
albumina
 
D f c 0000
D f c 0000D f c 0000
D f c 0000
albumina
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
albumina
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
albumina
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
albumina
 
Analise de balancos resumo
Analise de balancos resumoAnalise de balancos resumo
Analise de balancos resumo
albumina
 
Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000
albumina
 
Teoria concursos
Teoria concursosTeoria concursos
Teoria concursos
albumina
 
Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000
albumina
 
Teoria
TeoriaTeoria
Teoria
albumina
 
Custos
CustosCustos
Custos
albumina
 
Doar 0000
Doar 0000Doar 0000
Doar 0000
albumina
 
Aula 001 finanças
Aula 001 finançasAula 001 finanças
Aula 001 finanças
albumina
 
Exel
ExelExel
Exel
albumina
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentos
albumina
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
albumina
 
Estudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passarEstudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passar
albumina
 
Comercio exterior
Comercio exteriorComercio exterior
Comercio exterior
albumina
 

Mais de albumina (18)

D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
 
D f c 0000
D f c 0000D f c 0000
D f c 0000
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
 
Analise de balancos resumo
Analise de balancos resumoAnalise de balancos resumo
Analise de balancos resumo
 
Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000
 
Teoria concursos
Teoria concursosTeoria concursos
Teoria concursos
 
Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000
 
Teoria
TeoriaTeoria
Teoria
 
Custos
CustosCustos
Custos
 
Doar 0000
Doar 0000Doar 0000
Doar 0000
 
Aula 001 finanças
Aula 001 finançasAula 001 finanças
Aula 001 finanças
 
Exel
ExelExel
Exel
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentos
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Estudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passarEstudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passar
 
Comercio exterior
Comercio exteriorComercio exterior
Comercio exterior
 

Último

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 

Último (20)

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 

Cco aula05 custos

  • 1. Anotações do Aluno uvb Aula Nº 5 – Custeio por Absorção Objetivos da aula: O Custeio por Absorção é muito importante para os contadores, pois as empresas são obrigadas a apresentar suas demonstrações para o “fisco” utilizando-se desse critério. O objetivo desta aula é reforçar alguns conceitos já vistos em aulas anteriores e familiarizar o aluno com o assunto e com os cálculos de rateio necessários para o processo de acumulação de custos. Tenha uma ótima aula! 1. Conceito O Custeio por Absorção consiste na apropriação de todos os custos (sejam eles fixos ou variáveis, diretos ou indiretos) à produção do período. Os gastos que não são efetuados para a produção (despesas) são excluídos; • a distinção principal no custeio por absorção é entre custos e despesas. Essa separação é importante porque as despesas são contabilizadas imediatamente contra o resultado do período; Aula 05 - Custeio Por Absorção • somente os custos relativos aos produtos vendidos terão o mesmo tratamento. A seguir, apresentaremos a importância da distinção entre custos e Custo Contábil despesas. Faculdade On-Line UVB 39
  • 2. Anotações do Aluno uvb 2. Importância da Distinção entre custos e despesas Suponhamos uma empresa que tenha fabricado 1.000 unidades de um determinado produto, incorrendo em custos de R$ 9.000 e despesas operacionais de R$ 3.000. Foram vendidas 800 unidades a R$ 20,00 cada. Dessas informações, concluímos: Custo Unitário Médio de Cada Produto Fabricado: R$ 9.000/1.000 unidades = R$ 9,00 /unidade. Assim, teremos a seguinte DRE para o período considerado: Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) Vendas (800 u. x R$ 20) R$ 16.000 (-) Custo dos Produtos Vendidos (800u. X R$ 9) (R$ 7.200) (=) Lucro Bruto R$ 8.800 (-) Despesas Operacionais (R$ 3.000) (=) Lucro Líquido R$ 5.800 3. Quanto à Legislação e aos Princípios Contábeis O Custeio por Absorção é o único aceito pelo Imposto de Renda do Brasil e pela Auditoria Externa, por atender aos seguintes princípios contábeis: • Princípio da Realização da Receita: Ocorre a realização da receita Aula 05 - Custeio Por Absorção quando da transferência do bem vendido para terceiros; • Princípio da Confrontação: As despesas devem ser reconhecidas à medida que são realizadas as receitas que ajudam a gerar (direta ou indiretamente); • Princípio da Competência: As despesas e receitas devem ser Custo Contábil reconhecidas nos períodos de sua competência, ou seja, no período em que ocorrer o seu fato gerador. Faculdade On-Line UVB 40
  • 3. Anotações do Aluno uvb 4. APURAÇÃO Os seguintes passos devem ser seguidos para a apuração do resultado do exercício: • Separação de custos e despesas; • Apropriação dos custos diretos e indiretos à produção realizada no período; • Apuração do custo dos produtos em elaboração; • Apuração do custo da produção acabada; • Apuração do custo dos produtos vendidos; • Apuração do resultado. Ex.: A empresa Alfa apurou, em determinado período, os seguintes Custos de Produção: Material Direto Matéria-Prima R$ 75.000 Embalagem R$ 10.000 Mão-de-Obra Direta Mão-de-Obra Direta R$ 50.000 Custos Indiretos de Fabricação (CIF) Materiais Indiretos R$ 24.750 Mão-de-Obra Indireta R$ 24.000 Energia Elétrica-fábrica R$ 10.000 Combustíveis R$ 1.350 Manutenção de Máquinas R$ 2.500 Aula 05 - Custeio Por Absorção Telefone da Fábrica R$ 4.550 Depreciação e Seguros (fábrica) R$ 4.250 IPTU R$ 2.250 Total R$ 210.000 Custo Contábil Exemplo • Como a empresa produziu 7.000 unidades de seu único produto, temos que: Faculdade On-Line UVB 41
  • 4. Anotações do Aluno uvb Custo Unitário Produção = R$ 210.000/7.000 unidades = R$ 30,00/unidade. • Como a empresa vendeu 5.000 dessas unidades, temos que: Custo dos Produtos Vendidos = 5.000 unidades x R$ 30,00 = R$ 150.000. • Ex.: Paralelamente, a empresa Alfa apurou as seguintes despesas no mesmo mês: Despesas Administrativas R$ 35.000 Despesas de Marketing R$ 22.000 Despesas de Vendas R$ 28.000 Outras Despesas Operacionais R$ 25.000 Total R$ 110.000 • Como o preço de venda de cada unidade foi de R$ 75,00, temos que: Receita de Vendas = 5.000 unidades x R$ 75,00 = R$ 375.000,00. Com base nesses dados, podemos montar a DRE da empresa: Demonstração do Resultado do Exercício Receita Líquida de Vendas R$ 375.000 (-) Custo dos Produtos Vendidos (R$ 150.000) (=) Lucro Bruto R$ 225.000 Aula 05 - Custeio Por Absorção (-) Despesas Operacionais (R$ 110.000) (=) Lucro Líquido R$ 115.000 5. Exercícios Custo Contábil Exercício 1 A empresa Sophia Hair produz um único produto (xampu de camomila), que é vendido, em média, por $ 9,50 cada unidade (preço líquido de tributos). Faculdade On-Line UVB 42
  • 5. Anotações do Aluno uvb Em determinado período, em que não houve estoques iniciais, produziu, integralmente, 14.000 unidades e incorreu nos seguintes custos e despesas Em R$ Supervisão geral da fábrica 17.000 Depreciação dos equipamentos de fábrica 10.000 Aluguel do galpão industrial 2.400 Administração geral da empresa 8.000 Material direto 2,00 por unidade Mão-de-obra direta 1,50 por unidade Energia elétrica consumida na produção 0,40 por unidade Comissão sobre vendas 0,75 por unidade Frete para entregar produtos vendidos 0,15 por unidade Considerando-se que, no final do período, havia 1.000 unidades do produto acabado em estoque e que não houve perdas, pede-se calcular: a) o Estoque Final dos produtos acabados. b) o Lucro (ou prejuízo) do período. Exercício 2 A Empresa Anchieta, produtora de cadernos em Mauá, em determinado período apresentou os seguintes dados: Em R$ 1. Estoque inicial de matéria-prima 5.000 2. Compra de matéria-prima 12.000 3. Despesas administrativas 2.000 4. Despesas financeiras 1.500 Aula 05 - Custeio Por Absorção 5. Despesas comerciais 2.500 6. Estoque inicial de produtos em processo 4.000 7. Mão-de-obra direta 10.000 8. Estoque final de produtos em processo 5.000 9. Custos indiretos de produção 8.000 Custo Contábil 10. Estoque final de matéria-prima 7.000 11. Estoque inicial de produtos acabados 6.000 12. Venda de 80% do total disponível de produtos acabados por R$ 40.000 Faculdade On-Line UVB 43
  • 6. Anotações do Aluno uvb Pede-se calcular: a) o Custo Total de Produção (CPP). b) o Custo da Produção Acabada (CPA). c) o Estoque Final de Produtos Acabados. d) o Custo dos Produtos Vendidos (CPV). e) o Lucro Bruto. f) o Lucro Antes do Imposto de Renda (LAIR). Exercício 3 A Cia. Porto Ferreira iniciou suas atividades no dia 02/01/X1. Em 31/12/X1, seu primeiro balancete de verificação era constituído pelas seguintes contas Em R$ 01. Caixa 1.200 02. Clientes 4.800 03. Estoque de matéria-prima 4.000 04. Equipamentos de produção 1.600 05. Depreciação acumulada de equipamentos de produção 240 06. Empréstimos de curto prazo obtido com encargos pré-fixados 2.800 07. Capital Social 10.040 08. Consumo de matéria-prima 5.400 09. Mão-de-obra direta (inclui encargos sociais) no período 4.800 10. Energia elétrica consumida na produção 630 11. Supervisão geral da produção 2.300 12. Manutenção preventiva de máquinas comuns de produção 400 13. Depreciação de equipamentos de produção 240 Aula 05 - Custeio Por Absorção 14. Despesas comerciais e administrativas da empresa no período 4.050 15. Despesas financeiras no período 160 16. Vendas de produtos acabados (PAC) 16.500 O tempo de produção requerido por unidade de produto é o seguinte: Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 44
  • 7. Anotações do Aluno uvb Com relação aos custos diretos, sabe-se que: • a matéria-prima é a mesma para todos os produtos, e o consumo se faz na mesma proporção: 1Kg de MP para cada unidade de produto acabado. • as habilidades e os salários dos operários são aproximadamente iguais para todos os produtos; • o consumo de energia elétrica é o mesmo em termos de kwh; por isso, seu custo é diretamente proporcional ao tempo de utilização das máquinas. Outros dados relativos ao ano de X1: Síntese Nesta aula, tratamos do Custeio por absorção, no qual todos os custos, diretos e indiretos, são absorvidos pelos produtos, seja pela mensuração dos custos diretos, seja pelo rateio dos custos indiretos. Na próxima aula, faremos a contabilização dos custos no custeio por absorção.Não falte! Aula 05 - Custeio Por Absorção Referências CREPALDI, Silvio Aparecido. Curso Básico de Contabilidade de Custos. Custo Contábil São Paulo: Atlas, 2005. LEONE, George S. G. Curso de Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas, 1997. Faculdade On-Line UVB 45
  • 8. Anotações do Aluno uvb MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2003. Aula 05 - Custeio Por Absorção Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 46