SlideShare uma empresa Scribd logo
AFC 2002 – Contabilidade Gerencial e de Custos

11) Entre as afirmativas seguintes apenas uma está incorreta:
a) A contabilidade gerencial tem por objetivo adaptar os procedimentos de apuração do
   resultado das empresas comerciais para as empresas industriais
b) A contabilidade de custos presta duas funções dentro da contabilidade gerencial,
   fornecendo os dados de custos para auxílio ao controle e para tomada de decisões.
c) Os custos de produção reúnem o custo do material direto, o custo da mão de obra e
   os demais custos indiretos de fabricação
d) O objetivo básico da contabilidade gerencial é o de fornecer à administração
   instrumentos que a auxiliem em suas funções gerenciais
e) O custo pode ser entendido como o gasto relativo a bem ou serviço utilizado na
   produção de outros bens ou serviços.

Comentários: A alternativa “a” é absurda já que a contabilidade de custos fornece
subsídios que auxiliam na tomada de decisões (contabilidade gerencial). É o que está
nas alternativas “d” e “b”. A alternativa “c” nos dá a definição de custo de produção (CP =
MD + MOD + CI)
A alternativa “e” relaciona gasto e custo. Há três tipos de gastos: custos, despesas e
investimentos., Gasto é gênero, custos despesas e investimentos são espécies.
Sobre o assunto, ver livro de contabilidade de custos a ser lançado breve neste “site”,
capítulo 1.
Resposta: letra A

12) A firma Indústria & Comércio de Coisas forneceu as Contador as seguintes
informações sobre um de seus processos de fabricação (em R$):

Estoque inicial de materiais                                      2.000
Estoque inicial de produtos em processo                           000
Estoque inicial de produtos em processo                           4.500
Compras de materiais                                              2.000
Mão de obra direta                                                5.000
Custos Indiretos de fabricação 70% da mão de obra direta
ICMS sobre compras e vendas                                       15%
IPI sobre compras                                                 alíquota zero
Preço de venda                                                    80
Estoque final de materiais                                        1.400
Estoque inicial de produtos acabados                              75 unidades
Produção completada                                               150 unidades
Produção iniciada                                                 200 unidades
Fase atual da produção                                            60%
Produção vendida                                                  100 unidades

Fazendo-se os cálculos corretos atinentes à produção acima exemplificada podemos
dizer que
a)   a margem de lucro sobre o preço líquido foi de 10%
b)   o lucro alcançado sobre as vendas foi de 1.400
c)   o lucro bruto alcançado sobre as vendas foi de 8.000
d)   o custo dos produtos vendidos foi de 6.000
e)   o custo dos produtos vendidos foi de 7.200

Comentários
Questão cheia de dados que para melhor visualização devem ser lançados em
razonetes. Entretanto, para resolução do problema precisamos de pouquíssimos destes
dados. Observe que a questão nos dá o estoque inicial de produtos acabado (R$ 4.500)
e o estoque inicial de produtos acabados (75 unidades). Com isto, temos o custo unitário
de R$ 60,00 (4.500/75). Como a produção vendida foi de 100 unidades, o custo de
produtos vendidos é de R$ 6.000 (60 X 100). Sobre o assunto, veja no livro de
contabilidade de custos, capítulo 4, custeio por absorção que explica como lançar os
dados em razonetes facilitando a resolução do problema.
Resposta: letra D

13) A fábrica de Sorvetes Spuma iniciando o período produtivo, adquiriu materiais no
valor de R$ 10.000, registrou as despesas de mão de obra direta à base de 60% dos
materiais consumidos, aplicou custos indiretos estimados em R$ 6.000 e realizou
despesas de R$ 3.000 com vendas.
No período, a fábrica vendeu 70% da produção, na qual usara 90% dos materiais
comprados. Sabendo-se que toda a produção iniciada foi concluída, podemos dizer que:
a) O custo de transformação foi de R$ 12.000
b) O custo por absorção foi de R$ 14.280
c) O custo primário foi de R$ 14.400
d) O custo do produto vendido foi de R$ 17.280
e) O custo total do período foi de R$ 20.400

Comentários: Outra questão que é melhor visualizada através de razonetes.
Analisemos cada um dos elementos dados:
Materiais: Adquiriu 10.000 e utilizou 90%, isto é, 9000
Mão de Obra Direta: Corresponde a 60% do material utilizado. Logo:
9.000 X 60% = 5.400
Custos Indiretos: Foram totalmente apropriados
Despesas: não é item da contabilidade de custos (custeio por absorção). Foi dado para
confundir.

O custo primário, por definição, é o Material Direto somado com a Mão de Obra Direta:
CP = 9.000 + 5.400 = 14.400
Na letra “a”, o custo de transformação é a soma da mão de obra direta com os custos
indiretos. No caso: 5.400 + 6.000 = 11.400
O custo de produção foi de: 9.000 + 5.400 + 6.000 = 20.400
O custo do produto vendido foi de 20.400 X 70% = 14.280
Observe que a questão tem duas respostas: custo primário, letra “c”, que é o que consta
do gabarito oficial e letra “e”, o custo total do período que pode ser definido como o total
de custos incorridos em uma fábrica em um determinado período. Questão passível de
recurso. O assunto se encontra no segundo capítulo do livro de contabilidade de custos:
Elementos formadores do custo que explica com detalhes materiais diretos, indiretos,
mão de obra, definições de custo de produção, de transformação etc, com numerosos
exercícios de concursos.
Respostas: letras C e E

14) O garoto Francisco de Assis largou o emprego para fazer um cursinho de
treinamento durante 60 dias corridos. A mensalidade será de R$ 130,00 mais apostilas
de R$ 35,00 e condução e alimentação de R$ 3,00 diários. O salário de Francisco no
emprego abandonado era de R4 180,00 mensais, com encargos de previdência de 11%.
Analisando-se gerencialmente a atitude de Francisco, com base exclusiva nos dados
fornecidos, verifica-se que nesses dois meses, haverá:
a) custo econômico de R$ 874,60
b) custo econômico de R$ 795,40
c) despesa efetiva de R$ 835,00
d) custo de oportunidade de R$ 475,00
e) custo de oportunidade de R$ 360,00

Comentários: O custo de oportunidade, de uma maneira simplificada, é quanto se
deixa de ganhar na troca de um empreendimento para outro.
Custo do cursinho: 260 (2 meses) + 35 (apostilas) + 180 (3X 60) = 475,00
No emprego, Francisco deixou de receber (em 2 meses) 360,00 (2 X 180) que é o custo
de oportunidade (Francisco está deixando de ganhar 360,00).
Resposta: letra e

15) A Industriazinha Ltda, adquiriu matérias-primas para serem utilizadas na fabricação
de seus produtos no mês de agosto, exigindo entrega em domicílio, mesmo que
onerosa. A nota fiscal dessa compra espelhou os seguintes dados:

Quantidade                                    500 unidades
Preço unitário                                R$ 8,00
IPI                                           10%
ICMS                                          17%
Despesas acessórias/frete                     R$ 240,00

No mês de agosto a empresa utilizou 60% desse material na produção. Os fretes não
sofreram tributação. Com base nas informações fornecidas e sabendo-se que a empresa
é contribuinte tanto do IPI como do ICMS, assinale o lançamento correto para
contabilizar a apropriação de matéria-prima ao produto (desconsiderar históricos).

   a)Produtos em Processo
   a Matéria Prima                              1.896,00
b)Produtos Acabados
   a Matéria Prima                             1.896,00

   c) Produtos em Processo
      a Matéria Prima                          2.376,00

   d) Produtos em Processo
      a Matéria Prima                          2.136,00

   e) Produtos Acabados
      a Matéria Prima                          2.136,00

Comentários: Como foram comprados 500 unidades ao preço unitário de R$ 8,00, o
custo total foi de R$ 4.000 (500 X 8). Assim temos:

Preço                                        4.000
(-) ICMS (4.000 X 17%)                       (680)
(=) Custo da MP antes do frete               3.320
(+) Frete                                    240
(=) Custo da MP                              3.560
(X) % utilizada na produção                  60%
(=) Valor apropriado                         2.136

Observações
1 – Normalmente o frete é somado ao custo da matéria prima, compondo a base de
cálculo dos tributos porém, o problema afirma que os fretes não sofreram tributação
2 – O IPI não está “embutido” nos R$ 4.000, assim não entra no cálculo
3 – Sobre o assunto, capítulo 2 do livro de contabilidade de custos
Resposta: letra d

16) Na relação de custos abaixo estão incluídos todos os gastos gerais de fabricação do
segundo trimestre de 2002 ocorridos na empresa Comércio & Indústria Ltda.

Seguro contra incêndio incorrido             R$ 2.100,00
Imposto predial                              R$ 2.400,00
Iluminação do prédio                         R$ 2.100,00
Depreciação do edifício                      R$ 2.400,00
Mão de Obra Direta                           R$ 2.400,00
Mão de Obra indireta                         R$ 2.100,00
Encargos sociais do período                  R$ 0,00

Com base nas informações acima, pode-se dizer que o valor dos gastos gerais de
fabricação na conta Produtos em Processo foi de (em R$):
a) 9.000,00
b) 9.900,00
c) 11.100,00
d) 12.000,00
e) 13.500,00


Comentários: Nesta problema, basta separarmos os custos indiretos:
Seguro contra incêndio                        2.100
Imposto predial                               2.400
Iluminação do prédio                          2.100
Depreciação do edifício                       2.400
Mão de Obra Indireta                          2.100
Total                                         11.100

Observações:
1 – Mão de Obra Direta é custo direto
2 – Sobre o assunto, no livro de contabilidade de custos é explicado detalhadamente a
diferença entre os custos diretos e indiretos (capítulo 1) com numerosos exercícios de
concursos.

Resposta: letra c

17) A empresa Fabricante S/A produz os itens Alfa, Beta e Delta. O custo a ratear entre
os três produtos totaliza R$ 36.000,00. O rateio é baseado nas horas-máquina (hm)
trabalhadas para cada um deles.
Com o consumo de 120, 240 e 360 hm para cada tipo de produto, respectivamente, foi
concluída a produção de 300 unidades, em quantidades rigorosamente iguais de Alfa,
Beta e Delta. O custo direto unitário também foi o mesmo para cada tipo de produto, ou
seja, R$ 250,00. Com base nessas informações, pode-se afirmar que:

a)   o custo unitário de Delta foi de R$ 250,00
b)   o custo unitário de Alfa foi de R$ 310,00
c)   o custo unitário de cada um dos três produtos foi de R$ 370,00
d)   o custo unitário de Beta foi de R$ 430,00
e)   o custo total do período foi de R$ 36.000

Comentários
O custo da hora-máquina é de R$ 50,00 (36.000/720)
Custo Indireto:  De Alfa = 6.000 (50 X 120)
                 De Beta = 12.000 (50 X 240)
                 De Delta = 18.000 (50 X 360)

O custo total unitário (CTU) = Custo Direto + Custo Indireto.
No problema foram produzidos 100 unidades de cada produto. O custo unitário indireto
de Alfa é de 60,00 (6.000/100), de Beta, 120,00 (12.000/100) e de Delta, 180,00
(18.000/100). Logo:
CTU de Alfa: 60,00 + 250,00 = 310,00
CTU de Beta: 120,00 + 250,00 = 370,00
CTU de Delta: 180,00 + 250,00 = 430,00

Observação: Sobre o assunto, capítulo 4 do livro de contabilidade de custos onde são
demonstrados os critérios de rateio.
Resposta: letra B

18) Nas opções abaixo, assinale a afirmativa correta:
a) o custeamento por ordem de produção ocorre quando a empresa programa sua
   atividade produtiva a partir de encomendas específicas caracterizando uma produção
   contínua
b) A grande desvantagem da análise do ponto de equilíbrio está na sua complexidade.
   Dificulta os estudos de viabilidade econômica para avaliar empreendimentos
   potenciais.
c) O custeio por absorção é um processo cujo objetivo é ratear todos os elementos
   variáveis do custo em cada fase de produção.
d) Custo-Padrão é um custo estabelecido pela empresa como meta para os produtos de
   sua linha de fabricação e se divide nos tipos: estimado, convencional e corrente
e) O sistema ABC é um sistema de custeio baseado nas atividades que a empresa
   realiza no processo de fabricação, caracterizando uma forma analítica de ratear
   custos indiretos aos produtos.

Comentários:
Letra A – Incorreta. O custeamento por ordem não é contínua
Letra B – Incorreta. O cálculo do ponto de equilíbrio é simples bastando aplicar fórmulas
e é uma grande ferramenta para avaliar empreendimentos.
Letra C – Incorreta. No custeio por absorção são rateados todos os custos do período
sejam eles fixos, variáveis, diretos ou indiretos.
Letra D – Incorreta. O Custo Padrão é uma estimativa de custo e pode ser corrente,
estimado ou real.
Letra E. Correta. O rateio dos custos indiretos no sistema ABC é feito por atividade
(neste sistema também é possível fazer o rateio de despesas por atividade).

Observações - No livro de contabilidade de custos:
- Tipos de custeamento: capítulo 4
- Cálculo do ponto de equilíbrio: capítulo 6
- Diferenças entre custeio por absorção e custeio direto: capítulo 5
- Custo Padrão: capítulo 9 (todo dedicado a este sistema)
- Custeio ABC: capítulo 7 (todo dedicado a este sistema)
Resposta: letra e

19) A empresa Ferraço S/A fabrica canivetes e registra na contabilidade todos os custos
por valores padrão, controlando as variações do custo efetivo em contas específicas,
encerradas ao fim de cada período mensal. Em outubro o custo padrão unitário foi
estabelecido em:

Material direto                            R$ 50,00
Mão de obra direta                         R$ 40,00
Custos indiretos                           R$ 35,00

No mês de referência forma produzidos dois mil canivetes e vendidos um mil e
seiscentos, ao preço unitário de R$ 160,00, com tributação de IPI a 10% e ICMS a 12%.
Em 31 de outubro foram apurados os seguintes custos realmente praticados no período:


Material direto                            R$ 102.000,00
Mão de obra direta                         R$ 77.500,00
Custos indiretos                           R$ 75.000,00

Assinale o lançamento que contabiliza corretamente o encerramento das variações entre
o custo real e o custo padrão no mês de outubro a partir dos dados exemplificados (o
histórico foi omitido)

     a)       Diversos
     a Diversos
     Custo do Produto Vendido   3.600
     Produto Acabado            900
     Variação de Mão de Obra    2.500                            7.000
     Direta
     a Variação de Material     2.000
     Direto
     a Variação de Custos       5.000                            7.000
     Indiretos

b)
       c)     Diversos
       a Diversos
       Variação de Material       2.000
       Direto
       Variação de Custos         5.000                           7.000
       Indiretos
       a Custo do Produto         3.600
       Vendido
       a Produto Acabado          900
       a Variação de Mão de       2.500                           7.000
       Obra Direta
d)       Diversos
  a Diversos
  Produtos Acabados           4.500
  Variação de Mão de Obra     2.500                             7.000
  Direta
  a Variação de Material      2.000
  Direto
  a Variação de Custos        5.000                             7.000
  Indiretos




   e)       Diversos
   a diversos
   Custo do Produto Vendido   4.500
   Variação de Mão de Obra    2.500                             7.000
   Direta
   a Variação de Material     2.000
   Direto
   a Variação de Custos       5.000                             7.000
   Indiretos


   f)       Diversos
   a Diversos
   Custo do Produto Vendido   5.100
   Produto Acabado            1.900                              7.000
   a Variação de Mão de       2.500
   Obra Direta
   a Variação de Material     2.000
   Direto
   a Variação de Custos       2.500                              7.000
   Indiretos


Comentários: Inicialmente vamos calcular todos os custos pelo custeio padrão e
depois pelo real comparando os resultados. Melhor visualização desta questão através
de razonetes. Usaremos as seguintes notações:
CT – Custo Total
CTU – Custo total unitário ou Custo médio
MP – Matéria Prima
MOD – Mão de Obra Direta
CI – Custo Indireto
Padrão:

CTU = 125,00. Logo CT = 125 X 2.000 = 25.000

MP = 50 X 2.000 = 100.000
MOD = 40 X 2.000 = 80.000
CI =      5 X 2.000 = 70.000
Total......................... 250.000

Real:

Total = 102.000 + 77.500 + 75.000 = 254.500

Custos Unitários:
MD = 102.000/2.000 = 51
MOD = 77.500/2.000 = 38,75
CI = 75.000/2.000 = 37,5

CTU = 51 + 38,75 + 37,5 = 127,25



Variações:

CPV (custo dos produtos vendidos)
125 X 1.600 =    2.000 (P)
127.25 X 1.600 = 203.600 (R)
Variação          3.600

MOD
80.000 – 77.500 = 2.500

Produto Acabado
127,25 X 400 = 50.900 (R )
125 X 400    = 50.000(P)
Variação       900

MD
51 X 2.000 = 102.000 (R )
50 X 2.000 = 100.000 (P)
Variação       2.000

CI 70.000 (P) – 75.000 (R ) = 50.000 (Variação)
Através de razonetes visualizamos facilmente quais as contas que deverão ser
debitadas e creditadas (abrir razonetes para o padrão e real)

Resposta Letra a
20) A Cia Roupas de Festa coloca no mercado seu produto principal ao preço unitário de
R$ 86,75 isento de IPI, mas com ICMS de 17%. O custo variável nessa produção
alcança R$ 54,00.
A Cia está conseguindo vender 1.200 peças mensais, mas com isto não tem obtido
lucros, apenas tem alcançado o ponto de equilíbrio.
A firma acaba de obter uma redução de R$ 9,00 por unidade fabricada no custo da mão
de obra direta mas só conseguirá reduzir o preço de venda para R$ 79,52.
Se esta empresa produzir e vender no mesmo mês duas mil unidades de seu produto
nas condições especificadas, podemos dizer que obterá um lucro bruto de (em R$):
a) 2.400
b) 20.400
c) 21.600
d) 29.440
e) 42.000

Comentários Inicialmente vamos calcular os custos variáveis (CV) e custos fixos (CF)
e depois implementar a nova condição (redução do custo variável com aumento das
vendas)



86,75 – 17% = 72,00
CV = 54 X 1.200 = 64.800
CF = 18 X 1200 = 21.600

79,52 – 17% = 66,00
66,00 X 2.000 = 132.000

Nova situação:

CV = 54 – 9 = 45,00

    CVT = 45 X 2.000 ........90.000
(+) CF.................................21.600
(=) CT...............................111.600

Lucro = 132.000 – 111.600 = 20.400

Resposta: letra b
Questoes respondidas custos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Material aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custosMaterial aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custos
Rafhael Sena
 
Análise das Demonstrações Financeiras
Análise das Demonstrações FinanceirasAnálise das Demonstrações Financeiras
Análise das Demonstrações Financeiras
Milton Henrique do Couto Neto
 
Contabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosContabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidos
razonetecontabil
 
DRE
DREDRE
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
Danilo Pereira
 
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de VendaEntendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Wandick Rocha de Aquino
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
simuladocontabil
 
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucaoExercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
capitulocontabil
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
Milton Henrique do Couto Neto
 
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesCaderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Daniel Itabaiana
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
contacontabil
 
Contabilidade conceitos básicos
Contabilidade   conceitos básicosContabilidade   conceitos básicos
Contabilidade conceitos básicos
Celso Frederico Lago
 
Exercicios contabilidade da dre
Exercicios contabilidade  da dreExercicios contabilidade  da dre
Exercicios contabilidade da dre
capitulocontabil
 
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalAula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Reginaldo Santana
 
Fluxo de Caixa: teoria e prática
Fluxo de Caixa: teoria e práticaFluxo de Caixa: teoria e prática
Fluxo de Caixa: teoria e prática
Elmano Cavalcanti
 
Contabilidade introdutória livro exercícios
Contabilidade introdutória   livro exercíciosContabilidade introdutória   livro exercícios
Contabilidade introdutória livro exercícios
Paulo Amorim
 
Aula 1 - Contabilidade Societária
Aula 1 - Contabilidade Societária Aula 1 - Contabilidade Societária
Aula 1 - Contabilidade Societária
Souza Neto
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exercicios
admcontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 11 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 11 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 11 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 11 cathedra
cathedracontabil
 
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de PagamentoCálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Eliseu Fortolan
 

Mais procurados (20)

Material aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custosMaterial aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custos
 
Análise das Demonstrações Financeiras
Análise das Demonstrações FinanceirasAnálise das Demonstrações Financeiras
Análise das Demonstrações Financeiras
 
Contabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidosContabilidade razonetes resolvidos
Contabilidade razonetes resolvidos
 
DRE
DREDRE
DRE
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de VendaEntendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
 
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucaoExercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
 
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
60 Exercícios Resolvidos de Administração Financeira para Concursos
 
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesCaderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
 
Contabilidade conceitos básicos
Contabilidade   conceitos básicosContabilidade   conceitos básicos
Contabilidade conceitos básicos
 
Exercicios contabilidade da dre
Exercicios contabilidade  da dreExercicios contabilidade  da dre
Exercicios contabilidade da dre
 
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalAula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
 
Fluxo de Caixa: teoria e prática
Fluxo de Caixa: teoria e práticaFluxo de Caixa: teoria e prática
Fluxo de Caixa: teoria e prática
 
Contabilidade introdutória livro exercícios
Contabilidade introdutória   livro exercíciosContabilidade introdutória   livro exercícios
Contabilidade introdutória livro exercícios
 
Aula 1 - Contabilidade Societária
Aula 1 - Contabilidade Societária Aula 1 - Contabilidade Societária
Aula 1 - Contabilidade Societária
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exercicios
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 11 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 11 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 11 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 11 cathedra
 
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de PagamentoCálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
 

Semelhante a Questoes respondidas custos

Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custosExercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
simuladocontabil
 
Classifique os custos 11
Classifique os custos 11Classifique os custos 11
Classifique os custos 11
razonetecontabil
 
Exercicio custos un1
Exercicio custos un1Exercicio custos un1
Exercicio custos un1
zeramento contabil
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de CustosTurma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Marta Chaves
 
Exerc res
Exerc resExerc res
Cc exercicios revisão
Cc exercicios revisãoCc exercicios revisão
Cc exercicios revisão
simuladocontabil
 
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-201152972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
Raquel Rocha
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
contacontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
cathedracontabil
 
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Cadernos PPT
 
Trabalho Conjuntos e Equivalentes - custos
Trabalho Conjuntos e Equivalentes - custosTrabalho Conjuntos e Equivalentes - custos
Trabalho Conjuntos e Equivalentes - custos
Diogo FN
 
Werneckcontcustoexer
WerneckcontcustoexerWerneckcontcustoexer
Werneckcontcustoexer
Kezia Suely
 
Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03
capitulocontabil
 
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
zeramento contabil
 
Cco aula06 custos
Cco aula06 custosCco aula06 custos
Cco aula06 custos
albumina
 
Apostila custos industriais
Apostila custos industriais Apostila custos industriais
Apostila custos industriais
Emerson Tranquilino
 
Unidade iv contabilidade de custos
Unidade iv   contabilidade de custosUnidade iv   contabilidade de custos
Unidade iv contabilidade de custos
custos contabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
contacontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
cathedracontabil
 
Gestão industrial
Gestão industrialGestão industrial
Gestão industrial
Alexandra Da Luz
 

Semelhante a Questoes respondidas custos (20)

Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custosExercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
 
Classifique os custos 11
Classifique os custos 11Classifique os custos 11
Classifique os custos 11
 
Exercicio custos un1
Exercicio custos un1Exercicio custos un1
Exercicio custos un1
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de CustosTurma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
 
Exerc res
Exerc resExerc res
Exerc res
 
Cc exercicios revisão
Cc exercicios revisãoCc exercicios revisão
Cc exercicios revisão
 
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-201152972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
 
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
 
Trabalho Conjuntos e Equivalentes - custos
Trabalho Conjuntos e Equivalentes - custosTrabalho Conjuntos e Equivalentes - custos
Trabalho Conjuntos e Equivalentes - custos
 
Werneckcontcustoexer
WerneckcontcustoexerWerneckcontcustoexer
Werneckcontcustoexer
 
Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03
 
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
Apostila contab custos_5o_per_2b_2009
 
Cco aula06 custos
Cco aula06 custosCco aula06 custos
Cco aula06 custos
 
Apostila custos industriais
Apostila custos industriais Apostila custos industriais
Apostila custos industriais
 
Unidade iv contabilidade de custos
Unidade iv   contabilidade de custosUnidade iv   contabilidade de custos
Unidade iv contabilidade de custos
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 02 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02 cathedra icms-rj
 
Gestão industrial
Gestão industrialGestão industrial
Gestão industrial
 

Mais de simuladocontabil

Contabilidade decifrada 10
Contabilidade decifrada 10Contabilidade decifrada 10
Contabilidade decifrada 10
simuladocontabil
 
Cb atividade1
Cb atividade1Cb atividade1
Cb atividade1
simuladocontabil
 
Dos produtos vendidos (cpv)
Dos produtos vendidos (cpv)Dos produtos vendidos (cpv)
Dos produtos vendidos (cpv)
simuladocontabil
 
Matematica rm triangulo retangulo
Matematica rm triangulo retanguloMatematica rm triangulo retangulo
Matematica rm triangulo retangulo
simuladocontabil
 
Gp impactos
Gp impactosGp impactos
Gp impactos
simuladocontabil
 
Contabilidade decifrada 05
Contabilidade decifrada 05Contabilidade decifrada 05
Contabilidade decifrada 05
simuladocontabil
 
Contabilidade basica peps ueps
Contabilidade basica peps uepsContabilidade basica peps ueps
Contabilidade basica peps ueps
simuladocontabil
 
Cetec ensino médio
Cetec ensino médioCetec ensino médio
Cetec ensino médio
simuladocontabil
 
Pfc tabela comparativa
Pfc tabela comparativaPfc tabela comparativa
Pfc tabela comparativa
simuladocontabil
 
Avaliação do ativo e passivo estoques
Avaliação do ativo e passivo estoquesAvaliação do ativo e passivo estoques
Avaliação do ativo e passivo estoques
simuladocontabil
 
Indices
IndicesIndices
Resumo ativo
Resumo ativoResumo ativo
Resumo ativo
simuladocontabil
 
Principios de contabilidade
Principios de contabilidadePrincipios de contabilidade
Principios de contabilidade
simuladocontabil
 
Patrimonio
PatrimonioPatrimonio
Patrimonio
simuladocontabil
 
Contabilidade decifrada 15
Contabilidade decifrada 15Contabilidade decifrada 15
Contabilidade decifrada 15
simuladocontabil
 
Ganhos e perdas
Ganhos e perdasGanhos e perdas
Ganhos e perdas
simuladocontabil
 
Apostila etec pfo
Apostila etec   pfoApostila etec   pfo
Apostila etec pfo
simuladocontabil
 
Contabilidade decifrada 09
Contabilidade decifrada 09Contabilidade decifrada 09
Contabilidade decifrada 09
simuladocontabil
 
Custo das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidasCusto das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidas
simuladocontabil
 
Encerramento do exercicio
Encerramento do exercicioEncerramento do exercicio
Encerramento do exercicio
simuladocontabil
 

Mais de simuladocontabil (20)

Contabilidade decifrada 10
Contabilidade decifrada 10Contabilidade decifrada 10
Contabilidade decifrada 10
 
Cb atividade1
Cb atividade1Cb atividade1
Cb atividade1
 
Dos produtos vendidos (cpv)
Dos produtos vendidos (cpv)Dos produtos vendidos (cpv)
Dos produtos vendidos (cpv)
 
Matematica rm triangulo retangulo
Matematica rm triangulo retanguloMatematica rm triangulo retangulo
Matematica rm triangulo retangulo
 
Gp impactos
Gp impactosGp impactos
Gp impactos
 
Contabilidade decifrada 05
Contabilidade decifrada 05Contabilidade decifrada 05
Contabilidade decifrada 05
 
Contabilidade basica peps ueps
Contabilidade basica peps uepsContabilidade basica peps ueps
Contabilidade basica peps ueps
 
Cetec ensino médio
Cetec ensino médioCetec ensino médio
Cetec ensino médio
 
Pfc tabela comparativa
Pfc tabela comparativaPfc tabela comparativa
Pfc tabela comparativa
 
Avaliação do ativo e passivo estoques
Avaliação do ativo e passivo estoquesAvaliação do ativo e passivo estoques
Avaliação do ativo e passivo estoques
 
Indices
IndicesIndices
Indices
 
Resumo ativo
Resumo ativoResumo ativo
Resumo ativo
 
Principios de contabilidade
Principios de contabilidadePrincipios de contabilidade
Principios de contabilidade
 
Patrimonio
PatrimonioPatrimonio
Patrimonio
 
Contabilidade decifrada 15
Contabilidade decifrada 15Contabilidade decifrada 15
Contabilidade decifrada 15
 
Ganhos e perdas
Ganhos e perdasGanhos e perdas
Ganhos e perdas
 
Apostila etec pfo
Apostila etec   pfoApostila etec   pfo
Apostila etec pfo
 
Contabilidade decifrada 09
Contabilidade decifrada 09Contabilidade decifrada 09
Contabilidade decifrada 09
 
Custo das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidasCusto das mercadoria vendidas
Custo das mercadoria vendidas
 
Encerramento do exercicio
Encerramento do exercicioEncerramento do exercicio
Encerramento do exercicio
 

Questoes respondidas custos

  • 1. AFC 2002 – Contabilidade Gerencial e de Custos 11) Entre as afirmativas seguintes apenas uma está incorreta: a) A contabilidade gerencial tem por objetivo adaptar os procedimentos de apuração do resultado das empresas comerciais para as empresas industriais b) A contabilidade de custos presta duas funções dentro da contabilidade gerencial, fornecendo os dados de custos para auxílio ao controle e para tomada de decisões. c) Os custos de produção reúnem o custo do material direto, o custo da mão de obra e os demais custos indiretos de fabricação d) O objetivo básico da contabilidade gerencial é o de fornecer à administração instrumentos que a auxiliem em suas funções gerenciais e) O custo pode ser entendido como o gasto relativo a bem ou serviço utilizado na produção de outros bens ou serviços. Comentários: A alternativa “a” é absurda já que a contabilidade de custos fornece subsídios que auxiliam na tomada de decisões (contabilidade gerencial). É o que está nas alternativas “d” e “b”. A alternativa “c” nos dá a definição de custo de produção (CP = MD + MOD + CI) A alternativa “e” relaciona gasto e custo. Há três tipos de gastos: custos, despesas e investimentos., Gasto é gênero, custos despesas e investimentos são espécies. Sobre o assunto, ver livro de contabilidade de custos a ser lançado breve neste “site”, capítulo 1. Resposta: letra A 12) A firma Indústria & Comércio de Coisas forneceu as Contador as seguintes informações sobre um de seus processos de fabricação (em R$): Estoque inicial de materiais 2.000 Estoque inicial de produtos em processo 000 Estoque inicial de produtos em processo 4.500 Compras de materiais 2.000 Mão de obra direta 5.000 Custos Indiretos de fabricação 70% da mão de obra direta ICMS sobre compras e vendas 15% IPI sobre compras alíquota zero Preço de venda 80 Estoque final de materiais 1.400 Estoque inicial de produtos acabados 75 unidades Produção completada 150 unidades Produção iniciada 200 unidades Fase atual da produção 60% Produção vendida 100 unidades Fazendo-se os cálculos corretos atinentes à produção acima exemplificada podemos dizer que
  • 2. a) a margem de lucro sobre o preço líquido foi de 10% b) o lucro alcançado sobre as vendas foi de 1.400 c) o lucro bruto alcançado sobre as vendas foi de 8.000 d) o custo dos produtos vendidos foi de 6.000 e) o custo dos produtos vendidos foi de 7.200 Comentários Questão cheia de dados que para melhor visualização devem ser lançados em razonetes. Entretanto, para resolução do problema precisamos de pouquíssimos destes dados. Observe que a questão nos dá o estoque inicial de produtos acabado (R$ 4.500) e o estoque inicial de produtos acabados (75 unidades). Com isto, temos o custo unitário de R$ 60,00 (4.500/75). Como a produção vendida foi de 100 unidades, o custo de produtos vendidos é de R$ 6.000 (60 X 100). Sobre o assunto, veja no livro de contabilidade de custos, capítulo 4, custeio por absorção que explica como lançar os dados em razonetes facilitando a resolução do problema. Resposta: letra D 13) A fábrica de Sorvetes Spuma iniciando o período produtivo, adquiriu materiais no valor de R$ 10.000, registrou as despesas de mão de obra direta à base de 60% dos materiais consumidos, aplicou custos indiretos estimados em R$ 6.000 e realizou despesas de R$ 3.000 com vendas. No período, a fábrica vendeu 70% da produção, na qual usara 90% dos materiais comprados. Sabendo-se que toda a produção iniciada foi concluída, podemos dizer que: a) O custo de transformação foi de R$ 12.000 b) O custo por absorção foi de R$ 14.280 c) O custo primário foi de R$ 14.400 d) O custo do produto vendido foi de R$ 17.280 e) O custo total do período foi de R$ 20.400 Comentários: Outra questão que é melhor visualizada através de razonetes. Analisemos cada um dos elementos dados: Materiais: Adquiriu 10.000 e utilizou 90%, isto é, 9000 Mão de Obra Direta: Corresponde a 60% do material utilizado. Logo: 9.000 X 60% = 5.400 Custos Indiretos: Foram totalmente apropriados Despesas: não é item da contabilidade de custos (custeio por absorção). Foi dado para confundir. O custo primário, por definição, é o Material Direto somado com a Mão de Obra Direta: CP = 9.000 + 5.400 = 14.400 Na letra “a”, o custo de transformação é a soma da mão de obra direta com os custos indiretos. No caso: 5.400 + 6.000 = 11.400 O custo de produção foi de: 9.000 + 5.400 + 6.000 = 20.400 O custo do produto vendido foi de 20.400 X 70% = 14.280
  • 3. Observe que a questão tem duas respostas: custo primário, letra “c”, que é o que consta do gabarito oficial e letra “e”, o custo total do período que pode ser definido como o total de custos incorridos em uma fábrica em um determinado período. Questão passível de recurso. O assunto se encontra no segundo capítulo do livro de contabilidade de custos: Elementos formadores do custo que explica com detalhes materiais diretos, indiretos, mão de obra, definições de custo de produção, de transformação etc, com numerosos exercícios de concursos. Respostas: letras C e E 14) O garoto Francisco de Assis largou o emprego para fazer um cursinho de treinamento durante 60 dias corridos. A mensalidade será de R$ 130,00 mais apostilas de R$ 35,00 e condução e alimentação de R$ 3,00 diários. O salário de Francisco no emprego abandonado era de R4 180,00 mensais, com encargos de previdência de 11%. Analisando-se gerencialmente a atitude de Francisco, com base exclusiva nos dados fornecidos, verifica-se que nesses dois meses, haverá: a) custo econômico de R$ 874,60 b) custo econômico de R$ 795,40 c) despesa efetiva de R$ 835,00 d) custo de oportunidade de R$ 475,00 e) custo de oportunidade de R$ 360,00 Comentários: O custo de oportunidade, de uma maneira simplificada, é quanto se deixa de ganhar na troca de um empreendimento para outro. Custo do cursinho: 260 (2 meses) + 35 (apostilas) + 180 (3X 60) = 475,00 No emprego, Francisco deixou de receber (em 2 meses) 360,00 (2 X 180) que é o custo de oportunidade (Francisco está deixando de ganhar 360,00). Resposta: letra e 15) A Industriazinha Ltda, adquiriu matérias-primas para serem utilizadas na fabricação de seus produtos no mês de agosto, exigindo entrega em domicílio, mesmo que onerosa. A nota fiscal dessa compra espelhou os seguintes dados: Quantidade 500 unidades Preço unitário R$ 8,00 IPI 10% ICMS 17% Despesas acessórias/frete R$ 240,00 No mês de agosto a empresa utilizou 60% desse material na produção. Os fretes não sofreram tributação. Com base nas informações fornecidas e sabendo-se que a empresa é contribuinte tanto do IPI como do ICMS, assinale o lançamento correto para contabilizar a apropriação de matéria-prima ao produto (desconsiderar históricos). a)Produtos em Processo a Matéria Prima 1.896,00
  • 4. b)Produtos Acabados a Matéria Prima 1.896,00 c) Produtos em Processo a Matéria Prima 2.376,00 d) Produtos em Processo a Matéria Prima 2.136,00 e) Produtos Acabados a Matéria Prima 2.136,00 Comentários: Como foram comprados 500 unidades ao preço unitário de R$ 8,00, o custo total foi de R$ 4.000 (500 X 8). Assim temos: Preço 4.000 (-) ICMS (4.000 X 17%) (680) (=) Custo da MP antes do frete 3.320 (+) Frete 240 (=) Custo da MP 3.560 (X) % utilizada na produção 60% (=) Valor apropriado 2.136 Observações 1 – Normalmente o frete é somado ao custo da matéria prima, compondo a base de cálculo dos tributos porém, o problema afirma que os fretes não sofreram tributação 2 – O IPI não está “embutido” nos R$ 4.000, assim não entra no cálculo 3 – Sobre o assunto, capítulo 2 do livro de contabilidade de custos Resposta: letra d 16) Na relação de custos abaixo estão incluídos todos os gastos gerais de fabricação do segundo trimestre de 2002 ocorridos na empresa Comércio & Indústria Ltda. Seguro contra incêndio incorrido R$ 2.100,00 Imposto predial R$ 2.400,00 Iluminação do prédio R$ 2.100,00 Depreciação do edifício R$ 2.400,00 Mão de Obra Direta R$ 2.400,00 Mão de Obra indireta R$ 2.100,00 Encargos sociais do período R$ 0,00 Com base nas informações acima, pode-se dizer que o valor dos gastos gerais de fabricação na conta Produtos em Processo foi de (em R$): a) 9.000,00 b) 9.900,00 c) 11.100,00
  • 5. d) 12.000,00 e) 13.500,00 Comentários: Nesta problema, basta separarmos os custos indiretos: Seguro contra incêndio 2.100 Imposto predial 2.400 Iluminação do prédio 2.100 Depreciação do edifício 2.400 Mão de Obra Indireta 2.100 Total 11.100 Observações: 1 – Mão de Obra Direta é custo direto 2 – Sobre o assunto, no livro de contabilidade de custos é explicado detalhadamente a diferença entre os custos diretos e indiretos (capítulo 1) com numerosos exercícios de concursos. Resposta: letra c 17) A empresa Fabricante S/A produz os itens Alfa, Beta e Delta. O custo a ratear entre os três produtos totaliza R$ 36.000,00. O rateio é baseado nas horas-máquina (hm) trabalhadas para cada um deles. Com o consumo de 120, 240 e 360 hm para cada tipo de produto, respectivamente, foi concluída a produção de 300 unidades, em quantidades rigorosamente iguais de Alfa, Beta e Delta. O custo direto unitário também foi o mesmo para cada tipo de produto, ou seja, R$ 250,00. Com base nessas informações, pode-se afirmar que: a) o custo unitário de Delta foi de R$ 250,00 b) o custo unitário de Alfa foi de R$ 310,00 c) o custo unitário de cada um dos três produtos foi de R$ 370,00 d) o custo unitário de Beta foi de R$ 430,00 e) o custo total do período foi de R$ 36.000 Comentários O custo da hora-máquina é de R$ 50,00 (36.000/720) Custo Indireto: De Alfa = 6.000 (50 X 120) De Beta = 12.000 (50 X 240) De Delta = 18.000 (50 X 360) O custo total unitário (CTU) = Custo Direto + Custo Indireto. No problema foram produzidos 100 unidades de cada produto. O custo unitário indireto de Alfa é de 60,00 (6.000/100), de Beta, 120,00 (12.000/100) e de Delta, 180,00 (18.000/100). Logo:
  • 6. CTU de Alfa: 60,00 + 250,00 = 310,00 CTU de Beta: 120,00 + 250,00 = 370,00 CTU de Delta: 180,00 + 250,00 = 430,00 Observação: Sobre o assunto, capítulo 4 do livro de contabilidade de custos onde são demonstrados os critérios de rateio. Resposta: letra B 18) Nas opções abaixo, assinale a afirmativa correta: a) o custeamento por ordem de produção ocorre quando a empresa programa sua atividade produtiva a partir de encomendas específicas caracterizando uma produção contínua b) A grande desvantagem da análise do ponto de equilíbrio está na sua complexidade. Dificulta os estudos de viabilidade econômica para avaliar empreendimentos potenciais. c) O custeio por absorção é um processo cujo objetivo é ratear todos os elementos variáveis do custo em cada fase de produção. d) Custo-Padrão é um custo estabelecido pela empresa como meta para os produtos de sua linha de fabricação e se divide nos tipos: estimado, convencional e corrente e) O sistema ABC é um sistema de custeio baseado nas atividades que a empresa realiza no processo de fabricação, caracterizando uma forma analítica de ratear custos indiretos aos produtos. Comentários: Letra A – Incorreta. O custeamento por ordem não é contínua Letra B – Incorreta. O cálculo do ponto de equilíbrio é simples bastando aplicar fórmulas e é uma grande ferramenta para avaliar empreendimentos. Letra C – Incorreta. No custeio por absorção são rateados todos os custos do período sejam eles fixos, variáveis, diretos ou indiretos. Letra D – Incorreta. O Custo Padrão é uma estimativa de custo e pode ser corrente, estimado ou real. Letra E. Correta. O rateio dos custos indiretos no sistema ABC é feito por atividade (neste sistema também é possível fazer o rateio de despesas por atividade). Observações - No livro de contabilidade de custos: - Tipos de custeamento: capítulo 4 - Cálculo do ponto de equilíbrio: capítulo 6 - Diferenças entre custeio por absorção e custeio direto: capítulo 5 - Custo Padrão: capítulo 9 (todo dedicado a este sistema) - Custeio ABC: capítulo 7 (todo dedicado a este sistema) Resposta: letra e 19) A empresa Ferraço S/A fabrica canivetes e registra na contabilidade todos os custos por valores padrão, controlando as variações do custo efetivo em contas específicas,
  • 7. encerradas ao fim de cada período mensal. Em outubro o custo padrão unitário foi estabelecido em: Material direto R$ 50,00 Mão de obra direta R$ 40,00 Custos indiretos R$ 35,00 No mês de referência forma produzidos dois mil canivetes e vendidos um mil e seiscentos, ao preço unitário de R$ 160,00, com tributação de IPI a 10% e ICMS a 12%. Em 31 de outubro foram apurados os seguintes custos realmente praticados no período: Material direto R$ 102.000,00 Mão de obra direta R$ 77.500,00 Custos indiretos R$ 75.000,00 Assinale o lançamento que contabiliza corretamente o encerramento das variações entre o custo real e o custo padrão no mês de outubro a partir dos dados exemplificados (o histórico foi omitido) a) Diversos a Diversos Custo do Produto Vendido 3.600 Produto Acabado 900 Variação de Mão de Obra 2.500 7.000 Direta a Variação de Material 2.000 Direto a Variação de Custos 5.000 7.000 Indiretos b) c) Diversos a Diversos Variação de Material 2.000 Direto Variação de Custos 5.000 7.000 Indiretos a Custo do Produto 3.600 Vendido a Produto Acabado 900 a Variação de Mão de 2.500 7.000 Obra Direta
  • 8. d) Diversos a Diversos Produtos Acabados 4.500 Variação de Mão de Obra 2.500 7.000 Direta a Variação de Material 2.000 Direto a Variação de Custos 5.000 7.000 Indiretos e) Diversos a diversos Custo do Produto Vendido 4.500 Variação de Mão de Obra 2.500 7.000 Direta a Variação de Material 2.000 Direto a Variação de Custos 5.000 7.000 Indiretos f) Diversos a Diversos Custo do Produto Vendido 5.100 Produto Acabado 1.900 7.000 a Variação de Mão de 2.500 Obra Direta a Variação de Material 2.000 Direto a Variação de Custos 2.500 7.000 Indiretos Comentários: Inicialmente vamos calcular todos os custos pelo custeio padrão e depois pelo real comparando os resultados. Melhor visualização desta questão através de razonetes. Usaremos as seguintes notações: CT – Custo Total CTU – Custo total unitário ou Custo médio MP – Matéria Prima MOD – Mão de Obra Direta CI – Custo Indireto
  • 9. Padrão: CTU = 125,00. Logo CT = 125 X 2.000 = 25.000 MP = 50 X 2.000 = 100.000 MOD = 40 X 2.000 = 80.000 CI = 5 X 2.000 = 70.000 Total......................... 250.000 Real: Total = 102.000 + 77.500 + 75.000 = 254.500 Custos Unitários: MD = 102.000/2.000 = 51 MOD = 77.500/2.000 = 38,75 CI = 75.000/2.000 = 37,5 CTU = 51 + 38,75 + 37,5 = 127,25 Variações: CPV (custo dos produtos vendidos) 125 X 1.600 = 2.000 (P) 127.25 X 1.600 = 203.600 (R) Variação 3.600 MOD 80.000 – 77.500 = 2.500 Produto Acabado 127,25 X 400 = 50.900 (R ) 125 X 400 = 50.000(P) Variação 900 MD 51 X 2.000 = 102.000 (R ) 50 X 2.000 = 100.000 (P) Variação 2.000 CI 70.000 (P) – 75.000 (R ) = 50.000 (Variação) Através de razonetes visualizamos facilmente quais as contas que deverão ser debitadas e creditadas (abrir razonetes para o padrão e real) Resposta Letra a
  • 10. 20) A Cia Roupas de Festa coloca no mercado seu produto principal ao preço unitário de R$ 86,75 isento de IPI, mas com ICMS de 17%. O custo variável nessa produção alcança R$ 54,00. A Cia está conseguindo vender 1.200 peças mensais, mas com isto não tem obtido lucros, apenas tem alcançado o ponto de equilíbrio. A firma acaba de obter uma redução de R$ 9,00 por unidade fabricada no custo da mão de obra direta mas só conseguirá reduzir o preço de venda para R$ 79,52. Se esta empresa produzir e vender no mesmo mês duas mil unidades de seu produto nas condições especificadas, podemos dizer que obterá um lucro bruto de (em R$): a) 2.400 b) 20.400 c) 21.600 d) 29.440 e) 42.000 Comentários Inicialmente vamos calcular os custos variáveis (CV) e custos fixos (CF) e depois implementar a nova condição (redução do custo variável com aumento das vendas) 86,75 – 17% = 72,00 CV = 54 X 1.200 = 64.800 CF = 18 X 1200 = 21.600 79,52 – 17% = 66,00 66,00 X 2.000 = 132.000 Nova situação: CV = 54 – 9 = 45,00 CVT = 45 X 2.000 ........90.000 (+) CF.................................21.600 (=) CT...............................111.600 Lucro = 132.000 – 111.600 = 20.400 Resposta: letra b