SlideShare uma empresa Scribd logo
Amamentar
  a melhor escolha!
Unidade de Aleitamento Materno
              Maternidade Odete Valadares
           Unidade de Aleitamento Materno
                  Banco de Leite Humano

                              Diretora Geral
            Lúcia Elisa Prado Moreira Carré

                      Gerente Assistencial
          Terezinha Aparecida S. Finamore

Gerente da Unidade de Aleitamento Materno
         Aparecida Antônia de Oliveira Cruz

                               Elaboração
         Equipe da Unidade de Aleitamento
   Materno da Maternidade Odete Valadares


                     Belo Horizonte, 2008
O alimento perfeito




                                              Leite Materno
             O leite materno é o melhor e mais completo
alimento para a criança. Contém todos os nutrientes
necessários para a saúde e nutrição do bebê: Proteí-
nas, vitaminas, fósforo, ferro, cálcio, etc.
        Até os seis meses de vida, a criança deve tomar
somente o leite materno, que será oferecido sempre
que ela quiser. Você não deve oferecer sucos, chá ou
água. Após os 6 meses deve introduzir outros alimen-
tos, mantendo o aleitamento materno até 2 anos ou
mais.
             O aleitamento materno é uma forma in-
substituível de proteger a criança contra infecções e
diversas doenças. A mãe transmite ao bebê anticorpos
de defesa do organismo que ele ainda não possui.
       Enfim, a criança que mama no peito cresce mais
tranquila. A amamentação transmite amor, carinho e
aumenta a segurança do bebê.
     Desde a gestação, a futura mãe já deve começar a
se informar para adquirir mais conhecimentos e sen-
sibilizar-se da importância de amamentar seu filho no
peito.
LEIA COM ATENÇÃO AS DICAS DESTA CARTILHA


O sucesso do aleitamento materno depende de você

     A participação da gestante no pré-natal é muito importante. Com-
parecer a todas as consultas e seguir as orientações dos profissionais
de saúde é a melhor maneira de garantir um bom desenvolvimento na
gravidez, evitar muitas doenças, bem como descobrir e tratar outras
logo no início.
        Além disso, o pré-natal possibilita o acesso da futura mamãe
à palestras, cursos de higiene, cuidados básicos com o bebê e com a
gestante.


O que você deve saber no Pré-Natal

- Toda mulher tem capacidade para amamentar seu filho.
- A forma do bico do peito ou o tamanho das mamas não interfere no
sucesso da amamentação.
- Não use creme, pomadas ou qualquer outro produto no bico do peito,
eles podem deixar sua pele mais fina, favorecendo o início de racha-
duras.
- Faça uso de sutiã durante a gestação e amamentação. O sutiã pode
ser simples, mas é importante que ele cubra e sustente toda a mama.


Nutrição e alimentação na Gravidez e na Amamentação

        O bom estado nutricional é fundamental para o bem-estar da
mulher durante o período de gestação e contribui para o sucesso da
amamentação.
     Neste período, o organismo da mulher se prepara para garantir a
sua própria manutenção e o desenvolvimento do feto. Alimentando-se
bem, a gestante estará contribuindo para a criança nascer sadia, com
peso e estatura normais.
ATENÇÃO GESTANTE


Não é necessário comer o dobro do que você comia antes da gravidez. O
importante é que a alimentação seja nutritiva, rica em calorias, proteínas,
vitaminas e sais minerais, para suprir o aumento das necessidades durante a
gestação, garantir o crescimento e o desenvolvimento normais do feto.

Também é importante não esquecer de ingerir líquidos( água, sucos naturais
e leite) para manter o corpo bem hidratado e, principalmente porque a água
é fundamental para a produção do leite materno.
Nos casos de diabetes, hipertensão arterial, problemas cardíacos, obesidade
e desnutrição, a alimentação da gestante deverá receber especial atenção.
Procure um profissional de saúde e siga as orientações à risca.
Na hora de escolher os alimentos, prefira frutas, legumes e verduras da
época.Os preços são mais baixos e a qualidade é superior. A boa higieniza-
ção dos alimentos também é fundamental. Fique atenta.


Conheça as vantagens da amamentação:

Para a mãe
- Aumenta a auto-estima, pois a mãe sente que é do seu corpo que sai o
alimento que vai nutrir seu filho.
- Transmite amor e carinho, fortalecendo a relação entre mãe e filho.
- Ajuda a reduzir o sangramento pós-parto.
- Reduz o risco de câncer de mama e ovário.
- Ajuda a reduzir o peso adquirido na gravidez.
- O leite materno está pronto, em qualquer hora e lugar, na temperatura
ideal.
- Não precisa coar, ferver e nem esfriar.


Para o Bebê
- O leite materno é o alimento completo, contendo todos os nutrientes para
que o bebê cresça e se desenvolva com saúde.
- Protege contra doenças: diarréia, infecções, alergias, etc.
- O bebê que mama no peito fica mais seguro e tranquilo.
- A amamentação é importante para o desenvolvimento da face, con-
tribuindo para uma boa dentição, respiração e fala.

Para a família
- O leite materno é de graça, evita gastos com outros tipos de leite. Me-
lhora a qualidade de vida das crianças e de toda a família.

   SAIBA MAIS:

A amamentação deve iniciar na sala de parto. Peça à equipe de saúde
que coloque o bebê bem pertinho de você logo após o nascimento e
ajude-a a amamentá-lo.


 Como amamentar

 O bebê não tem horário para mamar, tem seu próprio rítmo, que
 deverá ser respeitado.

 Ele deverá mamar até que fique satisfeito.

 Quando o bebê mamar todo o leite de um peito e largar, coloque-o
 para arrotar e passe para o outro peito.

 Para retirar o bebê do peito e evitar ferir os bicos, coloque o dedinho
 sobre a região dos bicos, fazendo movimento de compressão.
Observe a posição do bebê no seu peito.

          O corpo do bebê deverá ficar virado para o corpo da mãe, a boca bem
                aberta, pegando toda ou quase toda a aréola (em volta do bico).




   Como avaliar a mamada
   Você poderá ficar tranquila se o bebê:

   - Sugar com vigor e pegar corretamente.
   - Ganhar peso e crescer bem.
   - Urinar várias vezes ao dia.
   - Ficar tranquilo depois das mamadas.


              Amor, carinho, toque e aconchego. Estas sensações são
              muito importantes e vão “ nutrir ” seu filho por toda a
              vida. O ambiente familiar agradável é confortante para
              a mãe e o bebê.


Coloque o bebê para arrotar
         Ao final da mamada de cada peito, não se esqueça de colocar
o bebê para arrotar, mas nem sempre o bebê que mama no peito ar-
rota.
	        Para arrotar, segure o bebê verticalmente de encontro a seu
peito, de forma que o rostinho dele fique na altura do seu ombro e dê
leves batidinhas nas costas.
Cuidados para evitar problemas no peito
- O banho diário é suficiente.
- Lave sempre as mãos com água e sabão antes de amamentar.
- Não limpe o bico do peito com sabão, álcool ou outros produ-
tos.
- Escolha uma posição confortável para você e para o bebê.
- Cante baixinho ou converse suavemente com ele.
- Amacie a região areolar, retirando com a mão um pouco de
leite, para facilitar a pega do bebê e não ferir o seu peito.
- O bebê deve abocanhar a aréola ou parte da aréola e não só o
bico do peito.
- Amamente sempre que o bebê desejar.
- Use sempre sutiã com alças largas no tamanho adequado para
sustentar o peito.
- Faça massagens para retirar o excesso de leite, comum nos pri-
meiros quinze dias pós-parto.
- Esvazie o peito sempre que estiver com pontos doloridos ou en-
durecidos.
- Não use compressa quente, ela pode queimar a pele do peito e
piorar os casos de mama empedrada.
- No caso de mama empedrada, use compressa fria ao redor da
mama por 10 minutos.
- Tome banho de sol na região aréolo-mamilar, caso eles este-
jam feridos. Para isso, coloque uma fralda molhada (água-fria) em
volta do peito, deixando apenas a aréola e o bico do seio expostos
ao sol. Faça isso sempre antes das 10h e depois das 16h por 15
minutos.
- O excesso de leite, você pode doar para o Banco de Leite Hu-
mano.
Como fazer a massagem e a retirada do leite




                              Com a ponta dos dedos, faça mo-
                              vimentos circulares compressivos
                              começando do bico para fora. Faça
                              10 movimentos em cada ponto do
                              peito




     Inicie a retirada do leite com as mãos, colocando o dedo po-
     legar sobre a pele ao redor dos bicos, e os outros dedos por
     baixo dos bicos. Faça movimentos de compressão na áréola.
Todas as mães têm leite, mas é importante lembrar:
- O leite materno nunca é fraco.

- A mãe deve tomar bastante líquido sempre que desejar: água, chás e
sucos.

- Mantenha uma alimentação saudável e variada. Procure se alimentar
adequadamente, evitando ficar muitas horas em jejum.

- É importante repousar um pouco durante o dia, aproveitando o horário
em que o bebê está dormindo.

- A calma é importante na amamentação. Converse e acaricie o bebê
enquanto ele estiver mamando.

- O bebê não deve tomar chá ou água, ele precisa somente do leite mater-
no até os seis meses.

- O leite dos primeiros dias é o colostro. Ele é importante e suficiente para
o bebê.

- A produção do leite vai aumentar à partir do 3º ao 5º dia pós-parto.
Sua coloração poderá variar, mas ele nunca é fraco.

- Se você sentir algum problema no peito, dor , vermelhidão que não
desaparece, ou que o leite começou a diminuir, procure um Centro de
Saúde ou Banco de Leite Humano.

- Não suspenda o aleitamento materno até receber orientações.

- Nunca use chupetas, chuquinhas ou mamadeiras. Elas confundem a
sucção do bebê, fazendo com que ele largue o peito.

	

NÃO DEIXE SEU BEBÊ MAMAR EM OUTRA MÃE, MESMO QUE
VOCÊ A CONHEÇA. ESSE TIPO DE PRÁTICA PODE LEVAR SEU
FILHO À CONTRAIR DOENÇAS CONTAGIOSAS, COMO AIDS,
HEPATITE E OUTRAS.
IMPORTANTE:

  - Só faça uso de medicamentos com prescrição médica.
  - Saiba que quanto mais seu bebê mama, mais leite você produz.
  - Evite bebidas alcóolicas, fumo e drogas. O uso dessas substâncias,
  prejudica a sua saúde e a do seu filho.



Atenção se você estiver amamentando e:
- Ficar grávida.
- Tiver febre que não passa com um antitérmico e que dura mais de um
dia.
- Tiver dificuldade na saída do leite.
- Apresentar mama empedrada acompanhada de febre, dor e verme-
lhidão no local.
- Tiver alguma infecção e começar a tomar antibiótico ou outro remédio.



              NÃO SUSPENDA O ALEITAMENTO.
                 PROCURE ORIENTAÇÕES
          NO CENTRO DE SAÚDE MAIS PRÓXIMO OU
               NO BANCO DE LEITE HUMANO.



   Orientações para mãe trabalhadora

- É assegurado à gestante atendimento no pré-natal e pós-parto, por meio
do Sistema Único de Saúde(SUS) – Artigo 80 da lei 8069/90.

- Toda mulher trabalhadora, com carteira assinada, inclusive a empre-
gada doméstica, tem direito à 120 dias de licença sem prejuízo de seu
salário ou emprego.

 - A licença poderá ser iniciada 28 dias antes da data do parto, ou conce-
dida integralmente pós-parto.( Artigo 70 da Constituição Federal).
- O pai tem direito à licença de cinco dias, à contar do dia do nasci-
mento da criança.

- Está garantido por lei, o direito à amamentação às mães traba-
lhadoras. Até os primeiros seis meses de vida do bebê, a mãe terá 2
descansos de 30 minutos durante a jornada diária de trabalho (Ar-
tigo 396 da CLT).

OBS; Este período pode ser ampliado conforme parecer do profis-
sional de saúde.


Doe leite materno

     Muitas vidas dependem deste gesto

    Nem todas as mães conseguem amamentar. Entretanto, a vida
de muitos bebês em condições clínicas graves, dependem do leite
humano para sobreviverem.



Quem pode doar

	      TODA MULHER SAUDÁVEL, QUE ESTEJA
AMAMENTANDO O PRÓPRIO FILHO, COM EXCESSO DE
LEITE NO PEITO

	     NÃO ESTEJA EM USO DE MEDICAMENTOS QUE
IMPEÇAM A DOAÇÃO.

	       POSSUA OS EXAMES DE PRÉ-NATAL RECENTES,
resultados compatíveis: VDRL, HIV, HbsAg, Hemoglobina
e hematócrito.
Instruções para a doação
Antes de doar, tome alguns cuidados:

- Para armazenar o leite, utilize um frasco de vidro com
tampa de plástico ( como os de café solúvel ou maionese).

- Retire o rótulo, o papel interno da tampa e lave com água
e sabão. Enxague bem.

- Ferva os vidros e tampas em uma panela cobrindo todo o
vidro com água, por 15 minutos ( tempo contado a partir
do início da fervura).

- Deixe-os escorrer em pano limpo até secar. Feche os
vidros sem tocar na parte interna das tampas.

- Não esqueça de colocar um lenço ou touca, como as
usadas para tomar banho, e colocar uma máscara ou
fralda sobre o nariz.

- Lave mãos e braços até o cotovelo com água e sabão em
ambundância.

- Lave as mamas utilizando apenas água corrente.

- Seque as mãos e as mamas com toalha limpa.

- Despreze os primeiros jatos de leite.
- Reserve um lugar limpo e tranquilo para retirar o leite.

- Retire o leite depois da mamada ou quando as mamas
estiverem muito cheias.

- Evite conversas durante a retirada do leite.
Técnica para a retirada do leite

- Massagear as mamas utilizando a base dos dedos, fazendo movimen-
tos circulares no sentido da aréola ( parte escura) para o corpo. (foto
página 9)
	
- Colocar o polegar acima da linha aonde acaba a parte escura do
peito e os dois primeiros dedos abaixo. Firmar os dedos e empurrar
para trás em direção ao corpo. Tentar aproximar a ponta do polegar
com os outros dedos até sair o leite. (foto página 9)

- Desprezar os primeiros jatos. Em seguida, abrir o vidro e colocar a
tampa sobre a mesa forrada com um pano limpo, com abertura para
cima.

- Colher o leite no frasco, colocando-o debaixo da aréola. Após termi-
nar a ordenha fechar bem o vidro.

- Para completar o volume de leite do frasco que já está no congelador,
utilizar um copo de vidro previamente esterilizado(fervido por 15 minu-
tos) e seco.

- Colocar o leite recém coletado sobre aquele que já está armazenado
no freezer ou congelador.Guardar imediatamente.

- Esse procedimento deve ser repetido até faltar aproximadamente 2
dedos para encher o frasco.

- Anotar na tampa a data em que iniciou a coleta e a data de nascimen-
to do bebê, guardar no congelador ou freezer por até quinze dias.

- Antes de completar quinze dias da coleta, entrar em contato com o
Banco de Leite.

- Todo leite coletado e doado é analisado, pasteurizado e submetido ao
controle de qualidade para ser distribuído às crianças necessitadas.

- Mantenha seu cartão de Pré-Natal ou caderneta da criança em mãos
para mostrar à funcionária do Banco de Leite na primeira visita.
Dicas importantes na ausência da mãe
Aprender a retirar,conservar e armazenar o leite do peito é importante
para toda mãe que precisa se ausentar de casa por vários motivos:

- Filho internado no Hospital (prematuro ou doença)
- Trabalho ou outros motivos.

Ao retirar o leite do peito, a mãe mantém a produção e faz com que
o fillho se alimente corretamente.

Caso você necessite de orientação, tenha dúvidas ou dificuldades na
amamentação, ligue para o Banco de Leite.



  Conservação e Validade

  	        Na geladeira
  	        - leite cru – 12 horas
  	        - leite pasteurizado degelado – 24 horas

  	        No freezer:
  	        - leite cru – até 15 dias
  	        - leite pasteurizado – 6 meses



Caso necessite de orientação, tenha dúvidas ou dificuldades na
amamentação, ligue para o banco de Leite.
Telefones: 3337-5678
                 3298-6008

Av. Contorno 9494, Bairro Prado - Belo Horizonte/ MG

email: mov.bancodeleite@fhemig.mg.gov.br
Produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Fhemig


   Banco de Leite da Maternidade Odete Valadares
Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vidaAmamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Rebeca - Doula
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
Biblioteca Virtual
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
Isaque Reis
 
Problemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamasProblemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamas
Rebeca - Doula
 
Aleitamento materno slide
Aleitamento materno slideAleitamento materno slide
Aleitamento materno slide
Lorrayne Ferreira
 
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Juliane Stivanin da Silva
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
Walquíria Domingues
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
GisleneDmingos
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
Juliana Maciel
 
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a AmamentaçãoAleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
VeraLuciaPereira24
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
Heloísa Ximenes
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Amamentação DGS.pdf
Amamentação DGS.pdfAmamentação DGS.pdf
Amamentação DGS.pdf
MariaMachado326543
 
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e partoComo promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Rebeca - Doula
 
Livreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospitalLivreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospital
Patrícia Müller
 
Como oferecer apoio permanente
Como oferecer apoio permanenteComo oferecer apoio permanente
Como oferecer apoio permanente
Rebeca - Doula
 
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
Solange Broggine
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
Carlos Roberto Jr.
 

Mais procurados (20)

Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vidaAmamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
 
Problemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamasProblemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamas
 
Aleitamento materno slide
Aleitamento materno slideAleitamento materno slide
Aleitamento materno slide
 
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
 
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a AmamentaçãoAleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
 
Amamentação DGS.pdf
Amamentação DGS.pdfAmamentação DGS.pdf
Amamentação DGS.pdf
 
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e partoComo promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e parto
 
Livreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospitalLivreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospital
 
Como oferecer apoio permanente
Como oferecer apoio permanenteComo oferecer apoio permanente
Como oferecer apoio permanente
 
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 

Destaque

Como retirar o leite materno
Como retirar o leite maternoComo retirar o leite materno
Como retirar o leite materno
Rebeca - Doula
 
Bebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peitoBebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peito
Rebeca - Doula
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópiaCartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Rebeca - Doula
 
Como iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentaçãoComo iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentação
Rebeca - Doula
 
Cartilha Método Canguru
Cartilha Método CanguruCartilha Método Canguru
Cartilha Método Canguru
Raquel Marques
 
Bebês que recusam o peito (lição 11)
Bebês que recusam o peito (lição 11)Bebês que recusam o peito (lição 11)
Bebês que recusam o peito (lição 11)
Juliane Stivanin da Silva
 
Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...
Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...
Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...
drtaylorjr
 
Jornada aleitamento materno santa helena
Jornada aleitamento materno santa helenaJornada aleitamento materno santa helena
Jornada aleitamento materno santa helena
Claudia Xavier
 
Método Canguru
Método CanguruMétodo Canguru
Método Canguru
Raquel Marques
 
Vantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento maternoVantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento materno
Rebeca - Doula
 
Diagnostico de gravidez e primeiro trimestre
Diagnostico de gravidez e primeiro trimestreDiagnostico de gravidez e primeiro trimestre
Diagnostico de gravidez e primeiro trimestre
Anderson Guido
 
Manual da Gestante
Manual da GestanteManual da Gestante
Manual da Gestante
Dr. Benevenuto
 
12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO
12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO
12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO
Leonor Vaz Pereira
 
AssistêNcia Ao Parto
AssistêNcia Ao PartoAssistêNcia Ao Parto
AssistêNcia Ao Parto
chirlei ferreira
 
Exame Físico do RN
Exame Físico do RNExame Físico do RN
Exame Físico do RN
Herbert Souza
 
Parto
PartoParto

Destaque (16)

Como retirar o leite materno
Como retirar o leite maternoComo retirar o leite materno
Como retirar o leite materno
 
Bebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peitoBebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peito
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópiaCartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
 
Como iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentaçãoComo iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentação
 
Cartilha Método Canguru
Cartilha Método CanguruCartilha Método Canguru
Cartilha Método Canguru
 
Bebês que recusam o peito (lição 11)
Bebês que recusam o peito (lição 11)Bebês que recusam o peito (lição 11)
Bebês que recusam o peito (lição 11)
 
Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...
Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...
Pl dispõe sobre a obrigatoriedade do teste da linguinha nos recém-nascidos e ...
 
Jornada aleitamento materno santa helena
Jornada aleitamento materno santa helenaJornada aleitamento materno santa helena
Jornada aleitamento materno santa helena
 
Método Canguru
Método CanguruMétodo Canguru
Método Canguru
 
Vantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento maternoVantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento materno
 
Diagnostico de gravidez e primeiro trimestre
Diagnostico de gravidez e primeiro trimestreDiagnostico de gravidez e primeiro trimestre
Diagnostico de gravidez e primeiro trimestre
 
Manual da Gestante
Manual da GestanteManual da Gestante
Manual da Gestante
 
12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO
12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO
12.FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO
 
AssistêNcia Ao Parto
AssistêNcia Ao PartoAssistêNcia Ao Parto
AssistêNcia Ao Parto
 
Exame Físico do RN
Exame Físico do RNExame Físico do RN
Exame Físico do RN
 
Parto
PartoParto
Parto
 

Semelhante a Cartilha Odete Valadares

dez passo da amamentação saudável em folheto.doc
dez passo da amamentação saudável em folheto.docdez passo da amamentação saudável em folheto.doc
dez passo da amamentação saudável em folheto.doc
Dessa Reis
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudávelPromoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Dessa Reis
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Cms Nunes
 
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptxALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
YasminBeatriz4
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
Iume Gomes
 
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptxCampanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
LarissaVasconcelos32
 
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
A 1a. experiencia alimentar
A 1a. experiencia alimentar A 1a. experiencia alimentar
A 1a. experiencia alimentar
Silvia Marina Anaruma
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
EuSaúde
 
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
blogped1
 
aleitamentomaterno_slide.pdf
aleitamentomaterno_slide.pdfaleitamentomaterno_slide.pdf
aleitamentomaterno_slide.pdf
Christina Almeida
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
Aline Melo de Aguiar
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
Alinebrauna Brauna
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Dr. Benevenuto
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
gisa_legal
 
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
AnaCardoso680770
 

Semelhante a Cartilha Odete Valadares (20)

dez passo da amamentação saudável em folheto.doc
dez passo da amamentação saudável em folheto.docdez passo da amamentação saudável em folheto.doc
dez passo da amamentação saudável em folheto.doc
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Cartilhasmam
 
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudávelPromoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
Promoção da AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR saudável
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptxALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
ALEITAMENTO MATERNO (1).pptx
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
 
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptxCampanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
 
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
 
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
 
A 1a. experiencia alimentar
A 1a. experiencia alimentar A 1a. experiencia alimentar
A 1a. experiencia alimentar
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
 
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
 
aleitamentomaterno_slide.pdf
aleitamentomaterno_slide.pdfaleitamentomaterno_slide.pdf
aleitamentomaterno_slide.pdf
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
 
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
 

Mais de Rebeca - Doula

Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Rebeca - Doula
 
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBPA Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
Rebeca - Doula
 
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Rebeca - Doula
 
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normalDiretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Rebeca - Doula
 
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
Rebeca - Doula
 
Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópiaComprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópiaRebeca - Doula
 
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópiaComprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópiaRebeca - Doula
 
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Rebeca - Doula
 
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópiaPeso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópiaRebeca - Doula
 
Como lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiaisComo lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiais
Rebeca - Doula
 
Como avaliar uma mamada
Como avaliar uma mamadaComo avaliar uma mamada
Como avaliar uma mamada
Rebeca - Doula
 
Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
Rebeca - Doula
 
Baixa produção de leite
Baixa produção de leiteBaixa produção de leite
Baixa produção de leite
Rebeca - Doula
 
Amamentação na primeira hora
Amamentação na primeira horaAmamentação na primeira hora
Amamentação na primeira hora
Rebeca - Doula
 
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Rebeca - Doula
 
História da alimentação
História da alimentaçãoHistória da alimentação
História da alimentação
Rebeca - Doula
 
Como o leite vai do peito para o bebê
Como o leite vai do peito para o bebêComo o leite vai do peito para o bebê
Como o leite vai do peito para o bebê
Rebeca - Doula
 
Como tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criançaComo tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criança
Rebeca - Doula
 
Como tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criançaComo tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criança
Rebeca - Doula
 

Mais de Rebeca - Doula (19)

Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
 
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBPA Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
 
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
 
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normalDiretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
 
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
 
Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópiaComprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
 
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópiaComprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
 
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
 
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópiaPeso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
 
Como lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiaisComo lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiais
 
Como avaliar uma mamada
Como avaliar uma mamadaComo avaliar uma mamada
Como avaliar uma mamada
 
Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
 
Baixa produção de leite
Baixa produção de leiteBaixa produção de leite
Baixa produção de leite
 
Amamentação na primeira hora
Amamentação na primeira horaAmamentação na primeira hora
Amamentação na primeira hora
 
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
 
História da alimentação
História da alimentaçãoHistória da alimentação
História da alimentação
 
Como o leite vai do peito para o bebê
Como o leite vai do peito para o bebêComo o leite vai do peito para o bebê
Como o leite vai do peito para o bebê
 
Como tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criançaComo tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criança
 
Como tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criançaComo tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criança
 

Último

higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdfMedicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
jhordana1
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
BarbaraKelle
 
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagemsaúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
DavyllaVerasMenezes
 
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptxBioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
BeatrizLittig1
 
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdfaula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
ADRIANEGOMESDASILVA
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
jhordana1
 
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
WilberthLincoln1
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
walterjose20
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Lenilson Souza
 
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  FaciaAULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AntonioXavier35
 

Último (11)

higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdfMedicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
 
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagemsaúde coletiva para tecnico em enfermagem
saúde coletiva para tecnico em enfermagem
 
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptxBioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
Bioquímica [Salvo automaticamente] [Salvo automaticamente].pptx
 
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdfaula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
aula 06 - Distúrbios Hemodinâmicos ( circulatórios).pdf
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
 
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
3° Aula.ppt historia do Sistema Unico de Saude
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
 
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  FaciaAULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
 

Cartilha Odete Valadares

  • 1. Amamentar a melhor escolha!
  • 2. Unidade de Aleitamento Materno Maternidade Odete Valadares Unidade de Aleitamento Materno Banco de Leite Humano Diretora Geral Lúcia Elisa Prado Moreira Carré Gerente Assistencial Terezinha Aparecida S. Finamore Gerente da Unidade de Aleitamento Materno Aparecida Antônia de Oliveira Cruz Elaboração Equipe da Unidade de Aleitamento Materno da Maternidade Odete Valadares Belo Horizonte, 2008
  • 3. O alimento perfeito Leite Materno O leite materno é o melhor e mais completo alimento para a criança. Contém todos os nutrientes necessários para a saúde e nutrição do bebê: Proteí- nas, vitaminas, fósforo, ferro, cálcio, etc. Até os seis meses de vida, a criança deve tomar somente o leite materno, que será oferecido sempre que ela quiser. Você não deve oferecer sucos, chá ou água. Após os 6 meses deve introduzir outros alimen- tos, mantendo o aleitamento materno até 2 anos ou mais. O aleitamento materno é uma forma in- substituível de proteger a criança contra infecções e diversas doenças. A mãe transmite ao bebê anticorpos de defesa do organismo que ele ainda não possui. Enfim, a criança que mama no peito cresce mais tranquila. A amamentação transmite amor, carinho e aumenta a segurança do bebê. Desde a gestação, a futura mãe já deve começar a se informar para adquirir mais conhecimentos e sen- sibilizar-se da importância de amamentar seu filho no peito.
  • 4. LEIA COM ATENÇÃO AS DICAS DESTA CARTILHA O sucesso do aleitamento materno depende de você A participação da gestante no pré-natal é muito importante. Com- parecer a todas as consultas e seguir as orientações dos profissionais de saúde é a melhor maneira de garantir um bom desenvolvimento na gravidez, evitar muitas doenças, bem como descobrir e tratar outras logo no início. Além disso, o pré-natal possibilita o acesso da futura mamãe à palestras, cursos de higiene, cuidados básicos com o bebê e com a gestante. O que você deve saber no Pré-Natal - Toda mulher tem capacidade para amamentar seu filho. - A forma do bico do peito ou o tamanho das mamas não interfere no sucesso da amamentação. - Não use creme, pomadas ou qualquer outro produto no bico do peito, eles podem deixar sua pele mais fina, favorecendo o início de racha- duras. - Faça uso de sutiã durante a gestação e amamentação. O sutiã pode ser simples, mas é importante que ele cubra e sustente toda a mama. Nutrição e alimentação na Gravidez e na Amamentação O bom estado nutricional é fundamental para o bem-estar da mulher durante o período de gestação e contribui para o sucesso da amamentação. Neste período, o organismo da mulher se prepara para garantir a sua própria manutenção e o desenvolvimento do feto. Alimentando-se bem, a gestante estará contribuindo para a criança nascer sadia, com peso e estatura normais.
  • 5. ATENÇÃO GESTANTE Não é necessário comer o dobro do que você comia antes da gravidez. O importante é que a alimentação seja nutritiva, rica em calorias, proteínas, vitaminas e sais minerais, para suprir o aumento das necessidades durante a gestação, garantir o crescimento e o desenvolvimento normais do feto. Também é importante não esquecer de ingerir líquidos( água, sucos naturais e leite) para manter o corpo bem hidratado e, principalmente porque a água é fundamental para a produção do leite materno. Nos casos de diabetes, hipertensão arterial, problemas cardíacos, obesidade e desnutrição, a alimentação da gestante deverá receber especial atenção. Procure um profissional de saúde e siga as orientações à risca. Na hora de escolher os alimentos, prefira frutas, legumes e verduras da época.Os preços são mais baixos e a qualidade é superior. A boa higieniza- ção dos alimentos também é fundamental. Fique atenta. Conheça as vantagens da amamentação: Para a mãe - Aumenta a auto-estima, pois a mãe sente que é do seu corpo que sai o alimento que vai nutrir seu filho. - Transmite amor e carinho, fortalecendo a relação entre mãe e filho. - Ajuda a reduzir o sangramento pós-parto. - Reduz o risco de câncer de mama e ovário. - Ajuda a reduzir o peso adquirido na gravidez. - O leite materno está pronto, em qualquer hora e lugar, na temperatura ideal. - Não precisa coar, ferver e nem esfriar. Para o Bebê - O leite materno é o alimento completo, contendo todos os nutrientes para que o bebê cresça e se desenvolva com saúde. - Protege contra doenças: diarréia, infecções, alergias, etc.
  • 6. - O bebê que mama no peito fica mais seguro e tranquilo. - A amamentação é importante para o desenvolvimento da face, con- tribuindo para uma boa dentição, respiração e fala. Para a família - O leite materno é de graça, evita gastos com outros tipos de leite. Me- lhora a qualidade de vida das crianças e de toda a família. SAIBA MAIS: A amamentação deve iniciar na sala de parto. Peça à equipe de saúde que coloque o bebê bem pertinho de você logo após o nascimento e ajude-a a amamentá-lo. Como amamentar O bebê não tem horário para mamar, tem seu próprio rítmo, que deverá ser respeitado. Ele deverá mamar até que fique satisfeito. Quando o bebê mamar todo o leite de um peito e largar, coloque-o para arrotar e passe para o outro peito. Para retirar o bebê do peito e evitar ferir os bicos, coloque o dedinho sobre a região dos bicos, fazendo movimento de compressão.
  • 7. Observe a posição do bebê no seu peito. O corpo do bebê deverá ficar virado para o corpo da mãe, a boca bem aberta, pegando toda ou quase toda a aréola (em volta do bico). Como avaliar a mamada Você poderá ficar tranquila se o bebê: - Sugar com vigor e pegar corretamente. - Ganhar peso e crescer bem. - Urinar várias vezes ao dia. - Ficar tranquilo depois das mamadas. Amor, carinho, toque e aconchego. Estas sensações são muito importantes e vão “ nutrir ” seu filho por toda a vida. O ambiente familiar agradável é confortante para a mãe e o bebê. Coloque o bebê para arrotar Ao final da mamada de cada peito, não se esqueça de colocar o bebê para arrotar, mas nem sempre o bebê que mama no peito ar- rota. Para arrotar, segure o bebê verticalmente de encontro a seu peito, de forma que o rostinho dele fique na altura do seu ombro e dê leves batidinhas nas costas.
  • 8. Cuidados para evitar problemas no peito - O banho diário é suficiente. - Lave sempre as mãos com água e sabão antes de amamentar. - Não limpe o bico do peito com sabão, álcool ou outros produ- tos. - Escolha uma posição confortável para você e para o bebê. - Cante baixinho ou converse suavemente com ele. - Amacie a região areolar, retirando com a mão um pouco de leite, para facilitar a pega do bebê e não ferir o seu peito. - O bebê deve abocanhar a aréola ou parte da aréola e não só o bico do peito. - Amamente sempre que o bebê desejar. - Use sempre sutiã com alças largas no tamanho adequado para sustentar o peito. - Faça massagens para retirar o excesso de leite, comum nos pri- meiros quinze dias pós-parto. - Esvazie o peito sempre que estiver com pontos doloridos ou en- durecidos. - Não use compressa quente, ela pode queimar a pele do peito e piorar os casos de mama empedrada. - No caso de mama empedrada, use compressa fria ao redor da mama por 10 minutos. - Tome banho de sol na região aréolo-mamilar, caso eles este- jam feridos. Para isso, coloque uma fralda molhada (água-fria) em volta do peito, deixando apenas a aréola e o bico do seio expostos ao sol. Faça isso sempre antes das 10h e depois das 16h por 15 minutos. - O excesso de leite, você pode doar para o Banco de Leite Hu- mano.
  • 9. Como fazer a massagem e a retirada do leite Com a ponta dos dedos, faça mo- vimentos circulares compressivos começando do bico para fora. Faça 10 movimentos em cada ponto do peito Inicie a retirada do leite com as mãos, colocando o dedo po- legar sobre a pele ao redor dos bicos, e os outros dedos por baixo dos bicos. Faça movimentos de compressão na áréola.
  • 10. Todas as mães têm leite, mas é importante lembrar: - O leite materno nunca é fraco. - A mãe deve tomar bastante líquido sempre que desejar: água, chás e sucos. - Mantenha uma alimentação saudável e variada. Procure se alimentar adequadamente, evitando ficar muitas horas em jejum. - É importante repousar um pouco durante o dia, aproveitando o horário em que o bebê está dormindo. - A calma é importante na amamentação. Converse e acaricie o bebê enquanto ele estiver mamando. - O bebê não deve tomar chá ou água, ele precisa somente do leite mater- no até os seis meses. - O leite dos primeiros dias é o colostro. Ele é importante e suficiente para o bebê. - A produção do leite vai aumentar à partir do 3º ao 5º dia pós-parto. Sua coloração poderá variar, mas ele nunca é fraco. - Se você sentir algum problema no peito, dor , vermelhidão que não desaparece, ou que o leite começou a diminuir, procure um Centro de Saúde ou Banco de Leite Humano. - Não suspenda o aleitamento materno até receber orientações. - Nunca use chupetas, chuquinhas ou mamadeiras. Elas confundem a sucção do bebê, fazendo com que ele largue o peito. NÃO DEIXE SEU BEBÊ MAMAR EM OUTRA MÃE, MESMO QUE VOCÊ A CONHEÇA. ESSE TIPO DE PRÁTICA PODE LEVAR SEU FILHO À CONTRAIR DOENÇAS CONTAGIOSAS, COMO AIDS, HEPATITE E OUTRAS.
  • 11. IMPORTANTE: - Só faça uso de medicamentos com prescrição médica. - Saiba que quanto mais seu bebê mama, mais leite você produz. - Evite bebidas alcóolicas, fumo e drogas. O uso dessas substâncias, prejudica a sua saúde e a do seu filho. Atenção se você estiver amamentando e: - Ficar grávida. - Tiver febre que não passa com um antitérmico e que dura mais de um dia. - Tiver dificuldade na saída do leite. - Apresentar mama empedrada acompanhada de febre, dor e verme- lhidão no local. - Tiver alguma infecção e começar a tomar antibiótico ou outro remédio. NÃO SUSPENDA O ALEITAMENTO. PROCURE ORIENTAÇÕES NO CENTRO DE SAÚDE MAIS PRÓXIMO OU NO BANCO DE LEITE HUMANO. Orientações para mãe trabalhadora - É assegurado à gestante atendimento no pré-natal e pós-parto, por meio do Sistema Único de Saúde(SUS) – Artigo 80 da lei 8069/90. - Toda mulher trabalhadora, com carteira assinada, inclusive a empre- gada doméstica, tem direito à 120 dias de licença sem prejuízo de seu salário ou emprego. - A licença poderá ser iniciada 28 dias antes da data do parto, ou conce- dida integralmente pós-parto.( Artigo 70 da Constituição Federal).
  • 12. - O pai tem direito à licença de cinco dias, à contar do dia do nasci- mento da criança. - Está garantido por lei, o direito à amamentação às mães traba- lhadoras. Até os primeiros seis meses de vida do bebê, a mãe terá 2 descansos de 30 minutos durante a jornada diária de trabalho (Ar- tigo 396 da CLT). OBS; Este período pode ser ampliado conforme parecer do profis- sional de saúde. Doe leite materno Muitas vidas dependem deste gesto Nem todas as mães conseguem amamentar. Entretanto, a vida de muitos bebês em condições clínicas graves, dependem do leite humano para sobreviverem. Quem pode doar TODA MULHER SAUDÁVEL, QUE ESTEJA AMAMENTANDO O PRÓPRIO FILHO, COM EXCESSO DE LEITE NO PEITO NÃO ESTEJA EM USO DE MEDICAMENTOS QUE IMPEÇAM A DOAÇÃO. POSSUA OS EXAMES DE PRÉ-NATAL RECENTES, resultados compatíveis: VDRL, HIV, HbsAg, Hemoglobina e hematócrito.
  • 13. Instruções para a doação Antes de doar, tome alguns cuidados: - Para armazenar o leite, utilize um frasco de vidro com tampa de plástico ( como os de café solúvel ou maionese). - Retire o rótulo, o papel interno da tampa e lave com água e sabão. Enxague bem. - Ferva os vidros e tampas em uma panela cobrindo todo o vidro com água, por 15 minutos ( tempo contado a partir do início da fervura). - Deixe-os escorrer em pano limpo até secar. Feche os vidros sem tocar na parte interna das tampas. - Não esqueça de colocar um lenço ou touca, como as usadas para tomar banho, e colocar uma máscara ou fralda sobre o nariz. - Lave mãos e braços até o cotovelo com água e sabão em ambundância. - Lave as mamas utilizando apenas água corrente. - Seque as mãos e as mamas com toalha limpa. - Despreze os primeiros jatos de leite. - Reserve um lugar limpo e tranquilo para retirar o leite. - Retire o leite depois da mamada ou quando as mamas estiverem muito cheias. - Evite conversas durante a retirada do leite.
  • 14. Técnica para a retirada do leite - Massagear as mamas utilizando a base dos dedos, fazendo movimen- tos circulares no sentido da aréola ( parte escura) para o corpo. (foto página 9) - Colocar o polegar acima da linha aonde acaba a parte escura do peito e os dois primeiros dedos abaixo. Firmar os dedos e empurrar para trás em direção ao corpo. Tentar aproximar a ponta do polegar com os outros dedos até sair o leite. (foto página 9) - Desprezar os primeiros jatos. Em seguida, abrir o vidro e colocar a tampa sobre a mesa forrada com um pano limpo, com abertura para cima. - Colher o leite no frasco, colocando-o debaixo da aréola. Após termi- nar a ordenha fechar bem o vidro. - Para completar o volume de leite do frasco que já está no congelador, utilizar um copo de vidro previamente esterilizado(fervido por 15 minu- tos) e seco. - Colocar o leite recém coletado sobre aquele que já está armazenado no freezer ou congelador.Guardar imediatamente. - Esse procedimento deve ser repetido até faltar aproximadamente 2 dedos para encher o frasco. - Anotar na tampa a data em que iniciou a coleta e a data de nascimen- to do bebê, guardar no congelador ou freezer por até quinze dias. - Antes de completar quinze dias da coleta, entrar em contato com o Banco de Leite. - Todo leite coletado e doado é analisado, pasteurizado e submetido ao controle de qualidade para ser distribuído às crianças necessitadas. - Mantenha seu cartão de Pré-Natal ou caderneta da criança em mãos para mostrar à funcionária do Banco de Leite na primeira visita.
  • 15. Dicas importantes na ausência da mãe Aprender a retirar,conservar e armazenar o leite do peito é importante para toda mãe que precisa se ausentar de casa por vários motivos: - Filho internado no Hospital (prematuro ou doença) - Trabalho ou outros motivos. Ao retirar o leite do peito, a mãe mantém a produção e faz com que o fillho se alimente corretamente. Caso você necessite de orientação, tenha dúvidas ou dificuldades na amamentação, ligue para o Banco de Leite. Conservação e Validade Na geladeira - leite cru – 12 horas - leite pasteurizado degelado – 24 horas No freezer: - leite cru – até 15 dias - leite pasteurizado – 6 meses Caso necessite de orientação, tenha dúvidas ou dificuldades na amamentação, ligue para o banco de Leite. Telefones: 3337-5678 3298-6008 Av. Contorno 9494, Bairro Prado - Belo Horizonte/ MG email: mov.bancodeleite@fhemig.mg.gov.br
  • 16. Produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Fhemig Banco de Leite da Maternidade Odete Valadares Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais