SlideShare uma empresa Scribd logo
Problema 06:

A ARTE DE AMAMENTAR
Referências
 CARVALHO,

Marcus Renato de; TAMEZ, Raquel
N. Amamentação: bases científicas, 2ed. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 430p.
 LEÃO, Enio; CORREA, Edison José. Pediatria
Ambulatorial. Editora COOPMED. 4ª edição, 2005.
 BRASIL, Ministério da Saúde. Saúde da criança:
nutrição
infantil:
aleitamento
materno
e
alimentação complementar. Brasília : Editora do
Ministério da Saúde, 2009.
 Promovendo o aleitamento materno; Unicef e
Ministerio da Saúde, 2007.
Anatomia e histologia das mamas
Anatomia e histologia das mamas
1.Parede Torácica
2.Músculos peitorais
3.Lobo mamário
4.Mamilo
5.Aréola
6.Ductos lactíferos
7.Tecido adiposo
8.Pele
Anatomia e histologia das mamas
Anatomia e histologia das mamas
Alterações mamárias durante a lactação
Anatomia e histologia das mamas
Alterações mamárias durante a lactação
Psicofisiologia da amamentação
Psicofisiologia da amamentação

A prolactina age nas células
secretoras dos alvéolos
Psicofisiologia da amamentação

A prolactina age nas células
secretoras dos alvéolos
A ocitocina é responsável pelo
reflexo de ejeção do leite
Como amamentar – Posição e Pega
A

mãe pode ficar DEITADA, SENTADA ou EM PÉ.
 O importante é a mãe e o bebê sentirem-se bem
confortáveis.
Como amamentar – Posição do bebê
O

corpo do bebê deve estar inteiramente de frente
para a mãe e bem próximo (barriga do bebê voltada
para o corpo da mãe).
 O bebê deve estar alinhado, a cabeça e a coluna em
linha reta, no mesmo eixo.
 A boca do bebê deve estar de frente para o bico do
peito.
 A mãe deve apoiar com o braço e mão o corpo e o
“bumbum” do bebê.
 Aproximar a boca do bebê bem de frente ao peito, para
que ele possa “abocanhar” a mama.
 Queixo do bebê tocando o peito da mãe.
Como amamentar – Posição correta
do bebê
Como amamentar – Posição
incorreta do bebê
Como amamentar – Técnicas
 Quando

o peito estiver muito cheio, antes de
amamentar, massagear e espremer a região da aréola
para tirar um pouco de leite.
 Seqüência de uma pega correta:
Como amamentar – Técnicas
 Deixar

que o bebê pegue o peito.
Como amamentar – Técnicas










Oferecer o peito logo após o nascimento, ainda na sala de parto.
Oferecer o peito sempre que o bebê quiser, de dia ou de noite, ou
seja, sob livre demanda.
Oferecer um peito até o bebê soltar e depois oferecer o outro.
Não interromper a mamada.
Na próxima mamada, começar com o peito que o bebê não
mamou na ultima mamada.
Geralmente, o bebê solta sozinho o peito.
Para o bebê arrotar, a mãe, o pai ou outro familiar deve levantá-lo
e apoiar a cabeça no seu ombro e fazer uma leve massagem nas
costas.
O peito não precisa de limpeza antes ou após as mamadas. O
banho diário é suficiente.
Como amamentar – Pega correta
Como amamentar – Pega incorreta
Como amamentar – Avaliando uma
boa pega
Pega correta

Pega incorreta

Queixo toca a mama

Queixo não toca a mama

Boca bem aberta

Boca pouco aberta

Lábio inferior voltado para fora

Lábios apontados para frente e
inferior para dentro

Bochechas arredondadas

Bochechas encovadas

Sobra mais aréola acima da boca
do bebê

Sobra mais aréola abaixo ou acima
e abaixo da boca

Mama arredondada

Mama estirada
Preparando a gestante para a
amamentação – Cuidado com as mamas
 Não

usar cremes, pomadas, sabão ou sabonete nos
mamilos.
 Evitar a expressão do peito durante a gestação para
retirada do colostro, pois isto pode estimular
contrações uterinas.
 A criança mama a aréola e não o bico.
 Nenhum tipo de bico impede a amamentação.
 O uso de sutiã ajuda na sustentação do peito.
Preparando a gestante para a
amamentação – Tipos de bicos
Preparando a puérpera – Ordenha e
armazenamento do leite materno
◦ Quando a mãe tem
leite em excesso;
◦ A mãe e o bebê não
podem ficar juntos;
◦ O bebê tem dificuldade
de sugar;
◦ Quando a mãe deseja
doar o excedente de
seu leite.
Problemas mais freqüentes da amamentação
 Fissuras

(rachaduras)

 Tto: o próprio LM e exposição ao sol.

 Leite

“empedrado”, mama ingurgitada;

 Tto: massagem e ordenha.

 Mastite

e abscesso

 Avaliar o grau da mastite.
 Compressas mornas, AINES, ATB e até drenagem.

 “O

leite está secando”
Contra indicações
Relativas

a criança:

Erros inatos do metabolismo:
◦ Galactosemia;
◦ Fenilcetonúria;
◦ Sindrome do xarope de bordo.

Relativas

a mãe:

◦ Infecção pelo HIV;
◦ Drogas;

◦ Ácido retinóico, sais de ouro, antineoplásicos e
imunossupressores, amiodarona, ergotamina, misoprostol,
bromocriptina e drogas de vício/abuso.

◦ Doença materna grave e debilitante - Psicose
puerperal, depressão.
Constituição do leite materno
leite materno (100g)
Água (g)
Energia (kcal)
Proteína (g)
Lipídios (g)
Carboidratos (g)
Minerais
K
ClCa
Na
P
Mg
Zn
Fe
Cu
I
Cr
Se
F
Mn

precoce

colostro transição maduro
88,2
87,4
87,1
58
67
70
5,4
2,3
1,5
0,9
2,1
2,9
3,7
4,2
5,3
6,6
7,3

(mg)
(mg)
(mg)
(mg)
(mg)
(mg)
(mcg)
(mcg)
(mcg)
(mcg)
(mcg)
(mcg)
(mcg)
(mcg)

25

6

74
91
23
48
14
3
540
45
46
12

57
86
25
30
16
3
300
70
40
S
2

T

T

58
42
28
18
15
3
120
40
25
11
50
2
16
0,6
Constituição do leite materno
Vitaminas
Retinol (mcg)

89

Caroteno (mcg)

85

67

112

37

23

S

0,05

0,48

0,32

D

(mcg)

E

(mg)

1,28

K

(mcg)

0,2

0,2

Tiamina (mg)

0,02

0,01

0,02

Riboflavina (mg)

0,03

0,03

0,04

Niacina (mg)

0,08

0,1

0,2

0,01

T

0,09

2

T

0,3

2

3

9

Ac. Pantotenico (mg)

0,2

0,2

0,25

Biotina (mcg)

0,1

0,2

0,6

4

6

4

B6

(mg)

B12

(mcg)

Folato (mcg)

C

(mg)
Constituição do leite materno –

Principais componentes imunológicos
Componentes

Mecanismo

IgA Secretora

Revestimento das mucosas (digestiva,
respiratória, urinária) 

Lactoferrina 

Ação bacteriostática

Lisozima 

Ação bactericida

Macrófagos 

Fagocitose

Fator bífido 
 

Lactobacilos
Constituição do leite materno –
Fases da produção láctea



Colostro: Secretado nos primeiros três a cinco dias após o parto.
Leite de Transição: Seu período de produção está entre 6 – 10 dias
até a segunda semana após o parto.




Leite Maduro: Produzido a partir da segunda quinzena após parto.
Leite Anterior x Leite Posterior.
Constituição do leite materno –
Diferença entre os tipos de leite
Constituição do leite materno –
Diferença entre LM e LV
Constituição do leite materno –
LM e LV – Ferro no leite
Banco de leite humano


O BLH é responsável pela promoção do aleitamento materno e
execução das atividades de coleta, processamento e controle de
qualidade do leite produzido nos primeiros dias após o parto (o
colostro), leite de transição e leite humano maduro, para posterior
distribuição sob prescrição do médico ou nutricionista.

 Etapas

do processamento do leite humano.
Banco de leite humano
Dez passos para o sucesso da amamentação
Dez passos para o sucesso da amamentação
1.

Ter uma norma escrita quanto à promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno
que deverá ser rotineiramente transmitida a toda a equipe da unidade de saúde.

2.

Treinar toda a equipe da unidade de saúde, capacitando-a para implementar esta
norma.

3.

Orientar as gestantes e mães sobre seus direitos e as vantagens do aleitamento
materno.

4.

Escutar as preocupações, vivências e dúvidas das gestantes e mães sobre a prática de
amamentar, apoiando-as e fortalecendo sua autoconfiança.

5.

Orientar as gestantes sobre a importância de iniciar a amamentação na primeira hora
após o parto e de ficar com o bebê em Alcon.

6.

Mostrar às gestantes e mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se
vierem a ser separadas de seus filhos.

7.

Orientar as nutrizes sobre o método da amenorréia lactacional e outros métodos
contraceptivos adequados à amamentação.

8.

Encorajar a amamentação sob livre demanda.

9.

Orientar gestantes e mães sobre os riscos do uso de fórmulas infantis, mamadeiras e
chupetas, não permitindo propaganda e doações destes produtos na unidade de saúde.

10.

Implementar grupos de apoio à amamentação acessíveis a todas as gestantes e mães,
procurando envolver os familiares.
Direitos da Gestante e Lactante
Proteção

à maternidade;
É permitido à mulher grávida mudar de
função;
Licença maternidade de 120 dias;
Direito à licença para hora de
amamentação;
Direito a amamentar durante a jornada
de trabalho;
Normas para alojamento conjunto.
AMAMENTAÇÃO
“ As infecções bucais e as cólicas intestinais
são doenças artificiais e ambas totalmente
ocasionadas por comida imprópria, como
todos os tipos de papas... Deixe-me, então,
pedir àqueles que são desejosos de cuidar de
seus filhos, para não roubá-los do seio
natural. Se eles desejam saúde e beleza aos
bebês, que deixem suas mães amamentálos."
Smith em 1772
FIM!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1
Gray Rodrigues
 
ALEITAMENTO MATERNO
ALEITAMENTO MATERNOALEITAMENTO MATERNO
ALEITAMENTO MATERNO
Lara Martins
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Dicas sobre amamentar
Dicas sobre amamentarDicas sobre amamentar
Dicas sobre amamentar
Wesley Lemos
 
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vidaAmamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Rebeca - Doula
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
Laped Ufrn
 
Aleitamento materno slide
Aleitamento materno slideAleitamento materno slide
Aleitamento materno slide
Lorrayne Ferreira
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
Walquíria Domingues
 
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a AmamentaçãoAgosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICIDAmamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Liga De Pediatria Med Unicid
 
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Juliane Stivanin da Silva
 
A higienização do recen nascido
A higienização do recen  nascido A higienização do recen  nascido
A higienização do recen nascido
Luiz Ramos Vieira
 
AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticas
AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticasAMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticas
AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticas
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Promoção do Aleitamento Materno no Pré-natal
Promoção do Aleitamento Materno no Pré-natalPromoção do Aleitamento Materno no Pré-natal
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
Rebeca - Doula
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
Isaque Reis
 
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da AmamentaçãoPromovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
Géssica Freire
 

Mais procurados (20)

Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1
 
ALEITAMENTO MATERNO
ALEITAMENTO MATERNOALEITAMENTO MATERNO
ALEITAMENTO MATERNO
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
 
Dicas sobre amamentar
Dicas sobre amamentarDicas sobre amamentar
Dicas sobre amamentar
 
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vidaAmamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
 
Aleitamento materno slide
Aleitamento materno slideAleitamento materno slide
Aleitamento materno slide
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
 
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a AmamentaçãoAgosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
 
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICIDAmamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
 
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
 
A higienização do recen nascido
A higienização do recen  nascido A higienização do recen  nascido
A higienização do recen nascido
 
AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticas
AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticasAMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticas
AMAMENTAÇÃO e ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: dicas práticas
 
Promoção do Aleitamento Materno no Pré-natal
Promoção do Aleitamento Materno no Pré-natalPromoção do Aleitamento Materno no Pré-natal
Promoção do Aleitamento Materno no Pré-natal
 
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
 
Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
 
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da AmamentaçãoPromovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 

Semelhante a Aleitamento materno

Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
Rebeca - Doula
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
VeraLuciaPereira24
 
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e partoComo promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Rebeca - Doula
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
EuSaúde
 
01 gestação, amamentação e o recém nascido
01 gestação, amamentação e o recém nascido01 gestação, amamentação e o recém nascido
01 gestação, amamentação e o recém nascido
Praxis Educativa
 
ALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptx
ALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptxALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptx
ALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptx
FranciscoFlorencio6
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Dessa Reis
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
Aline Melo de Aguiar
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
gisa_legal
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
Alinebrauna Brauna
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Dr. Benevenuto
 
Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)
Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)
Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)
Neto Pontes
 
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Claudia Xavier
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
AnaCardoso680770
 
AMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.ppt
AMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.pptAMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.ppt
AMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.ppt
BiancaMartins896007
 
Promoção do Aleitamento Materno no Alojamento Conjunto
Promoção do Aleitamento Materno no Alojamento ConjuntoPromoção do Aleitamento Materno no Alojamento Conjunto
Trabalho tpa 2
Trabalho tpa 2Trabalho tpa 2
Trabalho tpa 2
lejomoyas
 
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptxLeite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
BrunoMMorales
 
Problemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamasProblemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamas
Rebeca - Doula
 
Amamentaç[1]..
Amamentaç[1]..Amamentaç[1]..
Amamentaç[1]..
thamiris souza
 

Semelhante a Aleitamento materno (20)

Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
 
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e partoComo promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e parto
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
 
01 gestação, amamentação e o recém nascido
01 gestação, amamentação e o recém nascido01 gestação, amamentação e o recém nascido
01 gestação, amamentação e o recém nascido
 
ALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptx
ALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptxALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptx
ALIMENTACAO.E.ALEITAMENTO.MATERNO.pptx
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
 
Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)
Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)
Informações Básicas (Cuidados com o RN e Amamentação)
 
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
Aleitamento Materno, copinho, mamadeiras, complemento e controvérsias por Cla...
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
 
AMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.ppt
AMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.pptAMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.ppt
AMAMENTAÇÃO aula de obstetriciaenf.ppt
 
Promoção do Aleitamento Materno no Alojamento Conjunto
Promoção do Aleitamento Materno no Alojamento ConjuntoPromoção do Aleitamento Materno no Alojamento Conjunto
Promoção do Aleitamento Materno no Alojamento Conjunto
 
Trabalho tpa 2
Trabalho tpa 2Trabalho tpa 2
Trabalho tpa 2
 
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptxLeite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
 
Problemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamasProblemas precoces e tardios nas mamas
Problemas precoces e tardios nas mamas
 
Amamentaç[1]..
Amamentaç[1]..Amamentaç[1]..
Amamentaç[1]..
 

Aleitamento materno

  • 1. Problema 06: A ARTE DE AMAMENTAR
  • 2. Referências  CARVALHO, Marcus Renato de; TAMEZ, Raquel N. Amamentação: bases científicas, 2ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 430p.  LEÃO, Enio; CORREA, Edison José. Pediatria Ambulatorial. Editora COOPMED. 4ª edição, 2005.  BRASIL, Ministério da Saúde. Saúde da criança: nutrição infantil: aleitamento materno e alimentação complementar. Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2009.  Promovendo o aleitamento materno; Unicef e Ministerio da Saúde, 2007.
  • 4. Anatomia e histologia das mamas 1.Parede Torácica 2.Músculos peitorais 3.Lobo mamário 4.Mamilo 5.Aréola 6.Ductos lactíferos 7.Tecido adiposo 8.Pele
  • 6. Anatomia e histologia das mamas Alterações mamárias durante a lactação
  • 7. Anatomia e histologia das mamas Alterações mamárias durante a lactação
  • 9. Psicofisiologia da amamentação A prolactina age nas células secretoras dos alvéolos
  • 10. Psicofisiologia da amamentação A prolactina age nas células secretoras dos alvéolos A ocitocina é responsável pelo reflexo de ejeção do leite
  • 11. Como amamentar – Posição e Pega A mãe pode ficar DEITADA, SENTADA ou EM PÉ.  O importante é a mãe e o bebê sentirem-se bem confortáveis.
  • 12. Como amamentar – Posição do bebê O corpo do bebê deve estar inteiramente de frente para a mãe e bem próximo (barriga do bebê voltada para o corpo da mãe).  O bebê deve estar alinhado, a cabeça e a coluna em linha reta, no mesmo eixo.  A boca do bebê deve estar de frente para o bico do peito.  A mãe deve apoiar com o braço e mão o corpo e o “bumbum” do bebê.  Aproximar a boca do bebê bem de frente ao peito, para que ele possa “abocanhar” a mama.  Queixo do bebê tocando o peito da mãe.
  • 13. Como amamentar – Posição correta do bebê
  • 14. Como amamentar – Posição incorreta do bebê
  • 15. Como amamentar – Técnicas  Quando o peito estiver muito cheio, antes de amamentar, massagear e espremer a região da aréola para tirar um pouco de leite.  Seqüência de uma pega correta:
  • 16. Como amamentar – Técnicas  Deixar que o bebê pegue o peito.
  • 17. Como amamentar – Técnicas         Oferecer o peito logo após o nascimento, ainda na sala de parto. Oferecer o peito sempre que o bebê quiser, de dia ou de noite, ou seja, sob livre demanda. Oferecer um peito até o bebê soltar e depois oferecer o outro. Não interromper a mamada. Na próxima mamada, começar com o peito que o bebê não mamou na ultima mamada. Geralmente, o bebê solta sozinho o peito. Para o bebê arrotar, a mãe, o pai ou outro familiar deve levantá-lo e apoiar a cabeça no seu ombro e fazer uma leve massagem nas costas. O peito não precisa de limpeza antes ou após as mamadas. O banho diário é suficiente.
  • 18. Como amamentar – Pega correta
  • 19. Como amamentar – Pega incorreta
  • 20. Como amamentar – Avaliando uma boa pega Pega correta Pega incorreta Queixo toca a mama Queixo não toca a mama Boca bem aberta Boca pouco aberta Lábio inferior voltado para fora Lábios apontados para frente e inferior para dentro Bochechas arredondadas Bochechas encovadas Sobra mais aréola acima da boca do bebê Sobra mais aréola abaixo ou acima e abaixo da boca Mama arredondada Mama estirada
  • 21. Preparando a gestante para a amamentação – Cuidado com as mamas  Não usar cremes, pomadas, sabão ou sabonete nos mamilos.  Evitar a expressão do peito durante a gestação para retirada do colostro, pois isto pode estimular contrações uterinas.  A criança mama a aréola e não o bico.  Nenhum tipo de bico impede a amamentação.  O uso de sutiã ajuda na sustentação do peito.
  • 22. Preparando a gestante para a amamentação – Tipos de bicos
  • 23. Preparando a puérpera – Ordenha e armazenamento do leite materno ◦ Quando a mãe tem leite em excesso; ◦ A mãe e o bebê não podem ficar juntos; ◦ O bebê tem dificuldade de sugar; ◦ Quando a mãe deseja doar o excedente de seu leite.
  • 24. Problemas mais freqüentes da amamentação  Fissuras (rachaduras)  Tto: o próprio LM e exposição ao sol.  Leite “empedrado”, mama ingurgitada;  Tto: massagem e ordenha.  Mastite e abscesso  Avaliar o grau da mastite.  Compressas mornas, AINES, ATB e até drenagem.  “O leite está secando”
  • 25. Contra indicações Relativas a criança: Erros inatos do metabolismo: ◦ Galactosemia; ◦ Fenilcetonúria; ◦ Sindrome do xarope de bordo. Relativas a mãe: ◦ Infecção pelo HIV; ◦ Drogas; ◦ Ácido retinóico, sais de ouro, antineoplásicos e imunossupressores, amiodarona, ergotamina, misoprostol, bromocriptina e drogas de vício/abuso. ◦ Doença materna grave e debilitante - Psicose puerperal, depressão.
  • 26. Constituição do leite materno leite materno (100g) Água (g) Energia (kcal) Proteína (g) Lipídios (g) Carboidratos (g) Minerais K ClCa Na P Mg Zn Fe Cu I Cr Se F Mn precoce colostro transição maduro 88,2 87,4 87,1 58 67 70 5,4 2,3 1,5 0,9 2,1 2,9 3,7 4,2 5,3 6,6 7,3 (mg) (mg) (mg) (mg) (mg) (mg) (mcg) (mcg) (mcg) (mcg) (mcg) (mcg) (mcg) (mcg) 25 6 74 91 23 48 14 3 540 45 46 12 57 86 25 30 16 3 300 70 40 S 2 T T 58 42 28 18 15 3 120 40 25 11 50 2 16 0,6
  • 27. Constituição do leite materno Vitaminas Retinol (mcg) 89 Caroteno (mcg) 85 67 112 37 23 S 0,05 0,48 0,32 D (mcg) E (mg) 1,28 K (mcg) 0,2 0,2 Tiamina (mg) 0,02 0,01 0,02 Riboflavina (mg) 0,03 0,03 0,04 Niacina (mg) 0,08 0,1 0,2 0,01 T 0,09 2 T 0,3 2 3 9 Ac. Pantotenico (mg) 0,2 0,2 0,25 Biotina (mcg) 0,1 0,2 0,6 4 6 4 B6 (mg) B12 (mcg) Folato (mcg) C (mg)
  • 28. Constituição do leite materno – Principais componentes imunológicos Componentes Mecanismo IgA Secretora Revestimento das mucosas (digestiva, respiratória, urinária)  Lactoferrina  Ação bacteriostática Lisozima  Ação bactericida Macrófagos  Fagocitose Fator bífido    Lactobacilos
  • 29. Constituição do leite materno – Fases da produção láctea   Colostro: Secretado nos primeiros três a cinco dias após o parto. Leite de Transição: Seu período de produção está entre 6 – 10 dias até a segunda semana após o parto.   Leite Maduro: Produzido a partir da segunda quinzena após parto. Leite Anterior x Leite Posterior.
  • 30. Constituição do leite materno – Diferença entre os tipos de leite
  • 31. Constituição do leite materno – Diferença entre LM e LV
  • 32. Constituição do leite materno – LM e LV – Ferro no leite
  • 33. Banco de leite humano  O BLH é responsável pela promoção do aleitamento materno e execução das atividades de coleta, processamento e controle de qualidade do leite produzido nos primeiros dias após o parto (o colostro), leite de transição e leite humano maduro, para posterior distribuição sob prescrição do médico ou nutricionista.  Etapas do processamento do leite humano.
  • 34. Banco de leite humano
  • 35. Dez passos para o sucesso da amamentação
  • 36. Dez passos para o sucesso da amamentação 1. Ter uma norma escrita quanto à promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno que deverá ser rotineiramente transmitida a toda a equipe da unidade de saúde. 2. Treinar toda a equipe da unidade de saúde, capacitando-a para implementar esta norma. 3. Orientar as gestantes e mães sobre seus direitos e as vantagens do aleitamento materno. 4. Escutar as preocupações, vivências e dúvidas das gestantes e mães sobre a prática de amamentar, apoiando-as e fortalecendo sua autoconfiança. 5. Orientar as gestantes sobre a importância de iniciar a amamentação na primeira hora após o parto e de ficar com o bebê em Alcon. 6. Mostrar às gestantes e mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos. 7. Orientar as nutrizes sobre o método da amenorréia lactacional e outros métodos contraceptivos adequados à amamentação. 8. Encorajar a amamentação sob livre demanda. 9. Orientar gestantes e mães sobre os riscos do uso de fórmulas infantis, mamadeiras e chupetas, não permitindo propaganda e doações destes produtos na unidade de saúde. 10. Implementar grupos de apoio à amamentação acessíveis a todas as gestantes e mães, procurando envolver os familiares.
  • 37. Direitos da Gestante e Lactante Proteção à maternidade; É permitido à mulher grávida mudar de função; Licença maternidade de 120 dias; Direito à licença para hora de amamentação; Direito a amamentar durante a jornada de trabalho; Normas para alojamento conjunto.
  • 38. AMAMENTAÇÃO “ As infecções bucais e as cólicas intestinais são doenças artificiais e ambas totalmente ocasionadas por comida imprópria, como todos os tipos de papas... Deixe-me, então, pedir àqueles que são desejosos de cuidar de seus filhos, para não roubá-los do seio natural. Se eles desejam saúde e beleza aos bebês, que deixem suas mães amamentálos." Smith em 1772
  • 39. FIM!