SlideShare uma empresa Scribd logo
COMO OFERECER APOIO
    PERMANENTE A NUTRIZES



                                      4
1



          3




                                  5

2                  Instituto de Saúde
                          CIP/SES-SP
Práticas de saúde mesmo que
favoráveis não podem prevenir todas
as dificuldades com a amamentação.

 As dificuldades podem aparecer nas
primeiras semanas de vida do bebê e
muitas mães desistem de amamentar e
começam a dar alimentação artificial.

Em comunidades onde as mães não contam
  com um sistema de apoio de parentes e
   amigos, o profissional de saúde pode
providenciar alguma forma de acompanhar e
  encaminhar as mães a grupos de apoio.
Como preparar
as mães para a
amamentação
  em casa ?
As mães devem compreender:
  Que sua vontade de amamentar é muito
importante para o sucesso da amamentação.
 A importância da amamentação exclusiva, sem
    utilização de mamadeiras e chupetas.
 Como posicionar o bebê para que estabeleça
uma pega adequada.
 Que a freqüência e a duração das
    mamadas devem ser definidas
    pelo bebê.
 O que fazer se achar que
    não tem leite suficiente.
Durante a internação todas as mães devem
      receber informação individual ou em grupo,
                  de forma gradativa....




6

    Aproveite a presença de familiares e amigos para
             orientar e tirar dúvidas sobre
      a amamentação e os cuidados com o bebê.
Como preparar a mãe para a amamentação em casa

    Sugira que:
   Se alimente, de acordo com suas
   possibilidades, variando os alimentos.
   Consuma alimentos da dieta regular. Todos os
   alimentos são aceitáveis, se consumidos com
   moderação.
   Beba líquidos quando sentir sede.
   Faça, se possível, exercícios regularmente.
   Repouse sempre que possível.
   Evite consumo de álcool, fumo, cafeína em
   excesso e outras drogas sem orientação
   médica.
Na alta, ofereça à mãe os serviços de apoio
 que você conhece e sabe que funcionam



 Clinica de lactação
 Grupo de Mães
 Banco de Leite
 Consulta agendada
                                              7
 Visita domiciliar
 Disque amamentação
Se não existir clínica, grupo de apoio ou outros
  mecanismos para orientar e apoiar a mãe:

• Ofereça orientação escrita, além da verbal.
• Não permita que receba material impresso
  sobre alimentação artificial.
• Dê o nome de alguém, com endereço e
  telefone, que possa contatar no hospital,
  ambulatório ou comunidade.
• Entre em contato com a mãe para saber como
  está a amamentação (telefone, visita).
• Agende uma consulta para o bebê na primeira
  semana de vida.
• Reforce as orientações a um familiar ou
  acompanhante.
APOIO APÓS A ALTA
    Na consulta de acompanhamento do bebê

 Ouça as dúvidas e ansiedades da mãe e familiares.

 Use habilidades de aconselhamento para apoiar a
amamentação.

 Observe a mamada.

 Realize a avaliação clínica do bebê.
 Elogie, informe e sugira.

 Demonstre seu interesse em apoiar a mãe sempre que
      se fizer necessário.
Convide
        familiares ou
        amigos para
        participar da
          consulta.




    9
8
Amamentação por dois anos ou mais
• Conforme cresce, o bebê distrai-se facilmente
  com ruídos e atividades ao seu redor, durante a
  mamada. Amamente-o num local silencioso para
  evitar distrações.
• Por volta dos seis meses, o bebê pode começar a
  manifestar interesse por outros alimentos.
  Amamente-o primeiro, depois ofereça outro
  alimento.
• Com a introdução de alimentos, o bebê pode
  querer mamar com menos freqüência. Não ofereça
  outro tipo de leite em substituição à amamentação
  a crianças abaixo de 2 anos.
• O bebê não deve ser desmamado repentinamente.
  Deixe que ele diminua o número de mamadas aos
  poucos e ofereça outros alimentos diariamente.
Nos primeiros dias em casa, a principal
    dificuldade é o estabelecimento da
          amamentação exclusiva.

Superada essa fase, é importante propiciar
a discussão sobre as preocupações da
mulher quanto ao planejamento familiar e o
retorno ao emprego.
A amamentação como método de
   planejamento familiar pode ter 98% de
               eficácia se:

• O bebê tem menos de seis meses de idade.
• A mãe não estiver menstruando.
• A mãe estiver amamentando de forma
 exclusiva ou predominante, dia e noite, sob
 demanda.


É o Método da Amenorréia da Lactação (LAM)
Se a mãe quiser usar a amamentação para
       espaçar gestações, recomende que:

• Amamente sempre que o bebê desejar.
• Amamente em um peito até o bebê largá-lo
  espontaneamente, depois ofereça o outro peito.
• Deixe o bebê sugar somente o peito, sem
  oferecer chupetas ou mamadeiras.
• Amamente o bebê à noite sempre que acordar.
• Amamente, no mínimo, dez a doze vezes em 24
  horas, sem intervalos de mais de seis horas
  entre as mamadas.
• Amamente exclusivamente até os seis meses.
OUTROS MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS

• Todos os métodos não hormonais são adequados,
      pois não tem efeitos sobre a amamentação:
      DIU, Diafragma, Condon, Espermicidas.
• Os hormonais, somente com progestágenos não tem
      efeito ou até aumentam a produção de leite:       11

      Depo-provera, Norplant, Pílula de Progesterona.
• Os hormonais combinados com estrógeno e
progesterona não devem ser usados pois podem
diminuir a produção de leite: Pílula combinada,
Injeção mensal
Informe sobre os direitos da
           mulher trabalhadora

       LICENÇA MATERNIDADE
À empregada gestante é assegurada
licença de 120 dias consecutivos,
sem prejuízo do emprego e
da remuneração, podendo ter
início no primeiro dia do nono mês
de gestação, salvo antecipação
por prescrição médica.
Constituição federal, Artigo 7º, Inciso XVIII
Direito à garantia do emprego


É vedada a dispensa arbitrária
ou sem justa causa da mulher
trabalhadora durante o período
de gestação e lactação, desde
a confirmação da gravidez até
                                                         10

cinco meses após o parto.
                                 Constituição federal,
                                  Artigo 10, Inciso II
Direito à creche
Todo estabelecimento que
empregue mais de trinta mulheres
com mais de 16 anos de idade
deverá ter local apropriado, onde
seja permitido às empregadas
guardar sob vigilância e
assistência seus filhos no período                         11
de amamentação.

 Essa exigência poderá ser suprida por meio de creches
 distritais mantidas, diretamente ou mediante convênios,
 com outras entidades públicas ou privadas como SESI,
 SESC, ou entidades sindicais.
          CLT, Artigo 389, Parágrafos 1º e 2º
Pausas para amamentar



Para amamentar o
próprio filho, até que                                  12

este complete seis meses de idade, a mulher terá
direito, durante a jornada de trabalho, a dois
descansos especiais, de meia hora cada um.
Quando exigir a saúde do filho, o período de seis
meses poderá ser dilatado a critério da
autoridade competente.
                         CLT, Artigo 396, Parágrafo único
LICENÇA PATERNIDADE




13
     Todos os trabalhadores têm direito
 a 5 dias consecutivos, sem prejuízo da
       remuneração, pelo nascimento
              ou adoção de filhos.
       Constituição federal, Artigo 7º, Inciso XIX
Licença-maternidade
            da mãe adotiva

     Lei 10421 de 15/04/2002
         até 1 ano – 120 dias
         1 a 4 anos – 60 dias
         4 a 8 anos – 30 dias




14
Questões para debate
       Ver livro Manejo e promoção do aleitamento materno...



• O que poderíamos dizer a uma gestante
 sobre seus direitos, após o nascimento do
 bebê?
• Para onde poderíamos encaminhar nutrizes,
 após receber alta hospitalar?
• Como podemos orientar uma nutriz quanto
 ao desmame?
Como oferecer apoio permanente

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e partoComo promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e parto
Rebeca - Doula
 
A importância do leite materno !
A importância do leite materno !A importância do leite materno !
A importância do leite materno !
DAniela Fonseca
 
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da AmamentaçãoPromovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
GisleneDmingos
 
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Juliane Stivanin da Silva
 
Política de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da Saúde
Política de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da SaúdePolítica de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da Saúde
Política de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da Saúde
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1
Gray Rodrigues
 
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Juliane Stivanin da Silva
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
Walquíria Domingues
 
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e ApoiandoWABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
Cleidenisia Daiana
 
Aleitamento materno
Aleitamento materno Aleitamento materno
Aleitamento materno
lipernnatal
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
Solange Broggine
 
Mantendo o Aleitamento Materno em Situações Especiais
Mantendo o Aleitamento Materno em Situações EspeciaisMantendo o Aleitamento Materno em Situações Especiais
Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
Rebeca - Doula
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
Isaque Reis
 
Lactancia
LactanciaLactancia
Lactancia
blueangel49
 
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Gestação 2
Gestação 2Gestação 2
Gestação 2
Saúde Hervalense
 
Amamentacao 5c2ba-semestre
Amamentacao 5c2ba-semestreAmamentacao 5c2ba-semestre
Amamentacao 5c2ba-semestre
Vitor D Angelis
 

Mais procurados (20)

Como promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e partoComo promover a amamentação na gravidez e parto
Como promover a amamentação na gravidez e parto
 
A importância do leite materno !
A importância do leite materno !A importância do leite materno !
A importância do leite materno !
 
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da AmamentaçãoPromovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
Promovendo o Aleitamento Materno Exclusivo: desafios do início da Amamentação
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
Aleitamento materno uma prioridade nacional (lição 2)
 
Política de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da Saúde
Política de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da SaúdePolítica de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da Saúde
Política de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento - Ministério da Saúde
 
Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1Aleitamento materno 1
Aleitamento materno 1
 
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
 
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e ApoiandoWABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
WABA SMAM 2022: Fortalecer a Amamentação, Educando e Apoiando
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
 
Aleitamento materno
Aleitamento materno Aleitamento materno
Aleitamento materno
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
 
Mantendo o Aleitamento Materno em Situações Especiais
Mantendo o Aleitamento Materno em Situações EspeciaisMantendo o Aleitamento Materno em Situações Especiais
Mantendo o Aleitamento Materno em Situações Especiais
 
Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
 
Lactancia
LactanciaLactancia
Lactancia
 
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
Oficina: ACONSELHAMENTO em AMAMENTAÇÃO (resumo de conteúdo)
 
Gestação 2
Gestação 2Gestação 2
Gestação 2
 
Amamentacao 5c2ba-semestre
Amamentacao 5c2ba-semestreAmamentacao 5c2ba-semestre
Amamentacao 5c2ba-semestre
 

Destaque

Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópiaComprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
Rebeca - Doula
 
Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
Rebeca - Doula
 
Proposta Direção IHAC 2013-2017
Proposta Direção IHAC 2013-2017Proposta Direção IHAC 2013-2017
Proposta Direção IHAC 2013-2017
messias bandeira
 
SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME
SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME
SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
ANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnico
ANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnicoANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnico
ANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnico
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Como tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criançaComo tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criança
Rebeca - Doula
 
XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...
XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...
XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Como iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentaçãoComo iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentação
Rebeca - Doula
 
Baixa produção de leite
Baixa produção de leiteBaixa produção de leite
Baixa produção de leite
Rebeca - Doula
 
Cuidados saude pessoas_sindrome_down
Cuidados saude pessoas_sindrome_downCuidados saude pessoas_sindrome_down
Cuidados saude pessoas_sindrome_down
Ministério da Saúde
 
Como lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiaisComo lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiais
Rebeca - Doula
 
Vantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento maternoVantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento materno
Rebeca - Doula
 
Bebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peitoBebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peito
Rebeca - Doula
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
Laped Ufrn
 
Cuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTrica
Cuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTricaCuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTrica
Cuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTrica
Renato Bach
 
38 manutenção de sondas e cuidados na administração
38   manutenção de sondas e cuidados na administração38   manutenção de sondas e cuidados na administração
38 manutenção de sondas e cuidados na administração
ONCOcare
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
Juliana Maciel
 

Destaque (17)

Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópiaComprimento estatura meninos_percentis - cópia
Comprimento estatura meninos_percentis - cópia
 
Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
 
Proposta Direção IHAC 2013-2017
Proposta Direção IHAC 2013-2017Proposta Direção IHAC 2013-2017
Proposta Direção IHAC 2013-2017
 
SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME
SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME
SMAM: ODM & AMAMENTAÇÃO pela Associação Portella - PAME
 
ANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnico
ANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnicoANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnico
ANQUILOGLOSSIA e ALEITAMENTO - parecer técnico
 
Como tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criançaComo tornar sua comunidade amiga da criança
Como tornar sua comunidade amiga da criança
 
XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...
XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...
XIII ENAM (Encontro Nacional de Aleitamento) + III ENACS Manaus, Amazonas - a...
 
Como iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentaçãoComo iniciar a amamentação
Como iniciar a amamentação
 
Baixa produção de leite
Baixa produção de leiteBaixa produção de leite
Baixa produção de leite
 
Cuidados saude pessoas_sindrome_down
Cuidados saude pessoas_sindrome_downCuidados saude pessoas_sindrome_down
Cuidados saude pessoas_sindrome_down
 
Como lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiaisComo lidar com as situações especiais
Como lidar com as situações especiais
 
Vantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento maternoVantagens do aleitamento materno
Vantagens do aleitamento materno
 
Bebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peitoBebês que recusam o peito
Bebês que recusam o peito
 
Aleitamento Materno
Aleitamento MaternoAleitamento Materno
Aleitamento Materno
 
Cuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTrica
Cuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTricaCuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTrica
Cuidados Intensivos Em Terapia Intensiva PediáTrica
 
38 manutenção de sondas e cuidados na administração
38   manutenção de sondas e cuidados na administração38   manutenção de sondas e cuidados na administração
38 manutenção de sondas e cuidados na administração
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
 

Semelhante a Como oferecer apoio permanente

Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamentaCartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Luis Araujo
 
Mae trabalhadora e a Amamentação
Mae trabalhadora e a AmamentaçãoMae trabalhadora e a Amamentação
Mae trabalhadora e a Amamentação
gikapp88
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta
Cartilha mae trabalhadora_amamentaCartilha mae trabalhadora_amamenta
Cartilha mae trabalhadora_amamenta
Luciana Quaresma
 
Gravidez saudável e parto seguro
Gravidez saudável e parto seguroGravidez saudável e parto seguro
Gravidez saudável e parto seguro
adrianomedico
 
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTACartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece? Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Conselhos Aos Pais
Conselhos Aos PaisConselhos Aos Pais
Conselhos Aos Pais
Biblioteca Virtual
 
CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023
CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023 CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023
CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Caderneta gest-internet
Caderneta gest-internetCaderneta gest-internet
Caderneta gest-internet
Fernanda Queiroz
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
VeraLuciaPereira24
 
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
blogped1
 
Folheto amamentar o seu bebé unicef
Folheto amamentar o seu bebé   unicefFolheto amamentar o seu bebé   unicef
Folheto amamentar o seu bebé unicef
Belinha Vinagre
 
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Direitos e deveres tenho uma criança.pdf
Direitos e deveres tenho uma criança.pdfDireitos e deveres tenho uma criança.pdf
Direitos e deveres tenho uma criança.pdf
DanielaMenezes43
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Cms Nunes
 
caderneta_gestante_versao_eletronica.pdf
caderneta_gestante_versao_eletronica.pdfcaderneta_gestante_versao_eletronica.pdf
caderneta_gestante_versao_eletronica.pdf
sedepoy260
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
EuSaúde
 

Semelhante a Como oferecer apoio permanente (20)

Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
 
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamentaCartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
 
Mae trabalhadora e a Amamentação
Mae trabalhadora e a AmamentaçãoMae trabalhadora e a Amamentação
Mae trabalhadora e a Amamentação
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta
Cartilha mae trabalhadora_amamentaCartilha mae trabalhadora_amamenta
Cartilha mae trabalhadora_amamenta
 
Gravidez saudável e parto seguro
Gravidez saudável e parto seguroGravidez saudável e parto seguro
Gravidez saudável e parto seguro
 
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTACartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
 
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece? Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
 
Conselhos Aos Pais
Conselhos Aos PaisConselhos Aos Pais
Conselhos Aos Pais
 
CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023
CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023 CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023
CADERNETA da GESTANTE: 8a edição / 2023
 
Caderneta gest-internet
Caderneta gest-internetCaderneta gest-internet
Caderneta gest-internet
 
Aleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdfAleitamento materno.pptx.pdf
Aleitamento materno.pptx.pdf
 
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
 
Folheto amamentar o seu bebé unicef
Folheto amamentar o seu bebé   unicefFolheto amamentar o seu bebé   unicef
Folheto amamentar o seu bebé unicef
 
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
 
Direitos e deveres tenho uma criança.pdf
Direitos e deveres tenho uma criança.pdfDireitos e deveres tenho uma criança.pdf
Direitos e deveres tenho uma criança.pdf
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
caderneta_gestante_versao_eletronica.pdf
caderneta_gestante_versao_eletronica.pdfcaderneta_gestante_versao_eletronica.pdf
caderneta_gestante_versao_eletronica.pdf
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Cartilhasmam
 
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
 

Mais de Rebeca - Doula

Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Rebeca - Doula
 
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBPA Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
Rebeca - Doula
 
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Rebeca - Doula
 
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normalDiretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Rebeca - Doula
 
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
Rebeca - Doula
 
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópiaComprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
Rebeca - Doula
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópiaCartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Rebeca - Doula
 
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Rebeca - Doula
 
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópiaPeso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
Rebeca - Doula
 
Amamentação na primeira hora
Amamentação na primeira horaAmamentação na primeira hora
Amamentação na primeira hora
Rebeca - Doula
 
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Rebeca - Doula
 
História da alimentação
História da alimentaçãoHistória da alimentação
História da alimentação
Rebeca - Doula
 
Como tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criançaComo tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criança
Rebeca - Doula
 
Como retirar o leite materno
Como retirar o leite maternoComo retirar o leite materno
Como retirar o leite materno
Rebeca - Doula
 

Mais de Rebeca - Doula (14)

Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
 
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBPA Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
A Alimentação Complementar e o Método BLW - SBP
 
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
Optimal duration of exclusive breastfeeding (Review)
 
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normalDiretrizes nacionais de assistência ao parto normal
Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal
 
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
DELAYED CLAMPING OF THE UMBILICAL CORD TO REDUCE INFANT ANAEMIA
 
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópiaComprimento estatura meninas_percentis - cópia
Comprimento estatura meninas_percentis - cópia
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópiaCartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
 
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
Características, freqüência e fatores presentes na ocorrência de lesão de mam...
 
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópiaPeso por idade_meninos_percentis - cópia
Peso por idade_meninos_percentis - cópia
 
Amamentação na primeira hora
Amamentação na primeira horaAmamentação na primeira hora
Amamentação na primeira hora
 
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
 
História da alimentação
História da alimentaçãoHistória da alimentação
História da alimentação
 
Como tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criançaComo tornar seu hospital amigo da criança
Como tornar seu hospital amigo da criança
 
Como retirar o leite materno
Como retirar o leite maternoComo retirar o leite materno
Como retirar o leite materno
 

Como oferecer apoio permanente

  • 1. COMO OFERECER APOIO PERMANENTE A NUTRIZES 4 1 3 5 2 Instituto de Saúde CIP/SES-SP
  • 2. Práticas de saúde mesmo que favoráveis não podem prevenir todas as dificuldades com a amamentação. As dificuldades podem aparecer nas primeiras semanas de vida do bebê e muitas mães desistem de amamentar e começam a dar alimentação artificial. Em comunidades onde as mães não contam com um sistema de apoio de parentes e amigos, o profissional de saúde pode providenciar alguma forma de acompanhar e encaminhar as mães a grupos de apoio.
  • 3. Como preparar as mães para a amamentação em casa ?
  • 4. As mães devem compreender: Que sua vontade de amamentar é muito importante para o sucesso da amamentação. A importância da amamentação exclusiva, sem utilização de mamadeiras e chupetas. Como posicionar o bebê para que estabeleça uma pega adequada. Que a freqüência e a duração das mamadas devem ser definidas pelo bebê. O que fazer se achar que não tem leite suficiente.
  • 5. Durante a internação todas as mães devem receber informação individual ou em grupo, de forma gradativa.... 6 Aproveite a presença de familiares e amigos para orientar e tirar dúvidas sobre a amamentação e os cuidados com o bebê.
  • 6. Como preparar a mãe para a amamentação em casa Sugira que: Se alimente, de acordo com suas possibilidades, variando os alimentos. Consuma alimentos da dieta regular. Todos os alimentos são aceitáveis, se consumidos com moderação. Beba líquidos quando sentir sede. Faça, se possível, exercícios regularmente. Repouse sempre que possível. Evite consumo de álcool, fumo, cafeína em excesso e outras drogas sem orientação médica.
  • 7. Na alta, ofereça à mãe os serviços de apoio que você conhece e sabe que funcionam Clinica de lactação Grupo de Mães Banco de Leite Consulta agendada 7 Visita domiciliar Disque amamentação
  • 8. Se não existir clínica, grupo de apoio ou outros mecanismos para orientar e apoiar a mãe: • Ofereça orientação escrita, além da verbal. • Não permita que receba material impresso sobre alimentação artificial. • Dê o nome de alguém, com endereço e telefone, que possa contatar no hospital, ambulatório ou comunidade. • Entre em contato com a mãe para saber como está a amamentação (telefone, visita). • Agende uma consulta para o bebê na primeira semana de vida. • Reforce as orientações a um familiar ou acompanhante.
  • 9. APOIO APÓS A ALTA Na consulta de acompanhamento do bebê  Ouça as dúvidas e ansiedades da mãe e familiares.  Use habilidades de aconselhamento para apoiar a amamentação.  Observe a mamada.  Realize a avaliação clínica do bebê.  Elogie, informe e sugira.  Demonstre seu interesse em apoiar a mãe sempre que se fizer necessário.
  • 10. Convide familiares ou amigos para participar da consulta. 9 8
  • 11. Amamentação por dois anos ou mais • Conforme cresce, o bebê distrai-se facilmente com ruídos e atividades ao seu redor, durante a mamada. Amamente-o num local silencioso para evitar distrações. • Por volta dos seis meses, o bebê pode começar a manifestar interesse por outros alimentos. Amamente-o primeiro, depois ofereça outro alimento. • Com a introdução de alimentos, o bebê pode querer mamar com menos freqüência. Não ofereça outro tipo de leite em substituição à amamentação a crianças abaixo de 2 anos. • O bebê não deve ser desmamado repentinamente. Deixe que ele diminua o número de mamadas aos poucos e ofereça outros alimentos diariamente.
  • 12. Nos primeiros dias em casa, a principal dificuldade é o estabelecimento da amamentação exclusiva. Superada essa fase, é importante propiciar a discussão sobre as preocupações da mulher quanto ao planejamento familiar e o retorno ao emprego.
  • 13. A amamentação como método de planejamento familiar pode ter 98% de eficácia se: • O bebê tem menos de seis meses de idade. • A mãe não estiver menstruando. • A mãe estiver amamentando de forma exclusiva ou predominante, dia e noite, sob demanda. É o Método da Amenorréia da Lactação (LAM)
  • 14. Se a mãe quiser usar a amamentação para espaçar gestações, recomende que: • Amamente sempre que o bebê desejar. • Amamente em um peito até o bebê largá-lo espontaneamente, depois ofereça o outro peito. • Deixe o bebê sugar somente o peito, sem oferecer chupetas ou mamadeiras. • Amamente o bebê à noite sempre que acordar. • Amamente, no mínimo, dez a doze vezes em 24 horas, sem intervalos de mais de seis horas entre as mamadas. • Amamente exclusivamente até os seis meses.
  • 15. OUTROS MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS • Todos os métodos não hormonais são adequados, pois não tem efeitos sobre a amamentação: DIU, Diafragma, Condon, Espermicidas. • Os hormonais, somente com progestágenos não tem efeito ou até aumentam a produção de leite: 11 Depo-provera, Norplant, Pílula de Progesterona. • Os hormonais combinados com estrógeno e progesterona não devem ser usados pois podem diminuir a produção de leite: Pílula combinada, Injeção mensal
  • 16. Informe sobre os direitos da mulher trabalhadora LICENÇA MATERNIDADE À empregada gestante é assegurada licença de 120 dias consecutivos, sem prejuízo do emprego e da remuneração, podendo ter início no primeiro dia do nono mês de gestação, salvo antecipação por prescrição médica. Constituição federal, Artigo 7º, Inciso XVIII
  • 17. Direito à garantia do emprego É vedada a dispensa arbitrária ou sem justa causa da mulher trabalhadora durante o período de gestação e lactação, desde a confirmação da gravidez até 10 cinco meses após o parto. Constituição federal, Artigo 10, Inciso II
  • 18. Direito à creche Todo estabelecimento que empregue mais de trinta mulheres com mais de 16 anos de idade deverá ter local apropriado, onde seja permitido às empregadas guardar sob vigilância e assistência seus filhos no período 11 de amamentação. Essa exigência poderá ser suprida por meio de creches distritais mantidas, diretamente ou mediante convênios, com outras entidades públicas ou privadas como SESI, SESC, ou entidades sindicais. CLT, Artigo 389, Parágrafos 1º e 2º
  • 19. Pausas para amamentar Para amamentar o próprio filho, até que 12 este complete seis meses de idade, a mulher terá direito, durante a jornada de trabalho, a dois descansos especiais, de meia hora cada um. Quando exigir a saúde do filho, o período de seis meses poderá ser dilatado a critério da autoridade competente. CLT, Artigo 396, Parágrafo único
  • 20. LICENÇA PATERNIDADE 13 Todos os trabalhadores têm direito a 5 dias consecutivos, sem prejuízo da remuneração, pelo nascimento ou adoção de filhos. Constituição federal, Artigo 7º, Inciso XIX
  • 21. Licença-maternidade da mãe adotiva Lei 10421 de 15/04/2002 até 1 ano – 120 dias 1 a 4 anos – 60 dias 4 a 8 anos – 30 dias 14
  • 22. Questões para debate Ver livro Manejo e promoção do aleitamento materno... • O que poderíamos dizer a uma gestante sobre seus direitos, após o nascimento do bebê? • Para onde poderíamos encaminhar nutrizes, após receber alta hospitalar? • Como podemos orientar uma nutriz quanto ao desmame?