SlideShare uma empresa Scribd logo
Aleitamento materno Vera Lúcia Pereira
Assistente Social
A amamentação,
isto é, dar o
peito, é a
primeira e mais
importante ação
no combate
à fome, às
doenças e à
desnutrição,
e no
fortalecimento
do vínculo
fundamental
entre
mãe e filho.
Gestação: inicio da vida
A Pastoral da Criança está alertando as gestantes e
famílias sobre como os primeiros 1000 dias da criança
podem afetar a saúde para sempre. Qual é o motivo
deste trabalho?
A Pastoral da Criança, sabendo da importância
desses primeiros 1000 dias, faz o Mutirão em Busca
das Gestantes.
OS PRIMEIROS MIL DIAS E A NOSSA SAÚDE
Estudos científicos apontam que os cuidados nos primeiros 1000
dias de vida podem afetar a saúde de uma pessoa para
sempre.
270 dias (9 meses da gestação)
+ 365 dias (1º ano de vida)
+ 365 dias (2º ano de vida)
1000 dias
DEFINIÇÃO
O aleitamento materno, antes de ser um ato natural, fisiológico,
tornou-se uma opção nos dias de hoje.
Na década de 70, quando as taxas de aleitamento materno
alcançaram os níveis mais baixos da história da humanidade,
começou a ocorrer um movimento internacional para resgatar a
“cultura da amamentação”.
Apesar de haver um aumento da prática do aleitamento materno,
ela está, ainda, muito aquém da recomendação da Organização
Mundial de Saúde, que preconiza a amamentação exclusiva
durante os primeiros 6 meses e uma amamentação parcial até
pelo menos o final do primeiro ano de vida.
Aleitamento exclusivo = não se deve dar nenhum outro alimento
sólido ou líquido, como água, sumos, chá de raízes tradicionais e
nem papas,
Amamentar é muito mais do
que nutrir a criança.
É um processo que envolve
interação entre mãe e filho, com
repercussões no estado nutricional
da criança, em sua habilidade de
se defender de infecções, em sua
fisiologia e no seu desenvolvimento
cognitivo e emocional,
Ainda tem implicações na saúde
física e psíquica da mãe.
Porque amamentar é importante
Nutrientes perfeitos
Fatores anti-infecciosos;
Fatores do crescimento;
Proteínas em quantidade correta e de fácil
digestão;
Gorduras – bastante ácidos graxos essenciais;
Ferro – pequena quantidade e bem absorvido;
Vitaminas – quantidade suficiente;
Água – quantidade suficiente.
Fórmula única para cada bebê;
A amamentação exclusiva durante os primeiros seis meses
de vida é importante para a sobrevivência, crescimento e
desenvolvimento da criança.
O colostro é o leite que sai
nos primeiros dias e tem
uma cor amarelada. Este
leite é muito bom porque
protege o bebê contra as
infecções;
Aumenta os laços afetivos;
Diminui o sangramento da mãe após o parto e faz o
útero voltar mais rápido ao tamanho normal.
É um método natural de planejamento familiar;
Diminui o risco de câncer de mama e ovários;
É econômico e prático;
Vantagens para a família, evitando gastos com
mamadeiras, bicos , etc.
Benefícios para a mãe, pai e família
Benefícios para o bebê
O leite materno dá proteção contra
doenças;
É feito especialmente para o estômago da
criança, portanto de mais fácil digestão;
Ajuda na prevenção de defeitos na
oclusão (fechamento) dos dentes, diminui
a incidência de cáries e problemas na
fala;
Crianças que mamam no peito são mais
inteligentes;
Menos chances de desenvolver diabetes,
hipertensão e doenças cardiovasculares.
POR QUE NÃO USAR MAMADEIRA, CHUPETA,
CHUCA OU PROTETOR DE MAMILO (BICO
INTERMEDIÁRIO)
Maior risco de contaminar o leite e
provocar doenças.
Atrapalha o aleitamento materno,
causando confusão de bicos.
Pode modificar a posição dos
dentes, prejudicar a fala e
respiração fazendo o bebê respirar
pela boca.
É mais caro e sua preparação dá
mais trabalho.
Diminui o contato entre mãe e filho.
Inicie a amamentação dentro da 1ª hora logo
após o nascimento da criança;
Amamente a sua criança SOMENTE com leite do
peito durante os primeiros 6 meses de vida;
Amamente a sua criança TODAS as vezes que
quiser, de dia ou de noite e todo o tempo que ela
quiser;
Continue a amamentar mesmo que a criança
esteja doente;
Em cada mamada, oferecer ambos os peitos, se
o bebê desejar.
Deixar o bebê mamar até soltar o peito.
COMO FAZER O ALEITAMENTO MATERNO
Posição da mãe
Se a mãe der de mamar DEITADA
A mãe deve deitar-se de lado, apoiando
sua cabeça e costas em travesseiros
para ficar mais à vontade.
A mãe também pode dar de mamar
recostada na cama.
Com um braço, a mãe apoia o pescoço
e o tronco do bebê, ajudando a
aproximar o corpo do bebê ao seu
corpo, e com a outra mão aproxima a
boca do bebê do bico do peito. Ele
próprio vai procurar o bico.
Posição da mãe
Se a mãe der de mamar SENTADA
A mãe pode cruzar as pernas ou
usar travesseiros sobre suas coxas,
ou ainda usar embaixo dos pés um
apoio para facilitar a posição do
bebê, permitindo assim, que a boca
do bebê fique no mesmo plano da
aréola.
O IMPORTANTE É A MÃE SE SENTIR
CONFORTÁVEL
COMO TERMINAR A
MAMADA
Deixar o bebê mamar até soltar o
peito espontaneamente.
Se preciso, a mãe pode colocar o
dedo mindinho na boca do bebê
para ele soltar o peito.
Colocar o bebê sempre para arrotar.
ALIMENTAÇÃO DA MÃE
A mulher deve ter uma
alimentação equilibrada em
quantidade e qualidade;
A mulher deve comer pelo
menos 3 refeições por dia, frutas
e vegetais diariamente;
Beber muitos líquidos durante a
amamentação, por ex: água,
sucos de frutas, sopas, leite.
O que pode atrapalhar
Estresse, fadiga(cansaço), medo,
ansiedade, má alimentação, baixa
auto estima...
Inibem a produção da ocitocina
(hormônio que libera o leite do
peito) ◊ O bebê suga, mas o leite
não é liberado .
“O LEITE SÓ É PRODUZIDO QUANDO O
BEBÊ É ESTIMULADO A SUGAR !!!”
EVENTUAIS PROBLEMAS
Ingurgitamento mamário
Leite empedrado = é caracterizado pelo
excesso de leite nas mamas,
Tratamento: massagem e ordenha
(RETIRADA DE LEITE DO PEITO)
Como evitar
❖ colocar o bebê para mamar sob
livre demanda, sempre que ele
quiser.
❖ Evitar que os peitos fiquem muito
cheios ou doloridos – esvaziar as
mamas;
❖ Posicionar o bebê corretamente.
EVENTUAIS PROBLEMAS
Ingurgitamento mamário
Leite empedrado = é caracterizado pelo
excesso de leite nas
mamas, popularmente chamado de "leite
empedrado" que pode ocorrer em
qualquer fase da amamentação embora
seja mais comum nos primeiros dias, após
o nascimento do bebê.
Tratamento: massagem e ordenha
(RETIRADA DE LEITE DO PEITO)
Como evitar
❖ colocar o bebê para mamar sob
livre demanda, sempre que ele
quiser.
❖ Evitar que os peitos fiquem muito
cheios ou doloridos – esvaziar as
mamas;
❖ Posicionar o bebê corretamente.
Eventuais problemas
Fissura ou rachadura
Ocorre quando o
posicionamento ou a pega estão
errados
Como evitar
Posicionar melhor o bebê no peito e
corrigir a “pega”;
Começar a dar o peito pela mama sadia
e depois passar para a mama com
rachaduras;
Expor as mamas aos raios do sol;
Ordenhar manualmente o excesso de
leite para evitar que o leite fique
“empedrado”.
Rachadura pode levar ao
ingurgitamento (leite empedrado) e este
à mastite.
Mastite e abscesso
EVENTUAIS PROBLEMAS
Ingurgitamento mamário
Leite empedrado = é caracterizado pelo
excesso de leite nas
mamas, popularmente chamado de "leite
empedrado" que pode ocorrer em
qualquer fase da amamentação embora
seja mais comum nos primeiros dias, após
o nascimento do bebê.
Tratamento: massagem e ordenha
(RETIRADA DE LEITE DO PEITO)
Como evitar
❖ colocar o bebê para mamar sob
livre demanda, sempre que ele
quiser.
❖ Evitar que os peitos fiquem muito
cheios ou doloridos – esvaziar as
mamas;
❖ Posicionar o bebê corretamente.
Eventuais problemas
Mastite e abscesso
é a inflamação da glândula
mamária.
Como evitar
Evitar o empedramento
é colocar o bebê para mamar
sob livre demanda, sempre que
ele quiser.
Se as mamas estiverem muito
cheias, retirar o excesso e
oferecer o peito com maior
frequência.
Procure o médico;
Quando não tratado
adequadamente pode evoluir
para abscesso
MITOS QUE PREJUDICAM A AMAMENTAÇÃO
“Dar de mamar faz os peitos caírem” – FALSO
“Meu leite é fraco e não sustenta o bebê e ele chora com
fome.” – FALSO
“Se o bebê arrotar mamando, o peito pode inflamar ou o
leite secar.” – FALSO
“Criança que nasceu antes do tempo ou muito pequena
não pode mamar.” – FALSO
“Não tenho leite !” – FALSO
“Mãe que trabalha fora não pode amamentar” – FALSO
A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA
PROTEGE A AMAMENTAÇÃO
Alojamento conjunto (após o parto,
mãe e filho juntos no mesmo quarto
ou enfermaria, 24 horas por dia).
Redução de 1 hora na jornada de
trabalho para a amamentação.
Norma Brasileira para
Comercialização de Alimentos
para Lactentes e Crianças de
Primeira Infância, Bicos, Chupetas e
Mamadeiras.
Licença gestante (120 dias).
Licença paternidade (5 dias).
COMO OS SERVIÇOS DE SAÚDE PODEM
APOIAR A AMAMENTAÇÃO
Implementando normas e rotinas de
aleitamento materno;
Incentivando formação de grupos de
gestantes e mães;
Estimulando a participação das famílias
no apoio à amamentação e durante a
assistência ao pré-natal, parto e
pós-parto;
Realizando acompanhamento das
crianças e mães após a alta da
maternidade;
Estimulando as visitas domiciliares por
pessoal treinado;
Avaliando o jeito de amamentar em
todos os contatos com mães e bebês;
Monitorando o crescimento e
desenvolvimento da criança.
COMO A FAMÍLIA PODE AJUDAR
O QUE É IMPORTANTE?
Participação do pai e dos avós desde as
consultas de pré-natal, até o parto e
pós-parto;
Participar em casa nos momentos de
amamentação, envolvendo os outros
filhos;
Encorajar e incentivar a mãe a
amamentar;
Ajudar no cuidado com a casa e os
filhos;
NÃO trazer para casa produtos que
prejudicam a amamentação, como latas
de leite, mamadeiras e chupetas;
Não fumar na presença do bebê;
Orientar a mãe a procurar o serviço de
saúde em casos de dúvidas sobre a
amamentação.
Como a PASTORAL DA CRIANÇA pode ajudar
MUTIRÃO PELA GESTANTE
Através do Mutirão em Busca das
Gestantes, onde se faz a entrega
da cartela dos 1.000 dias e
busca-se encontrar gestantes logo
nos primeiros meses de gestação.
NAS VISITAS DOMICILIARES
acontecem todos os meses,
os LÍDERES orientam para que
a gestante faça o pré natal;
Falam sobre aleitamento
materno e como preparar os
seios para amamentação e
orientam sobre alimentação
saudável.
Visitam nas primeiras
semanas pós-parto.
Materiais de apoio da PASTORAL DA CRIANÇA
MAMÃE: DE VOLTA AO TRABALHO
COMO MANTER A AMAMENTAÇÃO
15 DIAS ANTES DE VOLTAR:
Comece a retirar o seu leite e
estoca-lo no freezer ou
congelador, em pequenas
quantidades;
A pessoa que vai cuidar do
bebê aprende a alimentá-lo
com xícara, copinho ou
colher.
Passos para retirar o seu leite
Escolha um frasco de vidro
incolor com tampa plástica;
Lave com água e sabão e
depois ferva o vidro e a
tampa por 15 min;
escorra o vidro e tampa
sobre um pano limpo até
secar;
Depois de seco feche bem o
frasco;
Identifique com seu nome,
data e hora da coleta;
Retire anéis, pulseiras e
relógio;
Coloque uma touca ou um
lenço no cabelo e amarre
um lenço limpo na boca;
Lave bem as mãos até o
cotovelo com água e
sabão;
Lave as mamas apenas
com água;
Seque as mãos e as mamas
com papel toalha ou um
pano bem limpo
Como retirar o leite
Sentar relaxada e confortavelmente, pensando no bebê;
Deixar um copo de água ou suco para você beber;
Massagear o peito com a ponta de dois dedos iniciando na
região mais
próxima da aréola indo até a mais distante do peito,
apoiando o peito com a outra mão;
Massagear por mais tempo as áreas mais doloridas;
Apoiar a ponta dos dedos (polegar e indicador) acima e
abaixo da aréola, comprimindo o peito contra o tórax;
Comprimir com movimentos rítmicos, como se tentasse
aproximar as pontas dos dedos, sem deslizar na pele;
Desprezar os primeiros jatos e guardar o restante no
recipiente.
Como conservar o leite
Guarde o leite coletado no freezer ou
congelador bem tampado e identificado por
até 15 dias;
Pode guardar na geladeira por até 12 horas;
Deixe um espaço de dois dedos entre a boca
do frasco e o leite;
Se no seu local de trabalho houver uma sala
de amamentação, use esse local;
Transporte para casa em uma sacola térmica
e coloque gelo;
Se não puder coletar o leite, faça a ordenha
para esvaziar e estimular a produção do leite;
Como utilizar o leite
Ao chegar em casa, coloque logo o frasco no congelador;
Esse leite deve ser usado no dia seguinte pela pessoa que
cuidará do bebê;
Quando for oferecer esse leite, a pessoa deve descongelar
o leite em banho-maria até descongelar, agitando o frasco
lentamente para misturar bem. Não deve ferver o leite;
Amorne apenas o que vai usar e guarde o que
descongelou no congelador;
O leite morno que sobrar jogue fora;
Oferece em copinho, xícara ou colher; nunca na
mamadeira;
Amamente antes de sair e logo que chegar;
Aumente as mamadas noturnas.
A partir dos 6 meses
é hora de introduzir
outros alimentos.
DOAÇÃO DE LEITE MATERNO : SALVA VIDAS
Quando a mãe deseja doar o excedente de seu
leite.
Para ser usado por crianças que, por algum
motivo, não estão mamando no peito de sua
mãe . Para que a criança tome leite de outra
mãe é obrigatório pasteurizar previamente num
banco de leite humano.
O leite pasteurizado em banco de leite humano
pode ser usado com segurança porque a
pasteurização inibe bactérias e vírus que possam
causar doenças, como a AIDS.
Não dar leite materno sem ser pasteurizado para
outras crianças e não aceitar o leite de outra
mãe para o seu bebê (amamentação cruzada)
“feliz o ventre que te trouxe e os seios
que te amamentaram”. (Lc 11,27)
BIBLIOGRAFIA
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à
Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde
da criança: nutrição infantil: aleitamento materno
e alimentação complementar / Ministério da
Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde,
Departamento de Atenção Básica. – Brasília :
Editora do Ministério da Saúde, 2009. 112 p. : il. –
(Série A. Normas e Manuais Técnicos) (Cadernos de
Atenção Básica, n. 23)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
NadjadBarros
 
AGOSTO DOURADO.pptx
AGOSTO DOURADO.pptxAGOSTO DOURADO.pptx
AGOSTO DOURADO.pptx
DayrlaneTorres
 
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vidaAmamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Rebeca - Doula
 
AMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃOAMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃO
blogped1
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
Solange Broggine
 
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptxCampanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
LarissaVasconcelos32
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
Géssica Freire
 
A importância do leite materno !
A importância do leite materno !A importância do leite materno !
A importância do leite materno !
DAniela Fonseca
 
Orientações sobre aleitamento materno e período pós
Orientações sobre aleitamento materno e período pósOrientações sobre aleitamento materno e período pós
Orientações sobre aleitamento materno e período pós
Patrícia Müller
 
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Juliane Stivanin da Silva
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
Juliana Maciel
 
Aleitamento materno
Aleitamento materno Aleitamento materno
Aleitamento materno
lipernnatal
 
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
Walquíria Domingues
 
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Rebeca - Doula
 
Mini Banner - Aleitamento Materno
Mini Banner - Aleitamento MaternoMini Banner - Aleitamento Materno
Mini Banner - Aleitamento Materno
Neto Pontes
 
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICIDAmamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Liga De Pediatria Med Unicid
 
Orientações a gestantes
Orientações a gestantesOrientações a gestantes
Orientações a gestantes
Mishela Kelly Almeida
 
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Rebeca - Doula
 
Grupo com gestantes
Grupo com gestantesGrupo com gestantes
Grupo com gestantes
Alinebrauna Brauna
 

Mais procurados (20)

Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
AGOSTO DOURADO.pptx
AGOSTO DOURADO.pptxAGOSTO DOURADO.pptx
AGOSTO DOURADO.pptx
 
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vidaAmamentação, sobrevivência e qualidade de vida
Amamentação, sobrevivência e qualidade de vida
 
AMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃOAMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃO
 
Aleitamento
AleitamentoAleitamento
Aleitamento
 
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptxCampanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
Campanha-Aleitamento Eva Mendes.pptx
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
A importância do leite materno !
A importância do leite materno !A importância do leite materno !
A importância do leite materno !
 
Orientações sobre aleitamento materno e período pós
Orientações sobre aleitamento materno e período pósOrientações sobre aleitamento materno e período pós
Orientações sobre aleitamento materno e período pós
 
Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)Por que a amamentação é importante (lição 1)
Por que a amamentação é importante (lição 1)
 
Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno Slide Aleitamento materno
Slide Aleitamento materno
 
Aleitamento materno
Aleitamento materno Aleitamento materno
Aleitamento materno
 
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
Aleitamento Materno Exclusivo até os Seis Meses: o Papel dos Profissionais de...
 
Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011Aleitamento materno outubro 2011
Aleitamento materno outubro 2011
 
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
 
Mini Banner - Aleitamento Materno
Mini Banner - Aleitamento MaternoMini Banner - Aleitamento Materno
Mini Banner - Aleitamento Materno
 
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICIDAmamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
Amamentação e Alimentação - Liga de Pediatria UNICID
 
Orientações a gestantes
Orientações a gestantesOrientações a gestantes
Orientações a gestantes
 
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundialAleitamento materno, uma prioridade mundial
Aleitamento materno, uma prioridade mundial
 
Grupo com gestantes
Grupo com gestantesGrupo com gestantes
Grupo com gestantes
 

Semelhante a Aleitamento materno.pptx.pdf

Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
Rebeca - Doula
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Dessa Reis
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
EuSaúde
 
Amamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdfAmamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdf
SanlaCosta1
 
Pré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascidoPré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascido
Astra Veículos
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptxLeite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
BrunoMMorales
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
Aline Melo de Aguiar
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
Alinebrauna Brauna
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Dr. Benevenuto
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
gisa_legal
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
Iume Gomes
 
guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf
guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdfguia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf
guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf
AndressaPisani
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
AnaCardoso680770
 
Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021
Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021
Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
Michely Blank
 
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Livreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospitalLivreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospital
Patrícia Müller
 
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
blogped1
 
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Semelhante a Aleitamento materno.pptx.pdf (20)

Cartilha Odete Valadares
Cartilha Odete ValadaresCartilha Odete Valadares
Cartilha Odete Valadares
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
 
Amamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdfAmamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdf
 
Pré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascidoPré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascido
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Cartilhasmam
 
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptxLeite materno padrão ouro da alimentação.pptx
Leite materno padrão ouro da alimentação.pptx
 
Aleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicefAleitamento album seriado unicef
Aleitamento album seriado unicef
 
Album seriado am
Album seriado amAlbum seriado am
Album seriado am
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
 
Promovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento maternoPromovendo o aleitamento materno
Promovendo o aleitamento materno
 
Amamentação
AmamentaçãoAmamentação
Amamentação
 
guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf
guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdfguia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf
guia_alimentar_crianca_brasileira_versao_resumida.pdf
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
 
Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021
Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021
Guia Alimentar para menores de 2 anos - versão resumida 2021
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
 
Livreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospitalLivreto aleitamento materno hospital
Livreto aleitamento materno hospital
 
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
Semana Mundial do Aleitamento Materno- Folder
 
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
Folder "AMAMENTAÇÃO faz bem para o seu filho, para você e para o planeta"
 

Aleitamento materno.pptx.pdf

  • 1. Aleitamento materno Vera Lúcia Pereira Assistente Social A amamentação, isto é, dar o peito, é a primeira e mais importante ação no combate à fome, às doenças e à desnutrição, e no fortalecimento do vínculo fundamental entre mãe e filho.
  • 2. Gestação: inicio da vida A Pastoral da Criança está alertando as gestantes e famílias sobre como os primeiros 1000 dias da criança podem afetar a saúde para sempre. Qual é o motivo deste trabalho? A Pastoral da Criança, sabendo da importância desses primeiros 1000 dias, faz o Mutirão em Busca das Gestantes.
  • 3. OS PRIMEIROS MIL DIAS E A NOSSA SAÚDE Estudos científicos apontam que os cuidados nos primeiros 1000 dias de vida podem afetar a saúde de uma pessoa para sempre. 270 dias (9 meses da gestação) + 365 dias (1º ano de vida) + 365 dias (2º ano de vida) 1000 dias
  • 4. DEFINIÇÃO O aleitamento materno, antes de ser um ato natural, fisiológico, tornou-se uma opção nos dias de hoje. Na década de 70, quando as taxas de aleitamento materno alcançaram os níveis mais baixos da história da humanidade, começou a ocorrer um movimento internacional para resgatar a “cultura da amamentação”. Apesar de haver um aumento da prática do aleitamento materno, ela está, ainda, muito aquém da recomendação da Organização Mundial de Saúde, que preconiza a amamentação exclusiva durante os primeiros 6 meses e uma amamentação parcial até pelo menos o final do primeiro ano de vida. Aleitamento exclusivo = não se deve dar nenhum outro alimento sólido ou líquido, como água, sumos, chá de raízes tradicionais e nem papas,
  • 5. Amamentar é muito mais do que nutrir a criança. É um processo que envolve interação entre mãe e filho, com repercussões no estado nutricional da criança, em sua habilidade de se defender de infecções, em sua fisiologia e no seu desenvolvimento cognitivo e emocional, Ainda tem implicações na saúde física e psíquica da mãe.
  • 6. Porque amamentar é importante Nutrientes perfeitos Fatores anti-infecciosos; Fatores do crescimento; Proteínas em quantidade correta e de fácil digestão; Gorduras – bastante ácidos graxos essenciais; Ferro – pequena quantidade e bem absorvido; Vitaminas – quantidade suficiente; Água – quantidade suficiente. Fórmula única para cada bebê;
  • 7. A amamentação exclusiva durante os primeiros seis meses de vida é importante para a sobrevivência, crescimento e desenvolvimento da criança. O colostro é o leite que sai nos primeiros dias e tem uma cor amarelada. Este leite é muito bom porque protege o bebê contra as infecções;
  • 8. Aumenta os laços afetivos; Diminui o sangramento da mãe após o parto e faz o útero voltar mais rápido ao tamanho normal. É um método natural de planejamento familiar; Diminui o risco de câncer de mama e ovários; É econômico e prático; Vantagens para a família, evitando gastos com mamadeiras, bicos , etc. Benefícios para a mãe, pai e família
  • 9. Benefícios para o bebê O leite materno dá proteção contra doenças; É feito especialmente para o estômago da criança, portanto de mais fácil digestão; Ajuda na prevenção de defeitos na oclusão (fechamento) dos dentes, diminui a incidência de cáries e problemas na fala; Crianças que mamam no peito são mais inteligentes; Menos chances de desenvolver diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares.
  • 10. POR QUE NÃO USAR MAMADEIRA, CHUPETA, CHUCA OU PROTETOR DE MAMILO (BICO INTERMEDIÁRIO) Maior risco de contaminar o leite e provocar doenças. Atrapalha o aleitamento materno, causando confusão de bicos. Pode modificar a posição dos dentes, prejudicar a fala e respiração fazendo o bebê respirar pela boca. É mais caro e sua preparação dá mais trabalho. Diminui o contato entre mãe e filho.
  • 11. Inicie a amamentação dentro da 1ª hora logo após o nascimento da criança; Amamente a sua criança SOMENTE com leite do peito durante os primeiros 6 meses de vida; Amamente a sua criança TODAS as vezes que quiser, de dia ou de noite e todo o tempo que ela quiser; Continue a amamentar mesmo que a criança esteja doente; Em cada mamada, oferecer ambos os peitos, se o bebê desejar. Deixar o bebê mamar até soltar o peito. COMO FAZER O ALEITAMENTO MATERNO
  • 12.
  • 13. Posição da mãe Se a mãe der de mamar DEITADA A mãe deve deitar-se de lado, apoiando sua cabeça e costas em travesseiros para ficar mais à vontade. A mãe também pode dar de mamar recostada na cama. Com um braço, a mãe apoia o pescoço e o tronco do bebê, ajudando a aproximar o corpo do bebê ao seu corpo, e com a outra mão aproxima a boca do bebê do bico do peito. Ele próprio vai procurar o bico.
  • 14. Posição da mãe Se a mãe der de mamar SENTADA A mãe pode cruzar as pernas ou usar travesseiros sobre suas coxas, ou ainda usar embaixo dos pés um apoio para facilitar a posição do bebê, permitindo assim, que a boca do bebê fique no mesmo plano da aréola. O IMPORTANTE É A MÃE SE SENTIR CONFORTÁVEL
  • 15. COMO TERMINAR A MAMADA Deixar o bebê mamar até soltar o peito espontaneamente. Se preciso, a mãe pode colocar o dedo mindinho na boca do bebê para ele soltar o peito. Colocar o bebê sempre para arrotar.
  • 16. ALIMENTAÇÃO DA MÃE A mulher deve ter uma alimentação equilibrada em quantidade e qualidade; A mulher deve comer pelo menos 3 refeições por dia, frutas e vegetais diariamente; Beber muitos líquidos durante a amamentação, por ex: água, sucos de frutas, sopas, leite.
  • 17. O que pode atrapalhar Estresse, fadiga(cansaço), medo, ansiedade, má alimentação, baixa auto estima... Inibem a produção da ocitocina (hormônio que libera o leite do peito) ◊ O bebê suga, mas o leite não é liberado . “O LEITE SÓ É PRODUZIDO QUANDO O BEBÊ É ESTIMULADO A SUGAR !!!”
  • 18. EVENTUAIS PROBLEMAS Ingurgitamento mamário Leite empedrado = é caracterizado pelo excesso de leite nas mamas, Tratamento: massagem e ordenha (RETIRADA DE LEITE DO PEITO) Como evitar ❖ colocar o bebê para mamar sob livre demanda, sempre que ele quiser. ❖ Evitar que os peitos fiquem muito cheios ou doloridos – esvaziar as mamas; ❖ Posicionar o bebê corretamente.
  • 19. EVENTUAIS PROBLEMAS Ingurgitamento mamário Leite empedrado = é caracterizado pelo excesso de leite nas mamas, popularmente chamado de "leite empedrado" que pode ocorrer em qualquer fase da amamentação embora seja mais comum nos primeiros dias, após o nascimento do bebê. Tratamento: massagem e ordenha (RETIRADA DE LEITE DO PEITO) Como evitar ❖ colocar o bebê para mamar sob livre demanda, sempre que ele quiser. ❖ Evitar que os peitos fiquem muito cheios ou doloridos – esvaziar as mamas; ❖ Posicionar o bebê corretamente.
  • 20. Eventuais problemas Fissura ou rachadura Ocorre quando o posicionamento ou a pega estão errados Como evitar Posicionar melhor o bebê no peito e corrigir a “pega”; Começar a dar o peito pela mama sadia e depois passar para a mama com rachaduras; Expor as mamas aos raios do sol; Ordenhar manualmente o excesso de leite para evitar que o leite fique “empedrado”. Rachadura pode levar ao ingurgitamento (leite empedrado) e este à mastite. Mastite e abscesso
  • 21. EVENTUAIS PROBLEMAS Ingurgitamento mamário Leite empedrado = é caracterizado pelo excesso de leite nas mamas, popularmente chamado de "leite empedrado" que pode ocorrer em qualquer fase da amamentação embora seja mais comum nos primeiros dias, após o nascimento do bebê. Tratamento: massagem e ordenha (RETIRADA DE LEITE DO PEITO) Como evitar ❖ colocar o bebê para mamar sob livre demanda, sempre que ele quiser. ❖ Evitar que os peitos fiquem muito cheios ou doloridos – esvaziar as mamas; ❖ Posicionar o bebê corretamente.
  • 22. Eventuais problemas Mastite e abscesso é a inflamação da glândula mamária. Como evitar Evitar o empedramento é colocar o bebê para mamar sob livre demanda, sempre que ele quiser. Se as mamas estiverem muito cheias, retirar o excesso e oferecer o peito com maior frequência. Procure o médico; Quando não tratado adequadamente pode evoluir para abscesso
  • 23. MITOS QUE PREJUDICAM A AMAMENTAÇÃO “Dar de mamar faz os peitos caírem” – FALSO “Meu leite é fraco e não sustenta o bebê e ele chora com fome.” – FALSO “Se o bebê arrotar mamando, o peito pode inflamar ou o leite secar.” – FALSO “Criança que nasceu antes do tempo ou muito pequena não pode mamar.” – FALSO “Não tenho leite !” – FALSO “Mãe que trabalha fora não pode amamentar” – FALSO
  • 24. A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA PROTEGE A AMAMENTAÇÃO Alojamento conjunto (após o parto, mãe e filho juntos no mesmo quarto ou enfermaria, 24 horas por dia). Redução de 1 hora na jornada de trabalho para a amamentação. Norma Brasileira para Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância, Bicos, Chupetas e Mamadeiras. Licença gestante (120 dias). Licença paternidade (5 dias).
  • 25. COMO OS SERVIÇOS DE SAÚDE PODEM APOIAR A AMAMENTAÇÃO Implementando normas e rotinas de aleitamento materno; Incentivando formação de grupos de gestantes e mães; Estimulando a participação das famílias no apoio à amamentação e durante a assistência ao pré-natal, parto e pós-parto; Realizando acompanhamento das crianças e mães após a alta da maternidade; Estimulando as visitas domiciliares por pessoal treinado; Avaliando o jeito de amamentar em todos os contatos com mães e bebês; Monitorando o crescimento e desenvolvimento da criança.
  • 26. COMO A FAMÍLIA PODE AJUDAR O QUE É IMPORTANTE? Participação do pai e dos avós desde as consultas de pré-natal, até o parto e pós-parto; Participar em casa nos momentos de amamentação, envolvendo os outros filhos; Encorajar e incentivar a mãe a amamentar; Ajudar no cuidado com a casa e os filhos; NÃO trazer para casa produtos que prejudicam a amamentação, como latas de leite, mamadeiras e chupetas; Não fumar na presença do bebê; Orientar a mãe a procurar o serviço de saúde em casos de dúvidas sobre a amamentação.
  • 27. Como a PASTORAL DA CRIANÇA pode ajudar MUTIRÃO PELA GESTANTE Através do Mutirão em Busca das Gestantes, onde se faz a entrega da cartela dos 1.000 dias e busca-se encontrar gestantes logo nos primeiros meses de gestação. NAS VISITAS DOMICILIARES acontecem todos os meses, os LÍDERES orientam para que a gestante faça o pré natal; Falam sobre aleitamento materno e como preparar os seios para amamentação e orientam sobre alimentação saudável. Visitam nas primeiras semanas pós-parto.
  • 28. Materiais de apoio da PASTORAL DA CRIANÇA
  • 29. MAMÃE: DE VOLTA AO TRABALHO COMO MANTER A AMAMENTAÇÃO 15 DIAS ANTES DE VOLTAR: Comece a retirar o seu leite e estoca-lo no freezer ou congelador, em pequenas quantidades; A pessoa que vai cuidar do bebê aprende a alimentá-lo com xícara, copinho ou colher.
  • 30.
  • 31. Passos para retirar o seu leite Escolha um frasco de vidro incolor com tampa plástica; Lave com água e sabão e depois ferva o vidro e a tampa por 15 min; escorra o vidro e tampa sobre um pano limpo até secar; Depois de seco feche bem o frasco; Identifique com seu nome, data e hora da coleta; Retire anéis, pulseiras e relógio; Coloque uma touca ou um lenço no cabelo e amarre um lenço limpo na boca; Lave bem as mãos até o cotovelo com água e sabão; Lave as mamas apenas com água; Seque as mãos e as mamas com papel toalha ou um pano bem limpo
  • 32. Como retirar o leite Sentar relaxada e confortavelmente, pensando no bebê; Deixar um copo de água ou suco para você beber; Massagear o peito com a ponta de dois dedos iniciando na região mais próxima da aréola indo até a mais distante do peito, apoiando o peito com a outra mão; Massagear por mais tempo as áreas mais doloridas; Apoiar a ponta dos dedos (polegar e indicador) acima e abaixo da aréola, comprimindo o peito contra o tórax; Comprimir com movimentos rítmicos, como se tentasse aproximar as pontas dos dedos, sem deslizar na pele; Desprezar os primeiros jatos e guardar o restante no recipiente.
  • 33. Como conservar o leite Guarde o leite coletado no freezer ou congelador bem tampado e identificado por até 15 dias; Pode guardar na geladeira por até 12 horas; Deixe um espaço de dois dedos entre a boca do frasco e o leite; Se no seu local de trabalho houver uma sala de amamentação, use esse local; Transporte para casa em uma sacola térmica e coloque gelo; Se não puder coletar o leite, faça a ordenha para esvaziar e estimular a produção do leite;
  • 34. Como utilizar o leite Ao chegar em casa, coloque logo o frasco no congelador; Esse leite deve ser usado no dia seguinte pela pessoa que cuidará do bebê; Quando for oferecer esse leite, a pessoa deve descongelar o leite em banho-maria até descongelar, agitando o frasco lentamente para misturar bem. Não deve ferver o leite; Amorne apenas o que vai usar e guarde o que descongelou no congelador; O leite morno que sobrar jogue fora; Oferece em copinho, xícara ou colher; nunca na mamadeira; Amamente antes de sair e logo que chegar; Aumente as mamadas noturnas.
  • 35. A partir dos 6 meses é hora de introduzir outros alimentos.
  • 36.
  • 37. DOAÇÃO DE LEITE MATERNO : SALVA VIDAS Quando a mãe deseja doar o excedente de seu leite. Para ser usado por crianças que, por algum motivo, não estão mamando no peito de sua mãe . Para que a criança tome leite de outra mãe é obrigatório pasteurizar previamente num banco de leite humano. O leite pasteurizado em banco de leite humano pode ser usado com segurança porque a pasteurização inibe bactérias e vírus que possam causar doenças, como a AIDS. Não dar leite materno sem ser pasteurizado para outras crianças e não aceitar o leite de outra mãe para o seu bebê (amamentação cruzada)
  • 38. “feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram”. (Lc 11,27)
  • 39. BIBLIOGRAFIA Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: nutrição infantil: aleitamento materno e alimentação complementar / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2009. 112 p. : il. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos) (Cadernos de Atenção Básica, n. 23)