SlideShare uma empresa Scribd logo
Biblioteca: desafiosnasociedadeactual Pombal 12 Abril 2011 A biblioteca escolar, ou o papel dos espaços não formais de aprendizagem na Escola do Futuro Fernando Albuquerque Costa Instituto de Educação Universidade de Lisboa
Há 20 anosatrás… Perhaps...the school media specialist will become an instrumental player in this transformation [of teachers’ roles], an instructional designer from within. (Gustafson, Tillman, & Childs, 1991, p. 460)
Today, …, internal and external changes affecting the school environment suggest that the library media specialist is poised to assume a much more active role as an instructional designer/instructional technologist than has been possible in the past. (Neuman, 2006, p. 499)
Para reflexão… e discussão Papelda biblioteca escolar e estatuto do professor bibliotecárionaescolaLigação com as metas de aprendizagemnasdiferentesáreascurricularesDiscussão, em particular, sobre as metasde aprendizagemnaárea das TIC
antes e depois da WWW
TimBerners-Lee antes e depois… CERN primeira página da WWW (di) (ai) 1990 2 de Agosto - O Iraque invade o Kuwait.
hipertexto Sec. XVI marginalia (ai) primeira descrição formal da ideia designação  hipertexto XANADU MEMEX 1945 1960 Vannevar Bush Theodor Nelson
hipertexto Nós Ligações Rede Texto Imagem Som hipermédia
html protocolo http linguagem
internet WorldWide Web
O que pode fazer-se em concreto, hoje?
Visitar, Consultar, Pesquisar…
Perguntar, Estudar, Aprender…
wikipedia Wikipédia ultrapassa já dois milhões de artigos em inglês…
WEB 2.0
WEB 2.0
SL
Escola 2.0 ?
Bibliotecas escolares Investigação e principais orientações
Primeirosestudos (década de 80) Estudossobre o impacto do acessoàbiblioteca escolar nosresultadosda aprendizagem
Aprender com a Informação(década de 90) (Learning with Information) 1. Aprendizagembaseadaemrecursos Usodirecto das fontes de informação Usode fontesoriginais e materiais de referência Questõescolocadaspelosprópriosalunos Aprendizagemsignificativa, autêntica…
Aprender com a Informação(década de 90) (Learning with Information) 2. AprendizagemcomoProcesso (de investigação) Maiorfoconasdimensõescognitivasdo quenastécnicas de pesquisa Relação entre a aprendizagem dos alunose as estratégiasmobilizadasduranteo processo de investigação
Aprender com a Informação(década de 90) (Learning with Information) 3. Aprendizagem enovasfontes de informação Acesso a bases de dados disponíveisnaWWW Acessoa fontesprimárias, a especialistas...
AprendernaprópriaBiblioteca(primeirosanosdesteséculo) (Learning and Library Power) O papelprincipal da biblioteca escolar éo de criar"oportunidadespara se aprender".  Ênfaseno queosalunosfazemnabiblioteca…
(Viseu & Costa, 1999)
(Viseu & Costa, 1999)
Metas de Aprendizagem na área das TIC
www.metasdeaprendizagem.min-edu.pt/
As TIC como um fim em si mesmo (saber usar) As TIC como competências instrumentais ao serviço dos outros saberes disciplinares (saber usar para aprender o currículo) As TIC como estratégia de desenvolvimento intelectual e social dos indivíduos(saber usar para pensar, decidir e agir)
As TIC como estratégia de desenvolvimento intelectuale social dos indivíduos As TIC como competências instrumentais ao serviço dos outros saberes disciplinares META-APRENDIZAGEM COMUNICAÇÃO AUTO-AVALIAÇÃO INFORMAÇÃO AUTO-REGULAÇÃO EXPRESSÃO PRODUÇÃO CRIATIVIDADE SEGURANÇA ÉTICA…
saber o quê, saber com quê, saber como, saber ser COMUNICAÇÃO INFORMAÇÃO PRODUÇÃO saber o quêsaber com quê saber comosaber onde saber quem saber ser saber o quêsaber com quêsaber comosaber ser SEGURANÇA saber o quê, saber com quê,  saber como, saber ser
www.metasdeaprendizagem.min-edu.pt/
DOMÍNIO: INFORMAÇÃO O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para pesquisar, selecionar e tratar informação de acordo com objectivos concretos, decorrentes de questões e problemas previamente identificados, e com critérios de qualidade e pertinência. Construção gradual D e s c e n t r a ç  ã o 3.º CEB + Conceitos + Recursos + Procedimentos + Técnicas + Autonomia + Responsabilidade + (…)  O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para, com o apoio do professor, pesquisar, selecionar e tratar informação de acordo com objectivos concretos e com critérios de qualidade e pertinência. 2.º CEB O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para pesquisar, selecionar e tratar a informação, de acordo com os objectivos definidos e as orientações fornecidas pelo professor. 1.º CEB A criança explora livremente jogos e outras atividades lúdicas acedendo a programas e a páginas da Internet a partir do ambiente de trabalho, disponibilizadas pelo educador. EPE
DOMÍNIO: COMUNICAÇÃO O aluno comunica, interage e colabora usando ferramentas e ambientes de comunicação em rede, seleccionados de acordo com as respectivas potencialidades e  constrangimentos, como estratégia de aprendizagem individual e colectiva. Construção gradual D e s c e n t r a ç  ã o 3.º CEB + Conceitos + Recursos + Procedimentos + Técnicas + Autonomia + Responsabilidade + (…)  O aluno comunica, interage e colabora com outras pessoas, usando ferramentas e ambientes de comunicação em rede, seleccionados com o apoio do professor, como estratégia de aprendizagem individual e colectiva. 2.º CEB O aluno comunica e interage com outras pessoas, usando, com o apoio do professor, ferramentas de comunicação síncrona e assíncrona e respeitando as regras de conduta subjacentes. 1.º CEB A criança identifica as tecnologias como meios que favorecem a comunicação e o fortalecimento de relações de reciprocidade com outras pessoas (família/escola; comunidade/escola; escola/escola). EPE
DOMÍNIO: INFORMAÇÃO Exemplo 2º Ciclo Meta Final   O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para, com o apoio do professor, pesquisar, seleccionar e tratar informação de acordo com objectivos concretos e com critérios de qualidade e pertinência. Meta intermédia   O aluno classifica e organiza a informação seleccionada, recorrendo a ferramentas digitais adequadas (programas de gráficos, bases de dados, ferramentas de criação de mapas conceptuais, etc.), de acordo com categorias definidas em conjunto com o professor.
Muito obrigado! fc@ie.ul.pt aprendercom.org/miragens

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da MatemáticaInformatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Marcia Perroni
 
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas   x ciberculturaCorrente pedagógica neocognivistas   x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
PhEdFs
 
Fórum rbe 2009
Fórum rbe 2009Fórum rbe 2009
Fórum rbe 2009
Manuela Nunes
 
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
Tania
 
Elementos do letramento digital
Elementos do letramento digitalElementos do letramento digital
Elementos do letramento digital
Raquel Salcedo Gomes
 
Palestra - Tecnologias na Educação
Palestra - Tecnologias na Educação Palestra - Tecnologias na Educação
Palestra - Tecnologias na Educação
Educação Online e em Rede
 
Apresentação tic educa
Apresentação tic educaApresentação tic educa
Apresentação tic educa
ticEDUCA2010
 
Leitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na ciberculturaLeitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na cibercultura
Fabrício Garrido
 
VI encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...
VI  encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...VI  encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...
VI encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...
João Paulo Proença
 
Letramento digital
Letramento digital Letramento digital
Letramento digital
Paulo Konzen
 
Seminário: Informática e Sociedade
Seminário: Informática e SociedadeSeminário: Informática e Sociedade
Seminário: Informática e Sociedade
ireneviana
 
LETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOG
LETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOGLETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOG
LETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOG
Flávia Sirino de Oliveira
 
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEMO COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
incluirdigital
 
Seminário kenski versão final
Seminário kenski versão finalSeminário kenski versão final
Seminário kenski versão final
Guilmer Brito
 
HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...
HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...
HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...
Ana Paula Ó
 
Ler+, ler melhor
Ler+, ler melhor Ler+, ler melhor
Ler+, ler melhor
António Pires
 
Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?
Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?
Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?
João Paulo Proença
 
2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias 2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias
António Sérgio
 
Relatório - Tema 2
Relatório - Tema 2Relatório - Tema 2
Relatório - Tema 2
JABatista
 
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Elisabeth Dudziak
 

Mais procurados (20)

Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da MatemáticaInformatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
Informatica I - Novas Tecnologias No Ensino da Matemática
 
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas   x ciberculturaCorrente pedagógica neocognivistas   x cibercultura
Corrente pedagógica neocognivistas x cibercultura
 
Fórum rbe 2009
Fórum rbe 2009Fórum rbe 2009
Fórum rbe 2009
 
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
 
Elementos do letramento digital
Elementos do letramento digitalElementos do letramento digital
Elementos do letramento digital
 
Palestra - Tecnologias na Educação
Palestra - Tecnologias na Educação Palestra - Tecnologias na Educação
Palestra - Tecnologias na Educação
 
Apresentação tic educa
Apresentação tic educaApresentação tic educa
Apresentação tic educa
 
Leitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na ciberculturaLeitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na cibercultura
 
VI encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...
VI  encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...VI  encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...
VI encontro de SABE A Biblioteca e as Literacias do Século XXI em Famalicão ...
 
Letramento digital
Letramento digital Letramento digital
Letramento digital
 
Seminário: Informática e Sociedade
Seminário: Informática e SociedadeSeminário: Informática e Sociedade
Seminário: Informática e Sociedade
 
LETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOG
LETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOGLETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOG
LETRAMENTO DIGITAL: A PRÁTICA DE LEITURA E DE ESCRITA MEDIADA PELO BLOG
 
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEMO COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
 
Seminário kenski versão final
Seminário kenski versão finalSeminário kenski versão final
Seminário kenski versão final
 
HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...
HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...
HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NA WEB: PIXTON FERRRAMENTA MEDIADORA NO PROCESSO DE E...
 
Ler+, ler melhor
Ler+, ler melhor Ler+, ler melhor
Ler+, ler melhor
 
Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?
Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?
Bibliotecas Escolares: que desafios a nível local ?
 
2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias 2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias
 
Relatório - Tema 2
Relatório - Tema 2Relatório - Tema 2
Relatório - Tema 2
 
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
 

Destaque

Ptsd the evolution of lived trauma
Ptsd  the evolution of lived traumaPtsd  the evolution of lived trauma
Ptsd the evolution of lived trauma
Norman DeLisle
 
Silado MATERIA
Silado MATERIASilado MATERIA
Silado MATERIA
Betto Andress
 
Carta, informe, acta
Carta, informe, actaCarta, informe, acta
Carta, informe, acta
Loren Garcia
 
RecipesForHunger_2011_Hanson
RecipesForHunger_2011_HansonRecipesForHunger_2011_Hanson
RecipesForHunger_2011_Hanson
Yvonne Hanson
 
Resume_Update
Resume_UpdateResume_Update
Resume_Update
Ajit Sholet
 
Ethical Presentation - LIS 7004
Ethical Presentation - LIS 7004Ethical Presentation - LIS 7004
Ethical Presentation - LIS 7004
Christopher LeBlanc
 
ANPO
ANPOANPO
escol@21 - aprender em ambiente personalizado
escol@21 - aprender em ambiente personalizadoescol@21 - aprender em ambiente personalizado
escol@21 - aprender em ambiente personalizado
Fernando Albuquerque Costa
 
Costa2013 Recursos Educativos Digitais
Costa2013 Recursos Educativos DigitaisCosta2013 Recursos Educativos Digitais
Costa2013 Recursos Educativos Digitais
Fernando Albuquerque Costa
 
Almacenamiento en la nube
Almacenamiento en la nubeAlmacenamiento en la nube
Almacenamiento en la nube
DAISYQUILLIGANA
 

Destaque (10)

Ptsd the evolution of lived trauma
Ptsd  the evolution of lived traumaPtsd  the evolution of lived trauma
Ptsd the evolution of lived trauma
 
Silado MATERIA
Silado MATERIASilado MATERIA
Silado MATERIA
 
Carta, informe, acta
Carta, informe, actaCarta, informe, acta
Carta, informe, acta
 
RecipesForHunger_2011_Hanson
RecipesForHunger_2011_HansonRecipesForHunger_2011_Hanson
RecipesForHunger_2011_Hanson
 
Resume_Update
Resume_UpdateResume_Update
Resume_Update
 
Ethical Presentation - LIS 7004
Ethical Presentation - LIS 7004Ethical Presentation - LIS 7004
Ethical Presentation - LIS 7004
 
ANPO
ANPOANPO
ANPO
 
escol@21 - aprender em ambiente personalizado
escol@21 - aprender em ambiente personalizadoescol@21 - aprender em ambiente personalizado
escol@21 - aprender em ambiente personalizado
 
Costa2013 Recursos Educativos Digitais
Costa2013 Recursos Educativos DigitaisCosta2013 Recursos Educativos Digitais
Costa2013 Recursos Educativos Digitais
 
Almacenamiento en la nube
Almacenamiento en la nubeAlmacenamiento en la nube
Almacenamiento en la nube
 

Semelhante a As bibliotecas escolares na escola do futuro

PIXTON Histórias em quadrinhos na web
PIXTON Histórias em quadrinhos na webPIXTON Histórias em quadrinhos na web
PIXTON Histórias em quadrinhos na web
Ana Paula Ó
 
Princípios conceitos e contribuição das tic na educação
Princípios conceitos e contribuição das tic na educaçãoPrincípios conceitos e contribuição das tic na educação
Princípios conceitos e contribuição das tic na educação
Flávio Pereira
 
Autoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogicaAutoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogica
Myrian Laste
 
Jorn pedag sem_medo_da_tecnologia
Jorn pedag sem_medo_da_tecnologiaJorn pedag sem_medo_da_tecnologia
Jorn pedag sem_medo_da_tecnologia
antoniomarcos234
 
Tecnologia na escola
Tecnologia na escolaTecnologia na escola
Tecnologia na escola
rose_deia
 
Bib 2.0
Bib 2.0Bib 2.0
Bib 2.0
gigilu
 
Desafios da escola: back to the future?
Desafios da escola: back to the future?Desafios da escola: back to the future?
Desafios da escola: back to the future?
Universidade de Lisboa
 
Pedagogia No S Lcompleto
Pedagogia No S LcompletoPedagogia No S Lcompleto
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousaRelatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Fátima Sousa
 
Apostila proinfo
Apostila   proinfoApostila   proinfo
Microsoft Word Projeto InformáTica SeriaçãO
Microsoft Word   Projeto InformáTica   SeriaçãOMicrosoft Word   Projeto InformáTica   SeriaçãO
Microsoft Word Projeto InformáTica SeriaçãO
guest4ec91e
 
P R O J E T O D E I N F O R MÁ T I C A S E R I AÇÃ O
P R O J E T O  D E  I N F O R MÁ T I C A    S E R I AÇÃ OP R O J E T O  D E  I N F O R MÁ T I C A    S E R I AÇÃ O
P R O J E T O D E I N F O R MÁ T I C A S E R I AÇÃ O
guest4ec91e
 
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicasAtividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
deborapeti
 
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TICMemorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
valma fideles
 
Tendencia Pedagogica Neocognitivista
Tendencia Pedagogica NeocognitivistaTendencia Pedagogica Neocognitivista
Tendencia Pedagogica Neocognitivista
Sandra Azevedo
 
E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito?
E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito? E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito?
E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito?
João Paulo Proença
 
O papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informação
O papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informaçãoO papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informação
O papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informação
Ministério da Educação
 
Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias
António Sérgio
 
Desenvolvimento curricular e tecnologias exemplos
Desenvolvimento curricular e tecnologias exemplosDesenvolvimento curricular e tecnologias exemplos
Desenvolvimento curricular e tecnologias exemplos
Henrique Santos
 
Roselene
RoseleneRoselene
Roselene
rose36
 

Semelhante a As bibliotecas escolares na escola do futuro (20)

PIXTON Histórias em quadrinhos na web
PIXTON Histórias em quadrinhos na webPIXTON Histórias em quadrinhos na web
PIXTON Histórias em quadrinhos na web
 
Princípios conceitos e contribuição das tic na educação
Princípios conceitos e contribuição das tic na educaçãoPrincípios conceitos e contribuição das tic na educação
Princípios conceitos e contribuição das tic na educação
 
Autoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogicaAutoria como estrategia pedagogica
Autoria como estrategia pedagogica
 
Jorn pedag sem_medo_da_tecnologia
Jorn pedag sem_medo_da_tecnologiaJorn pedag sem_medo_da_tecnologia
Jorn pedag sem_medo_da_tecnologia
 
Tecnologia na escola
Tecnologia na escolaTecnologia na escola
Tecnologia na escola
 
Bib 2.0
Bib 2.0Bib 2.0
Bib 2.0
 
Desafios da escola: back to the future?
Desafios da escola: back to the future?Desafios da escola: back to the future?
Desafios da escola: back to the future?
 
Pedagogia No S Lcompleto
Pedagogia No S LcompletoPedagogia No S Lcompleto
Pedagogia No S Lcompleto
 
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousaRelatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
 
Apostila proinfo
Apostila   proinfoApostila   proinfo
Apostila proinfo
 
Microsoft Word Projeto InformáTica SeriaçãO
Microsoft Word   Projeto InformáTica   SeriaçãOMicrosoft Word   Projeto InformáTica   SeriaçãO
Microsoft Word Projeto InformáTica SeriaçãO
 
P R O J E T O D E I N F O R MÁ T I C A S E R I AÇÃ O
P R O J E T O  D E  I N F O R MÁ T I C A    S E R I AÇÃ OP R O J E T O  D E  I N F O R MÁ T I C A    S E R I AÇÃ O
P R O J E T O D E I N F O R MÁ T I C A S E R I AÇÃ O
 
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicasAtividade2.1curriculoesuascaracteristicas
Atividade2.1curriculoesuascaracteristicas
 
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TICMemorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
Memorial - Ensinando e Aprendendo com as TIC
 
Tendencia Pedagogica Neocognitivista
Tendencia Pedagogica NeocognitivistaTendencia Pedagogica Neocognitivista
Tendencia Pedagogica Neocognitivista
 
E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito?
E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito? E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito?
E se a Biblioteca da minha escola fechasse. Isso notava-se muito?
 
O papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informação
O papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informaçãoO papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informação
O papel da Escola e da BE no contexto da sociedade da informação
 
Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias
 
Desenvolvimento curricular e tecnologias exemplos
Desenvolvimento curricular e tecnologias exemplosDesenvolvimento curricular e tecnologias exemplos
Desenvolvimento curricular e tecnologias exemplos
 
Roselene
RoseleneRoselene
Roselene
 

Mais de Fernando Albuquerque Costa

Projeto LIDIA
Projeto LIDIAProjeto LIDIA
Atividades dos alunos Com tecnologias
Atividades dos alunos Com tecnologias  Atividades dos alunos Com tecnologias
Atividades dos alunos Com tecnologias
Fernando Albuquerque Costa
 
Entrando no mundo da formação a distância
Entrando no mundo da formação a distânciaEntrando no mundo da formação a distância
Entrando no mundo da formação a distância
Fernando Albuquerque Costa
 
Lidia alv 2017
Lidia alv 2017Lidia alv 2017
Pensamento computacional e transdisciplinaridade
Pensamento computacional e transdisciplinaridadePensamento computacional e transdisciplinaridade
Pensamento computacional e transdisciplinaridade
Fernando Albuquerque Costa
 
Aprender Digital: Metodologia de investigação
Aprender Digital: Metodologia de investigação Aprender Digital: Metodologia de investigação
Aprender Digital: Metodologia de investigação
Fernando Albuquerque Costa
 
Tecnologias na Formação
Tecnologias na FormaçãoTecnologias na Formação
Tecnologias na Formação
Fernando Albuquerque Costa
 
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadoresEscola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
Fernando Albuquerque Costa
 
Ambiente pessoal de aprendizagem no ensino superior
Ambiente pessoal de aprendizagem no ensino superiorAmbiente pessoal de aprendizagem no ensino superior
Ambiente pessoal de aprendizagem no ensino superior
Fernando Albuquerque Costa
 
TEA abril 2015
TEA abril 2015TEA abril 2015
ePortfolio an educational tool
ePortfolio an educational toolePortfolio an educational tool
ePortfolio an educational tool
Fernando Albuquerque Costa
 
Teachers and the use of digital technologies
Teachers and the use of digital technologiesTeachers and the use of digital technologies
Teachers and the use of digital technologies
Fernando Albuquerque Costa
 
Costa pdw corfu 2014
Costa pdw corfu 2014Costa pdw corfu 2014
Costa pdw corfu 2014
Fernando Albuquerque Costa
 
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagemescol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
Fernando Albuquerque Costa
 
Repensar as TIC na Educação
Repensar as TIC na EducaçãoRepensar as TIC na Educação
Repensar as TIC na Educação
Fernando Albuquerque Costa
 
Projeto escola digital e transformação
Projeto escola digital e transformaçãoProjeto escola digital e transformação
Projeto escola digital e transformação
Fernando Albuquerque Costa
 
Digital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing artsDigital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing arts
Fernando Albuquerque Costa
 
A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo. A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo.
Fernando Albuquerque Costa
 
Em direção a uma escola digital
Em direção a uma escola digitalEm direção a uma escola digital
Em direção a uma escola digital
Fernando Albuquerque Costa
 
TIC e Currículo: para quando uma integração plena?
TIC e Currículo: para quando uma integração plena?TIC e Currículo: para quando uma integração plena?
TIC e Currículo: para quando uma integração plena?
Fernando Albuquerque Costa
 

Mais de Fernando Albuquerque Costa (20)

Projeto LIDIA
Projeto LIDIAProjeto LIDIA
Projeto LIDIA
 
Atividades dos alunos Com tecnologias
Atividades dos alunos Com tecnologias  Atividades dos alunos Com tecnologias
Atividades dos alunos Com tecnologias
 
Entrando no mundo da formação a distância
Entrando no mundo da formação a distânciaEntrando no mundo da formação a distância
Entrando no mundo da formação a distância
 
Lidia alv 2017
Lidia alv 2017Lidia alv 2017
Lidia alv 2017
 
Pensamento computacional e transdisciplinaridade
Pensamento computacional e transdisciplinaridadePensamento computacional e transdisciplinaridade
Pensamento computacional e transdisciplinaridade
 
Aprender Digital: Metodologia de investigação
Aprender Digital: Metodologia de investigação Aprender Digital: Metodologia de investigação
Aprender Digital: Metodologia de investigação
 
Tecnologias na Formação
Tecnologias na FormaçãoTecnologias na Formação
Tecnologias na Formação
 
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadoresEscola Digital: expectativas de professores e educadores
Escola Digital: expectativas de professores e educadores
 
Ambiente pessoal de aprendizagem no ensino superior
Ambiente pessoal de aprendizagem no ensino superiorAmbiente pessoal de aprendizagem no ensino superior
Ambiente pessoal de aprendizagem no ensino superior
 
TEA abril 2015
TEA abril 2015TEA abril 2015
TEA abril 2015
 
ePortfolio an educational tool
ePortfolio an educational toolePortfolio an educational tool
ePortfolio an educational tool
 
Teachers and the use of digital technologies
Teachers and the use of digital technologiesTeachers and the use of digital technologies
Teachers and the use of digital technologies
 
Costa pdw corfu 2014
Costa pdw corfu 2014Costa pdw corfu 2014
Costa pdw corfu 2014
 
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagemescol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
escol@21 - um espaço pessoal de aprendizagem
 
Repensar as TIC na Educação
Repensar as TIC na EducaçãoRepensar as TIC na Educação
Repensar as TIC na Educação
 
Projeto escola digital e transformação
Projeto escola digital e transformaçãoProjeto escola digital e transformação
Projeto escola digital e transformação
 
Digital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing artsDigital activities for creative and performing arts
Digital activities for creative and performing arts
 
A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo. A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo.
 
Em direção a uma escola digital
Em direção a uma escola digitalEm direção a uma escola digital
Em direção a uma escola digital
 
TIC e Currículo: para quando uma integração plena?
TIC e Currículo: para quando uma integração plena?TIC e Currículo: para quando uma integração plena?
TIC e Currículo: para quando uma integração plena?
 

Último

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 

Último (20)

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 

As bibliotecas escolares na escola do futuro

  • 1. Biblioteca: desafiosnasociedadeactual Pombal 12 Abril 2011 A biblioteca escolar, ou o papel dos espaços não formais de aprendizagem na Escola do Futuro Fernando Albuquerque Costa Instituto de Educação Universidade de Lisboa
  • 2. Há 20 anosatrás… Perhaps...the school media specialist will become an instrumental player in this transformation [of teachers’ roles], an instructional designer from within. (Gustafson, Tillman, & Childs, 1991, p. 460)
  • 3. Today, …, internal and external changes affecting the school environment suggest that the library media specialist is poised to assume a much more active role as an instructional designer/instructional technologist than has been possible in the past. (Neuman, 2006, p. 499)
  • 4. Para reflexão… e discussão Papelda biblioteca escolar e estatuto do professor bibliotecárionaescolaLigação com as metas de aprendizagemnasdiferentesáreascurricularesDiscussão, em particular, sobre as metasde aprendizagemnaárea das TIC
  • 5. antes e depois da WWW
  • 6. TimBerners-Lee antes e depois… CERN primeira página da WWW (di) (ai) 1990 2 de Agosto - O Iraque invade o Kuwait.
  • 7. hipertexto Sec. XVI marginalia (ai) primeira descrição formal da ideia designação hipertexto XANADU MEMEX 1945 1960 Vannevar Bush Theodor Nelson
  • 8. hipertexto Nós Ligações Rede Texto Imagem Som hipermédia
  • 11. O que pode fazer-se em concreto, hoje?
  • 14. wikipedia Wikipédia ultrapassa já dois milhões de artigos em inglês…
  • 17. SL
  • 19. Bibliotecas escolares Investigação e principais orientações
  • 20. Primeirosestudos (década de 80) Estudossobre o impacto do acessoàbiblioteca escolar nosresultadosda aprendizagem
  • 21. Aprender com a Informação(década de 90) (Learning with Information) 1. Aprendizagembaseadaemrecursos Usodirecto das fontes de informação Usode fontesoriginais e materiais de referência Questõescolocadaspelosprópriosalunos Aprendizagemsignificativa, autêntica…
  • 22. Aprender com a Informação(década de 90) (Learning with Information) 2. AprendizagemcomoProcesso (de investigação) Maiorfoconasdimensõescognitivasdo quenastécnicas de pesquisa Relação entre a aprendizagem dos alunose as estratégiasmobilizadasduranteo processo de investigação
  • 23. Aprender com a Informação(década de 90) (Learning with Information) 3. Aprendizagem enovasfontes de informação Acesso a bases de dados disponíveisnaWWW Acessoa fontesprimárias, a especialistas...
  • 24. AprendernaprópriaBiblioteca(primeirosanosdesteséculo) (Learning and Library Power) O papelprincipal da biblioteca escolar éo de criar"oportunidadespara se aprender". Ênfaseno queosalunosfazemnabiblioteca…
  • 27. Metas de Aprendizagem na área das TIC
  • 29. As TIC como um fim em si mesmo (saber usar) As TIC como competências instrumentais ao serviço dos outros saberes disciplinares (saber usar para aprender o currículo) As TIC como estratégia de desenvolvimento intelectual e social dos indivíduos(saber usar para pensar, decidir e agir)
  • 30. As TIC como estratégia de desenvolvimento intelectuale social dos indivíduos As TIC como competências instrumentais ao serviço dos outros saberes disciplinares META-APRENDIZAGEM COMUNICAÇÃO AUTO-AVALIAÇÃO INFORMAÇÃO AUTO-REGULAÇÃO EXPRESSÃO PRODUÇÃO CRIATIVIDADE SEGURANÇA ÉTICA…
  • 31. saber o quê, saber com quê, saber como, saber ser COMUNICAÇÃO INFORMAÇÃO PRODUÇÃO saber o quêsaber com quê saber comosaber onde saber quem saber ser saber o quêsaber com quêsaber comosaber ser SEGURANÇA saber o quê, saber com quê, saber como, saber ser
  • 33. DOMÍNIO: INFORMAÇÃO O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para pesquisar, selecionar e tratar informação de acordo com objectivos concretos, decorrentes de questões e problemas previamente identificados, e com critérios de qualidade e pertinência. Construção gradual D e s c e n t r a ç ã o 3.º CEB + Conceitos + Recursos + Procedimentos + Técnicas + Autonomia + Responsabilidade + (…) O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para, com o apoio do professor, pesquisar, selecionar e tratar informação de acordo com objectivos concretos e com critérios de qualidade e pertinência. 2.º CEB O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para pesquisar, selecionar e tratar a informação, de acordo com os objectivos definidos e as orientações fornecidas pelo professor. 1.º CEB A criança explora livremente jogos e outras atividades lúdicas acedendo a programas e a páginas da Internet a partir do ambiente de trabalho, disponibilizadas pelo educador. EPE
  • 34. DOMÍNIO: COMUNICAÇÃO O aluno comunica, interage e colabora usando ferramentas e ambientes de comunicação em rede, seleccionados de acordo com as respectivas potencialidades e constrangimentos, como estratégia de aprendizagem individual e colectiva. Construção gradual D e s c e n t r a ç ã o 3.º CEB + Conceitos + Recursos + Procedimentos + Técnicas + Autonomia + Responsabilidade + (…) O aluno comunica, interage e colabora com outras pessoas, usando ferramentas e ambientes de comunicação em rede, seleccionados com o apoio do professor, como estratégia de aprendizagem individual e colectiva. 2.º CEB O aluno comunica e interage com outras pessoas, usando, com o apoio do professor, ferramentas de comunicação síncrona e assíncrona e respeitando as regras de conduta subjacentes. 1.º CEB A criança identifica as tecnologias como meios que favorecem a comunicação e o fortalecimento de relações de reciprocidade com outras pessoas (família/escola; comunidade/escola; escola/escola). EPE
  • 35. DOMÍNIO: INFORMAÇÃO Exemplo 2º Ciclo Meta Final O aluno utiliza recursos digitais on-line e off-line para, com o apoio do professor, pesquisar, seleccionar e tratar informação de acordo com objectivos concretos e com critérios de qualidade e pertinência. Meta intermédia O aluno classifica e organiza a informação seleccionada, recorrendo a ferramentas digitais adequadas (programas de gráficos, bases de dados, ferramentas de criação de mapas conceptuais, etc.), de acordo com categorias definidas em conjunto com o professor.
  • 36. Muito obrigado! fc@ie.ul.pt aprendercom.org/miragens