SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
Baixar para ler offline
Arte
Ensino Médio
Tema da aula:
Arte Colonial Brasileira
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Temas dos grupos:
-Barroco no Brasil
-Rococó Religioso
-Antônio Francisco Lisboa
-Mestre Ataíde
-Barroco em Ouro Preto
-Teatro: Paixão de Cristo
-Barroco no RJ
-Barroco em Salvador
-Barroco em Olinda
-Barroco em MG
-Barroco na Europa
-Caravaggio
Partes do trabalho: (anotem!)
- Parágrafo de introdução + imagem
- Contexto Histórico
- Uso da técnica e escolha de temas
das obras
- Exemplos (título, autor, ano)
- Referências
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
A Arte Barroca no Brasil
- Estilos anteriores: Renascimento e Maneirismo
- Contrarreforma: A Arte da Igreja
- Na Europa: Séc. XVII e Séc.XVIII
- Situação política da América do Sul
- No Brasil: sotaque europeu português inicial, o barroco
permanece no Séc.XIX, e é substituído pelo Neoclassicismo
com a Missão Artística Francesa.
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Estrada Real
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O que é Barroco?
- Barroco: “pérola irregular”
- Poder da Igreja, dramaticidade, contrastes:
profano – sagrado, claro – escuro.
- Rococó: Estilo próprio ou final do barroco?
Início da historiografia da arte em meados do
Séc.XX
- Rocaille ou Luis XV: Surge na França (circa
1730), reação ao barroco, descompromissado
ideologicamente. Posteriormente é adotado
pela igreja (rococó religioso)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco nas Artes
- Arquitetura
- Escultura
- Pintura
- Literatura
- Música
- Audiovisual
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco na Arquitetura
- Primeiras construções jesuítas de influência maneirista
- Paredes lisas e caiadas, vãos distribuídos de forma harmoniosa (Séc.XVI)
- Fachada monumental, força expressiva (fim do Séc.XVII)
- Manuel Francisco de Araújo
- Antonio Francisco Lisboa, Aleijadinho (1730-1814)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Seminário de Olinda/ Igreja de Nossa Senhora da Graça (Olinda-PE)
Antigo Colégio Real dos Jesuítas, construído em 1575. A Igreja é de
1552.
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro-RJ), 1633-1671
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja de São Lourenço dos Índios (Niterói-RJ), 1627
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja dos Reis Magos (Nova Almeida, Serra-ES)
Concluída em 1580
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Santuário Nacional de Anchieta (Anchieta-ES)
Construído entre o Séc.XVI e XVII
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja de São Benedito
São Mateus – ES (séc.XIX)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Casario de estilo colonial no Porto de São Mateus – ES (séc.XIX)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja de Gesú,
Roma
(1575)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Convento da Penha (Vila Velha-ES) Séc.XVI e XVII
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Colégio Jesuíta de Salvador, atual
Catedral Metropolitana
Salvador-BA (1657-1672)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Mosteiro franciscano de Santo Antônio em João Pessoa-PB
(Séc.XVIII)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Outeiro da Glória
(1714-1730)
Rio de Janeiro-RJ
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja de Nossa Senhora do Rosário
(1785)
Ouro Preto-MG
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja de São Francisco de Assis
Ouro Preto-MG (Séc.XVIII - XIX)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco na Escultura
- Materiais: madeira policromada, pedra-sabão
- Imagens de exposição
- Imagens de procissão (imagem de roca)
- Conjunto escultórico
- Imagens de oratório
- Talha: nacional português – joanino
- Antonio Francisco Lisboa, Aleijadinho (1730-1814)
- Valentim da Fonseca e Silva (1745-1813)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Imagem de exposição
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Imagem de roca
Cristo
Museu de Arte Sacra de
Pernambuco
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Conjunto Escultórico
Cena da Santa Ceia – Antonio Francisco Lisboa (Aleijadinho)
Congonhas do Campo/MG
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Imagem de oratório
Acervo do Museu do Oratório (Ouro Preto-MG)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Retábulo nacional português
Capela da Ordem Terceira de São Francisco, Recife-PE
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Talha: retábulo Joanino
Igreja da Penitência, Rio de Janeiro-RJ
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco na Pintura
- tetos de igrejas, murais (afrescos), pinturas de esculturas.
- características cromáticas: o uso do vermelho, azul, dourado e
branco, além de uma característica européia, o chiaroscuro
(claro-escuro).
- Manuel da Costa Ataíde (1762-1830)
- Francisco Xavier Carneiro (1765-1840)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Na europa...
-Composição simétrica, em diagonal
-Contraste de claro-escuro
-Luz projetada para guiar o olhar do
observador até o acontecimento
principal da obra
-Escolha de cenas no seu momento
de maior intensidade dramática
Crucificação de São Pedro
Caravaggio, 1601
Óleo sobre tela (230 cm × 175 cm)
Santa Maria del Popolo, Roma
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Martírio de São Mateus
Caravaggio, 1600
Óleo sobre tela
(323 × 343 cm)
Igreja de São Luís dos
Franceses. Roma, Itália
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Ascensão de Cristo – Mestre Ataíde (Séc.XVIII),
Matriz de Santo Antônio, Santa Bárbara-MG
No Brasil...
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Glorificação da Virgem - Mestre Ataíde (1801-1812). Teto da Igreja da
Ordem Terceira de São Francisco de Assis, Ouro Preto-MG
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Mestre Ataíde, A Última Ceia, 1828
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Policromia e douramento em madeira
Início do Séc.XIX
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Santuário de Bom Jesus de Matosinhos
Congonhas, MG
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Assis
Ouro Preto-MG
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco na Literatura
- Prosa (Sermões), Poesia lírica
-Uso de contínuas antíteses, comparações, hipérboles.
- Artistas: Gregório de Matos (1636-1695), Pe. Antonio
Vieira (1608-1697)
- Arcadismo (Séc.XVIII no Brasil): volta ao classicismo
(Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga, José
de Santa Rita Durão)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Sermão do Bom Ladrão – Pe.Antonio Vieira ( 1608-1697)
“O ladrão que furta para comer, não vai nem leva ao inferno: os que não
só vão, mas levam, de que eu trato, são outros ladrões de maior calibre e
de mais alta esfera; os quais debaixo do mesmo nome e do mesmo
predicamento distingue muito bem São Basílio Magno. Não só são
ladrões, diz o santo, os que cortam bolsas, ou espreitam os que se vão
banhar para lhes colher a roupa; os ladrões que mais própria e
dignamente merecem este título são aqueles a quem os reis
encomendam os exércitos e legiões ou o governo das províncias, ou a
administração das cidades, os quais já com mancha, já com forças roubam
cidades e reinos: os outros furtam debaixo do seu risco, estes sem temor
nem perigo: os outros se furtam, são enforcados, estes furtam e
enforcam.”
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Soneto – Cláudio Manuel da Costa (1729-1789)
“Destes penhascos fez a natureza
O berço, em que nasci: oh quem cuidara
Que entre penhas tão duras se criara
Uma alma terna, um peito sem dureza!
Amor, que vence os Tigres, por empresa
Tomou logo render-me; ele declara
Contra o meu coração guerra tão rara,
Que não me foi bastante a fortaleza.
Por mais que eu mesmo conhecesse o dano,
A que dava ocasião minha brandura,
Nunca pude fugir ao cego engano:
Vós, que ostentais a condição mais dura,
Temei, penhas, temei; que Amor tirano,
Onde há mais resistência, mais se apura.”
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco na Música
- Início das orquestras de câmara, evolução na notação musical
- Instrumentos: cravo, flautas, cordas
- Artistas: J.S.Bach (1685-1750), A.Vivaldi (1678-1741)
- No Brasil: Pe.José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) , Manoel
Dias de Oliveira (1735-1813)
As Quatro Estações (Vivaldi)
Encomendação de Almas, Alerta Mortais (Manoel Dias de Oliveira)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco no Teatro
- Primeiras manifestações importantes de Teatro no Brasil
- Apresentações ao ar livre, nas praças diante de igrejas, ou ao
longo das procissões
- instrumento na obra de catequização
- Pe. José de Anchieta (1534-1597)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Representação cênica moderna
da Via Crucis diante da Matriz de
Pirenópolis/GO, nos mesmos
moldes da antiga prática teatral
barroca ao ar livre
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O Barroco no Audiovisual
Filmes de ficção e documentários sobre o tema:
- O Aleijadinho: Paixão, Glória e Suplício.
Drama. Brasil, 2003. Dir.: Geraldo Santos Pereira.
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Revisão:
- Contexto da época
- O Barroco e o Rococó
- Manifestações artísticas
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
1) 2)
3)
4)
5)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Temas dos grupos:
-Barroco no Brasil
-Rococó Religioso
-Antônio Francisco Lisboa
-Mestre Ataíde
-Barroco em Ouro Preto
-Teatro: Paixão de Cristo
-Barroco no RJ
-Barroco em Salvador
-Barroco em Olinda
-Barroco em MG
-Barroco na Europa
-Caravaggio
Partes do trabalho: (anotem!)
- Parágrafo de introdução + imagem
- Contexto Histórico
- Uso da técnica e escolha de temas
das obras
- Exemplos (título, autor, ano)
- Referências
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Bibliografia:
OLIVEIRA, Myriam. Historia da Arte no Brasil: Textos de
síntese Rio de Janeiro: Ed.UFRJ, 2008
OLIVEIRA, Myriam. Barroco e Rococó nas Igrejas do Rio
de Janeiro Brasília: Iphan Programa Monumenta, 2008
STRICKLAND, Carol. Arte Comentada: Da pré-história ao
modernismo Rio de Janeiro: Ediouro, 2004
CEFET-RJ Campus Maria da Graça

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Arte colonial brasileira
Arte colonial brasileiraArte colonial brasileira
Arte colonial brasileira
 
Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
 
Arte indígena
Arte indígenaArte indígena
Arte indígena
 
Ariano Suassuna Slide
Ariano Suassuna SlideAriano Suassuna Slide
Ariano Suassuna Slide
 
Arte Engajada: O enlace entre arte e sociedade
Arte Engajada: O enlace entre arte e sociedadeArte Engajada: O enlace entre arte e sociedade
Arte Engajada: O enlace entre arte e sociedade
 
Mapa mental arte renascentista
Mapa mental   arte renascentistaMapa mental   arte renascentista
Mapa mental arte renascentista
 
Ariano Suassuna
Ariano SuassunaAriano Suassuna
Ariano Suassuna
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
 
Pós-modernismo
Pós-modernismoPós-modernismo
Pós-modernismo
 
Aula arte realista
Aula   arte realistaAula   arte realista
Aula arte realista
 
História da Arte no Brasil
História da Arte no BrasilHistória da Arte no Brasil
História da Arte no Brasil
 
Portinari
PortinariPortinari
Portinari
 
ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Literatura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barrocoLiteratura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barroco
 
Arquitectura Em Portugal
Arquitectura Em PortugalArquitectura Em Portugal
Arquitectura Em Portugal
 
Arte Bizantina
Arte BizantinaArte Bizantina
Arte Bizantina
 
Arte teatro conceito, história, etc
Arte teatro   conceito, história, etcArte teatro   conceito, história, etc
Arte teatro conceito, história, etc
 
Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33
 
Teatro grego
Teatro gregoTeatro grego
Teatro grego
 

Destaque

Literatura de Cordel
Literatura de CordelLiteratura de Cordel
Literatura de CordelLuciano Dias
 
Arte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaArte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaLuciano Dias
 
Perspectiva Linear
Perspectiva LinearPerspectiva Linear
Perspectiva LinearLuciano Dias
 
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)Luciano Dias
 
Arte Moderna - Cubismo
Arte Moderna - CubismoArte Moderna - Cubismo
Arte Moderna - CubismoLuciano Dias
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaLuciano Dias
 
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Luciano Dias
 
Operação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoOperação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoLuciano Dias
 
Montagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoMontagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoLuciano Dias
 
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualEquipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualLuciano Dias
 
O Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem CinematográficaO Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem CinematográficaLuciano Dias
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Luciano Dias
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualLuciano Dias
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJOficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJLuciano Dias
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualLuciano Dias
 
O barroco no brasil
O barroco no brasilO barroco no brasil
O barroco no brasilCEF16
 

Destaque (20)

Literatura de Cordel
Literatura de CordelLiteratura de Cordel
Literatura de Cordel
 
Iconografia
IconografiaIconografia
Iconografia
 
Design: Bauhaus
Design: BauhausDesign: Bauhaus
Design: Bauhaus
 
Mostra de Arte
Mostra de ArteMostra de Arte
Mostra de Arte
 
Arte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaArte Barroca na Europa
Arte Barroca na Europa
 
Perspectiva Linear
Perspectiva LinearPerspectiva Linear
Perspectiva Linear
 
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
 
Arte Moderna - Cubismo
Arte Moderna - CubismoArte Moderna - Cubismo
Arte Moderna - Cubismo
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia Antiga
 
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
 
Operação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoOperação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de Vídeo
 
Montagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoMontagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de Vídeo
 
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualEquipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
 
Teoria das Cores
Teoria das CoresTeoria das Cores
Teoria das Cores
 
O Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem CinematográficaO Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem Cinematográfica
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro Audiovisual
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJOficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro Audiovisual
 
O barroco no brasil
O barroco no brasilO barroco no brasil
O barroco no brasil
 

Semelhante a Arte Colonial Brasileira

Semelhante a Arte Colonial Brasileira (20)

Barroco 8º Ano
Barroco   8º AnoBarroco   8º Ano
Barroco 8º Ano
 
21 barroco eurobras
21 barroco eurobras21 barroco eurobras
21 barroco eurobras
 
Barrocoemportugal
BarrocoemportugalBarrocoemportugal
Barrocoemportugal
 
Barrocoemportugal
BarrocoemportugalBarrocoemportugal
Barrocoemportugal
 
O barroco-
O barroco-O barroco-
O barroco-
 
O Barroco
O BarrocoO Barroco
O Barroco
 
Dokumen.tips barroco brasil
Dokumen.tips barroco brasilDokumen.tips barroco brasil
Dokumen.tips barroco brasil
 
Arte barrocaoo1
Arte barrocaoo1Arte barrocaoo1
Arte barrocaoo1
 
11 pp barroco_8a
11 pp barroco_8a11 pp barroco_8a
11 pp barroco_8a
 
ARTE BARROCA.pptx.. ARTE BARROCA.pptx...
ARTE BARROCA.pptx.. ARTE BARROCA.pptx...ARTE BARROCA.pptx.. ARTE BARROCA.pptx...
ARTE BARROCA.pptx.. ARTE BARROCA.pptx...
 
Barroco
Barroco Barroco
Barroco
 
15 a arte e a mentalidade barrocas
15   a arte e a mentalidade barrocas15   a arte e a mentalidade barrocas
15 a arte e a mentalidade barrocas
 
31 - Arte barroca
31  - Arte barroca31  - Arte barroca
31 - Arte barroca
 
2 dia cópia
2 dia   cópia2 dia   cópia
2 dia cópia
 
2 dia cópia
2 dia   cópia2 dia   cópia
2 dia cópia
 
Barroco slides
Barroco slidesBarroco slides
Barroco slides
 
O Barroco no Brasil, Parte 1
O Barroco no Brasil,  Parte 1O Barroco no Brasil,  Parte 1
O Barroco no Brasil, Parte 1
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 

Mais de Luciano Dias

Parâmetros do Som
Parâmetros do SomParâmetros do Som
Parâmetros do SomLuciano Dias
 
Arte Moderna - Vanguardas
Arte Moderna - VanguardasArte Moderna - Vanguardas
Arte Moderna - VanguardasLuciano Dias
 
Arte Contemporânea
Arte ContemporâneaArte Contemporânea
Arte ContemporâneaLuciano Dias
 
Roteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioRoteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioLuciano Dias
 
Tipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosTipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosLuciano Dias
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Luciano Dias
 

Mais de Luciano Dias (6)

Parâmetros do Som
Parâmetros do SomParâmetros do Som
Parâmetros do Som
 
Arte Moderna - Vanguardas
Arte Moderna - VanguardasArte Moderna - Vanguardas
Arte Moderna - Vanguardas
 
Arte Contemporânea
Arte ContemporâneaArte Contemporânea
Arte Contemporânea
 
Roteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioRoteiro de Documentário
Roteiro de Documentário
 
Tipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosTipos de Documentários
Tipos de Documentários
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
 

Último

No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...azulassessoria9
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxJustinoTeixeira1
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxLucasFCapistrano
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Cabiamar
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...azulassessoria9
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 

Último (20)

No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 

Arte Colonial Brasileira

  • 1. Arte Ensino Médio Tema da aula: Arte Colonial Brasileira CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 3.
  • 4.
  • 5. Temas dos grupos: -Barroco no Brasil -Rococó Religioso -Antônio Francisco Lisboa -Mestre Ataíde -Barroco em Ouro Preto -Teatro: Paixão de Cristo -Barroco no RJ -Barroco em Salvador -Barroco em Olinda -Barroco em MG -Barroco na Europa -Caravaggio Partes do trabalho: (anotem!) - Parágrafo de introdução + imagem - Contexto Histórico - Uso da técnica e escolha de temas das obras - Exemplos (título, autor, ano) - Referências CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 6. A Arte Barroca no Brasil - Estilos anteriores: Renascimento e Maneirismo - Contrarreforma: A Arte da Igreja - Na Europa: Séc. XVII e Séc.XVIII - Situação política da América do Sul - No Brasil: sotaque europeu português inicial, o barroco permanece no Séc.XIX, e é substituído pelo Neoclassicismo com a Missão Artística Francesa. CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 8. O que é Barroco? - Barroco: “pérola irregular” - Poder da Igreja, dramaticidade, contrastes: profano – sagrado, claro – escuro. - Rococó: Estilo próprio ou final do barroco? Início da historiografia da arte em meados do Séc.XX - Rocaille ou Luis XV: Surge na França (circa 1730), reação ao barroco, descompromissado ideologicamente. Posteriormente é adotado pela igreja (rococó religioso) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 9. O Barroco nas Artes - Arquitetura - Escultura - Pintura - Literatura - Música - Audiovisual CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 10. O Barroco na Arquitetura - Primeiras construções jesuítas de influência maneirista - Paredes lisas e caiadas, vãos distribuídos de forma harmoniosa (Séc.XVI) - Fachada monumental, força expressiva (fim do Séc.XVII) - Manuel Francisco de Araújo - Antonio Francisco Lisboa, Aleijadinho (1730-1814) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 11. Seminário de Olinda/ Igreja de Nossa Senhora da Graça (Olinda-PE) Antigo Colégio Real dos Jesuítas, construído em 1575. A Igreja é de 1552. CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 12. Mosteiro de São Bento (Rio de Janeiro-RJ), 1633-1671 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 13. Igreja de São Lourenço dos Índios (Niterói-RJ), 1627 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 14. Igreja dos Reis Magos (Nova Almeida, Serra-ES) Concluída em 1580 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 15. Santuário Nacional de Anchieta (Anchieta-ES) Construído entre o Séc.XVI e XVII CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 16. Igreja de São Benedito São Mateus – ES (séc.XIX) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 17. Casario de estilo colonial no Porto de São Mateus – ES (séc.XIX) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 18. Igreja de Gesú, Roma (1575) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 19. Convento da Penha (Vila Velha-ES) Séc.XVI e XVII CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 20. Colégio Jesuíta de Salvador, atual Catedral Metropolitana Salvador-BA (1657-1672) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 21. Mosteiro franciscano de Santo Antônio em João Pessoa-PB (Séc.XVIII) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 22. Outeiro da Glória (1714-1730) Rio de Janeiro-RJ CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 23. Igreja de Nossa Senhora do Rosário (1785) Ouro Preto-MG CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 24. Igreja de São Francisco de Assis Ouro Preto-MG (Séc.XVIII - XIX) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 25. O Barroco na Escultura - Materiais: madeira policromada, pedra-sabão - Imagens de exposição - Imagens de procissão (imagem de roca) - Conjunto escultórico - Imagens de oratório - Talha: nacional português – joanino - Antonio Francisco Lisboa, Aleijadinho (1730-1814) - Valentim da Fonseca e Silva (1745-1813) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 26. Imagem de exposição CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 27. Imagem de roca Cristo Museu de Arte Sacra de Pernambuco CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 28. Conjunto Escultórico Cena da Santa Ceia – Antonio Francisco Lisboa (Aleijadinho) Congonhas do Campo/MG CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 29. Imagem de oratório Acervo do Museu do Oratório (Ouro Preto-MG) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 30. Retábulo nacional português Capela da Ordem Terceira de São Francisco, Recife-PE CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 31. Talha: retábulo Joanino Igreja da Penitência, Rio de Janeiro-RJ CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 32. O Barroco na Pintura - tetos de igrejas, murais (afrescos), pinturas de esculturas. - características cromáticas: o uso do vermelho, azul, dourado e branco, além de uma característica européia, o chiaroscuro (claro-escuro). - Manuel da Costa Ataíde (1762-1830) - Francisco Xavier Carneiro (1765-1840) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 33. Na europa... -Composição simétrica, em diagonal -Contraste de claro-escuro -Luz projetada para guiar o olhar do observador até o acontecimento principal da obra -Escolha de cenas no seu momento de maior intensidade dramática Crucificação de São Pedro Caravaggio, 1601 Óleo sobre tela (230 cm × 175 cm) Santa Maria del Popolo, Roma CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 34. O Martírio de São Mateus Caravaggio, 1600 Óleo sobre tela (323 × 343 cm) Igreja de São Luís dos Franceses. Roma, Itália CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 35. Ascensão de Cristo – Mestre Ataíde (Séc.XVIII), Matriz de Santo Antônio, Santa Bárbara-MG No Brasil... CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 36. Glorificação da Virgem - Mestre Ataíde (1801-1812). Teto da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Assis, Ouro Preto-MG CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 37. Mestre Ataíde, A Última Ceia, 1828 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 38. Policromia e douramento em madeira Início do Séc.XIX CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 39. Santuário de Bom Jesus de Matosinhos Congonhas, MG CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 40. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Assis Ouro Preto-MG
  • 42. O Barroco na Literatura - Prosa (Sermões), Poesia lírica -Uso de contínuas antíteses, comparações, hipérboles. - Artistas: Gregório de Matos (1636-1695), Pe. Antonio Vieira (1608-1697) - Arcadismo (Séc.XVIII no Brasil): volta ao classicismo (Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga, José de Santa Rita Durão) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 43. Sermão do Bom Ladrão – Pe.Antonio Vieira ( 1608-1697) “O ladrão que furta para comer, não vai nem leva ao inferno: os que não só vão, mas levam, de que eu trato, são outros ladrões de maior calibre e de mais alta esfera; os quais debaixo do mesmo nome e do mesmo predicamento distingue muito bem São Basílio Magno. Não só são ladrões, diz o santo, os que cortam bolsas, ou espreitam os que se vão banhar para lhes colher a roupa; os ladrões que mais própria e dignamente merecem este título são aqueles a quem os reis encomendam os exércitos e legiões ou o governo das províncias, ou a administração das cidades, os quais já com mancha, já com forças roubam cidades e reinos: os outros furtam debaixo do seu risco, estes sem temor nem perigo: os outros se furtam, são enforcados, estes furtam e enforcam.” CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 44. Soneto – Cláudio Manuel da Costa (1729-1789) “Destes penhascos fez a natureza O berço, em que nasci: oh quem cuidara Que entre penhas tão duras se criara Uma alma terna, um peito sem dureza! Amor, que vence os Tigres, por empresa Tomou logo render-me; ele declara Contra o meu coração guerra tão rara, Que não me foi bastante a fortaleza. Por mais que eu mesmo conhecesse o dano, A que dava ocasião minha brandura, Nunca pude fugir ao cego engano: Vós, que ostentais a condição mais dura, Temei, penhas, temei; que Amor tirano, Onde há mais resistência, mais se apura.” CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 45. O Barroco na Música - Início das orquestras de câmara, evolução na notação musical - Instrumentos: cravo, flautas, cordas - Artistas: J.S.Bach (1685-1750), A.Vivaldi (1678-1741) - No Brasil: Pe.José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) , Manoel Dias de Oliveira (1735-1813) As Quatro Estações (Vivaldi) Encomendação de Almas, Alerta Mortais (Manoel Dias de Oliveira) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 46. O Barroco no Teatro - Primeiras manifestações importantes de Teatro no Brasil - Apresentações ao ar livre, nas praças diante de igrejas, ou ao longo das procissões - instrumento na obra de catequização - Pe. José de Anchieta (1534-1597) CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 47. Representação cênica moderna da Via Crucis diante da Matriz de Pirenópolis/GO, nos mesmos moldes da antiga prática teatral barroca ao ar livre CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 48. O Barroco no Audiovisual Filmes de ficção e documentários sobre o tema: - O Aleijadinho: Paixão, Glória e Suplício. Drama. Brasil, 2003. Dir.: Geraldo Santos Pereira. CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 49. Revisão: - Contexto da época - O Barroco e o Rococó - Manifestações artísticas CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 51. Temas dos grupos: -Barroco no Brasil -Rococó Religioso -Antônio Francisco Lisboa -Mestre Ataíde -Barroco em Ouro Preto -Teatro: Paixão de Cristo -Barroco no RJ -Barroco em Salvador -Barroco em Olinda -Barroco em MG -Barroco na Europa -Caravaggio Partes do trabalho: (anotem!) - Parágrafo de introdução + imagem - Contexto Histórico - Uso da técnica e escolha de temas das obras - Exemplos (título, autor, ano) - Referências CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 52. Bibliografia: OLIVEIRA, Myriam. Historia da Arte no Brasil: Textos de síntese Rio de Janeiro: Ed.UFRJ, 2008 OLIVEIRA, Myriam. Barroco e Rococó nas Igrejas do Rio de Janeiro Brasília: Iphan Programa Monumenta, 2008 STRICKLAND, Carol. Arte Comentada: Da pré-história ao modernismo Rio de Janeiro: Ediouro, 2004 CEFET-RJ Campus Maria da Graça