SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
Arte
Ensino Médio
Arte Contemporânea
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
A Arte na Contemporaneidade
-Questiona o “sistema da arte”: museus, galerias,
colecionadores, críticos de arte, etc
-A arte se liberta dos suportes tradicionais
-O conceito passa a influir decisivamente na obra
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Diferentes estilos e tendências na Arte
-Op Art
-Pop Art
-Land Art
-Street Art
-Arte Conceitual
-Action Painting
-Videoarte
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Diferentes suportes
-Instalação
-Performance
-Readymades
-Eletrônico (telas de vídeo)
-Etc...
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Revisão: Arte Moderna (final do Séc.XIX, início do Séc.XX)
O Grito. Edvard Munch (1893)
91cm x 73cm, Óleo sobre tela
Galeria Nacional, Oslo, Noruega
El beso. Constantin Brancusi (1908)
Museu de Arte, Filadelfia, EUA
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
A Traição das Imagens
René Magritte, 1929
Óleo sobre tela, 63,5 cm × 93,98 cm
Museu de Arte de Los Angeles, EUA
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Arte Contemporânea
A Arte Contemporânea se liberta dos
suportes tradicionais (o bloco e o painel)
Readymades
-Rompe com a artesania da operação artística, apropria-se de
algo que já está feito
-Escolhe produtos industriais, realizados com finalidade
prática e não artística e os eleva à categoria de obra de arte.
Fonte
Marcel Duchamp, 1917
Readymade
25,5 cm × 18 cm x 60 cm
Coleção de Arturo Schwarz,
Milão, Itália
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Roda de Bicicleta
Marcel Duchamp, 1913
Readymade
1,28m x 64cm x 33cm
Museu Nacional, Hessisches, Alemanha
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Merda de Artista
Piero Manzoni, 1961
Série de 90 latas
Arte Conceitual
-Questiona o “sistema da arte”: museus,
galerias, colecionadores, críticos de arte, etc
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Litho Orange
Victor Vasarely
Op Art -Tem por objetivo dar movimento às pinturas
utilizando ilusão de ótica
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Kinetic Painting III
Francis Celentano, 1967
lacquer on masonite, motorized, diameter: 48
inches (121.92 cm.), gift of Seymour H. Knox,
Jr., 1968
Op Art
-Combinação de figuras geométricas que dão ao
espectador a impressão de que a imagem na tela
está em movimento
Pavo
Victor Vasarely, 1978
Mixed media 120 x 120 cm
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Relativity
M. C. Escher, 1953
Lithograph
Chess
M. C. Escher
Mão com esfera
M. C. Escher
Day and night
M. C. Escher
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Pop Art
(década de 1960)
- Retrata a vida que a tecnologia criou nos
centros urbanos
Campbell's Soup Cans Andy Warhol, 1962
Polímero sobre tela, 51 cm × 41 cm
MoMA, Nova Iorque, EUA
-Proposta de
romper barreiras
entre a arte e a
vida comum
-Dia a dia das
grandes cidades
como fonte de
criação
Marilyn Diptych Andy Warhol, 1962
Acrílico sobre tela, 205.44 cm × 289.56 cm
Tate Gallery, Londres, UK
Pop Art
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Action Painting
(Expressionismo Abstrato)
-Tinta lançada diretamente na tela, com gestos instintivos
-O acaso e o aleatório determinam a evolução da pintura
Number 8
Jackson Pollock, 1949
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Land Art
(arte ambiental)
-O terreno, em vez de prover o ambiente para uma obra
de arte, é trabalhado de modo a integrar-se à obra
Spiral Jetty
Robert Smithson, 1970
4,6 m x 460,0 m
Rozel Point, Great Salt Lake, Utah, EUA CEFET-RJ Campus Maria da Graça
A fish called Schengen (border)
Jaroslaw Koziara
Street Art
(grafite)
Pintura mural
Intervenção urbana
Ligado à cultura do hip hop
Técnica de pintura com tinta spray
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Artistas: Otávio e Gustavo Pandolfo (OS Gêmeos)
5PointZ
Long Island, Nova Iorque, EUA
5PointZ
Long Island, Nova Iorque, EUA
Evento “Caminho do Grafitti”
Morro dos Prazeres, Rio de Janeiro, RJ
Instalação
(assemblage)
-Obra composta de elementos organizados em um ambiente
-Só "existe" na hora da exposição
-Multissensorial
On the Lake
Beverly Semmes
Tropicália
Hélio Oiticica
Metaesquema. Hélio Oiticica, 1957
Óleo sobre cartão, Museu de Arte de São Paulo (Masp)
Grande Núcleo. Hélio Oiticica, 1960
Hélio Oiticica (1937-1980)
Início da carreira no Rio de Janeiro
na década de 1950. Grupo Frente,
com Ivan Serpa, Hélio Oiticica, Lygia
Clark, Ligia Pape, entre outros,
adeptos do abstracionismo
geométrico (arte concreta)
Parangolés
Hélio Oiticica -Incorporação entre a obra e
o participador dançarino
-Dissolvem-se as fronteiras
entre a obra e o espectador
Parangolés
Hélio Oiticica
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Tropicália. Hélio Oiticica, 1967
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Penetrável #5 Invenção da Cor. Hélio Oiticica
Inhotim, MG, 1977
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Penetrável Invenção da Luz. Hélio Oiticica, 1978
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Temas dos grupos:
-Op Art
-Pop Art
-Land Art
-Street Art
-Arte Conceitual
-Expressionismo Abstrato
-Videoarte
-Hélio Oiticica
-Marina Abramovic
-Andy Warhol
Partes do trabalho: (anotem!)
- Parágrafo de introdução + imagem
- Contexto Histórico
- Uso da técnica e escolha de temas
das obras
- Exemplos (título, autor, ano)
- Referências
- Não esquecer de citar o nome dos
integrantes do grupo!!!
http://commons.wikimedia.org/
http://www.wikiart.org/
https://www.google.com/culturalinstitute/project/art-project?hl=pt-BR
CEFET-RJ Campus Maria da Graça

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
dpport
 
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTE
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTEINTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTE
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTE
Cristiane Seibt
 

Mais procurados (20)

Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Arte ensino médio slide 1
Arte ensino médio  slide 1Arte ensino médio  slide 1
Arte ensino médio slide 1
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
 
Arte pre historia
Arte pre historiaArte pre historia
Arte pre historia
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
 
A arte na Pré-História
A arte na Pré-HistóriaA arte na Pré-História
A arte na Pré-História
 
ARTE BRASILEIRA
ARTE BRASILEIRAARTE BRASILEIRA
ARTE BRASILEIRA
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
0 arte pra que
0 arte pra que0 arte pra que
0 arte pra que
 
Pop Art em Resumo
Pop Art em ResumoPop Art em Resumo
Pop Art em Resumo
 
Arte indígena brasileira
Arte indígena brasileiraArte indígena brasileira
Arte indígena brasileira
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Arte Egípcia
Arte Egípcia Arte Egípcia
Arte Egípcia
 
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversosSlide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
 
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTE
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTEINTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTE
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA ARTE
 
Arte o que é
Arte   o que éArte   o que é
Arte o que é
 

Semelhante a Arte Contemporânea

Arte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, Instalação
Arte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, InstalaçãoArte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, Instalação
Arte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, Instalação
Michele Pó
 
Fluxus arte digital e arte eletronica
Fluxus arte digital e arte eletronicaFluxus arte digital e arte eletronica
Fluxus arte digital e arte eletronica
Rodrigo Leite
 
Dissertacao andreapossa
Dissertacao andreapossaDissertacao andreapossa
Dissertacao andreapossa
Aninhabig
 
Introdução à arte
Introdução à arteIntrodução à arte
Introdução à arte
Ellen_A
 
Criação do humano maquina
Criação do humano maquinaCriação do humano maquina
Criação do humano maquina
Venise Melo
 
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...
LaudielPadilha
 
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.pptARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
LiaSilva99
 
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.pptARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
PatriciaFeil
 

Semelhante a Arte Contemporânea (20)

Mostra de Arte
Mostra de ArteMostra de Arte
Mostra de Arte
 
Carmem
CarmemCarmem
Carmem
 
Fluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Fluxus, Arte digital e Arte EletrónicaFluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
Fluxus, Arte digital e Arte Eletrónica
 
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdfHAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
 
Arte Moderna - Vanguardas
Arte Moderna - VanguardasArte Moderna - Vanguardas
Arte Moderna - Vanguardas
 
Arte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, Instalação
Arte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, InstalaçãoArte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, Instalação
Arte Minimal, Arte Conceptual, Artes da Terra, Instalação
 
26386927-ARTE-MURAL-da-pre-historia-ao-grafite.ppt
26386927-ARTE-MURAL-da-pre-historia-ao-grafite.ppt26386927-ARTE-MURAL-da-pre-historia-ao-grafite.ppt
26386927-ARTE-MURAL-da-pre-historia-ao-grafite.ppt
 
Um pouco da arte contemporanea na fotografia
Um pouco da arte contemporanea na fotografiaUm pouco da arte contemporanea na fotografia
Um pouco da arte contemporanea na fotografia
 
Fluxus arte digital e arte eletronica
Fluxus arte digital e arte eletronicaFluxus arte digital e arte eletronica
Fluxus arte digital e arte eletronica
 
Dissertacao andreapossa
Dissertacao andreapossaDissertacao andreapossa
Dissertacao andreapossa
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
fluxus
fluxusfluxus
fluxus
 
Introdução à arte
Introdução à arteIntrodução à arte
Introdução à arte
 
Novo 2010
Novo 2010Novo 2010
Novo 2010
 
Arte na escola pública metaesquemas
Arte na escola pública  metaesquemasArte na escola pública  metaesquemas
Arte na escola pública metaesquemas
 
Criação do humano maquina
Criação do humano maquinaCriação do humano maquina
Criação do humano maquina
 
Arte Moderna - Cubismo
Arte Moderna - CubismoArte Moderna - Cubismo
Arte Moderna - Cubismo
 
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares (...
 
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.pptARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
 
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.pptARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
ARTES VISUAIS - Diálogos entre arte e artistas de diversas épocas e lugares.ppt
 

Mais de Luciano Dias

Mais de Luciano Dias (20)

Parâmetros do Som
Parâmetros do SomParâmetros do Som
Parâmetros do Som
 
Roteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioRoteiro de Documentário
Roteiro de Documentário
 
Arte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaArte Barroca na Europa
Arte Barroca na Europa
 
Arte Colonial Brasileira
Arte Colonial BrasileiraArte Colonial Brasileira
Arte Colonial Brasileira
 
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)
 
Tipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosTipos de Documentários
Tipos de Documentários
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJOficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
 
Literatura de Cordel
Literatura de CordelLiteratura de Cordel
Literatura de Cordel
 
Teoria das Cores
Teoria das CoresTeoria das Cores
Teoria das Cores
 
Design: Bauhaus
Design: BauhausDesign: Bauhaus
Design: Bauhaus
 
Perspectiva Linear
Perspectiva LinearPerspectiva Linear
Perspectiva Linear
 
Iconografia
IconografiaIconografia
Iconografia
 
Montagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoMontagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de Vídeo
 
Operação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoOperação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de Vídeo
 
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualEquipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro Audiovisual
 
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia Antiga
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 

Último (20)

Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 

Arte Contemporânea

  • 2. A Arte na Contemporaneidade -Questiona o “sistema da arte”: museus, galerias, colecionadores, críticos de arte, etc -A arte se liberta dos suportes tradicionais -O conceito passa a influir decisivamente na obra CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 3. Diferentes estilos e tendências na Arte -Op Art -Pop Art -Land Art -Street Art -Arte Conceitual -Action Painting -Videoarte CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 4. Diferentes suportes -Instalação -Performance -Readymades -Eletrônico (telas de vídeo) -Etc... CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 5. Revisão: Arte Moderna (final do Séc.XIX, início do Séc.XX) O Grito. Edvard Munch (1893) 91cm x 73cm, Óleo sobre tela Galeria Nacional, Oslo, Noruega El beso. Constantin Brancusi (1908) Museu de Arte, Filadelfia, EUA CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 6. A Traição das Imagens René Magritte, 1929 Óleo sobre tela, 63,5 cm × 93,98 cm Museu de Arte de Los Angeles, EUA CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 7. Arte Contemporânea A Arte Contemporânea se liberta dos suportes tradicionais (o bloco e o painel)
  • 8. Readymades -Rompe com a artesania da operação artística, apropria-se de algo que já está feito -Escolhe produtos industriais, realizados com finalidade prática e não artística e os eleva à categoria de obra de arte. Fonte Marcel Duchamp, 1917 Readymade 25,5 cm × 18 cm x 60 cm Coleção de Arturo Schwarz, Milão, Itália CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 9. Roda de Bicicleta Marcel Duchamp, 1913 Readymade 1,28m x 64cm x 33cm Museu Nacional, Hessisches, Alemanha CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 10. Merda de Artista Piero Manzoni, 1961 Série de 90 latas Arte Conceitual -Questiona o “sistema da arte”: museus, galerias, colecionadores, críticos de arte, etc CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 11. Litho Orange Victor Vasarely Op Art -Tem por objetivo dar movimento às pinturas utilizando ilusão de ótica CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 12. Kinetic Painting III Francis Celentano, 1967 lacquer on masonite, motorized, diameter: 48 inches (121.92 cm.), gift of Seymour H. Knox, Jr., 1968 Op Art -Combinação de figuras geométricas que dão ao espectador a impressão de que a imagem na tela está em movimento Pavo Victor Vasarely, 1978 Mixed media 120 x 120 cm CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 13.
  • 14. Relativity M. C. Escher, 1953 Lithograph
  • 16. Mão com esfera M. C. Escher
  • 17. Day and night M. C. Escher CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 18. Pop Art (década de 1960) - Retrata a vida que a tecnologia criou nos centros urbanos Campbell's Soup Cans Andy Warhol, 1962 Polímero sobre tela, 51 cm × 41 cm MoMA, Nova Iorque, EUA
  • 19. -Proposta de romper barreiras entre a arte e a vida comum -Dia a dia das grandes cidades como fonte de criação Marilyn Diptych Andy Warhol, 1962 Acrílico sobre tela, 205.44 cm × 289.56 cm Tate Gallery, Londres, UK Pop Art CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 20. Action Painting (Expressionismo Abstrato) -Tinta lançada diretamente na tela, com gestos instintivos -O acaso e o aleatório determinam a evolução da pintura Number 8 Jackson Pollock, 1949
  • 22.
  • 23.
  • 24. Land Art (arte ambiental) -O terreno, em vez de prover o ambiente para uma obra de arte, é trabalhado de modo a integrar-se à obra Spiral Jetty Robert Smithson, 1970 4,6 m x 460,0 m Rozel Point, Great Salt Lake, Utah, EUA CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 25. A fish called Schengen (border) Jaroslaw Koziara
  • 26. Street Art (grafite) Pintura mural Intervenção urbana Ligado à cultura do hip hop Técnica de pintura com tinta spray CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 27.
  • 28. Artistas: Otávio e Gustavo Pandolfo (OS Gêmeos)
  • 31. Evento “Caminho do Grafitti” Morro dos Prazeres, Rio de Janeiro, RJ
  • 32. Instalação (assemblage) -Obra composta de elementos organizados em um ambiente -Só "existe" na hora da exposição -Multissensorial On the Lake Beverly Semmes
  • 33.
  • 35. Metaesquema. Hélio Oiticica, 1957 Óleo sobre cartão, Museu de Arte de São Paulo (Masp) Grande Núcleo. Hélio Oiticica, 1960 Hélio Oiticica (1937-1980) Início da carreira no Rio de Janeiro na década de 1950. Grupo Frente, com Ivan Serpa, Hélio Oiticica, Lygia Clark, Ligia Pape, entre outros, adeptos do abstracionismo geométrico (arte concreta)
  • 36.
  • 37.
  • 38. Parangolés Hélio Oiticica -Incorporação entre a obra e o participador dançarino -Dissolvem-se as fronteiras entre a obra e o espectador
  • 40.
  • 43. Penetrável #5 Invenção da Cor. Hélio Oiticica Inhotim, MG, 1977 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 44. Penetrável Invenção da Luz. Hélio Oiticica, 1978 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 45. Temas dos grupos: -Op Art -Pop Art -Land Art -Street Art -Arte Conceitual -Expressionismo Abstrato -Videoarte -Hélio Oiticica -Marina Abramovic -Andy Warhol Partes do trabalho: (anotem!) - Parágrafo de introdução + imagem - Contexto Histórico - Uso da técnica e escolha de temas das obras - Exemplos (título, autor, ano) - Referências - Não esquecer de citar o nome dos integrantes do grupo!!! http://commons.wikimedia.org/ http://www.wikiart.org/ https://www.google.com/culturalinstitute/project/art-project?hl=pt-BR CEFET-RJ Campus Maria da Graça