SlideShare uma empresa Scribd logo
OS IMPACTOS NOS 
PROCESSOS DE RECURSOS 
HUMANOS E ROTINAS 
TRABALHISTAS 
PALESTRANTE: MARTA PIERINA VERONA
CARACTERIZAÇÃO DO 
PROJETO eSOCIAL
O QUE É O eSOCIAL ? 
Projeto do governo federal que vai unificar 
o envio de informações pelo empregador 
em relação aos seus empregados.
O QUE É O eSOCIAL ? 
Geração digital da folha de pagamento 
e demais informações fiscais, 
previdenciárias e trabalhistas com 
padronização: 
 das rubricas da folha de pagamento. 
 de layout. 
 de registro de empregados.
RELAÇÃO DO eSOCIAL 
COM O SPED 
O eSocial integra o Sistema Público de 
Escrituração Digital – SPED (Decreto nº 
6.022/2007) 
SPED é um arquivo digital constituído por 
um conjunto de escriturações de 
documentos fiscais e de outras 
informações de interesse dos fiscos das 
unidades federadas e da receita federal 
do Brasil.
OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS 
FUTURAMENTE SUBSTITUÍDAS 
 Livro de registro de empregado 
 Folha de pagamento 
 GFIP 
 RAIS 
 CAGED 
 DIRF 
 Comunicação Acidente de Trabalho 
 Perfil Profissiográfico Previdenciário 
 Arquivos eletrônicos entregues à fiscalização 
 Formulário do seguro desemprego. 
 Carteira de trabalho
OBJETIVO GERAL 
 Racionalizar e uniformizar as obrigações 
relativas à contratação e utilização de 
mão de obra onerosa, com ou sem 
vínculo empregatício, e também de 
outras obrigações previdenciárias e fiscais. 
 Através do cruzamento de dados, 
fiscaliza o cumprimento da legislação.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS 
 Redução do custo de conformidade 
para os empregadores. 
 Melhoria na fiscalização das 
obrigações trabalhistas e 
previdenciárias. 
 Aumento na formalização do emprego 
e inclusão previdenciária. 
 Maior facilidade de acesso do 
trabalhador aos benefícios 
previdenciários e direitos trabalhistas.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS 
 Redução de fraudes na concessão de 
benefícios previdenciários e do seguro 
desemprego. 
 Aumento na renda do trabalhador. 
 Contribuição para a redução da 
carga tributária. 
 Substituição da carteira de trabalho 
por cartão eletrônico.
ÓRGÃOS ENVOLVIDOS 
 Secretaria da Receita Federal do Brasil. 
 Ministério do Trabalho e Emprego. 
 Ministério da Previdência Social. 
 Instituto Nacional do Seguro Social. 
 Caixa Econômica Federal. 
 Conselho Curador do Fundo de Garantia por 
Tempo de Serviço. 
 Justiça do Trabalho. 
 Ministério do Planejamento. 
 Secretaria da Micro e Pequena Empresa.
PRODUTOS DO eSOCIAL 
 Escrituração Fiscal Digital. 
 Registo de Eventos Trabalhistas - RET. 
 Portal do Empregador. 
 Portal do Trabalhador. 
 Receita Federal do Brasil: 
 DCTF – Web. 
 Unificação dos processos, como CND e 
compensação. 
FONTE: PALESTRA eSOCIAL REALIZADA PELA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM CAXIAS DO SUL 28/11/2013
QUEM DEVE ENTREGAR ? 
Será obrigatório a todos os contribuintes, 
pessoa física ou jurídica, desde o 
empregador doméstico até as grandes 
empresas.
O QUE DEVE SER 
DECLARADO ? 
 Dados cadastrais e registro de 
empregadores (inclusive domésticos), 
trabalhadores com e sem vínculo 
empregatício e dependentes de 
trabalhadores avulsos e empregados 
(inclusive domésticos).
O QUE DEVE SER 
DECLARADO ? 
 Dados relacionados à folha de 
pagamento e outros fatos geradores, 
bases de cálculo e valores devidos de 
contribuições previdenciárias, sociais, 
sindicais, do FGTS e IRRF.
O QUE DEVE SER 
DECLARADO ? 
AS INFORMAÇÕES PRESTADAS AO 
eSOCIAL FORMARÃO A BASE DE 
CÁLCULO PARA A APURAÇÃO DOS 
TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES, BEM COMO 
PARA A CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS 
PREVIDENCIÁRIOS E TRABALHISTAS.
AMBIENTE NACIONAL DO ESOCIAL 
VERSUS 
ATENDIMENTO AOS DIVERSOS ÓRGÃOS
Os Impactos nos Processo de Recursos Humanos e Rotinas Trabalhistas
SEQUÊNCIA LÓGICA DA 
TRANSMISSÃO DOS ARQUIVOS
EVENTOS INICIAIS 
Dados do empregador/contribuinte 
e respectivo cadastramento inicial 
dos vínculos.
EVENTOS DE TABELAS 
Dados de tabelas que compõem os 
registros dos eventos iniciais, 
periódicos e não periódicos.
EVENTOS NÃO PERIÓDICOS 
Informações da relação jurídica entre 
o trabalhador e o empregador 
durante todo o período laboral.
EVENTOS PERIÓDICOS 
Dados relativos aos tipos de folha de 
pagamento dentro de cada mês.
IMPACTOS CULTURAIS 
DO eSOCIAL NA GESTÃO 
EMPRESARIAL
REALIDADE NAS 
ORGANIZAÇÕES 
Admissão do Funcionário: 
 Cadastramento do PIS feito após a data 
data de admissão. 
 Cadastramento do funcionário realizado 
realizado após o início das atividades 
laborais. 
 Escritórios contábeis recebem as 
admissões sem toda a documentação 
necessária.
REALIDADE NAS 
ORGANIZAÇÕES 
CAT: O acidente de trabalho não é 
comunicado no dia em que o mesmo 
ocorreu, logo a CAT é emitida e enviada 
fora do prazo legal. 
Aviso de Férias: Não é respeitado o limite 
30 dias para o aviso de férias, no que 
tange a férias individuais.
REALIDADE NAS 
ORGANIZAÇÕES 
Alterações cadastrais: (cargo, setor, 
etc.): 
 As alterações cadastrais são 
comunicadas após o fato ter ocorrido. 
 Escritórios contábeis muitas vezes não 
recebem a informação.
REALIDADE NAS 
ORGANIZAÇÕES 
Obrigações acessórias (mensais ou 
 Conferências e validações somente 
na entrega da obrigação. 
 Para não perder o prazo legal, geram 
dados inconsistentes. Posteriormente, 
têm retrabalho para retificar as 
informações.
REALIDADE NAS 
ORGANIZAÇÕES 
EMPRESAS DE MÉDIO E GRANDE PORTE, 
PODEM ESTAR MAIS PREPARADAS PARA A 
NOVA REALIDADE INTRODUZIDA PELO 
eSOCIAL PORQUE POSSUEM ESTRUTURA 
DE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS 
BEM DEFINIDOS.
MUDANÇA CULTURAL QUE SERÁ 
EXIGIDA COM A 
IMPLEMENTAÇÃO DO eSOCIAL
IMPACTOS GERAIS NAS 
EMPRESAS 
Exigência de informações iniciais, mensais 
e em tempo real. 
 Cumprimento dos prazos e das 
obrigações estabelecidas, na legislação 
em vigor, para cada informação. 
 Adequação de processos, a fim de 
evitar notificações por erros, omissões ou 
atrasos por não conformidades perante 
os órgãos envolvidos.
IMPACTOS GERAIS NAS 
EMPRESAS 
 Mudança nas rotinas diárias dos 
profissionais de RH, com a geração de 
dados para o eSocial. 
 Envolvimento de profissionais de outras 
áreas da empresa, que precisarão ter o 
conhecimento pleno da legislação para 
moldar os processos.
IMPACTOS GERAIS NAS 
EMPRESAS 
 A necessidade de retificação de dados 
provavelmente será bem mais onerosa e 
poderá implicar multas administrativas ao 
empregador. 
 Efetivo e rígido controle sobre a 
apuração de tributos e do FGTS, com 
rápida autuação e aplicação de multas.
PRINCIPAIS ALTERAÇÕES 
NAS ROTINAS DE RH 
 Adequação tecnológica às formas de 
envio e transmissão de dados, para 
viabilizar a entrega de informações ao 
eSocial. 
 Envio de informações de forma mais 
dinâmica (dados iniciais, mensais e em 
tempo real). 
 Revisão de processos - mudança de 
cultura organizacional.
CENÁRIO ATUAL 
Os empregadores são obrigados a 
preencher diversas declarações e 
documentos que possuem as mesmas 
informações.
CENÁRIO eSOCIAL 
Os empregadores prestam as 
informações de forma unificada, 
simples e padronizada, eliminando 
erros e reduzindo custos operacionais.
PRAZOS LEGAIS 
O não cumprimento poderá 
acarretar multas.
PRAZOS LEGAIS 
O não cumprimento poderá 
acarretar multas.
O PAPEL DAS LIDERANÇAS 
ORGANIZACIONAIS EM RELAÇÃO 
AO eSOCIAL
O PAPEL DAS LIDERANÇAS 
 Conhecimento dos principais impactos 
da implantação do eSocial na empresa, 
com atualização constante (leitura manual 
e atos regulamentadores). 
 Compreensão da mudança de cultura 
organizacional – prazos reduzidos de envio 
de informações e consequências (multas e 
notificações).
O PAPEL DAS LIDERANÇAS 
 Planejamento estratégico com 
envolvimento de todos os setores. 
Sugestão da criação de projeto eSocial na 
empresa.
O PAPEL DAS LIDERANÇAS 
Comprometimento com as novas 
demandas nos processos de: 
 Admissão. 
 Desligamento. 
 Alterações cadastrais. 
 Qualificação cadastral. 
 Contratação de terceiros. 
 Saúde e medicina do trabalho. 
 Notas fiscais de serviços prestados e 
tomados.
O PAPEL DAS LIDERANÇAS 
O ESOCIAL É PROJETO DE UMA EQUIPE E 
NÃO SOMENTE DE UMA ÁREA. 
DESTA FORMA, TODAS AS LIDERANÇAS 
DEVEM SER ENVOLVIDAS, CADA UM É 
PARTE DO PROCESSO.
IMPACTOS DO eSOCIAL 
NA VIDA DO TRABALHADOR
RESULTADOS ESPERADOS 
PARA O EMPREGADOR E O 
CIDADÃO 
 Rápido acesso às informações 
atualizadas sobre emprego, renda e 
mercado de trabalho em geral. 
 Substituição da carteira de trabalho por 
cartão eletrônico. 
 Contribuição para a redução da carga 
tributária.
RESULTADOS ESPERADOS 
PARA O EMPREGADOR E O 
CIDADÃO 
 Consulta a informações facilitada nos 
portais do empregador e do trabalhador. 
 Maior facilidade de acesso do trabalhador 
aos benefícios previdenciários e direitos 
trabalhistas. 
 Redução de fraudes e erros por 
negligência ou omissão no recolhimento de 
direitos trabalhistas.
BENEFÍCIOS 
PARA O EMPREGADOR 
 Padronização e integração de 
cadastros (pessoa física e jurídica) 
junto aos órgãos participantes. 
 Centralização e integração da 
transmissão de informações dos 
empregadores para um único 
ambiente. 
 Validação mensal das informações e 
correção imediata de eventuais erros, 
pelo monitoramento das declarações.
BENEFÍCIOS 
PARA O EMPREGADOR 
 Enquadramento à legislação vigente 
facilitada. 
 Economia de papel e espaço físico – 
documentos digitalizados. 
 Substituição de obrigações acessórias, 
eliminando retrabalho e excesso de 
documentos. 
 Modernização da gestão de recursos 
humanos.
AÇÕES INICIAIS PARA 
ADEQUAÇÃO DAS EMPRESAS 
ÀS EXIGÊNCIAS DO eSOCIAL.
ADEQUAÇÕES NECESSÁRIAS
ADEQUAÇÕES NECESSÁRIAS 
 Pessoas: Capacitação e 
conscientização sobre o manual do 
eSocial e revisão da legislação vigente. 
 Comunicação: Políticas e diretrizes de RH 
para a construção de processos 
condizentes com o eSocial e 
recomendação de criação de canais de 
comunicação interna. 
MUDANÇA DE CULTURA ORGANIZACIONAL
“ VOCÊ NÃO PODE FAZER O TRABALHO DE 
HOJE COM OS MÉTODOS DE ONTEM SE 
PRETENDE ESTAR NO MERCADO AMANHÃ.” 
(JACK WELCH)
Os Impactos nos Processo de Recursos Humanos e Rotinas Trabalhistas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Indicadores de-desempenho-logístico mariana
Indicadores de-desempenho-logístico marianaIndicadores de-desempenho-logístico mariana
Indicadores de-desempenho-logístico mariana
Augusto Ratti Filho
 
A implantação do e – social e seus Desafios para Organizações Contábeis
A implantação do e – social  e seus Desafios  para Organizações ContábeisA implantação do e – social  e seus Desafios  para Organizações Contábeis
A implantação do e – social e seus Desafios para Organizações Contábeis
Erlandia Pimentel
 
Ebook departamento-pessoal
Ebook departamento-pessoalEbook departamento-pessoal
Ebook departamento-pessoal
Francisco Kleyton Costa Lima
 
Gestão dos canais de distribuição (9)
Gestão dos canais de distribuição (9)Gestão dos canais de distribuição (9)
Gestão dos canais de distribuição (9)
Adeildo Caboclo
 
Aspectos jurídicos na abertura de empresas
Aspectos jurídicos na abertura de empresasAspectos jurídicos na abertura de empresas
Aspectos jurídicos na abertura de empresas
Marcio Hilgemberg
 
Balanço Social.ppt
Balanço Social.pptBalanço Social.ppt
Balanço Social.ppt
IldecydeMariaFurtado
 
Sessão 1 - acréscimos e diferimentos
Sessão 1 - acréscimos e diferimentosSessão 1 - acréscimos e diferimentos
Sessão 1 - acréscimos e diferimentos
Arentia_SA
 
Sobre Erp (Basico)
Sobre Erp (Basico)Sobre Erp (Basico)
Sobre Erp (Basico)
Clara Cardoso
 
Metodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentos
Metodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentosMetodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentos
Metodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentos
Angelica Augusto da Miranda
 
Logística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidades
Logística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidadesLogística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidades
Logística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidades
Pedro Hijo
 
Introdução a folha de pagamento
Introdução a folha de pagamentoIntrodução a folha de pagamento
Introdução a folha de pagamento
Socorro Vasconcelos
 
1.1 introdução à logística
1.1 introdução à logística1.1 introdução à logística
1.1 introdução à logística
Leonardo Santos
 
Logística integrada
Logística  integradaLogística  integrada
Logística integrada
Edilene
 
Departamento contábil
Departamento contábilDepartamento contábil
Departamento contábil
HS CONTÁBIL LTDA
 
Milk run
Milk runMilk run
Logística Reversa de Pós – Vendas dos Correios
Logística Reversa de Pós – Vendas dos CorreiosLogística Reversa de Pós – Vendas dos Correios
Logística Reversa de Pós – Vendas dos Correios
Danilo Rangel Soares
 
Centro de Serviço Compartilhado
Centro de Serviço CompartilhadoCentro de Serviço Compartilhado
Centro de Serviço Compartilhado
guest00ee60c
 
O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...
O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...
O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...
aplop
 
Legislao trabalhista aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.com
Legislao trabalhista   aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.comLegislao trabalhista   aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.com
Legislao trabalhista aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Curso Principais rotinas do ICMS
Curso Principais rotinas do ICMSCurso Principais rotinas do ICMS

Mais procurados (20)

Indicadores de-desempenho-logístico mariana
Indicadores de-desempenho-logístico marianaIndicadores de-desempenho-logístico mariana
Indicadores de-desempenho-logístico mariana
 
A implantação do e – social e seus Desafios para Organizações Contábeis
A implantação do e – social  e seus Desafios  para Organizações ContábeisA implantação do e – social  e seus Desafios  para Organizações Contábeis
A implantação do e – social e seus Desafios para Organizações Contábeis
 
Ebook departamento-pessoal
Ebook departamento-pessoalEbook departamento-pessoal
Ebook departamento-pessoal
 
Gestão dos canais de distribuição (9)
Gestão dos canais de distribuição (9)Gestão dos canais de distribuição (9)
Gestão dos canais de distribuição (9)
 
Aspectos jurídicos na abertura de empresas
Aspectos jurídicos na abertura de empresasAspectos jurídicos na abertura de empresas
Aspectos jurídicos na abertura de empresas
 
Balanço Social.ppt
Balanço Social.pptBalanço Social.ppt
Balanço Social.ppt
 
Sessão 1 - acréscimos e diferimentos
Sessão 1 - acréscimos e diferimentosSessão 1 - acréscimos e diferimentos
Sessão 1 - acréscimos e diferimentos
 
Sobre Erp (Basico)
Sobre Erp (Basico)Sobre Erp (Basico)
Sobre Erp (Basico)
 
Metodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentos
Metodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentosMetodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentos
Metodos de-arquivamento-e-guarda-de-documentos
 
Logística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidades
Logística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidadesLogística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidades
Logística reversa de produtos pós-consumo – a cadeia de responsabilidades
 
Introdução a folha de pagamento
Introdução a folha de pagamentoIntrodução a folha de pagamento
Introdução a folha de pagamento
 
1.1 introdução à logística
1.1 introdução à logística1.1 introdução à logística
1.1 introdução à logística
 
Logística integrada
Logística  integradaLogística  integrada
Logística integrada
 
Departamento contábil
Departamento contábilDepartamento contábil
Departamento contábil
 
Milk run
Milk runMilk run
Milk run
 
Logística Reversa de Pós – Vendas dos Correios
Logística Reversa de Pós – Vendas dos CorreiosLogística Reversa de Pós – Vendas dos Correios
Logística Reversa de Pós – Vendas dos Correios
 
Centro de Serviço Compartilhado
Centro de Serviço CompartilhadoCentro de Serviço Compartilhado
Centro de Serviço Compartilhado
 
O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...
O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...
O PAPEL DAS ALFÂNDEGAS NA FACILITAÇÃO ADUANEIRA NOS PORTOS DA CPLP – O caso d...
 
Legislao trabalhista aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.com
Legislao trabalhista   aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.comLegislao trabalhista   aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.com
Legislao trabalhista aula 3 .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Curso Principais rotinas do ICMS
Curso Principais rotinas do ICMSCurso Principais rotinas do ICMS
Curso Principais rotinas do ICMS
 

Destaque

Apresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do Brasil
Apresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do BrasilApresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do Brasil
Apresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do Brasil
segundomilenio
 
10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos
10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos
10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos
TecnoSpeed TI
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
esocialmetadados
 
E social Marta
E social MartaE social Marta
E social Marta
esocialmetadados
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
Methodus Treinamento
 
eSocial: O Desafio Já Começou
eSocial: O Desafio Já ComeçoueSocial: O Desafio Já Começou
eSocial: O Desafio Já Começou
ASIS Projetos
 
Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014
Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014
Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014
Roberto Dias Duarte
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
Cesar Oliveira
 
E social marta sp
E social   marta spE social   marta sp
E social marta sp
esocialmetadados
 
eSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias Duarte
eSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias DuarteeSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias Duarte
eSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias Duarte
Roberto Dias Duarte
 
Apresentação do eSocial (Receita Federal)
Apresentação do eSocial (Receita Federal)Apresentação do eSocial (Receita Federal)
Apresentação do eSocial (Receita Federal)
dcomercio
 
e-Social para Empresários
e-Social para Empresáriose-Social para Empresários
e-Social para Empresários
Sage Pequenas Empresas
 
Portaria MT nº 768 - Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...
Portaria MT nº 768 -  Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...Portaria MT nº 768 -  Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...
Portaria MT nº 768 - Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...
Grupo Suprema
 
Conect eSocial (Versão em Português)
Conect eSocial (Versão em Português)Conect eSocial (Versão em Português)
Conect eSocial (Versão em Português)
EmployerRH
 
TOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de Colaborador
TOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de ColaboradorTOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de Colaborador
TOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de Colaborador
Caribe Tecnologia
 
Rh contabil admissão empregado
Rh contabil   admissão empregadoRh contabil   admissão empregado
Rh contabil admissão empregado
admcontabil
 
Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?
Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?
Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?
Tania Gurgel
 
Treinamento adm mudança novo
Treinamento adm mudança novoTreinamento adm mudança novo
Treinamento adm mudança novo
Thiago Soares
 
e-Book: Mapeamento e Implantação do eSocial
e-Book: Mapeamento e Implantação do eSociale-Book: Mapeamento e Implantação do eSocial
e-Book: Mapeamento e Implantação do eSocial
ASIS Projetos
 
Contratação de empregados
Contratação de empregadosContratação de empregados
Contratação de empregados
Venki
 

Destaque (20)

Apresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do Brasil
Apresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do BrasilApresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do Brasil
Apresentação "Projeto eSocial" - Daniel Belmiro, Receita Federal do Brasil
 
10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos
10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos
10 pontos que você precisa saber sobre eSocial - princípios básicos
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
 
E social Marta
E social MartaE social Marta
E social Marta
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
 
eSocial: O Desafio Já Começou
eSocial: O Desafio Já ComeçoueSocial: O Desafio Já Começou
eSocial: O Desafio Já Começou
 
Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014
Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014
Slides da palestra: eSocial - uma abordagem executiva - julho/2014
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
E social marta sp
E social   marta spE social   marta sp
E social marta sp
 
eSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias Duarte
eSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias DuarteeSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias Duarte
eSocial: Uma visão executiva - por Roberto Dias Duarte
 
Apresentação do eSocial (Receita Federal)
Apresentação do eSocial (Receita Federal)Apresentação do eSocial (Receita Federal)
Apresentação do eSocial (Receita Federal)
 
e-Social para Empresários
e-Social para Empresáriose-Social para Empresários
e-Social para Empresários
 
Portaria MT nº 768 - Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...
Portaria MT nº 768 -  Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...Portaria MT nº 768 -  Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...
Portaria MT nº 768 - Empresa que não informar admissão imediatamente estará ...
 
Conect eSocial (Versão em Português)
Conect eSocial (Versão em Português)Conect eSocial (Versão em Português)
Conect eSocial (Versão em Português)
 
TOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de Colaborador
TOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de ColaboradorTOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de Colaborador
TOTVS ECM byYou - Kit BPM start - Admissão de Colaborador
 
Rh contabil admissão empregado
Rh contabil   admissão empregadoRh contabil   admissão empregado
Rh contabil admissão empregado
 
Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?
Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?
Impacto do eSocial em sua empresa, por onde começo?
 
Treinamento adm mudança novo
Treinamento adm mudança novoTreinamento adm mudança novo
Treinamento adm mudança novo
 
e-Book: Mapeamento e Implantação do eSocial
e-Book: Mapeamento e Implantação do eSociale-Book: Mapeamento e Implantação do eSocial
e-Book: Mapeamento e Implantação do eSocial
 
Contratação de empregados
Contratação de empregadosContratação de empregados
Contratação de empregados
 

Semelhante a Os Impactos nos Processo de Recursos Humanos e Rotinas Trabalhistas

Webinar | eSocial
Webinar | eSocialWebinar | eSocial
Palestra - Jeziel
Palestra - JezielPalestra - Jeziel
Palestra - Jeziel
esocialmetadados
 
Apresentações CISPED 2013 todas consolidadas
Apresentações CISPED 2013   todas consolidadasApresentações CISPED 2013   todas consolidadas
Apresentações CISPED 2013 todas consolidadas
Luiz Gustavo Santos
 
Apresentações CISPED 2013 - Consolidadas
Apresentações CISPED 2013 - ConsolidadasApresentações CISPED 2013 - Consolidadas
Apresentações CISPED 2013 - Consolidadas
Luiz Gustavo Santos
 
Barueri receita - paulo
Barueri   receita - pauloBarueri   receita - paulo
Barueri receita - paulo
esocialmetadados
 
Sp receita federal - paulo
Sp   receita federal - pauloSp   receita federal - paulo
Sp receita federal - paulo
esocialmetadados
 
eSocial - sua empresa está preparada?
eSocial - sua empresa está preparada?eSocial - sua empresa está preparada?
eSocial - sua empresa está preparada?
Luana Penteado
 
Sp caixa - marcia
Sp   caixa - marciaSp   caixa - marcia
Sp caixa - marcia
esocialmetadados
 
eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014
eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014
eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014
Tania Gurgel
 
E social 2015
E social 2015   E social 2015
E social 2015
Ana Julia Reis
 
Humanus eSocial - Apresentação
Humanus eSocial - ApresentaçãoHumanus eSocial - Apresentação
Humanus eSocial - Apresentação
Humanus Tecnologia para Gestão de RH
 
Cartilha e social
Cartilha e socialCartilha e social
Cartilha e social
Everton Retore Teixeira
 
apresentacao-padrao-esocial.pdf
apresentacao-padrao-esocial.pdfapresentacao-padrao-esocial.pdf
apresentacao-padrao-esocial.pdf
FranciscoBrasil14
 
O Que Muda com o eSocial.pdf
O Que Muda com o eSocial.pdfO Que Muda com o eSocial.pdf
O Que Muda com o eSocial.pdf
Nicolas538743
 
eSocial - Como isto afeta seus negócios
eSocial - Como isto afeta seus negócioseSocial - Como isto afeta seus negócios
eSocial - Como isto afeta seus negócios
AnaLetciaAlcantaraRu
 
Palestra: eSocial
Palestra: eSocialPalestra: eSocial
Palestra: eSocial
CRC-TO
 
Esocial para orgaos publicos
Esocial para orgaos publicosEsocial para orgaos publicos
Esocial para orgaos publicos
Geraldo Martins
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
Silvio Amado Romero
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
Silvio Amado Romero
 
SAGE | IOB CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIAL
SAGE | IOB  CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIALSAGE | IOB  CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIAL
SAGE | IOB CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIAL
Martcom Digital
 

Semelhante a Os Impactos nos Processo de Recursos Humanos e Rotinas Trabalhistas (20)

Webinar | eSocial
Webinar | eSocialWebinar | eSocial
Webinar | eSocial
 
Palestra - Jeziel
Palestra - JezielPalestra - Jeziel
Palestra - Jeziel
 
Apresentações CISPED 2013 todas consolidadas
Apresentações CISPED 2013   todas consolidadasApresentações CISPED 2013   todas consolidadas
Apresentações CISPED 2013 todas consolidadas
 
Apresentações CISPED 2013 - Consolidadas
Apresentações CISPED 2013 - ConsolidadasApresentações CISPED 2013 - Consolidadas
Apresentações CISPED 2013 - Consolidadas
 
Barueri receita - paulo
Barueri   receita - pauloBarueri   receita - paulo
Barueri receita - paulo
 
Sp receita federal - paulo
Sp   receita federal - pauloSp   receita federal - paulo
Sp receita federal - paulo
 
eSocial - sua empresa está preparada?
eSocial - sua empresa está preparada?eSocial - sua empresa está preparada?
eSocial - sua empresa está preparada?
 
Sp caixa - marcia
Sp   caixa - marciaSp   caixa - marcia
Sp caixa - marcia
 
eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014
eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014
eSocial - Apresentação da Receita Federal em 25/02/2014
 
E social 2015
E social 2015   E social 2015
E social 2015
 
Humanus eSocial - Apresentação
Humanus eSocial - ApresentaçãoHumanus eSocial - Apresentação
Humanus eSocial - Apresentação
 
Cartilha e social
Cartilha e socialCartilha e social
Cartilha e social
 
apresentacao-padrao-esocial.pdf
apresentacao-padrao-esocial.pdfapresentacao-padrao-esocial.pdf
apresentacao-padrao-esocial.pdf
 
O Que Muda com o eSocial.pdf
O Que Muda com o eSocial.pdfO Que Muda com o eSocial.pdf
O Que Muda com o eSocial.pdf
 
eSocial - Como isto afeta seus negócios
eSocial - Como isto afeta seus negócioseSocial - Como isto afeta seus negócios
eSocial - Como isto afeta seus negócios
 
Palestra: eSocial
Palestra: eSocialPalestra: eSocial
Palestra: eSocial
 
Esocial para orgaos publicos
Esocial para orgaos publicosEsocial para orgaos publicos
Esocial para orgaos publicos
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
 
Apresentação eSocial
Apresentação eSocialApresentação eSocial
Apresentação eSocial
 
SAGE | IOB CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIAL
SAGE | IOB  CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIALSAGE | IOB  CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIAL
SAGE | IOB CORPORATE - MAPEAMENTO DE RISCOS ESOCIAL
 

Mais de esocialmetadados

Apresentação Evento eSocial
Apresentação Evento eSocialApresentação Evento eSocial
Apresentação Evento eSocial
esocialmetadados
 
Desafios dos Softwares diante das Exigências do eSocial
Desafios dos Softwares diante das Exigências do eSocialDesafios dos Softwares diante das Exigências do eSocial
Desafios dos Softwares diante das Exigências do eSocial
esocialmetadados
 
Sp caixa - dalton
Sp  caixa - daltonSp  caixa - dalton
Sp caixa - dalton
esocialmetadados
 
Sp metadados - marcio
Sp   metadados - marcioSp   metadados - marcio
Sp metadados - marcio
esocialmetadados
 
CIEE - Marcio - Metadados
CIEE - Marcio - MetadadosCIEE - Marcio - Metadados
CIEE - Marcio - Metadados
esocialmetadados
 
CIEE - Marta - Metadados
CIEE - Marta - MetadadosCIEE - Marta - Metadados
CIEE - Marta - Metadados
esocialmetadados
 
CIEE - Rezende - Caixa
CIEE - Rezende - CaixaCIEE - Rezende - Caixa
CIEE - Rezende - Caixa
esocialmetadados
 
CIEE - Ministério - Vanius
CIEE - Ministério - Vanius CIEE - Ministério - Vanius
CIEE - Ministério - Vanius
esocialmetadados
 
Palestra NH - Marta
Palestra NH - MartaPalestra NH - Marta
Palestra NH - Marta
esocialmetadados
 
Palestra Sandra
Palestra SandraPalestra Sandra
Palestra Sandra
esocialmetadados
 
Palestra NH - Vanius Corte
Palestra NH - Vanius CortePalestra NH - Vanius Corte
Palestra NH - Vanius Corte
esocialmetadados
 
Palestra NH - Marcio Bertussi
Palestra NH - Marcio BertussiPalestra NH - Marcio Bertussi
Palestra NH - Marcio Bertussi
esocialmetadados
 
Palestra NH - Leo Paludo
Palestra NH - Leo PaludoPalestra NH - Leo Paludo
Palestra NH - Leo Paludo
esocialmetadados
 
Palestra Vanius Corte
Palestra Vanius CortePalestra Vanius Corte
Palestra Vanius Corte
esocialmetadados
 
Palestra Marta Verona
Palestra Marta VeronaPalestra Marta Verona
Palestra Marta Verona
esocialmetadados
 
Palestra Gustavo Casarotto
Palestra Gustavo CasarottoPalestra Gustavo Casarotto
Palestra Gustavo Casarotto
esocialmetadados
 
Palestra Leo Paludo
Palestra Leo PaludoPalestra Leo Paludo
Palestra Leo Paludo
esocialmetadados
 

Mais de esocialmetadados (17)

Apresentação Evento eSocial
Apresentação Evento eSocialApresentação Evento eSocial
Apresentação Evento eSocial
 
Desafios dos Softwares diante das Exigências do eSocial
Desafios dos Softwares diante das Exigências do eSocialDesafios dos Softwares diante das Exigências do eSocial
Desafios dos Softwares diante das Exigências do eSocial
 
Sp caixa - dalton
Sp  caixa - daltonSp  caixa - dalton
Sp caixa - dalton
 
Sp metadados - marcio
Sp   metadados - marcioSp   metadados - marcio
Sp metadados - marcio
 
CIEE - Marcio - Metadados
CIEE - Marcio - MetadadosCIEE - Marcio - Metadados
CIEE - Marcio - Metadados
 
CIEE - Marta - Metadados
CIEE - Marta - MetadadosCIEE - Marta - Metadados
CIEE - Marta - Metadados
 
CIEE - Rezende - Caixa
CIEE - Rezende - CaixaCIEE - Rezende - Caixa
CIEE - Rezende - Caixa
 
CIEE - Ministério - Vanius
CIEE - Ministério - Vanius CIEE - Ministério - Vanius
CIEE - Ministério - Vanius
 
Palestra NH - Marta
Palestra NH - MartaPalestra NH - Marta
Palestra NH - Marta
 
Palestra Sandra
Palestra SandraPalestra Sandra
Palestra Sandra
 
Palestra NH - Vanius Corte
Palestra NH - Vanius CortePalestra NH - Vanius Corte
Palestra NH - Vanius Corte
 
Palestra NH - Marcio Bertussi
Palestra NH - Marcio BertussiPalestra NH - Marcio Bertussi
Palestra NH - Marcio Bertussi
 
Palestra NH - Leo Paludo
Palestra NH - Leo PaludoPalestra NH - Leo Paludo
Palestra NH - Leo Paludo
 
Palestra Vanius Corte
Palestra Vanius CortePalestra Vanius Corte
Palestra Vanius Corte
 
Palestra Marta Verona
Palestra Marta VeronaPalestra Marta Verona
Palestra Marta Verona
 
Palestra Gustavo Casarotto
Palestra Gustavo CasarottoPalestra Gustavo Casarotto
Palestra Gustavo Casarotto
 
Palestra Leo Paludo
Palestra Leo PaludoPalestra Leo Paludo
Palestra Leo Paludo
 

Último

Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 

Último (8)

Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 

Os Impactos nos Processo de Recursos Humanos e Rotinas Trabalhistas

  • 1. OS IMPACTOS NOS PROCESSOS DE RECURSOS HUMANOS E ROTINAS TRABALHISTAS PALESTRANTE: MARTA PIERINA VERONA
  • 3. O QUE É O eSOCIAL ? Projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados.
  • 4. O QUE É O eSOCIAL ? Geração digital da folha de pagamento e demais informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas com padronização:  das rubricas da folha de pagamento.  de layout.  de registro de empregados.
  • 5. RELAÇÃO DO eSOCIAL COM O SPED O eSocial integra o Sistema Público de Escrituração Digital – SPED (Decreto nº 6.022/2007) SPED é um arquivo digital constituído por um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos fiscos das unidades federadas e da receita federal do Brasil.
  • 6. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS FUTURAMENTE SUBSTITUÍDAS  Livro de registro de empregado  Folha de pagamento  GFIP  RAIS  CAGED  DIRF  Comunicação Acidente de Trabalho  Perfil Profissiográfico Previdenciário  Arquivos eletrônicos entregues à fiscalização  Formulário do seguro desemprego.  Carteira de trabalho
  • 7. OBJETIVO GERAL  Racionalizar e uniformizar as obrigações relativas à contratação e utilização de mão de obra onerosa, com ou sem vínculo empregatício, e também de outras obrigações previdenciárias e fiscais.  Através do cruzamento de dados, fiscaliza o cumprimento da legislação.
  • 8. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Redução do custo de conformidade para os empregadores.  Melhoria na fiscalização das obrigações trabalhistas e previdenciárias.  Aumento na formalização do emprego e inclusão previdenciária.  Maior facilidade de acesso do trabalhador aos benefícios previdenciários e direitos trabalhistas.
  • 9. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Redução de fraudes na concessão de benefícios previdenciários e do seguro desemprego.  Aumento na renda do trabalhador.  Contribuição para a redução da carga tributária.  Substituição da carteira de trabalho por cartão eletrônico.
  • 10. ÓRGÃOS ENVOLVIDOS  Secretaria da Receita Federal do Brasil.  Ministério do Trabalho e Emprego.  Ministério da Previdência Social.  Instituto Nacional do Seguro Social.  Caixa Econômica Federal.  Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.  Justiça do Trabalho.  Ministério do Planejamento.  Secretaria da Micro e Pequena Empresa.
  • 11. PRODUTOS DO eSOCIAL  Escrituração Fiscal Digital.  Registo de Eventos Trabalhistas - RET.  Portal do Empregador.  Portal do Trabalhador.  Receita Federal do Brasil:  DCTF – Web.  Unificação dos processos, como CND e compensação. FONTE: PALESTRA eSOCIAL REALIZADA PELA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM CAXIAS DO SUL 28/11/2013
  • 12. QUEM DEVE ENTREGAR ? Será obrigatório a todos os contribuintes, pessoa física ou jurídica, desde o empregador doméstico até as grandes empresas.
  • 13. O QUE DEVE SER DECLARADO ?  Dados cadastrais e registro de empregadores (inclusive domésticos), trabalhadores com e sem vínculo empregatício e dependentes de trabalhadores avulsos e empregados (inclusive domésticos).
  • 14. O QUE DEVE SER DECLARADO ?  Dados relacionados à folha de pagamento e outros fatos geradores, bases de cálculo e valores devidos de contribuições previdenciárias, sociais, sindicais, do FGTS e IRRF.
  • 15. O QUE DEVE SER DECLARADO ? AS INFORMAÇÕES PRESTADAS AO eSOCIAL FORMARÃO A BASE DE CÁLCULO PARA A APURAÇÃO DOS TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES, BEM COMO PARA A CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS E TRABALHISTAS.
  • 16. AMBIENTE NACIONAL DO ESOCIAL VERSUS ATENDIMENTO AOS DIVERSOS ÓRGÃOS
  • 18. SEQUÊNCIA LÓGICA DA TRANSMISSÃO DOS ARQUIVOS
  • 19. EVENTOS INICIAIS Dados do empregador/contribuinte e respectivo cadastramento inicial dos vínculos.
  • 20. EVENTOS DE TABELAS Dados de tabelas que compõem os registros dos eventos iniciais, periódicos e não periódicos.
  • 21. EVENTOS NÃO PERIÓDICOS Informações da relação jurídica entre o trabalhador e o empregador durante todo o período laboral.
  • 22. EVENTOS PERIÓDICOS Dados relativos aos tipos de folha de pagamento dentro de cada mês.
  • 23. IMPACTOS CULTURAIS DO eSOCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL
  • 24. REALIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Admissão do Funcionário:  Cadastramento do PIS feito após a data data de admissão.  Cadastramento do funcionário realizado realizado após o início das atividades laborais.  Escritórios contábeis recebem as admissões sem toda a documentação necessária.
  • 25. REALIDADE NAS ORGANIZAÇÕES CAT: O acidente de trabalho não é comunicado no dia em que o mesmo ocorreu, logo a CAT é emitida e enviada fora do prazo legal. Aviso de Férias: Não é respeitado o limite 30 dias para o aviso de férias, no que tange a férias individuais.
  • 26. REALIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Alterações cadastrais: (cargo, setor, etc.):  As alterações cadastrais são comunicadas após o fato ter ocorrido.  Escritórios contábeis muitas vezes não recebem a informação.
  • 27. REALIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Obrigações acessórias (mensais ou  Conferências e validações somente na entrega da obrigação.  Para não perder o prazo legal, geram dados inconsistentes. Posteriormente, têm retrabalho para retificar as informações.
  • 28. REALIDADE NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESAS DE MÉDIO E GRANDE PORTE, PODEM ESTAR MAIS PREPARADAS PARA A NOVA REALIDADE INTRODUZIDA PELO eSOCIAL PORQUE POSSUEM ESTRUTURA DE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS BEM DEFINIDOS.
  • 29. MUDANÇA CULTURAL QUE SERÁ EXIGIDA COM A IMPLEMENTAÇÃO DO eSOCIAL
  • 30. IMPACTOS GERAIS NAS EMPRESAS Exigência de informações iniciais, mensais e em tempo real.  Cumprimento dos prazos e das obrigações estabelecidas, na legislação em vigor, para cada informação.  Adequação de processos, a fim de evitar notificações por erros, omissões ou atrasos por não conformidades perante os órgãos envolvidos.
  • 31. IMPACTOS GERAIS NAS EMPRESAS  Mudança nas rotinas diárias dos profissionais de RH, com a geração de dados para o eSocial.  Envolvimento de profissionais de outras áreas da empresa, que precisarão ter o conhecimento pleno da legislação para moldar os processos.
  • 32. IMPACTOS GERAIS NAS EMPRESAS  A necessidade de retificação de dados provavelmente será bem mais onerosa e poderá implicar multas administrativas ao empregador.  Efetivo e rígido controle sobre a apuração de tributos e do FGTS, com rápida autuação e aplicação de multas.
  • 33. PRINCIPAIS ALTERAÇÕES NAS ROTINAS DE RH  Adequação tecnológica às formas de envio e transmissão de dados, para viabilizar a entrega de informações ao eSocial.  Envio de informações de forma mais dinâmica (dados iniciais, mensais e em tempo real).  Revisão de processos - mudança de cultura organizacional.
  • 34. CENÁRIO ATUAL Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações.
  • 35. CENÁRIO eSOCIAL Os empregadores prestam as informações de forma unificada, simples e padronizada, eliminando erros e reduzindo custos operacionais.
  • 36. PRAZOS LEGAIS O não cumprimento poderá acarretar multas.
  • 37. PRAZOS LEGAIS O não cumprimento poderá acarretar multas.
  • 38. O PAPEL DAS LIDERANÇAS ORGANIZACIONAIS EM RELAÇÃO AO eSOCIAL
  • 39. O PAPEL DAS LIDERANÇAS  Conhecimento dos principais impactos da implantação do eSocial na empresa, com atualização constante (leitura manual e atos regulamentadores).  Compreensão da mudança de cultura organizacional – prazos reduzidos de envio de informações e consequências (multas e notificações).
  • 40. O PAPEL DAS LIDERANÇAS  Planejamento estratégico com envolvimento de todos os setores. Sugestão da criação de projeto eSocial na empresa.
  • 41. O PAPEL DAS LIDERANÇAS Comprometimento com as novas demandas nos processos de:  Admissão.  Desligamento.  Alterações cadastrais.  Qualificação cadastral.  Contratação de terceiros.  Saúde e medicina do trabalho.  Notas fiscais de serviços prestados e tomados.
  • 42. O PAPEL DAS LIDERANÇAS O ESOCIAL É PROJETO DE UMA EQUIPE E NÃO SOMENTE DE UMA ÁREA. DESTA FORMA, TODAS AS LIDERANÇAS DEVEM SER ENVOLVIDAS, CADA UM É PARTE DO PROCESSO.
  • 43. IMPACTOS DO eSOCIAL NA VIDA DO TRABALHADOR
  • 44. RESULTADOS ESPERADOS PARA O EMPREGADOR E O CIDADÃO  Rápido acesso às informações atualizadas sobre emprego, renda e mercado de trabalho em geral.  Substituição da carteira de trabalho por cartão eletrônico.  Contribuição para a redução da carga tributária.
  • 45. RESULTADOS ESPERADOS PARA O EMPREGADOR E O CIDADÃO  Consulta a informações facilitada nos portais do empregador e do trabalhador.  Maior facilidade de acesso do trabalhador aos benefícios previdenciários e direitos trabalhistas.  Redução de fraudes e erros por negligência ou omissão no recolhimento de direitos trabalhistas.
  • 46. BENEFÍCIOS PARA O EMPREGADOR  Padronização e integração de cadastros (pessoa física e jurídica) junto aos órgãos participantes.  Centralização e integração da transmissão de informações dos empregadores para um único ambiente.  Validação mensal das informações e correção imediata de eventuais erros, pelo monitoramento das declarações.
  • 47. BENEFÍCIOS PARA O EMPREGADOR  Enquadramento à legislação vigente facilitada.  Economia de papel e espaço físico – documentos digitalizados.  Substituição de obrigações acessórias, eliminando retrabalho e excesso de documentos.  Modernização da gestão de recursos humanos.
  • 48. AÇÕES INICIAIS PARA ADEQUAÇÃO DAS EMPRESAS ÀS EXIGÊNCIAS DO eSOCIAL.
  • 50. ADEQUAÇÕES NECESSÁRIAS  Pessoas: Capacitação e conscientização sobre o manual do eSocial e revisão da legislação vigente.  Comunicação: Políticas e diretrizes de RH para a construção de processos condizentes com o eSocial e recomendação de criação de canais de comunicação interna. MUDANÇA DE CULTURA ORGANIZACIONAL
  • 51. “ VOCÊ NÃO PODE FAZER O TRABALHO DE HOJE COM OS MÉTODOS DE ONTEM SE PRETENDE ESTAR NO MERCADO AMANHÃ.” (JACK WELCH)