SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Textos Jornalísticos

•B R E V E
       SÍNTESE   DO   ESTUDO   DOS   TEXTOS
JORNALÍSTICOS




                                        RSN
                                     2008/09
“ O FAC T O AI N D A N Ã O AC A B O U D E AC O N T E C E R
E JÁ A MÃO NERVOSA DO REPÓRTER
O TRANSFORM A.”

                                 CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
Definição de notícia



 NOTÍCIA – Relato objectivo de um acontecimento
 real. Trata-se, pois, de um texto jornalístico cujo
 objectivo é informar.
Características da notícia



 A notícia deve ser:
  Objectiva – Sendo um facto, o jornalista não deve emitir a
  sua opinião, quando redige / dá uma notícia. O texto deve
  por isso ser escrito/pensado sempre na 3º pessoa;
                                            pessoa
Breve – A notícia deve limitar-se aos factos, devendo ser
clara.
clara A linguagem usada deve ser simples e acessível
com a predominância de substantivos e verbos;
o Actual – A informação constante de uma notícia deve referir
  sempre um facto recente e de interesse geral.
                                         geral
Estrutura da notícia



 A notícia deve ter a seguinte constituição:
  Título – deve sintetizar a informação e ser apelativo, de forma
  a chamar a atenção do leitor. Relaciona-se com o lead e pode
  ser acompanhado por um antetítulo ou por um subtítulo;
Lead, cabeça ou parágrafo-guia – constitui o primeiro
Lead,
parágrafo que resume o acontecimento, dando informações
fundamentais ao leitor. Responde às perguntas: Quem? O
quê? Quando? e Onde?
o Corpo – É composto pelo restante texto, a partir do segundo
  parágrafo, e constitui o desenvolvimento da notícia com os
  pormenores da informação. Deve responder às perguntas:
  Como? e Porquê?

NOTA A notícia nem sempre respeita esta estrutura.
NOTA:
Quadro síntese
Técnica da pirâmide invertida


 Trata-se da técnica mais usada na construção de
 uma notícia.
  O jornalista começa por apresentar os factos mais
  importantes, isto é, as informações são dadas seguindo a
  ordem decrescente de importância.
                              importância   O que é mais
  importante está no topo, precisamente o contrário do que
  acontece em romances, novelas e contos.
Notícia – O primeiro          Os        outros   géneros
género                        jornalísticos

  Além da notícia que é
  sempre o primeiro texto         Reportagem
  jornalístico a surgir, há
                                  Entrevista
  outros textos.
                                  Texto de opinião
  Assim,       quando     o
  interesse pelos factos          Crónica
  ocorridos mantém as             Editorial
  pessoas interessadas,
              interessadas
  surgem outros géneros
  jornalísticos.
Reportagem


  Texto de imprensa
muito frequente que
tem por base uma
notícia. Pelo facto do
jornalista se deslocar
ao         local     do
acontecimento,        a
reportagem pode conter
imagens, entrevistas e
uma       apreciação do
próprio jornalista.
Entrevista
•Texto     que    reúne
informação com base
em perguntas para
captar a vida ou
experiências         de
pessoas com interesse
para os leitores.
O 4º Poder…
Textos de
opinião
•Na notícia, reportagem
                           O quarto poder é uma expressão criada
e entrevista é
preponderante a            para designar o poder dos meios de
vertente informativa,      comunicação social ou do jornalismo,
pelo que existe sempre     em relação aos outros três poderes típicos
um determinado grau
                           do Estado democrático (Legislativo,
de objectividade.
                           Executivo e Judiciário).
•No entanto, em alguns
textos de imprensa, a
                           Expressão usada para identificar o poder
subjectividade marca a     que os meios de comunicação social
presença. É o caso dos     possuem hoje em dia, para manipular a
                           possuem,
textos de opinião.         opinião pública a ponto de ditar regras de
                                    pública,
                           comportamento e influir nas escolhas dos
                           indivíduos e por fim da própria sociedade.
Crónica
  A crónica é um texto
jornalístico que se
caracteriza por ser um
género que abrange a
notícia e a reportagem
e que tem a
particularidade de
incluir a opinião do
cronista.
  Este género surge,
muitas vezes, quando a
notícia que o provocou
já foi muito explorada e
a linguagem usada
aproxima-se,
frequentemente, da
escrita literária.
Editorial
  São textos onde está
expressa de forma
clara a opinião da
empresa / publicação
sobre determinado
assunto, sem que haja
o cuidado de tratar
esse assunto de forma
imparcial ou objectiva.

  São textos que
marcam na maioria dos
casos a linha
ideológica, política da
publicação.
FICHA TÉCNICA



  PowerPoint elaborado
por Rosalina Simão
Nunes, com recurso a
manuais escolares da
Editora Constância,
nomeadamente para
digitalização de quadros
síntese.




                           Textos Jornalísticos
                                              rsn
                                          2008/09

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Slides sobre reportagem
Slides sobre reportagemSlides sobre reportagem
Slides sobre reportagem
 
Português - 8.º ano - Texto jornalístico e Notícia
Português - 8.º ano - Texto jornalístico e NotíciaPortuguês - 8.º ano - Texto jornalístico e Notícia
Português - 8.º ano - Texto jornalístico e Notícia
 
A reportagem - estrutura e características
A reportagem - estrutura e característicasA reportagem - estrutura e características
A reportagem - estrutura e características
 
A reportagem
A reportagemA reportagem
A reportagem
 
A reportagem
A reportagemA reportagem
A reportagem
 
Generos jornalisticos
Generos jornalisticosGeneros jornalisticos
Generos jornalisticos
 
A reportagem
A reportagemA reportagem
A reportagem
 
Texto jornalístico
Texto jornalístico Texto jornalístico
Texto jornalístico
 
Noticia
NoticiaNoticia
Noticia
 
Textos jornalisticos
Textos jornalisticosTextos jornalisticos
Textos jornalisticos
 
O manifesto
O manifestoO manifesto
O manifesto
 
Textos jornalísticos
Textos jornalísticosTextos jornalísticos
Textos jornalísticos
 
Estrutura da Notícia
Estrutura da NotíciaEstrutura da Notícia
Estrutura da Notícia
 
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 4
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 4Laboratório de Comunicação Popular - Aula 4
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 4
 
Texto publicitário
Texto publicitárioTexto publicitário
Texto publicitário
 
Editorial
EditorialEditorial
Editorial
 
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OKAULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
 
A noticia
A noticiaA noticia
A noticia
 
Técnicas de jornalismo resumão
Técnicas de jornalismo   resumãoTécnicas de jornalismo   resumão
Técnicas de jornalismo resumão
 
O manifesto
O manifestoO manifesto
O manifesto
 

Destaque (15)

Processos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasProcessos de formação de palavras
Processos de formação de palavras
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
 
Uma Galinha na Rede - Projeto de leitura do conto "Uma Galinha", da Clarisse ...
Uma Galinha na Rede - Projeto de leitura do conto "Uma Galinha", da Clarisse ...Uma Galinha na Rede - Projeto de leitura do conto "Uma Galinha", da Clarisse ...
Uma Galinha na Rede - Projeto de leitura do conto "Uma Galinha", da Clarisse ...
 
VergíLio Ferreira
VergíLio FerreiraVergíLio Ferreira
VergíLio Ferreira
 
Resumo galinha Virgilio Ferreia
Resumo galinha Virgilio FerreiaResumo galinha Virgilio Ferreia
Resumo galinha Virgilio Ferreia
 
Conto a galinha
Conto a galinhaConto a galinha
Conto a galinha
 
Vergílio Ferreira
Vergílio FerreiraVergílio Ferreira
Vergílio Ferreira
 
1ª Ficha De AvaliaçãO
1ª Ficha De AvaliaçãO1ª Ficha De AvaliaçãO
1ª Ficha De AvaliaçãO
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
 
Lp 9º ano
Lp 9º anoLp 9º ano
Lp 9º ano
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Sapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Sapateiro Auto Da Barca Do InfernoSapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Sapateiro Auto Da Barca Do Inferno
 
Classe de palavras
Classe de palavrasClasse de palavras
Classe de palavras
 
Tempos compostos
Tempos compostosTempos compostos
Tempos compostos
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 

Semelhante a Textos Jornalisticos - Versão2

Textos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresaTextos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresaTeresa Oliveira
 
Apostila gêneros jornalíticos
Apostila gêneros  jornalíticosApostila gêneros  jornalíticos
Apostila gêneros jornalíticosDanilo Campos
 
AULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptxAULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptxCav Artenaveia
 
Introdução do resumo.docx
Introdução do resumo.docxIntrodução do resumo.docx
Introdução do resumo.docxAmorimMendes
 
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...Jomari
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfIgor71257
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfIgor71257
 
Como fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagemComo fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagemMarta Neto
 
Gênero textual editorial
Gênero textual editorialGênero textual editorial
Gênero textual editorialEdson Alves
 
Aula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptxAula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptxIgor71257
 
Slide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual NotíciaSlide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual NotíciaJomari
 
Gênero editorial
Gênero editorialGênero editorial
Gênero editorialEdson Alves
 
Textos jornalísticos
Textos jornalísticosTextos jornalísticos
Textos jornalísticose- Arquivo
 
Jardim paraíso
Jardim paraísoJardim paraíso
Jardim paraísoEliete
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docxNivea Neves
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docxNivea Neves
 

Semelhante a Textos Jornalisticos - Versão2 (20)

Textos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresaTextos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresa
 
Apostila gêneros jornalíticos
Apostila gêneros  jornalíticosApostila gêneros  jornalíticos
Apostila gêneros jornalíticos
 
AULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptxAULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptx
 
Editorial
EditorialEditorial
Editorial
 
Introdução do resumo.docx
Introdução do resumo.docxIntrodução do resumo.docx
Introdução do resumo.docx
 
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
 
Notícia
NotíciaNotícia
Notícia
 
W8 Imprensa
W8 ImprensaW8 Imprensa
W8 Imprensa
 
Editorial gênero
Editorial gêneroEditorial gênero
Editorial gênero
 
Como fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagemComo fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagem
 
Gênero textual editorial
Gênero textual editorialGênero textual editorial
Gênero textual editorial
 
Aula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptxAula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptx
 
Slide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual NotíciaSlide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual Notícia
 
Gênero editorial
Gênero editorialGênero editorial
Gênero editorial
 
Textos jornalísticos
Textos jornalísticosTextos jornalísticos
Textos jornalísticos
 
Jardim paraíso
Jardim paraísoJardim paraíso
Jardim paraíso
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.docx
 

Mais de Rosalina Simão Nunes

Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || AedlvArticulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || AedlvRosalina Simão Nunes
 
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de..."É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...Rosalina Simão Nunes
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?Rosalina Simão Nunes
 
A Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase ComplexaA Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase ComplexaRosalina Simão Nunes
 
Formação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de AprendizagemFormação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de AprendizagemRosalina Simão Nunes
 
Articulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTAArticulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTARosalina Simão Nunes
 
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdfArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdfRosalina Simão Nunes
 
Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)Rosalina Simão Nunes
 
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdfMAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdfRosalina Simão Nunes
 
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)Rosalina Simão Nunes
 

Mais de Rosalina Simão Nunes (20)

Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || AedlvArticulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
 
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de..."É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
 
A Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase ComplexaA Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
 
Formação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de AprendizagemFormação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de Aprendizagem
 
Articulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTAArticulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTA
 
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdfArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
 
Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)
 
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdfMAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
 
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
 
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
 
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
 
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
 
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
 
CAT_ Aedlv__03_setembro.pptx
CAT_ Aedlv__03_setembro.pptxCAT_ Aedlv__03_setembro.pptx
CAT_ Aedlv__03_setembro.pptx
 
CAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptx
CAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptxCAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptx
CAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptx
 
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
 
Tutorial - Informação E@D
Tutorial - Informação E@DTutorial - Informação E@D
Tutorial - Informação E@D
 
Tutorial 5 - Momentos síncronos
Tutorial 5 - Momentos síncronosTutorial 5 - Momentos síncronos
Tutorial 5 - Momentos síncronos
 

Último

EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )MayaraDaSilvaAssis
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 

Último (20)

EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 

Textos Jornalisticos - Versão2

  • 1. Textos Jornalísticos •B R E V E SÍNTESE DO ESTUDO DOS TEXTOS JORNALÍSTICOS RSN 2008/09
  • 2. “ O FAC T O AI N D A N Ã O AC A B O U D E AC O N T E C E R E JÁ A MÃO NERVOSA DO REPÓRTER O TRANSFORM A.” CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
  • 3. Definição de notícia NOTÍCIA – Relato objectivo de um acontecimento real. Trata-se, pois, de um texto jornalístico cujo objectivo é informar.
  • 4. Características da notícia A notícia deve ser: Objectiva – Sendo um facto, o jornalista não deve emitir a sua opinião, quando redige / dá uma notícia. O texto deve por isso ser escrito/pensado sempre na 3º pessoa; pessoa
  • 5. Breve – A notícia deve limitar-se aos factos, devendo ser clara. clara A linguagem usada deve ser simples e acessível com a predominância de substantivos e verbos;
  • 6. o Actual – A informação constante de uma notícia deve referir sempre um facto recente e de interesse geral. geral
  • 7. Estrutura da notícia A notícia deve ter a seguinte constituição: Título – deve sintetizar a informação e ser apelativo, de forma a chamar a atenção do leitor. Relaciona-se com o lead e pode ser acompanhado por um antetítulo ou por um subtítulo;
  • 8. Lead, cabeça ou parágrafo-guia – constitui o primeiro Lead, parágrafo que resume o acontecimento, dando informações fundamentais ao leitor. Responde às perguntas: Quem? O quê? Quando? e Onde?
  • 9. o Corpo – É composto pelo restante texto, a partir do segundo parágrafo, e constitui o desenvolvimento da notícia com os pormenores da informação. Deve responder às perguntas: Como? e Porquê? NOTA A notícia nem sempre respeita esta estrutura. NOTA:
  • 11. Técnica da pirâmide invertida Trata-se da técnica mais usada na construção de uma notícia. O jornalista começa por apresentar os factos mais importantes, isto é, as informações são dadas seguindo a ordem decrescente de importância. importância O que é mais importante está no topo, precisamente o contrário do que acontece em romances, novelas e contos.
  • 12.
  • 13. Notícia – O primeiro Os outros géneros género jornalísticos Além da notícia que é sempre o primeiro texto Reportagem jornalístico a surgir, há Entrevista outros textos. Texto de opinião Assim, quando o interesse pelos factos Crónica ocorridos mantém as Editorial pessoas interessadas, interessadas surgem outros géneros jornalísticos.
  • 14. Reportagem Texto de imprensa muito frequente que tem por base uma notícia. Pelo facto do jornalista se deslocar ao local do acontecimento, a reportagem pode conter imagens, entrevistas e uma apreciação do próprio jornalista.
  • 15. Entrevista •Texto que reúne informação com base em perguntas para captar a vida ou experiências de pessoas com interesse para os leitores.
  • 16. O 4º Poder… Textos de opinião •Na notícia, reportagem O quarto poder é uma expressão criada e entrevista é preponderante a para designar o poder dos meios de vertente informativa, comunicação social ou do jornalismo, pelo que existe sempre em relação aos outros três poderes típicos um determinado grau do Estado democrático (Legislativo, de objectividade. Executivo e Judiciário). •No entanto, em alguns textos de imprensa, a Expressão usada para identificar o poder subjectividade marca a que os meios de comunicação social presença. É o caso dos possuem hoje em dia, para manipular a possuem, textos de opinião. opinião pública a ponto de ditar regras de pública, comportamento e influir nas escolhas dos indivíduos e por fim da própria sociedade.
  • 17. Crónica A crónica é um texto jornalístico que se caracteriza por ser um género que abrange a notícia e a reportagem e que tem a particularidade de incluir a opinião do cronista. Este género surge, muitas vezes, quando a notícia que o provocou já foi muito explorada e a linguagem usada aproxima-se, frequentemente, da escrita literária.
  • 18. Editorial São textos onde está expressa de forma clara a opinião da empresa / publicação sobre determinado assunto, sem que haja o cuidado de tratar esse assunto de forma imparcial ou objectiva. São textos que marcam na maioria dos casos a linha ideológica, política da publicação.
  • 19. FICHA TÉCNICA PowerPoint elaborado por Rosalina Simão Nunes, com recurso a manuais escolares da Editora Constância, nomeadamente para digitalização de quadros síntese. Textos Jornalísticos rsn 2008/09