SlideShare uma empresa Scribd logo

Lp 9º ano

Este documento define um texto narrativo e descreve seus principais elementos constitutivos, incluindo o narrador, a ação, o tempo, o espaço e as personagens. Explica como esses elementos se relacionam e como caracterizam diferentes tipos de narrativas.

1 de 11
Baixar para ler offline
TEXTO NARRATIVO
Definição
Um texto narrativo é um texto, em prosa ou em verso, onde uma
determinada voz – narrador – conta uma ação que ocorre num
determinado espaço e tempo, e em que intervêm personagens.
Como exemplos de textos narrativos temos o conto, a novela, o
romance, a notícia, o retrato, a autobiografia, a carta, o diário, o
relato…
Texto narrativo
Elementos constitutivos da narrativa
Texto narrativo
NARRADOR
É a entidade imaginária que conta a história criada pelo autor, não
devendo confundir-se com este.
Classificação quanto
à presença
Não participante Narrador de 1.ª pessoa.
Participante Narrador de 3.ª pessoa.
Classificação quanto
à posição
Objetiva
É imparcial relativamente ao que conta, não
emitindo juízos de valor.
Subjetiva
Defende um ponto de vista, uma opinião,
proferindo juízos de valor, comentários,
orientações ideológicas, etc..
Texto narrativo
AÇÃO
Sucessão de acontecimentos praticados por uma ou mais
personagens, que ocorrem num certo período de tempo, de acordo,
muitas vezes, com uma lógica de causalidade.
Estrutura
Introdução
Situação inicial, que nos dá a conhecer as
personagens e a ação.
Desenvolvimento
Desenrolar dos acontecimentos, constituído
pelo conjunto de peripécias e pelo ponto
culminante.
Conclusão
Parte final, em que se dá a conhecer o
desenlace da ação.
Elementos constitutivos da narrativa
Texto narrativo
AÇÃO
Relevo
Principal
Envolve o(s) acontecimento(s) e a(s)
personagem(ens) principal(ais).
Secundária
Complementa e/ou explica a ação principal,
contribuindo para a sua compreensão.
Elementos constitutivos da narrativa
Texto narrativo
AÇÃO
Organização
Encadeamento
Os acontecimentos seguem uma ordem
cronológica.
Encaixe
Uma ou mais histórias são introduzidas no
interior de outra que está a ser narrada.
Alternância
Uma história é interrompida várias vezes para dar
lugar a outra(s), que também são narradas de
modo descontinuado.
1 2 3 4
História 1
História 2
31 12 2 3 …
Elementos constitutivos da narrativa

Recomendados

Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisãoElementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisãoNastrilhas da lingua portuguesa
 
Categorias da narrativa 8.º ano
Categorias da narrativa   8.º anoCategorias da narrativa   8.º ano
Categorias da narrativa 8.º anoCélia Gonçalves
 
Categorias Da Narrativa
Categorias Da NarrativaCategorias Da Narrativa
Categorias Da NarrativaMaria Fonseca
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativanando_reis
 
Modos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da NarrativaModos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da Narrativanelsonalves70
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A reportagem - estrutura e características
A reportagem - estrutura e característicasA reportagem - estrutura e características
A reportagem - estrutura e característicasSusana Sobrenome
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativaLuis Martins
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativoA. Simoes
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º anoElisabeteMarques
 
Os lusiadas - camões
Os lusiadas - camõesOs lusiadas - camões
Os lusiadas - camõesjulykathy
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativaVanda Marques
 
Guião: Como escrever um conto
Guião: Como escrever um contoGuião: Como escrever um conto
Guião: Como escrever um contoCarla Crespo
 
Texto Narrativo Categorias
Texto Narrativo CategoriasTexto Narrativo Categorias
Texto Narrativo CategoriasJosé Ferreira
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas713773
 
Coerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matiasCoerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matiasAlexandra Gonçalves
 
Narração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetivaNarração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetivaDavid Dias
 
conto tradicional-popular
 conto tradicional-popular conto tradicional-popular
conto tradicional-popularsesal
 

Mais procurados (20)

A reportagem - estrutura e características
A reportagem - estrutura e característicasA reportagem - estrutura e características
A reportagem - estrutura e características
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
 
Os lusiadas - camões
Os lusiadas - camõesOs lusiadas - camões
Os lusiadas - camões
 
Conto de enigma
Conto de enigmaConto de enigma
Conto de enigma
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Guião: Como escrever um conto
Guião: Como escrever um contoGuião: Como escrever um conto
Guião: Como escrever um conto
 
Texto Narrativo Categorias
Texto Narrativo CategoriasTexto Narrativo Categorias
Texto Narrativo Categorias
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Texto expositivo
Texto expositivoTexto expositivo
Texto expositivo
 
Coerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matiasCoerência e coesão textual,matias
Coerência e coesão textual,matias
 
O texto narrativo ppt
O texto narrativo pptO texto narrativo ppt
O texto narrativo ppt
 
Narração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetivaNarração objetiva e subjetiva
Narração objetiva e subjetiva
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
conto tradicional-popular
 conto tradicional-popular conto tradicional-popular
conto tradicional-popular
 
Elementos da narracao
Elementos da narracaoElementos da narracao
Elementos da narracao
 

Semelhante a Lp 9º ano

Semelhante a Lp 9º ano (20)

Categoriasdanarrativa
CategoriasdanarrativaCategoriasdanarrativa
Categoriasdanarrativa
 
Categorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º AnoCategorias da narrativa 7º Ano
Categorias da narrativa 7º Ano
 
Conto - D10 - conflito.pptx
Conto - D10 - conflito.pptxConto - D10 - conflito.pptx
Conto - D10 - conflito.pptx
 
Texto Narrativo Categorias
Texto Narrativo CategoriasTexto Narrativo Categorias
Texto Narrativo Categorias
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
O texto narrativo
O texto narrativoO texto narrativo
O texto narrativo
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativa Categorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Narração
NarraçãoNarração
Narração
 
Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2
 
106670377 categorias-da-narrativa
106670377 categorias-da-narrativa106670377 categorias-da-narrativa
106670377 categorias-da-narrativa
 
Narrativa 0006
Narrativa 0006Narrativa 0006
Narrativa 0006
 
Categoriasdanarrativa 7ano
Categoriasdanarrativa 7anoCategoriasdanarrativa 7ano
Categoriasdanarrativa 7ano
 
Narrativa 0005
Narrativa 0005Narrativa 0005
Narrativa 0005
 
Narração
NarraçãoNarração
Narração
 
Categorias da Narrativa
Categorias da NarrativaCategorias da Narrativa
Categorias da Narrativa
 
Redação
RedaçãoRedação
Redação
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Como abordar o texto narrativo
Como abordar o texto narrativoComo abordar o texto narrativo
Como abordar o texto narrativo
 

Mais de Manuel Oliveira

Poliedros e não poliedros (com correção)
Poliedros e não poliedros (com correção)Poliedros e não poliedros (com correção)
Poliedros e não poliedros (com correção)Manuel Oliveira
 
Ficha de trabalho_1_resolucao
Ficha de trabalho_1_resolucaoFicha de trabalho_1_resolucao
Ficha de trabalho_1_resolucaoManuel Oliveira
 
Stc ng7-dr3 folha de reflexões
Stc ng7-dr3 folha de reflexõesStc ng7-dr3 folha de reflexões
Stc ng7-dr3 folha de reflexõesManuel Oliveira
 
Exercicios de exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de  exameti sistemas_2013_solExercicios de  exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de exameti sistemas_2013_solManuel Oliveira
 
Exercicios de exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de exameti sistemas_2013_solExercicios de exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de exameti sistemas_2013_solManuel Oliveira
 
Ex exameti circunferencia_2013_final
Ex exameti circunferencia_2013_finalEx exameti circunferencia_2013_final
Ex exameti circunferencia_2013_finalManuel Oliveira
 
A rede conceptual da ação
A rede conceptual da açãoA rede conceptual da ação
A rede conceptual da açãoManuel Oliveira
 

Mais de Manuel Oliveira (11)

Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Poliedros e não poliedros (com correção)
Poliedros e não poliedros (com correção)Poliedros e não poliedros (com correção)
Poliedros e não poliedros (com correção)
 
10 fÍSICA E QUIMICA
10 fÍSICA E QUIMICA10 fÍSICA E QUIMICA
10 fÍSICA E QUIMICA
 
Ficha de trabalho_1_resolucao
Ficha de trabalho_1_resolucaoFicha de trabalho_1_resolucao
Ficha de trabalho_1_resolucao
 
Ficha de trabalho_1
Ficha de trabalho_1Ficha de trabalho_1
Ficha de trabalho_1
 
Stc ng7-dr3 folha de reflexões
Stc ng7-dr3 folha de reflexõesStc ng7-dr3 folha de reflexões
Stc ng7-dr3 folha de reflexões
 
Exercicios de exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de  exameti sistemas_2013_solExercicios de  exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de exameti sistemas_2013_sol
 
Exercicios de exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de exameti sistemas_2013_solExercicios de exameti sistemas_2013_sol
Exercicios de exameti sistemas_2013_sol
 
Ex exameti circunferencia_2013_final
Ex exameti circunferencia_2013_finalEx exameti circunferencia_2013_final
Ex exameti circunferencia_2013_final
 
A rede conceptual da ação
A rede conceptual da açãoA rede conceptual da ação
A rede conceptual da ação
 
Viva a matematica 5 ano
Viva a matematica 5 anoViva a matematica 5 ano
Viva a matematica 5 ano
 

Último

A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...excellenceeducaciona
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...assessoriaff01
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...apoioacademicoead
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...excellenceeducaciona
 

Último (20)

A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 

Lp 9º ano

  • 2. Definição Um texto narrativo é um texto, em prosa ou em verso, onde uma determinada voz – narrador – conta uma ação que ocorre num determinado espaço e tempo, e em que intervêm personagens. Como exemplos de textos narrativos temos o conto, a novela, o romance, a notícia, o retrato, a autobiografia, a carta, o diário, o relato… Texto narrativo
  • 3. Elementos constitutivos da narrativa Texto narrativo NARRADOR É a entidade imaginária que conta a história criada pelo autor, não devendo confundir-se com este. Classificação quanto à presença Não participante Narrador de 1.ª pessoa. Participante Narrador de 3.ª pessoa. Classificação quanto à posição Objetiva É imparcial relativamente ao que conta, não emitindo juízos de valor. Subjetiva Defende um ponto de vista, uma opinião, proferindo juízos de valor, comentários, orientações ideológicas, etc..
  • 4. Texto narrativo AÇÃO Sucessão de acontecimentos praticados por uma ou mais personagens, que ocorrem num certo período de tempo, de acordo, muitas vezes, com uma lógica de causalidade. Estrutura Introdução Situação inicial, que nos dá a conhecer as personagens e a ação. Desenvolvimento Desenrolar dos acontecimentos, constituído pelo conjunto de peripécias e pelo ponto culminante. Conclusão Parte final, em que se dá a conhecer o desenlace da ação. Elementos constitutivos da narrativa
  • 5. Texto narrativo AÇÃO Relevo Principal Envolve o(s) acontecimento(s) e a(s) personagem(ens) principal(ais). Secundária Complementa e/ou explica a ação principal, contribuindo para a sua compreensão. Elementos constitutivos da narrativa
  • 6. Texto narrativo AÇÃO Organização Encadeamento Os acontecimentos seguem uma ordem cronológica. Encaixe Uma ou mais histórias são introduzidas no interior de outra que está a ser narrada. Alternância Uma história é interrompida várias vezes para dar lugar a outra(s), que também são narradas de modo descontinuado. 1 2 3 4 História 1 História 2 31 12 2 3 … Elementos constitutivos da narrativa
  • 7. Texto narrativo AÇÃO Desfecho Fechado Conhece-se o desenlace da história, ou seja, o final é revelado. Aberto Sempre que se verifica o contrário, normalmente, incitando à reflexão sobre a mesma. Elementos constitutivos da narrativa
  • 8. Texto narrativo TEMPO Do discurso Relaciona-se com a maneira como o narrador apresenta os acontecimentos, podendo fazer um recuo (analepse) ou um avanço (prolepse) no tempo. Histórico Consiste na época ou período da História em que se desenrolam os acontecimentos. Cronológico Tem a ver com o período de duração da ação, segundo uma ordem cronológica, traduzida por marcas objetivas da passagem das horas, dias, semanas, meses, anos, etc. Elementos constitutivos da narrativa
  • 9. Texto narrativo ESPAÇO Físico Pode ser exterior ou interior e consiste no local onde se desenrolam os acontecimentos. Social Consiste no ambiente social a que pertencem ou onde se movem as personagens. Elementos constitutivos da narrativa
  • 10. Texto narrativo PERSONAGENS Relevo Principal Desempenha um papel fundamental, sendo o protagonista da ação. Secundária Detém um papel de menor relevo do que o protagonista. Figurante Assume um papel irrelevante para o desenrolar dos acontecimentos, assumindo a função de ilustrar um espaço social, profissional, ideológico, etc.. Conceção Modelada Possui densidade psicológica, podendo o seu comportamento sofrer alterações ao longo da ação. Plana O seu comportamento mantém-se ao longo da ação, sendo previsível. Personagem- -tipo Representa um estatuto social, cultural, económico, profissional, com as qualidades e os defeitos que lhe são associados. Elementos constitutivos da narrativa
  • 11. Texto narrativo PERSONAGENS Caracterização Física Traços físicos, vestuário. Psicológica Comportamento, caráter, maneira de ser. Figurante Assume um papel irrelevante para o desenrolar dos acontecimentos, assumindo a função de ilustrar um espaço social, profissional, ideológico, etc.. Processos de caracterização Direta Os traços são apresentados explicitamente pela própria personagem, por outras personagens ou pelo narrador. Indireta As características são deduzidas a partir do comportamento e das atitudes das personagens. Elementos constitutivos da narrativa