SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Textos Jornalísticos

•B R E V E
       SÍNTESE   DO   ESTUDO   DOS   TEXTOS
JORNALÍSTICOS




                                        RSN
                                     2008/09
“ O FAC T O AI N D A N Ã O AC A B O U D E AC O N T E C E R
E JÁ A MÃO NERVOSA DO REPÓRTER
O TRANSFORM A.”


                           CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
Definição de notícia



 NOTÍCIA – Relato objectivo de um acontecimento
 real. Trata-se, pois de um texto jornalístico cujo
 objectivo é informar.
Características da notícia



 A notícia deve ser:
   Objectiva – Sendo um facto, o jornalista não deve emitir a
    sua opinião, quando redige/dá uma notícia. O texto deve
    por isso ser escrito/pensado sempre na 3º pessoa;
Breve – A notícia deve limitar-se aos factos, devendo ser

    clara. A linguagem usada deve ser simples e acessível
    com a predominância de substantivos e verbos;
o Actual – A informação constante de uma notícia deve referir
  sempre um facto recente e de interesse geral.
Estrutura da notícia



 A notícia deve ter a seguinte constituição:
   Título – deve sintetizar a informação e ser apelativo, de forma
    a chamar a atenção do leitor. Relaciona-se com o lead e pode
    ser acompanhado por um antetítulo ou por um subtítulo;
Lead, cabeça ou parágrafo-guia – constitui o primeiro

    parágrafo que resume o acontecimento, dando informações
    fundamentais ao leitor. Responde às perguntas: Quem? O
    quê? Quando? e Onde?
o Corpo – É composto pelo restante texto, a partir do segundo
  parágrafo, e constitui o desenvolvimento da notícia com os
  pormenores da informação. Deve responder às perguntas:
  Como? e Porquê?

NOTA: A notícia nem sempre respeita esta estrutura.
Técnica da pirâmide invertida


 Trata-se da técnica mais usada na construção de
 uma notícia.
     O jornalista começa por apresentar os factos mais
 
     importantes, isto é, as informações são dadas seguindo a
     ordem decrescente de importância.         O que é mais
     importante está no topo, precisamente o contrário do que
     acontece em romances, novelas e contos.
Notícia – O primeiro             Os        outros         géneros
                                 jornalísticos
género

 Além da notícia que é
  sempre o primeiro texto              Reportagem
                                   
  jornalístico a ser feito, há
                                       Entrevista
                                   
  outros textos.
                                       Texto de opinião
                                   
 Assim,       quando        o
                                       Crónica
                                   
  interesse pelos factos
                                       Editorial
  ocorridos mantém as              
  pessoas interessadas,
  surgem outros géneros
  jornalísticos.
Reportagem


Texto     de imprensa
muito frequente que
tem por base uma
notícia. Pelo facto do
jornalista se deslocar
ao         local     do
acontecimento,        a
reportagem pode conter
imagens, entrevistas e
uma       apreciação do
próprio jornalista.
Entrevista
•Texto     que    reúne
informação com base
em perguntas para
captar a vida ou
experiências         de
pessoas com interesse
para os leitores.
 O 4º Poder…
Textos de
opinião
Na notícia, reportagem
                              O quarto poder é uma expressão criada
                          
e entrevista é
                              para designar o poder dos meios de
preponderante a
                              comunicação          social       ou     do
vertente informativa,
pelo que existe sempre        jornalismo, em relação aos outros três
um determinado grau
                              poderes típicos do Estado democrático
de objectividade.
                              (Legislativo, Executivo e Judiciário).
No entanto, em alguns
                              Expressão usada para identificar o poder
                          
textos de imprensa, a
                              que os meios de comunicação social
subjectividade marca a
                              possuem, hoje em dia, para manipular a
presença. É o caso dos
textos de opinião.            opinião pública, a ponto de ditar regras de
                              comportamento e influir nas escolhas dos
                              indivíduos e por fim da própria sociedade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
AULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMA
AULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMAAULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMA
AULA 07 - CARTA ARGUMENTATIVA - PPT - ATUALÍSSIMA
 
Texto jornalístico
Texto jornalísticoTexto jornalístico
Texto jornalístico
 
Gênero notícia
Gênero notíciaGênero notícia
Gênero notícia
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Fábulas
FábulasFábulas
Fábulas
 
Editorial gênero
Editorial gêneroEditorial gênero
Editorial gênero
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
O texto descritivo
O texto descritivoO texto descritivo
O texto descritivo
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Charge e Cartum
Charge e CartumCharge e Cartum
Charge e Cartum
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
O Texto PublicitáRio
O Texto PublicitáRioO Texto PublicitáRio
O Texto PublicitáRio
 
Gêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticosGêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticos
 
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OKAULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL  - OK
AULA 09 - AULA DE REDACAO - EDITORIAL - OK
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Cronicas
CronicasCronicas
Cronicas
 
Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 

Destaque

Gêneros jornalísticos notícia
Gêneros jornalísticos   notíciaGêneros jornalísticos   notícia
Gêneros jornalísticos notíciaProfFernandaBraga
 
Conteúdos e Géneros Jornalísticos
Conteúdos e Géneros JornalísticosConteúdos e Géneros Jornalísticos
Conteúdos e Géneros JornalísticosManuel Pinto
 
Estrutura da Notícia
Estrutura da NotíciaEstrutura da Notícia
Estrutura da NotíciasextoD
 
Revisão de Textos Jornalísticos: Gêneros
Revisão de Textos Jornalísticos: GênerosRevisão de Textos Jornalísticos: Gêneros
Revisão de Textos Jornalísticos: GênerosDaniela Serra
 
Oficina de texto jornalístico
Oficina de texto jornalísticoOficina de texto jornalístico
Oficina de texto jornalísticoFausto Coimbra
 
Mass média manipulação
Mass média manipulaçãoMass média manipulação
Mass média manipulaçãoTina Lima
 
Gêneros textuais 2 o. bim 8o ano
Gêneros textuais 2 o. bim 8o anoGêneros textuais 2 o. bim 8o ano
Gêneros textuais 2 o. bim 8o anoMarcia Facelli
 
DR2 Novas tecnologias no contexto profissional
DR2 Novas tecnologias no contexto profissionalDR2 Novas tecnologias no contexto profissional
DR2 Novas tecnologias no contexto profissionalFlora Carvalho
 
Gêneros textuais e Tipos Textuais
Gêneros textuais e Tipos TextuaisGêneros textuais e Tipos Textuais
Gêneros textuais e Tipos TextuaisArimatéa Fontes
 
Trabalhando os gêneros jornalísticos
Trabalhando os gêneros jornalísticosTrabalhando os gêneros jornalísticos
Trabalhando os gêneros jornalísticosRenally Arruda
 
A influência dos mass media
A influência dos mass mediaA influência dos mass media
A influência dos mass mediaAntonio Coelho
 
CaracteríSticas Do Texto Impresso
CaracteríSticas Do Texto ImpressoCaracteríSticas Do Texto Impresso
CaracteríSticas Do Texto Impressojoaoventura
 
História e Principios das tics
História e Principios das ticsHistória e Principios das tics
História e Principios das ticsjoaocarvalhoprof
 

Destaque (20)

Generos jornalisticos
Generos jornalisticosGeneros jornalisticos
Generos jornalisticos
 
Gêneros jornalísticos notícia
Gêneros jornalísticos   notíciaGêneros jornalísticos   notícia
Gêneros jornalísticos notícia
 
Conteúdos e Géneros Jornalísticos
Conteúdos e Géneros JornalísticosConteúdos e Géneros Jornalísticos
Conteúdos e Géneros Jornalísticos
 
A reportagem
A reportagemA reportagem
A reportagem
 
Exemplo de reportagem
Exemplo de reportagemExemplo de reportagem
Exemplo de reportagem
 
Estrutura da Notícia
Estrutura da NotíciaEstrutura da Notícia
Estrutura da Notícia
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
Revisão de Textos Jornalísticos: Gêneros
Revisão de Textos Jornalísticos: GênerosRevisão de Textos Jornalísticos: Gêneros
Revisão de Textos Jornalísticos: Gêneros
 
Oficina de texto jornalístico
Oficina de texto jornalísticoOficina de texto jornalístico
Oficina de texto jornalístico
 
Mass média manipulação
Mass média manipulaçãoMass média manipulação
Mass média manipulação
 
Gêneros textuais 2 o. bim 8o ano
Gêneros textuais 2 o. bim 8o anoGêneros textuais 2 o. bim 8o ano
Gêneros textuais 2 o. bim 8o ano
 
DR2 Novas tecnologias no contexto profissional
DR2 Novas tecnologias no contexto profissionalDR2 Novas tecnologias no contexto profissional
DR2 Novas tecnologias no contexto profissional
 
Gêneros textuais e Tipos Textuais
Gêneros textuais e Tipos TextuaisGêneros textuais e Tipos Textuais
Gêneros textuais e Tipos Textuais
 
Gênero notícia
Gênero notíciaGênero notícia
Gênero notícia
 
Trabalhando os gêneros jornalísticos
Trabalhando os gêneros jornalísticosTrabalhando os gêneros jornalísticos
Trabalhando os gêneros jornalísticos
 
A influência dos mass media
A influência dos mass mediaA influência dos mass media
A influência dos mass media
 
TIC no mundo do Trabalho
TIC no mundo do TrabalhoTIC no mundo do Trabalho
TIC no mundo do Trabalho
 
CaracteríSticas Do Texto Impresso
CaracteríSticas Do Texto ImpressoCaracteríSticas Do Texto Impresso
CaracteríSticas Do Texto Impresso
 
História e Principios das tics
História e Principios das ticsHistória e Principios das tics
História e Principios das tics
 
As T I C
As  T I CAs  T I C
As T I C
 

Semelhante a Textos Jornalisticos

Textos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresaTextos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresaTeresa Oliveira
 
Apostila gêneros jornalíticos
Apostila gêneros  jornalíticosApostila gêneros  jornalíticos
Apostila gêneros jornalíticosDanilo Campos
 
Como fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagemComo fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagemMarta Neto
 
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...Jomari
 
Introdução do resumo.docx
Introdução do resumo.docxIntrodução do resumo.docx
Introdução do resumo.docxAmorimMendes
 
Textos jornalisticos
Textos jornalisticosTextos jornalisticos
Textos jornalisticosemanuelee
 
AULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptxAULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptxCav Artenaveia
 
Aul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textualAul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textualmarcelocaxias
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfIgor71257
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfIgor71257
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdfNivea Neves
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdfNivea Neves
 
Jorimp Aula6 2009jorinfo
Jorimp Aula6 2009jorinfoJorimp Aula6 2009jorinfo
Jorimp Aula6 2009jorinfoArtur Araujo
 
JORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS doc
JORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS docJORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS doc
JORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS docJose Vegar
 
O GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃO
O GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃOO GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃO
O GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃOFabiana Seferin
 
Aula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptxAula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptxIgor71257
 

Semelhante a Textos Jornalisticos (20)

Textos Jornalisticos - Versão2
Textos Jornalisticos - Versão2Textos Jornalisticos - Versão2
Textos Jornalisticos - Versão2
 
Textos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresaTextos jornalisticos teresa
Textos jornalisticos teresa
 
Apostila gêneros jornalíticos
Apostila gêneros  jornalíticosApostila gêneros  jornalíticos
Apostila gêneros jornalíticos
 
Como fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagemComo fazer uma reportagem
Como fazer uma reportagem
 
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
êneros Textuais Jornal: notícia, entrevista, charge, tira, reportagem, carta ...
 
Introdução do resumo.docx
Introdução do resumo.docxIntrodução do resumo.docx
Introdução do resumo.docx
 
Textos jornalisticos
Textos jornalisticosTextos jornalisticos
Textos jornalisticos
 
AULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptxAULA 01- LINGUAGENS.pptx
AULA 01- LINGUAGENS.pptx
 
Aul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textualAul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textual
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
 
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdfAula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
Aula - Reportagem (Língua Portugues).pdf
 
W8 Imprensa
W8 ImprensaW8 Imprensa
W8 Imprensa
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
 
Jorimp Aula6 2009jorinfo
Jorimp Aula6 2009jorinfoJorimp Aula6 2009jorinfo
Jorimp Aula6 2009jorinfo
 
JORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS doc
JORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS docJORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS doc
JORNALISMO LITERÁRIO. MANUAL ALUNOS doc
 
O GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃO
O GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃOO GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃO
O GÊNERO DISCURSIVO NOTÍCIA E SEU PRINCIPAL PROCESSO DE CONSTRUÇÃO
 
JI aula3
JI aula3JI aula3
JI aula3
 
Aula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptxAula - Reportagem.pptx
Aula - Reportagem.pptx
 
A noticia
A noticiaA noticia
A noticia
 

Mais de Rosalina Simão Nunes

Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || AedlvArticulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || AedlvRosalina Simão Nunes
 
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de..."É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...Rosalina Simão Nunes
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?Rosalina Simão Nunes
 
A Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase ComplexaA Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase ComplexaRosalina Simão Nunes
 
Formação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de AprendizagemFormação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de AprendizagemRosalina Simão Nunes
 
Articulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTAArticulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTARosalina Simão Nunes
 
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdfArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdfRosalina Simão Nunes
 
Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)Rosalina Simão Nunes
 
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdfMAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdfRosalina Simão Nunes
 
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdfRosalina Simão Nunes
 
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)Rosalina Simão Nunes
 

Mais de Rosalina Simão Nunes (20)

Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || AedlvArticulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
Articulação Curricular Vertical_PROPOSTA || Aedlv
 
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de..."É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
"É melhor praticar para a nota" - Como avaliar comportamentos em contextos de...
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
E agora?! Já não avalio as atitudes e valores?
 
A Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase ComplexaA Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
A Distinção entre Frase Simples e Frase Complexa
 
Formação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de AprendizagemFormação da palavras_Percurso de Aprendizagem
Formação da palavras_Percurso de Aprendizagem
 
Articulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTAArticulação curricular vertical PROPOSTA
Articulação curricular vertical PROPOSTA
 
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdfArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
ArticulaçãoCurricularVertical_PROPOSTA_v2.pdf
 
Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)Repositório Atividades (Português)
Repositório Atividades (Português)
 
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdfMAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
MAIA_Relatório_RosalinaSimãoNunes.pdf
 
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
5_Projeto de Intervenção_03_julho_2021.pdf
 
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
4_PI_ Contextualização_03_julho_2021.pdf
 
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
3_Tarefas Sessão Síncrona_07_junho_2021.pdf
 
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
2_Tarefas Sessão Presencial_22_maio__2021.pdf
 
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
1_Tarefas Sessão Síncrona_26_abril_2021.pdf
 
CAT_ Aedlv__03_setembro.pptx
CAT_ Aedlv__03_setembro.pptxCAT_ Aedlv__03_setembro.pptx
CAT_ Aedlv__03_setembro.pptx
 
CAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptx
CAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptxCAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptx
CAT_ Aedlv__19_julho_v4.pptx
 
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
Tutorial - Informação E@D (Reinício do ensino não presencial)
 
Tutorial - Informação E@D
Tutorial - Informação E@DTutorial - Informação E@D
Tutorial - Informação E@D
 
Tutorial 5 - Momentos síncronos
Tutorial 5 - Momentos síncronosTutorial 5 - Momentos síncronos
Tutorial 5 - Momentos síncronos
 

Último

13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSPedro Luis Moraes
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoCelimaraTiski
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 

Textos Jornalisticos

  • 1. Textos Jornalísticos •B R E V E SÍNTESE DO ESTUDO DOS TEXTOS JORNALÍSTICOS RSN 2008/09
  • 2. “ O FAC T O AI N D A N Ã O AC A B O U D E AC O N T E C E R E JÁ A MÃO NERVOSA DO REPÓRTER O TRANSFORM A.” CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
  • 3. Definição de notícia  NOTÍCIA – Relato objectivo de um acontecimento real. Trata-se, pois de um texto jornalístico cujo objectivo é informar.
  • 4. Características da notícia  A notícia deve ser:  Objectiva – Sendo um facto, o jornalista não deve emitir a sua opinião, quando redige/dá uma notícia. O texto deve por isso ser escrito/pensado sempre na 3º pessoa;
  • 5. Breve – A notícia deve limitar-se aos factos, devendo ser  clara. A linguagem usada deve ser simples e acessível com a predominância de substantivos e verbos;
  • 6. o Actual – A informação constante de uma notícia deve referir sempre um facto recente e de interesse geral.
  • 7. Estrutura da notícia  A notícia deve ter a seguinte constituição:  Título – deve sintetizar a informação e ser apelativo, de forma a chamar a atenção do leitor. Relaciona-se com o lead e pode ser acompanhado por um antetítulo ou por um subtítulo;
  • 8. Lead, cabeça ou parágrafo-guia – constitui o primeiro  parágrafo que resume o acontecimento, dando informações fundamentais ao leitor. Responde às perguntas: Quem? O quê? Quando? e Onde?
  • 9. o Corpo – É composto pelo restante texto, a partir do segundo parágrafo, e constitui o desenvolvimento da notícia com os pormenores da informação. Deve responder às perguntas: Como? e Porquê? NOTA: A notícia nem sempre respeita esta estrutura.
  • 10. Técnica da pirâmide invertida  Trata-se da técnica mais usada na construção de uma notícia. O jornalista começa por apresentar os factos mais  importantes, isto é, as informações são dadas seguindo a ordem decrescente de importância. O que é mais importante está no topo, precisamente o contrário do que acontece em romances, novelas e contos.
  • 11. Notícia – O primeiro Os outros géneros jornalísticos género  Além da notícia que é sempre o primeiro texto Reportagem  jornalístico a ser feito, há Entrevista  outros textos. Texto de opinião   Assim, quando o Crónica  interesse pelos factos Editorial ocorridos mantém as  pessoas interessadas, surgem outros géneros jornalísticos.
  • 12. Reportagem Texto de imprensa muito frequente que tem por base uma notícia. Pelo facto do jornalista se deslocar ao local do acontecimento, a reportagem pode conter imagens, entrevistas e uma apreciação do próprio jornalista.
  • 13. Entrevista •Texto que reúne informação com base em perguntas para captar a vida ou experiências de pessoas com interesse para os leitores.
  • 14.  O 4º Poder… Textos de opinião Na notícia, reportagem O quarto poder é uma expressão criada  e entrevista é para designar o poder dos meios de preponderante a comunicação social ou do vertente informativa, pelo que existe sempre jornalismo, em relação aos outros três um determinado grau poderes típicos do Estado democrático de objectividade. (Legislativo, Executivo e Judiciário). No entanto, em alguns Expressão usada para identificar o poder  textos de imprensa, a que os meios de comunicação social subjectividade marca a possuem, hoje em dia, para manipular a presença. É o caso dos textos de opinião. opinião pública, a ponto de ditar regras de comportamento e influir nas escolhas dos indivíduos e por fim da própria sociedade.