SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
SOCIEDADE DE
INFORMAÇÃO


               Ana Costa, nº1
               Bruno Pina, nº3
                Isa Silva, nº10
Assuntos a desenvolver
• Introdução
• A evolução dos meios de comunicação
• Tecnologia e sociedade de informação
• Redes sociais
• Facebook
Introdução
A forma de comunicação e divulgação de informação tem
vindo a aumentar
É uma atividade económica, política e cultural.




Questão
Será esta facilidade em obter informação benéfica?
A evolução dos meios de
comunicação
O ser humano sentiu necessidade de saber mais.

A troca de informação desenvolveu-se através das
primeiras trocas de comércio, onde se trocavam ideias e
conhecimentos.

Ao longo do tempo a troca de informação foi-se
desenvolvendo através da criação de instituições, como
escolas e universidades.
Prensa tipográfica de Gutenberg
A evolução dos meios de
comunicação
Evolucão social           mais pessoas frequentavam as
escolas, diminuindo a taxa da analfabetismo.

Avanço tecnológico        chave para novas invenções
relacionadas com a comunicação e informação.

Acontecimentos marcantes no avanço tecnológico:
• Telefone (Alexander G. Bell)
• Commodore
• Internet
• Apple
Internet
Popularizada nos finais dos anos 80 até 90.

Permitiu que se criasse uma cidade virtual da qual todos
puderam ter conhecimento e tornar-se parte dela.

Mudou a sociedade ocidental.

Vantagens: Variedade e grande quantidade de
informação, a serviços online que nos ajudam no nosso
dia-a-dia e na comunicação a longas distâncias.
Internet
Desvantagens: ambiguidade na informação encontrada, o
que encontramos pode não corresponder à verdade. Saber
diferenciar o que é realmente importante e necessário na
informação que encontramos.



Será então a internet um serviço benéfico para
                 a sociedade?
Talvez, mas só se o utilizador souber com o que está a
lidar e os perigos que corre.
Tecnologia e sociedade de informação

Este novo mundo permitiu a criação de uma relação de
interatividade entre as pessoas e instituições a nível global.

A este fenómeno dá-se o nome de globalização de onde
parte o conceito de sociedade de informação. Todo o
mundo está ligado através da Internet e outras tecnologias
e é então possível sabermos o que se está a passar em
todo o mundo.
Tecnologia e sociedade de informação
A sociedade não é um elemento estático, muito pelo
contrário, está em constante mutação e como tal, a
sociedade contemporânea está inserida num processo de
mudança em que as novas tecnologias são as principais
responsáveis. Cada vez mais é percetível uma nova
sociedade que se baseia num bem precioso, a
informação, atribuindo-lhe várias designações, entre elas a
Sociedade da Informação.
Redes sociais
O que são as redes sociais?
São meios onde pessoas ou organizações conectadas por
um tipo de relação partilham os mesmos objetivos.

o principal motivo das redes sociais (partilha dos mesmos
objetivos) foi transformado num “modo de vida” devido a
uma negligência por parte da sociedade.
Redes sociais - Facebook
• Criado em 2004 por Mark Zuckerberg.
• 900 milhões de utilizadores ativos.
• Constituído por um conjunto de perfis individuais e
 coletivos que interagem entre si.



Considerado pelos criadores um método seguro de
interação social, o modo como o facebook deve ser
utilizado é um assunto controverso, pois muitos defendem
que o atual uso do facebook é indevido e inapropriado.
Redes sociais - Facebook
O Facebook alterou as interações sociais, especialmente
entre pessoas jovens. Agora, vemos os efeitos
psicológicos positivos e negativos.
                                        Dr. Larry D. Rosen



• Dr. Larry D. Rosen
Professor de Psicologia da Universidade Estadual da Califórnia
Dominguez Hills, nos Estados Unidos que focou o seu trabalho na
internet e nas redes sociais, tendo estudando até então a relação das
pessoas com computadores desde 1984.
Adolescentes que usam o Facebook apresentam, com
maior frequência, tendências narcisistas, enquanto
jovens adultos com grande presença no Facebook
mostram       mais    sinais    de     outros    problemas
psicológicos, incluindo um comportamento anti-
social, manias e tendências agressivas.
Dr.Rosen: Essa conclusão não indica que o Facebook
deixa as pessoas mais narcisistas. Pode indicar que as
pessoas mais narcisistas usam mais o Facebook, ou que a
rede social ressalta essa característica nas pessoas.
O Facebook é uma distração com impacto negativo
nos estudantes. Estudos mostram que alunos que vão
ao Facebook pelo menos uma vez a cada 15 minutos
durante os seus estudos têm notas mais baixas.
Dr. Rosen- Foi criada uma geração de crianças que estão
acostumadas a ter um telefone, a ter sempre um barulho, e
que nunca conseguem concentrar-se. Uma das coisas que
notamos é que a abordagem de proibir o acesso ao
Facebook durante os estudos em casa, por exemplo, não
funciona. Ela gera ansiedade já que os jovens não
conseguem ficar muito tempo sem ele.
Resposta à questão



O acesso à informação pode ser benéfico, mas só se
             for utilizado corretamente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na SociedadeTecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na SociedadeAdriana de Oliveira
 
Congresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerceCongresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerceE-Commerce Brasil
 
Internet e cidadania
 Internet e cidadania Internet e cidadania
Internet e cidadaniawab030
 
Conceitos base *
Conceitos base *Conceitos base *
Conceitos base *balinda3
 
Internet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e EducaçãoInternet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e Educaçãowab030
 
Internet e Educação
Internet e EducaçãoInternet e Educação
Internet e Educaçãowab030
 
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...wab030
 
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociaiswab030
 
Estudante digital grupovermelho
Estudante digital grupovermelhoEstudante digital grupovermelho
Estudante digital grupovermelho933982900
 
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da ComunicaçãoPalestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da ComunicaçãoBernadetecebs .
 
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociaisEvolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociaisGabriel Bemfica
 
Aula i sociedade da informacao
Aula i   sociedade da informacaoAula i   sociedade da informacao
Aula i sociedade da informacaoaulasdejornalismo
 
Os Jovens e a Comunicação
Os Jovens e a ComunicaçãoOs Jovens e a Comunicação
Os Jovens e a ComunicaçãoKarine Sharon
 
Internet e sociedade em rede
Internet e sociedade em redeInternet e sociedade em rede
Internet e sociedade em redeLaércio Góes
 
Sociedade em Rede
Sociedade em RedeSociedade em Rede
Sociedade em RedeAline Valek
 

Mais procurados (20)

Sociedade da informação, do conhecimento e da
Sociedade da informação, do conhecimento e daSociedade da informação, do conhecimento e da
Sociedade da informação, do conhecimento e da
 
Sociedade da informação
Sociedade da informaçãoSociedade da informação
Sociedade da informação
 
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na SociedadeTecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
Tecnologias da Informacao e seu Impacto na Sociedade
 
Congresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerceCongresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil SC 2021 | O novo social selling para e-commerce
 
Sociedade da Informação
Sociedade da InformaçãoSociedade da Informação
Sociedade da Informação
 
Internet e cidadania
 Internet e cidadania Internet e cidadania
Internet e cidadania
 
Conceitos base *
Conceitos base *Conceitos base *
Conceitos base *
 
Internet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e EducaçãoInternet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e Educação
 
Internet e Educação
Internet e EducaçãoInternet e Educação
Internet e Educação
 
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
 
Inclusao Digital
Inclusao DigitalInclusao Digital
Inclusao Digital
 
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 
Estudante digital grupovermelho
Estudante digital grupovermelhoEstudante digital grupovermelho
Estudante digital grupovermelho
 
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da ComunicaçãoPalestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
 
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociaisEvolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
Evolução das TICs e o crescimento das mídias sociais
 
Aula i sociedade da informacao
Aula i   sociedade da informacaoAula i   sociedade da informacao
Aula i sociedade da informacao
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Os Jovens e a Comunicação
Os Jovens e a ComunicaçãoOs Jovens e a Comunicação
Os Jovens e a Comunicação
 
Internet e sociedade em rede
Internet e sociedade em redeInternet e sociedade em rede
Internet e sociedade em rede
 
Sociedade em Rede
Sociedade em RedeSociedade em Rede
Sociedade em Rede
 

Destaque

Justificação Estado
Justificação Estado Justificação Estado
Justificação Estado mluisavalente
 
O papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andré
O papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andréO papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andré
O papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andrémluisavalente
 
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimentoO papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimentomluisavalente
 
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11ºAmbiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11ºmluisavalente
 
F 2007 ficha de trabalho módulo inicial
F 2007 ficha de trabalho   módulo inicialF 2007 ficha de trabalho   módulo inicial
F 2007 ficha de trabalho módulo inicialmluisavalente
 
F 2007 ficha de trabalho módulo ii - a acção humana e os valores
F 2007 ficha de trabalho  módulo ii -  a acção humana e os valoresF 2007 ficha de trabalho  módulo ii -  a acção humana e os valores
F 2007 ficha de trabalho módulo ii - a acção humana e os valoresmluisavalente
 
Ficha trab. 10º ano
Ficha trab. 10º anoFicha trab. 10º ano
Ficha trab. 10º anomluisavalente
 
Síntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficasSíntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficasmluisavalente
 
Fichas de trabalho 10º ano
Fichas de trabalho 10º anoFichas de trabalho 10º ano
Fichas de trabalho 10º anomluisavalente
 
Será a ética relativa algumas actividades (2)
Será a ética relativa   algumas actividades (2)Será a ética relativa   algumas actividades (2)
Será a ética relativa algumas actividades (2)Luis De Sousa Rodrigues
 
Diversas respostas ao problema da objectividade da ética actividades
Diversas respostas ao problema da objectividade da ética    actividadesDiversas respostas ao problema da objectividade da ética    actividades
Diversas respostas ao problema da objectividade da ética actividadesLuis De Sousa Rodrigues
 
Mandamentos Divinos
Mandamentos DivinosMandamentos Divinos
Mandamentos DivinosBruno Pedro
 
Os valores e a acção o subjectivismo moral (2)
Os valores e  a acção    o subjectivismo moral (2)Os valores e  a acção    o subjectivismo moral (2)
Os valores e a acção o subjectivismo moral (2)Luis De Sousa Rodrigues
 
Teorias estéticas
Teorias estéticas Teorias estéticas
Teorias estéticas Paulo Gomes
 
Ética deontológia versus ética utilitarista
Ética deontológia versus ética utilitaristaÉtica deontológia versus ética utilitarista
Ética deontológia versus ética utilitaristaHelena Serrão
 
Relativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo MoralRelativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo MoralJorge Lopes
 

Destaque (20)

Justificação Estado
Justificação Estado Justificação Estado
Justificação Estado
 
A escola
A escolaA escola
A escola
 
Globalização
Globalização Globalização
Globalização
 
O papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andré
O papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andréO papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andré
O papel do corpo na construção do desenvolvimento humano inês andré
 
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimentoO papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
O papel do cérebro no desenvolvimento do conhecimento
 
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11ºAmbiente e sociedade desenvolvimento sustentável   filosofia 11º
Ambiente e sociedade desenvolvimento sustentável filosofia 11º
 
Teste 10º ano
Teste 10º anoTeste 10º ano
Teste 10º ano
 
F 2007 ficha de trabalho módulo inicial
F 2007 ficha de trabalho   módulo inicialF 2007 ficha de trabalho   módulo inicial
F 2007 ficha de trabalho módulo inicial
 
F 2007 ficha de trabalho módulo ii - a acção humana e os valores
F 2007 ficha de trabalho  módulo ii -  a acção humana e os valoresF 2007 ficha de trabalho  módulo ii -  a acção humana e os valores
F 2007 ficha de trabalho módulo ii - a acção humana e os valores
 
Ficha trab. 10º ano
Ficha trab. 10º anoFicha trab. 10º ano
Ficha trab. 10º ano
 
Síntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficasSíntese as questões filosóficas
Síntese as questões filosóficas
 
Fichas de trabalho 10º ano
Fichas de trabalho 10º anoFichas de trabalho 10º ano
Fichas de trabalho 10º ano
 
Será a ética relativa algumas actividades (2)
Será a ética relativa   algumas actividades (2)Será a ética relativa   algumas actividades (2)
Será a ética relativa algumas actividades (2)
 
Diversas respostas ao problema da objectividade da ética actividades
Diversas respostas ao problema da objectividade da ética    actividadesDiversas respostas ao problema da objectividade da ética    actividades
Diversas respostas ao problema da objectividade da ética actividades
 
Mandamentos Divinos
Mandamentos DivinosMandamentos Divinos
Mandamentos Divinos
 
A ética será relativa
A ética será relativaA ética será relativa
A ética será relativa
 
Os valores e a acção o subjectivismo moral (2)
Os valores e  a acção    o subjectivismo moral (2)Os valores e  a acção    o subjectivismo moral (2)
Os valores e a acção o subjectivismo moral (2)
 
Teorias estéticas
Teorias estéticas Teorias estéticas
Teorias estéticas
 
Ética deontológia versus ética utilitarista
Ética deontológia versus ética utilitaristaÉtica deontológia versus ética utilitarista
Ética deontológia versus ética utilitarista
 
Relativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo MoralRelativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo Moral
 

Semelhante a SocInfo

Novos Horizontes da Comunicação - Semana Estácio
Novos Horizontes da Comunicação - Semana EstácioNovos Horizontes da Comunicação - Semana Estácio
Novos Horizontes da Comunicação - Semana EstácioCamila Leite
 
Novos Horizontes Profissionais em Comunicação Social
Novos Horizontes Profissionais em Comunicação SocialNovos Horizontes Profissionais em Comunicação Social
Novos Horizontes Profissionais em Comunicação SocialNosdaComunicacao
 
Linguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na EducaçãoLinguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na Educaçãonovafaculdade
 
Redes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundo
Redes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundoRedes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundo
Redes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundoJean Michel Gallo Soldatelli
 
Social Media Influence in Portugal
Social Media Influence in PortugalSocial Media Influence in Portugal
Social Media Influence in PortugalNuno Ferreira
 
Artigo redes sociais - influencias - mário e yasmim
Artigo   redes sociais - influencias - mário e yasmimArtigo   redes sociais - influencias - mário e yasmim
Artigo redes sociais - influencias - mário e yasmimmarioferreiraneto
 
As mudanças na comunicação e o ativismo digital
As mudanças na comunicação e o ativismo digitalAs mudanças na comunicação e o ativismo digital
As mudanças na comunicação e o ativismo digitalJean Michel Gallo Soldatelli
 
Criancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetCriancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetBenedilosn
 
Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01
Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01
Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01Camila Leite
 
Novas tecnologias no ensino!
Novas tecnologias no ensino!Novas tecnologias no ensino!
Novas tecnologias no ensino!sergiocrespo
 
Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]
Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]
Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]Délcio de Carvalho
 
Pesquisa o twitter foi mais longe
Pesquisa   o twitter foi mais longePesquisa   o twitter foi mais longe
Pesquisa o twitter foi mais longeJonhnes Carvalho
 

Semelhante a SocInfo (20)

Internet.e.redes sociais
Internet.e.redes sociaisInternet.e.redes sociais
Internet.e.redes sociais
 
Novos Horizontes da Comunicação - Semana Estácio
Novos Horizontes da Comunicação - Semana EstácioNovos Horizontes da Comunicação - Semana Estácio
Novos Horizontes da Comunicação - Semana Estácio
 
Novos Horizontes Profissionais em Comunicação Social
Novos Horizontes Profissionais em Comunicação SocialNovos Horizontes Profissionais em Comunicação Social
Novos Horizontes Profissionais em Comunicação Social
 
Tema 3 media
Tema 3   mediaTema 3   media
Tema 3 media
 
Linguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na EducaçãoLinguagens e Tecnologias na Educação
Linguagens e Tecnologias na Educação
 
Redes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundo
Redes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundoRedes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundo
Redes sociais, pragmatismo e o maior viral do mundo
 
Social Media Influence in Portugal
Social Media Influence in PortugalSocial Media Influence in Portugal
Social Media Influence in Portugal
 
Artigo redes sociais - influencias - mário e yasmim
Artigo   redes sociais - influencias - mário e yasmimArtigo   redes sociais - influencias - mário e yasmim
Artigo redes sociais - influencias - mário e yasmim
 
As mudanças na comunicação e o ativismo digital
As mudanças na comunicação e o ativismo digitalAs mudanças na comunicação e o ativismo digital
As mudanças na comunicação e o ativismo digital
 
Criancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internetCriancas e jovens na internet
Criancas e jovens na internet
 
Síntese conclusiva
Síntese conclusivaSíntese conclusiva
Síntese conclusiva
 
Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01
Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01
Novoshorizontes Estcio13 05 090915201615 Phpapp01
 
Sessão 8 -Tarefa 2
Sessão 8 -Tarefa 2Sessão 8 -Tarefa 2
Sessão 8 -Tarefa 2
 
Novas tecnologias no ensino!
Novas tecnologias no ensino!Novas tecnologias no ensino!
Novas tecnologias no ensino!
 
43 878
43 87843 878
43 878
 
Quem tem medo da internet
Quem tem medo da internetQuem tem medo da internet
Quem tem medo da internet
 
Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]
Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]
Redes Sociais - Riscos e Benefícios [Délcio de Carvalho]
 
Matraca 2013.1
Matraca   2013.1Matraca   2013.1
Matraca 2013.1
 
Pesquisa o twitter foi mais longe
Pesquisa   o twitter foi mais longePesquisa   o twitter foi mais longe
Pesquisa o twitter foi mais longe
 
O twitter foi mais longe
O twitter foi mais longeO twitter foi mais longe
O twitter foi mais longe
 

Mais de mluisavalente

Trabalho filosofia_10ºD.pdf
Trabalho  filosofia_10ºD.pdfTrabalho  filosofia_10ºD.pdf
Trabalho filosofia_10ºD.pdfmluisavalente
 
Trab psic occipital zé
Trab psic occipital  zéTrab psic occipital  zé
Trab psic occipital zémluisavalente
 
Lana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat camposLana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat camposmluisavalente
 
Trab psicologia mar 12ºb
Trab psicologia mar  12ºbTrab psicologia mar  12ºb
Trab psicologia mar 12ºbmluisavalente
 
Sentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreiaSentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreiamluisavalente
 
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiarFicha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiarmluisavalente
 
Logica proposicional convertido
Logica proposicional convertidoLogica proposicional convertido
Logica proposicional convertidomluisavalente
 
Ficha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertidoFicha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertidomluisavalente
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacionalmluisavalente
 
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºanoPsicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºanomluisavalente
 
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
Trabalho  psicologia - Clínica e ForenseTrabalho  psicologia - Clínica e Forense
Trabalho psicologia - Clínica e Forensemluisavalente
 
Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência mluisavalente
 

Mais de mluisavalente (20)

Trabalho filosofia_10ºD.pdf
Trabalho  filosofia_10ºD.pdfTrabalho  filosofia_10ºD.pdf
Trabalho filosofia_10ºD.pdf
 
Texto 1
Texto 1Texto 1
Texto 1
 
A liberdade
A liberdadeA liberdade
A liberdade
 
Trab psic occipital zé
Trab psic occipital  zéTrab psic occipital  zé
Trab psic occipital zé
 
Psicologia B
Psicologia  BPsicologia  B
Psicologia B
 
Lana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat camposLana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat campos
 
Trab psicologia mar 12ºb
Trab psicologia mar  12ºbTrab psicologia mar  12ºb
Trab psicologia mar 12ºb
 
Sentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreiaSentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreia
 
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiarFicha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
 
Logica proposicional convertido
Logica proposicional convertidoLogica proposicional convertido
Logica proposicional convertido
 
Ficha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertidoFicha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertido
 
Filosofia 11
Filosofia 11Filosofia 11
Filosofia 11
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
Tg ação humana
Tg ação humana  Tg ação humana
Tg ação humana
 
Filosofia jessica
Filosofia jessicaFilosofia jessica
Filosofia jessica
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
 
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºanoPsicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
 
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
Trabalho  psicologia - Clínica e ForenseTrabalho  psicologia - Clínica e Forense
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
 
O arauto de salazar
O arauto de salazarO arauto de salazar
O arauto de salazar
 
Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência
 

Último

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 

Último (20)

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 

SocInfo

  • 1. SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO Ana Costa, nº1 Bruno Pina, nº3 Isa Silva, nº10
  • 2. Assuntos a desenvolver • Introdução • A evolução dos meios de comunicação • Tecnologia e sociedade de informação • Redes sociais • Facebook
  • 3. Introdução A forma de comunicação e divulgação de informação tem vindo a aumentar É uma atividade económica, política e cultural. Questão Será esta facilidade em obter informação benéfica?
  • 4. A evolução dos meios de comunicação O ser humano sentiu necessidade de saber mais. A troca de informação desenvolveu-se através das primeiras trocas de comércio, onde se trocavam ideias e conhecimentos. Ao longo do tempo a troca de informação foi-se desenvolvendo através da criação de instituições, como escolas e universidades.
  • 6. A evolução dos meios de comunicação Evolucão social mais pessoas frequentavam as escolas, diminuindo a taxa da analfabetismo. Avanço tecnológico chave para novas invenções relacionadas com a comunicação e informação. Acontecimentos marcantes no avanço tecnológico: • Telefone (Alexander G. Bell) • Commodore • Internet • Apple
  • 7. Internet Popularizada nos finais dos anos 80 até 90. Permitiu que se criasse uma cidade virtual da qual todos puderam ter conhecimento e tornar-se parte dela. Mudou a sociedade ocidental. Vantagens: Variedade e grande quantidade de informação, a serviços online que nos ajudam no nosso dia-a-dia e na comunicação a longas distâncias.
  • 8. Internet Desvantagens: ambiguidade na informação encontrada, o que encontramos pode não corresponder à verdade. Saber diferenciar o que é realmente importante e necessário na informação que encontramos. Será então a internet um serviço benéfico para a sociedade? Talvez, mas só se o utilizador souber com o que está a lidar e os perigos que corre.
  • 9. Tecnologia e sociedade de informação Este novo mundo permitiu a criação de uma relação de interatividade entre as pessoas e instituições a nível global. A este fenómeno dá-se o nome de globalização de onde parte o conceito de sociedade de informação. Todo o mundo está ligado através da Internet e outras tecnologias e é então possível sabermos o que se está a passar em todo o mundo.
  • 10. Tecnologia e sociedade de informação A sociedade não é um elemento estático, muito pelo contrário, está em constante mutação e como tal, a sociedade contemporânea está inserida num processo de mudança em que as novas tecnologias são as principais responsáveis. Cada vez mais é percetível uma nova sociedade que se baseia num bem precioso, a informação, atribuindo-lhe várias designações, entre elas a Sociedade da Informação.
  • 11. Redes sociais O que são as redes sociais? São meios onde pessoas ou organizações conectadas por um tipo de relação partilham os mesmos objetivos. o principal motivo das redes sociais (partilha dos mesmos objetivos) foi transformado num “modo de vida” devido a uma negligência por parte da sociedade.
  • 12. Redes sociais - Facebook • Criado em 2004 por Mark Zuckerberg. • 900 milhões de utilizadores ativos. • Constituído por um conjunto de perfis individuais e coletivos que interagem entre si. Considerado pelos criadores um método seguro de interação social, o modo como o facebook deve ser utilizado é um assunto controverso, pois muitos defendem que o atual uso do facebook é indevido e inapropriado.
  • 13. Redes sociais - Facebook O Facebook alterou as interações sociais, especialmente entre pessoas jovens. Agora, vemos os efeitos psicológicos positivos e negativos. Dr. Larry D. Rosen • Dr. Larry D. Rosen Professor de Psicologia da Universidade Estadual da Califórnia Dominguez Hills, nos Estados Unidos que focou o seu trabalho na internet e nas redes sociais, tendo estudando até então a relação das pessoas com computadores desde 1984.
  • 14. Adolescentes que usam o Facebook apresentam, com maior frequência, tendências narcisistas, enquanto jovens adultos com grande presença no Facebook mostram mais sinais de outros problemas psicológicos, incluindo um comportamento anti- social, manias e tendências agressivas. Dr.Rosen: Essa conclusão não indica que o Facebook deixa as pessoas mais narcisistas. Pode indicar que as pessoas mais narcisistas usam mais o Facebook, ou que a rede social ressalta essa característica nas pessoas.
  • 15. O Facebook é uma distração com impacto negativo nos estudantes. Estudos mostram que alunos que vão ao Facebook pelo menos uma vez a cada 15 minutos durante os seus estudos têm notas mais baixas. Dr. Rosen- Foi criada uma geração de crianças que estão acostumadas a ter um telefone, a ter sempre um barulho, e que nunca conseguem concentrar-se. Uma das coisas que notamos é que a abordagem de proibir o acesso ao Facebook durante os estudos em casa, por exemplo, não funciona. Ela gera ansiedade já que os jovens não conseguem ficar muito tempo sem ele.
  • 16. Resposta à questão O acesso à informação pode ser benéfico, mas só se for utilizado corretamente.