SlideShare uma empresa Scribd logo

A liberdade

reflexão sobre liberdade

1 de 3
Baixar para ler offline
1
A LIBERDADE
A liberdade é a capacidade de cada indivíduo de escolha e autodeterminação, isto é,
de julgar os seus próprios atos e realizá-los a partir da sua própria vontade, independente
de qualquer condicionante ou constrangimento.
Assim sendo, será que o ser humano é efetivamente livre? Será que algo ou alguém
determina as nossas ações? Será que a liberdade tem um preço? Na resposta a estas
perguntas as opiniões dividem-se. Há quem negue a existência do livre-arbítrio (os
deterministas radicais), sendo que o ser humano, tal como todos os fenómenos da
natureza, está determinado por um conjunto de acontecimentos ou factos em que tudo
resulta de causas anteriores, a que se seguem os efeitos inevitáveis. Baseados neste último
argumento, outros defendem que somos totalmente livres (os libertistas), considerando que
o Homem tem o poder de interferir no curso normal das coisas, estando acima das leis da
natureza. Consideram que nem todos os acontecimentos estão submetidos à causalidade.
Também admitem a dualidade entre corpo e alma. O corpo até pode ser determinado por
causas, mas a alma e a mente não. Assim, se assumimos e sofremos as consequências dos
nossos atos, então experienciamos a responsabilidade.
Mas então, somos ou não somos verdadeiramente livres? Neste contexto, surge
outra conceção: o compatibilismo ou determinismo moderado, que defende a relação entre
determinismo e livre-arbítrio, admitindo que o ser humano é determinado, mas a sua ação
pode ser livre dentro das condicionantes.
2
Quanto ao determinismo radical, é facilmente refutado pois a experiência de, no
mínimo, alguma liberdade é bastante grande. Outra grande objeção a esta ideologia é o
facto de que sem liberdade não há responsabilidade, logo ninguém poderá ser culpado de
nada pois, poderá alegar que o seu ato foi uma consequência de uma causa anterior, tal
como é defendido no determinismo radical. Já o libertismo é contraposto com o facto de
se considerar alma como diferente/separada do corpo, na verdade, fazem parte do mesmo
ser, que á condicionantes delimitam a maioria das nossas ações e também pensamentos,
como a sociedade em que nos inserimos, e que a experiência de liberdade pode ser ilusória.
É obvio que considero que a tese mais admissível é o determinismo moderado,
onde as nossas ações e pensamentos são constrangidos por condicionantes, sejam elas
naturais (físicas, biológicas e psicológicas), ou histórico-socio-culturais, como o facto de
não podermos voar ou respirar debaixo de água, ou o país onde nascemos. As nossas ações
são livres quando se baseiam nos nossos desejos, sem que sejamos forçados a realizá-las,
contudo existem ações que são determinadas (causadas) mas não constrangidas (forçadas).
É de facto possível conciliar o determinismo com o livre-arbítrio. Vejamos o exemplo do
João que depois de ter sido torturado, confessou um crime que não cometeu, logo a sua
ação foi constrangida, isto é, não livre. Já o Pedro procurou um nutricionista para o ajudar
a emagrecer, é uma ação não constrangida, livre.
Mas, apesar de acreditar no compatibilismo, penso que algumas das
ações/acontecimentos não são causadas, mas sim fruto da sorte, isto é, meras coincidências
sem causas anteriores.
Claro que esta tese é pouco robusta, ou seja, não responde com clareza se de facto
somos ou não livres, contudo é a mais plausível., daí, como a maioria das questões
filosóficas, esta pergunta continuará sempre em aberto.
Vasco Carneiro e Miguel Santiago, 10ºK
3
Webgrafia:
http://jornaldefilosofia-diriodeaula.blogspot.com/2013/01/determinismo-
radical.html
https://filosofianaescola.com/liberdade-e-determinismo/
https://www.apontamentosnanet.com/filosofia-10-o-ano-libertismo-accao-
humana-livre-arbitrio/

Recomendados

Apresentação liberdade e responsabilidade (1)
Apresentação liberdade e responsabilidade (1)Apresentação liberdade e responsabilidade (1)
Apresentação liberdade e responsabilidade (1)fmc83
 
O Conceito de Liberdade - EFA
O Conceito de Liberdade - EFAO Conceito de Liberdade - EFA
O Conceito de Liberdade - EFAabarros
 
Microsoft power point liberdade ou determinismo
Microsoft power point   liberdade ou determinismoMicrosoft power point   liberdade ou determinismo
Microsoft power point liberdade ou determinismoJulia Martins
 
A liberdade é uma ilusão?
A liberdade é uma ilusão?A liberdade é uma ilusão?
A liberdade é uma ilusão?Paulo Gomes
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

6 liberdade e autonomia
6 liberdade e autonomia 6 liberdade e autonomia
6 liberdade e autonomia Erica Frau
 
Slides etica nil
Slides etica nilSlides etica nil
Slides etica nilIlmaralina
 
Liberdade e opção pelo bem
Liberdade e opção pelo bemLiberdade e opção pelo bem
Liberdade e opção pelo bemHenrique Lopes
 
Colégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdade
Colégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdadeColégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdade
Colégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdadeJorge Marcos Oliveira
 
Determinismo_moderado
Determinismo_moderadoDeterminismo_moderado
Determinismo_moderadoIsabel Moura
 
Poliamor - autoscopia
Poliamor - autoscopiaPoliamor - autoscopia
Poliamor - autoscopialmviterbo
 
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderadoDeterminismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderadoAntónio Daniel
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio InesTeixeiraDuarte
 
Liberdade e Livre-Arbítrio
Liberdade e Livre-ArbítrioLiberdade e Livre-Arbítrio
Liberdade e Livre-ArbítrioLaura Baldovino
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade FilosóficaSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade FilosóficaTurma Olímpica
 
Libertarismo e determinismo
Libertarismo e determinismoLibertarismo e determinismo
Libertarismo e determinismoClaudio Gomes
 
A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...Larissa Seabra
 

Mais procurados (20)

6 liberdade e autonomia
6 liberdade e autonomia 6 liberdade e autonomia
6 liberdade e autonomia
 
Libertismo
Libertismo Libertismo
Libertismo
 
Aula Liberdade e Limites
Aula Liberdade e Limites Aula Liberdade e Limites
Aula Liberdade e Limites
 
Slides etica nil
Slides etica nilSlides etica nil
Slides etica nil
 
O Libertismo
O LibertismoO Libertismo
O Libertismo
 
Liberdade e opção pelo bem
Liberdade e opção pelo bemLiberdade e opção pelo bem
Liberdade e opção pelo bem
 
Colégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdade
Colégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdadeColégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdade
Colégio Olavo Bilac - Filosofia - A questão da liberdade
 
A liberdade
A liberdadeA liberdade
A liberdade
 
Determinismo_moderado
Determinismo_moderadoDeterminismo_moderado
Determinismo_moderado
 
Liberdade
LiberdadeLiberdade
Liberdade
 
Etica e liberdade
Etica e liberdadeEtica e liberdade
Etica e liberdade
 
Vivência
VivênciaVivência
Vivência
 
Poliamor - autoscopia
Poliamor - autoscopiaPoliamor - autoscopia
Poliamor - autoscopia
 
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderadoDeterminismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
 
Liberdade e Livre-Arbítrio
Liberdade e Livre-ArbítrioLiberdade e Livre-Arbítrio
Liberdade e Livre-Arbítrio
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade FilosóficaSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
 
Libertarismo e determinismo
Libertarismo e determinismoLibertarismo e determinismo
Libertarismo e determinismo
 
Liberdade Filosofia
Liberdade FilosofiaLiberdade Filosofia
Liberdade Filosofia
 
A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
A+questão+filosófica+da+liberdade !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...
 

Semelhante a A liberdade

Liberdade ou determinismo
Liberdade ou determinismoLiberdade ou determinismo
Liberdade ou determinismoJulia Martins
 
Determinismo Radical
Determinismo RadicalDeterminismo Radical
Determinismo Radicalpauloricardom
 
Determinismo e liberdade na ação humana.pptx
Determinismo e liberdade na ação humana.pptxDeterminismo e liberdade na ação humana.pptx
Determinismo e liberdade na ação humana.pptxCecliaGomes25
 
Posições sobre o livre arbítrio
Posições sobre o livre arbítrioPosições sobre o livre arbítrio
Posições sobre o livre arbítrioFilazambuja
 
Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")
Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")
Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")Jorge Barbosa
 
3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx
3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx
3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptxRafaelaQueiros
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Maria Freitas
 
Determinismo e liberdade na ação- Final.pptx
Determinismo e liberdade na ação- Final.pptxDeterminismo e liberdade na ação- Final.pptx
Determinismo e liberdade na ação- Final.pptxJoanaGomes513884
 
O princípio de ação e reação
O princípio de ação e reaçãoO princípio de ação e reação
O princípio de ação e reaçãoVania Moura
 
O princípio de ação e reação
O princípio de ação e reaçãoO princípio de ação e reação
O princípio de ação e reaçãoVania Moura
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoPedro Francisco
 
Determinismo_radical
Determinismo_radicalDeterminismo_radical
Determinismo_radicalIsabel Moura
 
Determinismo e liberdade_na_acao_humana
Determinismo e liberdade_na_acao_humanaDeterminismo e liberdade_na_acao_humana
Determinismo e liberdade_na_acao_humanaHelena Serrão
 
O problema do livre-arbítrio
O problema do livre-arbítrioO problema do livre-arbítrio
O problema do livre-arbítrioAnaKlein1
 
Objetivos de filosofia 2ºteste 1º período tomás
Objetivos de filosofia 2ºteste   1º período tomásObjetivos de filosofia 2ºteste   1º período tomás
Objetivos de filosofia 2ºteste 1º período tomásFátima Teixeira Kika
 

Semelhante a A liberdade (20)

Liberdade ou determinismo
Liberdade ou determinismoLiberdade ou determinismo
Liberdade ou determinismo
 
Determinismo Radical
Determinismo RadicalDeterminismo Radical
Determinismo Radical
 
Determinismo e liberdade na ação humana.pptx
Determinismo e liberdade na ação humana.pptxDeterminismo e liberdade na ação humana.pptx
Determinismo e liberdade na ação humana.pptx
 
Liberdade
LiberdadeLiberdade
Liberdade
 
Posições sobre o livre arbítrio
Posições sobre o livre arbítrioPosições sobre o livre arbítrio
Posições sobre o livre arbítrio
 
Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")
Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")
Determinismo e Liberdade (de acordo c/ manual "Pensar Azul")
 
Livre arbítrio
Livre arbítrioLivre arbítrio
Livre arbítrio
 
3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx
3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx
3. Determinismo e Liberdade da ação humana 2.pptx
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
 
Determinismo e liberdade na ação- Final.pptx
Determinismo e liberdade na ação- Final.pptxDeterminismo e liberdade na ação- Final.pptx
Determinismo e liberdade na ação- Final.pptx
 
Apontamentos de filosofia 10ºano
Apontamentos de filosofia 10ºanoApontamentos de filosofia 10ºano
Apontamentos de filosofia 10ºano
 
O princípio de ação e reação
O princípio de ação e reaçãoO princípio de ação e reação
O princípio de ação e reação
 
O princípio de ação e reação
O princípio de ação e reaçãoO princípio de ação e reação
O princípio de ação e reação
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
 
Determinismo_radical
Determinismo_radicalDeterminismo_radical
Determinismo_radical
 
Determinismo e liberdade_na_acao_humana
Determinismo e liberdade_na_acao_humanaDeterminismo e liberdade_na_acao_humana
Determinismo e liberdade_na_acao_humana
 
Determinismo
DeterminismoDeterminismo
Determinismo
 
O problema do livre-arbítrio
O problema do livre-arbítrioO problema do livre-arbítrio
O problema do livre-arbítrio
 
Determinismo radical
Determinismo radical Determinismo radical
Determinismo radical
 
Objetivos de filosofia 2ºteste 1º período tomás
Objetivos de filosofia 2ºteste   1º período tomásObjetivos de filosofia 2ºteste   1º período tomás
Objetivos de filosofia 2ºteste 1º período tomás
 

Mais de mluisavalente

Trabalho filosofia_10ºD.pdf
Trabalho  filosofia_10ºD.pdfTrabalho  filosofia_10ºD.pdf
Trabalho filosofia_10ºD.pdfmluisavalente
 
Trab psic occipital zé
Trab psic occipital  zéTrab psic occipital  zé
Trab psic occipital zémluisavalente
 
Lana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat camposLana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat camposmluisavalente
 
Trab psicologia mar 12ºb
Trab psicologia mar  12ºbTrab psicologia mar  12ºb
Trab psicologia mar 12ºbmluisavalente
 
Sentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreiaSentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreiamluisavalente
 
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiarFicha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiarmluisavalente
 
Logica proposicional convertido
Logica proposicional convertidoLogica proposicional convertido
Logica proposicional convertidomluisavalente
 
Ficha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertidoFicha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertidomluisavalente
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacionalmluisavalente
 
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºanoPsicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºanomluisavalente
 
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
Trabalho  psicologia - Clínica e ForenseTrabalho  psicologia - Clínica e Forense
Trabalho psicologia - Clínica e Forensemluisavalente
 
Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência mluisavalente
 
Trabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência domésticaTrabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência domésticamluisavalente
 

Mais de mluisavalente (20)

Trabalho filosofia_10ºD.pdf
Trabalho  filosofia_10ºD.pdfTrabalho  filosofia_10ºD.pdf
Trabalho filosofia_10ºD.pdf
 
Texto 1
Texto 1Texto 1
Texto 1
 
Trab psic occipital zé
Trab psic occipital  zéTrab psic occipital  zé
Trab psic occipital zé
 
Psicologia B
Psicologia  BPsicologia  B
Psicologia B
 
Lana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat camposLana do cérebro tg cat campos
Lana do cérebro tg cat campos
 
Trab psicologia mar 12ºb
Trab psicologia mar  12ºbTrab psicologia mar  12ºb
Trab psicologia mar 12ºb
 
Sentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreiaSentido da existência humana 11º b andreia
Sentido da existência humana 11º b andreia
 
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiarFicha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
Ficha de trabalho lógica proposicional 2 fotocopiar
 
Logica proposicional convertido
Logica proposicional convertidoLogica proposicional convertido
Logica proposicional convertido
 
Ficha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertidoFicha de trabalho introdução lógica convertido
Ficha de trabalho introdução lógica convertido
 
Filosofia 11
Filosofia 11Filosofia 11
Filosofia 11
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
Tg ação humana
Tg ação humana  Tg ação humana
Tg ação humana
 
Filosofia jessica
Filosofia jessicaFilosofia jessica
Filosofia jessica
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
 
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºanoPsicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
Psicologia do Desporto - trabalho Psicologia B – 12ºano
 
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
Trabalho  psicologia - Clínica e ForenseTrabalho  psicologia - Clínica e Forense
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
 
O arauto de salazar
O arauto de salazarO arauto de salazar
O arauto de salazar
 
Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência Trabalho: Famílias e violência
Trabalho: Famílias e violência
 
Trabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência domésticaTrabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência doméstica
 

Último

01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...excellenceeducaciona
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...apoioacademicoead
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 

Último (20)

01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 

A liberdade

  • 1. 1 A LIBERDADE A liberdade é a capacidade de cada indivíduo de escolha e autodeterminação, isto é, de julgar os seus próprios atos e realizá-los a partir da sua própria vontade, independente de qualquer condicionante ou constrangimento. Assim sendo, será que o ser humano é efetivamente livre? Será que algo ou alguém determina as nossas ações? Será que a liberdade tem um preço? Na resposta a estas perguntas as opiniões dividem-se. Há quem negue a existência do livre-arbítrio (os deterministas radicais), sendo que o ser humano, tal como todos os fenómenos da natureza, está determinado por um conjunto de acontecimentos ou factos em que tudo resulta de causas anteriores, a que se seguem os efeitos inevitáveis. Baseados neste último argumento, outros defendem que somos totalmente livres (os libertistas), considerando que o Homem tem o poder de interferir no curso normal das coisas, estando acima das leis da natureza. Consideram que nem todos os acontecimentos estão submetidos à causalidade. Também admitem a dualidade entre corpo e alma. O corpo até pode ser determinado por causas, mas a alma e a mente não. Assim, se assumimos e sofremos as consequências dos nossos atos, então experienciamos a responsabilidade. Mas então, somos ou não somos verdadeiramente livres? Neste contexto, surge outra conceção: o compatibilismo ou determinismo moderado, que defende a relação entre determinismo e livre-arbítrio, admitindo que o ser humano é determinado, mas a sua ação pode ser livre dentro das condicionantes.
  • 2. 2 Quanto ao determinismo radical, é facilmente refutado pois a experiência de, no mínimo, alguma liberdade é bastante grande. Outra grande objeção a esta ideologia é o facto de que sem liberdade não há responsabilidade, logo ninguém poderá ser culpado de nada pois, poderá alegar que o seu ato foi uma consequência de uma causa anterior, tal como é defendido no determinismo radical. Já o libertismo é contraposto com o facto de se considerar alma como diferente/separada do corpo, na verdade, fazem parte do mesmo ser, que á condicionantes delimitam a maioria das nossas ações e também pensamentos, como a sociedade em que nos inserimos, e que a experiência de liberdade pode ser ilusória. É obvio que considero que a tese mais admissível é o determinismo moderado, onde as nossas ações e pensamentos são constrangidos por condicionantes, sejam elas naturais (físicas, biológicas e psicológicas), ou histórico-socio-culturais, como o facto de não podermos voar ou respirar debaixo de água, ou o país onde nascemos. As nossas ações são livres quando se baseiam nos nossos desejos, sem que sejamos forçados a realizá-las, contudo existem ações que são determinadas (causadas) mas não constrangidas (forçadas). É de facto possível conciliar o determinismo com o livre-arbítrio. Vejamos o exemplo do João que depois de ter sido torturado, confessou um crime que não cometeu, logo a sua ação foi constrangida, isto é, não livre. Já o Pedro procurou um nutricionista para o ajudar a emagrecer, é uma ação não constrangida, livre. Mas, apesar de acreditar no compatibilismo, penso que algumas das ações/acontecimentos não são causadas, mas sim fruto da sorte, isto é, meras coincidências sem causas anteriores. Claro que esta tese é pouco robusta, ou seja, não responde com clareza se de facto somos ou não livres, contudo é a mais plausível., daí, como a maioria das questões filosóficas, esta pergunta continuará sempre em aberto. Vasco Carneiro e Miguel Santiago, 10ºK