SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
I
Após a análise do vídeo visualizado na sala de aula, efectue uma reflexão sobre as
seguintes questões:
1 – Considera que os media podem manipular a opinião pública? De que forma
podem influenciar a nossa forma de ver o mundo? Justifique a sua resposta.
Os media têm uma grande influência na forma como as pessoas interagem, nas suas
ideias e nas opções que tomam.
Estes estão constantemente presentes no nosso dia-a-dia e proporcionam-nos
principalmente mudanças nas nossas opiniões e aliciam-nos à aquisição de bens
materiais.
A publicidade, por exemplo, serve, não só, como forma de nos informar acerca de
novos objectos e aperfeiçoamento dos mesmos, mas, também, como forma de
“marketing”, levando-nos a adquirir esses bens materiais. Este factor influencia a
forma de vida das pessoas, pois os bens materiais evoluem em conformidade com a
nossa evolução, muitos deles adequando-se às necessidades do dia-a-dia.
Existem também outros meios, com outro intuito, os de informar acerca da
actualidade, dar a conhecer diversas situações e debater diversos temas. Estes podem
ser o reflexo de diferentes formas de pensar e agir, de objectivos futuros e incentivo a
uma mudança necessária. A informação leva as pessoas a reflectir e a evoluir
consoante os modelos de vida propostos ou a rejeitá-los, procurando outros melhores
para si. Contudo, por exemplo, a televisão, é um meio de comunicação que pode ser
controverso, pois como diz o Professor Marcelo Rebelo de Sousa “ a televisão não é
boa nem má, tudo depende do uso que se faça dela”, pois a opinião pública
Área / UFCD CLC7
Competência a atingir
(RA)
Identifica os principais factores que influenciam a mudança social, reconhecendo
nessa mudança o papel da cultura, da língua e da comunicação.
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
emancipou-se através desta, mas ao mesmo tempo, foi provocando uma
automatização nas pessoas, que começaram a agir em semelhança do que viam na
televisão e assim enfraqueciam as forças de resistência individuais.
A maior circulação de informação permite às pessoas, se a souberem gerir e filtrar, ter
conhecimento de mais coisas mais rapidamente e, por consequência, optar por aquilo
que mais se aproxima da sua ética.
Daí o facto de os media poderem influenciar a nossa opinião e a nossa forma de ver o
mundo.
1.1 – Apresente alguns exemplos de situações em que considere que a sua opinião
foi influenciada através dos meios de comunicação social (programas que veja;
jornais; revistas…).
Os jornais, as revistas, os programas televisivos, por exemplo, informam-nos acerca
dos acontecimentos mundiais actuais, falam acerca de temas polémicos, sobre a
realidade ou relatam histórias, etc.
Ao sermos alvos de tanta informação, inevitavelmente iremos construir mentalmente,
ou através de diálogo, teorias a favor ou contra, levando-nos muitas vezes a
interrogações que nos podem levar a mudar, ou não, de opinião.
Um exemplo bastante actual são os discursos dos políticos, candidatos ao cargo de
primeiro-ministro nas campanhas eleitorais. Os discursos são fundamentados nos seus
objectivos como políticos e têm o intuito de conduzir as pessoas a fazer uma escolha a
seu favor. Em muitas situações, é através destas campanhas que as pessoas mudam a
sua opinião.
Outro exemplo é a publicidade à reciclagem, elaborado de forma a levar as pessoas a
agir em conformidade com o planeta. Conheço casos em que estes anúncios mudaram
a atitude de alguém.
Como último exemplo, por vezes, devido à informação que obtemos através das
revistas ou programas televisivos, temos uma ideia negativa acerca de uma pessoa,
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
mas que depois de a conhecermos pessoalmente se altera. Esta situação aconteceu
comigo há relativamente pouco tempo.
Às vezes é possível termos a sensação de que a comunicação social dialoga connosco e
contra-argumenta as nossas ideias e opções, induzindo-nos à alteração de algo.
II
2 – Leia com atenção o excerto do texto que se segue:
“ (…) Hoje, com a proliferação de múltiplos e diferentes “dispositivos tecnológicos”
está criado um novo sistema informacional. Esses revolucionários suportes
tecnológicos (a internet e seus derivados, como o Messenger e os emails, os blogues,
o Twiter, o Facebook, etc. e, por outro lado, os telemóveis, os “sms”, os “ipods”, os
“iphones”, etc.) formam uma constelação de “meios/média” cada vez mais
articulados que vem alterar o paradigma comunicacional. Deste modo, transitou-se
do “sistema de comunicação de massa” para o sistema de “comunicação em rede”.
(…) De certa maneira, cumpre-se a utopia de Bertold Brecht, cada cidadão pode ser,
a um só tempo, emissor e transmissor de informação.”
Paquete de Oliveira, (artigo de opinião) Jornal de Notícias, 22 de Outubro de 2009
2.1 – Partindo do texto que acabou de ler, identifique as principais mudanças que
poderão vir a ocorrer nos meios de comunicação.
Tendo em conta este pequeno excerto, podemos perceber como os meios
comunicacionais sofrem alterações e evoluções. Este texto salienta a mudança na
forma como as pessoas se relacionam com a informação.
Hoje em dia, existem novos sistemas informacionais, que permitem uma maior fluidez
da informação, fazendo com que, entre as pessoas, haja uma troca de argumentos e
uma consequente transmissão da informação adquirida.
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
As principais mudanças estão relacionadas com este factor. As pessoas são receptoras
de informação, estão no lugar de espectador, mas com os recentes aperfeiçoamentos
da tecnologia, passam a poder também transmitir essa informação recebida.
Isto verifica-se não só nas redes socais e blogues presentes na internet mas, também,
por exemplo, através de vídeos amadores ou imagens que cedem aos media.
Passou-se de um “sistema de comunicação de massa” para um sistema de
“comunicação em rede”, ou seja, as pessoas passaram a ser simultaneamente
receptoras e transmissoras de informação, contribuindo para aprofundar a informação
que será transmitida para o mundo.
2.2 – Considera que essas mudanças poderão levar ao desaparecimento dos media?
Conseguiríamos viver sem os mesmos? Justifique a sua opinião.
Estas mudanças vieram fundamentar e aprofundar a informação transmitida, permite
que as pessoas sejam activas e contribuam para o conhecimento mundial. Os media,
sendo assim, sentem-se mais seguros e fundamentados por poderem recorrer a fontes
que lhes dão todo o material privado que confirmam a veracidade dos
acontecimentos, tudo de forma mais fácil e rápida.
Na minha opinião, estas mudanças levarão à evolução dos media pois, hoje em dia, as
pessoas estão dependentes da informação e do conhecimento em massa e o facto de
poderem ser agentes activos na construção da mesma faz com que estejam mais
presentes na sua circulação.
Isto prova também a ligação que existe entre as pessoas e os meios de comunicação
social. Estão dependentes daqueles que apenas podem transmitir informação, como a
televisão, o rádio, o jornal, as revistas, etc., mas, principalmente, daqueles cuja sua
participação é essencial ou necessária para o funcionamento dessa rede
comunicacional, como a internet, os blogues, o MSN, o Skype, etc.
Chega-se à conclusão que na sociedade em que vivemos seria praticamente impossível
viver sem os media.
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
Considero que, muitas vezes, seja, ou não, por verdadeira necessidade mas por
suposta necessidade, ou seja, as pessoas estão tão acostumadas a ter acesso fácil à
informação e a comunicar via internet que pensam que nada fará sentido sem isso.
Contudo, a necessidade de conhecimento acerca do que nos rodeia e do que se passa
por todo o mundo torna-se uma necessidade pois, neste momento, somos um todo e a
informação ou acontecimentos lá fora podem ser muito úteis para nós.
O mundo em que vivemos é feito dos media, circulação de informação e construção da
mesma, rodeia-nos diariamente e nós necessitamos dela para fins pessoas e
profissionais, portanto, esta sociedade não está, neste momento, construída para os
meios de comunicação social não fazerem parte das utilizações diárias, daí o facto de
não conseguirmos viver, pelo menos, com as mesmas condições sem os mesmos.
2.3 – Considera que os media contribuem para o fenómeno da globalização? De que
forma? Apresente alguns exemplos de situações de “globalização cultural”
potenciada pelos media.
Os media são um grande contributo para o fenómeno da globalização. Estes servem
como meio para a divulgação da informação.
A globalização intensificou-se com o maior aperfeiçoamento das tecnologias. Dado que
os media se apropriam destas, o fenómeno da globalização tornou-se possível e mais
rápido.
Através dos jornais, revistas, telejornais, programas televisivos, publicidade, entre
outros, podemos ter acesso a uma informação que antes era restringida à área
geográfica de cada país ou até mesmo região.
Devido às inovações dos diversos meios de comunicação, a globalização cultural
conduziu a uma desterritorialização das referências culturais tradicionais e à
construção de uma percepção da integração cultural mundial, acabando por ser fruto
de um processo de interconexão do mundo, no que se refere aos
seus aspectos culturais. Porém, através da diversidade cultural, um indivíduo expressa
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
a sua opinião, a sua identidade e as suas intenções, confrontando-se, assim, com
outros indivíduos, provenientes de distintas culturas.
A “globalização cultural” esteve presente nos movimentos artísticos de certas épocas,
com a utilização de uma técnica predominante em todo o mundo; esteve presente, de
certa forma, nos factores de mudança social, como a Pop Art, Os loucos anos 20,
alguma revoluções, entre outros.
2.4 – Efectue uma reflexão em torno da seguinte questão: “Estarão a cultura de
globalização e a de preservação de identidades em confronto ou em
complementaridade?”.
Actualmente vivemos num mundo globalizado. As novas tecnologias trouxeram a
interacção inevitável entre todo o mundo, tornando todo o conhecimento acessível a
praticamente toda a população mundial.
Com esta circulação de informação e também com uma maior acessibilidade às
tecnologias, todo o mundo vai tendo conhecimento das culturas idiossincráticas de
cada país ou região. Muitas vezes estas culturas vão sendo adoptadas por vários povos
diferentes, fenómeno causado por inúmeros motivos como uma maior identificação
com outras formas de vida ou opiniões, uma fuga a certos modelos de vida, interesses
políticos, uma maior qualidade de vida económica, entre outros.
Isto veio formar uma aldeia global, com uma cultura generalizada, modelos de vida
semelhantes e ideias comuns.
Numa opinião muito pessoal, a globalização é vantajosa por proporcionar às pessoas
um conhecimento mais abrangente acerca das diversas culturas mundiais, permitindo
que optem por uma vida melhor e mais feliz de acordo com a sua ética. Contudo, a
globalização cultural pode vir a extinguir as culturas individualizadas de cada nação,
tornando-as uma cultura mundial, fazendo com que a identidade de cada povo possa
desaparecer.
Portanto, a cultura de globalização e a de preservação de identidades estarão,
maioritariamente em confronto.
ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA
Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário
Cultura, Língua e Comunicação
A actividade encontra-se validada.
Luísa Guereeiro
Mãos à obra!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O impacto das novas tecnologias sem vídeos
O impacto das novas tecnologias sem vídeosO impacto das novas tecnologias sem vídeos
O impacto das novas tecnologias sem vídeoscomempresarial
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergênciaPedro Correia
 
O branding e o tempo livre
O branding e o tempo livreO branding e o tempo livre
O branding e o tempo livreJulio Lucena
 
As três gerações do jornalismo na internet
As três gerações do jornalismo na internetAs três gerações do jornalismo na internet
As três gerações do jornalismo na internetClaudio Toldo
 
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitaisO jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitaisAndrey Martins
 
Compartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovens
Compartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovensCompartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovens
Compartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovensAlberto Pereira
 
Jornalismo cidadão na internet
Jornalismo cidadão na internetJornalismo cidadão na internet
Jornalismo cidadão na internetmichelemitsue
 
Aula i sociedade da informacao
Aula i   sociedade da informacaoAula i   sociedade da informacao
Aula i sociedade da informacaoaulasdejornalismo
 
Jornalismo On-line vs Jornalismo Impresso
Jornalismo On-line vs Jornalismo ImpressoJornalismo On-line vs Jornalismo Impresso
Jornalismo On-line vs Jornalismo Impressozuquinhaaa
 
Jornalismo Impresso Vs Jornalismo On Line
Jornalismo Impresso Vs Jornalismo On LineJornalismo Impresso Vs Jornalismo On Line
Jornalismo Impresso Vs Jornalismo On Lineolguete
 
Webjornalismo - As 7 características que marcam a diferença
Webjornalismo - As 7 características que marcam a diferençaWebjornalismo - As 7 características que marcam a diferença
Webjornalismo - As 7 características que marcam a diferençaAlysson neves
 
O Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e Organizações
O Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e OrganizaçõesO Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e Organizações
O Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e OrganizaçõesLuis Borges Gouveia
 
Etapa2 tec com_e_interacao
Etapa2 tec com_e_interacaoEtapa2 tec com_e_interacao
Etapa2 tec com_e_interacaoMaria Flores
 
TML - Educação e Sociedadade midiática
TML - Educação e  Sociedadade midiáticaTML - Educação e  Sociedadade midiática
TML - Educação e Sociedadade midiáticaAndré Morrevi
 

Mais procurados (20)

Ecs opiniao publica
Ecs opiniao publicaEcs opiniao publica
Ecs opiniao publica
 
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvadorApresentação trabalho sincult 2015 salvador
Apresentação trabalho sincult 2015 salvador
 
O impacto das novas tecnologias sem vídeos
O impacto das novas tecnologias sem vídeosO impacto das novas tecnologias sem vídeos
O impacto das novas tecnologias sem vídeos
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergência
 
Trb grupo semedo
Trb grupo semedoTrb grupo semedo
Trb grupo semedo
 
Tv e novas tecnologias
Tv e novas tecnologiasTv e novas tecnologias
Tv e novas tecnologias
 
O branding e o tempo livre
O branding e o tempo livreO branding e o tempo livre
O branding e o tempo livre
 
As três gerações do jornalismo na internet
As três gerações do jornalismo na internetAs três gerações do jornalismo na internet
As três gerações do jornalismo na internet
 
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitaisO jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
 
Compartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovens
Compartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovensCompartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovens
Compartilhar: um estudo sobre os usos da tecnologia entre os jovens
 
Jornalismo cidadão na internet
Jornalismo cidadão na internetJornalismo cidadão na internet
Jornalismo cidadão na internet
 
2007011
20070112007011
2007011
 
Aula i sociedade da informacao
Aula i   sociedade da informacaoAula i   sociedade da informacao
Aula i sociedade da informacao
 
Jornalismo On-line vs Jornalismo Impresso
Jornalismo On-line vs Jornalismo ImpressoJornalismo On-line vs Jornalismo Impresso
Jornalismo On-line vs Jornalismo Impresso
 
Jornalismo Impresso Vs Jornalismo On Line
Jornalismo Impresso Vs Jornalismo On LineJornalismo Impresso Vs Jornalismo On Line
Jornalismo Impresso Vs Jornalismo On Line
 
Webjornalismo - As 7 características que marcam a diferença
Webjornalismo - As 7 características que marcam a diferençaWebjornalismo - As 7 características que marcam a diferença
Webjornalismo - As 7 características que marcam a diferença
 
O Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e Organizações
O Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e OrganizaçõesO Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e Organizações
O Excesso de Informação e as suas implicações para Indivíduos e Organizações
 
Etapa2 tec com_e_interacao
Etapa2 tec com_e_interacaoEtapa2 tec com_e_interacao
Etapa2 tec com_e_interacao
 
Tecnologia e ti cs
Tecnologia e ti csTecnologia e ti cs
Tecnologia e ti cs
 
TML - Educação e Sociedadade midiática
TML - Educação e  Sociedadade midiáticaTML - Educação e  Sociedadade midiática
TML - Educação e Sociedadade midiática
 

Semelhante a Tema 3 media

C.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - GlobalizaçãoC.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - GlobalizaçãoI.Braz Slideshares
 
Ellen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalização
Ellen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalizaçãoEllen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalização
Ellen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalização'' Ellen Fedrigo
 
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu..."À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu...TCE
 
Teoria da comunicação ii
Teoria da comunicação iiTeoria da comunicação ii
Teoria da comunicação iiediqueli
 
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn..."À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn...TCE
 
"À modernidade dos media responde a da educação"
"À modernidade dos media responde a da educação""À modernidade dos media responde a da educação"
"À modernidade dos media responde a da educação"xuxonamix2010
 
Educação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade MidiáticaEducação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade MidiáticaAlexandreMagnum
 
Sociedade de informação
Sociedade de informaçãoSociedade de informação
Sociedade de informaçãomluisavalente
 
O impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedadeO impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedadeCeli Jandy Moraes Gomes
 
O Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiáticaO Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiáticaMiguel Pincerno
 
A sociedade de informação na vida quoatidiana
A sociedade de informação na vida quoatidianaA sociedade de informação na vida quoatidiana
A sociedade de informação na vida quoatidianacharmechulo
 
Cultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E Biblioteca
Cultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E BibliotecaCultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E Biblioteca
Cultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E BibliotecaCassia Furtado
 
Elomilson e Erivan
Elomilson e ErivanElomilson e Erivan
Elomilson e ErivanELOMILSON76
 
Elomilson e Erivan
Elomilson e ErivanElomilson e Erivan
Elomilson e Erivanximenes123
 
Elomilson e Erivan
Elomilson e ErivanElomilson e Erivan
Elomilson e Erivanerivan44
 

Semelhante a Tema 3 media (20)

C.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - GlobalizaçãoC.P. 5 - Mass Media - Globalização
C.P. 5 - Mass Media - Globalização
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
Ellen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalização
Ellen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalizaçãoEllen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalização
Ellen fedrigo 4° fef matemática mídias e globalização
 
Matraca 2013.1
Matraca   2013.1Matraca   2013.1
Matraca 2013.1
 
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu..."À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6 do Livro Curricu...
 
Teoria da comunicação ii
Teoria da comunicação iiTeoria da comunicação ii
Teoria da comunicação ii
 
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn..."À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn...
"À modernidade dos Media deve Responder a da Educação" CAP.6_Curriculo e Tecn...
 
"À modernidade dos media responde a da educação"
"À modernidade dos media responde a da educação""À modernidade dos media responde a da educação"
"À modernidade dos media responde a da educação"
 
Educação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade MidiáticaEducação e Sociedadade Midiática
Educação e Sociedadade Midiática
 
Sociedade de informação
Sociedade de informaçãoSociedade de informação
Sociedade de informação
 
Ensino, multimídia
Ensino, multimídiaEnsino, multimídia
Ensino, multimídia
 
Ensino, multimídia
Ensino, multimídiaEnsino, multimídia
Ensino, multimídia
 
Alice e candida
Alice e candidaAlice e candida
Alice e candida
 
O impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedadeO impacto das novas tecnologias na sociedade
O impacto das novas tecnologias na sociedade
 
O Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiáticaO Ciberativismo sob a ótica midiática
O Ciberativismo sob a ótica midiática
 
A sociedade de informação na vida quoatidiana
A sociedade de informação na vida quoatidianaA sociedade de informação na vida quoatidiana
A sociedade de informação na vida quoatidiana
 
Cultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E Biblioteca
Cultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E BibliotecaCultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E Biblioteca
Cultura Da Convergencia, Lileracia Dos Media E Biblioteca
 
Elomilson e Erivan
Elomilson e ErivanElomilson e Erivan
Elomilson e Erivan
 
Elomilson e Erivan
Elomilson e ErivanElomilson e Erivan
Elomilson e Erivan
 
Elomilson e Erivan
Elomilson e ErivanElomilson e Erivan
Elomilson e Erivan
 

Tema 3 media

  • 1. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação I Após a análise do vídeo visualizado na sala de aula, efectue uma reflexão sobre as seguintes questões: 1 – Considera que os media podem manipular a opinião pública? De que forma podem influenciar a nossa forma de ver o mundo? Justifique a sua resposta. Os media têm uma grande influência na forma como as pessoas interagem, nas suas ideias e nas opções que tomam. Estes estão constantemente presentes no nosso dia-a-dia e proporcionam-nos principalmente mudanças nas nossas opiniões e aliciam-nos à aquisição de bens materiais. A publicidade, por exemplo, serve, não só, como forma de nos informar acerca de novos objectos e aperfeiçoamento dos mesmos, mas, também, como forma de “marketing”, levando-nos a adquirir esses bens materiais. Este factor influencia a forma de vida das pessoas, pois os bens materiais evoluem em conformidade com a nossa evolução, muitos deles adequando-se às necessidades do dia-a-dia. Existem também outros meios, com outro intuito, os de informar acerca da actualidade, dar a conhecer diversas situações e debater diversos temas. Estes podem ser o reflexo de diferentes formas de pensar e agir, de objectivos futuros e incentivo a uma mudança necessária. A informação leva as pessoas a reflectir e a evoluir consoante os modelos de vida propostos ou a rejeitá-los, procurando outros melhores para si. Contudo, por exemplo, a televisão, é um meio de comunicação que pode ser controverso, pois como diz o Professor Marcelo Rebelo de Sousa “ a televisão não é boa nem má, tudo depende do uso que se faça dela”, pois a opinião pública Área / UFCD CLC7 Competência a atingir (RA) Identifica os principais factores que influenciam a mudança social, reconhecendo nessa mudança o papel da cultura, da língua e da comunicação.
  • 2. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação emancipou-se através desta, mas ao mesmo tempo, foi provocando uma automatização nas pessoas, que começaram a agir em semelhança do que viam na televisão e assim enfraqueciam as forças de resistência individuais. A maior circulação de informação permite às pessoas, se a souberem gerir e filtrar, ter conhecimento de mais coisas mais rapidamente e, por consequência, optar por aquilo que mais se aproxima da sua ética. Daí o facto de os media poderem influenciar a nossa opinião e a nossa forma de ver o mundo. 1.1 – Apresente alguns exemplos de situações em que considere que a sua opinião foi influenciada através dos meios de comunicação social (programas que veja; jornais; revistas…). Os jornais, as revistas, os programas televisivos, por exemplo, informam-nos acerca dos acontecimentos mundiais actuais, falam acerca de temas polémicos, sobre a realidade ou relatam histórias, etc. Ao sermos alvos de tanta informação, inevitavelmente iremos construir mentalmente, ou através de diálogo, teorias a favor ou contra, levando-nos muitas vezes a interrogações que nos podem levar a mudar, ou não, de opinião. Um exemplo bastante actual são os discursos dos políticos, candidatos ao cargo de primeiro-ministro nas campanhas eleitorais. Os discursos são fundamentados nos seus objectivos como políticos e têm o intuito de conduzir as pessoas a fazer uma escolha a seu favor. Em muitas situações, é através destas campanhas que as pessoas mudam a sua opinião. Outro exemplo é a publicidade à reciclagem, elaborado de forma a levar as pessoas a agir em conformidade com o planeta. Conheço casos em que estes anúncios mudaram a atitude de alguém. Como último exemplo, por vezes, devido à informação que obtemos através das revistas ou programas televisivos, temos uma ideia negativa acerca de uma pessoa,
  • 3. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação mas que depois de a conhecermos pessoalmente se altera. Esta situação aconteceu comigo há relativamente pouco tempo. Às vezes é possível termos a sensação de que a comunicação social dialoga connosco e contra-argumenta as nossas ideias e opções, induzindo-nos à alteração de algo. II 2 – Leia com atenção o excerto do texto que se segue: “ (…) Hoje, com a proliferação de múltiplos e diferentes “dispositivos tecnológicos” está criado um novo sistema informacional. Esses revolucionários suportes tecnológicos (a internet e seus derivados, como o Messenger e os emails, os blogues, o Twiter, o Facebook, etc. e, por outro lado, os telemóveis, os “sms”, os “ipods”, os “iphones”, etc.) formam uma constelação de “meios/média” cada vez mais articulados que vem alterar o paradigma comunicacional. Deste modo, transitou-se do “sistema de comunicação de massa” para o sistema de “comunicação em rede”. (…) De certa maneira, cumpre-se a utopia de Bertold Brecht, cada cidadão pode ser, a um só tempo, emissor e transmissor de informação.” Paquete de Oliveira, (artigo de opinião) Jornal de Notícias, 22 de Outubro de 2009 2.1 – Partindo do texto que acabou de ler, identifique as principais mudanças que poderão vir a ocorrer nos meios de comunicação. Tendo em conta este pequeno excerto, podemos perceber como os meios comunicacionais sofrem alterações e evoluções. Este texto salienta a mudança na forma como as pessoas se relacionam com a informação. Hoje em dia, existem novos sistemas informacionais, que permitem uma maior fluidez da informação, fazendo com que, entre as pessoas, haja uma troca de argumentos e uma consequente transmissão da informação adquirida.
  • 4. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação As principais mudanças estão relacionadas com este factor. As pessoas são receptoras de informação, estão no lugar de espectador, mas com os recentes aperfeiçoamentos da tecnologia, passam a poder também transmitir essa informação recebida. Isto verifica-se não só nas redes socais e blogues presentes na internet mas, também, por exemplo, através de vídeos amadores ou imagens que cedem aos media. Passou-se de um “sistema de comunicação de massa” para um sistema de “comunicação em rede”, ou seja, as pessoas passaram a ser simultaneamente receptoras e transmissoras de informação, contribuindo para aprofundar a informação que será transmitida para o mundo. 2.2 – Considera que essas mudanças poderão levar ao desaparecimento dos media? Conseguiríamos viver sem os mesmos? Justifique a sua opinião. Estas mudanças vieram fundamentar e aprofundar a informação transmitida, permite que as pessoas sejam activas e contribuam para o conhecimento mundial. Os media, sendo assim, sentem-se mais seguros e fundamentados por poderem recorrer a fontes que lhes dão todo o material privado que confirmam a veracidade dos acontecimentos, tudo de forma mais fácil e rápida. Na minha opinião, estas mudanças levarão à evolução dos media pois, hoje em dia, as pessoas estão dependentes da informação e do conhecimento em massa e o facto de poderem ser agentes activos na construção da mesma faz com que estejam mais presentes na sua circulação. Isto prova também a ligação que existe entre as pessoas e os meios de comunicação social. Estão dependentes daqueles que apenas podem transmitir informação, como a televisão, o rádio, o jornal, as revistas, etc., mas, principalmente, daqueles cuja sua participação é essencial ou necessária para o funcionamento dessa rede comunicacional, como a internet, os blogues, o MSN, o Skype, etc. Chega-se à conclusão que na sociedade em que vivemos seria praticamente impossível viver sem os media.
  • 5. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação Considero que, muitas vezes, seja, ou não, por verdadeira necessidade mas por suposta necessidade, ou seja, as pessoas estão tão acostumadas a ter acesso fácil à informação e a comunicar via internet que pensam que nada fará sentido sem isso. Contudo, a necessidade de conhecimento acerca do que nos rodeia e do que se passa por todo o mundo torna-se uma necessidade pois, neste momento, somos um todo e a informação ou acontecimentos lá fora podem ser muito úteis para nós. O mundo em que vivemos é feito dos media, circulação de informação e construção da mesma, rodeia-nos diariamente e nós necessitamos dela para fins pessoas e profissionais, portanto, esta sociedade não está, neste momento, construída para os meios de comunicação social não fazerem parte das utilizações diárias, daí o facto de não conseguirmos viver, pelo menos, com as mesmas condições sem os mesmos. 2.3 – Considera que os media contribuem para o fenómeno da globalização? De que forma? Apresente alguns exemplos de situações de “globalização cultural” potenciada pelos media. Os media são um grande contributo para o fenómeno da globalização. Estes servem como meio para a divulgação da informação. A globalização intensificou-se com o maior aperfeiçoamento das tecnologias. Dado que os media se apropriam destas, o fenómeno da globalização tornou-se possível e mais rápido. Através dos jornais, revistas, telejornais, programas televisivos, publicidade, entre outros, podemos ter acesso a uma informação que antes era restringida à área geográfica de cada país ou até mesmo região. Devido às inovações dos diversos meios de comunicação, a globalização cultural conduziu a uma desterritorialização das referências culturais tradicionais e à construção de uma percepção da integração cultural mundial, acabando por ser fruto de um processo de interconexão do mundo, no que se refere aos seus aspectos culturais. Porém, através da diversidade cultural, um indivíduo expressa
  • 6. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação a sua opinião, a sua identidade e as suas intenções, confrontando-se, assim, com outros indivíduos, provenientes de distintas culturas. A “globalização cultural” esteve presente nos movimentos artísticos de certas épocas, com a utilização de uma técnica predominante em todo o mundo; esteve presente, de certa forma, nos factores de mudança social, como a Pop Art, Os loucos anos 20, alguma revoluções, entre outros. 2.4 – Efectue uma reflexão em torno da seguinte questão: “Estarão a cultura de globalização e a de preservação de identidades em confronto ou em complementaridade?”. Actualmente vivemos num mundo globalizado. As novas tecnologias trouxeram a interacção inevitável entre todo o mundo, tornando todo o conhecimento acessível a praticamente toda a população mundial. Com esta circulação de informação e também com uma maior acessibilidade às tecnologias, todo o mundo vai tendo conhecimento das culturas idiossincráticas de cada país ou região. Muitas vezes estas culturas vão sendo adoptadas por vários povos diferentes, fenómeno causado por inúmeros motivos como uma maior identificação com outras formas de vida ou opiniões, uma fuga a certos modelos de vida, interesses políticos, uma maior qualidade de vida económica, entre outros. Isto veio formar uma aldeia global, com uma cultura generalizada, modelos de vida semelhantes e ideias comuns. Numa opinião muito pessoal, a globalização é vantajosa por proporcionar às pessoas um conhecimento mais abrangente acerca das diversas culturas mundiais, permitindo que optem por uma vida melhor e mais feliz de acordo com a sua ética. Contudo, a globalização cultural pode vir a extinguir as culturas individualizadas de cada nação, tornando-as uma cultura mundial, fazendo com que a identidade de cada povo possa desaparecer. Portanto, a cultura de globalização e a de preservação de identidades estarão, maioritariamente em confronto.
  • 7. ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DE CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos - Nível Secundário Cultura, Língua e Comunicação A actividade encontra-se validada. Luísa Guereeiro Mãos à obra!