As novas tecnologias no Contexto da Língua Portuguesa

196 visualizações

Publicada em

TICs e LP.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
196
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As novas tecnologias no Contexto da Língua Portuguesa

  1. 1. AS NOVAS TECNOLOGIAS NO CONTEXTO DA LÍNGUA PORTUGUESA Candidato: Marcelo Pires Dias
  2. 2. A escrita como tecnologia “A escrita é uma prática sócio-cultural recente na humanidade e não temais do que cinco mil anos na forma como conhecemos hoje (MARCUSCHI, 2001).”
  3. 3. Escrita
  4. 4. A Era da Informação
  5. 5. As TICs e o Ensino Deve ser adequada ao projeto político- pedagógico da escola; Pode ser incluida na metodologia do professor como auxliar de sua prática pedagógica; Conjunto de recursos tecnológico integrados entre si, que proporcionam por meio das funções de hardware, software e telecomunicações, a automação e comunicacão de processos de negócios, da pesquisa científica e de ensino/aprendizagem.
  6. 6. Letramento Digital “Considera a necessidade dos indivíduos dominarem um conjunto de informações e habilidades mentais que devem ser trabalhadas com urgência pelas instituições de ensino, a fim de ajudar o mais rápido possível os alunos a exercer melhor a cidadania neste novo milênio cada vez mais cercado por máquinas eletrônicas e digitais” (XAVIER, 2007, p.13)
  7. 7. Novos Suportes, Novos Gêneros Apps; Web; Wiki; Chat; Blog; Fórum, E-mail;
  8. 8. Hipertexto “Hipertexto designa uma escritura não sequencial e não linear, que se ramifica de modo a permitir ao leitor virtual o acesso praticamente ilimitado a outros textos, na medida em que procede a escolhas locais e sucessivas em tempo real.” (KOCH, 2014).
  9. 9. Texto impresso e Hipertexto Documento impresso Documento Digital/Hipertexto Pouca interatividade Interatividade Ilustrações, desenhos e imagens fixas Documentos multimídia Dificuldades de atualização Atualização dinâmica Volume de informacão limitado Grandes volumes de informação Ergonômico Ergonomicamente aceitavel Estrutura linear Estrutura flexível Regidez na recuperação da informação Flexibidade na recuperação da informação Fonte: Duart et al (2003)
  10. 10. Formatos de Interação Síncrono: intermediada pelo computador de forma simultânea (Ex.: chat, videoconferencia). Assíncrono: situação em que se aprende em qualquer hora e em qualquer lugar, sem necessidade de participação simultânea (Ex.: listas de discussão, e-mail e fórum).
  11. 11. Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) Ambientes digitais que utilizam recursos e ferramentas da internet com fins educacionais. São também denominadas plataformas EaD. Ex.: Moodle, e-Proinfo, Teleduc. TEMPO LOCAL ESPAÇO
  12. 12. Proposta de Atividade na aula de Língua Portuguesa
  13. 13. WebQuest É uma atividade didática (…), estruturada de forma que os alunos se envolvam no desenvolvimento de uma tarefa de investigação usando principalmente recursos da internet. É um excelente recurso para motivar e estimular a pesquisa, o pensamento crítico e a aprendizagem.
  14. 14. Estrutura da WebQuest Introdução Tarefa Processo Recursos Avaliação Conclusão Apresentação breve do assunto. Ação que resulte em um produto passível de ser executado pelos alunos. Orienta os alunos nas etapas que devem seguir para completar a tarefa. São os indicativos da pesquisa, tais como fontes bibliográficas e referências na web Instrumento utilizado pelo professor para avaliar o trabalho. Resumo do propósito da tarefa e do que foi aprendido durante a sua realização.
  15. 15. Exemplo de WebQuest com o tema Variação Linguística
  16. 16. Introdução
  17. 17. Tarefa
  18. 18. Processo
  19. 19. Recursos
  20. 20. Avaliação
  21. 21. Conclusão
  22. 22. Palavras finais…
  23. 23. Referências ABREU-TARDELLI, Lília Santos. O chat educacional: o professor diante desse gênero. In: DIONÍSIO, Angela Paiva et al (org). Gêneros Textuais e Ensino. São Paulo: Parábola, 2002. ELIASQUEVICI, Marianne Kogut; FONSECA, Nazaré Araújo da. Educação a Distância: orientações para o início do percurso. Belém: EDUFPA, 2009. KOCH, Ingedore V. As tramas do texto. São Paulo: Contexto, 2014. XAVIER, Antonio Carlos dos Santos. Letramento Digital e ensino. In: SANTOS, Carmi Ferraz; MENDONÇA, Márcia. Alfabetização e Letramento: conceitos e relações. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. SILVA, Maria Jaberlânye da. A WebQuest: uma proposta para aulas de Língua Portuguesa. Guarabira: UEPB, 2012.
  24. 24. Obrigado!

×