SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Variação linguística e Ensino
de Língua Portuguesa
Candidato: Marcelo Pires Dias
Brevíssima situação (socio)linguística
do Brasil
• 1 língua oficial (Português);
• 180 línguas indígenas, sendo que algumas são
co-oficiais em alguns Estados;
• Na regiãoAmazônica prevaleceu a utilização
da Língua GeralAmazônica (Nhengatu) até
1877;
Polarização sociolinguística
(Lucchesi, 2002)
O “mito” da unidade do
Português Brasileiro.
Divisão Dialetal (Nascentes, 1958)
As Normas da língua
Norma
Culta
Norma Popular
VARIEDADES ESTIGMATIZADAS
NORMA PADRÃO
Variante &Variável
• Variante: é a forma linguística (fonema,
morfema, palavra) utilizada como opção a
outra, com o mesmo valor e função.
Ex: A sala na qual nos reunimos.
A sala onde nos reunimos.
• Variável: é uma unidade com ao menos duas
formas variantes, cuja escolha depende de
outros fatores. É um conjunto de
manifestações do mesmo elemento, e cada
uma das manifestações ou expressões de uma
variável recebe o nome de variante
linguística.
Exemplos
• As meninas X as menina.
• Nós vamos X nós vai.
• A casa que eu moro X a casa em que eu moro.
• Assisti o filme X assisti ao filme.
• Vendem-se casas X vende-se casas.
Só em Portugal se fala bem o
português… #mito
Fatores a serem considerados:
• Grupos etários;
• Gênero;
• Status socioeconômico;
• Grau de escolarização;
• Rede social;
A variação linguística na escola
O que o professor deve ensinar?
“A educação em língua materna deve deixar de
ensinar única e exclusivamente a norma padrão
e inserir o aluno na cultura letrada que domina a
sociedade em que vive.”
PRÁTICAS
LEITURA DETEXTOS – PRODUÇÃO DETEXTOS – ANÁLISE LINGUÍSTICA
ENSINO PRESCRITIVO ENSINO DESCRITIVO
Diga isso, não diga aquilo “Existe isso e existe
aquilo.”
Preconceito linguístico
• “Nóis compramo os artigo necessário.”
• “Nós compramos os artigos necessários.”
• “*Artigos compramos nós necessários”
Erro versus sentença malformada
Erro
“Não existe erro em língua. Existem, sim, formas
de uso da língua diferentes daquelas que são
prescritas pela tradição gramatical. No entanto,
essas formas diferentes, quando analisadas com
critério, revelam-se perfeitamente lógicas e
coerentes.”
(BAGNO, 2002)
Para refletir…
• Ao assumir, de fato e de direito, o princípio da
heterogeneidade inerente à linguagem, a Linguística
moderna, especialmente a Sociolinguística, eliminou
preconceitos ao afirmar, axiomaticamente, que todas as
línguas e variedades de uma língua são igualmente
complexas e eficientes (…); e que nenhuma língua ou
varidade dialetal impõe limitações cognitivas na percepção
e na produção de enunciados. (CAMACHO, 2005, p.68)
“Contrariando a Linguística em seus princípios,
a pedagogia da língua elege o correto e o
incorreto, sua dicotomia predileta para
discriminar e, ao mesmo tempo, selecionar”.
(Idem).
Referências
CARVALHO-BELINI, R; SOUSA, M. M. A variação linguística no livro didático: um olhar
sob a perspectiva sociolinguística. In: (Con)textos linguísticos. v. 8 n.10, 2014. Acessado
em: http://periodicos.ufes.br/contextoslinguisticos/article/view/5839 Disponível em: 3 de
novembro de 2015.
BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Educação em língua materna: a sociolinguística na
sala de aula. São Paulo: Parábola, 2004.
BAGNO, Marcos. Português ou brasileiro? Um convite à pesquisa. São Paulo: Parábola,
2002.
CAMACHO, Roberto Gomes. Sociolinguística – parte II. Introdução à linguística:
domínios e fronteiras. São Paulo: Cortez, 2005.
Referências
LUCCHESI, Dante. Polarização sociolinguística no Brasil. Disponível em:
http://www.vertentes.ufba.br/projeto/tema Acessado em 3 de novembro de 2015.
MATTOS & SILVA, RosaVirgínia.O português são dois: novas fronteiras, velhos
problemas. São Paulo: Parábola, 2006.
MAIA, Marcus. Manual de Linguística: subsídios para a formação de professores
indígenas na área da linguagem. Brasília: MEC/LACED/Museu Nacional, 2006.
ROZARIO, Bárbara A. O tratamento da variação linguística no ENEM. Curitiba: UFPR,
2014.
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

O negro na literatura brasileira
O negro na literatura brasileiraO negro na literatura brasileira
O negro na literatura brasileira
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidade
 
Oficina variacoes
Oficina variacoesOficina variacoes
Oficina variacoes
 
Aula 1 linguística
Aula 1   linguísticaAula 1   linguística
Aula 1 linguística
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Origem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesaOrigem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesa
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Entre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrãoEntre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrão
 
LÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEMLÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEM
 
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1 1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Gramatica
GramaticaGramatica
Gramatica
 
Variação linguistica
Variação linguisticaVariação linguistica
Variação linguistica
 
Linguagem verbal e não verbal aula 03
Linguagem verbal e não verbal   aula 03Linguagem verbal e não verbal   aula 03
Linguagem verbal e não verbal aula 03
 
Ensino da lingua portuguesa
Ensino da  lingua portuguesaEnsino da  lingua portuguesa
Ensino da lingua portuguesa
 
O funcionalismo linguistico
O funcionalismo linguisticoO funcionalismo linguistico
O funcionalismo linguistico
 
Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 

Destaque

Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguisticacaurysilva
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguisticaMarcia Simone
 
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundoLajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundomarcaocampos
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticanunesmaril
 
Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas7 de Setembro
 
Lista01 -unidade_ii_resolvida_
Lista01  -unidade_ii_resolvida_Lista01  -unidade_ii_resolvida_
Lista01 -unidade_ii_resolvida_marcelosistemas
 
Otm. lingua portuguesa 01
Otm. lingua portuguesa 01Otm. lingua portuguesa 01
Otm. lingua portuguesa 01elannialins
 
69960 coisas das-min-1
69960 coisas das-min-169960 coisas das-min-1
69960 coisas das-min-1Luciana
 
Mineirinho
MineirinhoMineirinho
MineirinhoJNR
 
Seminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e Contradições
Seminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e ContradiçõesSeminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e Contradições
Seminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e Contradiçõeslagunaedu
 
Portugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento Interativo
Portugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento InterativoPortugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento Interativo
Portugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento InterativoEditora Moderna
 
O ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TICO ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TICEdilaniajati
 
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...myrianlaste
 
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino MédioOT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino MédioClaudia Elisabete Silva
 
Curriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PE
Curriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PECurriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PE
Curriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PEMarcia Oliveira
 
O trovadorismo e a mpb
O trovadorismo e a mpbO trovadorismo e a mpb
O trovadorismo e a mpbVictor Said
 

Destaque (20)

Variação Linguística - APP
Variação Linguística - APPVariação Linguística - APP
Variação Linguística - APP
 
Norma e variação linguística
Norma e variação linguísticaNorma e variação linguística
Norma e variação linguística
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundoLajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
Lajolo, marisa do mundo da leitura para a leitura do mundo
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
 
Slideshare
SlideshareSlideshare
Slideshare
 
Lista01 -unidade_ii_resolvida_
Lista01  -unidade_ii_resolvida_Lista01  -unidade_ii_resolvida_
Lista01 -unidade_ii_resolvida_
 
Otm. lingua portuguesa 01
Otm. lingua portuguesa 01Otm. lingua portuguesa 01
Otm. lingua portuguesa 01
 
69960 coisas das-min-1
69960 coisas das-min-169960 coisas das-min-1
69960 coisas das-min-1
 
Mineirinho
MineirinhoMineirinho
Mineirinho
 
Seminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e Contradições
Seminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e ContradiçõesSeminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e Contradições
Seminário academico. O Ensino da Língua Portuguesa: Perspectivas e Contradições
 
Portugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento Interativo
Portugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento InterativoPortugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento Interativo
Portugues - Contexto Interlocucao Sentido - EJA - Planejamento Interativo
 
O ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TICO ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TIC
 
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
O ensino da língua portuguesa seminário diana bovi_emanuelecomim_julianabonot...
 
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino MédioOT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
OT Língua Portuguesa - Ensino Fundamental Ciclo II e Ensino Médio
 
Curriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PE
Curriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PECurriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PE
Curriculo de Língua Portuguesa Ensino Fundamental - Estado de PE
 
O trovadorismo e a mpb
O trovadorismo e a mpbO trovadorismo e a mpb
O trovadorismo e a mpb
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Generos textuais
 

Semelhante a Variação e Ensino de Língua Portuguesa

AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTEAS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTEjesse santana
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaKênia Machado
 
Variação linguística em livros voltados para professores em formação
Variação linguística em livros voltados para professores em formaçãoVariação linguística em livros voltados para professores em formação
Variação linguística em livros voltados para professores em formaçãoUENP
 
Universidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiroUniversidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiromarta santos
 
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz 'Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz 'Danielle Galvão
 
Lula e variação letra magna 2009
Lula e variação   letra magna 2009Lula e variação   letra magna 2009
Lula e variação letra magna 2009UENP
 
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdfAula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdflucasicm
 
Variantes linguísticas aula
Variantes linguísticas aulaVariantes linguísticas aula
Variantes linguísticas aulanorma santos
 
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULADIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULARoberto Carlos Sena
 
Os caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em Moçambique
Os caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em MoçambiqueOs caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em Moçambique
Os caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em MoçambiqueAlexandre António Timbane
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação LinguísticaSilmatuk
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticacaurysilva
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012Mariana Correia
 
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico   artigo19 xii de língua portuguesaArtigo científico   artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesaClarice Escouto Santos
 

Semelhante a Variação e Ensino de Língua Portuguesa (20)

AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTEAS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
 
Pojhd
PojhdPojhd
Pojhd
 
PORTUGUÊS EAD 1.pdf
PORTUGUÊS EAD 1.pdfPORTUGUÊS EAD 1.pdf
PORTUGUÊS EAD 1.pdf
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
 
Variação linguística em livros voltados para professores em formação
Variação linguística em livros voltados para professores em formaçãoVariação linguística em livros voltados para professores em formação
Variação linguística em livros voltados para professores em formação
 
Universidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiroUniversidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiro
 
Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1
 
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz 'Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
Slides 'Preconceito Linguístico o que é, como se faz '
 
Lula e variação letra magna 2009
Lula e variação   letra magna 2009Lula e variação   letra magna 2009
Lula e variação letra magna 2009
 
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdfAula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
 
Variantes linguísticas aula
Variantes linguísticas aulaVariantes linguísticas aula
Variantes linguísticas aula
 
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULADIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
 
Os caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em Moçambique
Os caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em MoçambiqueOs caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em Moçambique
Os caminhos da variação léxico‑semântica no Brasil, em Portugal e em Moçambique
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
 
Modelo de material.luc
Modelo de material.lucModelo de material.luc
Modelo de material.luc
 
Modelo de material.luc
Modelo de material.lucModelo de material.luc
Modelo de material.luc
 
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico   artigo19 xii de língua portuguesaArtigo científico   artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
 
Tp1
Tp1Tp1
Tp1
 

Mais de Universidade de Santiago de Compostela

A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...
A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...
A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...Universidade de Santiago de Compostela
 

Mais de Universidade de Santiago de Compostela (14)

Fonética Perceptiva
Fonética Perceptiva Fonética Perceptiva
Fonética Perceptiva
 
Um olhar sobre as comunidades quilombolas no Pará
Um olhar sobre as comunidades quilombolas no ParáUm olhar sobre as comunidades quilombolas no Pará
Um olhar sobre as comunidades quilombolas no Pará
 
A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...
A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...
A pluridimensionalidade no léxico do Atlas Geossociolinguístico Quilombola do...
 
Norma Lexical no AGQUINPA
Norma Lexical no AGQUINPANorma Lexical no AGQUINPA
Norma Lexical no AGQUINPA
 
Variação, mudança linguística e cultura camponesa
Variação, mudança linguística e cultura camponesaVariação, mudança linguística e cultura camponesa
Variação, mudança linguística e cultura camponesa
 
Formação do Léxico da Língua Portuguesa
Formação do Léxico da Língua PortuguesaFormação do Léxico da Língua Portuguesa
Formação do Léxico da Língua Portuguesa
 
Morfossintaxe
MorfossintaxeMorfossintaxe
Morfossintaxe
 
Fenômenos Fonético-Fonológicos da Língua Portuguesa
Fenômenos Fonético-Fonológicos da Língua PortuguesaFenômenos Fonético-Fonológicos da Língua Portuguesa
Fenômenos Fonético-Fonológicos da Língua Portuguesa
 
Leitura e Escrita na Universidade
Leitura e Escrita na UniversidadeLeitura e Escrita na Universidade
Leitura e Escrita na Universidade
 
Gêneros Textuais: teoria e prática
Gêneros Textuais: teoria e práticaGêneros Textuais: teoria e prática
Gêneros Textuais: teoria e prática
 
As novas tecnologias no Contexto da Língua Portuguesa
As novas tecnologias no Contexto da Língua PortuguesaAs novas tecnologias no Contexto da Língua Portuguesa
As novas tecnologias no Contexto da Língua Portuguesa
 
Sócio-história da Língua Portuguesa
Sócio-história da Língua PortuguesaSócio-história da Língua Portuguesa
Sócio-história da Língua Portuguesa
 
2 oralidade e letramento
2 oralidade e letramento2 oralidade e letramento
2 oralidade e letramento
 
Textualidade e a construção dos sentidos
Textualidade e a construção dos sentidosTextualidade e a construção dos sentidos
Textualidade e a construção dos sentidos
 

Último

Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 

Último (20)

Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 

Variação e Ensino de Língua Portuguesa

  • 1. Variação linguística e Ensino de Língua Portuguesa Candidato: Marcelo Pires Dias
  • 2. Brevíssima situação (socio)linguística do Brasil • 1 língua oficial (Português); • 180 línguas indígenas, sendo que algumas são co-oficiais em alguns Estados; • Na regiãoAmazônica prevaleceu a utilização da Língua GeralAmazônica (Nhengatu) até 1877;
  • 4. O “mito” da unidade do Português Brasileiro.
  • 6. As Normas da língua Norma Culta Norma Popular VARIEDADES ESTIGMATIZADAS NORMA PADRÃO
  • 7. Variante &Variável • Variante: é a forma linguística (fonema, morfema, palavra) utilizada como opção a outra, com o mesmo valor e função. Ex: A sala na qual nos reunimos. A sala onde nos reunimos.
  • 8. • Variável: é uma unidade com ao menos duas formas variantes, cuja escolha depende de outros fatores. É um conjunto de manifestações do mesmo elemento, e cada uma das manifestações ou expressões de uma variável recebe o nome de variante linguística.
  • 9. Exemplos • As meninas X as menina. • Nós vamos X nós vai. • A casa que eu moro X a casa em que eu moro. • Assisti o filme X assisti ao filme. • Vendem-se casas X vende-se casas.
  • 10. Só em Portugal se fala bem o português… #mito
  • 11.
  • 12. Fatores a serem considerados: • Grupos etários; • Gênero; • Status socioeconômico; • Grau de escolarização; • Rede social;
  • 14. O que o professor deve ensinar? “A educação em língua materna deve deixar de ensinar única e exclusivamente a norma padrão e inserir o aluno na cultura letrada que domina a sociedade em que vive.” PRÁTICAS LEITURA DETEXTOS – PRODUÇÃO DETEXTOS – ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 15. ENSINO PRESCRITIVO ENSINO DESCRITIVO Diga isso, não diga aquilo “Existe isso e existe aquilo.”
  • 16. Preconceito linguístico • “Nóis compramo os artigo necessário.” • “Nós compramos os artigos necessários.” • “*Artigos compramos nós necessários” Erro versus sentença malformada
  • 17. Erro “Não existe erro em língua. Existem, sim, formas de uso da língua diferentes daquelas que são prescritas pela tradição gramatical. No entanto, essas formas diferentes, quando analisadas com critério, revelam-se perfeitamente lógicas e coerentes.” (BAGNO, 2002)
  • 18. Para refletir… • Ao assumir, de fato e de direito, o princípio da heterogeneidade inerente à linguagem, a Linguística moderna, especialmente a Sociolinguística, eliminou preconceitos ao afirmar, axiomaticamente, que todas as línguas e variedades de uma língua são igualmente complexas e eficientes (…); e que nenhuma língua ou varidade dialetal impõe limitações cognitivas na percepção e na produção de enunciados. (CAMACHO, 2005, p.68)
  • 19. “Contrariando a Linguística em seus princípios, a pedagogia da língua elege o correto e o incorreto, sua dicotomia predileta para discriminar e, ao mesmo tempo, selecionar”. (Idem).
  • 20. Referências CARVALHO-BELINI, R; SOUSA, M. M. A variação linguística no livro didático: um olhar sob a perspectiva sociolinguística. In: (Con)textos linguísticos. v. 8 n.10, 2014. Acessado em: http://periodicos.ufes.br/contextoslinguisticos/article/view/5839 Disponível em: 3 de novembro de 2015. BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Educação em língua materna: a sociolinguística na sala de aula. São Paulo: Parábola, 2004. BAGNO, Marcos. Português ou brasileiro? Um convite à pesquisa. São Paulo: Parábola, 2002. CAMACHO, Roberto Gomes. Sociolinguística – parte II. Introdução à linguística: domínios e fronteiras. São Paulo: Cortez, 2005.
  • 21. Referências LUCCHESI, Dante. Polarização sociolinguística no Brasil. Disponível em: http://www.vertentes.ufba.br/projeto/tema Acessado em 3 de novembro de 2015. MATTOS & SILVA, RosaVirgínia.O português são dois: novas fronteiras, velhos problemas. São Paulo: Parábola, 2006. MAIA, Marcus. Manual de Linguística: subsídios para a formação de professores indígenas na área da linguagem. Brasília: MEC/LACED/Museu Nacional, 2006. ROZARIO, Bárbara A. O tratamento da variação linguística no ENEM. Curitiba: UFPR, 2014.