CUIDADOS PALIATIVOS – MORRER COM DIGNIDADE            Filipa Nunes, 2012
“resposta ativa aos problemas decorrentes da doençaprolongada, incurável e progressiva, na tentativa deprevenir o sofrimen...
Cuidados Paliativos objetivos:  Proporcionar qualidade de vida;  Dignificar a vida humana.
 Os     cuidados   paliativos   podem    ser   aplicados atempadamente,       no   decurso   da    doença,   em conjugaçã...
Cuidados paliativos:         Tratamento          específico                   Tratamento       Luto                     pa...
“cuidados em fim de vida de qualidade são prestados porprofissionais que se empenham em manter a dignidade dodoente e dos ...
“Para a Enfermagem, os cuidados paliativossão inerentes à sua prática quotidiana. Aliar aciência e a arte para prestar um ...
A pessoa doente:            Preocupações            com o futuro /                  Medo     Dor/ Falta           Humor   ...
O papel dos enfermeiros nos CP:  Estabelecer uma boa comunicação / relação interpessoal   com a pessoa doente e pessoas s...
O papel dos enfermeiros nos CP:  Avaliar as capacidades/ competências da rede familiar e   social da pessoa doente e fome...
 “O cuidar das pessoas doentes no período terminal dassuas vidas exige da parte dos enfermeiros umaponderação individual ...
Obrigada pela atençãodispensada. Contacto: Filipadnunes@hotmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cuidados Paliativos - Morrer com dignidade

16.859 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

Cuidados Paliativos - Morrer com dignidade

  1. 1. CUIDADOS PALIATIVOS – MORRER COM DIGNIDADE Filipa Nunes, 2012
  2. 2. “resposta ativa aos problemas decorrentes da doençaprolongada, incurável e progressiva, na tentativa deprevenir o sofrimento que ela gera e de proporcionar amáxima qualidade de vida possível a estes doentes esuas famílias. São cuidados de saúde ativos,rigorosos, que combinam ciência e humanismo.” CUIDADOS PALIATIVOS
  3. 3. Cuidados Paliativos objetivos: Proporcionar qualidade de vida; Dignificar a vida humana.
  4. 4.  Os cuidados paliativos podem ser aplicados atempadamente, no decurso da doença, em conjugação com outras terapias que visam prolongar a vida.
  5. 5. Cuidados paliativos: Tratamento específico Tratamento Luto paliativoDiagnóstico Morte
  6. 6. “cuidados em fim de vida de qualidade são prestados porprofissionais que se empenham em manter a dignidade dodoente e dos seus cuidadores; trabalham com as forças elimitações do doente e dos seus cuidadores para lhes devolvero controlo e a gestão da sua própria situação; mantêmequidade quanto à ética do acesso e localização dos recursos;demonstram respeito pelo doente e pelos seus cuidadores;defendem os desejos expressos dos seus doentes, cuidadores;comprometem-se a trabalhar para a excelência da prestação decuidados e do apoio; são responsáveis perante doentes,cuidadores.” (Palliative Care Australia, 2004)
  7. 7. “Para a Enfermagem, os cuidados paliativossão inerentes à sua prática quotidiana. Aliar aciência e a arte para prestar um cuidado que ampare,suporte e conforte é o dever dos profissionais deEnfermagem, desde o auxílio no nascimento aodiagnóstico de uma doença avançada, fortalecendo-se e tornando-se ainda mais presente na fase terminal econtinuando durante o período de luto.” PAPEL ENFERMAGEM
  8. 8. A pessoa doente: Preocupações com o futuro / Medo Dor/ Falta Humor de apetite deprimido
  9. 9. O papel dos enfermeiros nos CP:  Estabelecer uma boa comunicação / relação interpessoal com a pessoa doente e pessoas significativas; Saber escutar;  Avaliar de forma integral a pessoa doente;  Integrar a pessoa doente na equipa;  Prestar acompanhamento psicológico, emocional e social à pessoa doente;
  10. 10. O papel dos enfermeiros nos CP:  Avaliar as capacidades/ competências da rede familiar e social da pessoa doente e fomentar o seu uso;  Envolver a família / pessoas significativas no processo de tratamento curativo e/ou paliativo;  Prestar acompanhamento psicológico, emocional e social à família/pessoas significativas durante a doença e no próprio luto ;
  11. 11.  “O cuidar das pessoas doentes no período terminal dassuas vidas exige da parte dos enfermeiros umaponderação individual das circunstâncias que,envolvendo necessariamente os cuidados de saúdeadequados à pessoa doente, terá que considerar demodo especial as manifestações dos seus valoresculturais e espirituais e o seu envolvimento afetivo,familiar e social.”  Alexandre Laureano Santos
  12. 12. Obrigada pela atençãodispensada. Contacto: Filipadnunes@hotmail.com

×