SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Baixar para ler offline
GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
COORDENAÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE JI-PARANÁ - RO
ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL SILVIO MICHELUZZI
Rua: Padre Franco 2315 - Bairro Habitar Brasil – CEP= 76909-846 – Ji-Paraná – RO
Telefone = (069) 3424-8522 - E-mail : escolasmicheluzzi@seduc.ro.gov.br
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental
Sílvio Micheluzzi em tempos de aulas à distância: Relato de Experiência
Cassiane Ferreira da Silva
Cleonice Barbosa da Mota
Elisamar Ferreira Gomes
Gleiciane Ferreira da Silva
Ivanil Magalhães da Silva
Lucimar Aparecida de Sousa Macedo
Locimar Massalai
Solange Alves de Souza
Teresa Cristina Nunes de Oliveira
Vilma Pereira Luna
Resumo
Este relatório conta as experiências do ensino e aprendizagem em EAD fundamentado na ideia
de protagonismo trazida pela nova BNCC quando trata da utilização de tecnologias digitais de
informação e comunicação através de práticas escolares inclusivas para comunicar, acessar e
produzir conhecimentos desafiando os educandos ao protagonismo pessoal e coletivo. A equipe
de gestora percebeu o esforço de estudantes em ajudar seus pares e potencializou o
protagonismo no sentido de que os alunos chegariam com mais facilidade aos seus colegas.
Sendo assim, foram estimulados por meio de uma gincana e outras ações concretas de
monitoramento, isto é, os próprios adolescentes ajudando-se com a intencionalidade de que
houvesse maior interação e devolutivas das atividades propostas. Como resultado os alunos
passaram a entregar os trabalhos com maior regularidade e qualidade.
Palavras-chave: Educação à Distância. Mídias digitais. Protagonismo Juvenil. Metodologias.
1. Introdução
[...] porque a vida ri-se das previsões e põe palavras onde imaginamos silêncios.”
(SARAMAGO, 2008, p.32)
A escola de Ensino Fundamental Sílvio Micheluzzi, é situada na Rua Padre Franco,
2315, bairro Habitar Brasil no segundo distrito, área periférica da cidade de Ji- Paraná- RO, a
escola iniciou suas atividades no dia 05 de Maio de 1991 e hoje atende alunos moradores da
área urbana e rural do município, a grande maioria dos alunos são filhos de imigrantes de várias
regiões do Brasil e do nosso estado. A comunidade é pertencente a classe popular e é carente
de políticas públicas, o que aumenta o índice de desestruturação familiar, desemprego, entre
outros tipos de abandonos, como falta de saneamento e condições precárias de trabalho, que
reflete diretamente no cotidiano escolar dos alunos, sendo esse contexto social mais um quesito
desafiador para tempos de aulas remotas, uma vez que a escola precisa que o ensino alcance a
todos e os alunos fiquem afetiva e efetivamente vinculados a ela. Eis nosso grande desafio.
Como ferramentas metodológicas a escola conta com a plataforma Google Sala de Aula
e outras ferramentas gratuitas como o WhatsApp e seus recursos e também oferece material
impresso para estudantes que não tem acesso à internet.
Sendo assim, foi necessário que a gestão, juntamente com seus docentes, buscasse meios
para fazer frente às dificuldades advindas dos desafios impostos pelo quadro histórico/social
que a realidade atual nos apresenta.
Nesta conjuntura, para que as relações entre alunos e escola não fossem rompidas era
necessário que houvesse devolutivas das atividades propostas, bem como, colaboração e
parceria entre escola e responsáveis pelos alunos e alunos ajudando seus pares de forma
individual e coletiva.
A partir destas inquietações surgiram práticas exitosas entre a comunidade escolar por
meio de ações protagonizadas pelos próprios alunos e potencializadas por familiares e
professores. Tais práticas são corroboradas pela BNCC (2017, p.15) quando defende a
necessidade imperiosa do “protagonismo do estudante em sua aprendizagem e na construção
de seu projeto de vida”.
2. Metodologia
A experiência contou com a participação ativa da esquipe gestora, professores do 6º ao
9º ano e respectivos alunos. As etapas percorridas aconteceram neste tempo: suspensão das
aulas presenciais por conta da pandemia, reunião virtual da equipe gestora com o grupo de
professores através de “lives” usando o aplicativo Cisco Webex Meetings para delinear
estratégias de aprendizagem em tempos de aulas remotas.
Formamos o grupo de professores via WhatsApp que denominamos “Grupo de aulas
em quarentena” onde seriam postadas decisões, esclarecimentos de dúvidas, ajuda aos docentes,
etc. Decidiu-se que as nas aulas remotas seriam utilizadas as seguintes ferramentas: WhatsApp
dos alunos dos pais ou responsáveis onde cada professor ficaria responsável por uma turma,
logo em seguida e, paralelamente o Classroom e, para os alunos que não tinham acesso à
internet as atividades eram impressas e os responsáveis iriam buscar na escola em dias
devidamente agendados.
Estes instrumentos foram utilizados simultaneamente para contemplar todos os alunos
em suas situações peculiares. No intermezzo desta situação desafiadora, os próprios alunos
começaram a se autoajudar. Aí compreendemos que eles estavam sendo protagonistas e
coautores do processo.
Tal protagonismo foi percebido, abraçado e incentivado pela escola cuja culminância se
deu através da gincana onde foram escolhidos líderes das turmas para animar seus pares a
participar, postar atividades, interagir com seus professores, como é possível de ser comprovado
nos links que seguem. O resultado foi animador pois percebemos que os discentes
intensificaram o envio de atividades e a participação dos mesmos aumentos através das mídias
utilizadas para o ensino nestes tempos. O processo ficou mais fácil quando consideramos que
os próprios alunos conseguiam chegar a seus pares com maior facilidade e eficácia em função
da linguagem, do coleguismo, etc. Um dos desafios, porque não gostamos da palavra
dificuldade, ainda é o acesso da grande maioria dos alunos à internet. E outro, é ajudar os pais
compreenderem que é preciso, é possível seus aprenderem através das aulas remotas e que eles
não podem “tirá-los” da escola e matriculá-los no próximo ano, pois muitos alegam que “não
estão aprendendo nada mesmo”. Estamos e continuamos animadamente nesta luta.
Seguem links que servem de comprovação dos elementos acima consideramos. Claro
está que toda experiência vivida extrapola todo e qualquer vídeo ou tutorial. A rotina escolar
destes tempos é imensurável. Informamos que todos os vídeos ou áudios foram postados com
a autorização dos responsáveis pelos alunos.
Tutorial do aluno Samuel Rainner Magalhães Pereira sobre o uso da Classroom e a postagem
de atividades - https://www.youtube.com/watch?v=QYalCIlNGa8&feature=youtu.be
Depoimento da aluna Jhulya Amorim de Oliveira, 9º “A” sobre sua ajuda os colegas com
dificuldades - https://www.youtube.com/watch?v=EYgoU2e3mg0
Depoimento do aluno Nathan Brilhante dos Santos, 6º “A” sobre a Gincana Virtual para
estimular os alunos a fazer suas atividades e interagir com mais intensidade com seus colegas
e professores - https://youtu.be/BYDPH7R1CXs
3. Resultados e discussão
Deu-se início as aulas remotas no início do mês de abril, inicialmente via WhatsApp até
que a SEDUC do Estado de Rondônia terminasse de organizar a ampliação da plataforma digital
Google Sala de Aula, para que todos estudantes do Estado pudessem usufruir dos benefícios da
mesma. Desde então as ações seguiram alicerçadas em uma metodologia do fazer coletivo
considerando o aluno com protagonista do seu fazer e estimulando-o a ajudar os demais com
dificuldades em assimilar esta nova proposta de aulas, conforme preconiza a BNCC,(2017,
p.61), quando considera que “os jovens têm se engajado cada vez mais como protagonistas da
cultura digital, envolvendo-se diretamente em novas formas de interação multimidiática e
multimodal e de atuação social em rede, que se realizam de modo cada vez mais ágil”.
Conforme o exposto, iniciamos pela organização dos grupos pelo WhatsApp, onde cada
professora, independente do componente curricular que administra ficou incumbida de tutoriar
uma turma, sendo as seguintes: 6° A, 6° B, 7° A, 7° B, 8° A e o 9° A, com aproximadamente
191 alunos. Nesses grupos foram direcionadas atividades para os alunos por meio aulas
expositivas e vídeos selecionados do Youtube, por exemplo.
No dia 30 de abril o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) já estava disponível
para professores e alunos. No entanto os discentes necessitavam de um e-mail para acessar e
muitos desses alunos desconheciam o que seria um endereço eletrônico.
Diante deste desafio o corpo docente e equipe gestora passaram a atendê-los a distância
bem como orientaram os pais quanto à necessidade de aprenderem e aceitarem usar os
instrumentos tecnológicos no intuito de que o ensino e aprendizagem se concretizasse
remotamente.
Em um processo lento e árduo conseguimos ingressar os alunos que tinham acesso a
internet na plataforma digital Google Sala de Aula, mas a entrega das atividades através da
mesma não estava sendo satisfatória. Diante da problemática foram disponibilizados tutoriais
por meio de links indicados pela CRE (Coordenadoria Regional de Educação) da cidade, mas
por mais que foram replicados nos grupos acima mencionados, os estudantes não assimilavam
os vídeos explicativos, outrora não conseguiam abrir os links e por mais que as professoras
insistissem os alunos se negavam a utilizar a plataforma digital indicada para devolutiva das
atividades.
Ainda vivenciando o contexto acima, a SEDUC ofertou aos discentes e docentes o e-
mail institucional em meados do mês de julho, quando tivemos que reiniciar todo o processo
de inclusão na plataforma digital com monitoramento das turmas via WhatsApp e atendimentos
individuais, que causou novos desafios. A cada desafio surgido, dentro e fora da escola, a
mediação foi feita via WhatsApp que é democraticamente falando o meio de acesso aos pais
mais facilitador.
A partir de então, foi notado maior interesse por parte dos alunos em entregar a atividade
via Google Sala de Aula, uma vez que o e-mail institucional aos olhos dos alunos passou a ser
visto como mais exigente, afinal, tratava-se de um e-mail gerado para e pelo o aluno, que
naquele momento percebeu que em algum lugar ele foi lembrado e poderia estar sendo
monitorados e acompanhado.
Alunos que ainda não tinham entregue atividades, passaram a entregar na sala de aula
virtual; no entanto, algumas dessas atividades chegavam sem nenhum anexo inserido no
arquivo. Tal falto nos indicava a dificuldade que os alunos estavam tendo em devolver as
atividades.
Isso inquietou as professoras, de modo que a docente que ministra o componente
curricular de Língua Portuguesa entendeu que estávamos tendo um problema de comunicação,
quando teve a ideia de pedir ao seu filho, que é estudante de outra escola, que utiliza a mesma
ferramenta digital, gravasse um tutorial ensinando de maneira mais simples possível como
devolver a atividade no Google Sala de Aula. Sabemos que quando uma mensagem é
transmitida por seus pares, no caso de adolescente para adolescente se torna mais esclarecedora
para os alunos, até mesmo por questão de identidade, a visão dos alunos pelo mesmo olhar e
mesma linguagem é mais significativa do que uma explicação de um adulto para um
adolescente. Como pode se comprovar posteriormente, uma vez que o tutorial serviu não só
para os nossos alunos como também para outras escolas da região.
Diante do objetivo de ajudar surgiram muitos outros adolescentes que se prontificaram
ajudar seus pares gerando assim a vivência do protagonismo dos próprios alunos.
Durante toda a trajetória de aulas remotas foi perceptível em meio ao nosso grupo
discente o desejo de se ajudarem. Para exemplificar entre essas atitudes de protagonismo
podemos destacar a ação da aluna Jhulya (vide link em anexo da entrevista com esta
adolescente), estudante matriculada no 9° ano, que mesmo retirando atividades impressas na
escola e com o aparelho celular com poucos recursos, a mesma compartilhava as atividades
com um colega de turma morador da zona rural, quando o mesmo não podia vim até a cidade.
Isso nos fez valorizar o protagonismo dos nossos alunos e o desejo de potencializar essa
competência entre os mesmos foi realçado pela ideia que tivemos de promover uma gincana
solidária.
A gincana solidária surgiu com a intenção de que os estudantes passassem a realizar e
entregar as atividades propostas pelo AVA, ou WhatsApp, mas principalmente pelo canal que
a SEDUC ofertou para os estudantes do Estado. A ação que ainda está em andamento iniciou-
se no dia 13 de julho e se entenderá até setembro onde será classificada a turma onde os alunos
realizarem as atividades com maior regularidade.
Haverá uma premiação singela, mas que vem a calhar com as necessidades da nossa
clientela escolar, que será um kit contendo materiais escolares básicos como, lápis, borracha,
caneta, apontador e máscaras de prevenção ao covid-19.
Notamos que o tutorial, a ajuda que os alunos prestaram uns aos outros e a gincana
aumentaram a participação e a entrega de atividades pelos discentes conforme pode ser
identificado na tabela publicada seguinte endereço eletrônico:
https://pt.slideshare.net/LocimarMassalai/dados-da-participao-dos-alunos-da-eeef-silvio-
micheluzzi-em-tempos-de-pandemia
3. Conclusão
Estamos cientes que a realidade atual provocou que toda a esquipe pedagógica e
professores da escola Sílvio Micheluzzi adotasse novos métodos para que o processo de ensino
e aprendizagem fosse concretizado, e esses foram regidos de acordo com as atuais propostas
educacionais para o momento que vivemos.
O fato de termos abraçado a causa com coragem e alegria, fez com que as experiências
fossem exitosas, apesar do desconcerto inicial. No caminho havia uma pedra, como afirma
Drummond, poeticamente falando. E esta pedra era o desafio de manter os alunos vinculados
com a escola e, aprendendo.
O olhar lançado sobre o protagonismo do aluno procurou assegurar que os mesmos não
perdessem o vínculo não somente entre professores e alunos, mas também que assegurasse
laços afeto e relacionamento entre todos da comunidade escolar, visto que familiares dos alunos
e funcionários da escola apoiaram os estudantes em relação a gincana e todas sua dinâmica,
limitada, claro está, por consequência do período crítico que o país está passando.
Com o desenrolar da gincana solidária os alunos passaram a questionar nas seguintes
questões, por exemplo: tempo e modo de entregar as atividades, de desenvolver as atividades.
mais interesse para entender o conteúdo, a fim de retransmitir o compreendido para os seus
colegas, o que demonstrou a relevância da interação entre alunos nos grupos de WhatsApp, na
Classroom e na gincana virtual onde conseguiram discutir com mais assiduidade sobre o
conteúdo e passaram a trocar mais ideias entre si.
Outro ponto positivo está no uso do Google Sala de Aula, onde podemos perceber que
alguns alunos que entregavam arquivos vazios e a partir do uso do tutorial disponibilizado pelo
filho da professora, esses passaram a anexar o arquivo corretamente.
Um ponto que nos desafiou muito foi a indisponibilização do e-mail institucional logo
no início da quarentena. Em nosso ponto de vista este desafio também nos fez crescer porque
aprendemos a lidar de forma unida e coesa com o “inesperado”.
O acesso e a inserção dos estudantes no ambiente de aprendizagem virtual tardiamente
também foi outra dificuldade e muitos deles ainda estão se adaptando ao uso dessa ferramenta.
Contudo consideramos que são perceptíveis os benefícios das ações da comunidade
escolar, que foram aqui mencionadas para a aprendizagem de alunos e professores. Todos
aprendendo e ensinando juntos num processo de interação dialógico.
Diante dessas ações acreditamos que, com as metodologias adotadas, todos nossos
discentes irão gradativamente se familiarizar com o AVA e estarão mais conscientes quanto ao
propósito da EAD na formação de sujeitos autônomos, solidários, dinâmicos e comprometidos
com o aprendizado para a vida. Tal assertiva nos consola pois todos eles têm direito ao acesso
ao conhecimento cultural acumulado ao longo da história da humanidade conforme preconizam
os autores da pedagogia histórico-social.
Acima de tudo nos fica como lição que a experiência de trabalho em parceria e o fazer
coletivo entre equipe gestora, professores, outros profissionais que trabalham na escola é o
caminho para uma educação humanizadora e integral.
Seguimos cientes que temos, todavia, um longo desafio pela frente. No entanto no nosso
horizonte maior está também o compromisso que temos com nossos alunos não apenas na
socialização do conhecimento, mas também em sermos portadores de alegria, fé e esperança
em dias melhores. Juntos somos fortes, juntos já somos vencedores. Chegar até aqui com todas
as conquistas que tivemos, já é uma vitória.
Referências
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível
em:http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 10 de
agosto de 2020.
SARAMAGO, J. A viagem do elefante. 1ªed. São Paulo: Companhia das letras, 2008
GOOGLE, Google Classroom. Disponível em: <https://classroom.google.com/h> Acesso em
....
https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDM5NDFa1
https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDQwMDBa2
https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDQwMzha3
1
Turmas do 6º “A” e 6º “B”
2
Turmas do 7º “A e 7º “B”
3
Turma do 8º “A”
https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDQxMDJa4
4
Turma do 9º “A”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...Antonio Donizete Souza
 
"TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N...
"TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N..."TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N...
"TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N...Joyce Fettermann
 
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...Mariano Pimentel
 
Educação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informaçãoEducação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informaçãoNilda de Oliveira Campos
 
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online Steven Ross
 
CURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFO
CURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFOCURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFO
CURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFOmfigor
 
Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...
Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...
Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...Cíntia Rabello
 
E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"
E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"
E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"Casa da Cultura Digital Multiplica
 
Ensinar e Aprender
Ensinar e AprenderEnsinar e Aprender
Ensinar e AprenderCity
 
Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...
Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...
Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...Cíntia Rabello
 
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeePlano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeeLúcia Maia
 
Artigo caderno pedagógico tics novo
Artigo caderno pedagógico tics novoArtigo caderno pedagógico tics novo
Artigo caderno pedagógico tics novoGilcélia Damascena
 
Redes de aprendizagem
Redes de aprendizagemRedes de aprendizagem
Redes de aprendizagemgisrayzel
 
EDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
EDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRAEDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
EDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRAJoyce Fettermann
 

Mais procurados (20)

Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
Web 2.0 com os recursos do Google Drive no desenvolvimento da leitura e escri...
 
"TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N...
"TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N..."TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N...
"TEMPOS LÍQUIDOS": NOVAS PERSPECTIVAS ACERCA DO USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS N...
 
Criacao do blog
Criacao do blogCriacao do blog
Criacao do blog
 
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
Práticas didático-pedagógicas no período de pós-pandemia e a formação de prof...
 
Educação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informaçãoEducação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informação
 
1ª aula de mídia
1ª aula de mídia1ª aula de mídia
1ª aula de mídia
 
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
 
Pti douglas 12
Pti douglas 12Pti douglas 12
Pti douglas 12
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
CURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFO
CURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFOCURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFO
CURSO REDE DE APRENDIZAGEM PROINFO
 
2º série reda cem - 20.31
2º série   reda cem -  20.312º série   reda cem -  20.31
2º série reda cem - 20.31
 
O uso das mídias sociais
O uso das mídias sociaisO uso das mídias sociais
O uso das mídias sociais
 
Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...
Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...
Oportunidades e desafios na educação online: o papel de professor e alunos no...
 
E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"
E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"
E-book "Conectando saberes: manual para gestão de blogs escolares"
 
Ensinar e Aprender
Ensinar e AprenderEnsinar e Aprender
Ensinar e Aprender
 
Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...
Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...
Redes Sociais na Educação: Usos do Facebook em EAD – Como Alunos percebem a u...
 
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeePlano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
 
Artigo caderno pedagógico tics novo
Artigo caderno pedagógico tics novoArtigo caderno pedagógico tics novo
Artigo caderno pedagógico tics novo
 
Redes de aprendizagem
Redes de aprendizagemRedes de aprendizagem
Redes de aprendizagem
 
EDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
EDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRAEDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
EDUCAÇÃO LÍQUIDA E TECNOLOGIAS DIGITAIS NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
 

Semelhante a O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Sílvio Micheluzzi em tempos de aulas à distância: Relato de Experiência

A motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimento
A motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimentoA motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimento
A motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimentoantonio sérgio nogueira
 
Apresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo Digital
Apresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo DigitalApresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo Digital
Apresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo Digitalvivibava
 
Atividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e Hipermídias
Atividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e HipermídiasAtividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e Hipermídias
Atividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e HipermídiasJuçara Guimaraes Guimarães
 
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)Samuel Icasa
 
Modulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuciModulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuciLuci Edimilson
 
Jairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaula
Jairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaulaJairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaula
Jairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaulaLeo Macena
 
Teceduca 2010 brasil_ejadigital
Teceduca 2010 brasil_ejadigitalTeceduca 2010 brasil_ejadigital
Teceduca 2010 brasil_ejadigitalticEDUCA2010
 
O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...
O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...
O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...ProfessorGesiel1
 
1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas
1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas
1.4 reflexoessobrecenariosdemudancasPaula Alves
 
Apresentaçã tecnologia aplicadas a Educação
Apresentaçã tecnologia aplicadas a EducaçãoApresentaçã tecnologia aplicadas a Educação
Apresentaçã tecnologia aplicadas a EducaçãoDarrlan
 
Facebook_para_educadores
Facebook_para_educadoresFacebook_para_educadores
Facebook_para_educadorestamires.uerj
 
Apresentação cristiana proinfo odp
Apresentação cristiana proinfo odpApresentação cristiana proinfo odp
Apresentação cristiana proinfo odpCristiana Souza
 
Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...
Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...
Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...Jenny De la Rosa
 
Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais
Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociaisDiretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais
Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociaisProcoxim
 
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADARELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADAJairo Felipe
 

Semelhante a O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Sílvio Micheluzzi em tempos de aulas à distância: Relato de Experiência (20)

Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
A motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimento
A motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimentoA motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimento
A motivação nos cursos EaD: uma questão de envolvimento
 
Apresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo Digital
Apresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo DigitalApresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo Digital
Apresentação final. Ensino e Aprendizagem no Mundo Digital
 
Atividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e Hipermídias
Atividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e HipermídiasAtividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e Hipermídias
Atividade Avaliativa - Elementos de Multimídias e Hipermídias
 
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
 
Modulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuciModulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuci
 
Jairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaula
Jairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaulaJairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaula
Jairoalves unid02 ativ2-7-relatoriodaaula
 
ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJA
ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJAALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJA
ALFABETIZAÇÃO E INCLUSÃO DIGITAL NA EJA
 
Teceduca 2010 brasil_ejadigital
Teceduca 2010 brasil_ejadigitalTeceduca 2010 brasil_ejadigital
Teceduca 2010 brasil_ejadigital
 
O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...
O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...
O IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA COMO FERRAMENTA ...
 
1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas
1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas
1.4 reflexoessobrecenariosdemudancas
 
Apresentaçã tecnologia aplicadas a Educação
Apresentaçã tecnologia aplicadas a EducaçãoApresentaçã tecnologia aplicadas a Educação
Apresentaçã tecnologia aplicadas a Educação
 
Facebook para Educadores
Facebook para EducadoresFacebook para Educadores
Facebook para Educadores
 
Facebook_para_educadores
Facebook_para_educadoresFacebook_para_educadores
Facebook_para_educadores
 
Apresentação cristiana proinfo odp
Apresentação cristiana proinfo odpApresentação cristiana proinfo odp
Apresentação cristiana proinfo odp
 
Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...
Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...
Cobertura do V Encontro Brasileiro de Educomunicação, Educação midiática e po...
 
Registro do Retrato da Escola
Registro do Retrato da EscolaRegistro do Retrato da Escola
Registro do Retrato da Escola
 
Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais
Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociaisDiretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais
Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais
 
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADARELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
 
Marli ativ3.1
Marli ativ3.1Marli ativ3.1
Marli ativ3.1
 

Mais de LOCIMAR MASSALAI

Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemiaProjeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemiaLOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais LOCIMAR MASSALAI
 
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...LOCIMAR MASSALAI
 
BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica LOCIMAR MASSALAI
 
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -ROCaderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -ROLOCIMAR MASSALAI
 
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáGuia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáLOCIMAR MASSALAI
 
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda LOCIMAR MASSALAI
 
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi LOCIMAR MASSALAI
 
Modelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiênciasModelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiênciasLOCIMAR MASSALAI
 
Projeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico EscolarProjeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico EscolarLOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinPlano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinLOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar LOCIMAR MASSALAI
 

Mais de LOCIMAR MASSALAI (20)

Retrospectiva 2020/2021
Retrospectiva 2020/2021Retrospectiva 2020/2021
Retrospectiva 2020/2021
 
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemiaProjeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
 
Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais
 
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
 
O papel do gestor
O papel do gestor O papel do gestor
O papel do gestor
 
BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica
 
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -ROCaderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
 
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáGuia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
 
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
 
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
 
Modelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiênciasModelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiências
 
Projeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico EscolarProjeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico Escolar
 
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
 
Plano de Ensino de LP
Plano de Ensino de LPPlano de Ensino de LP
Plano de Ensino de LP
 
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
 
Plano de Ensino 4º ano
Plano de Ensino 4º ano Plano de Ensino 4º ano
Plano de Ensino 4º ano
 
Plano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinPlano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do Labin
 
Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências
 
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
 
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
 

Último

Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 

Último (20)

Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 

O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Sílvio Micheluzzi em tempos de aulas à distância: Relato de Experiência

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE JI-PARANÁ - RO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL SILVIO MICHELUZZI Rua: Padre Franco 2315 - Bairro Habitar Brasil – CEP= 76909-846 – Ji-Paraná – RO Telefone = (069) 3424-8522 - E-mail : escolasmicheluzzi@seduc.ro.gov.br O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Sílvio Micheluzzi em tempos de aulas à distância: Relato de Experiência Cassiane Ferreira da Silva Cleonice Barbosa da Mota Elisamar Ferreira Gomes Gleiciane Ferreira da Silva Ivanil Magalhães da Silva Lucimar Aparecida de Sousa Macedo Locimar Massalai Solange Alves de Souza Teresa Cristina Nunes de Oliveira Vilma Pereira Luna Resumo Este relatório conta as experiências do ensino e aprendizagem em EAD fundamentado na ideia de protagonismo trazida pela nova BNCC quando trata da utilização de tecnologias digitais de informação e comunicação através de práticas escolares inclusivas para comunicar, acessar e produzir conhecimentos desafiando os educandos ao protagonismo pessoal e coletivo. A equipe de gestora percebeu o esforço de estudantes em ajudar seus pares e potencializou o
  • 2. protagonismo no sentido de que os alunos chegariam com mais facilidade aos seus colegas. Sendo assim, foram estimulados por meio de uma gincana e outras ações concretas de monitoramento, isto é, os próprios adolescentes ajudando-se com a intencionalidade de que houvesse maior interação e devolutivas das atividades propostas. Como resultado os alunos passaram a entregar os trabalhos com maior regularidade e qualidade. Palavras-chave: Educação à Distância. Mídias digitais. Protagonismo Juvenil. Metodologias. 1. Introdução [...] porque a vida ri-se das previsões e põe palavras onde imaginamos silêncios.” (SARAMAGO, 2008, p.32) A escola de Ensino Fundamental Sílvio Micheluzzi, é situada na Rua Padre Franco, 2315, bairro Habitar Brasil no segundo distrito, área periférica da cidade de Ji- Paraná- RO, a escola iniciou suas atividades no dia 05 de Maio de 1991 e hoje atende alunos moradores da área urbana e rural do município, a grande maioria dos alunos são filhos de imigrantes de várias regiões do Brasil e do nosso estado. A comunidade é pertencente a classe popular e é carente de políticas públicas, o que aumenta o índice de desestruturação familiar, desemprego, entre outros tipos de abandonos, como falta de saneamento e condições precárias de trabalho, que reflete diretamente no cotidiano escolar dos alunos, sendo esse contexto social mais um quesito desafiador para tempos de aulas remotas, uma vez que a escola precisa que o ensino alcance a todos e os alunos fiquem afetiva e efetivamente vinculados a ela. Eis nosso grande desafio. Como ferramentas metodológicas a escola conta com a plataforma Google Sala de Aula e outras ferramentas gratuitas como o WhatsApp e seus recursos e também oferece material impresso para estudantes que não tem acesso à internet. Sendo assim, foi necessário que a gestão, juntamente com seus docentes, buscasse meios para fazer frente às dificuldades advindas dos desafios impostos pelo quadro histórico/social que a realidade atual nos apresenta. Nesta conjuntura, para que as relações entre alunos e escola não fossem rompidas era necessário que houvesse devolutivas das atividades propostas, bem como, colaboração e parceria entre escola e responsáveis pelos alunos e alunos ajudando seus pares de forma individual e coletiva.
  • 3. A partir destas inquietações surgiram práticas exitosas entre a comunidade escolar por meio de ações protagonizadas pelos próprios alunos e potencializadas por familiares e professores. Tais práticas são corroboradas pela BNCC (2017, p.15) quando defende a necessidade imperiosa do “protagonismo do estudante em sua aprendizagem e na construção de seu projeto de vida”. 2. Metodologia A experiência contou com a participação ativa da esquipe gestora, professores do 6º ao 9º ano e respectivos alunos. As etapas percorridas aconteceram neste tempo: suspensão das aulas presenciais por conta da pandemia, reunião virtual da equipe gestora com o grupo de professores através de “lives” usando o aplicativo Cisco Webex Meetings para delinear estratégias de aprendizagem em tempos de aulas remotas. Formamos o grupo de professores via WhatsApp que denominamos “Grupo de aulas em quarentena” onde seriam postadas decisões, esclarecimentos de dúvidas, ajuda aos docentes, etc. Decidiu-se que as nas aulas remotas seriam utilizadas as seguintes ferramentas: WhatsApp dos alunos dos pais ou responsáveis onde cada professor ficaria responsável por uma turma, logo em seguida e, paralelamente o Classroom e, para os alunos que não tinham acesso à internet as atividades eram impressas e os responsáveis iriam buscar na escola em dias devidamente agendados. Estes instrumentos foram utilizados simultaneamente para contemplar todos os alunos em suas situações peculiares. No intermezzo desta situação desafiadora, os próprios alunos começaram a se autoajudar. Aí compreendemos que eles estavam sendo protagonistas e coautores do processo. Tal protagonismo foi percebido, abraçado e incentivado pela escola cuja culminância se deu através da gincana onde foram escolhidos líderes das turmas para animar seus pares a participar, postar atividades, interagir com seus professores, como é possível de ser comprovado nos links que seguem. O resultado foi animador pois percebemos que os discentes intensificaram o envio de atividades e a participação dos mesmos aumentos através das mídias utilizadas para o ensino nestes tempos. O processo ficou mais fácil quando consideramos que os próprios alunos conseguiam chegar a seus pares com maior facilidade e eficácia em função
  • 4. da linguagem, do coleguismo, etc. Um dos desafios, porque não gostamos da palavra dificuldade, ainda é o acesso da grande maioria dos alunos à internet. E outro, é ajudar os pais compreenderem que é preciso, é possível seus aprenderem através das aulas remotas e que eles não podem “tirá-los” da escola e matriculá-los no próximo ano, pois muitos alegam que “não estão aprendendo nada mesmo”. Estamos e continuamos animadamente nesta luta. Seguem links que servem de comprovação dos elementos acima consideramos. Claro está que toda experiência vivida extrapola todo e qualquer vídeo ou tutorial. A rotina escolar destes tempos é imensurável. Informamos que todos os vídeos ou áudios foram postados com a autorização dos responsáveis pelos alunos. Tutorial do aluno Samuel Rainner Magalhães Pereira sobre o uso da Classroom e a postagem de atividades - https://www.youtube.com/watch?v=QYalCIlNGa8&feature=youtu.be Depoimento da aluna Jhulya Amorim de Oliveira, 9º “A” sobre sua ajuda os colegas com dificuldades - https://www.youtube.com/watch?v=EYgoU2e3mg0 Depoimento do aluno Nathan Brilhante dos Santos, 6º “A” sobre a Gincana Virtual para estimular os alunos a fazer suas atividades e interagir com mais intensidade com seus colegas e professores - https://youtu.be/BYDPH7R1CXs 3. Resultados e discussão Deu-se início as aulas remotas no início do mês de abril, inicialmente via WhatsApp até que a SEDUC do Estado de Rondônia terminasse de organizar a ampliação da plataforma digital Google Sala de Aula, para que todos estudantes do Estado pudessem usufruir dos benefícios da mesma. Desde então as ações seguiram alicerçadas em uma metodologia do fazer coletivo considerando o aluno com protagonista do seu fazer e estimulando-o a ajudar os demais com dificuldades em assimilar esta nova proposta de aulas, conforme preconiza a BNCC,(2017, p.61), quando considera que “os jovens têm se engajado cada vez mais como protagonistas da cultura digital, envolvendo-se diretamente em novas formas de interação multimidiática e multimodal e de atuação social em rede, que se realizam de modo cada vez mais ágil”. Conforme o exposto, iniciamos pela organização dos grupos pelo WhatsApp, onde cada professora, independente do componente curricular que administra ficou incumbida de tutoriar uma turma, sendo as seguintes: 6° A, 6° B, 7° A, 7° B, 8° A e o 9° A, com aproximadamente
  • 5. 191 alunos. Nesses grupos foram direcionadas atividades para os alunos por meio aulas expositivas e vídeos selecionados do Youtube, por exemplo. No dia 30 de abril o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) já estava disponível para professores e alunos. No entanto os discentes necessitavam de um e-mail para acessar e muitos desses alunos desconheciam o que seria um endereço eletrônico. Diante deste desafio o corpo docente e equipe gestora passaram a atendê-los a distância bem como orientaram os pais quanto à necessidade de aprenderem e aceitarem usar os instrumentos tecnológicos no intuito de que o ensino e aprendizagem se concretizasse remotamente. Em um processo lento e árduo conseguimos ingressar os alunos que tinham acesso a internet na plataforma digital Google Sala de Aula, mas a entrega das atividades através da mesma não estava sendo satisfatória. Diante da problemática foram disponibilizados tutoriais por meio de links indicados pela CRE (Coordenadoria Regional de Educação) da cidade, mas por mais que foram replicados nos grupos acima mencionados, os estudantes não assimilavam os vídeos explicativos, outrora não conseguiam abrir os links e por mais que as professoras insistissem os alunos se negavam a utilizar a plataforma digital indicada para devolutiva das atividades. Ainda vivenciando o contexto acima, a SEDUC ofertou aos discentes e docentes o e- mail institucional em meados do mês de julho, quando tivemos que reiniciar todo o processo de inclusão na plataforma digital com monitoramento das turmas via WhatsApp e atendimentos individuais, que causou novos desafios. A cada desafio surgido, dentro e fora da escola, a mediação foi feita via WhatsApp que é democraticamente falando o meio de acesso aos pais mais facilitador. A partir de então, foi notado maior interesse por parte dos alunos em entregar a atividade via Google Sala de Aula, uma vez que o e-mail institucional aos olhos dos alunos passou a ser visto como mais exigente, afinal, tratava-se de um e-mail gerado para e pelo o aluno, que naquele momento percebeu que em algum lugar ele foi lembrado e poderia estar sendo monitorados e acompanhado. Alunos que ainda não tinham entregue atividades, passaram a entregar na sala de aula virtual; no entanto, algumas dessas atividades chegavam sem nenhum anexo inserido no arquivo. Tal falto nos indicava a dificuldade que os alunos estavam tendo em devolver as atividades. Isso inquietou as professoras, de modo que a docente que ministra o componente curricular de Língua Portuguesa entendeu que estávamos tendo um problema de comunicação,
  • 6. quando teve a ideia de pedir ao seu filho, que é estudante de outra escola, que utiliza a mesma ferramenta digital, gravasse um tutorial ensinando de maneira mais simples possível como devolver a atividade no Google Sala de Aula. Sabemos que quando uma mensagem é transmitida por seus pares, no caso de adolescente para adolescente se torna mais esclarecedora para os alunos, até mesmo por questão de identidade, a visão dos alunos pelo mesmo olhar e mesma linguagem é mais significativa do que uma explicação de um adulto para um adolescente. Como pode se comprovar posteriormente, uma vez que o tutorial serviu não só para os nossos alunos como também para outras escolas da região. Diante do objetivo de ajudar surgiram muitos outros adolescentes que se prontificaram ajudar seus pares gerando assim a vivência do protagonismo dos próprios alunos. Durante toda a trajetória de aulas remotas foi perceptível em meio ao nosso grupo discente o desejo de se ajudarem. Para exemplificar entre essas atitudes de protagonismo podemos destacar a ação da aluna Jhulya (vide link em anexo da entrevista com esta adolescente), estudante matriculada no 9° ano, que mesmo retirando atividades impressas na escola e com o aparelho celular com poucos recursos, a mesma compartilhava as atividades com um colega de turma morador da zona rural, quando o mesmo não podia vim até a cidade. Isso nos fez valorizar o protagonismo dos nossos alunos e o desejo de potencializar essa competência entre os mesmos foi realçado pela ideia que tivemos de promover uma gincana solidária. A gincana solidária surgiu com a intenção de que os estudantes passassem a realizar e entregar as atividades propostas pelo AVA, ou WhatsApp, mas principalmente pelo canal que a SEDUC ofertou para os estudantes do Estado. A ação que ainda está em andamento iniciou- se no dia 13 de julho e se entenderá até setembro onde será classificada a turma onde os alunos realizarem as atividades com maior regularidade. Haverá uma premiação singela, mas que vem a calhar com as necessidades da nossa clientela escolar, que será um kit contendo materiais escolares básicos como, lápis, borracha, caneta, apontador e máscaras de prevenção ao covid-19. Notamos que o tutorial, a ajuda que os alunos prestaram uns aos outros e a gincana aumentaram a participação e a entrega de atividades pelos discentes conforme pode ser identificado na tabela publicada seguinte endereço eletrônico: https://pt.slideshare.net/LocimarMassalai/dados-da-participao-dos-alunos-da-eeef-silvio- micheluzzi-em-tempos-de-pandemia
  • 7. 3. Conclusão Estamos cientes que a realidade atual provocou que toda a esquipe pedagógica e professores da escola Sílvio Micheluzzi adotasse novos métodos para que o processo de ensino e aprendizagem fosse concretizado, e esses foram regidos de acordo com as atuais propostas educacionais para o momento que vivemos. O fato de termos abraçado a causa com coragem e alegria, fez com que as experiências fossem exitosas, apesar do desconcerto inicial. No caminho havia uma pedra, como afirma Drummond, poeticamente falando. E esta pedra era o desafio de manter os alunos vinculados com a escola e, aprendendo. O olhar lançado sobre o protagonismo do aluno procurou assegurar que os mesmos não perdessem o vínculo não somente entre professores e alunos, mas também que assegurasse laços afeto e relacionamento entre todos da comunidade escolar, visto que familiares dos alunos e funcionários da escola apoiaram os estudantes em relação a gincana e todas sua dinâmica, limitada, claro está, por consequência do período crítico que o país está passando. Com o desenrolar da gincana solidária os alunos passaram a questionar nas seguintes questões, por exemplo: tempo e modo de entregar as atividades, de desenvolver as atividades. mais interesse para entender o conteúdo, a fim de retransmitir o compreendido para os seus colegas, o que demonstrou a relevância da interação entre alunos nos grupos de WhatsApp, na Classroom e na gincana virtual onde conseguiram discutir com mais assiduidade sobre o conteúdo e passaram a trocar mais ideias entre si. Outro ponto positivo está no uso do Google Sala de Aula, onde podemos perceber que alguns alunos que entregavam arquivos vazios e a partir do uso do tutorial disponibilizado pelo filho da professora, esses passaram a anexar o arquivo corretamente. Um ponto que nos desafiou muito foi a indisponibilização do e-mail institucional logo no início da quarentena. Em nosso ponto de vista este desafio também nos fez crescer porque aprendemos a lidar de forma unida e coesa com o “inesperado”. O acesso e a inserção dos estudantes no ambiente de aprendizagem virtual tardiamente também foi outra dificuldade e muitos deles ainda estão se adaptando ao uso dessa ferramenta. Contudo consideramos que são perceptíveis os benefícios das ações da comunidade escolar, que foram aqui mencionadas para a aprendizagem de alunos e professores. Todos aprendendo e ensinando juntos num processo de interação dialógico.
  • 8. Diante dessas ações acreditamos que, com as metodologias adotadas, todos nossos discentes irão gradativamente se familiarizar com o AVA e estarão mais conscientes quanto ao propósito da EAD na formação de sujeitos autônomos, solidários, dinâmicos e comprometidos com o aprendizado para a vida. Tal assertiva nos consola pois todos eles têm direito ao acesso ao conhecimento cultural acumulado ao longo da história da humanidade conforme preconizam os autores da pedagogia histórico-social. Acima de tudo nos fica como lição que a experiência de trabalho em parceria e o fazer coletivo entre equipe gestora, professores, outros profissionais que trabalham na escola é o caminho para uma educação humanizadora e integral. Seguimos cientes que temos, todavia, um longo desafio pela frente. No entanto no nosso horizonte maior está também o compromisso que temos com nossos alunos não apenas na socialização do conhecimento, mas também em sermos portadores de alegria, fé e esperança em dias melhores. Juntos somos fortes, juntos já somos vencedores. Chegar até aqui com todas as conquistas que tivemos, já é uma vitória. Referências BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em:http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 10 de agosto de 2020. SARAMAGO, J. A viagem do elefante. 1ªed. São Paulo: Companhia das letras, 2008 GOOGLE, Google Classroom. Disponível em: <https://classroom.google.com/h> Acesso em .... https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDM5NDFa1 https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDQwMDBa2 https://classroom.google.com/c/Nzg4NTgxNDQwMzha3 1 Turmas do 6º “A” e 6º “B” 2 Turmas do 7º “A e 7º “B” 3 Turma do 8º “A”