SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
ESTADO DE SANTA CATARINA
PODER JUDICIÁRIO
Comarca - Criciúma
2ª Vara da Fazenda
Endereço: Av. Santos Dumont, S/N, Prédio do Fórum, Milanese - CEP 88804-500, Fone: (48) 3431-5396, Criciúma-SC - E-
mail: criciuma.fazenda2@tjsc.jus.br
M12530
Autos n. 0900331-29.2015.8.24.0020
Ação: Ação Civil Pública
Autor: Ministério Público do Estado de Santa Catarina/
Réu: Estado de Santa Catarina/
Vistos etc.
Cuida-se de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado
de Santa Catarina em desfavor do Estado de Santa Catarina, narrando, em síntese, que
que pela necessidade de instalação de novos equipamentos no Aeroporto Diomício Freitas,
vitais para auxiliar na aproximação de pouso das aeronaves, foi necessário o corte de
vegetação nativa na cabeceira da pista. Aduziu que a autorização de corte resultou ao
Estado a obrigação de tomar algumas medidas mitigadoras e compensatórias, medidas
estas não cumpridas até o momento.
Requereu a condenação do réu nas seguintes obrigações de fazer:
- recuperação total da área degradada, mediante o cumprimento das
medidas mitigadoras e compensatórias previstas na Autorização de Corte n. 056/04;
- implantar o Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD) assim
que aprovado pela Fundação do Meio Ambiente (FATMA), no prazo máximo de 180 (cento
e oitenta) dias da sua aprovação, da área de preservação permanente do Rio Sangão; e
- reflorestar as áreas elencadas no Inventário Florestal do Inquérito Civil
que acompanha a presente ação, situadas na Lagoa do Verdinho, Morro do Céu, Morro da
Cruz e Parque Ecológico José Milanese, localizados no Município de Criciúma, tudo de
acordo com a orientação dada pelo órgão ambiental competente.
Notificado, o réu prestou informações, sendo a liminar indeferida.
Citado, o réu apresentou resposta na forma de contestação, alegando,
preliminarmente, a necessidade de formação de litisconsórcio com os Municípios de
Forquilhinha, Criciúma e Siderópolis. No mérito, afirmou que não possui responsabilidade
pelos danos alegados na inicial, seja por ação ou omissão, em especial porque está
tomando as medidas previstas na AuC n. 056/04. No mais, caso seja acolhido o pedido,
pugnou pela concessão de prazo razoável para cumprimento das obrigações, insurgindo-se
contra a aplicação de multa para cumprimento da decisão judicial, pugnando pela
improcedência do pedido.
Após réplica, vieram-me os autos conclusos.
Paraconferirooriginal,acesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0900331-29.2015.8.24.0020ecdigo4D08877.
Estedocumentofoiliberadonosautosem23/03/2016s17:52,cpiadooriginalassinadodigitalmenteporPDDE-041450105ePEDROAUJORFURTADOJUNIOR.
fls. 696
ESTADO DE SANTA CATARINA
PODER JUDICIÁRIO
Comarca - Criciúma
2ª Vara da Fazenda
Endereço: Av. Santos Dumont, S/N, Prédio do Fórum, Milanese - CEP 88804-500, Fone: (48) 3431-5396, Criciúma-SC - E-
mail: criciuma.fazenda2@tjsc.jus.br
M12530
É o breve relatório.
Decido.
Julgo antecipadamente a lide, por não haver necessidade de produção de
novas provas.
De plano afasto a preliminar de necessidade de formação de litisconsórcio
com os Municípios de Forquilhinha, Criciúma e Siderópolis, pois estes não sofrerão os
efeitos da sentença proferida, em caso de procedência do pedido, razão pela qual sua
presença no polo passivo da lide não é necessária.
Isso porque todas as obrigações de fazer buscadas pelo Ministério Público
são de responsabilidade do Estado (vide Cláusula Quarta, item 4.2, do Termo de Convênio
a folhas 174/183), não dos Municípios apontados, tratando-se, ademais, de obrigações
passíveis de cumprimento de forma isolada pelo ente federado, sem necessidade de
intervenção dos entes municipais.
Passo ao mérito.
Sem maiores digressões, apesar da negativa geral apresentada pelo réu,
negando a existência de responsabilidade pelo dano ambiental, o fato é que assumiu, de
forma expressa, a responsabilidade pelas obrigações ora exigidas, conforme Termo de
Convênio n. 004/2005/0001 (folhas 174/183), o qual foi firmado pelo então Governador do
Estado de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, como se vê da assinatura a folhas 183
dos presentes autos.
Em referido Termo, mais especificamente na Cláusula Quarta, item 4.2 (a
folhas 178/180), estão listadas as obrigações atribuídas ao réu, de forma exclusiva,
ressalto.
Todas as obrigações de fazer pugnadas pelo Ministério Público na inicial
estão contempladas na indigitada cláusula, no item 4.2.11 (folhas 180).
Inarredável, pois, a responsabilidade do Estado de Santa Catarina.
Destaco que a afirmação do réu, que está dando cumprimento às medidas
previstas na autorização de corte AuC n. 056/04 veio desacompanhada de qualquer indício
de prova capaz de sustentar o alegado.
Por outro lado, o documento a folhas 236, corroborado pelos documentos
a folhas 302/323, atestam que as medidas não foram tomadas, sendo de rigor acolher o
pedido.
Paraconferirooriginal,acesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0900331-29.2015.8.24.0020ecdigo4D08877.
Estedocumentofoiliberadonosautosem23/03/2016s17:52,cpiadooriginalassinadodigitalmenteporPDDE-041450105ePEDROAUJORFURTADOJUNIOR.
fls. 697
ESTADO DE SANTA CATARINA
PODER JUDICIÁRIO
Comarca - Criciúma
2ª Vara da Fazenda
Endereço: Av. Santos Dumont, S/N, Prédio do Fórum, Milanese - CEP 88804-500, Fone: (48) 3431-5396, Criciúma-SC - E-
mail: criciuma.fazenda2@tjsc.jus.br
M12530
Exceto no tocante à fixação de multa, pois não há razão para presumir que
a ordem judicial ora emanada não seja cumprida, sem prejuízo de aplicação da penalidade
em momento posterior, caso confirmada a presente decisão e o réu permaneça inerte.
Por fim, entendo como razoável a fixação de prazo mais dilatado para
cumprimento das obrigações, até mesmo para que não seja fixada uma obrigação
inexequível, porém levando em conta a omissão do ente estatal até então.
Assim, fixo em 1 (um) ano o prazo para cumprimento das obrigações,
salvo a necessidade de prazo maior para alguma medida desde que justificado pelo órgão
ambiental competente.
Ante o exposto, JULGO PROCEDENTE o pedido inicial e,
consequentemente, condeno o Estado de Santa Catarina nas seguintes obrigações de
fazer, a serem executadas no prazo máximo de 1 (um) ano, salvo necessidade de prazo
maior devidamente justificado pelo órgão ambiental competente:
I) recuperação total da área degradada, mediante o cumprimento das
medidas mitigadoras e compensatórias previstas na Autorização de Corte n. 056/04;
II) implantação do Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD) da
área de preservação permanente do Rio Sangão, aprovado pela Fundação do Meio
Ambiente (FATMA); e
III) reflorestamento das áreas elencadas no Inventário Florestal a folhas
65/149 dos presentes autos, situadas na Lagoa do Verdinho, Morro do Céu, Morro da Cruz
e Parque Ecológico José Milanese, localizados no Município de Criciúma, tudo de acordo
com a orientação dada pelo órgão ambiental competente.
Sem custas (art. 35, h, do Regimento de Custas e Emolumentos do
Estado de Santa Catarina) e honorários (art. 128, § 5º, II, a, da CR).
Em reexame necessário.
P. R. I.
Criciúma, 23 de março de 2016.
Pedro Aujor Furtado Júnior
Juiz de Direito
"DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE
Lei n. 11.419/2006, art. 1º, § 2º, III, a”
Paraconferirooriginal,acesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0900331-29.2015.8.24.0020ecdigo4D08877.
Estedocumentofoiliberadonosautosem23/03/2016s17:52,cpiadooriginalassinadodigitalmenteporPDDE-041450105ePEDROAUJORFURTADOJUNIOR.
fls. 698

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Extrajudicial portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...
Extrajudicial   portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...Extrajudicial   portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...
Extrajudicial portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...Luiz Fernando Góes Ulysséa
 
Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000
Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000
Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000Luiz Fernando Góes Ulysséa
 

Mais procurados (20)

Liminar bairro imigrantes
Liminar   bairro imigrantesLiminar   bairro imigrantes
Liminar bairro imigrantes
 
Decisão negando liminar br parking
Decisão negando liminar   br parkingDecisão negando liminar   br parking
Decisão negando liminar br parking
 
Extrajudicial portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...
Extrajudicial   portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...Extrajudicial   portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...
Extrajudicial portaria de instauração de inquérito civil público - meio amb...
 
Decisão
DecisãoDecisão
Decisão
 
Liminar construtora peruchi
Liminar   construtora peruchiLiminar   construtora peruchi
Liminar construtora peruchi
 
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
Autos n° 0019685 36.2013.8.24.0020
 
Liminar valmir zoche
Liminar   valmir zocheLiminar   valmir zoche
Liminar valmir zoche
 
Sentença locks - frankfurt
Sentença   locks - frankfurtSentença   locks - frankfurt
Sentença locks - frankfurt
 
0900407 19.2016.8.24.0020
0900407 19.2016.8.24.00200900407 19.2016.8.24.0020
0900407 19.2016.8.24.0020
 
8000506 98.2017.8.24.0000
8000506 98.2017.8.24.00008000506 98.2017.8.24.0000
8000506 98.2017.8.24.0000
 
Liminar prad
Liminar   pradLiminar   prad
Liminar prad
 
8000472 60.2016.8.24.0000
8000472 60.2016.8.24.00008000472 60.2016.8.24.0000
8000472 60.2016.8.24.0000
 
310003052240 - eproc - __
   310003052240 - eproc - __   310003052240 - eproc - __
310003052240 - eproc - __
 
8000094 70.2017.8.24.0000
8000094 70.2017.8.24.00008000094 70.2017.8.24.0000
8000094 70.2017.8.24.0000
 
Sentença muro
Sentença   muroSentença   muro
Sentença muro
 
Acordão agravo
Acordão agravoAcordão agravo
Acordão agravo
 
Reexame necessário
Reexame necessárioReexame necessário
Reexame necessário
 
0000052 05.2014.8.24.0020
0000052 05.2014.8.24.00200000052 05.2014.8.24.0020
0000052 05.2014.8.24.0020
 
Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000
Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000
Agravo de Instrumento nº 0141932-11.2015.8.24.0000
 
Recomendação dpft
Recomendação dpftRecomendação dpft
Recomendação dpft
 

Destaque

Destaque (20)

Adi procedente
Adi procedenteAdi procedente
Adi procedente
 
Acp casan
Acp casanAcp casan
Acp casan
 
Decisão estação casan 1
Decisão estação casan 1Decisão estação casan 1
Decisão estação casan 1
 
Digitacao 2016 03_01_11_32_30_856
Digitacao 2016 03_01_11_32_30_856Digitacao 2016 03_01_11_32_30_856
Digitacao 2016 03_01_11_32_30_856
 
Digitalizacao 2016 03_22_17_08_43_460
Digitalizacao 2016 03_22_17_08_43_460Digitalizacao 2016 03_22_17_08_43_460
Digitalizacao 2016 03_22_17_08_43_460
 
Acórdão petit pavé
Acórdão   petit pavéAcórdão   petit pavé
Acórdão petit pavé
 
Sentença
SentençaSentença
Sentença
 
Decisão liminar ferro velho
Decisão liminar   ferro velho Decisão liminar   ferro velho
Decisão liminar ferro velho
 
0900258 23
0900258 230900258 23
0900258 23
 
Evento 13 despadec1
Evento 13   despadec1Evento 13   despadec1
Evento 13 despadec1
 
Acórdão ccz
Acórdão cczAcórdão ccz
Acórdão ccz
 
Decisão boqueio de bens
Decisão boqueio de bensDecisão boqueio de bens
Decisão boqueio de bens
 
(Foto de página inteira)
(Foto de página inteira)(Foto de página inteira)
(Foto de página inteira)
 
Giovanieeveraldo.pdf
Giovanieeveraldo.pdfGiovanieeveraldo.pdf
Giovanieeveraldo.pdf
 
Decisão blog
Decisão blogDecisão blog
Decisão blog
 
Digitalizar 2017 03_09_17_50_54_367
Digitalizar 2017 03_09_17_50_54_367Digitalizar 2017 03_09_17_50_54_367
Digitalizar 2017 03_09_17_50_54_367
 
375962 2014 10_13_14_38_53_332
375962 2014 10_13_14_38_53_332375962 2014 10_13_14_38_53_332
375962 2014 10_13_14_38_53_332
 
Termo de aud. 0007826.86.2014.8.24.0020
Termo de aud. 0007826.86.2014.8.24.0020Termo de aud. 0007826.86.2014.8.24.0020
Termo de aud. 0007826.86.2014.8.24.0020
 
Liminar flor de liz
Liminar   flor de lizLiminar   flor de liz
Liminar flor de liz
 
Scan 2015 03_10_16_29_54_247
Scan 2015 03_10_16_29_54_247Scan 2015 03_10_16_29_54_247
Scan 2015 03_10_16_29_54_247
 

Semelhante a Sentença - aeroporto Diomício Freitas

Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...
Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...
Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...Revista do Vale
 
Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...
Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...
Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...Ministério Público de Santa Catarina
 
1 5030913335193764010 (1)
1 5030913335193764010 (1)1 5030913335193764010 (1)
1 5030913335193764010 (1)cassiogusson
 
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...Engel e Rubel Advocacia
 
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidosAção civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidosallaymer
 
Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...
Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...
Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...Marcelo Bancalero
 
Decisão 020.13.019685-1
Decisão 020.13.019685-1Decisão 020.13.019685-1
Decisão 020.13.019685-1Gabrielrf
 

Semelhante a Sentença - aeroporto Diomício Freitas (20)

Agravo rio criciúma
Agravo   rio criciúmaAgravo   rio criciúma
Agravo rio criciúma
 
Document (2)
Document (2)Document (2)
Document (2)
 
Loteamento altos da floresta
Loteamento altos da florestaLoteamento altos da floresta
Loteamento altos da floresta
 
Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...
Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...
Prefeito reeleito de Sento Sé perde o cargo e os direitos políticos; vice ele...
 
Sentença ademar casagrande
Sentença   ademar casagrandeSentença   ademar casagrande
Sentença ademar casagrande
 
Document (4)
Document (4)Document (4)
Document (4)
 
Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...
Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...
Cai suspensão de liminar obtida pelo Ministério Público para proteger Mata At...
 
Decisão stj blog
Decisão stj blogDecisão stj blog
Decisão stj blog
 
Agravo em recurso especial 204.696
Agravo em recurso especial   204.696Agravo em recurso especial   204.696
Agravo em recurso especial 204.696
 
Hc 326.355
Hc 326.355Hc 326.355
Hc 326.355
 
Medida Cautelar no Recurso Especial - 2012.055053-3
Medida Cautelar no Recurso Especial - 2012.055053-3Medida Cautelar no Recurso Especial - 2012.055053-3
Medida Cautelar no Recurso Especial - 2012.055053-3
 
0900522 06.2017.8.24.0020 (1)
0900522 06.2017.8.24.0020 (1)0900522 06.2017.8.24.0020 (1)
0900522 06.2017.8.24.0020 (1)
 
Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8
Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8
Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8
 
1 5030913335193764010 (1)
1 5030913335193764010 (1)1 5030913335193764010 (1)
1 5030913335193764010 (1)
 
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
 
Ambienta
AmbientaAmbienta
Ambienta
 
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidosAção civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
 
Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...
Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...
Cópia da decisão proferida anteriormente no agravo de instrumento nº 1.0024.1...
 
Sentença flávio luiz locks
Sentença   flávio luiz locksSentença   flávio luiz locks
Sentença flávio luiz locks
 
Decisão 020.13.019685-1
Decisão 020.13.019685-1Decisão 020.13.019685-1
Decisão 020.13.019685-1
 

Mais de Luiz Fernando Góes Ulysséa

Mais de Luiz Fernando Góes Ulysséa (20)

Pasta digital 0900700-09.2018.8.24.0023
Pasta digital    0900700-09.2018.8.24.0023Pasta digital    0900700-09.2018.8.24.0023
Pasta digital 0900700-09.2018.8.24.0023
 
Scanned image-2
Scanned image-2Scanned image-2
Scanned image-2
 
Scanned image-2
Scanned image-2Scanned image-2
Scanned image-2
 
Cartilha conselho municipalidoso
Cartilha conselho municipalidosoCartilha conselho municipalidoso
Cartilha conselho municipalidoso
 
Ageu spillere 2.pdf
Ageu spillere 2.pdfAgeu spillere 2.pdf
Ageu spillere 2.pdf
 
0900727 35.2017.8.24.0020 (1)
0900727 35.2017.8.24.0020 (1)0900727 35.2017.8.24.0020 (1)
0900727 35.2017.8.24.0020 (1)
 
0900762 92.2017.8.24.0020 (1)
0900762 92.2017.8.24.0020 (1)0900762 92.2017.8.24.0020 (1)
0900762 92.2017.8.24.0020 (1)
 
Digitalizar 2017 12_06_10_28_45_445
Digitalizar 2017 12_06_10_28_45_445Digitalizar 2017 12_06_10_28_45_445
Digitalizar 2017 12_06_10_28_45_445
 
Sentença para o blog
Sentença para o blogSentença para o blog
Sentença para o blog
 
Denuncia08 170714122334
Denuncia08 170714122334Denuncia08 170714122334
Denuncia08 170714122334
 
Recomendação famcri
Recomendação famcriRecomendação famcri
Recomendação famcri
 
0900139 96.2015.8.24.0020
0900139 96.2015.8.24.00200900139 96.2015.8.24.0020
0900139 96.2015.8.24.0020
 
Document (2)
Document (2)Document (2)
Document (2)
 
0026182 66.2013.8.24.0020 (1)
0026182 66.2013.8.24.0020 (1)0026182 66.2013.8.24.0020 (1)
0026182 66.2013.8.24.0020 (1)
 
0026182 66.2013.8.24.0020 (1)
0026182 66.2013.8.24.0020 (1)0026182 66.2013.8.24.0020 (1)
0026182 66.2013.8.24.0020 (1)
 
Digitalizar 2017 06_14_17_57_58_700
Digitalizar 2017 06_14_17_57_58_700Digitalizar 2017 06_14_17_57_58_700
Digitalizar 2017 06_14_17_57_58_700
 
Sentença ete casan
Sentença ete casanSentença ete casan
Sentença ete casan
 
Digitalizar 2017 05_08_16_20_35_253
Digitalizar 2017 05_08_16_20_35_253Digitalizar 2017 05_08_16_20_35_253
Digitalizar 2017 05_08_16_20_35_253
 
Digitalizar 2017 04_27_18_19_05_104
Digitalizar 2017 04_27_18_19_05_104Digitalizar 2017 04_27_18_19_05_104
Digitalizar 2017 04_27_18_19_05_104
 
0900560 52.2016.8.24.0020.pdf
0900560 52.2016.8.24.0020.pdf0900560 52.2016.8.24.0020.pdf
0900560 52.2016.8.24.0020.pdf
 

Sentença - aeroporto Diomício Freitas

  • 1. ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca - Criciúma 2ª Vara da Fazenda Endereço: Av. Santos Dumont, S/N, Prédio do Fórum, Milanese - CEP 88804-500, Fone: (48) 3431-5396, Criciúma-SC - E- mail: criciuma.fazenda2@tjsc.jus.br M12530 Autos n. 0900331-29.2015.8.24.0020 Ação: Ação Civil Pública Autor: Ministério Público do Estado de Santa Catarina/ Réu: Estado de Santa Catarina/ Vistos etc. Cuida-se de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado de Santa Catarina em desfavor do Estado de Santa Catarina, narrando, em síntese, que que pela necessidade de instalação de novos equipamentos no Aeroporto Diomício Freitas, vitais para auxiliar na aproximação de pouso das aeronaves, foi necessário o corte de vegetação nativa na cabeceira da pista. Aduziu que a autorização de corte resultou ao Estado a obrigação de tomar algumas medidas mitigadoras e compensatórias, medidas estas não cumpridas até o momento. Requereu a condenação do réu nas seguintes obrigações de fazer: - recuperação total da área degradada, mediante o cumprimento das medidas mitigadoras e compensatórias previstas na Autorização de Corte n. 056/04; - implantar o Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD) assim que aprovado pela Fundação do Meio Ambiente (FATMA), no prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias da sua aprovação, da área de preservação permanente do Rio Sangão; e - reflorestar as áreas elencadas no Inventário Florestal do Inquérito Civil que acompanha a presente ação, situadas na Lagoa do Verdinho, Morro do Céu, Morro da Cruz e Parque Ecológico José Milanese, localizados no Município de Criciúma, tudo de acordo com a orientação dada pelo órgão ambiental competente. Notificado, o réu prestou informações, sendo a liminar indeferida. Citado, o réu apresentou resposta na forma de contestação, alegando, preliminarmente, a necessidade de formação de litisconsórcio com os Municípios de Forquilhinha, Criciúma e Siderópolis. No mérito, afirmou que não possui responsabilidade pelos danos alegados na inicial, seja por ação ou omissão, em especial porque está tomando as medidas previstas na AuC n. 056/04. No mais, caso seja acolhido o pedido, pugnou pela concessão de prazo razoável para cumprimento das obrigações, insurgindo-se contra a aplicação de multa para cumprimento da decisão judicial, pugnando pela improcedência do pedido. Após réplica, vieram-me os autos conclusos. Paraconferirooriginal,acesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0900331-29.2015.8.24.0020ecdigo4D08877. Estedocumentofoiliberadonosautosem23/03/2016s17:52,cpiadooriginalassinadodigitalmenteporPDDE-041450105ePEDROAUJORFURTADOJUNIOR. fls. 696
  • 2. ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca - Criciúma 2ª Vara da Fazenda Endereço: Av. Santos Dumont, S/N, Prédio do Fórum, Milanese - CEP 88804-500, Fone: (48) 3431-5396, Criciúma-SC - E- mail: criciuma.fazenda2@tjsc.jus.br M12530 É o breve relatório. Decido. Julgo antecipadamente a lide, por não haver necessidade de produção de novas provas. De plano afasto a preliminar de necessidade de formação de litisconsórcio com os Municípios de Forquilhinha, Criciúma e Siderópolis, pois estes não sofrerão os efeitos da sentença proferida, em caso de procedência do pedido, razão pela qual sua presença no polo passivo da lide não é necessária. Isso porque todas as obrigações de fazer buscadas pelo Ministério Público são de responsabilidade do Estado (vide Cláusula Quarta, item 4.2, do Termo de Convênio a folhas 174/183), não dos Municípios apontados, tratando-se, ademais, de obrigações passíveis de cumprimento de forma isolada pelo ente federado, sem necessidade de intervenção dos entes municipais. Passo ao mérito. Sem maiores digressões, apesar da negativa geral apresentada pelo réu, negando a existência de responsabilidade pelo dano ambiental, o fato é que assumiu, de forma expressa, a responsabilidade pelas obrigações ora exigidas, conforme Termo de Convênio n. 004/2005/0001 (folhas 174/183), o qual foi firmado pelo então Governador do Estado de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, como se vê da assinatura a folhas 183 dos presentes autos. Em referido Termo, mais especificamente na Cláusula Quarta, item 4.2 (a folhas 178/180), estão listadas as obrigações atribuídas ao réu, de forma exclusiva, ressalto. Todas as obrigações de fazer pugnadas pelo Ministério Público na inicial estão contempladas na indigitada cláusula, no item 4.2.11 (folhas 180). Inarredável, pois, a responsabilidade do Estado de Santa Catarina. Destaco que a afirmação do réu, que está dando cumprimento às medidas previstas na autorização de corte AuC n. 056/04 veio desacompanhada de qualquer indício de prova capaz de sustentar o alegado. Por outro lado, o documento a folhas 236, corroborado pelos documentos a folhas 302/323, atestam que as medidas não foram tomadas, sendo de rigor acolher o pedido. Paraconferirooriginal,acesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0900331-29.2015.8.24.0020ecdigo4D08877. Estedocumentofoiliberadonosautosem23/03/2016s17:52,cpiadooriginalassinadodigitalmenteporPDDE-041450105ePEDROAUJORFURTADOJUNIOR. fls. 697
  • 3. ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca - Criciúma 2ª Vara da Fazenda Endereço: Av. Santos Dumont, S/N, Prédio do Fórum, Milanese - CEP 88804-500, Fone: (48) 3431-5396, Criciúma-SC - E- mail: criciuma.fazenda2@tjsc.jus.br M12530 Exceto no tocante à fixação de multa, pois não há razão para presumir que a ordem judicial ora emanada não seja cumprida, sem prejuízo de aplicação da penalidade em momento posterior, caso confirmada a presente decisão e o réu permaneça inerte. Por fim, entendo como razoável a fixação de prazo mais dilatado para cumprimento das obrigações, até mesmo para que não seja fixada uma obrigação inexequível, porém levando em conta a omissão do ente estatal até então. Assim, fixo em 1 (um) ano o prazo para cumprimento das obrigações, salvo a necessidade de prazo maior para alguma medida desde que justificado pelo órgão ambiental competente. Ante o exposto, JULGO PROCEDENTE o pedido inicial e, consequentemente, condeno o Estado de Santa Catarina nas seguintes obrigações de fazer, a serem executadas no prazo máximo de 1 (um) ano, salvo necessidade de prazo maior devidamente justificado pelo órgão ambiental competente: I) recuperação total da área degradada, mediante o cumprimento das medidas mitigadoras e compensatórias previstas na Autorização de Corte n. 056/04; II) implantação do Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD) da área de preservação permanente do Rio Sangão, aprovado pela Fundação do Meio Ambiente (FATMA); e III) reflorestamento das áreas elencadas no Inventário Florestal a folhas 65/149 dos presentes autos, situadas na Lagoa do Verdinho, Morro do Céu, Morro da Cruz e Parque Ecológico José Milanese, localizados no Município de Criciúma, tudo de acordo com a orientação dada pelo órgão ambiental competente. Sem custas (art. 35, h, do Regimento de Custas e Emolumentos do Estado de Santa Catarina) e honorários (art. 128, § 5º, II, a, da CR). Em reexame necessário. P. R. I. Criciúma, 23 de março de 2016. Pedro Aujor Furtado Júnior Juiz de Direito "DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Lei n. 11.419/2006, art. 1º, § 2º, III, a” Paraconferirooriginal,acesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0900331-29.2015.8.24.0020ecdigo4D08877. Estedocumentofoiliberadonosautosem23/03/2016s17:52,cpiadooriginalassinadodigitalmenteporPDDE-041450105ePEDROAUJORFURTADOJUNIOR. fls. 698