Mundo espírita ou dos espíritos

951 visualizações

Publicada em

Origem dos Espíritos

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
951
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mundo espírita ou dos espíritos

  1. 1. MUNDO ESPÍRITA OU DOS ESPÍRITOS
  2. 2. ORIGEM E NATUREZA DOS ESPÍRITOS MUNDO NORMAL PRIMITIVO FORMA E UBIQUIDADE DOS ESPÍRITOS
  3. 3. DEFINIÇÃO DE ESPÍRITO 76. SERES INTELIGENTES DA CRIAÇÃO 79. INDIVIDUALIZAÇÃO DO PRINCÍPIO INTELIGENTE
  4. 4. DEUS – CAUSA PRIMÁRIA Princípio Espiritual ou Princípio Inteligente Universal Princípio Material ou Fluido Universal
  5. 5. E2M - André Luiz: “Aparecem os vírus oferecendo clima adequado aos princípios inteligentes. Evidenciam-se, então, as bactérias rudimentares, dividindo-se por raças e grupos numerosos, plasmando, pela reprodução assexuada, as células primárias, que se responsabilizam pelas eclosões do reino vegetal em seu início.”
  6. 6. Transita de uma família mineral para outra Sem inteligência, vontade ou instintos (Todos em estado de latência) Experiências: retração, dilatação, ruptura, percepção da luz e do som
  7. 7. REINO VEGETAL ALGAS NADADORAS (unicelulares a pluricelulares) VEGETAIS
  8. 8. REINO VEGETAL Transita pelas várias famílias do reino do fundo do mar e desertos áridos, florestas a flores perfumadas Nasce, cresce, nutre-se, desenvolve-se, reproduz-se e morre Não revela consciência da sua natureza A inteligência começa a despertar ; não têm vontade ativa Capacidade de sentir e reagir direta ou indiretamente as alterações do meio que o cerca
  9. 9. REINO ANIMAL Têm vitalidade como as plantas Começa sua peregrinação nos mais pontos baixo da escala ANIMAIS SUPERIORES Apresenta movimentos livres e sensações - Possuem inteligência instintiva - Inteligência limitada a prover necessidades físicas e sua conservação - Não raciocinam
  10. 10. REINO HOMINAL PENSAMENTO CONTINUO, RACIOCÍNIO LUCIDEZ LIVRE ARBÍTRIO CONQUISTA DE VALORES MORAIS: RESPONSABILIDADE, PAZ, AMOR, BENEVOLENCIA, ETC... EM BUSCA DA ANGELITUDE
  11. 11. GÊNESE CAP. VI – ÍTEM 19: O ESPÍRITO SÓ CHEGA A RECEBER A ILUMINAÇÃO DIVINA, QUE LHE DÁ, AO MESMO TEMPO, O LIVRE-ARBÍTRIO E A CONSCIÊNCIA, A NOÇÃO DE SEUS ALTOS DESTINOS, APÓS HAVER PASSADO PELA SÉRIE DIVINAMENTE FATAL DOS SERES INFERIORES, ENTRE OS QUAIS SE ELABORA LENTAMENTE A OBRA DE SUA INDIVIDUALIDADE. (COMUNICAÇÃO DE GALILEU, RECEBIDA POR FLAMMARION E INTEGRADA POR KARDEC A CODIFICAÇÃO)
  12. 12. LÉON DENIS O ESPÍRITO DORME NO MINERAL, SONHA NO VEGETAL, AGITA-SE NO ANIMAL E DESPERTA NO HOMEM.
  13. 13. TRÊS PARTES ESSENCIAIS DO SER HUMANO ESPÍRITO PERISPÍRITO CORPO FÍSICO
  14. 14. NOÇÕES - São seres distintos da divindade - São seres que tiveram princípio não existem de toda eternidade - A criação dos Espíritos é permanente - Os Espíritos são imateriais porque a sua essência difere de tudo o que conhecemos pelo nome de matéria. - O Espírito é imortal - Os Espíritos constituem um mundo à parte ou das inteligências incorpóreas - O mundo espírita preexiste e sobrevive a tudo - O mundo material e o mundo espírita reagem incessantemente um sobre o outro
  15. 15. NOÇÕES - Os Espíritos estão por toda parte - Os Espíritos desprovidos de perispírito assemelha-se a um clarão, uma centelha etérea de cor rubi - Os Espíritos são rápidos como o pensamento - Quando o pensamento está em alguma parte a alma também está - O Espírito pode dar conta da distância que percorre, dos espaços que atravessa, ou subitamente se transportar para onde deseja ir, dependendo da sua vontade e da sua natureza
  16. 16. NOÇÕES - Os Espíritos penetram tudo: o ar, a terra, as águas, o fogo, lhe são igualmente acessíveis - Os Espíritos não têm o dom da ubiquidade - O poder de irradiação dos Espíritos depende do grau de pureza de cada um
  17. 17. HÁ DÚVIDA???? 81. Os Espíritos se formam espontaneamente ou procedem uns dos outros?

×