Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita

85.129 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
4 comentários
29 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
85.129
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
67.129
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.158
Comentários
4
Gostaram
29
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo dos Pontos Principais Doutrina Espírita

  1. 1. RESUMO DOSPONTOS PRINCIPAISDOUTRINA ESPÍRITA - INTRODUÇÃO – O LIVRO DOS ESPÍRITOS(Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução I e VI)
  2. 2. Doutrina oposta ao materialismo.Quem quer que acredite ter em si alguma coisa além da matéria é espiritualista. Tem por base Deus e a sobrevivência da alma. Não tem por base a crença nos espíritos e nas suas manifestações. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução I)
  3. 3. É o conjunto de Todo espírita éprincípios e leis que vem espiritualista, mas nemrevelar a existência dosespíritos e suas relações todos os espiritualistas com o mundo material. são espíritas. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução I)
  4. 4. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI - As Causas Primárias Capítulo 1 – Deus)
  5. 5. Eterno Imutável Imaterial Único Onipotente Soberanamente Justo e bom(Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  6. 6. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  7. 7. SERES IMATERIAIS. SERES MATERIAIS. NORMAL. SECUNDÁRIO. PRIMITIVO. PODERIA:DEIXAR DE EXISTIR. - ETERNO. NÃO TER EXISTIDO. 8SOBREVIVE A TUDO.
  8. 8. ENCARNADOS DESENCARNADOS ESTÃO NOS DIFERENTES ESTÃO POR TODA A PARTE GLOBOS DO UNIVERSO. NO ESPAÇO AO NOSSO LADO.Os espíritos desencarnados povoam o universo fora do mundomaterial, ou seja, o mundo espiritual que preexiste e sobrevive a tudo.
  9. 9. CONSTITUIÇÃO DO HOMEM HÁ NO HOMEM 3 COISASALMA PERISPÍRITO A ALMA PERISPÍRITO ( LAÇO ) CORPO FÍSICO O CORPO (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  10. 10. A ALMA É UM ESPÍRITO ENCARNADO INDIVIDUALIDADEA ALMA POSSUI SUA INDIVIDUALIDADEANTES DE ENCARNAR E A CONSERVA APÓS A SEPARAÇÃO DO CORPO
  11. 11. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI) 12
  12. 12. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI) 13
  13. 13. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  14. 14. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  15. 15. OS DA PRIMEIRA ORDEM: SÃO OS ESPÍRITOS SUPERIORESDISTINGUEM-SE DOS OUTROSPERFEIÇÃO. CONHECIMENTOS. PROXIMIDADE DE DEUS. PUREZA DE SENTIMENTOS. AMOR AO BEM.
  16. 16. ESPÍRITOS INFERIORES IDENTIFICAÇÃOQUANTO MAIS MAIS INFERIORES.DISTANCIADOS EIVADOS DAS NOSSASDA PERFEIÇÃO PAIXÕES: ORGULHO, INVEJA, CIÚME, ÓDIO, ETC. COMPRAZEM-SE NO MAL. ALGUNS NEM BONS NEM MAUS.
  17. 17. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  18. 18. SEMPRE NUNCA(Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI) 19
  19. 19. O PROGRESSO DOS ESPÍRITOS PUROS BONS IMPERFEITOS SIMPLES E IGNORANTES TODOS SE MELHORAMPELA REENCARNAÇÃO PASSAM PELOS DIFERENTES GRAUS DA HIERARQUIA ESPÍRITA. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  20. 20. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI) 21
  21. 21. AÇÃO DOS ESPÍRITOSConstituem uma das potências da natureza.São a causa de uma multidão de fenômenos. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI)
  22. 22. - Nos atraem para o bem. - Nos impelem para o mal.- Nos sustentam nas provas. - É-lhes um gozo ver-nos - Nos ajudam suportá-las. assemelhar- nos a eles. (Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI) 23
  23. 23. - Influência boa ou má. - Cabe a nós discernir as boas das más inspirações. Por meio : escrita, palavra e outras. Quase sempre pelos médiuns (Instrumentos).(Allan Kardec - O livro dos Espíritos - Introdução VI) 24
  24. 24. COMO DISTINGUIR OS BONS DOS MAUS ESPÍRITOS: É FACIL : LINGUAGEM DIGNA, NOBRE, ALTANOS SUPERIORES MORAL,PLENA DE SABEDORIA.OBJETIVAM O MELHORAMENTO E O BEM DA HUMANIDADE.
  25. 25. COMO DISTINGUIR OS BONS DOS MAUS ESPÍRITOS: É FACIL : LINGUAGEMNOS INFERIORES TRIVIAL, GROSSEIRA, MALICIOSA, FALSA.LISONGEIAM A VAIDADE DIVERTEM-SE A CUSTA DOS QUE OS INTERROGAM.
  26. 26. ATRAÇÃO DOS ESPÍRITOSATRAÍDOS PELA NATUREZA MORAL DO MEIO SUPERIORES DESEJO DE SE REUNIÕES AMOR DO BEM. INSTRUIR E DE SE SÉRIAS. MELHORAR. AFASTAM OS INFERIORES.
  27. 27. ATRAÇÃO DOS ESPÍRITOSATRAÍDOS PELA NATUREZA MORAL DO MEIO INFERIORESFUTILIDADES, MENTIRAS E MISTIFICAÇÕES.
  28. 28. É A DO CRISTOFAZER O BEM E NÃO O MAL. 29
  29. 29. ENSINAM OS ESPÍRITOS SUPERIORES FUTILIDADESDESLIGAM-NOS MUNDANAS DA MATÉRIA * AMAR O PRÓXIMO NOS AVIZINHA DA NATUREZA ESPIRITUAL.
  30. 30. ENSINAM OS ESPÍRITOS SUPERIORES EGOÍSMO. ORGULHO. SENSUALIDADE.NOS APROXIMA DA NATUREZA ANIMAL.
  31. 31. INFLUÊNCIA DA MATÉRIA O ESPÍRITO ENCARNADO SE ACHA SOB A INFLUÊNCIA DA MATÉRIA QUEM A VENCE: SE APROXIMA DOS BONS ESPÍRITOS.QUEM A DEIXA DOMINAR: SE APROXIMA DOS ESPÍRITOS IMPUROS.
  32. 32. ENSINAM OS ESPÍRITOS SUPERIORESNÃO HÁ FALTAS IRREMISSÍVEIS A REENCARNAÇÃO SEMPRE PODE APAGÁ-LAS CONFORME OS DESEJOS E ESFORÇOS.
  33. 33. Fonte: Baseado no Livro dos Espíritos – Allan Kardec Alguns slides reformulados doCefak - http://www.cefak.org.br/

×