Geografiados transportes

2.144 visualizações

Publicada em

Slide de Geografia Professora Vanessa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
945
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geografiados transportes

  1. 1. GEOGRAFIA DOS TRANSPORTES MODAIS DE TRANSPORTES CONCEITO DE LOGÍSTICA
  2. 2.  Logística: Definição é um ramo da gestão cujas atividades estão voltadas para o planejamento da armazenagem, circulação (terra, ar e mar) e distribuição de produtos.  Objetivos  Criar mecanismos para entregar os produtos ao destino final garantindo sua qualidade e integridade.  Otimizar o tempo de entrega.  Reduzindo os custos.  Para isso, os especialistas em logística estudam rotas de circulação, meios de transportes, locais de armazenagem (depósitos) entre outros fatores que influenciam na área.
  3. 3.  Rodovia: O transporte rodoviário oferece rotas de curta distância de produtos acabados ou semi-acabados. As vantagens do uso de caminhões nas estradas são:  * O serviço porta a porta;  * Frequência e disponibilidade dos serviços;  * Velocidade relativa ;  * No mercado de pequenas cargas é mais competitivo em comparação ao ferroviário.
  4. 4.  Ferrovia: O transporte ferroviário é lento, muito utilizado para transportar matérias- primas e manufaturados de baixo valor para longas distâncias. Comparado ao rodoviário, oferece fretes mais baratos e desempenho inferior. No modal ferroviário há o estoque em trânsito, onde o tempo de viagem é considerado período de estoque. No Brasil, esse tipo de transporte foi um amplamente desenvolvido no período cafeeiro.
  5. 5.  Aeroviário: A grande característica do aeroviário é a alta taxa de frete e as dimensões físicas dos porões de carga dos aviões. Transporta itens com pouco volume e alto valor agregado como eletrônicos, instrumentos óticos e materiais frágeis. A grande vantagem do aeroviário é a velocidade em grandes distâncias.  Marítimo: Desenvolvido nos mares e oceanos; comporta um volume de carga bem maior que os demais, é o modal que interliga os países e continentes a partir da logística de exportação.
  6. 6.  Hidrovia: Exige a utilização de outro modal auxiliar de transporte combinadamente; é mais lento que a ferrovia, sofre forte influência das condições meteorológicas e necessita de margens navegáveis. Transporta principalmente granéis como carvão, minérios, cascalho, areia, petróleo, ferro, grãos, entre outros. Trabalha com itens de baixo valor agregado e não perecível.  Dutos: é um tipo de transporte pelo qual o produto, geralmente líquido ou gasoso, desloca de um determino local para outro por meio de tubulações. A infra-estrutura desse sistema é fixa, pode ser instalada sobre o solo, no subsolo e submarina. Esse meio de transporte tem se propagado, pois nesse sistema permite-se conduzir produtos a enormes distâncias. Em muitos casos o que acontece é o transporte de produtos que saem de uma área produtora em direção a outra área consumidora ou exportadora (como os portos). Utilizado em movimentos de petróleo, derivados e gás.
  7. 7.  1-O Brasil é um país de dimensões continentais, o que eleva a importância de uma articulada rede de transporte que integre de maneira eficaz e pouco onerosa todas as áreas habitadas e de uso do espaço geográfico no país. Nesse sentido, o sistema de transporte mais indicado para deslocamento de cargas e serviços em países como o Brasil é o:  a) rodoviário  b) ferroviário  c) hidroviário  d) aeroviário  e) marítimo
  8. 8.  2-As ferrovias no Brasil estão geograficamente concentradas:  a) na região Nordeste, como resultado das políticas coloniais de transportes das commodities aqui cultivadas pela metrópole.  b) na região Sudeste, em razão das estruturas instaladas no auge da economia cafeeira.  c) no Centro-Oeste, como uma obra de promoção da política da Marcha para o Oeste.  d) no Sul, para atender os interesses das oligarquias gaúchas.  e) em todo o litoral, como herança da concentração populacional nessa faixa do país
  9. 9.  3-(UFMG) Considerando-se as redes que compõem as diferentes modalidades de transporte no Brasil, é INCORRETO afirmar que:  a) as ferrovias são, em sua grande extensão, utilizadas sobretudo para o escoamento da produção mineral e subutilizadas no transporte interurbano e inter-regional de passageiros.  b) as hidrovias tornariam o preço do produto agrícola brasileiro mais competitivo no mercado internacional, mas têm sua implementação dificultada pelo custo e pelos impactos ambientais decorrentes de seus projetos.  c) as rodovias, principal modalidade de transporte do país, assumem, com alto custo, elevada tonelagem no deslocamento de mercadorias diversas e maior percentual de tráfego de passageiros.  d) o transporte aéreo registra um uso mais intenso nas regiões do país onde há grandes distâncias entre os principais centros urbanos e fraca densidade das redes rodoviária e ferroviária.  e) Os dutos são modais de transporte utilizados no Brasil, haja vista que o país possui produções voltadas para esse tipo de transporte.
  10. 10.  4- De todas as transformações impostas pelo meio técnico- científico-informacional à logística de transportes, interessa-nos mais de perto a intermodalidade. E por uma razão muito simples: o potencial que tal “ferramenta logística” ostenta permite que haja, de fato, um sistema de transportes condizente com a escala geográfica do Brasil.HUERTAS. D. M. O papel dos transportes na expansão recente da fronteira agrícola brasileira. Revista Transporte y Territorio. Universidade de Buenos Aires, n. 3, 2010 (adaptado). A necessidade de modais de transporte interligados, no território brasileiro, justifica-se pela(s) a) variações climáticas no território, associadas à interiorização da produção. b) grandes distâncias e a busca da redução dos custos de transporte. c) formação geográfica do país, que impede o uso de um único modal.  d) proximidade entre a área de produção agrícola intensiva e os portos.  e) diminuição dos fluxos materiais em detrimento de fluxos imateriais.
  11. 11.  5-“O transporte público no Brasil sempre foi alvo de muitas reclamações ao longo do tempo. Na maioria das vezes, as queixas referem-se ao fato de os veículos estarem sempre lotados, às condições ruins dos carros e à baixa qualidade dos serviços prestados […]. A insatisfação da população com o transporte coletivo nas cidades brasileiras, no entanto, não é uma questão recente. Pesquisas realizadas pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), em 2011 e 2012, revelaram um quadro negativo, com avaliações classificadas como “péssimas ou ruins” ultrapassando os 60%”. (Disponível em: brasilescola.com)  Assinale a alternativa que indica um dos principais elementos responsáveis pelos problemas do transporte público no Brasil.  a) Ausência de veículos particulares para a população.  b) Crescimento das cidades menor que o do campo.  c) Barateamento das passagens, elevando a procura e diminuindo os serviços.  d) Crescimento desordenado urbano sem um acompanhamento em infraestrutura.  e) Federalização do transporte coletivo pela Constituição de 1988.
  12. 12.  GABARITO  1-B  2-B  3-D  4-B  5-D

×