Doutorandos:
Internato em Pediatria I
Apresentação de Artigo Científico
Doutorandos:
Amanda Alves
Mônica Larissa
Eduardo H...
INTRODUÇÃO:
Hiperbilirrubinemia é frequente em neonatos;
Em alguns causa elucidada por testes iniciais;
Em outros causa in...
OBJETIVOS:
Determinar se ITU deve ser pesquisado em RN
entre 4-14 dias com hiperbilirrubinemia indireta
cuja causa não pod...
METODOLOGIA:
Estudo realizado com RN hospitalizados em ITU
Período: 01/10/2010 a 01/07/2011
Sujeitos da pesquisa:
Neonatos...
METODOLOGIA:
Variáveis
Idade gestacional
Idade pós-natal
Tipo de parto
SexoSexo
Tipo de alimentação
Nível de bilirrubinas
...
METODOLOGIA:
Variáveis
Tipo sanguíneo materno
Tipo sanguíneo do bebê
Coombs direto
HemogramaHemograma
Esfregaço de sangue ...
METODOLOGIA:
Definições de ITU no estudo
Crescimento significante: > 10.000 ufc/cultura
Piúria: > 5 leucócitos por campo
P...
RESULTADO:
135 RN com icterícia foram apresentados ao
departamento período do estudo;
104 (77%) RN grupo 1
ITU foi determi...
RESULTADO
Variáveis Grupo 1 (n=85) Grupo 2 (n=19) Valor de P
Idade gestacional 37.9±2.1 (35-41) 37.7±1.0 (37-41) >0.05
Tip...
RESULTADO
Variáveis Grupo 1 (n=85) Grupo 2 (n=19) Valor de P
Nível de BT
(mg/dl)
18.8±2.5 (17.6-24.9) 18.8±1.9 (17.7-23.8)...
RESULTADO:
Fototerapia foi dado a todos os RN;
ITU foi mais frequente em neonato masculino (P < 0,005);
Duração média de f...
RESULTADO:
USG foi realizada em todos os RN com ITU
Alteração anatômica em 7 (36,8%)
Hidronefrose bilateral: 1 caso
Dilata...
DISCUSSÃO
Diagnóstico e tratamento de precoces de ITU são fundamentais
para evitar complicações graves
ITU na infância apr...
DISCUSSÃO
- Encontraram ITU em 7,5% dos 160 RN com icterícia
inexplicável;
- 75% do lactentes com UTI tinham menos de 2 se...
DISCUSSÃO
- Taxa de UTI foi de 18% em RN com icterícia inexplicável que
precisaram de fototerapia. Esta taxa de ITU foi su...
DISCUSSÃO
A prevalência de RVU foi de 10,5% em recém-nascidos
com ITU. Disfunção cortical foi observada em 5% dos
recém-na...
DISCUSSÃO
Duração da fototerapia
- Bilgen et al: semelhante em crianças com ou sem
ITU.
- Artigo: duração da fototerapia e...
DISCUSSÃO
A correlação causal entre hiperbilirrubinemia e ITU não
está completamente compreendida.
Infecções x hiperbilirr...
DISCUSSÃO
Limitação do estudo:
Dificuldade de seguimento dos pacientes por um
período longo.
Conclusão:Conclusão:
ITU apre...
Informações adicionais
Ausência de financiamento
Aprovação pelo comitê de ética local
Autores declaram ausência de conflit...
Causas de
hiperbilirrubinemia em
neonatos
Tratado de pediatria Nelson 18 ª
edição
Tratado de pediatria Nelson 18 ª edição
OBRIGADA
REFERÊNCIAS:
Tratado de pediatria Nelson 18 edição;
Urinary tract infections neonates with jaundice in
their firs...
Infecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- Nascidos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Infecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- Nascidos

584 visualizações

Publicada em

CLUBE DE ARTIGO - Infecção do trato urinário em recém nascidos com Ictericia nas duas primeiras semanas de vida - Artigo Cientifico apresentado durante o Internato em Pediatria I (PED I) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) - Natal - Brasil.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
584
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infecção do Trato Urinário e Icterícia em Recém- Nascidos

  1. 1. Doutorandos: Internato em Pediatria I Apresentação de Artigo Científico Doutorandos: Amanda Alves Mônica Larissa Eduardo Henrique Luiz Gonzaga Raquel Praxedes Yuri Araújo Coordenação : Prof. Leonardo Moura Ferreira de Souza
  2. 2. INTRODUÇÃO: Hiperbilirrubinemia é frequente em neonatos; Em alguns causa elucidada por testes iniciais; Em outros causa indeterminada de hiperbilirrubinemia ; ITU pode gerar icterícia prolongada em neonatos;ITU pode gerar icterícia prolongada em neonatos; Poucos estudos relacionando hiperbilirrubinemia inexplicável em neonatos com ITU neonatal;
  3. 3. OBJETIVOS: Determinar se ITU deve ser pesquisado em RN entre 4-14 dias com hiperbilirrubinemia indireta cuja causa não pode ser determinada com exames de rotina, mas grave o suficiente para exigir tratamento;exigir tratamento; Descrever as características clínicas e laboratoriais de um grupo de RN com ITU.
  4. 4. METODOLOGIA: Estudo realizado com RN hospitalizados em ITU Período: 01/10/2010 a 01/07/2011 Sujeitos da pesquisa: Neonatos de 4-14 dias IG maior que 35 semanasIG maior que 35 semanas Icterícia acima dos limites da indicação de fototerapia Ausência de sinal de infecção sistêmica Ausência de história de infecção materna Ausência de isoimunização, sequestro esplênico ou policitemia
  5. 5. METODOLOGIA: Variáveis Idade gestacional Idade pós-natal Tipo de parto SexoSexo Tipo de alimentação Nível de bilirrubinas Duração de fototerapias Bilirrubina de rebote
  6. 6. METODOLOGIA: Variáveis Tipo sanguíneo materno Tipo sanguíneo do bebê Coombs direto HemogramaHemograma Esfregaço de sangue periférico Contagem de reticulócitos BT e frações EAS Função tireoideana
  7. 7. METODOLOGIA: Definições de ITU no estudo Crescimento significante: > 10.000 ufc/cultura Piúria: > 5 leucócitos por campo PCR Critério de Exclusão: Casos que nãoCritério de Exclusão: Casos que não obedeceram as definições Análise estatística Grupo 1: sem ITU Grupo 2: com ITU
  8. 8. RESULTADO: 135 RN com icterícia foram apresentados ao departamento período do estudo; 104 (77%) RN grupo 1 ITU foi determinado em 18% (n =19) grupo 2
  9. 9. RESULTADO Variáveis Grupo 1 (n=85) Grupo 2 (n=19) Valor de P Idade gestacional 37.9±2.1 (35-41) 37.7±1.0 (37-41) >0.05 Tipos de Parto • Vaginal 57 (67%) 13 (68%) >0.05 Características demográficas • Vaginal • Cesárea 57 (67%) 28 (33%) 13 (68%) 6 (32%) >0.05 >0.05 Sexo masculino/Sexo feminino 45/40 17/2 <0.005 Peso ao nascer 2,989±406 (2,210-4,100) 3,049±351 (2,400-3,800) >0.05 Tipos de alimentação • AME • LM e/ou fórmula 80 (94%) 5 (6%) 16 (84%) 3 (16%) >0.05 >0.05
  10. 10. RESULTADO Variáveis Grupo 1 (n=85) Grupo 2 (n=19) Valor de P Nível de BT (mg/dl) 18.8±2.5 (17.6-24.9) 18.8±1.9 (17.7-23.8) >0.05 Reticulócitos (%) 1.2±0.2 (1-2) 1.3±0.3 (1-3) >0.05 Características clínicas e laboratoriais Reticulócitos (%) 1.2±0.2 (1-2) 1.3±0.3 (1-3) >0.05 Bilirrubina de rebote (mg/dl) 10.3±1.8 (8.6-13.3) 12.3±1.6 (9.2-13.6) <0.005 Hemoglobina (g/dl) 16.9±2.1 (13.9-20.8) 16.5±2.0 (13.4-21.2) >0.05 Leucócitos ×10³/μL 11.0±3.9 (6.5-28.6) 10.8±3.1 (7.3-21.1) >0.05 Duração da fototerapia (horas) 32.6±9.3 (24-48) 42.9±9.2 (36-60) 0.01
  11. 11. RESULTADO: Fototerapia foi dado a todos os RN; ITU foi mais frequente em neonato masculino (P < 0,005); Duração média de fototerapia e níveis de bilirrubina foram maiores no grupo 1 (sem ITU) Neonatos com ITU Piúria e bacteriúria: 32%Piúria e bacteriúria: 32% Bacteriúria isolada: 21% Piúria isolada: 11% Principais agentes isolados em cultura de urina E. coli (42%) Enterobacter cloacae (37%) Klebsiela (15%); Enterobacter aerogenes (5%).
  12. 12. RESULTADO: USG foi realizada em todos os RN com ITU Alteração anatômica em 7 (36,8%) Hidronefrose bilateral: 1 caso Dilatação em estruturas pielocaliciais: 4 casos Refluxo vesico-ureteral (RVU): 2 casos 1 casos: grau 3 a 4 à direita 1 caso: grau 5 bilateral Válvula da uretra posterior: 1 caso
  13. 13. DISCUSSÃO Diagnóstico e tratamento de precoces de ITU são fundamentais para evitar complicações graves ITU na infância apresenta quadro inespecífico. Icterícia tem sido relatada como primeiro sinal observado na ITU em RN. Ainda não há certeza se há alguma correlação entre icterícia eAinda não há certeza se há alguma correlação entre icterícia e ITU nas duas primeiras semanas de vida. A icterícia é observada durante as duas primeiras semanas de vida em cerca de 2/3 dos recém-nascidos. Investigação de ITU é considerada desnecessária na análise de icterícia neonatal durante o primeiras duas semanas de vida (urocultura onerosa e cateterismo pode causar ITU) No entanto, alguns estudos têm recomendado investigação de ITU em RN sem outros sintomas além da icterícia.
  14. 14. DISCUSSÃO - Encontraram ITU em 7,5% dos 160 RN com icterícia inexplicável; - 75% do lactentes com UTI tinham menos de 2 semanas de vida Garcia e Nager -ESTUDOS: - Encontraram ITU em 8% dos 102 RN com icterícia inexplicável nas duas primeiras semanas de vida. - Relatou uma taxa de ITU de 6,5% em RN com icterícia com idade entre 3 e 25 dias. - Relatou uma taxa de ITU de 3% em 69 recém-nascidos com icterícia inexplicável com menos de duas semanas. Bilgen et al Chavalitdhamro ng et al Xinias et al
  15. 15. DISCUSSÃO - Taxa de UTI foi de 18% em RN com icterícia inexplicável que precisaram de fototerapia. Esta taxa de ITU foi superior ao relatado anteriormente. Esta taxa pode ser devida ao status socioeconômico da nossa região e as famílias carente de conhecimento suficiente de cuidados com o bebê. - O achado de maior frequencia de ITU nos neonatos masculinos foi compatível com a literatura. Relataram RVU em 13% dos RN com ITU e icterícia, mas Nesse estudo (artigo) Relataram RVU em 13% dos RN com ITU e icterícia, mas não foi detectado cicatriz renal em qualquer criança que recebeu DMSA. Relataram RVU em 13,3% das crianças de UTI com icterícia e disfunção cortical em 47% das crianças que foram submetidas a DMSA. Bilgen et al Xinias et al
  16. 16. DISCUSSÃO A prevalência de RVU foi de 10,5% em recém-nascidos com ITU. Disfunção cortical foi observada em 5% dos recém-nascidos que foram administrados DMSA. Relataram semelhante duração média da fototerapia e Nesse estudo (artigo) Relataram semelhante duração média da fototerapia e similar repercussão desta no nível de bilirrubina em recém-nascidos com hiperbilirrubinemia associada ou não à ITU. A duração média da fototerapia e o tempo necessário para reduzir os níveis de bilirrubina foi maior em recém- nascidos com diagnóstico de ITU do que naqueles sem esse diagnóstico. Bilgen et al Nesse estudo (artigo)
  17. 17. DISCUSSÃO Duração da fototerapia - Bilgen et al: semelhante em crianças com ou sem ITU. - Artigo: duração da fototerapia e repercussão nos níveis de bilirrubina maior em casos de ITU.níveis de bilirrubina maior em casos de ITU.
  18. 18. DISCUSSÃO A correlação causal entre hiperbilirrubinemia e ITU não está completamente compreendida. Infecções x hiperbilirrubinemia: - Hemólise - ↓ Conjugação - ↓ eliminação intestinal (↑ reabsorção) Estresse oxidativo → ↑ heme-oxigenase → ↑conversão heme para bilirrubina → propriedades anti-oxidantes!!
  19. 19. DISCUSSÃO Limitação do estudo: Dificuldade de seguimento dos pacientes por um período longo. Conclusão:Conclusão: ITU apresentou uma maior incidência (18%) em neonatos com icterícia sem etiologia definida por exames de rotina. Portanto, é importante investigar ITU em RN até de 2 semanas de vida que possuam hiperbilirrubinemia indireta inexplicada.
  20. 20. Informações adicionais Ausência de financiamento Aprovação pelo comitê de ética local Autores declaram ausência de conflito de interessesinteresses Contribuições: Mutlu M. escreveu o primeiro rascunho, porém todos os autores contribuíram para o conteúdo intelectual e aprovaram a versão final do artigo.
  21. 21. Causas de hiperbilirrubinemia em neonatos Tratado de pediatria Nelson 18 ª edição
  22. 22. Tratado de pediatria Nelson 18 ª edição
  23. 23. OBRIGADA REFERÊNCIAS: Tratado de pediatria Nelson 18 edição; Urinary tract infections neonates with jaundice in their first two weeks of life. World J. Pediatr, vol 1 10 nº 2 . May 15,2014. www.wjpch.com OBRIGADA

×