SlideShare uma empresa Scribd logo
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES (HUOL)
PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PEDIATRIA
ANÁTOMO-CLÍNICA
RESIDENTE: R2 Juliana Duarte de Figueiredo
DATA: 09/05/2014
LOCAL: Auditório da Faculdade de Farmácia – Hora: 07:00
ORIENTADOR: DR. José Jorge Maciel Neto
HISTÓRIA CLÍNICA
Pré escolar de 5 anos e 7 meses, sexo masculino, leucoderma, natural e procedente de Natal/RN.
Informante: a mãe.
Vem para consulta especializada, com história de início de prurido em região ocular à direita, há 2
semanas, com melhora importante após uso de colírio anti histamínico prescrito por
oftalmologista.
Há 1 semana foi observada pequena tumoração em região frontal direita craniana, com aumento
progressivo de tamanho, dolorosa discretamente à palpação, sem sinais flogísticos ou drenagem
de secreção local, e manutenção do prurido ocular leve ipsilateral. Fez uso de compressa de gelo
sem melhora.
Nega febre, astenia, perda ponderal, cefaléia, diarreia, vômitos, alterações oftalmológicas ou
neurológicas, trauma, dentre outros queixas.
Antecedentes Pessoais Fisiológicos: 1º filho de uma prole de dois filhos, nascido de parto cesáreo
por oligoâmnio e pós termo. PN: 3.680g, EN: 51cm, PC: 35cm, APGAR: 9/9. LME até os 6 meses e
complementar até 1 ano. DNPM adequado. Mãe refere gestação e parto sem intercorrências, e
pré natal adequado.
Antecedentes Pessoais Patológicos: Nega internamentos prévios. Refere resfriados comuns e um
episódio de bronquite com 1 ano e 6 meses. Mãe fez restrição de leite e derivados nos primeiros 6
meses de idade do paciente, por possível quadro de alergia à proteína do leite de vaca, com
melhora do quadro. Alérgico à dipirona. Nega cirurgias, transfusão sanguínea e trauma.
Antecedentes Familiares: Pais saudáveis e não consanguíneos. Avó materna com câncer renal, avô
paterno com câncer de próstata. Prima de 1º grau teve teratoma em região sacral quando
lactente. Duas tias avós com câncer de mama. Bisavó materna falecida por IAM. Nega
comorbidade semelhante na família, bem como outras comorbidades.
Hábitos de Vida: Alimentação saudável e em boa quantidade. Frequenta pré escola, já lê e escreve.
Pratica esportes. Refere, há 6 meses, banho nas lagoas de Jacumã e Pitangui. Possui um cachorro
em casa. Viagem para Orlando (EUA) há 2 meses.
AO EXAME:
>BEG, vigil, orientado, corado, anictérico, acianótico, hidratado, eupneico, afebril, sem
linfonodomegalias palpáveis.
>ACV: RCR, em 2T, BNF, sem sopros ou estalidos.
>AP: MV+, simétrico, sem ruídos adventícios.
>Abdome: flácido, indolor, sem visceromegalias palpáveis.
>Extremidades: sem edemas, boa perfusão periférica.
>Face: presença de tumoração em região frontal direita, de ± 3cm de comprimento e ±2 cm de
profundidade, dolorosa discretamente a palpação, móvel, não aderida a planos profundos, sem
sinais flogísticos.
EXAMES COMPLEMENTARES
11/01/14 07/03/14 22/03/14
Hemoglobina 11,3 11,8 11,0
Hematócrito 34,9% 36,0% 35,0%
VCM 78,0 78,9 76,0
HCM 25,0 25,9 24,0
CHCM 32,0 32,8 32,0
Leucócitos 9.800 6.470 9.200
Mielócitos 0% 0% 0%
Metamielócitos 0% 0% 0%
Bastões 1% 0% 0%
Segmentados 26% 26% 61%
Linfócitos 71% 65,1% 35%
Linfócitos Atípicos 0% 0% 0%
Monócitos 1% 7,9% 2%
Eosinófilos 1% 0,9% 2%
Basófilos 0% 0,5% 0%
Blastos 0% - 0%
Plaquetas 274.000 337.000 221.000
11/01/14 20/01/14 07/03/14
TAP 17,8 S
INR 1,38
TTPa 35,9 s
Sódio 143
Potássio 5,5 4,2
Cálcio 6,1 9,6
Fósforo 4,6
Bilirrubina Total 1,0
Bilirrubina Direta 0,5
Bilirrubina Indireta 0,5
Ácido Úrico 2,6
Albumina 3,9 4,2
Creatinina 0,5 0,5
Uréia 38 25
TGO/AST 38 23
TGP/ALT 31 14
EAS Sem alterações
20/01/14 07/03/14
Ferritina 26 52
RDW 17,3%
Glicose 79
Colesterol Total 198
Triglicerídeos 69
13/01/14 TC de tórax Sem alterações.
21/01/14 PET/CT Lesão óssea supraorbitária à direita, com leve aumento do metabolismo glicolítico,
compatível com acometimento pela doença de base.
Duas lesões líticas parietais bilaterais, sem aumento da concentração do contraste,
podendo corresponder a envolvimento pela patologia de base.
07/01/14 USG da face direita Área nodular hipoecóica bem delimitada, medindo 2,5x1,1x1,7 cm, em região supra ciliar
direita, com irregularidade do contorno ósseo frontal na sua porção basal, de aspecto
inespecífico ao método.
08/01/14 TC dos seios da face Pequena sinusopatia maxilar e esfenoidal.
Lesão expansiva sólida, com captação do meio de contraste, associada à importante
erosão óssea, bem como aumento de partes moles, localizada em região frontal direita.
10/01/14 RNM das órbitas/
Crânio
Formação expansiva sólida lobulada, com acentuada captação do meio de contraste e
apresentando erosão óssea localizada no teto da órbita direita, com extensão ao globo
ocular e envolvendo a glândula lacrimal homolateral.
13/01/14 TC de abdome total Discreta hepatomegalia homogênea. Aumento de linfonodos mesenteriais.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Treinamento para lojas multimarca
Treinamento para lojas multimarcaTreinamento para lojas multimarca
Treinamento para lojas multimarca
kbzensen
 
Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...
Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...
Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...
Kerllin Raenck Pereira
 
O Boticário - Business Plan
O Boticário - Business PlanO Boticário - Business Plan
O Boticário - Business Plan
Pipoca Moderna
 
Gestão da Inovação - O Boticário
Gestão da Inovação - O Boticário Gestão da Inovação - O Boticário
Gestão da Inovação - O Boticário
Rafael Pedroso
 
O Boticário - Sustentabilidade nos Negócios
O Boticário - Sustentabilidade nos NegóciosO Boticário - Sustentabilidade nos Negócios
O Boticário - Sustentabilidade nos Negócios
Sistema CNC
 
JEQUITI Ciclo 07 2009
JEQUITI Ciclo 07 2009JEQUITI Ciclo 07 2009
JEQUITI Ciclo 07 2009
deiapinh
 
Grupo boticário novo
Grupo boticário novoGrupo boticário novo
Grupo boticário novo
luizarey2
 
Trainee grupo boticário atividade colaborativa
Trainee grupo boticário   atividade colaborativaTrainee grupo boticário   atividade colaborativa
Trainee grupo boticário atividade colaborativa
ICO Estacionamentos Ltda.
 
Grupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envio
Grupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envioGrupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envio
Grupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envio
ISetor
 
Boticário oficina de sustentabilidade para fornecedores
Boticário   oficina de sustentabilidade para fornecedoresBoticário   oficina de sustentabilidade para fornecedores
Boticário oficina de sustentabilidade para fornecedores
ANEAC - Associação Nacional dos Engenheiros e Arquitetos da Caixa
 
O boticario case UNA-2010
O boticario case UNA-2010O boticario case UNA-2010
O boticario case UNA-2010
Rogerio Veiga Junior
 
Sustentabilidade & Os Cosmeticos
Sustentabilidade & Os CosmeticosSustentabilidade & Os Cosmeticos
Sustentabilidade & Os Cosmeticos
amandastudy
 
História e dados sobre marca O boticário - Elierson Carrias
História e dados sobre marca O boticário - Elierson CarriasHistória e dados sobre marca O boticário - Elierson Carrias
História e dados sobre marca O boticário - Elierson Carrias
Elierson Carrias
 
Case o boticário
Case o boticárioCase o boticário
Case o boticário
Franciene Pereira
 
O boticário ppt
O boticário pptO boticário ppt
O boticário ppt
fennys2lari
 

Destaque (15)

Treinamento para lojas multimarca
Treinamento para lojas multimarcaTreinamento para lojas multimarca
Treinamento para lojas multimarca
 
Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...
Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...
Case Comercial O Boticário - Dia dos Namorados 2015 - Comparação Midiática e ...
 
O Boticário - Business Plan
O Boticário - Business PlanO Boticário - Business Plan
O Boticário - Business Plan
 
Gestão da Inovação - O Boticário
Gestão da Inovação - O Boticário Gestão da Inovação - O Boticário
Gestão da Inovação - O Boticário
 
O Boticário - Sustentabilidade nos Negócios
O Boticário - Sustentabilidade nos NegóciosO Boticário - Sustentabilidade nos Negócios
O Boticário - Sustentabilidade nos Negócios
 
JEQUITI Ciclo 07 2009
JEQUITI Ciclo 07 2009JEQUITI Ciclo 07 2009
JEQUITI Ciclo 07 2009
 
Grupo boticário novo
Grupo boticário novoGrupo boticário novo
Grupo boticário novo
 
Trainee grupo boticário atividade colaborativa
Trainee grupo boticário   atividade colaborativaTrainee grupo boticário   atividade colaborativa
Trainee grupo boticário atividade colaborativa
 
Grupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envio
Grupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envioGrupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envio
Grupo boticario sustentabilidade i_setor_092015_vf envio
 
Boticário oficina de sustentabilidade para fornecedores
Boticário   oficina de sustentabilidade para fornecedoresBoticário   oficina de sustentabilidade para fornecedores
Boticário oficina de sustentabilidade para fornecedores
 
O boticario case UNA-2010
O boticario case UNA-2010O boticario case UNA-2010
O boticario case UNA-2010
 
Sustentabilidade & Os Cosmeticos
Sustentabilidade & Os CosmeticosSustentabilidade & Os Cosmeticos
Sustentabilidade & Os Cosmeticos
 
História e dados sobre marca O boticário - Elierson Carrias
História e dados sobre marca O boticário - Elierson CarriasHistória e dados sobre marca O boticário - Elierson Carrias
História e dados sobre marca O boticário - Elierson Carrias
 
Case o boticário
Case o boticárioCase o boticário
Case o boticário
 
O boticário ppt
O boticário pptO boticário ppt
O boticário ppt
 

Semelhante a Sessão Anátomo - Clínica

Dra Miany 1.pptx
Dra Miany 1.pptxDra Miany 1.pptx
Dra Miany 1.pptx
MianyChidundo
 
Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)
Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)
Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)
blogped1
 
Estudo de Caso - Histerectomia
Estudo de Caso - HisterectomiaEstudo de Caso - Histerectomia
Estudo de Caso - Histerectomia
Caroline Lopes
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
Ana Moraes
 
Etilismo Crônico
Etilismo CrônicoEtilismo Crônico
Etilismo Crônico
Julio Cesar Matias
 
Anemias em pediatria
Anemias em pediatriaAnemias em pediatria
Anemias em pediatria
Marco Túlio Froes Duarte
 
Sessão Ánatomo - Clínica
Sessão Ánatomo - ClínicaSessão Ánatomo - Clínica
Sessão Ánatomo - Clínica
blogped1
 
Dor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencial
Dor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencialDor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencial
Dor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencial
Laped Ufrn
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...
DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...
DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...
Fernanda Pércope
 
PUERICULTURA.pdf
PUERICULTURA.pdfPUERICULTURA.pdf
PUERICULTURA.pdf
Natália Fernandes
 
Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.
Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.
Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.
documentos9
 
Praticas Alternativas I Estudo De Caso
Praticas Alternativas I   Estudo De CasoPraticas Alternativas I   Estudo De Caso
Praticas Alternativas I Estudo De Caso
Rosangela Filgueiras
 
Hematúria na infância
Hematúria na infânciaHematúria na infância
Hematúria na infância
Laped Ufrn
 
Sarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICID
Sarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICIDSarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICID
Sarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICID
Estomatologista- Dra Dulce Cabelho
 
Trombocitopenia na infância - Caso Clínico
Trombocitopenia na infância - Caso ClínicoTrombocitopenia na infância - Caso Clínico
Trombocitopenia na infância - Caso Clínico
Laped Ufrn
 
Apresentação mi definitivo
Apresentação mi   definitivoApresentação mi   definitivo
Apresentação mi definitivo
Túlio Teixeira
 
Estudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SP
Estudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SPEstudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SP
Estudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SP
Gusttavo Maldovick
 
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdfPancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
EmanuelJulioMiguel
 
Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)
Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)
Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)
blogped1
 

Semelhante a Sessão Anátomo - Clínica (20)

Dra Miany 1.pptx
Dra Miany 1.pptxDra Miany 1.pptx
Dra Miany 1.pptx
 
Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)
Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)
Sessão Anátomo - Clínica (Maio - 2014)
 
Estudo de Caso - Histerectomia
Estudo de Caso - HisterectomiaEstudo de Caso - Histerectomia
Estudo de Caso - Histerectomia
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
 
Etilismo Crônico
Etilismo CrônicoEtilismo Crônico
Etilismo Crônico
 
Anemias em pediatria
Anemias em pediatriaAnemias em pediatria
Anemias em pediatria
 
Sessão Ánatomo - Clínica
Sessão Ánatomo - ClínicaSessão Ánatomo - Clínica
Sessão Ánatomo - Clínica
 
Dor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencial
Dor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencialDor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencial
Dor abdominal na infância: abordagem e diagnóstico diferencial
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...
DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...
DESORDENS FUNCIONAIS: QUANDO SUSPEITAR E COMO CONVENCER QUE O BEBÊ NÃO TEM UM...
 
PUERICULTURA.pdf
PUERICULTURA.pdfPUERICULTURA.pdf
PUERICULTURA.pdf
 
Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.
Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.
Anotações de Enfermagem aplicados à UTI.
 
Praticas Alternativas I Estudo De Caso
Praticas Alternativas I   Estudo De CasoPraticas Alternativas I   Estudo De Caso
Praticas Alternativas I Estudo De Caso
 
Hematúria na infância
Hematúria na infânciaHematúria na infância
Hematúria na infância
 
Sarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICID
Sarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICIDSarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICID
Sarcoma de Ewing CONLIGAS MEDICINA UNICID
 
Trombocitopenia na infância - Caso Clínico
Trombocitopenia na infância - Caso ClínicoTrombocitopenia na infância - Caso Clínico
Trombocitopenia na infância - Caso Clínico
 
Apresentação mi definitivo
Apresentação mi   definitivoApresentação mi   definitivo
Apresentação mi definitivo
 
Estudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SP
Estudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SPEstudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SP
Estudo Nefrologia Fabiana - UNIFESP - SP
 
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdfPancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
Pancreatite Aguda_ap hospital_final.pdf
 
Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)
Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)
Sessão Anátomo Clínica (agosto/2013)
 

Mais de blogped1

Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de TannerEstadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
blogped1
 
Roteiro de Consulta de Puericultura
Roteiro de Consulta de PuericulturaRoteiro de Consulta de Puericultura
Roteiro de Consulta de Puericultura
blogped1
 
Febre amarela: Nota Informativa
Febre amarela: Nota InformativaFebre amarela: Nota Informativa
Febre amarela: Nota Informativa
blogped1
 
Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...
Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...
Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...
blogped1
 
Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016
Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016
Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016
blogped1
 
ABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de Vida
ABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de VidaABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de Vida
ABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de Vida
blogped1
 
Diagnóstico diferencial de bócio na infância
Diagnóstico diferencial de bócio na infânciaDiagnóstico diferencial de bócio na infância
Diagnóstico diferencial de bócio na infância
blogped1
 
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
blogped1
 
Psoríase na infância
Psoríase na infânciaPsoríase na infância
Psoríase na infância
blogped1
 
Revised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilities
Revised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilitiesRevised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilities
Revised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilities
blogped1
 
Sinusite Bacteriana Aguda
Sinusite Bacteriana AgudaSinusite Bacteriana Aguda
Sinusite Bacteriana Aguda
blogped1
 
Otite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites Media
Otite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites MediaOtite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites Media
Otite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites Media
blogped1
 
Paralisia Facial
Paralisia FacialParalisia Facial
Paralisia Facial
blogped1
 
Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016
Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016
Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016
blogped1
 
Giant congenital juvenile xanthogranuloma
Giant congenital juvenile xanthogranulomaGiant congenital juvenile xanthogranuloma
Giant congenital juvenile xanthogranuloma
blogped1
 
Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.
Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.
Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.
blogped1
 
Hipoglicemia Neonatal
Hipoglicemia  Neonatal Hipoglicemia  Neonatal
Hipoglicemia Neonatal
blogped1
 
Síndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura Conceitual
Síndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura ConceitualSíndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura Conceitual
Síndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura Conceitual
blogped1
 
Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...
Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...
Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...
blogped1
 
Icterícia neonatal
 Icterícia neonatal  Icterícia neonatal
Icterícia neonatal
blogped1
 

Mais de blogped1 (20)

Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de TannerEstadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
 
Roteiro de Consulta de Puericultura
Roteiro de Consulta de PuericulturaRoteiro de Consulta de Puericultura
Roteiro de Consulta de Puericultura
 
Febre amarela: Nota Informativa
Febre amarela: Nota InformativaFebre amarela: Nota Informativa
Febre amarela: Nota Informativa
 
Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...
Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...
Dermatoses neonatais de importância clínica: notificação no prontuário do rec...
 
Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016
Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016
Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016
 
ABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de Vida
ABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de VidaABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de Vida
ABCDE do Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) no Primeiro Ano de Vida
 
Diagnóstico diferencial de bócio na infância
Diagnóstico diferencial de bócio na infânciaDiagnóstico diferencial de bócio na infância
Diagnóstico diferencial de bócio na infância
 
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
 
Psoríase na infância
Psoríase na infânciaPsoríase na infância
Psoríase na infância
 
Revised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilities
Revised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilitiesRevised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilities
Revised WHO classification and treatment of childhoold pneumonia at facilities
 
Sinusite Bacteriana Aguda
Sinusite Bacteriana AgudaSinusite Bacteriana Aguda
Sinusite Bacteriana Aguda
 
Otite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites Media
Otite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites MediaOtite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites Media
Otite Média Aguda (OMA) / Acutes Otites Media
 
Paralisia Facial
Paralisia FacialParalisia Facial
Paralisia Facial
 
Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016
Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016
Nota informativa 149 - Mudanças no Calendário Nacional de Vacinação - 2016
 
Giant congenital juvenile xanthogranuloma
Giant congenital juvenile xanthogranulomaGiant congenital juvenile xanthogranuloma
Giant congenital juvenile xanthogranuloma
 
Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.
Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.
Tonsillitis in children: unnecessary laboratpry studies and antibiotic use.
 
Hipoglicemia Neonatal
Hipoglicemia  Neonatal Hipoglicemia  Neonatal
Hipoglicemia Neonatal
 
Síndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura Conceitual
Síndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura ConceitualSíndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura Conceitual
Síndromes Neurocutâneas : Revisão e Leitura Conceitual
 
Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...
Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...
Malformações extra-cardíacas em pacientes com cardiopatias congênitas atendid...
 
Icterícia neonatal
 Icterícia neonatal  Icterícia neonatal
Icterícia neonatal
 

Sessão Anátomo - Clínica

  • 1. HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES (HUOL) PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PEDIATRIA ANÁTOMO-CLÍNICA RESIDENTE: R2 Juliana Duarte de Figueiredo DATA: 09/05/2014 LOCAL: Auditório da Faculdade de Farmácia – Hora: 07:00 ORIENTADOR: DR. José Jorge Maciel Neto HISTÓRIA CLÍNICA Pré escolar de 5 anos e 7 meses, sexo masculino, leucoderma, natural e procedente de Natal/RN. Informante: a mãe. Vem para consulta especializada, com história de início de prurido em região ocular à direita, há 2 semanas, com melhora importante após uso de colírio anti histamínico prescrito por oftalmologista. Há 1 semana foi observada pequena tumoração em região frontal direita craniana, com aumento progressivo de tamanho, dolorosa discretamente à palpação, sem sinais flogísticos ou drenagem de secreção local, e manutenção do prurido ocular leve ipsilateral. Fez uso de compressa de gelo sem melhora. Nega febre, astenia, perda ponderal, cefaléia, diarreia, vômitos, alterações oftalmológicas ou neurológicas, trauma, dentre outros queixas. Antecedentes Pessoais Fisiológicos: 1º filho de uma prole de dois filhos, nascido de parto cesáreo por oligoâmnio e pós termo. PN: 3.680g, EN: 51cm, PC: 35cm, APGAR: 9/9. LME até os 6 meses e complementar até 1 ano. DNPM adequado. Mãe refere gestação e parto sem intercorrências, e pré natal adequado. Antecedentes Pessoais Patológicos: Nega internamentos prévios. Refere resfriados comuns e um episódio de bronquite com 1 ano e 6 meses. Mãe fez restrição de leite e derivados nos primeiros 6 meses de idade do paciente, por possível quadro de alergia à proteína do leite de vaca, com melhora do quadro. Alérgico à dipirona. Nega cirurgias, transfusão sanguínea e trauma. Antecedentes Familiares: Pais saudáveis e não consanguíneos. Avó materna com câncer renal, avô paterno com câncer de próstata. Prima de 1º grau teve teratoma em região sacral quando lactente. Duas tias avós com câncer de mama. Bisavó materna falecida por IAM. Nega comorbidade semelhante na família, bem como outras comorbidades.
  • 2. Hábitos de Vida: Alimentação saudável e em boa quantidade. Frequenta pré escola, já lê e escreve. Pratica esportes. Refere, há 6 meses, banho nas lagoas de Jacumã e Pitangui. Possui um cachorro em casa. Viagem para Orlando (EUA) há 2 meses. AO EXAME: >BEG, vigil, orientado, corado, anictérico, acianótico, hidratado, eupneico, afebril, sem linfonodomegalias palpáveis. >ACV: RCR, em 2T, BNF, sem sopros ou estalidos. >AP: MV+, simétrico, sem ruídos adventícios. >Abdome: flácido, indolor, sem visceromegalias palpáveis. >Extremidades: sem edemas, boa perfusão periférica. >Face: presença de tumoração em região frontal direita, de ± 3cm de comprimento e ±2 cm de profundidade, dolorosa discretamente a palpação, móvel, não aderida a planos profundos, sem sinais flogísticos. EXAMES COMPLEMENTARES 11/01/14 07/03/14 22/03/14 Hemoglobina 11,3 11,8 11,0 Hematócrito 34,9% 36,0% 35,0% VCM 78,0 78,9 76,0 HCM 25,0 25,9 24,0 CHCM 32,0 32,8 32,0 Leucócitos 9.800 6.470 9.200 Mielócitos 0% 0% 0% Metamielócitos 0% 0% 0% Bastões 1% 0% 0% Segmentados 26% 26% 61% Linfócitos 71% 65,1% 35% Linfócitos Atípicos 0% 0% 0% Monócitos 1% 7,9% 2% Eosinófilos 1% 0,9% 2% Basófilos 0% 0,5% 0% Blastos 0% - 0%
  • 3. Plaquetas 274.000 337.000 221.000 11/01/14 20/01/14 07/03/14 TAP 17,8 S INR 1,38 TTPa 35,9 s Sódio 143 Potássio 5,5 4,2 Cálcio 6,1 9,6 Fósforo 4,6 Bilirrubina Total 1,0 Bilirrubina Direta 0,5 Bilirrubina Indireta 0,5 Ácido Úrico 2,6 Albumina 3,9 4,2 Creatinina 0,5 0,5 Uréia 38 25 TGO/AST 38 23 TGP/ALT 31 14 EAS Sem alterações 20/01/14 07/03/14 Ferritina 26 52 RDW 17,3% Glicose 79 Colesterol Total 198 Triglicerídeos 69
  • 4. 13/01/14 TC de tórax Sem alterações. 21/01/14 PET/CT Lesão óssea supraorbitária à direita, com leve aumento do metabolismo glicolítico, compatível com acometimento pela doença de base. Duas lesões líticas parietais bilaterais, sem aumento da concentração do contraste, podendo corresponder a envolvimento pela patologia de base. 07/01/14 USG da face direita Área nodular hipoecóica bem delimitada, medindo 2,5x1,1x1,7 cm, em região supra ciliar direita, com irregularidade do contorno ósseo frontal na sua porção basal, de aspecto inespecífico ao método. 08/01/14 TC dos seios da face Pequena sinusopatia maxilar e esfenoidal. Lesão expansiva sólida, com captação do meio de contraste, associada à importante erosão óssea, bem como aumento de partes moles, localizada em região frontal direita. 10/01/14 RNM das órbitas/ Crânio Formação expansiva sólida lobulada, com acentuada captação do meio de contraste e apresentando erosão óssea localizada no teto da órbita direita, com extensão ao globo ocular e envolvendo a glândula lacrimal homolateral. 13/01/14 TC de abdome total Discreta hepatomegalia homogênea. Aumento de linfonodos mesenteriais.