SlideShare uma empresa Scribd logo
11 - INCENTIVO Á AUTONOMIA E AO TRABALHO COLETIVO

     Como desejamos?
     Que seja incentivada á autonomia dos profissionais na organização dos trabalhos da
      escola?
     Que seja organizado o trabalho coletivo da / na escola?
     Quea organização das aulas oportunizem e incentivem a participação dos
      alunos(propondo, criando e realizando atividades curriculares e extracurriculares)?
     Que profissionais organizem e incentivem o trabalho coletivo junto aos alunos?

Atravésdo planejamento de propostas educacionais e democráticas, que facilite a construção
do trabalho pedagógico. Muito diálogo, desenvolvimento de projetos, regularidade de
reuniões, formação continuada ecursos de capacitação.
Tornar o aluno sujeito da sua construção, aquisição do conhecimento.
Possibilitar ao coletivo escolar a tomada de consciência dos principais problemas da escola e
das possibilidades de solução, definindo as responsabilidades coletivas e pessoais.

12 - MECANISMOS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS

       Como desejamos?
       Que avaliação seja considerada pela escola?
       Que os instrumentos avaliativos sejam definidos pelos professores
       Que seja a participação da comunidade escolar no processo de construção e
        acompanhamento da avaliação dos alunos.


Através de dinâmicas interativas e ações orientadoras nos procedimentos pedagógicos,
avaliações formativase processuais, criando ou reformulando novos conceitos, nos diferentes
componentes curriculares com dimensões qualitativas e quantitativas.

Estimular o sentido de responsabilidade e de comprometimento na direção do seu próprio
crescimento.



13- ACOMPANHAMENTO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DOS ALUNOS.

     Como desejamos?
     Que o processo de ensino –aprendizagem dos alunos seja acompanhado pelos
      professores?
     Que ocorra a participação dos coordenadores pedagógicos no acompanhamento do
      processo do ensino aprendizagem?
     Que ocorra o acompanhamento e a socialização periódica do desempenho escolar?
     Que seja a relação entre controle de frequência e o desempenho dos alunos de
      maneiraa segurar sua permanência com sucesso?
     Que os dados avaliativos sejam utilizados para identificar as disciplinas/ou áres com
      menor desempenho escolar
 Que ocorra a participação dos pais/responsáveis no acompanhamento do processo
  de ensino-aprendizagem?

   Com processos, mediadores, na construção do currículo;
   Criando estratégias de acompanhamento.
   Selecionar processos de superação com perspectivasemancipatórias.

   Aformação do aluno requer um conjunto de ações que apenas um docente não pode
   realizar;   portanto o processo de ensino – aprendizagem não se alimenta
   exclusivamente da contribuição individualizada de cada conteúdo ou professor
   isoladamente; pelo contrário, além dessas contribuições individuais, há aquelas
   provenientes do trabalho conjunto de todos os docentes e destes com os demais
   profissionais da educação .
   Há que contextualizar, resgatar e respeitar a organização em que se encontram as
   comunidades desfavorecidas sócio-economicamente, ler atentamente o imaginário
   local, que é a sua visão da realidade.Na escola, as relações sociais traduzem uma
   diversidade de compreensão de aprendizagens adotadas pelos seus diferentes sujeitos
   e que podem ser modificadas através das próprias relações. É necessário estar com o
   outro e então, voltar-se a si mesmo. Quando a realidade escolar écompatível com a
   realidade social e cultural da criança, sem conflitos de realidades, há um grande salto
   dequalidade.
   A importância da participação dos Pais na Escola”
   No mundo escolar, encontra-se todo o tipo de pais. O pai atento e preocupado,
   que vai à escola com regularidade, que participa nas reuniões de pais, nas
   atividades da escola; o pai que só vai à escola quando é convidado a ir, que
   não aparece nas reuniões porque não tem tempo, não participa nas atividades
   porque considera ser uma perda de tempo,etc.É cada vez mais importante sensibilizar
   os pais para participarem ativamente na vida escolar dos seus educandos. A escola faz
   parte do cotidiano do aluno e os pais devem estar envolvidos em todo o processo de
   aprendizagem. Para os pais, participar na escola não deve ser só "receber
   informações". É preciso que façam sugestões e tomem algumas decisões em conjunto
   com os professores.

   14- CORREÇÃO DAS DEFASAGENS.

 Como desejamos?
 Que as avaliações permitam identificar as defasagens?
 Que as ações pedagógicas de correção e acompanhamento das defasagens sejam
  construídas com objetivo de favorecer a melhoria do rendimento escolar?
 Que os resultados das correções de defasagens sejam conhecidos pela comunidades
  escolar

   Atividades diferenciadas, participação nos projetos, reclassificação.
   Através de avaliações diagnosticas, troca de experiências.
   Atividadesextraclasse.
Com certeza conquistar a confiança das famílias para também perceberam os avanços
   ou defasagens no ensino aprendizagem dos filhos, criação de rotina de estudos.

   15 – COMPREENSÃO E USO DOS INDICADORES OFICIAIS DE AVALIAÇÃO DA ESCOLA E
   DAS REDES DE ENSINO.

 Como desejamos?
 Que sejam utilizados os indicadores escolares?
 Que a escola analise os resultados de seu desempenho de forma comparativa de
  maneira que os indicadores possam contribuir para melhorar a qualidade da
  educação.
 Que sejam identificadas as necessidades e sejam propostas metas de desempenho.

  Que seja de acordo com a nossa realidade local.
  Serve para diagnosticar os problemas e com isso, modifica as ações pedagógicas.
  Espera-se que toda a equipe escolar aproveite os resultados da avaliação para
  aprimorar o planejamentoescolar anual, assim como para incentivar e
  fundamentaroutras ações ou projetos, visando enfrentare superar eventuais
  problemas na escola.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosGestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Ulisses Vakirtzis
 
Supervisão pedagógica
Supervisão pedagógicaSupervisão pedagógica
Supervisão pedagógica
Inacio Montanha
 
Ação supervisora: tendências e práticas
Ação supervisora: tendências e práticasAção supervisora: tendências e práticas
Ação supervisora: tendências e práticas
Ulisses Vakirtzis
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Belister Paulino
 
O papel do_educador_de_apoio
O papel do_educador_de_apoioO papel do_educador_de_apoio
O papel do_educador_de_apoio
Flávia Maria
 
11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...
11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...
11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...
Paulo Lima
 
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Miltinho Rodrigues
 
O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃO
O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃOO PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃO
O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃO
christianceapcursos
 
Supervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escolaSupervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escola
Ulisses Vakirtzis
 
Atualizado formação continuada dos gestores na educação infantil
Atualizado  formação continuada dos gestores na educação infantilAtualizado  formação continuada dos gestores na educação infantil
Atualizado formação continuada dos gestores na educação infantil
UAB -Polo de Primavera do Leste
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Gestão escolar
Edilene Aguiar
 
Cap 3 gestao_democratica
Cap 3 gestao_democraticaCap 3 gestao_democratica
Cap 3 gestao_democratica
Marjorie Klich Nunes
 
Construção da proposta pedagógica da escola
Construção da proposta pedagógica da escolaConstrução da proposta pedagógica da escola
Construção da proposta pedagógica da escola
Marcelo Assis
 
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede MunicipalA Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
Ulisses Vakirtzis
 
Oficina para Equipe Diretiva
Oficina para Equipe Diretiva Oficina para Equipe Diretiva
Oficina para Equipe Diretiva
Fabio Batista
 
Gestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publicaGestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publica
vilemarm
 
PLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
PLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe AssunçãoPLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
PLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
A gestão participativa
A gestão participativaA gestão participativa
A gestão participativa
Blog Amiga da Pedagogia By Nathália
 
O papel do diretor
O  papel do diretorO  papel do diretor
O papel do diretor
biwal
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
Marcia Tavares
 

Mais procurados (20)

Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianosGestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
Gestão Escolar: enfrentando os desafios cotidianos
 
Supervisão pedagógica
Supervisão pedagógicaSupervisão pedagógica
Supervisão pedagógica
 
Ação supervisora: tendências e práticas
Ação supervisora: tendências e práticasAção supervisora: tendências e práticas
Ação supervisora: tendências e práticas
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
 
O papel do_educador_de_apoio
O papel do_educador_de_apoioO papel do_educador_de_apoio
O papel do_educador_de_apoio
 
11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...
11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...
11.Relações entre o administrativo e o pedagógico na prática do gestor escola...
 
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...Gestão democrática  desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
Gestão democrática desafios e possibilidades de mudanças na escola para uma ...
 
O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃO
O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃOO PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃO
O PAPEL DO GESTOR ESCOLAR DIANTE DA PROBLEMÁTICA DA EDUCAÇÃO
 
Supervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escolaSupervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escola
 
Atualizado formação continuada dos gestores na educação infantil
Atualizado  formação continuada dos gestores na educação infantilAtualizado  formação continuada dos gestores na educação infantil
Atualizado formação continuada dos gestores na educação infantil
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Gestão escolar
 
Cap 3 gestao_democratica
Cap 3 gestao_democraticaCap 3 gestao_democratica
Cap 3 gestao_democratica
 
Construção da proposta pedagógica da escola
Construção da proposta pedagógica da escolaConstrução da proposta pedagógica da escola
Construção da proposta pedagógica da escola
 
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede MunicipalA Supervisão Escolar na Rede Municipal
A Supervisão Escolar na Rede Municipal
 
Oficina para Equipe Diretiva
Oficina para Equipe Diretiva Oficina para Equipe Diretiva
Oficina para Equipe Diretiva
 
Gestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publicaGestão administrativa da escola publica
Gestão administrativa da escola publica
 
PLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
PLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe AssunçãoPLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
PLANO DE GESTÃO ESCOLAR - Prof. Noe Assunção
 
A gestão participativa
A gestão participativaA gestão participativa
A gestão participativa
 
O papel do diretor
O  papel do diretorO  papel do diretor
O papel do diretor
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
 

Destaque

2º trabalho 6º ano 1 bim
2º trabalho 6º ano 1 bim2º trabalho 6º ano 1 bim
2º trabalho 6º ano 1 bim
Daniela F Almenara
 
Atividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º anoAtividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º ano
Daniela F Almenara
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
Daniela F Almenara
 
Função horária das posições
Função horária das posiçõesFunção horária das posições
Função horária das posições
Daniela F Almenara
 
Modelo
ModeloModelo
Equações
EquaçõesEquações
Equações
Daniela F Almenara
 
Pg
PgPg
Geometria_polígonos
Geometria_polígonosGeometria_polígonos
Geometria_polígonos
Daniela F Almenara
 
Atividade de revisão
Atividade de revisãoAtividade de revisão
Atividade de revisão
Daniela F Almenara
 
Mandalas
MandalasMandalas
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-20166º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
Daniela F Almenara
 
Atividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanosAtividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanos
Daniela F Almenara
 
Simetria: Arte e Matemática
Simetria: Arte e MatemáticaSimetria: Arte e Matemática
Simetria: Arte e Matemática
Daniela F Almenara
 
As formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciaisAs formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciais
Daniela F Almenara
 
Equacoes de 7º Ano
Equacoes de 7º AnoEquacoes de 7º Ano
Equacoes de 7º Ano
Cristina Neto
 

Destaque (15)

2º trabalho 6º ano 1 bim
2º trabalho 6º ano 1 bim2º trabalho 6º ano 1 bim
2º trabalho 6º ano 1 bim
 
Atividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º anoAtividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º ano
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
 
Função horária das posições
Função horária das posiçõesFunção horária das posições
Função horária das posições
 
Modelo
ModeloModelo
Modelo
 
Equações
EquaçõesEquações
Equações
 
Pg
PgPg
Pg
 
Geometria_polígonos
Geometria_polígonosGeometria_polígonos
Geometria_polígonos
 
Atividade de revisão
Atividade de revisãoAtividade de revisão
Atividade de revisão
 
Mandalas
MandalasMandalas
Mandalas
 
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-20166º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
 
Atividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanosAtividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanos
 
Simetria: Arte e Matemática
Simetria: Arte e MatemáticaSimetria: Arte e Matemática
Simetria: Arte e Matemática
 
As formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciaisAs formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciais
 
Equacoes de 7º Ano
Equacoes de 7º AnoEquacoes de 7º Ano
Equacoes de 7º Ano
 

Semelhante a Sala ppp

Luciane
LucianeLuciane
Pap1
Pap1Pap1
Plano de Ação participativo_vol1
Plano de Ação participativo_vol1Plano de Ação participativo_vol1
Plano de Ação participativo_vol1
sitedcoeste
 
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
aninhaw2
 
Plano de ação nilda auseli
Plano de ação nilda auseliPlano de ação nilda auseli
Plano de ação nilda auseli
Daniela F Almenara
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
Angela Silva
 
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógicoModelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
Elicio Lima
 
Articulador Pedagógico
Articulador PedagógicoArticulador Pedagógico
Articulador Pedagógico
Graciane Volotao
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICAPROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
Lidia Carvalho
 
Ensaio eliane modulo iv
Ensaio eliane  modulo ivEnsaio eliane  modulo iv
Ensaio eliane modulo iv
Vania Mendes
 
Avaliacao do Desempenho Docente e Supervisao Pedagogica
Avaliacao do Desempenho Docente e Supervisao PedagogicaAvaliacao do Desempenho Docente e Supervisao Pedagogica
Avaliacao do Desempenho Docente e Supervisao Pedagogica
Agostinho NSilva
 
Projeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio França
Projeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio FrançaProjeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio França
Projeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio França
Socorro Vasconcelos
 
Documento Orientador 2022 AI.pdf
Documento Orientador 2022 AI.pdfDocumento Orientador 2022 AI.pdf
Documento Orientador 2022 AI.pdf
Renata Duarte
 
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
LOCIMAR MASSALAI
 
20 pea-2013-2016
20 pea-2013-201620 pea-2013-2016
20 pea-2013-2016
Maria José Oliveira
 
plano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdf
plano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdfplano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdf
plano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdf
EduardoAparecidoAmbr
 
Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011
dencia999
 
PPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. AdolfoPPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. Adolfo
heder oliveira silva
 
Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013
eemarquesdesaovicente
 
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
Plano de ação pedagógica 2009   anandreiaPlano de ação pedagógica 2009   anandreia
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO VILHENA
 

Semelhante a Sala ppp (20)

Luciane
LucianeLuciane
Luciane
 
Pap1
Pap1Pap1
Pap1
 
Plano de Ação participativo_vol1
Plano de Ação participativo_vol1Plano de Ação participativo_vol1
Plano de Ação participativo_vol1
 
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
 
Plano de ação nilda auseli
Plano de ação nilda auseliPlano de ação nilda auseli
Plano de ação nilda auseli
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
 
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógicoModelo de proposta para trabalho pedagógico
Modelo de proposta para trabalho pedagógico
 
Articulador Pedagógico
Articulador PedagógicoArticulador Pedagógico
Articulador Pedagógico
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICAPROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
 
Ensaio eliane modulo iv
Ensaio eliane  modulo ivEnsaio eliane  modulo iv
Ensaio eliane modulo iv
 
Avaliacao do Desempenho Docente e Supervisao Pedagogica
Avaliacao do Desempenho Docente e Supervisao PedagogicaAvaliacao do Desempenho Docente e Supervisao Pedagogica
Avaliacao do Desempenho Docente e Supervisao Pedagogica
 
Projeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio França
Projeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio FrançaProjeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio França
Projeto Político Pedagógico _ EEEP Júlio França
 
Documento Orientador 2022 AI.pdf
Documento Orientador 2022 AI.pdfDocumento Orientador 2022 AI.pdf
Documento Orientador 2022 AI.pdf
 
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
 
20 pea-2013-2016
20 pea-2013-201620 pea-2013-2016
20 pea-2013-2016
 
plano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdf
plano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdfplano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdf
plano-de-acao-escolas-pei-oficial.pdf
 
Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011
 
PPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. AdolfoPPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. Adolfo
 
Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013
 
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
Plano de ação pedagógica 2009   anandreiaPlano de ação pedagógica 2009   anandreia
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
 

Sala ppp

  • 1. 11 - INCENTIVO Á AUTONOMIA E AO TRABALHO COLETIVO  Como desejamos?  Que seja incentivada á autonomia dos profissionais na organização dos trabalhos da escola?  Que seja organizado o trabalho coletivo da / na escola?  Quea organização das aulas oportunizem e incentivem a participação dos alunos(propondo, criando e realizando atividades curriculares e extracurriculares)?  Que profissionais organizem e incentivem o trabalho coletivo junto aos alunos? Atravésdo planejamento de propostas educacionais e democráticas, que facilite a construção do trabalho pedagógico. Muito diálogo, desenvolvimento de projetos, regularidade de reuniões, formação continuada ecursos de capacitação. Tornar o aluno sujeito da sua construção, aquisição do conhecimento. Possibilitar ao coletivo escolar a tomada de consciência dos principais problemas da escola e das possibilidades de solução, definindo as responsabilidades coletivas e pessoais. 12 - MECANISMOS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS  Como desejamos?  Que avaliação seja considerada pela escola?  Que os instrumentos avaliativos sejam definidos pelos professores  Que seja a participação da comunidade escolar no processo de construção e acompanhamento da avaliação dos alunos. Através de dinâmicas interativas e ações orientadoras nos procedimentos pedagógicos, avaliações formativase processuais, criando ou reformulando novos conceitos, nos diferentes componentes curriculares com dimensões qualitativas e quantitativas. Estimular o sentido de responsabilidade e de comprometimento na direção do seu próprio crescimento. 13- ACOMPANHAMENTO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DOS ALUNOS.  Como desejamos?  Que o processo de ensino –aprendizagem dos alunos seja acompanhado pelos professores?  Que ocorra a participação dos coordenadores pedagógicos no acompanhamento do processo do ensino aprendizagem?  Que ocorra o acompanhamento e a socialização periódica do desempenho escolar?  Que seja a relação entre controle de frequência e o desempenho dos alunos de maneiraa segurar sua permanência com sucesso?  Que os dados avaliativos sejam utilizados para identificar as disciplinas/ou áres com menor desempenho escolar
  • 2.  Que ocorra a participação dos pais/responsáveis no acompanhamento do processo de ensino-aprendizagem? Com processos, mediadores, na construção do currículo; Criando estratégias de acompanhamento. Selecionar processos de superação com perspectivasemancipatórias. Aformação do aluno requer um conjunto de ações que apenas um docente não pode realizar; portanto o processo de ensino – aprendizagem não se alimenta exclusivamente da contribuição individualizada de cada conteúdo ou professor isoladamente; pelo contrário, além dessas contribuições individuais, há aquelas provenientes do trabalho conjunto de todos os docentes e destes com os demais profissionais da educação . Há que contextualizar, resgatar e respeitar a organização em que se encontram as comunidades desfavorecidas sócio-economicamente, ler atentamente o imaginário local, que é a sua visão da realidade.Na escola, as relações sociais traduzem uma diversidade de compreensão de aprendizagens adotadas pelos seus diferentes sujeitos e que podem ser modificadas através das próprias relações. É necessário estar com o outro e então, voltar-se a si mesmo. Quando a realidade escolar écompatível com a realidade social e cultural da criança, sem conflitos de realidades, há um grande salto dequalidade. A importância da participação dos Pais na Escola” No mundo escolar, encontra-se todo o tipo de pais. O pai atento e preocupado, que vai à escola com regularidade, que participa nas reuniões de pais, nas atividades da escola; o pai que só vai à escola quando é convidado a ir, que não aparece nas reuniões porque não tem tempo, não participa nas atividades porque considera ser uma perda de tempo,etc.É cada vez mais importante sensibilizar os pais para participarem ativamente na vida escolar dos seus educandos. A escola faz parte do cotidiano do aluno e os pais devem estar envolvidos em todo o processo de aprendizagem. Para os pais, participar na escola não deve ser só "receber informações". É preciso que façam sugestões e tomem algumas decisões em conjunto com os professores. 14- CORREÇÃO DAS DEFASAGENS.  Como desejamos?  Que as avaliações permitam identificar as defasagens?  Que as ações pedagógicas de correção e acompanhamento das defasagens sejam construídas com objetivo de favorecer a melhoria do rendimento escolar?  Que os resultados das correções de defasagens sejam conhecidos pela comunidades escolar Atividades diferenciadas, participação nos projetos, reclassificação. Através de avaliações diagnosticas, troca de experiências. Atividadesextraclasse.
  • 3. Com certeza conquistar a confiança das famílias para também perceberam os avanços ou defasagens no ensino aprendizagem dos filhos, criação de rotina de estudos. 15 – COMPREENSÃO E USO DOS INDICADORES OFICIAIS DE AVALIAÇÃO DA ESCOLA E DAS REDES DE ENSINO.  Como desejamos?  Que sejam utilizados os indicadores escolares?  Que a escola analise os resultados de seu desempenho de forma comparativa de maneira que os indicadores possam contribuir para melhorar a qualidade da educação.  Que sejam identificadas as necessidades e sejam propostas metas de desempenho. Que seja de acordo com a nossa realidade local. Serve para diagnosticar os problemas e com isso, modifica as ações pedagógicas. Espera-se que toda a equipe escolar aproveite os resultados da avaliação para aprimorar o planejamentoescolar anual, assim como para incentivar e fundamentaroutras ações ou projetos, visando enfrentare superar eventuais problemas na escola.