SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
ESCOLA ESTADUAL “JOSÉ ALVES
RIBEIRO
2º. ANO – ENSINO MÉDIO
Profª. – Fatima Freitas
FASES DA REVOLUÇÃO INGLESA
GUERRA CIVIL (1642-1648)
REGIME REPUBLICANO (1649-1659)
RESTAURAÇÃO MONÁRQUICA (1660-1688)
REVOLUÇÃO GLORIOSA (1688-1689)
Guerra Civil Inglesa
( 1642 – 1648 )
Cavaleiros
(Rei)
Partidários do absolutismo,
nobreza, católicos ingleses e
irlandeses.
Carlos I mandou invadir o
parlamento e prender os
principais líderes.
 Cabeças Redondas
(Parlamento)
 Presbiterianos (alta
burguesia), nobreza liberal,
puritanos (pequena
burguesia)
 Oliver Cromwell (Novo
modelo de exército)
A Guerra civil chega ao fim com a vitória do parlamento e o rei
Carlos I foi preso e condenado à morte, sendo decapitado em
30 de janeiro de 1649.
Decapitação de Carlos I em 30 de
janeiro de 1649.
BATALHA ENTRE AS FORÇAS DO REI E DO
PARLAMENTO
REGIME REPUBLICANO (1649-1659)
Cromwell esmagou as oposições, instalou a república e comandou o
país de 1649 a 1658 (Protetorado). Principais acontecimentos:
 Formação da Comunidade Britânica (1651) – união da
Inglaterra, Irlanda, Escócia e País de Gales, sob o comando de
Cromwell.
 Decreto do Ato de Navegação (1651) – todas as mercadorias
importadas ou exportadas pela Inglaterra deveriam ser transportadas
em navios ingleses, favorecendo o desenvolvimento da marinha
inglesa.
 Guerra contra a Holanda (1652-1654) – os prejuízos com o Ato
de Navegação inglês, os holandeses declaram guerra à Inglaterra, mas
foram derrotados e a Inglaterra torna-se a maior potência naval do
mundo.
ATOS DE NAVEGAÇÃO
 Estabelecimento do título de Lorde Protetor (1653) –
com esse título, seu título tornou-se vitalício e
hereditário.
o Em 1658, seu filho Ricardo, assumiu o poder após o
falecimento, dando continuidade ao regime republicano.
o Não tinha a mesma habilidade do pai, foi apelidado de
“Ricardinho cai não cai” mantendo-se no poder por
apenas oito meses, sendo deposto por um golpe militar
em sintonia com o Parlamento.
o Devido as agitações políticas, o Parlamento decidiu
restaurar a monarquia restaurando a dinastia Stuart, na
pessoa de Carlos II que deveria governar sob o domínio
político do Parlamento.
RESTAURAÇÃO MMONÁRQUICA
 DINASTIA STUART (1660 – 1688):
Carlos II (1660 – 1685).
Anglicano, pró-católicos.
Aproximação com a França.
Parlamento cria o HABEAS CORPUS e exclui católicos
de cargos.
Parlamento é novamente fechado pelo rei (1683).
Seu sucessor é seu irmão Jaime II.
CARLOS II
Jaime II (1683 – 1688).
Católico e tentou restabelecer o catolicismo.
Tentativa de restabelecer o absolutismo.
Apoiado por Luís XIV (FRANÇA).
Manteve as perseguições aos puritanos (grupo
majoritariamente burguês)
Surgimento de conflitos entre os grupos sociais
que apoiavam o Parlamento e os que apoiavam a
monarquia e desejavam o absolutismo.
REVOLUÇÃO GLORIOSA (1688-
1689)
Parlamento temeroso com a restituição do catolicismo oferece a
coroa a Guilherme de Orange (holandês), casado com Maria
Stuart, filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia o parlamento
livre e a manutenção do anglicanismo.
1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights
(Declaração dos Direitos).
Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade
privada, as liberdades individuais e divide o poder.
Fim do absolutismo na Inglaterra.
Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia
Parlamentar) “O rei reina, mas não governa”
Inglaterra,Inglaterra,
16691669
Primeira monarquiaPrimeira monarquia
constitucionalconstitucional ee
parlamentaristaparlamentarista
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 PILETTI, Nelson - História
COTRIM, Gilberto – História Global
SUGESTÕES DE FILMES:
Elizabeth
Cromwell
Henrique VIII
Ana Bolena

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
edna2
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
Dirair
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Aulas de História
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
henrique.jay
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
7 de Setembro
 

Mais procurados (20)

Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
 
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
Primeiro Reinado
Primeiro ReinadoPrimeiro Reinado
Primeiro Reinado
 
Revoltas Coloniais
Revoltas ColoniaisRevoltas Coloniais
Revoltas Coloniais
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 
Roma Antiga
Roma AntigaRoma Antiga
Roma Antiga
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
 

Destaque

Direitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciaisDireitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciais
Fatima Freitas
 

Destaque (20)

A república puritana de oliver cromwell e a revolução gloriosa
A república puritana de oliver cromwell e a revolução gloriosaA república puritana de oliver cromwell e a revolução gloriosa
A república puritana de oliver cromwell e a revolução gloriosa
 
Revolução inglesa – hobbes e locke
Revolução inglesa – hobbes e lockeRevolução inglesa – hobbes e locke
Revolução inglesa – hobbes e locke
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Revolucao Industrial
Revolucao  Industrial   Revolucao  Industrial
Revolucao Industrial
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
 
Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
 
Direitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciaisDireitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciais
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
 
O EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGOO EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGO
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
 
Revoltas no brasil colonial
Revoltas no brasil colonialRevoltas no brasil colonial
Revoltas no brasil colonial
 
A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 

Semelhante a Revolução inglesa

Revolução Inglesa
Revolução InglesaRevolução Inglesa
Revolução Inglesa
joana71
 
12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa
Darlan Campos
 
Absolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterraAbsolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterra
Auxiliadora
 
Absolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterraAbsolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterra
Auxiliadora
 
1 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa1
1 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa11 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa1
1 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa1
flaviaLION
 
As Revoluções Inglesas do século XVII
As Revoluções Inglesas do século XVIIAs Revoluções Inglesas do século XVII
As Revoluções Inglesas do século XVII
Professor Marcelo
 

Semelhante a Revolução inglesa (20)

Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Revolucao inglesa.filé
Revolucao inglesa.filéRevolucao inglesa.filé
Revolucao inglesa.filé
 
Revolução inglesa 2º. ano
Revolução inglesa   2º. anoRevolução inglesa   2º. ano
Revolução inglesa 2º. ano
 
Revolucao Inglesa Ii
Revolucao Inglesa IiRevolucao Inglesa Ii
Revolucao Inglesa Ii
 
9
99
9
 
Resumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesasResumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesas
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Revolução Inglesa
Revolução InglesaRevolução Inglesa
Revolução Inglesa
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa
 
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
 
Revoluções Burguesas - Inglaterra
Revoluções Burguesas -  InglaterraRevoluções Burguesas -  Inglaterra
Revoluções Burguesas - Inglaterra
 
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.pptRevoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
 
Absolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterraAbsolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterra
 
Absolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterraAbsolutismo na frança e na inglaterra
Absolutismo na frança e na inglaterra
 
revolução Inglesa segunda parte.ppt
revolução Inglesa segunda parte.pptrevolução Inglesa segunda parte.ppt
revolução Inglesa segunda parte.ppt
 
revolução Inglesa.ppt
revolução Inglesa.pptrevolução Inglesa.ppt
revolução Inglesa.ppt
 
Revolução Inglesa
Revolução InglesaRevolução Inglesa
Revolução Inglesa
 
1 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa1
1 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa11 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa1
1 216-ensino-fundamental-7a-serie-historia-jadilson-silveira-revolucao-inglesa1
 
As Revoluções Inglesas do século XVII
As Revoluções Inglesas do século XVIIAs Revoluções Inglesas do século XVII
As Revoluções Inglesas do século XVII
 

Mais de Fatima Freitas

Mais de Fatima Freitas (15)

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
 
Atividade2,1
Atividade2,1Atividade2,1
Atividade2,1
 
O método das ciencias da natureza
O método das ciencias da naturezaO método das ciencias da natureza
O método das ciencias da natureza
 
Pré História
Pré   História Pré   História
Pré História
 
Brasil colonial
Brasil colonial Brasil colonial
Brasil colonial
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 

Revolução inglesa

  • 1. ESCOLA ESTADUAL “JOSÉ ALVES RIBEIRO 2º. ANO – ENSINO MÉDIO Profª. – Fatima Freitas
  • 2. FASES DA REVOLUÇÃO INGLESA GUERRA CIVIL (1642-1648) REGIME REPUBLICANO (1649-1659) RESTAURAÇÃO MONÁRQUICA (1660-1688) REVOLUÇÃO GLORIOSA (1688-1689)
  • 3. Guerra Civil Inglesa ( 1642 – 1648 ) Cavaleiros (Rei) Partidários do absolutismo, nobreza, católicos ingleses e irlandeses. Carlos I mandou invadir o parlamento e prender os principais líderes.  Cabeças Redondas (Parlamento)  Presbiterianos (alta burguesia), nobreza liberal, puritanos (pequena burguesia)  Oliver Cromwell (Novo modelo de exército) A Guerra civil chega ao fim com a vitória do parlamento e o rei Carlos I foi preso e condenado à morte, sendo decapitado em 30 de janeiro de 1649.
  • 4. Decapitação de Carlos I em 30 de janeiro de 1649. BATALHA ENTRE AS FORÇAS DO REI E DO PARLAMENTO
  • 5. REGIME REPUBLICANO (1649-1659) Cromwell esmagou as oposições, instalou a república e comandou o país de 1649 a 1658 (Protetorado). Principais acontecimentos:  Formação da Comunidade Britânica (1651) – união da Inglaterra, Irlanda, Escócia e País de Gales, sob o comando de Cromwell.  Decreto do Ato de Navegação (1651) – todas as mercadorias importadas ou exportadas pela Inglaterra deveriam ser transportadas em navios ingleses, favorecendo o desenvolvimento da marinha inglesa.  Guerra contra a Holanda (1652-1654) – os prejuízos com o Ato de Navegação inglês, os holandeses declaram guerra à Inglaterra, mas foram derrotados e a Inglaterra torna-se a maior potência naval do mundo.
  • 7.
  • 8.  Estabelecimento do título de Lorde Protetor (1653) – com esse título, seu título tornou-se vitalício e hereditário. o Em 1658, seu filho Ricardo, assumiu o poder após o falecimento, dando continuidade ao regime republicano. o Não tinha a mesma habilidade do pai, foi apelidado de “Ricardinho cai não cai” mantendo-se no poder por apenas oito meses, sendo deposto por um golpe militar em sintonia com o Parlamento. o Devido as agitações políticas, o Parlamento decidiu restaurar a monarquia restaurando a dinastia Stuart, na pessoa de Carlos II que deveria governar sob o domínio político do Parlamento.
  • 9. RESTAURAÇÃO MMONÁRQUICA  DINASTIA STUART (1660 – 1688): Carlos II (1660 – 1685). Anglicano, pró-católicos. Aproximação com a França. Parlamento cria o HABEAS CORPUS e exclui católicos de cargos. Parlamento é novamente fechado pelo rei (1683). Seu sucessor é seu irmão Jaime II. CARLOS II
  • 10. Jaime II (1683 – 1688). Católico e tentou restabelecer o catolicismo. Tentativa de restabelecer o absolutismo. Apoiado por Luís XIV (FRANÇA). Manteve as perseguições aos puritanos (grupo majoritariamente burguês) Surgimento de conflitos entre os grupos sociais que apoiavam o Parlamento e os que apoiavam a monarquia e desejavam o absolutismo.
  • 11. REVOLUÇÃO GLORIOSA (1688- 1689) Parlamento temeroso com a restituição do catolicismo oferece a coroa a Guilherme de Orange (holandês), casado com Maria Stuart, filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia o parlamento livre e a manutenção do anglicanismo. 1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights (Declaração dos Direitos). Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade privada, as liberdades individuais e divide o poder. Fim do absolutismo na Inglaterra. Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia Parlamentar) “O rei reina, mas não governa”
  • 13. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PILETTI, Nelson - História COTRIM, Gilberto – História Global SUGESTÕES DE FILMES: Elizabeth Cromwell Henrique VIII Ana Bolena