SlideShare uma empresa Scribd logo
AS GRANDES PAISAGENS
VEGETAIS DO BRASIL
Vegetação natural
No Brasil, o processo de ocupação do território e da
construção do espaço geográfico levou à devastação
de grande parte da vegetação original.
Mesmo proibido por lei, o desmatamento ainda é praticado,
colocando em risco:
• o equilíbrio dos diferentes ecossistemas;
• o equilíbrio do ciclo hidrológico;
• a fertilidade dos solos ou a quantidade de terras
agricultáveis devido ao processo erosivo;
• o controle climático em pequena, média e, por vezes, grande
escala.
Derrubada de
castanheira,
Pará, 2001
A expansão das fronteiras econômicas e a devastação
Paisagens vegetais do Brasil
Formações florestais
FLORESTA AMAZÔNICA
(Floresta pluvial)
É úmida,
ou seja,
higrófila. É
heterogênea
, com
grande
quantidade
de árvores e
trepadeiras.
Vegetação
latifoliada, ou
seja, com
folhas largas
e grandes.
É estratificada,
apresentando
vegetais de porte
variado no interior
da árvores de
grande porte.
É compacta
Vegetação perenifólias,
sempre verde.
Área de 5,5 milhões de Km2.
. no Brasil 3 milhões de
Km2
Floresta amazônica
Representação dos três degraus da vegetação da Amazônia
Mata de terra firme: localizam-se em solos elevados, onde
geralmente não há inundações.
Grande
variedade
de espécies
vegetais.
Copa das
árvores é fechada.
Floresta escura,
úmida,densa e mal
ventilada.
Árvores altas
de 60 a 65 m
de altura.
Mata de várzea: se estabelece em áreas mais elevadas em
relação às matas de igapó, mesmo assim sofre inundações,
porém somente nos períodos de cheias.
Copa das
árvores
é fechada
com uma imensa
quantidade de galhos.
Floresta escura,
úmida,densa e mal
Ventilada de difícil acesso.
Árvores medias
de 20 a 30 m
de altura.
Matas dos igapós: localizam-se nos terrenos mais baixos
próximos aos rios, permanentemente inundados.
Vegetação adaptada
ao solo alagado e mal
ventilado.
Árvores de 20 a
25 m de altura.
MATA ATLÂNTICA
É um
floresta
tropical,
úmida de
encosta.
Vegetação
latifoliada, ou
seja, com
folhas largas e
grandes.
das 200 espécies vegetais brasileiras
ameaçadas, 117 são desse bioma e
abriga 383 dos 633 animais
ameaçados de extinção no Brasil.
Queimadas
Exploração
madeireira
Área de
pastos,
cidades e
cultivo
É exuberante ainda em
alguns trechos: sul da
Bahia,norte do E. Santo
e na Serra do Mar.
Desaparecimento
De espécies
Como o pau-brasil
A Mata Atlântica abrangia uma área
equivalente a 1.315.460 km2 e
estendia-se originalmente ao longo de
17 Estados desde do RN ao RS.
Hoje, restam 7,91 % de remanescentes
florestais acima de 100 hectares do que
existia originalmente. Somados todos
os fragmentos de floresta nativa
acima de 3 hectares, temos atualmente
11%.
Mata atlântica em Ubatuba, São Paulo, 2008
FABIOCOLOMBINI
• Formação EXCLUSIVAMENTE brasileira.
• Vegetação de transição entre:
Mata dos
cocais
CAATINGA
CERRADO
FLORESTA
AMAZÔNICA
PRINCIPAIS EXEMPLOS
DE VEGETAIS:
BABAÇU: matas
densas e
(árvores
próximas).
CARNAÚBA:
local espaçado
e ensolarado.
Mata dos cocais
Mata de araucárias
 Encontra se nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e
Santa Catarina;
 De modo geral pode se dizer que seu aparecimento se acha
ligado ao clima (subtropical ), que é condicionado pelo
relevo e pela latitude;
 Constitui uma formação aberta, homogênea, que permite
facilmente a extração de madeiras (chamadas mole), as
Araucárias, constituem a nossa única floresta subtropical
do Brasil.
 Aciculifoliada (Folhas em forma de agulha)
As paisagens vegetais do brasil
Formações arbustivas e herbáceas
São paisagens vegetais que apresentam espécies de
menor porte. Arvores, arbustos e vegetação rasteira
(gramíneas).
Temperatura média
Alta = 250C
Muitos
ventos,umidade do
ar baixa e muita
evaporação.
Solo cristalino,
impermeável.
Não armazena
água.
Época da
seca,
vegetação
perde as
folhas (
caducifólias),
aspecto seco e
espinhoso
(Plantas
xerófitas).
CAATINGA
Sertão nordestino
11% do território
brasileiro
Vegetação típica do Nordeste semiárido
JUANPRATGINESTÓS/SAMBAPHOTO
Vegetação composta de
arbustos e pequenas árvores.
Galhos retorcidos,
casca grossa e folhas
espessas.
Aparência geral de
região xeromórfica
Chuvas frequentes.
Árvores com raízes
profundas que atingem o
lençol freático
Solo ácido, com baixo
teor de nutrientes e
excesso de alumínio.
ÁGUA NÃO É O
FATOR
LIMITANTE !
CERRADO
25% do território
brasileiro
Para ser adequado à
agricultura, o solo do
cerrado precisa do
acréscimo de nutrientes
e de correção que
reduza sua acidez.
PAMPAS/CAMPOS Também conhecidos como: Campos do Sul,
Campos Sulinos ou Campanha Gaúcha.
Vegetação de
Gramíneas
Pecuária extensiva
PANTANAL ÉPOCA DAS CHUVAS
(outubro a março): nessa
época seus rios
transbordam, extravasam
suas águas, inundando
grandes áreas de solo.
Maior estoque de peixes do
mundo
Maior
concentração de
aves do
continente.
Vegetação aquática, florestas,
campos e cerrado.
O Pantanal é considerado Patrimônio Mundial pela
Unesco. Na foto, Mato Grosso do Sul.
ARAQUÉMALCÂNTARA/SAMBAPHOTO
Formações Litorâneas
Ao longo do litoral, submetidas aos climas úmidos e a salinidade, existem
formações vegetais características, como mangue, as restingas e os jundus.
Jundus
fixam em areia .
Mata baixa
Raízes profundas
cresce em áreas não alagadas
MANGUEZAL
ÁGUA DOCE
(Sedimentos dos rios)
ÁGUA
SALGADA
MANGUE
Solo rico em matéria
orgânica (rios, mares,
chuva), porém pobre
em O2..
Berçário para muitas espécies de
animais, que se deslocam para o
mangue na época reprodutiva;
põem os ovos e os filhotes passam
aí toda a sua fase juvenil,
migrando posteriormente para o
mar.
RESTINGAS
• Localizam-se atrás das dunas.
• Vegetação mista: árvores das matas, gramíneas das dunas, etc.
• Solo extremamente arenoso, pobre em água e nutrientes.
Lagarto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
Distribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDistribuição da População Mundial
Distribuição da População Mundial
Diogo Mateus
 
O continente africano
O continente  africanoO continente  africano
O continente africano
Colégio Nova Geração COC
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
FURG
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
Gustavo Silva de Souza
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
Uilson Pereira da Silva
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
Professor
 
Economia asiática
Economia asiáticaEconomia asiática
Economia asiática
Rodrigo Baglini
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
Suely Takahashi
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras  Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Geisa Andrade
 
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
Christie Freitas
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
João José Ferreira Tojal
 
Europa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturaisEuropa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturais
Professor
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
Conceição Fontolan
 
Oceania
OceaniaOceania
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
Vegetação mundial
Vegetação mundialVegetação mundial
Vegetação mundial
dela28
 

Mais procurados (20)

O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
Distribuição da População Mundial
Distribuição da População MundialDistribuição da População Mundial
Distribuição da População Mundial
 
O continente africano
O continente  africanoO continente  africano
O continente africano
 
ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
ÁFRICA
 
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
 
Regionalização da américa
Regionalização da américaRegionalização da américa
Regionalização da américa
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
 
Economia asiática
Economia asiáticaEconomia asiática
Economia asiática
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
 
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras  Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
 
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
 
Europa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturaisEuropa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturais
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 
Oceania
OceaniaOceania
Oceania
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Vegetação mundial
Vegetação mundialVegetação mundial
Vegetação mundial
 

Destaque

Mata das araucárias
Mata das araucáriasMata das araucárias
Mata das araucárias
William Santos
 
A mata dos cocais é uma floresta de transição
A mata dos cocais é uma floresta de transiçãoA mata dos cocais é uma floresta de transição
A mata dos cocais é uma floresta de transição
Isac Silveira
 
O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...
O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...
O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...
Nefer19
 
A formação da população brasileira (3 ano B 2016)
A formação da população brasileira (3 ano B 2016)A formação da população brasileira (3 ano B 2016)
A formação da população brasileira (3 ano B 2016)
Geová da Silva
 
Geografia física
Geografia físicaGeografia física
Geografia física
Joel Neto Pereira
 
Clima
ClimaClima
Fotografias fantásticas
Fotografias fantásticasFotografias fantásticas
Fotografias fantásticas
G. Gomes
 
Malvales e brassicales
Malvales e brassicalesMalvales e brassicales
Malvales e brassicales
Agda Forte
 
Gypsy
GypsyGypsy
Lindas imagens de vários cantos do planeta
Lindas imagens de vários cantos do planetaLindas imagens de vários cantos do planeta
Lindas imagens de vários cantos do planeta
Adilson P Motta Motta
 
Paisagens de Inverno
Paisagens de InvernoPaisagens de Inverno
Paisagens de Inverno
Iolanda Machado
 
Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...
Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...
Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...
Renata Robazza
 
2010 Vancouver Photo Bc Moments
2010  Vancouver  Photo Bc Moments2010  Vancouver  Photo Bc Moments
2010 Vancouver Photo Bc Moments
kevin6021
 
Magnificas Fotografias
Magnificas FotografiasMagnificas Fotografias
Magnificas Fotografias
joflay
 
O Clima de Portugal e Arquipélago dos Açores
O Clima de Portugal e Arquipélago dos AçoresO Clima de Portugal e Arquipélago dos Açores
O Clima de Portugal e Arquipélago dos Açores
Joana Marques
 
Anna kostenko e a pintura realista
Anna kostenko e a pintura realistaAnna kostenko e a pintura realista
Anna kostenko e a pintura realista
João Couto
 
paisagens terrestres
paisagens terrestrespaisagens terrestres
paisagens terrestres
Geografia Só
 
Consumismo
ConsumismoConsumismo
Consumismo
Iolanda Machado
 
Lugares turísticos en norte américa
Lugares turísticos en  norte américaLugares turísticos en  norte américa
Lugares turísticos en norte américa
jeidy vaneza sierra cifuentes
 
I M Alive
I M AliveI M Alive
I M Alive
IARA FAGUNDES
 

Destaque (20)

Mata das araucárias
Mata das araucáriasMata das araucárias
Mata das araucárias
 
A mata dos cocais é uma floresta de transição
A mata dos cocais é uma floresta de transiçãoA mata dos cocais é uma floresta de transição
A mata dos cocais é uma floresta de transição
 
O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...
O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...
O Territorio Brasileiro (Ocupação, Nação Brasileira e os Meios de Transporte)...
 
A formação da população brasileira (3 ano B 2016)
A formação da população brasileira (3 ano B 2016)A formação da população brasileira (3 ano B 2016)
A formação da população brasileira (3 ano B 2016)
 
Geografia física
Geografia físicaGeografia física
Geografia física
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Fotografias fantásticas
Fotografias fantásticasFotografias fantásticas
Fotografias fantásticas
 
Malvales e brassicales
Malvales e brassicalesMalvales e brassicales
Malvales e brassicales
 
Gypsy
GypsyGypsy
Gypsy
 
Lindas imagens de vários cantos do planeta
Lindas imagens de vários cantos do planetaLindas imagens de vários cantos do planeta
Lindas imagens de vários cantos do planeta
 
Paisagens de Inverno
Paisagens de InvernoPaisagens de Inverno
Paisagens de Inverno
 
Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...
Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...
Workshop Marketing Digital para o Turismo 2 - Facebook e Instagram versão par...
 
2010 Vancouver Photo Bc Moments
2010  Vancouver  Photo Bc Moments2010  Vancouver  Photo Bc Moments
2010 Vancouver Photo Bc Moments
 
Magnificas Fotografias
Magnificas FotografiasMagnificas Fotografias
Magnificas Fotografias
 
O Clima de Portugal e Arquipélago dos Açores
O Clima de Portugal e Arquipélago dos AçoresO Clima de Portugal e Arquipélago dos Açores
O Clima de Portugal e Arquipélago dos Açores
 
Anna kostenko e a pintura realista
Anna kostenko e a pintura realistaAnna kostenko e a pintura realista
Anna kostenko e a pintura realista
 
paisagens terrestres
paisagens terrestrespaisagens terrestres
paisagens terrestres
 
Consumismo
ConsumismoConsumismo
Consumismo
 
Lugares turísticos en norte américa
Lugares turísticos en  norte américaLugares turísticos en  norte américa
Lugares turísticos en norte américa
 
I M Alive
I M AliveI M Alive
I M Alive
 

Semelhante a As paisagens vegetais do brasil

As grandes paisagens vegetais do brasil
As grandes paisagens vegetais  do brasilAs grandes paisagens vegetais  do brasil
As grandes paisagens vegetais do brasil
Prof.Paulo/geografia
 
As grandes paisagens vegetais
As grandes paisagens vegetaisAs grandes paisagens vegetais
As grandes paisagens vegetais
bruno rangel
 
Biomas do Brasil e do Mundo
Biomas do Brasil e do MundoBiomas do Brasil e do Mundo
Biomas do Brasil e do Mundo
Washington sucupira
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
Washington sucupira
 
Biomasdobrasil 1
Biomasdobrasil 1Biomasdobrasil 1
Biomasdobrasil 1
Italo Alan
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
Washington sucupira
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
Washington sucupira
 
Aula sobre vegetações
Aula sobre vegetaçõesAula sobre vegetações
Aula sobre vegetações
rafaelescola412
 
Vegetação do brasileira
Vegetação do brasileiraVegetação do brasileira
Vegetação do brasileira
rillaryalvesj
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
Italo Alan
 
Paisagens vegetais do brasil
Paisagens vegetais do brasil Paisagens vegetais do brasil
Paisagens vegetais do brasil
Colégio Nova Geração COC
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
Italo Alan
 
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
elves0927
 
Cobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasilCobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasil
rdbtava
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
rdbtava
 
Biogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientais
Biogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientaisBiogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientais
Biogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientais
Saulo Lucena
 
Modulo 08 As paisagens vegetais do Brasil
Modulo 08   As paisagens vegetais do BrasilModulo 08   As paisagens vegetais do Brasil
Modulo 08 As paisagens vegetais do Brasil
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
petrivanacarvalho
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Estude Mais
 
VEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIO
VEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIOVEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIO
VEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIO
Maria Lima
 

Semelhante a As paisagens vegetais do brasil (20)

As grandes paisagens vegetais do brasil
As grandes paisagens vegetais  do brasilAs grandes paisagens vegetais  do brasil
As grandes paisagens vegetais do brasil
 
As grandes paisagens vegetais
As grandes paisagens vegetaisAs grandes paisagens vegetais
As grandes paisagens vegetais
 
Biomas do Brasil e do Mundo
Biomas do Brasil e do MundoBiomas do Brasil e do Mundo
Biomas do Brasil e do Mundo
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
 
Biomasdobrasil 1
Biomasdobrasil 1Biomasdobrasil 1
Biomasdobrasil 1
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
 
Aula sobre vegetações
Aula sobre vegetaçõesAula sobre vegetações
Aula sobre vegetações
 
Vegetação do brasileira
Vegetação do brasileiraVegetação do brasileira
Vegetação do brasileira
 
Biomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasilBiomas do mundo e do brasil
Biomas do mundo e do brasil
 
Paisagens vegetais do brasil
Paisagens vegetais do brasil Paisagens vegetais do brasil
Paisagens vegetais do brasil
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
 
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
 
Cobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasilCobertura vegetalbrasil
Cobertura vegetalbrasil
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientais
Biogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientaisBiogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientais
Biogeografia- biomas brasileiros e impactos ambientais
 
Modulo 08 As paisagens vegetais do Brasil
Modulo 08   As paisagens vegetais do BrasilModulo 08   As paisagens vegetais do Brasil
Modulo 08 As paisagens vegetais do Brasil
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
VEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIO
VEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIOVEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIO
VEGETAÇÃO BRASILEIRA-TRABALHO REALIZADO PELO 3ºANO ENS.MÉDIO
 

Mais de Fatima Freitas

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
Fatima Freitas
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
Fatima Freitas
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
Fatima Freitas
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
Fatima Freitas
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Fatima Freitas
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
Fatima Freitas
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
Fatima Freitas
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
Fatima Freitas
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Fatima Freitas
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
Fatima Freitas
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
Fatima Freitas
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
Fatima Freitas
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Fatima Freitas
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
Fatima Freitas
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Fatima Freitas
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
Fatima Freitas
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
Fatima Freitas
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
Fatima Freitas
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
Fatima Freitas
 
Atividade2,1
Atividade2,1Atividade2,1
Atividade2,1
Fatima Freitas
 

Mais de Fatima Freitas (20)

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
 
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
Antiguidade oriental mesopotâmia 1
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
 
Atividade2,1
Atividade2,1Atividade2,1
Atividade2,1
 

Último

Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 

As paisagens vegetais do brasil

  • 2. Vegetação natural No Brasil, o processo de ocupação do território e da construção do espaço geográfico levou à devastação de grande parte da vegetação original. Mesmo proibido por lei, o desmatamento ainda é praticado, colocando em risco: • o equilíbrio dos diferentes ecossistemas; • o equilíbrio do ciclo hidrológico; • a fertilidade dos solos ou a quantidade de terras agricultáveis devido ao processo erosivo; • o controle climático em pequena, média e, por vezes, grande escala.
  • 3. Derrubada de castanheira, Pará, 2001 A expansão das fronteiras econômicas e a devastação
  • 5. Formações florestais FLORESTA AMAZÔNICA (Floresta pluvial) É úmida, ou seja, higrófila. É heterogênea , com grande quantidade de árvores e trepadeiras. Vegetação latifoliada, ou seja, com folhas largas e grandes. É estratificada, apresentando vegetais de porte variado no interior da árvores de grande porte. É compacta Vegetação perenifólias, sempre verde. Área de 5,5 milhões de Km2. . no Brasil 3 milhões de Km2
  • 6. Floresta amazônica Representação dos três degraus da vegetação da Amazônia
  • 7. Mata de terra firme: localizam-se em solos elevados, onde geralmente não há inundações. Grande variedade de espécies vegetais. Copa das árvores é fechada. Floresta escura, úmida,densa e mal ventilada. Árvores altas de 60 a 65 m de altura.
  • 8. Mata de várzea: se estabelece em áreas mais elevadas em relação às matas de igapó, mesmo assim sofre inundações, porém somente nos períodos de cheias. Copa das árvores é fechada com uma imensa quantidade de galhos. Floresta escura, úmida,densa e mal Ventilada de difícil acesso. Árvores medias de 20 a 30 m de altura.
  • 9. Matas dos igapós: localizam-se nos terrenos mais baixos próximos aos rios, permanentemente inundados. Vegetação adaptada ao solo alagado e mal ventilado. Árvores de 20 a 25 m de altura.
  • 10. MATA ATLÂNTICA É um floresta tropical, úmida de encosta. Vegetação latifoliada, ou seja, com folhas largas e grandes. das 200 espécies vegetais brasileiras ameaçadas, 117 são desse bioma e abriga 383 dos 633 animais ameaçados de extinção no Brasil. Queimadas Exploração madeireira Área de pastos, cidades e cultivo É exuberante ainda em alguns trechos: sul da Bahia,norte do E. Santo e na Serra do Mar. Desaparecimento De espécies Como o pau-brasil A Mata Atlântica abrangia uma área equivalente a 1.315.460 km2 e estendia-se originalmente ao longo de 17 Estados desde do RN ao RS. Hoje, restam 7,91 % de remanescentes florestais acima de 100 hectares do que existia originalmente. Somados todos os fragmentos de floresta nativa acima de 3 hectares, temos atualmente 11%.
  • 11. Mata atlântica em Ubatuba, São Paulo, 2008 FABIOCOLOMBINI
  • 12. • Formação EXCLUSIVAMENTE brasileira. • Vegetação de transição entre: Mata dos cocais CAATINGA CERRADO FLORESTA AMAZÔNICA PRINCIPAIS EXEMPLOS DE VEGETAIS: BABAÇU: matas densas e (árvores próximas). CARNAÚBA: local espaçado e ensolarado. Mata dos cocais
  • 13. Mata de araucárias  Encontra se nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina;  De modo geral pode se dizer que seu aparecimento se acha ligado ao clima (subtropical ), que é condicionado pelo relevo e pela latitude;  Constitui uma formação aberta, homogênea, que permite facilmente a extração de madeiras (chamadas mole), as Araucárias, constituem a nossa única floresta subtropical do Brasil.  Aciculifoliada (Folhas em forma de agulha)
  • 15. Formações arbustivas e herbáceas São paisagens vegetais que apresentam espécies de menor porte. Arvores, arbustos e vegetação rasteira (gramíneas).
  • 16. Temperatura média Alta = 250C Muitos ventos,umidade do ar baixa e muita evaporação. Solo cristalino, impermeável. Não armazena água. Época da seca, vegetação perde as folhas ( caducifólias), aspecto seco e espinhoso (Plantas xerófitas). CAATINGA Sertão nordestino 11% do território brasileiro
  • 17. Vegetação típica do Nordeste semiárido JUANPRATGINESTÓS/SAMBAPHOTO
  • 18. Vegetação composta de arbustos e pequenas árvores. Galhos retorcidos, casca grossa e folhas espessas. Aparência geral de região xeromórfica Chuvas frequentes. Árvores com raízes profundas que atingem o lençol freático Solo ácido, com baixo teor de nutrientes e excesso de alumínio. ÁGUA NÃO É O FATOR LIMITANTE ! CERRADO 25% do território brasileiro Para ser adequado à agricultura, o solo do cerrado precisa do acréscimo de nutrientes e de correção que reduza sua acidez.
  • 19. PAMPAS/CAMPOS Também conhecidos como: Campos do Sul, Campos Sulinos ou Campanha Gaúcha. Vegetação de Gramíneas Pecuária extensiva
  • 20. PANTANAL ÉPOCA DAS CHUVAS (outubro a março): nessa época seus rios transbordam, extravasam suas águas, inundando grandes áreas de solo. Maior estoque de peixes do mundo Maior concentração de aves do continente. Vegetação aquática, florestas, campos e cerrado.
  • 21. O Pantanal é considerado Patrimônio Mundial pela Unesco. Na foto, Mato Grosso do Sul. ARAQUÉMALCÂNTARA/SAMBAPHOTO
  • 22. Formações Litorâneas Ao longo do litoral, submetidas aos climas úmidos e a salinidade, existem formações vegetais características, como mangue, as restingas e os jundus.
  • 23. Jundus fixam em areia . Mata baixa Raízes profundas cresce em áreas não alagadas
  • 24. MANGUEZAL ÁGUA DOCE (Sedimentos dos rios) ÁGUA SALGADA MANGUE Solo rico em matéria orgânica (rios, mares, chuva), porém pobre em O2.. Berçário para muitas espécies de animais, que se deslocam para o mangue na época reprodutiva; põem os ovos e os filhotes passam aí toda a sua fase juvenil, migrando posteriormente para o mar.
  • 25. RESTINGAS • Localizam-se atrás das dunas. • Vegetação mista: árvores das matas, gramíneas das dunas, etc. • Solo extremamente arenoso, pobre em água e nutrientes. Lagarto

Notas do Editor

  1. Professor: das florestas tropicais remanescentes no mundo, a floresta amazônica é a de maior extensão, ocupando cerca de 5,5 milhões de km2. Desse total, perto de 3,3 milhões de km2, ou 60%, localizam-se no território brasileiro; o restante cobre terras da Guiana Francesa, Guiana, Suriname, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia. A floresta amazônica apresenta três degraus de vegetação conforme a altitude: a mata de igapó, a mata de várzea e a mata de terra firme.
  2. Professor: originalmente a mata atlântica recobria extensa faixa do litoral brasileiro, desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, com largura média de 200 km, ultrapassando, em alguns trechos, 500 km, atingindo o vale do rio Paraná e outras porções de território, com o nome de Floresta Tropical do Interior. Ao longo dos vales fluviais, formava extensas matas galerias. Calcula-se que a mata atlântica e a floresta tropical cobriam cerca de 15% da área territorial do Brasil, o que seria, aproximadamente, 1,3 milhão de km2. Hoje estima-se que há apenas cerca de 8% de áreas remanescentes da vegetação em todo o país. No Nordeste, a devastação dessas matas atingiu taxas tão elevadas, desde o início da colonização portuguesa, que a floresta praticamente não existe mais. Resta hoje apenas o nome Zona da Mata para referir-se à área que ela ocupava e que hoje ainda é coberta, principalmente, pelas plantações de cana-de-açúcar.
  3. Professor: vegetação típica do Nordeste semiárido, a caatinga é bastante heterogênea. Na caatinga seca não arbórea predominam as cactáceas e não há árvores; na caatinga seca arbórea predominam as árvores como o pau-pereiro e arbustos isolados; na caatinga arbustiva densa, árvores isoladas formam bosques; na caatinga localizada em regiões de relevo mais elevado, em áreas de maior pluviosidade, os bosques são mais densos.