SlideShare uma empresa Scribd logo
MESOPOTÂMIA
ESCOLA ESTADUAL “JOSÉ
ALVES RIBEIRO”
Profª. Fatima Freitas
LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA
A palavra Mesopotâmia
significa “entre rios”.
Assim era conhecida a
região localizada entre os
rios Tigre e Eufrates, que
nascem nas montanhas
da Armênia e, depois de
atravessarem o território
do atual Iraque,
desembocam no Golfo
Pérsico.
A Mesopotâmia fazia
parte da região
denominada Crescente
Fértil , englobando uma
área que se estendia até o
Egito. Ganhou essa
denominação pela
fertilidade e pelo
formato, semelhante ao
da Lua na fase crescente.
 Na região em que viveram os povos
mesopotâmicos situam-se hoje o
Iraque, a Síria, a Turquia e o Kuwait.
 Atualmente a principal riqueza da
região é o petróleo.
POVOS QUE HABITARAM:
 SUMÉRIOS.
 ACÁDIOS.
 BABILÔNIOS.
 ASSÍRIOS.
 CALDEUS
POVO PERÍOD
O
CARACTERÍSTICAS
Sumérios 3.500 a
2.340
a.C.
Origem desconhecida, chegaram à região por volta do 4º.
Milênio a.C., se estabeleceram nas ricas planícies próximas
do Golfo Pérsico. Prováveis inventores da roda, usada nos
veículos e na fabricação de vasos de cerâmica, criaram uma
das mais antigas escritas, a cuneiforme. Cidades: Ur, Nipur,
Lagash, Eridu.
Acádios 2.340 a
2.000
a.C.
Viviam no norte das cidades sumérias, formaram o I
Império Mesopotâmico, absorveram a cultura suméria.
Principais cidades: Agadê e Sippar.
Babilônios
ou
Amorritas
2.000 a
1.550
a.C.
Invadiram e dominaram a Mesopotâmia e sob o comando
do rei Hamurábi (Código de Hamurabi), formaram um
Estado unificado, fundando o I Império Babilônico.
Cassitas 1.550 a 1.300 a.C. Invadiram a região com exércitos
poderosos e melhoraram as técnicas
agrícolas e introduziram o cavalo na
região.
Assírios 1.300 a 612 a.C. Provenientes de Assur, eram guerreiros,
possuíam uma potente força militar com
armaduras, armas de ferro, carros de guerra
e cavalaria., praticavam empalamento,
torturas e incendiavam cidades Capital:
Nínive. Foram dominados pelos Caldeus
Caldeus 612 a 539 a.C. Fundaram o II Império Babilônico,
conquistaram a Síria e a Palestina. Rei mais
importante: Nabucodonosor que conquistou
o Reino de Judá . O Império teve fim em 539
a.C. quando foi dominado pelos persas.
SOCIEDADE
Era rigidamente hierarquizada. Estando assim dividida:
No topo da pirâmide estava o rei= representante dos
deuses, cujos atos e autoridade eram quase inquestionáveis.
Abaixo vinham os sacerdotes, nobres e chefes militares.
(ocupavam altos cargos e possuíam influência política.
Camada intermediária: fiscais, escribas e comerciantes.
Trabalhadores livres: camponeses e artesãos., pagavam
impostos ao governo.
Escravos: geralmente prisioneiros de guerra, ou dívidas.
ECONOMIA
A base da economia era agricultura e pecuária,
complementada pelo comércio.
Cultivavam trigo, cevada, gergelim e legumes.
Criavam carneiros, ovelhas, bois, jumentos e mais tarde
cavalos.
Geralmente a família trabalhava junta e as que possuíam
condições contratavam pessoas para auxiliar nos trabalhos e
as mais abastadas compravam escravos.
Boa parte da produção destinava-se à alimentação dos
moradores das cidades.
Nas cidades havia vários profissionais como carpinteiros,
artesãos, escultores, que geralmente trabalhavam nas oficinas
de artesanato.
Mantinham relações comerciais com outros povos e
compravam matéria prima para a fabricação de armas e jóias,
exportavam tecidos e cereais.
RELIGIÃO
Eram politeístas e cada cidade possuía seu deus protetor no templo
principal. Acreditavam em gênios protetores, heróis e demônios.
Os deuses mesopotâmicos eram ao mesmo tempo entidades do bem
e do mal, exigentes e temíveis, adotavam represálias contra aqueles
que não cumpriam suas obrigações. Essa crença originou o mito do
dilúvio.
Acreditavam que os mortos iam para junto de Nergal, “deus do
reino de onde não se volta”, cujos domínios eram guardados
pelos demônios causadores de doenças.
Os zigurates eram os locais de morada dos deuses quando estes
vinham à Terra.
Os principais deuses mesopotâmicos eram: Marduk (Babilônia),
Enki (deus das águas, Enil (deus do ar e do destino), Shamash (deus
do sol e da justiça), Ishtar ( deusa do amor e da fertilidade), Ninmah
(deusa da terra e da fertilidade)
Antiguidade oriental   mesopotâmia 1
A CULTURA MESOPOTÂMICA
Astronomia- elaboraram cartas astronômicas,
diferenciavam estrelas de planetas, fixaram os doze signos
do zodíaco, criaram um calendário lunar de doze meses
(seis de 30 dias, seis de 29 dias) ao qual de tempos em
tempos acrescentavam um mês extraordinário, uma
ampulheta para medir o tempo e um engenhoso sistema de
pesos e medidas.
Na matemática: resolviam complexos problemas de
geometria, aritmética e elaboraram o conceito de que um
mesmo algarismo pode ter diferentes valores, conforme o
lugar que ocupa no número.
Contribuições mais significativas: semana de 7 dias
(cada dia dedicado aos 5 planetas conhecidos por eles mais
o Sol e a Lua),
 a divisão do dia em horas, minutos e segundos, a divisão
do círculo em 360 graus e o processo de multiplicação.
A escrita mesopotâmica inventada pelos sumérios era
chamada cuneiforme e seus sinais eram talhados
com um estilete em placas de argila, compunha-se de
350 caracteres. Devido ao intercâmbio comercial essa
escrita acabou sendo adotada por quase todos os
povos da Ásia Ocidental.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
HISTÓRIA GLOBAL – GILBERTO COTRIM
HISTÓRIA NOVO ENSINO MÉDIO –
COLEÇÃO NOVO OLHAR HISTÓRIA – MARCO
PELLEGRINI
IMAGENS GOOGLE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os persas
Os persasOs persas
Os persas
Dirair
 
Pré-história e os Povos da Mesopotâmia
Pré-história e os Povos da MesopotâmiaPré-história e os Povos da Mesopotâmia
Pré-história e os Povos da Mesopotâmia
Murilo Benevides
 
Egito Antigo - 6º Ano (2017)
Egito Antigo - 6º Ano (2017)Egito Antigo - 6º Ano (2017)
Egito Antigo - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Civilização Persa
Civilização PersaCivilização Persa
Civilização Persa
Cleinha Carvalho
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
Fatima Freitas
 
Os Persas
Os PersasOs Persas
Os Persas
Michel Gomes
 
MesopotâMia
MesopotâMiaMesopotâMia
Cpm his 1 ano - antiguidade oriental 01
Cpm   his 1 ano - antiguidade oriental 01Cpm   his 1 ano - antiguidade oriental 01
Cpm his 1 ano - antiguidade oriental 01
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Antiguidade oriental mesopotâmia net
Antiguidade oriental  mesopotâmia netAntiguidade oriental  mesopotâmia net
Antiguidade oriental mesopotâmia net
Karoline Oliveira
 
Antiguidade oriental
Antiguidade oriental Antiguidade oriental
Antiguidade oriental
Patrick Von Braun
 
Apostila de-historia-antiga-oriental
Apostila de-historia-antiga-orientalApostila de-historia-antiga-oriental
Apostila de-historia-antiga-oriental
Jemuel Araújo da Silva
 
Assíria
AssíriaAssíria
Civilização mesopotâmica
Civilização mesopotâmicaCivilização mesopotâmica
Civilização mesopotâmica
Laguat
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Jorge Hermany Sobral
 
Persas
PersasPersas
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico   o império persaAula de história – 1º ano – técnico   o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
stelawstel
 
Persas
PersasPersas
O Império Persa
O Império PersaO Império Persa
O Império Persa
Jorgelgl
 
Os Persas - 6º Ano (2017)
Os Persas - 6º Ano (2017)Os Persas - 6º Ano (2017)
Os Persas - 6º Ano (2017)
Nefer19
 

Mais procurados (20)

Os persas
Os persasOs persas
Os persas
 
Pré-história e os Povos da Mesopotâmia
Pré-história e os Povos da MesopotâmiaPré-história e os Povos da Mesopotâmia
Pré-história e os Povos da Mesopotâmia
 
Egito Antigo - 6º Ano (2017)
Egito Antigo - 6º Ano (2017)Egito Antigo - 6º Ano (2017)
Egito Antigo - 6º Ano (2017)
 
Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)
 
Civilização Persa
Civilização PersaCivilização Persa
Civilização Persa
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
 
Os Persas
Os PersasOs Persas
Os Persas
 
MesopotâMia
MesopotâMiaMesopotâMia
MesopotâMia
 
Cpm his 1 ano - antiguidade oriental 01
Cpm   his 1 ano - antiguidade oriental 01Cpm   his 1 ano - antiguidade oriental 01
Cpm his 1 ano - antiguidade oriental 01
 
Antiguidade oriental mesopotâmia net
Antiguidade oriental  mesopotâmia netAntiguidade oriental  mesopotâmia net
Antiguidade oriental mesopotâmia net
 
Antiguidade oriental
Antiguidade oriental Antiguidade oriental
Antiguidade oriental
 
Apostila de-historia-antiga-oriental
Apostila de-historia-antiga-orientalApostila de-historia-antiga-oriental
Apostila de-historia-antiga-oriental
 
Assíria
AssíriaAssíria
Assíria
 
Civilização mesopotâmica
Civilização mesopotâmicaCivilização mesopotâmica
Civilização mesopotâmica
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Persas
PersasPersas
Persas
 
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico   o império persaAula de história – 1º ano – técnico   o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
 
Persas
PersasPersas
Persas
 
O Império Persa
O Império PersaO Império Persa
O Império Persa
 
Os Persas - 6º Ano (2017)
Os Persas - 6º Ano (2017)Os Persas - 6º Ano (2017)
Os Persas - 6º Ano (2017)
 

Destaque

Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
Fatima Freitas
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
Fatima Freitas
 
Revolucao Industrial
Revolucao  Industrial   Revolucao  Industrial
Revolucao Industrial
Fatima Freitas
 
Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)
Fatima Freitas
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
Fatima Freitas
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
Fatima Freitas
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
Fatima Freitas
 
Direitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciaisDireitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciais
Fatima Freitas
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
Fatima Freitas
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
Fatima Freitas
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
Fatima Freitas
 
O EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGOO EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGO
Fatima Freitas
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
Fatima Freitas
 
Revoltas no brasil colonial
Revoltas no brasil colonialRevoltas no brasil colonial
Revoltas no brasil colonial
Fatima Freitas
 
A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789
Fatima Freitas
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Fatima Freitas
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
Fatima Freitas
 
Revoltas do período regencial
Revoltas do período regencialRevoltas do período regencial
Revoltas do período regencial
Fatima Freitas
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
Fatima Freitas
 

Destaque (20)

Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
Independência dos eua
Independência dos euaIndependência dos eua
Independência dos eua
 
Revolucao Industrial
Revolucao  Industrial   Revolucao  Industrial
Revolucao Industrial
 
Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Rio + 20
Rio + 20Rio + 20
Rio + 20
 
Direitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciaisDireitos étnicos e raciais
Direitos étnicos e raciais
 
A era napoleônica
A era napoleônicaA era napoleônica
A era napoleônica
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
Slides a revolução industrial 2º. ano
Slides a revolução industrial   2º. anoSlides a revolução industrial   2º. ano
Slides a revolução industrial 2º. ano
 
O EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGOO EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGO
 
Indígenas do brasil
Indígenas do brasilIndígenas do brasil
Indígenas do brasil
 
Revoltas no brasil colonial
Revoltas no brasil colonialRevoltas no brasil colonial
Revoltas no brasil colonial
 
A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789A Revolução Francesa de 1789
A Revolução Francesa de 1789
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Revoltas do período regencial
Revoltas do período regencialRevoltas do período regencial
Revoltas do período regencial
 
A escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colôniaA escravidão no brasil colônia
A escravidão no brasil colônia
 

Semelhante a Antiguidade oriental mesopotâmia 1

Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Fatima Freitas
 
Antiguidade oriental mes fen_per_heb_egi
Antiguidade oriental mes fen_per_heb_egiAntiguidade oriental mes fen_per_heb_egi
Antiguidade oriental mes fen_per_heb_egi
Gerson Luis Lanzarini
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
Karoline Oliveira
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
emersonmuniz2010
 
Antigo oriente
Antigo orienteAntigo oriente
Antigo oriente
Dênis Valério Martins
 
A MESOPOTÂMIA
A MESOPOTÂMIAA MESOPOTÂMIA
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Ana e alice
Ana e aliceAna e alice
Ana e alice
ostrovildo
 
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
Daniel Alves Bronstrup
 
1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)
1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)
1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)
Mariana Labes
 
Atividade3
Atividade3Atividade3
Atividade3
Delziene Jesus
 
Antigas civilizações
Antigas civilizações Antigas civilizações
Antigas civilizações
Adail Silva
 
Mesopotamia
Mesopotamia Mesopotamia
Mesopotamia
Carlos Zaranza
 
Egito
EgitoEgito
Antiguidade Oriental _ Egito
Antiguidade Oriental _ EgitoAntiguidade Oriental _ Egito
Antiguidade Oriental _ Egito
Gerson Luis Lanzarini
 
Colégio tiradentes da brigada militar mesopotâmia
Colégio tiradentes da brigada militar   mesopotâmiaColégio tiradentes da brigada militar   mesopotâmia
Colégio tiradentes da brigada militar mesopotâmia
Leonardo Leo
 
Mesopotâmia fenícios persas_hebreus
Mesopotâmia fenícios persas_hebreusMesopotâmia fenícios persas_hebreus
Mesopotâmia fenícios persas_hebreus
Péricles Penuel
 
Egito 1
Egito 1Egito 1
Egito antigo mui bom
Egito antigo mui bomEgito antigo mui bom
Egito antigo mui bom
Braulio Santos Pereira
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
Daniel Alves Bronstrup
 

Semelhante a Antiguidade oriental mesopotâmia 1 (20)

Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Antiguidade oriental mes fen_per_heb_egi
Antiguidade oriental mes fen_per_heb_egiAntiguidade oriental mes fen_per_heb_egi
Antiguidade oriental mes fen_per_heb_egi
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Antigo oriente
Antigo orienteAntigo oriente
Antigo oriente
 
A MESOPOTÂMIA
A MESOPOTÂMIAA MESOPOTÂMIA
A MESOPOTÂMIA
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Ana e alice
Ana e aliceAna e alice
Ana e alice
 
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
 
1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)
1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)
1ano hebreuspersasefencios-120430134443-phpapp02(1)
 
Atividade3
Atividade3Atividade3
Atividade3
 
Antigas civilizações
Antigas civilizações Antigas civilizações
Antigas civilizações
 
Mesopotamia
Mesopotamia Mesopotamia
Mesopotamia
 
Egito
EgitoEgito
Egito
 
Antiguidade Oriental _ Egito
Antiguidade Oriental _ EgitoAntiguidade Oriental _ Egito
Antiguidade Oriental _ Egito
 
Colégio tiradentes da brigada militar mesopotâmia
Colégio tiradentes da brigada militar   mesopotâmiaColégio tiradentes da brigada militar   mesopotâmia
Colégio tiradentes da brigada militar mesopotâmia
 
Mesopotâmia fenícios persas_hebreus
Mesopotâmia fenícios persas_hebreusMesopotâmia fenícios persas_hebreus
Mesopotâmia fenícios persas_hebreus
 
Egito 1
Egito 1Egito 1
Egito 1
 
Egito antigo mui bom
Egito antigo mui bomEgito antigo mui bom
Egito antigo mui bom
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
 

Mais de Fatima Freitas

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
Fatima Freitas
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
Fatima Freitas
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
Fatima Freitas
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Fatima Freitas
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
Fatima Freitas
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
Fatima Freitas
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
Fatima Freitas
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
Fatima Freitas
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
Fatima Freitas
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
Fatima Freitas
 
Atividade2,1
Atividade2,1Atividade2,1
Atividade2,1
Fatima Freitas
 
O método das ciencias da natureza
O método das ciencias da naturezaO método das ciencias da natureza
O método das ciencias da natureza
Fatima Freitas
 
Pré História
Pré   História Pré   História
Pré História
Fatima Freitas
 
Brasil colonial
Brasil colonial Brasil colonial
Brasil colonial
Fatima Freitas
 

Mais de Fatima Freitas (14)

Mato grosso do sul
Mato grosso do sulMato grosso do sul
Mato grosso do sul
 
Problemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanosProblemas ambientais urbanos
Problemas ambientais urbanos
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
áGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e maresáGuas oceanicas e mares
áGuas oceanicas e mares
 
Problemas ambientais
Problemas ambientaisProblemas ambientais
Problemas ambientais
 
Paisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planetaPaisagens naturais do planeta
Paisagens naturais do planeta
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
 
Atividade2,1
Atividade2,1Atividade2,1
Atividade2,1
 
O método das ciencias da natureza
O método das ciencias da naturezaO método das ciencias da natureza
O método das ciencias da natureza
 
Pré História
Pré   História Pré   História
Pré História
 
Brasil colonial
Brasil colonial Brasil colonial
Brasil colonial
 

Último

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 

Último (20)

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 

Antiguidade oriental mesopotâmia 1

  • 1. MESOPOTÂMIA ESCOLA ESTADUAL “JOSÉ ALVES RIBEIRO” Profª. Fatima Freitas
  • 2. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA A palavra Mesopotâmia significa “entre rios”. Assim era conhecida a região localizada entre os rios Tigre e Eufrates, que nascem nas montanhas da Armênia e, depois de atravessarem o território do atual Iraque, desembocam no Golfo Pérsico. A Mesopotâmia fazia parte da região denominada Crescente Fértil , englobando uma área que se estendia até o Egito. Ganhou essa denominação pela fertilidade e pelo formato, semelhante ao da Lua na fase crescente.
  • 3.  Na região em que viveram os povos mesopotâmicos situam-se hoje o Iraque, a Síria, a Turquia e o Kuwait.  Atualmente a principal riqueza da região é o petróleo. POVOS QUE HABITARAM:  SUMÉRIOS.  ACÁDIOS.  BABILÔNIOS.  ASSÍRIOS.  CALDEUS
  • 4. POVO PERÍOD O CARACTERÍSTICAS Sumérios 3.500 a 2.340 a.C. Origem desconhecida, chegaram à região por volta do 4º. Milênio a.C., se estabeleceram nas ricas planícies próximas do Golfo Pérsico. Prováveis inventores da roda, usada nos veículos e na fabricação de vasos de cerâmica, criaram uma das mais antigas escritas, a cuneiforme. Cidades: Ur, Nipur, Lagash, Eridu. Acádios 2.340 a 2.000 a.C. Viviam no norte das cidades sumérias, formaram o I Império Mesopotâmico, absorveram a cultura suméria. Principais cidades: Agadê e Sippar. Babilônios ou Amorritas 2.000 a 1.550 a.C. Invadiram e dominaram a Mesopotâmia e sob o comando do rei Hamurábi (Código de Hamurabi), formaram um Estado unificado, fundando o I Império Babilônico.
  • 5. Cassitas 1.550 a 1.300 a.C. Invadiram a região com exércitos poderosos e melhoraram as técnicas agrícolas e introduziram o cavalo na região. Assírios 1.300 a 612 a.C. Provenientes de Assur, eram guerreiros, possuíam uma potente força militar com armaduras, armas de ferro, carros de guerra e cavalaria., praticavam empalamento, torturas e incendiavam cidades Capital: Nínive. Foram dominados pelos Caldeus Caldeus 612 a 539 a.C. Fundaram o II Império Babilônico, conquistaram a Síria e a Palestina. Rei mais importante: Nabucodonosor que conquistou o Reino de Judá . O Império teve fim em 539 a.C. quando foi dominado pelos persas.
  • 6. SOCIEDADE Era rigidamente hierarquizada. Estando assim dividida: No topo da pirâmide estava o rei= representante dos deuses, cujos atos e autoridade eram quase inquestionáveis. Abaixo vinham os sacerdotes, nobres e chefes militares. (ocupavam altos cargos e possuíam influência política. Camada intermediária: fiscais, escribas e comerciantes. Trabalhadores livres: camponeses e artesãos., pagavam impostos ao governo. Escravos: geralmente prisioneiros de guerra, ou dívidas.
  • 7. ECONOMIA A base da economia era agricultura e pecuária, complementada pelo comércio. Cultivavam trigo, cevada, gergelim e legumes. Criavam carneiros, ovelhas, bois, jumentos e mais tarde cavalos. Geralmente a família trabalhava junta e as que possuíam condições contratavam pessoas para auxiliar nos trabalhos e as mais abastadas compravam escravos. Boa parte da produção destinava-se à alimentação dos moradores das cidades. Nas cidades havia vários profissionais como carpinteiros, artesãos, escultores, que geralmente trabalhavam nas oficinas de artesanato. Mantinham relações comerciais com outros povos e compravam matéria prima para a fabricação de armas e jóias, exportavam tecidos e cereais.
  • 8. RELIGIÃO Eram politeístas e cada cidade possuía seu deus protetor no templo principal. Acreditavam em gênios protetores, heróis e demônios. Os deuses mesopotâmicos eram ao mesmo tempo entidades do bem e do mal, exigentes e temíveis, adotavam represálias contra aqueles que não cumpriam suas obrigações. Essa crença originou o mito do dilúvio. Acreditavam que os mortos iam para junto de Nergal, “deus do reino de onde não se volta”, cujos domínios eram guardados pelos demônios causadores de doenças. Os zigurates eram os locais de morada dos deuses quando estes vinham à Terra. Os principais deuses mesopotâmicos eram: Marduk (Babilônia), Enki (deus das águas, Enil (deus do ar e do destino), Shamash (deus do sol e da justiça), Ishtar ( deusa do amor e da fertilidade), Ninmah (deusa da terra e da fertilidade)
  • 10. A CULTURA MESOPOTÂMICA Astronomia- elaboraram cartas astronômicas, diferenciavam estrelas de planetas, fixaram os doze signos do zodíaco, criaram um calendário lunar de doze meses (seis de 30 dias, seis de 29 dias) ao qual de tempos em tempos acrescentavam um mês extraordinário, uma ampulheta para medir o tempo e um engenhoso sistema de pesos e medidas. Na matemática: resolviam complexos problemas de geometria, aritmética e elaboraram o conceito de que um mesmo algarismo pode ter diferentes valores, conforme o lugar que ocupa no número. Contribuições mais significativas: semana de 7 dias (cada dia dedicado aos 5 planetas conhecidos por eles mais o Sol e a Lua),  a divisão do dia em horas, minutos e segundos, a divisão do círculo em 360 graus e o processo de multiplicação.
  • 11. A escrita mesopotâmica inventada pelos sumérios era chamada cuneiforme e seus sinais eram talhados com um estilete em placas de argila, compunha-se de 350 caracteres. Devido ao intercâmbio comercial essa escrita acabou sendo adotada por quase todos os povos da Ásia Ocidental.
  • 12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS HISTÓRIA GLOBAL – GILBERTO COTRIM HISTÓRIA NOVO ENSINO MÉDIO – COLEÇÃO NOVO OLHAR HISTÓRIA – MARCO PELLEGRINI IMAGENS GOOGLE