SlideShare uma empresa Scribd logo
Iluminismo

O Iluminismo foi um movimento intelectual que surgiu
durante o século XVIII na Europa, que defendia o uso da
razão (luz) contra o antigo regime (trevas) e pregava maior
liberdade econômica e política.

Este movimento promoveu mudanças políticas, econômicas
e sociais, baseadas nos ideais de liberdade, igualdade e
fraternidade.

O Iluminismo tinha o apoio da burguesia, pois os pensadores
e os burgueses tinham interesses comuns.
As críticas do movimento ao Antigo Regime eram em
                vários aspectos como:

- Mercantilismo.
-Absolutismo monárquico.
- Poder da igreja e as verdades reveladas pela fé.

 Com base nos três pontos acima, podemos afirmar
           que o Iluminismo defendia:

- A liberdade econômica, ou seja, sem a intervenção do
estado na economia.
- O avanço da ciência e da razão.
- O predomínio da burguesia e seus ideais.
As idéias liberais do Iluminismo se
disseminaram rapidamente pela população.
Alguns reis absolutistas, com medo de
perder o governo, passaram a aceitar
algumas idéias iluministas. Estes reis eram
denominados Déspotas Esclarecidos, pois
tentavam conciliar o jeito de governar
absolutista com as idéias de progresso
iluministas.
John Locke
   Considerado o “pai do Iluminismo”.
    Sua principal obra foi “Ensaio sobre
    o entendimento humano”, aonde
    Locke defende a razão afirmando
    que a nossa mente é como uma
    tabula rasa sem nenhuma idéia.

   Defendeu a liberdade dos cidadãos
    e Condenou o absolutismo.
Montesquieu
   Charles de Secondat Montesquieu em
    sua obra “O espírito das leis” defendeu
    a tripartição de poderes:
    Legislativo, Executivo e Judiciário.

    No entanto, Montesquieu não era a favor
    de um governo burguês. Sua simpatia
    política inclinava-se para uma monarquia
    moderada.
Rousseau
   Jean-Jacques Rousseau é autor da
    obra “O contrato social”, na qual
    afirma que o soberano deveria
    dirigir o Estado conforme a
    vontade do povo.
   Apenas um Estado com bases
    democráticas teria condições de
    oferecer igualdade jurídica a todos
    os cidadãos.
   Rousseau destacou-se também
    como defensor da pequena
    burguesia.
Adam Smith
   Adam Smith foi o principal representante de um
    conjunto de idéias denominado liberalismo
    econômico, o qual é composto pelo seguinte:
    - o Estado é legitimamente poderoso se for rico;
    - para enriquecer, o Estado necessita expandir as
    atividades econômicas capitalistas;
    - para expandir as atividades capitalistas, o
    Estado deve dar liberdade econômica e política
    para os grupos particulares.

   A principal obra de Smith foi “A riqueza das
    nações”, na qual ele defende que a economia
    deveria ser conduzida pelo livre jogo da oferta e
    da procura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Nila Michele Bastos Santos
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
7 de Setembro
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
Lucas Justino
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Janaína Tavares
 
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
eiprofessor
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
Janayna Lira
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
Edenilson Morais
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
Portal do Vestibulando
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
Fabiana Tonsis
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
Daniel Alves Bronstrup
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
joana71
 
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
Nefer19
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
Marcos Azevedo
 
O que é historia
O que é historiaO que é historia
O que é historia
alinemaiahistoria
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
Douglas Barraqui
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
Aulas de História
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
Daniel Alves Bronstrup
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 

Mais procurados (20)

Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
 
Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
 
O que é historia
O que é historiaO que é historia
O que é historia
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 

Semelhante a Historia Iluminismo 8ano

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Janaína Tavares
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Ronaldocalho
 
Resumo iluminismo
Resumo iluminismoResumo iluminismo
Resumo iluminismo
barbara martins
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
LianaSuzuki
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Adrielle Itaparica
 
ILUMINISMO
ILUMINISMOILUMINISMO
ILUMINISMO
Nívia Sales
 
liberalismo e nacionaismo 1.ppt
liberalismo e nacionaismo 1.pptliberalismo e nacionaismo 1.ppt
liberalismo e nacionaismo 1.ppt
FakeDaKbM
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
maida marciano
 
Iluminismo2
Iluminismo2Iluminismo2
Iluminismo2
maida marciano
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Expedito Martins
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
eduardodemiranda
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
José Gomes
 
Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a
Valmir Gomes
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Mozão Fraga
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismowww.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
EnsinoFundamental
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
Anna Paula
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
AulasDeHistoriaApoio
 
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.comIluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Carlos Zaranza
 
Iluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos euaIluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos eua
Profdaltonjunior
 

Semelhante a Historia Iluminismo 8ano (20)

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Resumo iluminismo
Resumo iluminismoResumo iluminismo
Resumo iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
ILUMINISMO
ILUMINISMOILUMINISMO
ILUMINISMO
 
liberalismo e nacionaismo 1.ppt
liberalismo e nacionaismo 1.pptliberalismo e nacionaismo 1.ppt
liberalismo e nacionaismo 1.ppt
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo2
Iluminismo2Iluminismo2
Iluminismo2
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a Iluminismo 2ª ano a
Iluminismo 2ª ano a
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismowww.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
 
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.comIluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.com
 
Iluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos euaIluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos eua
 

Mais de Leonardo Caputo

Processo Eleitoral Brasileiro
Processo Eleitoral BrasileiroProcesso Eleitoral Brasileiro
Processo Eleitoral Brasileiro
Leonardo Caputo
 
Guia do estudante 2016
Guia do estudante 2016Guia do estudante 2016
Guia do estudante 2016
Leonardo Caputo
 
A colonização portuguesa
A colonização portuguesaA colonização portuguesa
A colonização portuguesa
Leonardo Caputo
 
Indicadores de avaliação
Indicadores de avaliaçãoIndicadores de avaliação
Indicadores de avaliação
Leonardo Caputo
 
Cronograma estudantes 2015
Cronograma estudantes 2015Cronograma estudantes 2015
Cronograma estudantes 2015
Leonardo Caputo
 
Acompanhamento de desempenho escolar
Acompanhamento de desempenho escolarAcompanhamento de desempenho escolar
Acompanhamento de desempenho escolar
Leonardo Caputo
 
Guia do Estudante
Guia do EstudanteGuia do Estudante
Guia do Estudante
Leonardo Caputo
 
Estrutura da Gincana
Estrutura da GincanaEstrutura da Gincana
Estrutura da Gincana
Leonardo Caputo
 
Trabalho 3º trimestre – Portfólio
Trabalho 3º trimestre – PortfólioTrabalho 3º trimestre – Portfólio
Trabalho 3º trimestre – Portfólio
Leonardo Caputo
 
Votação Mascote
Votação MascoteVotação Mascote
Votação Mascote
Leonardo Caputo
 
EG Educação Estudantes
EG Educação EstudantesEG Educação Estudantes
EG Educação Estudantes
Leonardo Caputo
 
Inscrição ciência e conhecimento
Inscrição ciência e conhecimentoInscrição ciência e conhecimento
Inscrição ciência e conhecimento
Leonardo Caputo
 
Inscrição arte e cultura
Inscrição arte e culturaInscrição arte e cultura
Inscrição arte e cultura
Leonardo Caputo
 
Incrição interclasses
Incrição interclassesIncrição interclasses
Incrição interclasses
Leonardo Caputo
 
Incrição gincana projeto
Incrição gincana projetoIncrição gincana projeto
Incrição gincana projeto
Leonardo Caputo
 
Mascote
MascoteMascote
EG Educação Aquecimento
EG Educação AquecimentoEG Educação Aquecimento
EG Educação Aquecimento
Leonardo Caputo
 
Correção dos exercícios do capítulo 10
Correção dos exercícios do capítulo 10Correção dos exercícios do capítulo 10
Correção dos exercícios do capítulo 10
Leonardo Caputo
 
Exercícios cap 9
Exercícios cap 9Exercícios cap 9
Exercícios cap 9
Leonardo Caputo
 
Correção dos Exercícios capítulo 8
Correção dos Exercícios capítulo 8Correção dos Exercícios capítulo 8
Correção dos Exercícios capítulo 8
Leonardo Caputo
 

Mais de Leonardo Caputo (20)

Processo Eleitoral Brasileiro
Processo Eleitoral BrasileiroProcesso Eleitoral Brasileiro
Processo Eleitoral Brasileiro
 
Guia do estudante 2016
Guia do estudante 2016Guia do estudante 2016
Guia do estudante 2016
 
A colonização portuguesa
A colonização portuguesaA colonização portuguesa
A colonização portuguesa
 
Indicadores de avaliação
Indicadores de avaliaçãoIndicadores de avaliação
Indicadores de avaliação
 
Cronograma estudantes 2015
Cronograma estudantes 2015Cronograma estudantes 2015
Cronograma estudantes 2015
 
Acompanhamento de desempenho escolar
Acompanhamento de desempenho escolarAcompanhamento de desempenho escolar
Acompanhamento de desempenho escolar
 
Guia do Estudante
Guia do EstudanteGuia do Estudante
Guia do Estudante
 
Estrutura da Gincana
Estrutura da GincanaEstrutura da Gincana
Estrutura da Gincana
 
Trabalho 3º trimestre – Portfólio
Trabalho 3º trimestre – PortfólioTrabalho 3º trimestre – Portfólio
Trabalho 3º trimestre – Portfólio
 
Votação Mascote
Votação MascoteVotação Mascote
Votação Mascote
 
EG Educação Estudantes
EG Educação EstudantesEG Educação Estudantes
EG Educação Estudantes
 
Inscrição ciência e conhecimento
Inscrição ciência e conhecimentoInscrição ciência e conhecimento
Inscrição ciência e conhecimento
 
Inscrição arte e cultura
Inscrição arte e culturaInscrição arte e cultura
Inscrição arte e cultura
 
Incrição interclasses
Incrição interclassesIncrição interclasses
Incrição interclasses
 
Incrição gincana projeto
Incrição gincana projetoIncrição gincana projeto
Incrição gincana projeto
 
Mascote
MascoteMascote
Mascote
 
EG Educação Aquecimento
EG Educação AquecimentoEG Educação Aquecimento
EG Educação Aquecimento
 
Correção dos exercícios do capítulo 10
Correção dos exercícios do capítulo 10Correção dos exercícios do capítulo 10
Correção dos exercícios do capítulo 10
 
Exercícios cap 9
Exercícios cap 9Exercícios cap 9
Exercícios cap 9
 
Correção dos Exercícios capítulo 8
Correção dos Exercícios capítulo 8Correção dos Exercícios capítulo 8
Correção dos Exercícios capítulo 8
 

Último

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 

Historia Iluminismo 8ano

  • 1. Iluminismo O Iluminismo foi um movimento intelectual que surgiu durante o século XVIII na Europa, que defendia o uso da razão (luz) contra o antigo regime (trevas) e pregava maior liberdade econômica e política. Este movimento promoveu mudanças políticas, econômicas e sociais, baseadas nos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade. O Iluminismo tinha o apoio da burguesia, pois os pensadores e os burgueses tinham interesses comuns.
  • 2. As críticas do movimento ao Antigo Regime eram em vários aspectos como: - Mercantilismo. -Absolutismo monárquico. - Poder da igreja e as verdades reveladas pela fé. Com base nos três pontos acima, podemos afirmar que o Iluminismo defendia: - A liberdade econômica, ou seja, sem a intervenção do estado na economia. - O avanço da ciência e da razão. - O predomínio da burguesia e seus ideais.
  • 3. As idéias liberais do Iluminismo se disseminaram rapidamente pela população. Alguns reis absolutistas, com medo de perder o governo, passaram a aceitar algumas idéias iluministas. Estes reis eram denominados Déspotas Esclarecidos, pois tentavam conciliar o jeito de governar absolutista com as idéias de progresso iluministas.
  • 4. John Locke  Considerado o “pai do Iluminismo”. Sua principal obra foi “Ensaio sobre o entendimento humano”, aonde Locke defende a razão afirmando que a nossa mente é como uma tabula rasa sem nenhuma idéia.  Defendeu a liberdade dos cidadãos e Condenou o absolutismo.
  • 5. Montesquieu  Charles de Secondat Montesquieu em sua obra “O espírito das leis” defendeu a tripartição de poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. No entanto, Montesquieu não era a favor de um governo burguês. Sua simpatia política inclinava-se para uma monarquia moderada.
  • 6. Rousseau  Jean-Jacques Rousseau é autor da obra “O contrato social”, na qual afirma que o soberano deveria dirigir o Estado conforme a vontade do povo.  Apenas um Estado com bases democráticas teria condições de oferecer igualdade jurídica a todos os cidadãos.  Rousseau destacou-se também como defensor da pequena burguesia.
  • 7. Adam Smith  Adam Smith foi o principal representante de um conjunto de idéias denominado liberalismo econômico, o qual é composto pelo seguinte: - o Estado é legitimamente poderoso se for rico; - para enriquecer, o Estado necessita expandir as atividades econômicas capitalistas; - para expandir as atividades capitalistas, o Estado deve dar liberdade econômica e política para os grupos particulares.  A principal obra de Smith foi “A riqueza das nações”, na qual ele defende que a economia deveria ser conduzida pelo livre jogo da oferta e da procura.