SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento de Escolas Armando Lucena 
                                                                                               Malveira
                                                                  JI+EB1 S. Miguel – Enxara do Bispo
 
                                                            Relatório de Actividades da Sala Amarela 
                                                                                           1º Período lectivo 
                                                                                      Ano Lectivo 2010/2011 
 
                                                                                          Data: 22.12.2010 
 
Com  base  na  proposta  pedagógica  apresentada  no  Projecto  Curricular  de  Turma,  bem  como  no 
espaço  de  Contextualização  e  Caracterização  da  Turma,  que  por  sua  vez  levaram  à  organização  do 
Planeamento de Actividades e Estratégias educativas, apresenta‐se de seguida o relatório trimestral 
de avaliação do Projecto Curricular, referente ao primeiro trimestre do ano lectivo em curso 
No  âmbito  da  actividade  docente  desenvolvida  deve  fazer‐se  uma  distinção  entre  as  actividades 
didáctico‐pedagógicas  e  as  actividades  não  lectivas,  onde  figuram  as  actividades  desenvolvidas  no 
espaço  da  intervenção  em  reuniões,  planeamento  e  avaliação,  bem  como  em  outros  espaços  de 
intervenção  docente.  Nesse  sentido,  apresenta‐se  o  relatório  referente  à  Actividade  docente  e  o 
relatório  da  Actividade  Pedagógica.  Far‐se‐á  ainda  uma  reflexão  sobre  os  espaços  de  articulação 
desenvolvidos  no  âmbito  de  Actividades  de  Apoio  às  Famílias,  Componente  de  Apoio  à  Família, 
desenvolvida em colaboração com a Câmara Municipal de Mafra. 
 
Actividade docente. 
Em  complemento  do  desenvolvimento  de  apoio  à  actividade  lectiva,  é  fundamental  referir  a 
participação  do  docente  em  reuniões  de  organização,  planeamento  e  avaliação  (Departamento  de 
Educação  Pré‐Escolar),  em  reuniões  de  análise  colaborativa  e  apoio  educativo  (Ensino  Especial  – 
Unidade  de  Apoio  Educativo,  APERCIM,  Terapia  da  Fala,  Psicologia  Escolar)  e  em  reuniões  de 
coordenação  e  articulação  pedagógica  (Estabelecimento,  parceiros,  Escola  Segura)  e  ainda  todo  o 
espaço  de  atendimento  e  avaliação  dos  processos  educativos  e  curriculares  com  famílias 
(Encarregados  de  educação)  e  comunidade,  designadamente  na  preparação  de  actividades 
(Associação de Pais e Encarregados de Educação) com vista à execução de actividades designadas no 
Projecto Curricular e também no Plano Anual de Actividades. 
É  também  de  referir  o  espaço  de  reflexão  e  execução  de  actividades  e  estratégias  no  âmbito  da 
cooperação educativa no Agrupamento de Escolas, de onde se destacam as reunião e Actividades do 
Projecto de Educação para a Saúde, no âmbito da dinamização da Plataforma Moodle e do Plano PTE 




                                                                                                            1
e  ainda  na  organização  de  actividades  de  apoio  às  Reuniões  de  Articulação,  nomeadamente  na 
produção de documentos de apoio ao Departamento do 1º CEB. 
De salientar ainda as actividades desenvolvidas no âmbito da Comunidade Educativa e da Reflexão 
Didáctico‐Pedagógica e Formação, de onde se destaca a participação no Congresso Internacional de 
Educação de Infância realizado em Madrid, no dia 26 de Novembro de 2010, com uma conferência 
magistral sobre “Metodologia de Trabalho de Projecto”; uma conferência apresentada nos Sábados 
Temáticos  da  associação  PIN‐Andee  (Associação  Nacional  de  Docentes  do  Ensino  Especial),  com  o 
título: “Escola: Espaço facilitador para o desenvolvimento de competências tecnológicas” no dia 9 de 
Outubro,  em  Almada  e  ainda  o  desenvolvimento  de  seis  turmas  de  formação,  no  âmbito  da 
Formação PTE, nos Centros de Formação de Mafra, de Alenquer e de Torres Vedras. 
Por  último,  de  referir  também  a  colaboração  bi‐mensal  com  a  Revista  “Educação  de  Infância”, 
através da edição de artigos científicos sobre a Educação Pré‐escolar. 
 
Actividade Pedagógica. 
Da  análise  feita  na  Reunião  de  Estabelecimento  de  definição  da  temática  do  PAA,  foi  decidido  que 
“Água  –  Um  bem  essencial”  seria  o  fundamento  principal  das  opções  didáctico‐pedagógica  que 
consubstanciariam as estratégias a desenvolver no decorrer do ano lectivo.  
Foram escolhidas as datas e as dinâmicas que, de forma integrada, possibilitassem uma abordagem 
em espiral promotora de continuidade e articulação entre todos os níveis de ensino da Escola. 
Nesse  sentido,  fez‐se  um  levantamento  teórico  do  tema  e  planificou‐se  o  conjunto  de  dinâmicas  e 
estratégias que permitissem a implementação de recursos educativos com base na escolha feita. 
Aquando do planeamento, surgiram vários sub‐temas sobre os quais se fez um com maior detalhe: 
Conservação/Fruição  do  Recurso  Hídrico,  a  Poluição  e  Atitudes  e  comportamentos  na  relação  com 
este bem comum. 
Para o ano lectivo de 2010/2011, a construção do Projecto Curricular de Turma da Sala Amarela, cujo 
planeamento  geral  de  actividades  organizados  a  partir  da  interpretação  do  Plano  Anual  de 
Actividades  e  do  Projecto  Educativo  teve  como  tema  transversal  “A  Água”  e  funcionou  como  eixo 
orientador e globalizador da perspectiva e estratégia pedagógica, orientando‐se para o cumprimento 
integral dos objectivos superiormente fixados 
Ao nível do Ambiente Educativo, como parâmetros de qualidade: 
        Pretendeu‐se: 
        A efectiva promoção de uma plena integração dos grupos. 
        A promoção de atendimento individualizado. 
        O aumento dos espaços de disponibilidade para as famílias. 
        O assegurar as competências básicas ao desenvolvimento das crianças, 


                                                                                                              2
Ao  nível  da  valorização  um  currículo  integrado  nas  diferentes  áreas  de  conteúdo  das  orientações 
curriculares: 
           Quis‐se: 
           Apoiar as crianças com necessidades educativas especiais, prestando o apoio personalizado 
           adequado à sua integração na Comunidade Escolar. 
           Dinamizar  os  espaços  de  relação  com  a  Comunidade,  através  do  estabelecimento  de  inter‐
           relações positivas. 
           Aumentar a participação da comunidade educativa em Projectos e Actividades Escolares. 
           Desenvolver actividades e projectos com relevância comunitária. 
Pelo  exposto,  o  Projecto  Curricular  orientou  a  sua  acção  para  a  dinamização  de  actividades 
congruentes com a especificidade quer do nível etário dos alunos quer da estrutura da sala. 
Os seus objectivos globais, independentemente dos que venham a ser definidos para a abordagem a 
cada área do conhecimento, têm como parâmetros orientadores os seguintes: 
           1. Estimular a criança a conhecer‐se melhor, no seu todo, e conhecer o mundo em que vive, 
           aprendendo a respeitá‐lo; 
           2. Despertar na criança a importância do Outro, das relações e das interdependências sociais 
           e culturais; 
           3. Promover novas aprendizagens de forma a proporcionar à criança a tomada de consciência 
           de  que  pertencemos  a  uma  comunidade  com  igualdades  e  diferenças  e  com  direitos  e 
           deveres. 
O  objectivo  da  definição  destes  parâmetros  orientadores  é  o  de  explorar  e  promover  novas 
aprendizagens,  encontrando‐se  a  expressão  de  interrogação  e  de  tomada  de  consciência,  de 
compreensão e de responsabilização, bem como as de pesquisa e certificação, como necessárias para 
uma cabal compreensão das realidades vividas que fundamentam a pertença a um grupo e às suas 
regras. 
Nesse  sentido,  e  após  reflexão  participada,  na  qual  tiveram  papel  preponderante  as  famílias  e  a 
Comunidade  Escolar,  de  forma  interventiva  e  colaborante,  procurou‐se  definir  um  conjunto  de 
objectivos a partilhar e desenvolver por todos os intervenientes. 
As  estratégias  escolhidas,  pressupuseram  um  amplo  conhecimento  da  história  individual  de  cada 
criança, de cada família e cada elemento comunitário. A meta foi construir uma proposta abrangente 
mas suficientemente aberta. 
Foi  objectivo  deste  projecto  de  trabalho,  valorizar  um  tema  que  consideramos  de  extrema 
importância  –  A  Água  –,  numa  perspectiva  de  educação  para  a  cidadania  e  para  os  valores, 
constituindo  um  referencial  orientador  a  formação  pessoal  e  social,  como  fundamentado  e 




                                                                                                            3
apresentado  em sede legislativa – Orientações Curriculares para  a Educação Pré‐escolar (Despacho 
nº 5220/97 de 4 de Agosto) –. 
Nesse sentido, o planeamento do Projecto Curricular promoveu, fundamentalmente, actividades que 
perspectivassem  o  futuro  de  modo  a  que,  na  família,  na  escola,  na  rua,  etc.,  o  aluno  assuma  uma 
relação interveniente no meio que a envolve ao mesmo tempo que aprenda a aprender, organizando 
os seus saberes numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida. Foi também importante que o 
aluno  desenvolvesse  as  suas  capacidades  de  Expressão  e  Comunicação  através  de  diferentes 
modelos de linguagem e  que, principalmente, reconhecesse as características socioculturais da sua 
região,  e  se  integre  nelas,  com  base  numa  reflexão  constante  sobre  a  fruição,  respeito  e  reflexão 
sobre os recursos disponíveis. 
Foram  então  desenvolvidas  actividades  que  potenciaram  a  exploração  destes  conteúdos  e 
promovessem aquisições específicas.  
Com  base  na  premissa  da  necessidade  de  criar  situações  que  possibilitassem  e  desenvolvessem  a 
linguagem  oral,  o  pensamento  lógico‐matemático,  e  as  expressões  (plástica,  musical,  dramática,  e 
motora)  bem  como  reconhecessem  e  utilizassem  tecnologias  novas  e  inovadoras,  e  todos  os 
instrumentos  tecnológicos  adequados  à  sua  idade,  alguns  dos  projectos  desenvolvidos  motivaram, 
entre outras coisas, a definição de comportamentos integrados de reconhecimento e utilização dos 
novos instrumentos.  
Neste aspecto, é essencial observar a página web do Jardim‐de‐infância, desenvolvida neste período 
lectivo, que  é dinamizada e actualizada pelos alunos (em  http://salamarela‐enxara.blogspot.com) e 
onde é possível observar a descrição das actividades aqui apresentadas. 
Por  último  é  importante  referir  e  valorizar  a  dinâmica  de  participação  das  famílias  e  dos 
encarregados  de  educação,  numa  perspectiva  de  colaboração  activa  que,  entre  outras  actividades, 
permitiu  a  dinamização  dos  momentos  que  podem  ser  consultadas  no  página  web  da  turma  que 
funciona  também  numa  dinâmica  de  “port‐fólio”  da  turma  e  que,  utilizando  as  tecnologias  à 
disposição, contribui também para a promoção de contactos direccionados com famílias e parceiros, 
e onde são disponibilizadas informações de funcionamento e logística da Sala. 
De  salientar  ainda  a  excelente  relação  com  os  outros  agentes  educativos  da  Escola,  bem  como  os 
processos de efectiva articulação pedagógica com as turmas do 1º Ciclo, no qual são de destacar os 
projectos de acção e reflexão conjunta, designadamente os inseridos no Plano Anual de Actividades.  
Também  a  participação  conjunta  em  actividades  de  divulgação/informação,  bem  como  na 
apresentação/mostra  de  produtos  educativos  se  potencia  com  um  espaço  efectivo  de  articulação 
pedagógica,  sendo  de  destacar,  a  contribuição  no  desenvolvimento  de  uma  página  de  internet  da 
Escola (http://jieb1smiguel.grouply.com). 




                                                                                                               4
Nas reuniões ordinárias com os Encarregados de Educação (18 de Outubro e 20 de Dezembro) foram 
apresentas propostas de colaboração activa na dinâmica lectiva, que se saldaram por uma elevada 
participação  destes  nas  actividades  e  estratégias  didáctico‐pedagógicas.  Nas  Reuniões  de  Avaliação 
(22  e  23  de  Dezembro)  foram  apresentadas,  além  das  considerações  globais  sobre  o 
desenvolvimento individual e colectivo dos alunos e das suas aprendizagens, uma ficha de avaliação, 
baseada  num  modelo  de  desenvolvimento  de  competências,  na  qual  é  organizada  a  informação, 
individual,  de  cada  aluno,  e  reflectidas,  em  conjunto,  as  propostas  pedagógicas  e  estratégias 
educativas a desenvolver. 
Por  tudo  o  exposto,  e  presumindo  que  o  processo  de  avaliação  comporta  a  interpretação  da 
informação para uma posterior adaptação das práticas, o segundo trimestre lectivo será baseado na 
informação pertinente recolhida, quer da análise individual, quer do grupo, não se vê necessidade de 
proceder  a  uma  grande  reformulação  no  que  respeita  aos  objectivos  e  estratégias  configuradas  no 
Projecto Curricular. 
 
Actividades de Enriquecimento Curricular (Componente de Apoio à Família e Actividades de 
Enriquecimento Curricular) 
As actividades de complemento educativo – Componente de Apoio à família (CAF) funcionaram, ao 
longo do primeiro período lectivo, de forma evolutiva e dinâmica, não obstante algumas dificuldades 
sentidas, no início do ano, pela alteração dos animadores e demais operacionais responsáveis. Neste 
sentido  tornou‐se  necessária,  a  intervenção  do  Coordenador  de  Estabelecimento,  no  sentido  de 
minimizar  problemas  que,  por  questões  externas  e  alheias  à  escola,  se  poderiam  tornar 
determinantes e impeditivos do normal funcionamento das actividades. 
É de referir, contudo, a excelente dinâmica conseguida entre todo o corpo docente e não docente, 
bem como o muito adequado espaço de partilha e envolvimento conseguido entre todas as turmas 
da  escola.  É  também  de  salientar  o  espaço  de  cooperação  que,  por  exemplo,  permitiu  actividades 
conjuntas  e  estratégias  curriculares  e  pedagógicas  articuladas,  de  onde  se  destaca  o  contínuo 
aproveitamento de recursos e materiais. 
 
                                                                                          Enxara do Bispo, 
                                             Aos vinte e um dias do mês de Dezembro de dois mil e dez, 
                                                                                   O Educador de Infância 
 
                                                                                          Henrique Santos 




                                                                                                           5

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º períodoRelatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Escola Básica e Secundária Professor Reynaldo dos Santos
 
Acnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivasAcnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivas
Sandra Evt
 
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
SalaAmarelaJIGradil
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
paulasilva80
 
Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...
Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...
Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...
Acácio Duarte
 
Planificação - um exemplo
Planificação - um exemploPlanificação - um exemplo
Planificação - um exemplo
kicasmail
 
Relatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º PeriodoRelatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º Periodo
SalaAmarelaJIGradil
 
Planificação atividades de natal
Planificação atividades de natalPlanificação atividades de natal
Planificação atividades de natal
Fernanda Oliveira
 
Objetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docenteObjetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docente
Carla Rego Pires
 
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
mvaznunes
 
Autores portugueses literatura infantil
Autores portugueses literatura infantilAutores portugueses literatura infantil
Autores portugueses literatura infantil
Rui Alves
 
Relatorio Sintese PCG 1º Período
Relatorio Sintese PCG 1º PeríodoRelatorio Sintese PCG 1º Período
Relatorio Sintese PCG 1º Período
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º PeríodoRelatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º Período
SalaAmarelaJIGradil
 
Planificacao Maio
Planificacao MaioPlanificacao Maio
Planificacao Maio
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Henrique Santos
 
Planificacao Dezembro
Planificacao DezembroPlanificacao Dezembro
Planificacao Dezembro
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 

Mais procurados (20)

Relatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º períodoRelatório Síntese 3º período
Relatório Síntese 3º período
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
Relatório Síntese de Avaliação do PT 1º Período 14/15
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
 
Acnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivasAcnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivas
 
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
Projeto Curricular de Grupo 2018/2019
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
 
Planificação ana paula silva
Planificação ana paula silvaPlanificação ana paula silva
Planificação ana paula silva
 
Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...
Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...
Relat reflex crítica - acacio duarte - Integração de Ferramentas Digitais no ...
 
Planificação - um exemplo
Planificação - um exemploPlanificação - um exemplo
Planificação - um exemplo
 
Relatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º PeriodoRelatorio Sintese 3º Periodo
Relatorio Sintese 3º Periodo
 
Planificação atividades de natal
Planificação atividades de natalPlanificação atividades de natal
Planificação atividades de natal
 
Objetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docenteObjetivos individuais da docente
Objetivos individuais da docente
 
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
 
Autores portugueses literatura infantil
Autores portugueses literatura infantilAutores portugueses literatura infantil
Autores portugueses literatura infantil
 
Relatorio Sintese PCG 1º Período
Relatorio Sintese PCG 1º PeríodoRelatorio Sintese PCG 1º Período
Relatorio Sintese PCG 1º Período
 
Relatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º PeríodoRelatório Síntese 2º Período
Relatório Síntese 2º Período
 
Planificacao Maio
Planificacao MaioPlanificacao Maio
Planificacao Maio
 
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
Relatório Síntese de Avaliação do PT (1º Período)
 
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
Relatorio de auto-avaliacao_2015-2016
 
Planificacao Dezembro
Planificacao DezembroPlanificacao Dezembro
Planificacao Dezembro
 

Semelhante a Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011

Relatório 1º periodo
Relatório 1º periodoRelatório 1º periodo
Relatório 1º periodo
Henrique Santos
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Henrique Santos
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
Henrique Santos
 
Relatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodoRelatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodo
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011
Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011
Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013
Henrique Santos
 
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdfCumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
peixept
 
Relatorio add 2010-2011_hs
Relatorio add 2010-2011_hsRelatorio add 2010-2011_hs
Relatorio add 2010-2011_hs
Henrique Santos
 
Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012
Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
Henrique Santos
 
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Henrique Santos
 
Ativ 2b luana
Ativ 2b luanaAtiv 2b luana
Ativ 2b luana
Luanadias
 
Análise do PPP.pdf
Análise do PPP.pdfAnálise do PPP.pdf
Análise do PPP.pdf
MARCELACARNEIROGOMES
 
Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013
eemarquesdesaovicente
 

Semelhante a Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011 (20)

Relatório 1º periodo
Relatório 1º periodoRelatório 1º periodo
Relatório 1º periodo
 
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
Relatorio 1periodo sala-amarela-2011-2012
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
 
Relatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodoRelatorio 2º periodo
Relatorio 2º periodo
 
Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo
Relatorio 2º Periodo
 
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012Relatorio 3º Periodo 2011-2012
Relatorio 3º Periodo 2011-2012
 
Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011
Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011
Relatorio3periodo_sala-amarela-2010-2011
 
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
Relatorio 3periodo sala-amarela-2012-2013
 
Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013Relatorio 1º Período 2012-2013
Relatorio 1º Período 2012-2013
 
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdfCumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018  Final.pdf
Cumprimento do Plano Anual Atividades - Relatório Final 2017 - 2018 Final.pdf
 
Relatorio add 2010-2011_hs
Relatorio add 2010-2011_hsRelatorio add 2010-2011_hs
Relatorio add 2010-2011_hs
 
Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012
Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012
Plano Anual de Atividades do Agrupamento 2011/2012
 
Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16Relatório síntese pt 3 16
Relatório síntese pt 3 16
 
PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
PCG 2'17
 
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do GradilPCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
PCG 2017 - Sala Amarela, JI do Gradil
 
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
Relatorio Sintese PT (º Período 2013/2014)
 
Ativ 2b luana
Ativ 2b luanaAtiv 2b luana
Ativ 2b luana
 
Análise do PPP.pdf
Análise do PPP.pdfAnálise do PPP.pdf
Análise do PPP.pdf
 
Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015Relatório Síntese PT 3º período 2015
Relatório Síntese PT 3º período 2015
 
Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013Proposta Pedagogica 2013
Proposta Pedagogica 2013
 

Mais de SalaAmarela Enxara Do Bispo

Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Sobre os Faróis
Sobre os FaróisSobre os Faróis
Sobre os Faróis
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Jogo do Burro
Jogo do BurroJogo do Burro
Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Escovagem Dentes
Escovagem Dentes Escovagem Dentes
Escovagem Dentes
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 

Mais de SalaAmarela Enxara Do Bispo (20)

Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
Relatório Síntese 3ºPeríodo (2016/2017)
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
 
Relatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCGRelatorio sintese PCG
Relatorio sintese PCG
 
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
Análise do Questionário de Avaliação aos Encarregados de Educação 2016/2017
 
Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016Projeto Curricular de Grupo 2016
Projeto Curricular de Grupo 2016
 
Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016Análise questionario pais2016
Análise questionario pais2016
 
Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015Plano de Turma 2014 2015
Plano de Turma 2014 2015
 
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
Análise Questionario de Avaliação pelos pais 2015
 
Sobre os Faróis
Sobre os FaróisSobre os Faróis
Sobre os Faróis
 
Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014Carta do Pai Natal 2014
Carta do Pai Natal 2014
 
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
Análise Questionario aos Encarregados de Educação 2014
 
Jogo do Burro
Jogo do BurroJogo do Burro
Jogo do Burro
 
Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)Projeto AAAF (2013/2014)
Projeto AAAF (2013/2014)
 
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
PLANO ANUAL DE ATIVIDADES (EB1/JI DE S. MIGUEL) 2013/2014
 
Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014Plano de Turma 2013-2014
Plano de Turma 2013-2014
 
Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013Análise questionario pais2013
Análise questionario pais2013
 
Escovagem Dentes
Escovagem Dentes Escovagem Dentes
Escovagem Dentes
 
Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)Regimento CAF (aepal)
Regimento CAF (aepal)
 
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
PAA2013 EB1/JI S. Miguel - aepal -
 
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
Análise Questionario Avaliação pelos EE 2012
 

Relatorio 1periodo sala-amarela-2010-2011

  • 1. Agrupamento de Escolas Armando Lucena  Malveira   JI+EB1 S. Miguel – Enxara do Bispo   Relatório de Actividades da Sala Amarela  1º Período lectivo  Ano Lectivo 2010/2011    Data: 22.12.2010    Com  base  na  proposta  pedagógica  apresentada  no  Projecto  Curricular  de  Turma,  bem  como  no  espaço  de  Contextualização  e  Caracterização  da  Turma,  que  por  sua  vez  levaram  à  organização  do  Planeamento de Actividades e Estratégias educativas, apresenta‐se de seguida o relatório trimestral  de avaliação do Projecto Curricular, referente ao primeiro trimestre do ano lectivo em curso  No  âmbito  da  actividade  docente  desenvolvida  deve  fazer‐se  uma  distinção  entre  as  actividades  didáctico‐pedagógicas  e  as  actividades  não  lectivas,  onde  figuram  as  actividades  desenvolvidas  no  espaço  da  intervenção  em  reuniões,  planeamento  e  avaliação,  bem  como  em  outros  espaços  de  intervenção  docente.  Nesse  sentido,  apresenta‐se  o  relatório  referente  à  Actividade  docente  e  o  relatório  da  Actividade  Pedagógica.  Far‐se‐á  ainda  uma  reflexão  sobre  os  espaços  de  articulação  desenvolvidos  no  âmbito  de  Actividades  de  Apoio  às  Famílias,  Componente  de  Apoio  à  Família,  desenvolvida em colaboração com a Câmara Municipal de Mafra.    Actividade docente.  Em  complemento  do  desenvolvimento  de  apoio  à  actividade  lectiva,  é  fundamental  referir  a  participação  do  docente  em  reuniões  de  organização,  planeamento  e  avaliação  (Departamento  de  Educação  Pré‐Escolar),  em  reuniões  de  análise  colaborativa  e  apoio  educativo  (Ensino  Especial  –  Unidade  de  Apoio  Educativo,  APERCIM,  Terapia  da  Fala,  Psicologia  Escolar)  e  em  reuniões  de  coordenação  e  articulação  pedagógica  (Estabelecimento,  parceiros,  Escola  Segura)  e  ainda  todo  o  espaço  de  atendimento  e  avaliação  dos  processos  educativos  e  curriculares  com  famílias  (Encarregados  de  educação)  e  comunidade,  designadamente  na  preparação  de  actividades  (Associação de Pais e Encarregados de Educação) com vista à execução de actividades designadas no  Projecto Curricular e também no Plano Anual de Actividades.  É  também  de  referir  o  espaço  de  reflexão  e  execução  de  actividades  e  estratégias  no  âmbito  da  cooperação educativa no Agrupamento de Escolas, de onde se destacam as reunião e Actividades do  Projecto de Educação para a Saúde, no âmbito da dinamização da Plataforma Moodle e do Plano PTE  1
  • 2. e  ainda  na  organização  de  actividades  de  apoio  às  Reuniões  de  Articulação,  nomeadamente  na  produção de documentos de apoio ao Departamento do 1º CEB.  De salientar ainda as actividades desenvolvidas no âmbito da Comunidade Educativa e da Reflexão  Didáctico‐Pedagógica e Formação, de onde se destaca a participação no Congresso Internacional de  Educação de Infância realizado em Madrid, no dia 26 de Novembro de 2010, com uma conferência  magistral sobre “Metodologia de Trabalho de Projecto”; uma conferência apresentada nos Sábados  Temáticos  da  associação  PIN‐Andee  (Associação  Nacional  de  Docentes  do  Ensino  Especial),  com  o  título: “Escola: Espaço facilitador para o desenvolvimento de competências tecnológicas” no dia 9 de  Outubro,  em  Almada  e  ainda  o  desenvolvimento  de  seis  turmas  de  formação,  no  âmbito  da  Formação PTE, nos Centros de Formação de Mafra, de Alenquer e de Torres Vedras.  Por  último,  de  referir  também  a  colaboração  bi‐mensal  com  a  Revista  “Educação  de  Infância”,  através da edição de artigos científicos sobre a Educação Pré‐escolar.    Actividade Pedagógica.  Da  análise  feita  na  Reunião  de  Estabelecimento  de  definição  da  temática  do  PAA,  foi  decidido  que  “Água  –  Um  bem  essencial”  seria  o  fundamento  principal  das  opções  didáctico‐pedagógica  que  consubstanciariam as estratégias a desenvolver no decorrer do ano lectivo.   Foram escolhidas as datas e as dinâmicas que, de forma integrada, possibilitassem uma abordagem  em espiral promotora de continuidade e articulação entre todos os níveis de ensino da Escola.  Nesse  sentido,  fez‐se  um  levantamento  teórico  do  tema  e  planificou‐se  o  conjunto  de  dinâmicas  e  estratégias que permitissem a implementação de recursos educativos com base na escolha feita.  Aquando do planeamento, surgiram vários sub‐temas sobre os quais se fez um com maior detalhe:  Conservação/Fruição  do  Recurso  Hídrico,  a  Poluição  e  Atitudes  e  comportamentos  na  relação  com  este bem comum.  Para o ano lectivo de 2010/2011, a construção do Projecto Curricular de Turma da Sala Amarela, cujo  planeamento  geral  de  actividades  organizados  a  partir  da  interpretação  do  Plano  Anual  de  Actividades  e  do  Projecto  Educativo  teve  como  tema  transversal  “A  Água”  e  funcionou  como  eixo  orientador e globalizador da perspectiva e estratégia pedagógica, orientando‐se para o cumprimento  integral dos objectivos superiormente fixados  Ao nível do Ambiente Educativo, como parâmetros de qualidade:  Pretendeu‐se:  A efectiva promoção de uma plena integração dos grupos.  A promoção de atendimento individualizado.  O aumento dos espaços de disponibilidade para as famílias.  O assegurar as competências básicas ao desenvolvimento das crianças,  2
  • 3. Ao  nível  da  valorização  um  currículo  integrado  nas  diferentes  áreas  de  conteúdo  das  orientações  curriculares:  Quis‐se:  Apoiar as crianças com necessidades educativas especiais, prestando o apoio personalizado  adequado à sua integração na Comunidade Escolar.  Dinamizar  os  espaços  de  relação  com  a  Comunidade,  através  do  estabelecimento  de  inter‐ relações positivas.  Aumentar a participação da comunidade educativa em Projectos e Actividades Escolares.  Desenvolver actividades e projectos com relevância comunitária.  Pelo  exposto,  o  Projecto  Curricular  orientou  a  sua  acção  para  a  dinamização  de  actividades  congruentes com a especificidade quer do nível etário dos alunos quer da estrutura da sala.  Os seus objectivos globais, independentemente dos que venham a ser definidos para a abordagem a  cada área do conhecimento, têm como parâmetros orientadores os seguintes:  1. Estimular a criança a conhecer‐se melhor, no seu todo, e conhecer o mundo em que vive,  aprendendo a respeitá‐lo;  2. Despertar na criança a importância do Outro, das relações e das interdependências sociais  e culturais;  3. Promover novas aprendizagens de forma a proporcionar à criança a tomada de consciência  de  que  pertencemos  a  uma  comunidade  com  igualdades  e  diferenças  e  com  direitos  e  deveres.  O  objectivo  da  definição  destes  parâmetros  orientadores  é  o  de  explorar  e  promover  novas  aprendizagens,  encontrando‐se  a  expressão  de  interrogação  e  de  tomada  de  consciência,  de  compreensão e de responsabilização, bem como as de pesquisa e certificação, como necessárias para  uma cabal compreensão das realidades vividas que fundamentam a pertença a um grupo e às suas  regras.  Nesse  sentido,  e  após  reflexão  participada,  na  qual  tiveram  papel  preponderante  as  famílias  e  a  Comunidade  Escolar,  de  forma  interventiva  e  colaborante,  procurou‐se  definir  um  conjunto  de  objectivos a partilhar e desenvolver por todos os intervenientes.  As  estratégias  escolhidas,  pressupuseram  um  amplo  conhecimento  da  história  individual  de  cada  criança, de cada família e cada elemento comunitário. A meta foi construir uma proposta abrangente  mas suficientemente aberta.  Foi  objectivo  deste  projecto  de  trabalho,  valorizar  um  tema  que  consideramos  de  extrema  importância  –  A  Água  –,  numa  perspectiva  de  educação  para  a  cidadania  e  para  os  valores,  constituindo  um  referencial  orientador  a  formação  pessoal  e  social,  como  fundamentado  e  3
  • 4. apresentado  em sede legislativa – Orientações Curriculares para  a Educação Pré‐escolar (Despacho  nº 5220/97 de 4 de Agosto) –.  Nesse sentido, o planeamento do Projecto Curricular promoveu, fundamentalmente, actividades que  perspectivassem  o  futuro  de  modo  a  que,  na  família,  na  escola,  na  rua,  etc.,  o  aluno  assuma  uma  relação interveniente no meio que a envolve ao mesmo tempo que aprenda a aprender, organizando  os seus saberes numa perspectiva de aprendizagem ao longo da vida. Foi também importante que o  aluno  desenvolvesse  as  suas  capacidades  de  Expressão  e  Comunicação  através  de  diferentes  modelos de linguagem e  que, principalmente, reconhecesse as características socioculturais da sua  região,  e  se  integre  nelas,  com  base  numa  reflexão  constante  sobre  a  fruição,  respeito  e  reflexão  sobre os recursos disponíveis.  Foram  então  desenvolvidas  actividades  que  potenciaram  a  exploração  destes  conteúdos  e  promovessem aquisições específicas.   Com  base  na  premissa  da  necessidade  de  criar  situações  que  possibilitassem  e  desenvolvessem  a  linguagem  oral,  o  pensamento  lógico‐matemático,  e  as  expressões  (plástica,  musical,  dramática,  e  motora)  bem  como  reconhecessem  e  utilizassem  tecnologias  novas  e  inovadoras,  e  todos  os  instrumentos  tecnológicos  adequados  à  sua  idade,  alguns  dos  projectos  desenvolvidos  motivaram,  entre outras coisas, a definição de comportamentos integrados de reconhecimento e utilização dos  novos instrumentos.   Neste aspecto, é essencial observar a página web do Jardim‐de‐infância, desenvolvida neste período  lectivo, que  é dinamizada e actualizada pelos alunos (em  http://salamarela‐enxara.blogspot.com) e  onde é possível observar a descrição das actividades aqui apresentadas.  Por  último  é  importante  referir  e  valorizar  a  dinâmica  de  participação  das  famílias  e  dos  encarregados  de  educação,  numa  perspectiva  de  colaboração  activa  que,  entre  outras  actividades,  permitiu  a  dinamização  dos  momentos  que  podem  ser  consultadas  no  página  web  da  turma  que  funciona  também  numa  dinâmica  de  “port‐fólio”  da  turma  e  que,  utilizando  as  tecnologias  à  disposição, contribui também para a promoção de contactos direccionados com famílias e parceiros,  e onde são disponibilizadas informações de funcionamento e logística da Sala.  De  salientar  ainda  a  excelente  relação  com  os  outros  agentes  educativos  da  Escola,  bem  como  os  processos de efectiva articulação pedagógica com as turmas do 1º Ciclo, no qual são de destacar os  projectos de acção e reflexão conjunta, designadamente os inseridos no Plano Anual de Actividades.   Também  a  participação  conjunta  em  actividades  de  divulgação/informação,  bem  como  na  apresentação/mostra  de  produtos  educativos  se  potencia  com  um  espaço  efectivo  de  articulação  pedagógica,  sendo  de  destacar,  a  contribuição  no  desenvolvimento  de  uma  página  de  internet  da  Escola (http://jieb1smiguel.grouply.com).  4
  • 5. Nas reuniões ordinárias com os Encarregados de Educação (18 de Outubro e 20 de Dezembro) foram  apresentas propostas de colaboração activa na dinâmica lectiva, que se saldaram por uma elevada  participação  destes  nas  actividades  e  estratégias  didáctico‐pedagógicas.  Nas  Reuniões  de  Avaliação  (22  e  23  de  Dezembro)  foram  apresentadas,  além  das  considerações  globais  sobre  o  desenvolvimento individual e colectivo dos alunos e das suas aprendizagens, uma ficha de avaliação,  baseada  num  modelo  de  desenvolvimento  de  competências,  na  qual  é  organizada  a  informação,  individual,  de  cada  aluno,  e  reflectidas,  em  conjunto,  as  propostas  pedagógicas  e  estratégias  educativas a desenvolver.  Por  tudo  o  exposto,  e  presumindo  que  o  processo  de  avaliação  comporta  a  interpretação  da  informação para uma posterior adaptação das práticas, o segundo trimestre lectivo será baseado na  informação pertinente recolhida, quer da análise individual, quer do grupo, não se vê necessidade de  proceder  a  uma  grande  reformulação  no  que  respeita  aos  objectivos  e  estratégias  configuradas  no  Projecto Curricular.    Actividades de Enriquecimento Curricular (Componente de Apoio à Família e Actividades de  Enriquecimento Curricular)  As actividades de complemento educativo – Componente de Apoio à família (CAF) funcionaram, ao  longo do primeiro período lectivo, de forma evolutiva e dinâmica, não obstante algumas dificuldades  sentidas, no início do ano, pela alteração dos animadores e demais operacionais responsáveis. Neste  sentido  tornou‐se  necessária,  a  intervenção  do  Coordenador  de  Estabelecimento,  no  sentido  de  minimizar  problemas  que,  por  questões  externas  e  alheias  à  escola,  se  poderiam  tornar  determinantes e impeditivos do normal funcionamento das actividades.  É de referir, contudo, a excelente dinâmica conseguida entre todo o corpo docente e não docente,  bem como o muito adequado espaço de partilha e envolvimento conseguido entre todas as turmas  da  escola.  É  também  de  salientar  o  espaço  de  cooperação  que,  por  exemplo,  permitiu  actividades  conjuntas  e  estratégias  curriculares  e  pedagógicas  articuladas,  de  onde  se  destaca  o  contínuo  aproveitamento de recursos e materiais.    Enxara do Bispo,  Aos vinte e um dias do mês de Dezembro de dois mil e dez,  O Educador de Infância    Henrique Santos  5