SlideShare uma empresa Scribd logo
Pedologia
Solo: fatores de formação e
        conservação
    Prof. Ivanilson Lima
Conceito de Solo para Pedologia


  Parte natural e integrada à paisagem que dá
suporte às plantas que nele se desenvolvem.

  É formado num processo contínuo, pela
desagregação e decomposição das rochas e
posterior adição de matéria orgânica.

   Obs.: podemos então dizer que a formação dos solos sofrem a
atuação dos mesmos agentes externos formadores do relevo.
Solo – perfil esquemático


                            Horizonte do solo: são as
                            diferentes camadas que o
                            compõem e se definem a
                            medida que ele vai se
                            desenvolvendo.

                            Pedogênese: nome dado a
                            esse processo de formação
                            do solo e seus horizontes.
Constituição do Solo


  Partículas minerais
  Apresentam composição e tamanhos             diferentes,
dependendo da rocha que lhe deu origem.


  Água
  Fica retida por tempo determinado nos poros do solo.
Constituição do Solo


  Matéria orgânica
  Formada por restos de vegetais e animais não
decompostos e pelo produto desses restos depois de
decompostos por microorganismos (húmus).

  Ar
  Ocupa os poros do solo não preenchidos pela água.
  Obs.: é essencial para as plantas que absorvem oxigênio por suas raízes.
Solo – Fatores de Formação

   Clima
   A temperatura e a umidade regulam a velocidade, a
intensidade, o tipo de intemperismo das rochas, a
distribuição e o deslocamento de matérias ao longo do
perfil do solo.

  Organismos
  Compreendem os microorganismos (bactérias, algas e
fungos), os vegetais e os animais.
Solo – Fatores de Formação


 Material de origem
 Sob as mesmas condições
 climáticas, cada tipo de
 rocha dá origem a um tipo
 de       solo     diferente,
 dependendo       de     sua
 composição mineralógica.
Solo – Fatores de Formação


 Relevo
 Com suas diferentes formas,
 proporciona     distribuição
 desigual de água da chuva,
 de luz e calor, além de
 favorecer ou não os
 processos de erosão.
Solo – Fatores de Formação



 Tempo
 Período de exposição da
 superfície   terrestre  às
 condições da atmosfera.
Perfis de solos
Perfis de solos
Conservação dos solos

Perda anual de milhares
de toneladas de solos
agricultáveis.


                  Grave problema ambiental


                                 Gerado pela retirada total
                                 da vegetação nativa para
                                 agricultura e pastagem.
Conservação do Solo – Erosão Hídrica
Conservação do solo X Atividade agrícola


  Toda a atividade agrícola necessariamente vai
provocar a degradação dos solos.


  A intensidade vai depender do tipo de cultura e
das técnicas utilizadas.
TÉCNICAS – Terraceamento
Consiste em fazer cortes nas superfícies íngremes (degraus) .
TÉCNICAS – Curvas de Nível
Consiste em arar o solo e semeá-lo seguindo as cotas altimétricas.
TÉCNICAS – Associação de Culturas
Consiste em plantar leguminosas em culturas que deixam boa parte
do solo exposto a erosão.
TÉCNICAS – Cultivo de Árvores
Consiste em plantar árvores fazendo barreiras para o vento forte.
Voçorocas
Sulcos no terreno provocados por chuvas fortes.
Movimentos de Massa

  Ocorrem naturalmente em encostas com declividade
acentuada.


  Devem ser analisados por dois fatores:
  Natureza do material movimentado;
  Velocidade do movimento.


   Obs.: há um grande número de movimentos que são provocados
pela ação antrópica.
Movimentos de Massa
Conservação dos Solos em Florestas

• Aumento do processo erosivo e empobrecimento
do solo;
• Assoreamento de rios e lagos;
• Extinção de nascentes;
• Diminuição       das          precipitações    e
evapotranspiração;
• Elevação das temperaturas locais e regionais pela
maior irradiação;
Conservação dos Solos em Florestas


• Agravamento dos processos de desertificação;
• Proliferação de pragas e doenças           pelo
desequilíbrio das cadeias alimentares.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides micronutrientes das plantas: Cobre
Slides micronutrientes das plantas: CobreSlides micronutrientes das plantas: Cobre
Slides micronutrientes das plantas: CobreGuilherme Lucio Martins
 
Apresentação minerais e rochas bom
Apresentação minerais e rochas  bomApresentação minerais e rochas  bom
Apresentação minerais e rochas bomAgostinho Rodrigues
 
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGSAula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGSElvio Giasson
 
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAFIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAGeagra UFG
 
Propriedades das particulas sólidas
Propriedades das particulas sólidasPropriedades das particulas sólidas
Propriedades das particulas sólidasengenhar
 
Aula rochas ígneas 2012.2 gg
Aula rochas ígneas 2012.2 ggAula rochas ígneas 2012.2 gg
Aula rochas ígneas 2012.2 ggMauriceia Santana
 
Introdução a ciência do solo
Introdução a ciência do soloIntrodução a ciência do solo
Introdução a ciência do soloRafael Oliveira
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos soloskarolpoa
 
Origem e formação do solo
Origem e formação do soloOrigem e formação do solo
Origem e formação do soloFabíola Mello
 
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05   sistema brasileiro de classificação de solosAula 05   sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solosJadson Belem de Moura
 
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.AM Placas Ltda. Placas
 

Mais procurados (20)

Slides micronutrientes das plantas: Cobre
Slides micronutrientes das plantas: CobreSlides micronutrientes das plantas: Cobre
Slides micronutrientes das plantas: Cobre
 
Apresentação minerais e rochas bom
Apresentação minerais e rochas  bomApresentação minerais e rochas  bom
Apresentação minerais e rochas bom
 
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGSAula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
 
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAFIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
 
Propriedades das particulas sólidas
Propriedades das particulas sólidasPropriedades das particulas sólidas
Propriedades das particulas sólidas
 
Aula rochas ígneas 2012.2 gg
Aula rochas ígneas 2012.2 ggAula rochas ígneas 2012.2 gg
Aula rochas ígneas 2012.2 gg
 
Powerpoint Solo
Powerpoint   SoloPowerpoint   Solo
Powerpoint Solo
 
Introdução a ciência do solo
Introdução a ciência do soloIntrodução a ciência do solo
Introdução a ciência do solo
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos solos
 
Origem e formação do solo
Origem e formação do soloOrigem e formação do solo
Origem e formação do solo
 
Morfologia do solo
Morfologia do soloMorfologia do solo
Morfologia do solo
 
Contribuição do Sistema Plantio Direto para a Produção Sustentável de Grãos
Contribuição do Sistema Plantio Direto para a Produção Sustentável de GrãosContribuição do Sistema Plantio Direto para a Produção Sustentável de Grãos
Contribuição do Sistema Plantio Direto para a Produção Sustentável de Grãos
 
Apostila da disciplina de fertilidade e adubação
Apostila da disciplina de fertilidade e adubaçãoApostila da disciplina de fertilidade e adubação
Apostila da disciplina de fertilidade e adubação
 
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05   sistema brasileiro de classificação de solosAula 05   sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solos
 
Pedologia
PedologiaPedologia
Pedologia
 
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.Preparação do solo,  uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
Preparação do solo, uso de corretivos e tecnologias de aplicação.
 
Fertilidade do solo
Fertilidade do soloFertilidade do solo
Fertilidade do solo
 
Aula origem dos solos
Aula  origem dos solosAula  origem dos solos
Aula origem dos solos
 
Apresentação aula 9
Apresentação aula 9Apresentação aula 9
Apresentação aula 9
 
Solos 4
Solos 4Solos 4
Solos 4
 

Destaque (20)

Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
 
Geo 14 génese das Rochas Magmáticas
Geo 14   génese das Rochas MagmáticasGeo 14   génese das Rochas Magmáticas
Geo 14 génese das Rochas Magmáticas
 
Pedologia
PedologiaPedologia
Pedologia
 
Minerais: Constituintes básicos das rochas
Minerais: Constituintes básicos das rochasMinerais: Constituintes básicos das rochas
Minerais: Constituintes básicos das rochas
 
Influência Solo
Influência SoloInfluência Solo
Influência Solo
 
Aula t3 silicatos
Aula t3 silicatosAula t3 silicatos
Aula t3 silicatos
 
Manual tecnico pedologia[1]
Manual tecnico pedologia[1]Manual tecnico pedologia[1]
Manual tecnico pedologia[1]
 
Pedologia
PedologiaPedologia
Pedologia
 
Características físicas gerais dos solos
Características físicas gerais dos solosCaracterísticas físicas gerais dos solos
Características físicas gerais dos solos
 
Rochas minerais
Rochas mineraisRochas minerais
Rochas minerais
 
Biogeografia 1
Biogeografia 1Biogeografia 1
Biogeografia 1
 
Estruturas geológicas
Estruturas geológicasEstruturas geológicas
Estruturas geológicas
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 
Oriente médio uma região de conflitos
Oriente médio uma região de conflitosOriente médio uma região de conflitos
Oriente médio uma região de conflitos
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Aula 1 ciencia do solo na agronomia
Aula 1   ciencia do solo na agronomiaAula 1   ciencia do solo na agronomia
Aula 1 ciencia do solo na agronomia
 
Pedologia
PedologiaPedologia
Pedologia
 
Os fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solosOs fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solos
 
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilHidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasil
 

Semelhante a Pedologia

DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptxDEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptxssuser51d27c1
 
Aula 2 O Solo Como Corpo Natural
Aula 2   O Solo Como Corpo NaturalAula 2   O Solo Como Corpo Natural
Aula 2 O Solo Como Corpo Naturalkelvilyn franco
 
O uso dos solos 7 ano
O uso dos solos 7 anoO uso dos solos 7 ano
O uso dos solos 7 anoProfessor
 
Solos: origem, evolução, degradação e conservação
Solos: origem, evolução, degradação e conservaçãoSolos: origem, evolução, degradação e conservação
Solos: origem, evolução, degradação e conservaçãoRodrigo Pavesi
 
Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3
Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3
Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3José Montanha
 
002 solos - apostila técnica corrigida
002   solos - apostila técnica corrigida002   solos - apostila técnica corrigida
002 solos - apostila técnica corrigidaFernando Rodrigo.
 
A floresta e o solo (1)
A floresta e o solo (1)A floresta e o solo (1)
A floresta e o solo (1)Aulas Abel
 
Deterioração e erosão do solo
Deterioração e erosão do soloDeterioração e erosão do solo
Deterioração e erosão do soloAdenilson Giovanini
 
A formação dos solos
A formação dos solosA formação dos solos
A formação dos solosEstude Mais
 
Solo - Ciências do Ambiente.ppt
Solo - Ciências do Ambiente.pptSolo - Ciências do Ambiente.ppt
Solo - Ciências do Ambiente.pptGilson Nachtigall
 
Ciências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluiçãoCiências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluiçãoelonvila
 
POLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptx
POLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptxPOLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptx
POLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptxThaisCremon1
 
Apresentação horta
Apresentação hortaApresentação horta
Apresentação hortaCarlaensino
 

Semelhante a Pedologia (20)

DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptxDEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Aula 2 O Solo Como Corpo Natural
Aula 2   O Solo Como Corpo NaturalAula 2   O Solo Como Corpo Natural
Aula 2 O Solo Como Corpo Natural
 
Formação dos solos.docx
Formação dos solos.docxFormação dos solos.docx
Formação dos solos.docx
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Brozura solos bie
Brozura solos bieBrozura solos bie
Brozura solos bie
 
O uso dos solos 7 ano
O uso dos solos 7 anoO uso dos solos 7 ano
O uso dos solos 7 ano
 
Solos: origem, evolução, degradação e conservação
Solos: origem, evolução, degradação e conservaçãoSolos: origem, evolução, degradação e conservação
Solos: origem, evolução, degradação e conservação
 
Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3
Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3
Ambiente e-sociedade-solos-e-resíduos-sólidos 3
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
002 solos - apostila técnica corrigida
002   solos - apostila técnica corrigida002   solos - apostila técnica corrigida
002 solos - apostila técnica corrigida
 
A floresta e o solo (1)
A floresta e o solo (1)A floresta e o solo (1)
A floresta e o solo (1)
 
Deterioração e erosão do solo
Deterioração e erosão do soloDeterioração e erosão do solo
Deterioração e erosão do solo
 
A formação dos solos
A formação dos solosA formação dos solos
A formação dos solos
 
Solo - Ciências do Ambiente.ppt
Solo - Ciências do Ambiente.pptSolo - Ciências do Ambiente.ppt
Solo - Ciências do Ambiente.ppt
 
Ciências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluiçãoCiências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 4 - Meio terrestre: características e poluição
 
POLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptx
POLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptxPOLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptx
POLUIÇÃO DO SOLO E RESÍDUOS SÓLIDOS.pptx
 
1geo15
1geo151geo15
1geo15
 
Apresentação horta
Apresentação hortaApresentação horta
Apresentação horta
 
O solo
O soloO solo
O solo
 

Mais de Ivanilson Lima

Introdução a Ciência Geográfica
Introdução a Ciência GeográficaIntrodução a Ciência Geográfica
Introdução a Ciência GeográficaIvanilson Lima
 
Formação Territorial do Brasil
Formação Territorial do BrasilFormação Territorial do Brasil
Formação Territorial do BrasilIvanilson Lima
 
Capitalismo: Geopolítica, Globalização e Cidades Capitalistas
Capitalismo:  Geopolítica, Globalização e Cidades CapitalistasCapitalismo:  Geopolítica, Globalização e Cidades Capitalistas
Capitalismo: Geopolítica, Globalização e Cidades CapitalistasIvanilson Lima
 
A Nova Ordem Mundial e o Multilateralismo
A Nova Ordem Mundial e o MultilateralismoA Nova Ordem Mundial e o Multilateralismo
A Nova Ordem Mundial e o MultilateralismoIvanilson Lima
 
A Guerra Fria e o Fim da URSS
A Guerra Fria e o Fim da URSSA Guerra Fria e o Fim da URSS
A Guerra Fria e o Fim da URSSIvanilson Lima
 
Comércio Internacional e Blocos Econômicos
Comércio Internacional e Blocos EconômicosComércio Internacional e Blocos Econômicos
Comércio Internacional e Blocos EconômicosIvanilson Lima
 
Exercícios Cartografia 01
Exercícios Cartografia 01Exercícios Cartografia 01
Exercícios Cartografia 01Ivanilson Lima
 
Sistematização e Correntes Geográficas
Sistematização e Correntes GeográficasSistematização e Correntes Geográficas
Sistematização e Correntes GeográficasIvanilson Lima
 
Capitalismo Informacional
Capitalismo InformacionalCapitalismo Informacional
Capitalismo InformacionalIvanilson Lima
 
Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)
Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)
Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)Ivanilson Lima
 
Capitalismo Financeiro
Capitalismo FinanceiroCapitalismo Financeiro
Capitalismo FinanceiroIvanilson Lima
 
Capitalismo Industrial
Capitalismo IndustrialCapitalismo Industrial
Capitalismo IndustrialIvanilson Lima
 
Introdução à Ciência Geográfica
Introdução à Ciência GeográficaIntrodução à Ciência Geográfica
Introdução à Ciência GeográficaIvanilson Lima
 
Relatorio dragao da-paz
Relatorio dragao da-pazRelatorio dragao da-paz
Relatorio dragao da-pazIvanilson Lima
 
Dragão da Paz - Guia do Facilitador
Dragão da Paz - Guia do FacilitadorDragão da Paz - Guia do Facilitador
Dragão da Paz - Guia do FacilitadorIvanilson Lima
 
Roteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de VidaRoteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de VidaIvanilson Lima
 
Jogo Dragão da Paz - Fases Iniciais
Jogo Dragão da Paz - Fases IniciaisJogo Dragão da Paz - Fases Iniciais
Jogo Dragão da Paz - Fases IniciaisIvanilson Lima
 
Apresentação Jogo Dragão da Paz
Apresentação Jogo Dragão da Paz Apresentação Jogo Dragão da Paz
Apresentação Jogo Dragão da Paz Ivanilson Lima
 
Planejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis PedagógicaPlanejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis PedagógicaIvanilson Lima
 

Mais de Ivanilson Lima (20)

Introdução a Ciência Geográfica
Introdução a Ciência GeográficaIntrodução a Ciência Geográfica
Introdução a Ciência Geográfica
 
Formação Territorial do Brasil
Formação Territorial do BrasilFormação Territorial do Brasil
Formação Territorial do Brasil
 
Capitalismo: Geopolítica, Globalização e Cidades Capitalistas
Capitalismo:  Geopolítica, Globalização e Cidades CapitalistasCapitalismo:  Geopolítica, Globalização e Cidades Capitalistas
Capitalismo: Geopolítica, Globalização e Cidades Capitalistas
 
A Nova Ordem Mundial e o Multilateralismo
A Nova Ordem Mundial e o MultilateralismoA Nova Ordem Mundial e o Multilateralismo
A Nova Ordem Mundial e o Multilateralismo
 
A Guerra Fria e o Fim da URSS
A Guerra Fria e o Fim da URSSA Guerra Fria e o Fim da URSS
A Guerra Fria e o Fim da URSS
 
Comércio Internacional e Blocos Econômicos
Comércio Internacional e Blocos EconômicosComércio Internacional e Blocos Econômicos
Comércio Internacional e Blocos Econômicos
 
Exercícios Cartografia 01
Exercícios Cartografia 01Exercícios Cartografia 01
Exercícios Cartografia 01
 
Sistematização e Correntes Geográficas
Sistematização e Correntes GeográficasSistematização e Correntes Geográficas
Sistematização e Correntes Geográficas
 
Capitalismo Informacional
Capitalismo InformacionalCapitalismo Informacional
Capitalismo Informacional
 
Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)
Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)
Aula 01 - Progressão Parcial 2016 (1ª série EMI)
 
Capitalismo Financeiro
Capitalismo FinanceiroCapitalismo Financeiro
Capitalismo Financeiro
 
Capitalismo Industrial
Capitalismo IndustrialCapitalismo Industrial
Capitalismo Industrial
 
Capitalismo Comercial
Capitalismo ComercialCapitalismo Comercial
Capitalismo Comercial
 
Introdução à Ciência Geográfica
Introdução à Ciência GeográficaIntrodução à Ciência Geográfica
Introdução à Ciência Geográfica
 
Relatorio dragao da-paz
Relatorio dragao da-pazRelatorio dragao da-paz
Relatorio dragao da-paz
 
Dragão da Paz - Guia do Facilitador
Dragão da Paz - Guia do FacilitadorDragão da Paz - Guia do Facilitador
Dragão da Paz - Guia do Facilitador
 
Roteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de VidaRoteiro para Projeto de Vida
Roteiro para Projeto de Vida
 
Jogo Dragão da Paz - Fases Iniciais
Jogo Dragão da Paz - Fases IniciaisJogo Dragão da Paz - Fases Iniciais
Jogo Dragão da Paz - Fases Iniciais
 
Apresentação Jogo Dragão da Paz
Apresentação Jogo Dragão da Paz Apresentação Jogo Dragão da Paz
Apresentação Jogo Dragão da Paz
 
Planejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis PedagógicaPlanejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis Pedagógica
 

Último

Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 

Último (20)

Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 

Pedologia

  • 1. Pedologia Solo: fatores de formação e conservação Prof. Ivanilson Lima
  • 2. Conceito de Solo para Pedologia Parte natural e integrada à paisagem que dá suporte às plantas que nele se desenvolvem. É formado num processo contínuo, pela desagregação e decomposição das rochas e posterior adição de matéria orgânica. Obs.: podemos então dizer que a formação dos solos sofrem a atuação dos mesmos agentes externos formadores do relevo.
  • 3. Solo – perfil esquemático Horizonte do solo: são as diferentes camadas que o compõem e se definem a medida que ele vai se desenvolvendo. Pedogênese: nome dado a esse processo de formação do solo e seus horizontes.
  • 4. Constituição do Solo Partículas minerais Apresentam composição e tamanhos diferentes, dependendo da rocha que lhe deu origem. Água Fica retida por tempo determinado nos poros do solo.
  • 5. Constituição do Solo Matéria orgânica Formada por restos de vegetais e animais não decompostos e pelo produto desses restos depois de decompostos por microorganismos (húmus). Ar Ocupa os poros do solo não preenchidos pela água. Obs.: é essencial para as plantas que absorvem oxigênio por suas raízes.
  • 6. Solo – Fatores de Formação Clima A temperatura e a umidade regulam a velocidade, a intensidade, o tipo de intemperismo das rochas, a distribuição e o deslocamento de matérias ao longo do perfil do solo. Organismos Compreendem os microorganismos (bactérias, algas e fungos), os vegetais e os animais.
  • 7. Solo – Fatores de Formação Material de origem Sob as mesmas condições climáticas, cada tipo de rocha dá origem a um tipo de solo diferente, dependendo de sua composição mineralógica.
  • 8. Solo – Fatores de Formação Relevo Com suas diferentes formas, proporciona distribuição desigual de água da chuva, de luz e calor, além de favorecer ou não os processos de erosão.
  • 9. Solo – Fatores de Formação Tempo Período de exposição da superfície terrestre às condições da atmosfera.
  • 12. Conservação dos solos Perda anual de milhares de toneladas de solos agricultáveis. Grave problema ambiental Gerado pela retirada total da vegetação nativa para agricultura e pastagem.
  • 13. Conservação do Solo – Erosão Hídrica
  • 14. Conservação do solo X Atividade agrícola Toda a atividade agrícola necessariamente vai provocar a degradação dos solos. A intensidade vai depender do tipo de cultura e das técnicas utilizadas.
  • 15. TÉCNICAS – Terraceamento Consiste em fazer cortes nas superfícies íngremes (degraus) .
  • 16. TÉCNICAS – Curvas de Nível Consiste em arar o solo e semeá-lo seguindo as cotas altimétricas.
  • 17. TÉCNICAS – Associação de Culturas Consiste em plantar leguminosas em culturas que deixam boa parte do solo exposto a erosão.
  • 18. TÉCNICAS – Cultivo de Árvores Consiste em plantar árvores fazendo barreiras para o vento forte.
  • 19. Voçorocas Sulcos no terreno provocados por chuvas fortes.
  • 20. Movimentos de Massa Ocorrem naturalmente em encostas com declividade acentuada. Devem ser analisados por dois fatores: Natureza do material movimentado; Velocidade do movimento. Obs.: há um grande número de movimentos que são provocados pela ação antrópica.
  • 22. Conservação dos Solos em Florestas • Aumento do processo erosivo e empobrecimento do solo; • Assoreamento de rios e lagos; • Extinção de nascentes; • Diminuição das precipitações e evapotranspiração; • Elevação das temperaturas locais e regionais pela maior irradiação;
  • 23. Conservação dos Solos em Florestas • Agravamento dos processos de desertificação; • Proliferação de pragas e doenças pelo desequilíbrio das cadeias alimentares.