SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Intemperismo Prof.MSc. Daniel Franczak
Agente causador (agem conjuntamente): Intemperismo físico – temperatura. Intemperismo químico – água. Intemperismo biológico – seres vivos. Intemperismo
Intemperismo Físico
Intemperismo Físico Todos os processos que causam desagregação das rochas 1 - Alivio de pressão (expansão da rocha na erosão) 2 - Congelamento/degelo (ação de cunha) 3 - Expansão térmica (insolação)
Intemperismo Físico 1 - Alivio de pressão Erosão e remoção de camadas sobrepostas Em aberturas de túneis, galerias e taludes Rochas são basicamen. elásticas, sofrem deformação Deformação será proporcional a carga Fraturas paralelas a superfície
Intemperismo Físico 2 - Congelamento/degelo (ação de cunha) Congelamento A água percola as fissuras entre os grãos e cristais das rochas (água aumento o vol.) Cristalização de sais Os sais em solução penetram nas fissuras e poros da rocha Regiões marinhas e poluídas
Congelamento
Cristalização de sais
Intemperismo Físico 3 - Expansão térmica (insolação) Hidratação dos cristais Áreas com grandes amplitudes de variação térmica (dia/noite) Cristais expandem/contraem que aumentam de volume devido a hidratação, originando tensões internas (variações de temperatura) Primeira etapa do intemperismo químico
Expansão térmica
Intemperismo Químico
Intemperismo Químico Causado pela transformação química : água, gases, ácidos e produtos da atividade dos seres vivos Temperatura é importante na alteração química, pois influência a velocidade das reações Minerais constituintes das rochas são estáveis no ambiente em que se formaram, mas tornam-se instáveis nas novas condições superficiais Nessas condições os minerais transformam-se noutros mais estáveis, e noutros casos, são dissolvidos completamente deixando de fazer parte da constituição da rocha
Intemperismo Químico Alteração química das rochas: 1 - Hidrólise 2- Oxidação 3 - Dissolução
1 - Hidrólise Hidrólise é responsável pela quebra da estrutura química do mineral Dissociação da água em H+ e OH-, que atacam os minerais Ocorre a transformação para argilo-minerais Intemperismo Químico
Hidrólise
2 – Oxidação  Muitos minerais contêm ferro na sua constituição que reage com o oxigênio (Solos avermelhados) Ferro é facilmente oxidado passando de ferroso a férrico  A redução é a extração de íons oxigênio dos minerais. Dando origem a óxidos ferrosos hidratados. Intemperismo Químico
Oxidação
Intemperismo Químico 3 – Dissolução É a dissolução de substâncias e minerais componentes das rochas (lixiviação) Mineral reage com a água ou com um ácido, quebrando as ligações entre os iões, e estes, uma vez livres, dissolvem-se formando uma solução, sendo desta forma a rocha alterada Essa solução pode precipitar em outro ambiente
Dissolução A água da chuva acidificada reage com os minerais de calcite (carbonato de cálcio) que constituem o calcário, dando origem a produtos solúveis As regiões calcárias têm uma geomorfologia característica - onde ocorrem com frequência fenômenos de dissolução.
Intemperismo Biológico
Intemperismo Biológico O solo é um produto do intemperismo biológico, constituído de resíduos minerais e humos  Plantas, animais, bactérias, fungos, liquens e musgos Pode-ser tanto físico-biológico ou químico-biológico
Físico-Biológico
Químico-biológico

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05   sistema brasileiro de classificação de solosAula 05   sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solosJadson Belem de Moura
 
Os fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solosOs fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solosJadson Belem de Moura
 
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGSAula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGSElvio Giasson
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos soloskarolpoa
 
Aula propriedades solo
Aula propriedades  soloAula propriedades  solo
Aula propriedades soloElton Mendes
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoJaicinha
 
Slides complexo organo-mineral e formação de agregados
Slides complexo organo-mineral e formação de agregadosSlides complexo organo-mineral e formação de agregados
Slides complexo organo-mineral e formação de agregadosGuilherme Lucio Martins
 
Slides ciência do solo
Slides   ciência do soloSlides   ciência do solo
Slides ciência do solodaianeagricola
 

Mais procurados (20)

Solos 2
Solos 2Solos 2
Solos 2
 
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05   sistema brasileiro de classificação de solosAula 05   sistema brasileiro de classificação de solos
Aula 05 sistema brasileiro de classificação de solos
 
Os fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solosOs fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solos
 
Pedologia
PedologiaPedologia
Pedologia
 
Erosão
ErosãoErosão
Erosão
 
Manejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do SoloManejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do Solo
 
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGSAula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
Aula sobre "Fatores de formação do solo", Faculdade de Agronomia da UFRGS
 
10 Propriedades Físicas do Solo-aula
10 Propriedades Físicas do Solo-aula10 Propriedades Físicas do Solo-aula
10 Propriedades Físicas do Solo-aula
 
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃOSOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
 
Morfologia do solo
Morfologia do soloMorfologia do solo
Morfologia do solo
 
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃOSOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
SOLO, ORIGEM E FORMAÇÃO
 
Intemperismo quimico
Intemperismo quimicoIntemperismo quimico
Intemperismo quimico
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos solos
 
11 propriedades químicas do solo
11 propriedades químicas do solo11 propriedades químicas do solo
11 propriedades químicas do solo
 
Aula propriedades solo
Aula propriedades  soloAula propriedades  solo
Aula propriedades solo
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
 
Intemperismo
IntemperismoIntemperismo
Intemperismo
 
Slides complexo organo-mineral e formação de agregados
Slides complexo organo-mineral e formação de agregadosSlides complexo organo-mineral e formação de agregados
Slides complexo organo-mineral e formação de agregados
 
Slides ciência do solo
Slides   ciência do soloSlides   ciência do solo
Slides ciência do solo
 
Erosões
ErosõesErosões
Erosões
 

Destaque

Destaque (8)

Intemperismo
IntemperismoIntemperismo
Intemperismo
 
Erosión & intemperismo
Erosión & intemperismoErosión & intemperismo
Erosión & intemperismo
 
6. Intemperismo, erosión y suelo
6. Intemperismo, erosión y suelo6. Intemperismo, erosión y suelo
6. Intemperismo, erosión y suelo
 
Tema02 la tierra-en_el_universo
Tema02 la tierra-en_el_universoTema02 la tierra-en_el_universo
Tema02 la tierra-en_el_universo
 
Intemperismo de suelos
Intemperismo de suelosIntemperismo de suelos
Intemperismo de suelos
 
Intemperismo y meteorizacion
Intemperismo y meteorizacionIntemperismo y meteorizacion
Intemperismo y meteorizacion
 
Tema03 la geosfera
Tema03 la geosferaTema03 la geosfera
Tema03 la geosfera
 
Erosión e intemperismo
Erosión e intemperismoErosión e intemperismo
Erosión e intemperismo
 

Semelhante a Intemperismo: agentes físico, químico e biológico

Geo tema iv - pp6 - meteorização
Geo   tema iv - pp6 - meteorizaçãoGeo   tema iv - pp6 - meteorização
Geo tema iv - pp6 - meteorizaçãoRui Magalhães
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoMateus Ribeiro
 
Eroso 110530152950-phpapp01
Eroso 110530152950-phpapp01Eroso 110530152950-phpapp01
Eroso 110530152950-phpapp01Suely Takahashi
 
Geoquímica sedimentação e intemperismo
Geoquímica   sedimentação e intemperismoGeoquímica   sedimentação e intemperismo
Geoquímica sedimentação e intemperismomarciotecsoma
 
Ap 2 rochas, arquivos da h da terra
Ap 2   rochas, arquivos da h  da terraAp 2   rochas, arquivos da h  da terra
Ap 2 rochas, arquivos da h da terraessg
 
Estudo de geografia 6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana ...
Estudo de geografia    6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana  ...Estudo de geografia    6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana  ...
Estudo de geografia 6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana ...Luiza Collet
 
Minerais e rochas
Minerais e rochasMinerais e rochas
Minerais e rochaskarolpoa
 
3 a formaçãorochassedimentares
3 a  formaçãorochassedimentares3 a  formaçãorochassedimentares
3 a formaçãorochassedimentaresmargaridabt
 
3 a formaçãorochassedimentares
3 a  formaçãorochassedimentares3 a  formaçãorochassedimentares
3 a formaçãorochassedimentaresmargaridabt
 
Ap 2 rochas, arquivos da h da terra
Ap 2   rochas, arquivos da h  da terraAp 2   rochas, arquivos da h  da terra
Ap 2 rochas, arquivos da h da terraessg
 
Rochas arquivos da história da Terra
Rochas arquivos da história da TerraRochas arquivos da história da Terra
Rochas arquivos da história da TerraIsabel Lopes
 
Estrutura Forma Relevo
Estrutura Forma RelevoEstrutura Forma Relevo
Estrutura Forma Relevoantoniogeo
 

Semelhante a Intemperismo: agentes físico, químico e biológico (20)

Intemperismo e Saibro
Intemperismo e SaibroIntemperismo e Saibro
Intemperismo e Saibro
 
Geo tema iv - pp6 - meteorização
Geo   tema iv - pp6 - meteorizaçãoGeo   tema iv - pp6 - meteorização
Geo tema iv - pp6 - meteorização
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosão
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Eroso 110530152950-phpapp01
Eroso 110530152950-phpapp01Eroso 110530152950-phpapp01
Eroso 110530152950-phpapp01
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosão
 
Geoquímica sedimentação e intemperismo
Geoquímica   sedimentação e intemperismoGeoquímica   sedimentação e intemperismo
Geoquímica sedimentação e intemperismo
 
Intemperismo
IntemperismoIntemperismo
Intemperismo
 
Ap 2 rochas, arquivos da h da terra
Ap 2   rochas, arquivos da h  da terraAp 2   rochas, arquivos da h  da terra
Ap 2 rochas, arquivos da h da terra
 
Estudo de geografia 6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana ...
Estudo de geografia    6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana  ...Estudo de geografia    6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana  ...
Estudo de geografia 6º ano – 3º trimestre – Novembro – 2012 – Prof.ª Ana ...
 
Minerais e rochas
Minerais e rochasMinerais e rochas
Minerais e rochas
 
3 a formaçãorochassedimentares
3 a  formaçãorochassedimentares3 a  formaçãorochassedimentares
3 a formaçãorochassedimentares
 
3 a formaçãorochassedimentares
3 a  formaçãorochassedimentares3 a  formaçãorochassedimentares
3 a formaçãorochassedimentares
 
Ap 2 rochas, arquivos da h da terra
Ap 2   rochas, arquivos da h  da terraAp 2   rochas, arquivos da h  da terra
Ap 2 rochas, arquivos da h da terra
 
Petrologia1.....
Petrologia1.....Petrologia1.....
Petrologia1.....
 
Petrologia1.....
Petrologia1.....Petrologia1.....
Petrologia1.....
 
Rochas Sedimentares
Rochas SedimentaresRochas Sedimentares
Rochas Sedimentares
 
Rochas arquivos da história da Terra
Rochas arquivos da história da TerraRochas arquivos da história da Terra
Rochas arquivos da história da Terra
 
Estrutura Forma Relevo
Estrutura Forma RelevoEstrutura Forma Relevo
Estrutura Forma Relevo
 
Intemperismo químico
Intemperismo químicoIntemperismo químico
Intemperismo químico
 

Último

LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfLehonanSouza
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 

Último (9)

O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 

Intemperismo: agentes físico, químico e biológico

  • 2. Agente causador (agem conjuntamente): Intemperismo físico – temperatura. Intemperismo químico – água. Intemperismo biológico – seres vivos. Intemperismo
  • 4. Intemperismo Físico Todos os processos que causam desagregação das rochas 1 - Alivio de pressão (expansão da rocha na erosão) 2 - Congelamento/degelo (ação de cunha) 3 - Expansão térmica (insolação)
  • 5. Intemperismo Físico 1 - Alivio de pressão Erosão e remoção de camadas sobrepostas Em aberturas de túneis, galerias e taludes Rochas são basicamen. elásticas, sofrem deformação Deformação será proporcional a carga Fraturas paralelas a superfície
  • 6.
  • 7.
  • 8. Intemperismo Físico 2 - Congelamento/degelo (ação de cunha) Congelamento A água percola as fissuras entre os grãos e cristais das rochas (água aumento o vol.) Cristalização de sais Os sais em solução penetram nas fissuras e poros da rocha Regiões marinhas e poluídas
  • 11. Intemperismo Físico 3 - Expansão térmica (insolação) Hidratação dos cristais Áreas com grandes amplitudes de variação térmica (dia/noite) Cristais expandem/contraem que aumentam de volume devido a hidratação, originando tensões internas (variações de temperatura) Primeira etapa do intemperismo químico
  • 14. Intemperismo Químico Causado pela transformação química : água, gases, ácidos e produtos da atividade dos seres vivos Temperatura é importante na alteração química, pois influência a velocidade das reações Minerais constituintes das rochas são estáveis no ambiente em que se formaram, mas tornam-se instáveis nas novas condições superficiais Nessas condições os minerais transformam-se noutros mais estáveis, e noutros casos, são dissolvidos completamente deixando de fazer parte da constituição da rocha
  • 15. Intemperismo Químico Alteração química das rochas: 1 - Hidrólise 2- Oxidação 3 - Dissolução
  • 16. 1 - Hidrólise Hidrólise é responsável pela quebra da estrutura química do mineral Dissociação da água em H+ e OH-, que atacam os minerais Ocorre a transformação para argilo-minerais Intemperismo Químico
  • 18. 2 – Oxidação Muitos minerais contêm ferro na sua constituição que reage com o oxigênio (Solos avermelhados) Ferro é facilmente oxidado passando de ferroso a férrico A redução é a extração de íons oxigênio dos minerais. Dando origem a óxidos ferrosos hidratados. Intemperismo Químico
  • 20. Intemperismo Químico 3 – Dissolução É a dissolução de substâncias e minerais componentes das rochas (lixiviação) Mineral reage com a água ou com um ácido, quebrando as ligações entre os iões, e estes, uma vez livres, dissolvem-se formando uma solução, sendo desta forma a rocha alterada Essa solução pode precipitar em outro ambiente
  • 21. Dissolução A água da chuva acidificada reage com os minerais de calcite (carbonato de cálcio) que constituem o calcário, dando origem a produtos solúveis As regiões calcárias têm uma geomorfologia característica - onde ocorrem com frequência fenômenos de dissolução.
  • 22.
  • 24. Intemperismo Biológico O solo é um produto do intemperismo biológico, constituído de resíduos minerais e humos Plantas, animais, bactérias, fungos, liquens e musgos Pode-ser tanto físico-biológico ou químico-biológico