SlideShare uma empresa Scribd logo
MICOLOGIA MÉDICA
Prof.: Ronildo Baiatone Alencar
Manaus – Amazonas
Maio/Junho - 2015
Universidade do Estado do Amazonas - UEA
Importância médica dos fungos
 Organismos oportunistas
• Fazem parte da microbiota (bactérias e
fungos) do corpo
• Estão normalmente presentes, sem
causarem doenças
Micoses
• Nome genérico dado as várias infecções
causadas por fungo
 230.000 espécies de fungos
• 100 – 150 espécies de importância médica
Incidência de infecções causadas
por fungos
• Ambientes hospitalares
• Pessoas imunologicamente
comprometidas
• AIDS
• Uso de imunossupressores
• Uso prolongado de antibióticos
• Stress
Manifestação
• Passageiras ou Mortais
 Superficiais
• Pele, unhas, mucosas e cabelo
• Dermatofitose
• Pitiríase
• Candidíase cutânea
 Profundas
• Afetam órgãos internos
• Ex. Histoplasmose, Coccidiodomicose,
Paracoccidiodomicose
Organismos ubíquos
• Pessoas, outros animais, roupas, solo...
 No animais (homem)
Locais quentes e úmidos
• Espaços interdigitais
• Genitálias
• Unhas
• Dobras mamária, axilares
• Virilhas
• Umbigo
 Classificação das Micoses
• Micoses superficiais
Localizadas nas camadas mais superficiais da pele ou
dos pelos
• Micoses cutâneas ou dermatomicoses
Localizadas na pele, pêlo ou unhas e mucosas em
maior extensão
• Micoses subcutâneas
Localizadas na pele e tecidos subcutâneos
• Micoses sistêmicas ou profundas
Atingem principalmente órgãos internos e vísceras,
podendo abranger muitos tecidos e órgãos
diferentes
• Identificação de fungos causadores de micoses
Macromorfologia
Micromorfologia
Técnica de esgarçamento
ou de fita adesiva
Técnica da fita
adesiva ou
raspado de pele
• Filamentosos (bolores ou fungos
multicelulares)
• Leveduriformes (leveduras,
levedos ou fungos unicelulares).
Macromorfologia
ou Filamentosa
• Fungos dimórficos
Fungos que sob determinadas condições de temperatura podem se apresentar de
forma filamentosa (=hifal) ou de levedura
 Verso e reverso (alterado, inalterado);
 Pigmentação (presença ou ausência, cor do pigmento, difuso, restrito à
colônia);
 Bordas (regulares, irregulares, radiadas);
 Superfície (lisa, fissurada, rugosa);
 Textura ou consistência;
 Velocidade de crescimento;
 Topografia (plana, convexa, umbilicada, pregueada, cerebriforme);
 Aspecto (brilhante, opaco, seco, úmido);
 Diâmetro da colônia.
O que analisar macroscopicamente em cultura de fungo filamentoso?
Verso Reverso
 Colônias são esféricas ou ovais;
 Consistência pastosa ou cremosa;
 Crescimento limitado.
Observação
• Fungos filamentosos apresentam uma maior variedade de formas de
colônias
• Crescimento invasor
O que analisar macroscopicamente em cultura de fungo leveduriforme?
Micromorfologia
• Coloração (escuras ou hialinas) e
presença ou ausência de septos
nas hifas.
• Tamanho e forma dos conídios
e/ou esporos, bem como as
estruturas formadoras destes
últimos
• Reprodução Assexuada
Fragmentação do micélio
Esporulação (diferentes tipos de
condídios)
Brotamento
 Blastoconídios
Fragmentação de hifas
 Artroconídios
Esporos em estruturas fechadas
 Esporangiósporos
Esporos em estruturas abertas
 Conidiósporos
Blastoconídios
Artroconídios
Conidiósporos Esporangiósporos
Clamidosporos
Esporangióforo: estrutura reprodutiva cuja porção
terminal é em forma de uma vesícula ou saco 
esporângio (dentro do qual encontram-se os esporos
 esporangiosporos).
Conidióforo: estrutura reprodutiva a
partir da qual os esporos emergem livres.
Pode ter aspecto igual ao de uma hifa
vegetativa ou apresentar formas
variadas (ex: pincel, cabeça, margarida
etc.) Esporos: conídias (podem ser
macroconídias e microconídias).
Morfologia de fungos filamentosos (bolores)
Artrosporos ou artroconídios → produzidos a partir da
fragmentação e desarticulação da hifa
Clamidosporos ou clamidoconídios → produzidos pela dilatação da célula (hifa ou
célula da levedura)
Macromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
Macromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
Macromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
Micromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
Micromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
Macromorfologia de fungos leveduriformes
Macromorfologia de fungos leveduriformes
Micromorfologia de fungos leveduriformes
Micromorfologia de fungos leveduriformes
Micologia médica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 01 Introdução a Microbiologia
Aula 01   Introdução a MicrobiologiaAula 01   Introdução a Microbiologia
Aula 01 Introdução a MicrobiologiaTiago da Silva
 
Aula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaAula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaJaqueline Almeida
 
Aula n° 5 plasmodium
Aula n° 5  plasmodiumAula n° 5  plasmodium
Aula n° 5 plasmodiumGildo Crispim
 
Micologia 1°Parte
Micologia 1°ParteMicologia 1°Parte
Micologia 1°ParteSafia Naser
 
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeAula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeHamilton Nobrega
 
Aula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia BactériasAula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia BactériasTiago da Silva
 
Introdução à imunologia
Introdução à imunologiaIntrodução à imunologia
Introdução à imunologiaMessias Miranda
 
Processos inflamatórios - agudo e crônico
Processos inflamatórios - agudo e crônicoProcessos inflamatórios - agudo e crônico
Processos inflamatórios - agudo e crônicoMarília Gomes
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasEvandro Batista
 
Aula de Parasitologia Médica sobre a Malária
Aula de Parasitologia Médica sobre a MaláriaAula de Parasitologia Médica sobre a Malária
Aula de Parasitologia Médica sobre a MaláriaJaqueline Almeida
 

Mais procurados (20)

Aula 01 Introdução a Microbiologia
Aula 01   Introdução a MicrobiologiaAula 01   Introdução a Microbiologia
Aula 01 Introdução a Microbiologia
 
Aula 11 fungos
Aula   11 fungosAula   11 fungos
Aula 11 fungos
 
Aula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaAula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia Básica
 
Aula 05 bacterias
Aula   05  bacteriasAula   05  bacterias
Aula 05 bacterias
 
Introdução à microbiologia
Introdução à microbiologiaIntrodução à microbiologia
Introdução à microbiologia
 
Aula n° 5 plasmodium
Aula n° 5  plasmodiumAula n° 5  plasmodium
Aula n° 5 plasmodium
 
Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas
 
Micologia 1°Parte
Micologia 1°ParteMicologia 1°Parte
Micologia 1°Parte
 
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
 
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeAula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
 
Aula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia BactériasAula Microbiologia Bactérias
Aula Microbiologia Bactérias
 
Inflamação
InflamaçãoInflamação
Inflamação
 
Aula de microbiologia ppt
Aula de microbiologia   pptAula de microbiologia   ppt
Aula de microbiologia ppt
 
Introdução à imunologia
Introdução à imunologiaIntrodução à imunologia
Introdução à imunologia
 
Processos inflamatórios - agudo e crônico
Processos inflamatórios - agudo e crônicoProcessos inflamatórios - agudo e crônico
Processos inflamatórios - agudo e crônico
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
 
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de AlmeidaLesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
 
Aula streptococcus
Aula streptococcusAula streptococcus
Aula streptococcus
 
Slide imuno
Slide imunoSlide imuno
Slide imuno
 
Aula de Parasitologia Médica sobre a Malária
Aula de Parasitologia Médica sobre a MaláriaAula de Parasitologia Médica sobre a Malária
Aula de Parasitologia Médica sobre a Malária
 

Semelhante a Micologia médica (20)

Aula micologia basica slide.pptx
Aula micologia basica slide.pptxAula micologia basica slide.pptx
Aula micologia basica slide.pptx
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Aula micologia basica.pdf
Aula micologia basica.pdfAula micologia basica.pdf
Aula micologia basica.pdf
 
Fungos 2º ano
Fungos 2º anoFungos 2º ano
Fungos 2º ano
 
Aula Micologia.pptx
Aula Micologia.pptxAula Micologia.pptx
Aula Micologia.pptx
 
Os Fungos
Os FungosOs Fungos
Os Fungos
 
REINO FUNGI.ppt
REINO FUNGI.pptREINO FUNGI.ppt
REINO FUNGI.ppt
 
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
 
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
 
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
 
Generalidades De MicologìA
Generalidades De MicologìAGeneralidades De MicologìA
Generalidades De MicologìA
 
Microbiologia Agrícola UFMT - Aula 003
Microbiologia Agrícola UFMT - Aula 003Microbiologia Agrícola UFMT - Aula 003
Microbiologia Agrícola UFMT - Aula 003
 
Fungos e bactérias gilda esse
Fungos e bactérias gilda esseFungos e bactérias gilda esse
Fungos e bactérias gilda esse
 
Fungos e bactérias
Fungos e bactériasFungos e bactérias
Fungos e bactérias
 
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptxAula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
 
Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagemmicrobiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
 
Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 
Fungi, Monera e Protista
Fungi, Monera e ProtistaFungi, Monera e Protista
Fungi, Monera e Protista
 
Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 

Mais de João Monteiro

Aula - Pesca predatória e os impactos ambientais
Aula - Pesca predatória e os impactos ambientaisAula - Pesca predatória e os impactos ambientais
Aula - Pesca predatória e os impactos ambientaisJoão Monteiro
 
Aula I - Introdução á genética de populações
Aula I - Introdução á genética de populaçõesAula I - Introdução á genética de populações
Aula I - Introdução á genética de populaçõesJoão Monteiro
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células João Monteiro
 
Aula 4 Cálculo III Integral de linha :)
Aula 4   Cálculo III Integral de linha :)Aula 4   Cálculo III Integral de linha :)
Aula 4 Cálculo III Integral de linha :)João Monteiro
 
Apostila de História e introdução á logística
Apostila de História e introdução á logísticaApostila de História e introdução á logística
Apostila de História e introdução á logísticaJoão Monteiro
 
Física II - Dinâmica de Fluidos
Física II - Dinâmica de FluidosFísica II - Dinâmica de Fluidos
Física II - Dinâmica de FluidosJoão Monteiro
 
Classificação e reprodução
Classificação e reproduçãoClassificação e reprodução
Classificação e reproduçãoJoão Monteiro
 
Importância dos fungos
Importância dos fungosImportância dos fungos
Importância dos fungosJoão Monteiro
 
Placenta e membranas cap08
Placenta e membranas cap08Placenta e membranas cap08
Placenta e membranas cap08João Monteiro
 
Nona semana ao nascimento
Nona semana ao nascimentoNona semana ao nascimento
Nona semana ao nascimentoJoão Monteiro
 
Quarta à oitava semana
Quarta à oitava semanaQuarta à oitava semana
Quarta à oitava semanaJoão Monteiro
 
Terceira semana gastrulação
Terceira semana gastrulaçãoTerceira semana gastrulação
Terceira semana gastrulaçãoJoão Monteiro
 
Primeira e segunda semanas
Primeira e segunda semanasPrimeira e segunda semanas
Primeira e segunda semanasJoão Monteiro
 
Livro Introdução à ecologia comportamental
Livro Introdução à ecologia comportamentalLivro Introdução à ecologia comportamental
Livro Introdução à ecologia comportamentalJoão Monteiro
 
Introdução á paleontologia
Introdução á paleontologiaIntrodução á paleontologia
Introdução á paleontologiaJoão Monteiro
 
Biologia vegetal raven_5ªed
Biologia vegetal raven_5ªedBiologia vegetal raven_5ªed
Biologia vegetal raven_5ªedJoão Monteiro
 
As placas tectônicas
As placas tectônicas As placas tectônicas
As placas tectônicas João Monteiro
 

Mais de João Monteiro (20)

Aula - Pesca predatória e os impactos ambientais
Aula - Pesca predatória e os impactos ambientaisAula - Pesca predatória e os impactos ambientais
Aula - Pesca predatória e os impactos ambientais
 
Aula I - Introdução á genética de populações
Aula I - Introdução á genética de populaçõesAula I - Introdução á genética de populações
Aula I - Introdução á genética de populações
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
 
Física - Cinemática
Física - CinemáticaFísica - Cinemática
Física - Cinemática
 
Aula 4 Cálculo III Integral de linha :)
Aula 4   Cálculo III Integral de linha :)Aula 4   Cálculo III Integral de linha :)
Aula 4 Cálculo III Integral de linha :)
 
Apostila de História e introdução á logística
Apostila de História e introdução á logísticaApostila de História e introdução á logística
Apostila de História e introdução á logística
 
Física II - Dinâmica de Fluidos
Física II - Dinâmica de FluidosFísica II - Dinâmica de Fluidos
Física II - Dinâmica de Fluidos
 
Consumismo x lixo
Consumismo x lixo Consumismo x lixo
Consumismo x lixo
 
Classificação e reprodução
Classificação e reproduçãoClassificação e reprodução
Classificação e reprodução
 
Importância dos fungos
Importância dos fungosImportância dos fungos
Importância dos fungos
 
Placenta e membranas cap08
Placenta e membranas cap08Placenta e membranas cap08
Placenta e membranas cap08
 
Nona semana ao nascimento
Nona semana ao nascimentoNona semana ao nascimento
Nona semana ao nascimento
 
Quarta à oitava semana
Quarta à oitava semanaQuarta à oitava semana
Quarta à oitava semana
 
Terceira semana gastrulação
Terceira semana gastrulaçãoTerceira semana gastrulação
Terceira semana gastrulação
 
Primeira e segunda semanas
Primeira e segunda semanasPrimeira e segunda semanas
Primeira e segunda semanas
 
Livro Introdução à ecologia comportamental
Livro Introdução à ecologia comportamentalLivro Introdução à ecologia comportamental
Livro Introdução à ecologia comportamental
 
Genetica forense
Genetica forense Genetica forense
Genetica forense
 
Introdução á paleontologia
Introdução á paleontologiaIntrodução á paleontologia
Introdução á paleontologia
 
Biologia vegetal raven_5ªed
Biologia vegetal raven_5ªedBiologia vegetal raven_5ªed
Biologia vegetal raven_5ªed
 
As placas tectônicas
As placas tectônicas As placas tectônicas
As placas tectônicas
 

Último

APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 

Último (20)

APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 

Micologia médica

  • 1. MICOLOGIA MÉDICA Prof.: Ronildo Baiatone Alencar Manaus – Amazonas Maio/Junho - 2015 Universidade do Estado do Amazonas - UEA
  • 2. Importância médica dos fungos  Organismos oportunistas • Fazem parte da microbiota (bactérias e fungos) do corpo • Estão normalmente presentes, sem causarem doenças Micoses • Nome genérico dado as várias infecções causadas por fungo  230.000 espécies de fungos • 100 – 150 espécies de importância médica
  • 3. Incidência de infecções causadas por fungos • Ambientes hospitalares • Pessoas imunologicamente comprometidas • AIDS • Uso de imunossupressores • Uso prolongado de antibióticos • Stress
  • 4. Manifestação • Passageiras ou Mortais  Superficiais • Pele, unhas, mucosas e cabelo • Dermatofitose • Pitiríase • Candidíase cutânea  Profundas • Afetam órgãos internos • Ex. Histoplasmose, Coccidiodomicose, Paracoccidiodomicose
  • 5. Organismos ubíquos • Pessoas, outros animais, roupas, solo...  No animais (homem) Locais quentes e úmidos • Espaços interdigitais • Genitálias • Unhas • Dobras mamária, axilares • Virilhas • Umbigo
  • 6.  Classificação das Micoses • Micoses superficiais Localizadas nas camadas mais superficiais da pele ou dos pelos • Micoses cutâneas ou dermatomicoses Localizadas na pele, pêlo ou unhas e mucosas em maior extensão • Micoses subcutâneas Localizadas na pele e tecidos subcutâneos • Micoses sistêmicas ou profundas Atingem principalmente órgãos internos e vísceras, podendo abranger muitos tecidos e órgãos diferentes
  • 7.
  • 8.
  • 9. • Identificação de fungos causadores de micoses Macromorfologia Micromorfologia Técnica de esgarçamento ou de fita adesiva Técnica da fita adesiva ou raspado de pele
  • 10. • Filamentosos (bolores ou fungos multicelulares) • Leveduriformes (leveduras, levedos ou fungos unicelulares). Macromorfologia
  • 11. ou Filamentosa • Fungos dimórficos Fungos que sob determinadas condições de temperatura podem se apresentar de forma filamentosa (=hifal) ou de levedura
  • 12.
  • 13.  Verso e reverso (alterado, inalterado);  Pigmentação (presença ou ausência, cor do pigmento, difuso, restrito à colônia);  Bordas (regulares, irregulares, radiadas);  Superfície (lisa, fissurada, rugosa);  Textura ou consistência;  Velocidade de crescimento;  Topografia (plana, convexa, umbilicada, pregueada, cerebriforme);  Aspecto (brilhante, opaco, seco, úmido);  Diâmetro da colônia. O que analisar macroscopicamente em cultura de fungo filamentoso? Verso Reverso
  • 14.  Colônias são esféricas ou ovais;  Consistência pastosa ou cremosa;  Crescimento limitado. Observação • Fungos filamentosos apresentam uma maior variedade de formas de colônias • Crescimento invasor O que analisar macroscopicamente em cultura de fungo leveduriforme?
  • 15. Micromorfologia • Coloração (escuras ou hialinas) e presença ou ausência de septos nas hifas. • Tamanho e forma dos conídios e/ou esporos, bem como as estruturas formadoras destes últimos
  • 16. • Reprodução Assexuada Fragmentação do micélio Esporulação (diferentes tipos de condídios) Brotamento  Blastoconídios Fragmentação de hifas  Artroconídios Esporos em estruturas fechadas  Esporangiósporos Esporos em estruturas abertas  Conidiósporos Blastoconídios Artroconídios Conidiósporos Esporangiósporos Clamidosporos
  • 17. Esporangióforo: estrutura reprodutiva cuja porção terminal é em forma de uma vesícula ou saco  esporângio (dentro do qual encontram-se os esporos  esporangiosporos).
  • 18.
  • 19. Conidióforo: estrutura reprodutiva a partir da qual os esporos emergem livres. Pode ter aspecto igual ao de uma hifa vegetativa ou apresentar formas variadas (ex: pincel, cabeça, margarida etc.) Esporos: conídias (podem ser macroconídias e microconídias).
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. Morfologia de fungos filamentosos (bolores)
  • 24. Artrosporos ou artroconídios → produzidos a partir da fragmentação e desarticulação da hifa
  • 25. Clamidosporos ou clamidoconídios → produzidos pela dilatação da célula (hifa ou célula da levedura)
  • 26. Macromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
  • 27. Macromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
  • 28. Macromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
  • 29. Micromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
  • 30. Micromorfologia de fungos filamentosos (bolores)
  • 31. Macromorfologia de fungos leveduriformes
  • 32. Macromorfologia de fungos leveduriformes
  • 33. Micromorfologia de fungos leveduriformes
  • 34. Micromorfologia de fungos leveduriformes