SlideShare uma empresa Scribd logo
FUNGOS
Professor Marcello
(Adaptado por Prof. Reinaldo G. Ribela)
Características gerais
• Eucarióticos
• Com parede celular: quitina
• Foram considerados plantas degeneradas
• Reservam glicogênio
• Heterótrofos:
– Lançam enzimas no meio
– Nutrição por absorção
• Número de espécies fúngicas
– patogênicas: (cerca de 200)
– não-patogênicas: (conhecidas cerca de 70.000)
– (estimado em até 1,5 milhão)
Estrutura
• podem ser uni ou pluricelulares
• Filamentos: hifas
• Conjunto de hifas: micélio
Nutrição e Crescimento dos fungos
•Heterotróficos
saprofitismo
parasitismo
simbiose
•Obtenção do alimento por absorção
•Acumulam glicogênio como
material de reserva
•Versatilidade para utilizar #s
substratos e interação com outros
organismos
•Fatores ambientais importantes:
Temperatura
Umidade
Luz
pH
Reprodução dos Fungos
•R. assexuada: Propagação vegetativa; alta frequência; mitose
presente em todos os grupos de fungos
•Tipos
•Por fissão
•Blastósporos (brotamento)
•Artrósporos (fragmentação de hifas)
•Clamidósporos (presença de parede espessa)
•Esporangiósporos (em estrutura fechada)
•Zoósporos (esporangiósporos móveis)
•Conidiósporos (em estrutura aberta)
•R. sexuada: Amplifica variabilidade genética; baixa frequência,
meiose; ausente em alguns grupos (imperfeitos)
•Fases: Plasmogamia, Cariogamia e Meiose
Define os tipos de reprodução sexuada
Maior ser vivo do mundo
micélio
As hifas são ou não septadas
Importância
• 5.000 espécies são pragas
Terminologia e Classificação das Micoses
• Localização do processo:
dermatomicoses, oftalmomicoses, etc
• O fungo responsável:
aspergilose, histoplasmose, etc
• Literatura médica ou leiga:
sapinho, pé-de-atleta, etc
Segundo os tecidos e órgão afetados:
•Micoses superficiais
•Micoses cutâneas
•Micoses subcutâneas
•Micoses sistêmicas
-por fungos patogênicos
-por fungos oportunistas
Diagnóstico Microbiológico das Micoses I
Exame microscópico (micromorfologia parasitária):
•Direto (raspado, secreções, escarro, etc)
-clareamento com KOH 10-20%
•Direto com coloração (Giemsa, Nanquim, Gram, etc)
•Histopatologia (biópsia), coloração:
HE (Hematoxilina Eosina)
PAS (Periodic Acid-Schiff)
GMS (Gomori Methenamine Silver
Isolamento fúngico
•Meios de cultura como Ágar Sabouraud, adicionados ou
não de antibióticos bacterianos e antifúngicos (actidione)
•O resultado da cutura pode demorar semanas e até meses
Diagnóstico Microbiológico das Micoses II
Micromorfologia saprofítica
cultivo em lâmina em bloco de ágar-meio
Atividades bioquímicas (auxanograma e zimograma)
importante para leveduras
Sorologia
testes intradérmicos (inquéritos epidemiológicos)
pesquisa de anticorpos e antígenos circulantes
Métodos de biologia molecular
hibridização com sondas marcadas
amplificação específica de DNA pela PCR
PCR (reação de polimerização em cadeia). Técnica para a amplificação de regiões
específicas de DNA, através de ciclos múltiplos de polimerização de DNA cada um
seguido por um breve tratamento de calor para separar fitas complementares.
Fungos - patologiasFungos - patologias
Doenças
• Infecções hospitalares (40%)
• Pneumonia
• Histoplasmose
• Candidíase
Micose horrível!
Antibióticos
• Penicilina
• Ciclosporina:
– Ação contra rejeição
Penicillium notatum
Claviceps purpurea: LSD
Tóxicos
Aspergillus e o amendoim
Amendoim sob suspeita:
• Na década de 1960, o amendoim importado do
Brasil, utilizado na fabricação de ração para aves
no Reino Unido, foi considerado responsável pela
morte de milhares de animais. A semente
apresentava altos índices de contaminação por
aflotoxinas, substâncias tóxicas produzidas por
fungos. Desde então, órgãos de Vigilância
Sanitária vêm realizando monitoramentos
constantes do amendoim brasileiro.[...]
• Revista Ciência Hoje de janeiro/fevereiro de 2004
(vol. 34, n° 201 – publicação: SBPC, RJ).
• Amendoim (leguminosa)
• Gêneros Aspergillus e Penicillium produzem
AflotoxinaAflotoxina;
– Ingestão excessiva pode causar:
• Câncer
• Mutações genéticas
• Deformidades em fetos animais
– Substância produzida durante o processo de
secagem quando em contato com o solo onde
encontram-se os fungos.
Alimentação
Saccharomyces cerevisiae
Fermentação:
Produção de álcool
Panificação
Decomposição
• Grande variedade de enzimas
• Destrói quase tudo
• Há muitas espécies no solo e na água
(inclusive na salgada)
Classificação
• Zigomicetos:
– Formam esporo de paredes grossas
– Bolor negro do pão
• Ascomiceto
– Esporos em um asco: forma de saco
• Basidiomiceto:
– Formam esporos no basídio.
Ciclo de vida
Associações
• Micorriza:
– 80% das plantas
– O fungo ganha alimento
– A planta ganha nutrientes
– Trata-se de mutualismo
Líquens
• Associação entre:
– Fungos e clorófitas
– Fungos e cianobactérias
– O fungo ganha alimento
– O fotobionte ganha proteção e
umidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bacterias
BacteriasBacterias
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
profatatiana
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
Sheila Cassenotte
 
Fungos
FungosFungos
Aula bactérias
Aula bactériasAula bactérias
Aula bactérias
Erik Macedo
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
emanuel
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
DeaaSouza
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
Elizabete Costa
 
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeAula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Hamilton Nobrega
 
Doenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungosDoenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungos
Rafael Serafim
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
bradok157
 
Doenças causadas por virus
Doenças  causadas por virusDoenças  causadas por virus
Doenças causadas por virus
Adrianne Mendonça
 
Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas
robson lucas pontes
 
Reino Plantas
Reino PlantasReino Plantas
Reino Plantas
infoeducp2
 
Bactérias e Vírus
Bactérias e VírusBactérias e Vírus
Bactérias e Vírus
Isabel Lopes
 
Introdução à microbiologia
Introdução à microbiologiaIntrodução à microbiologia
Introdução à microbiologia
Renato Varges - UFF
 
Reino protista protozoarios
Reino protista protozoariosReino protista protozoarios
Reino protista protozoarios
Iuri Fretta Wiggers
 
II.4 Reino Fungi
II.4 Reino FungiII.4 Reino Fungi
II.4 Reino Fungi
Rebeca Vale
 

Mais procurados (20)

Bacterias
BacteriasBacterias
Bacterias
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Aula bactérias
Aula bactériasAula bactérias
Aula bactérias
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Protozoarios
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
 
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidadeAula  Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
Aula Bactérias - estrutura - morfologia e patogenicidade
 
Doenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungosDoenças causadas por fungos
Doenças causadas por fungos
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 
Doenças causadas por virus
Doenças  causadas por virusDoenças  causadas por virus
Doenças causadas por virus
 
Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas Fungos e doenças relacionadas
Fungos e doenças relacionadas
 
Reino Plantas
Reino PlantasReino Plantas
Reino Plantas
 
Bactérias e Vírus
Bactérias e VírusBactérias e Vírus
Bactérias e Vírus
 
Introdução à microbiologia
Introdução à microbiologiaIntrodução à microbiologia
Introdução à microbiologia
 
Reino protista protozoarios
Reino protista protozoariosReino protista protozoarios
Reino protista protozoarios
 
II.4 Reino Fungi
II.4 Reino FungiII.4 Reino Fungi
II.4 Reino Fungi
 

Destaque

Fungos
FungosFungos
Fungos
FungosFungos
Fungos
profatatiana
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
infoeducp2
 
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de AlimentosMicrobiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Carlos Arroxelas
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
FungosFungos
Fungos
kelvin45170
 
Fungos
FungosFungos
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
Verónica Rosso
 
reino fungi
reino fungireino fungi
reino fungi
zaida93
 
Fungos
FungosFungos
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
Thomas Rodrigues
 
REINO FUNGI
REINO FUNGIREINO FUNGI
Aula fungos
Aula fungosAula fungos
Aula fungos
lumass
 
Microbiologia Geral - Fungos
Microbiologia Geral - FungosMicrobiologia Geral - Fungos
Microbiologia Geral - Fungos
MICROBIOLOGIA-CSL-UFSJ
 
Os Fungos
Os FungosOs Fungos
Fungos
FungosFungos
Fungos
Aline Melo
 
I micologia
I micologiaI micologia
I micologia
renato89enfermeiro
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
FungosFungos
Fungos fitopatogenicos
Fungos fitopatogenicosFungos fitopatogenicos
Fungos fitopatogenicos
Rogger Wins
 

Destaque (20)

Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de AlimentosMicrobiologia: Fungos na Produção de Alimentos
Microbiologia: Fungos na Produção de Alimentos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 
reino fungi
reino fungireino fungi
reino fungi
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Micologia
MicologiaMicologia
Micologia
 
REINO FUNGI
REINO FUNGIREINO FUNGI
REINO FUNGI
 
Aula fungos
Aula fungosAula fungos
Aula fungos
 
Microbiologia Geral - Fungos
Microbiologia Geral - FungosMicrobiologia Geral - Fungos
Microbiologia Geral - Fungos
 
Os Fungos
Os FungosOs Fungos
Os Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
I micologia
I micologiaI micologia
I micologia
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Fungos fitopatogenicos
Fungos fitopatogenicosFungos fitopatogenicos
Fungos fitopatogenicos
 

Semelhante a Slides fungos

Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Aula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdfAula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdf
KethelyMotta
 
Apresentação mitologia Noemi Baron Cozentino
Apresentação mitologia Noemi Baron CozentinoApresentação mitologia Noemi Baron Cozentino
Apresentação mitologia Noemi Baron Cozentino
brulou29
 
Introdmicolmarise1
Introdmicolmarise1Introdmicolmarise1
Introdmicolmarise1
Insituto Dom Barreto
 
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagemmicrobiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
ssuser5cab6e
 
AULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETC
AULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETCAULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETC
AULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETC
EmiliaCassia2
 
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptxAula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
JoaraSilva1
 
Aula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixes
Aula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixesAula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixes
Aula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixes
Adimar Cardoso Junior
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
Videoaulas De Biologia Apoio
 
Parasitologia Fungos
Parasitologia FungosParasitologia Fungos
Parasitologia Fungos
Ludmila Alem
 
Fungos
FungosFungos
Reino fungi
Reino fungi Reino fungi
Reino fungi
Jamille Nunez
 
Reino fungi (1)
Reino fungi (1)Reino fungi (1)
Reino fungi (1)
Graciêla Castro
 
Microbiologia05
Microbiologia05Microbiologia05
Microbiologia05
Sheilla Sandes
 
Microbiologia Geral - Vírus
Microbiologia Geral - VírusMicrobiologia Geral - Vírus
Microbiologia Geral - Vírus
MICROBIOLOGIA-CSL-UFSJ
 
Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016
Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016
Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016
Juliana Queiroz
 
Vírus e reino monera
Vírus e reino moneraVírus e reino monera
Vírus e reino monera
santhdalcin
 
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptxMicrorganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
Maria Céu Santos
 
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptxMicrorganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
Maria Céu Santos
 
1. Introdução à Parasitologia básica.pptx
1. Introdução à Parasitologia básica.pptx1. Introdução à Parasitologia básica.pptx
1. Introdução à Parasitologia básica.pptx
Paola554738
 

Semelhante a Slides fungos (20)

Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 
Aula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdfAula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdf
 
Apresentação mitologia Noemi Baron Cozentino
Apresentação mitologia Noemi Baron CozentinoApresentação mitologia Noemi Baron Cozentino
Apresentação mitologia Noemi Baron Cozentino
 
Introdmicolmarise1
Introdmicolmarise1Introdmicolmarise1
Introdmicolmarise1
 
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagemmicrobiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
microbiologia e parasitologia voltada para a enfermagem
 
AULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETC
AULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETCAULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETC
AULA SOBRE FUNGOS CONCEITO CARACTERÍSTICAS BÁSICAS ETC
 
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptxAula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
 
Aula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixes
Aula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixesAula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixes
Aula 02 principios_basicos_de_sanidade_de_peixes
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia -  Classificação dos Seres Vivoswww.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia -  Classificação dos Seres Vivos
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos
 
Parasitologia Fungos
Parasitologia FungosParasitologia Fungos
Parasitologia Fungos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Reino fungi
Reino fungi Reino fungi
Reino fungi
 
Reino fungi (1)
Reino fungi (1)Reino fungi (1)
Reino fungi (1)
 
Microbiologia05
Microbiologia05Microbiologia05
Microbiologia05
 
Microbiologia Geral - Vírus
Microbiologia Geral - VírusMicrobiologia Geral - Vírus
Microbiologia Geral - Vírus
 
Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016
Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016
Entomologia aplicada controle microbiano de pragas 2016
 
Vírus e reino monera
Vírus e reino moneraVírus e reino monera
Vírus e reino monera
 
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptxMicrorganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
 
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptxMicrorganismos_João Couto_6º CF.pptx
Microrganismos_João Couto_6º CF.pptx
 
1. Introdução à Parasitologia básica.pptx
1. Introdução à Parasitologia básica.pptx1. Introdução à Parasitologia básica.pptx
1. Introdução à Parasitologia básica.pptx
 

Último

05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 

Slides fungos

  • 1. FUNGOS Professor Marcello (Adaptado por Prof. Reinaldo G. Ribela)
  • 2. Características gerais • Eucarióticos • Com parede celular: quitina • Foram considerados plantas degeneradas • Reservam glicogênio • Heterótrofos: – Lançam enzimas no meio – Nutrição por absorção • Número de espécies fúngicas – patogênicas: (cerca de 200) – não-patogênicas: (conhecidas cerca de 70.000) – (estimado em até 1,5 milhão)
  • 3. Estrutura • podem ser uni ou pluricelulares • Filamentos: hifas • Conjunto de hifas: micélio
  • 4. Nutrição e Crescimento dos fungos •Heterotróficos saprofitismo parasitismo simbiose •Obtenção do alimento por absorção •Acumulam glicogênio como material de reserva •Versatilidade para utilizar #s substratos e interação com outros organismos •Fatores ambientais importantes: Temperatura Umidade Luz pH
  • 5. Reprodução dos Fungos •R. assexuada: Propagação vegetativa; alta frequência; mitose presente em todos os grupos de fungos •Tipos •Por fissão •Blastósporos (brotamento) •Artrósporos (fragmentação de hifas) •Clamidósporos (presença de parede espessa) •Esporangiósporos (em estrutura fechada) •Zoósporos (esporangiósporos móveis) •Conidiósporos (em estrutura aberta) •R. sexuada: Amplifica variabilidade genética; baixa frequência, meiose; ausente em alguns grupos (imperfeitos) •Fases: Plasmogamia, Cariogamia e Meiose Define os tipos de reprodução sexuada
  • 6. Maior ser vivo do mundo
  • 8. As hifas são ou não septadas
  • 10. Terminologia e Classificação das Micoses • Localização do processo: dermatomicoses, oftalmomicoses, etc • O fungo responsável: aspergilose, histoplasmose, etc • Literatura médica ou leiga: sapinho, pé-de-atleta, etc Segundo os tecidos e órgão afetados: •Micoses superficiais •Micoses cutâneas •Micoses subcutâneas •Micoses sistêmicas -por fungos patogênicos -por fungos oportunistas
  • 11. Diagnóstico Microbiológico das Micoses I Exame microscópico (micromorfologia parasitária): •Direto (raspado, secreções, escarro, etc) -clareamento com KOH 10-20% •Direto com coloração (Giemsa, Nanquim, Gram, etc) •Histopatologia (biópsia), coloração: HE (Hematoxilina Eosina) PAS (Periodic Acid-Schiff) GMS (Gomori Methenamine Silver Isolamento fúngico •Meios de cultura como Ágar Sabouraud, adicionados ou não de antibióticos bacterianos e antifúngicos (actidione) •O resultado da cutura pode demorar semanas e até meses
  • 12. Diagnóstico Microbiológico das Micoses II Micromorfologia saprofítica cultivo em lâmina em bloco de ágar-meio Atividades bioquímicas (auxanograma e zimograma) importante para leveduras Sorologia testes intradérmicos (inquéritos epidemiológicos) pesquisa de anticorpos e antígenos circulantes Métodos de biologia molecular hibridização com sondas marcadas amplificação específica de DNA pela PCR PCR (reação de polimerização em cadeia). Técnica para a amplificação de regiões específicas de DNA, através de ciclos múltiplos de polimerização de DNA cada um seguido por um breve tratamento de calor para separar fitas complementares.
  • 14. Doenças • Infecções hospitalares (40%) • Pneumonia • Histoplasmose • Candidíase
  • 16. Antibióticos • Penicilina • Ciclosporina: – Ação contra rejeição Penicillium notatum
  • 19. Aspergillus e o amendoim
  • 20. Amendoim sob suspeita: • Na década de 1960, o amendoim importado do Brasil, utilizado na fabricação de ração para aves no Reino Unido, foi considerado responsável pela morte de milhares de animais. A semente apresentava altos índices de contaminação por aflotoxinas, substâncias tóxicas produzidas por fungos. Desde então, órgãos de Vigilância Sanitária vêm realizando monitoramentos constantes do amendoim brasileiro.[...] • Revista Ciência Hoje de janeiro/fevereiro de 2004 (vol. 34, n° 201 – publicação: SBPC, RJ).
  • 21. • Amendoim (leguminosa) • Gêneros Aspergillus e Penicillium produzem AflotoxinaAflotoxina; – Ingestão excessiva pode causar: • Câncer • Mutações genéticas • Deformidades em fetos animais – Substância produzida durante o processo de secagem quando em contato com o solo onde encontram-se os fungos.
  • 24. Decomposição • Grande variedade de enzimas • Destrói quase tudo • Há muitas espécies no solo e na água (inclusive na salgada)
  • 25. Classificação • Zigomicetos: – Formam esporo de paredes grossas – Bolor negro do pão
  • 26. • Ascomiceto – Esporos em um asco: forma de saco
  • 27. • Basidiomiceto: – Formam esporos no basídio.
  • 29. Associações • Micorriza: – 80% das plantas – O fungo ganha alimento – A planta ganha nutrientes – Trata-se de mutualismo
  • 30.
  • 31. Líquens • Associação entre: – Fungos e clorófitas – Fungos e cianobactérias – O fungo ganha alimento – O fotobionte ganha proteção e umidade