SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
www.etecnologia.com.br
rildo.santos@etecnologia.com.br
rildosan@rildosan.com
Rildo Santos (@rildosan)
Mentoria
@rildosan | Versão: 9.0 | #mentoriaEweb
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Na vida não nascemos prontos, necessitamos de alguém para nos direcionar, orientar, ensinar e
acompanhar o nosso desenvolvimento e crescimento.
Quando somos crianças os pais nos orientam e nos ensinam todas as coisas que são necessárias
para crescermos, os pais são os nossos primeiros mentores.
Na juventude o papel do mentor geralmente é ocupado por professores e/ou amigos. É uma fase
cheia de descoberta, questionamentos e aventuras.
Na fase adulta, o papel do mentor às vezes fica vazio ou indefinido, pois, às vezes julgamos que
somos maduros, experientes e sabemos de tudo que precisamos para viver.
Algumas pessoas chegam a achar que ter um mentor nesta fase é sinônimo de fraqueza e
imaturidade.
Ledo engano, o ser humano quando adulto precisa de atenção, inspiração, motivação,
direcionamento, orientação, apoio para desenvolver maturidade e novas capacidades e se
preparar para novos desafios. Também temos a necessidade de compartilhar vitórias, conquistas
e fracassos.
O mentor é alguém que possui mais experiência e conhecimento, que já enfrentou muitos desafios
e que vivenciou diversas situações e que aprendeu as lições de como com simplificar vida, é alguém
que tem como missão ajudar o próximo a se tornar uma pessoa melhor.
eTecnologia oferece serviço de mentoria algum tempo, nesta apresentação e exibimos como nosso
processo de mentoria funciona.
Abraço e boa leitura!
Rildo Santos (@rildosan)
rildo.santos@etecnologia.com.br
www.etecnologia.com.br
www.etecnologia.com.br/mentoria
Motivação
2
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Mentoria
Nossos Serviços
Treinamento
Consultoria
Desenvolver a
Maturidade
Desenvolver
habilidades
Profissionais
competentes e
maduros
Pessoas
habilitadas
Necessidades e
Expectativas
eTecnologia oferece um conjunto de serviços com objetivo de transformar e gerar valor para as organizações:
Resultados
e Valores
Ganhos:
Eficiência
e Eficácia
Ganho:
Efetividade
3
Transformação
de resultados
Melhoria de
Desempenho da
Empresa
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Acesse: www.slideshare.net/ridlo/presentations
Compartilhamento de Conhecimento
Compartilhamento de conhecimento é parte da missão da eTecnologia:
Contribuir para que nossos clientes, profissionais, professores e alunos alcancem melhorias
de desempenho e que sejam duradouras, substanciais e sustentáveis.
Publicamos nossas ideias para ajudar disseminar práticas da gestão e ser fonte de
inspiração para líderes.
4
* Já alcançamos
a marca de mais
de 1.000.000 de
views
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
O programa Menos Papel, Mais Árvores®, é uma ação, com objetivo de
estimular o consumo sustentável de papel dentro das organizações.
Programa: “Menos Papel, Mais Árvores®”
Qual é o mundo que queremos ?
O primeiro passo para criar um mundo melhor, é saber qual tipo de mundo que queremos ter
e qual tipo que deixaremos de herança para as próximas gerações.
Nossa missão: É buscar pelo equilibro do homem, da tecnologia e do meio ambiente.
Para cumprir esta missão é necessário: mobilizar, conscientizar, comprometer e AGIR.
Quer participar ?
- Reduza o uso de papel ao máximo possível.
- Só imprima se for extremamente necessário.
- Evite comprar produtos com excesso de embalagem de papel.
- Ao imprimir ou escrever, utilize os dois lados do papel.
- Use papel reciclado.
5
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 6
Mentoria
“Eu não posso ensinar nada a ninguém, eu só posso fazê-lo pensar.”
Sócrates
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 7
Definição de Mentoria
A Mentoria é um processo de grande eficiência no
desenvolvimento da maturidade, ela refere-se a uma
orientação estruturada em que um profissional mais
experiente, mentor, orienta um profissional menos
experiente, mentorado, na jornada em direção ao
desenvolvimento profissional. Neste processo a
confiança, comprometimento e disponibilidade do
mentorado são essenciais para o sucesso.O mentor
proporciona aprendizado, direcionamento,
orientação, apoio e feedback para elevação da
carreira e para o crescimento pessoal e profissional.
O conceito de mentoria remonta à antiguidade e é mais um entre os inúmeros legados que nos foram
deixados pela Grécia Antiga. A palavra mentor aparece no poema épico “Odisséia”, escrito por Homero.
Quando Ulisses parte para a guerra de Tróia, onde permaneceria 10 anos (e depois demoraria mais 17 para
retornar), deixa seu filho, Telêmaco, aos cuidados de um amigo chamado “Mentor”. Outra mentoria famosa é
a de Sócrates, que foi o mentor de Platão.
Mas qual o significado desta palavra cada vez mais presente no mundo dos negócios?
“Mentoring” é um termo normalmente traduzido como “mentoria” ,“tutoria” ou “apadrinhamento”.
A relação de confiança e colaboração criada por
meio do processo de mentoria beneficia ambas as
partes, pois fornece ao mentor e ao mentorado a
oportunidade de compartilhar conhecimentos e
experiências, debater diferentes pontos de vista e,
com isso, o mentorado reflete sobre seus projetos
de vida e de carreira, potencializando seus talentos
habilidades e capacidades.
Nos dias de hoje, podemos classificar um mentor
como um guia, conselheiro ou pessoa com vasta
experiência profissional.
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 8
A Melhor Definição de Mentoria
É na sabedoria que está a simplicidade. Simples de explicar e fácil de entender. Acreditamos que a frase que
melhor define a mentoria: “É junto dos bão (Mentor) que a gente fica mió (Mentorado)” de Guimarães
Rosa[1], em outras palavras a mentoria transforma as pessoas em pessoas melhores.
“É junto dos bão que
a gente fica mió”
[1]João Guimarães Rosa (de 27 de junho de 1908 a 19 de novembro de 1967) foi m dos mais importantes escritores brasileiros de
todos os tempos, pertenceu a academia brasileira de Letras. Foi também médico e diplomata.
Os contos e romances escritos por Guimarães Rosa ambientam-se quase todos no chamado sertão brasileiro. A sua obra destaca-se,
sobretudo, pelas inovações de linguagem, sendo marcada pela influência de falares populares e regionais que, somados à erudição do
autor, permitiu a criação de inúmeros vocábulos a partir de arcaísmos e palavras populares, invenções e intervenções semânticas e
sintáticas...
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 9
Quando você precisa de mentor?
Você virou empreendedor e abriu sua
empresa e precisa alavanca-la...
Você foi escolhido para liderar uma
equipe, mas falta experiência...
Você tem competências suficientes para
executar as atividades, mas têm dificuldades
para tomar as decisões certas...
Você foi promovido e agora têm novos
desafios que exige maturidade para
conduzir a gestão de uma importante
área de negócio...
M e n t o r i a
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 10
Modelo 70/20/10. Mentoria Promove Intenso Aprendizado
O aprendizado é construído por diversos estímulos. Utilizamos uma combinação de técnicas, ferramentas e
métodos para garantir intensa interação e aprendizado de alto impacto norteada pelo Modelo 70/20/10,
desenvolvido por Morgan Mc Call, Robert W Eichinger e Michael M. Lombardo.
Assim o desenvolvimento acontece na seguinte proporção:
70% do aprendizado vem da prática.
20% através de feedback, direcionamento e orientação.
10% através da teoria, livros, revistas, vídeos e filmes.
Experiência prática
(on the jobs)
Leitura, vídeos, filmes
cursos teóricos
Feedback, orientações
direcionamentos...
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
A aprendizagem compreende o processo pelo qual o conhecimento é criado, através da transformação da
experiência, esse processo é definido pelo Ciclo de Aprendizado Experiencial de David Kolb que estabelece
quatro estilos distintos de aprendizados. Aplicamos este ciclo para identificar o estilo de aprendizagem mais
adequado para mentorado.
11
Ciclo de Aprendizado. Cada um tem estilo preferido de aprendizado
Experiência Concreta (EC)
Aprende fazendo, colocando a mão na massa
Conceituação Abstrata (CA)
Aprende questionando e debatendo
Experiência Ativa (EA)
Aprende testando e
experimentando
Observação Reflexiva (OR)
Aprende observando
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 12
Ciclo de Feedback. Preciso saber se estou indo bem!
Dar e receber feedback é uma das coisas mais importantes no desenvolvimento do mentorado, porque é por
meio deles que as pessoas evoluem.
O feedback é dado no planejamento, durante a execução das atividades para demonstrar o desempenho e
no final do ciclo para avaliar a evolução do mentorado.
Planejamento
Execução de Atividades
Acompanhamento e
Avaliação de Desempenho
Feedback e
Avaliação da Evolução
Desenvolvimento2
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Para Desenvolver Pessoas use “Baby Steps”, um passo
por vez, mas são passos firmes e consistentes.
A pressa na maioria das vezes é inimiga da perfeição, a elevação do nível de conhecimento, experiência e
maturidade levam um certo tempo.
Para garantir que o desenvolvimento do mentorado tenha um ritmo sustentável, utilizamos a técnica Baby
Steps, essa técnica consiste na realização de mudanças em pequenos passos, cada passo para frente é
dado após o amadurecimento do passo anterior.
Basicamente, é como um bebê aprende a andar, ele se arrisca à distâncias maiores com o passar do tempo
e amadurecimento.
Para alcançar os objetivos o mentor define metas com o mentorado. Contudo, as metas devem ser
desafiadoras e alcançáveis, pois, uma meta inatingível causa efeito contrário ao desejado, gera
desmotivação.
Cada pessoa tem um ritmo certo para aprender. O crescimento do mentorado deve ser de forma sustentável,
ou seja, que ele possa suportar, o importante é consolidar o aprendizado e a consistência de cada passo.
13
Baby Steps. Um passo por vez, mas passos firmes e consistentes
Mentorado
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 14
Nossa Abordagem para Mentoria
Indicada para líderes,
gestores, executivos e
donos de empresa.
Indicada para
empreendedores que
atuam em startups que
necessitam alavancar
seus negócios de forma
rápida.
Indicada para profissionais
que precisam se
especializar em uma área
de negócio.
Áreas de negócio:
Inovação, Análise de
Negócio, Gestão de
Processos e Negócio
(BPM) e Métodos Ágeis.
Abordamos a Mentoria por três perspectivas diferentes. A primeira abordagem tem o foco em desenvolver o
nível de maturidade, a segunda abordagem tem como propósito desenvolver o empreendedor e sua startup e
a terceira tem objetivo de elevar o nível de maturidade e gerar conhecimento prático sobre uma área de
negócio.
Abordagens:
Mentoria para
Empreendedores
1ª
Mentoria de Negócio
2ª 3ª
Mentoria para
Desenvolvimento do
Nível de Maturidade
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 15
Nossa equipe
Nossa equipe não é formada por super-heróis , nem por gurus, nem por ninjas e muita menos por mestres
Jedis, são pessoas simples, mas com maestria, com uma larga experiência (mais de 10.000 horas) com
maturidade suficiente, com conhecimento e que ao logo tempo obtiveram muito aprendizado, com vivência em
superaração de desafios e que sabem como aplicar diversas técnicas e ferramentas para obter o melhor de
cada pessoa.
Somos uma equipe de especialistas que pode ajudar no desenvolvimento do nível de maturidade e no
crescimento profissional.
Sabemos que a mentoria é um processo de via dupla, nossos conhecimentos são renovados através da
relacionamento mentor e mentorado.
Nossa EquipeNão é Nossa Equipe
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 16
Advertência
Advertência: Processo de mentoria não funciona quando
Existem diversos os motivos que podem influenciar negativamente um processo de mentoria. Mas, existe um
que é o principal. Você! Sim, você! O que muitos não sabem, é que esta condução, não é feita somente
pelo mentor. O mentor indica e orienta o melhor o caminho, mas quem deve trilhar, sempre é você.
Algumas as atitudes que influenciam e causam impacto negativo e impedem de tirar maior proveito do
processo de mentoria:
Falta de
comprometimento
Falta de
disciplina
Falta de
Foco
Ausência de
objetivos
Não querer sair da
zona de conforto
Não querer
mudar
Falta de
motivação
Falta de
engajamento
Não querer
alterar o “mindset”
Não aceitar
feedback
Resultados extraordinários, exigem ações e atitudes extraordinárias.
Nossa capacidade de realização está intimamente ligada à nossa capacidade de querer fazer.
Se você não estiver disposto se desenvolver, crescer e ser uma pessoa melhor, a mentoria não vão funcionar
para você.
Uma vez que decidimos que vamos fazer a diferença em nossas vidas, aí sim, o processo de mentoria, pode
gerar resultados além da expectativa.
Mas, isso depende de você.
Apatia
Inação
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 17
Processo de
Mentoria
Desenvolvimento do
Nível de Maturidade
“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”.
Cora Coralina
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 18
Apresentamos um exemplo do processo de Mentoria para Desenvolvimento do Nível de Maturidade.
Ele é estruturado em um modelo que é divido em fases para facilitar a condução e avaliação de resultados.
O modelo é adaptável e flexível para atender as necessidades, objetivos e expectativas das pessoas.
O modelo é utilizado como uma referência para aplicação do processo que se inicia com uma entrevista para
entender das necessidades, objetivos, expectativas do mentorado, ele se estende para saber o nível de
conhecimento e o perfil comportamental, em seguida é feito um acordo que é um compromisso formal e
escrito entre o mentor e mentorado.
A próxima fase é onde acontece a transformação e desenvolvimento, ela começa com o planejamento e
definição de quais ações são necessárias para elevação do nível de maturidade, depois veem a execução de
ações com apoio e acompanhamento do mentor, durante o desenvolvimento é feito vários feedbacks e por
fim a avaliação da evolução do mentorado. Esta fase pode se repetir várias vezes ou por um certo período de
tempo.
A última fase, é avaliação de resultado, ela marca o fim do processo ou da jornada que foi percorrida, do
aprendizado obtido , do nível de maturidade alcançado e ela também reforça a importância da celebração
das vitórias e das conquistas durante o caminho.
Apresentação
M e n t o r i a
1ª
Mentoria para
Desenvolvimento do
Nível de Maturidade
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 19
Nosso Modelo de Mentoria
Para que o desenvolvimento seja abrangente, constante e consistente é necessário um modelo estruturado,
adaptável e bem definido:
Entrevista
Conhecimento
Autoavaliação
Compromisso
Avaliação de Desenvolvimento
Preparação1
Desenvolvimento2
Avaliação de Resultado3
Linha
do tempo
Entendimento
Acordo
Mentoria
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 20
Processo de Mentoria
Preparação1
Entrevista
Objetivo: Entender Necessidades e Expectativas
A mentoria começa com uma entrevista entre mentor e mentorado de aproximadamente duas horas -- essa
entrevista é essencial para estabelecimento de uma conversa franca, objetiva e direta, que é necessária para
conhecer os objetivos, expectativas e entender as necessidades.
Entrevista inicial é o momento em que o mentor e mentorado, expõem em detalhes seus objetivos, suas
necessidades e expectativas. O entendimento das necessidades, objetivos e expectativas são essenciais
para condução do processo.
A empatia é a “cola” que grudará todas as peças do processo e a confiança define o rito do relacionamento.
A entrevista gera “output” para conhecimento do perfil do mentorado e para definição do desenvolvimento do
nível de maturidade.
Conhecimento e Entendimento Empatia e ConfiançaConversa
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 21
Processo de Mentoria
Preparação1
Autoavaliação
Objetivo: Saber o nível conhecimento e o perfil comportamental
Após entrevista é agendado e feito um Teste Comportamental (Testes que recomendamos: OPQ, DISC,
MBTI e etc) -- testes são ferramentas de apoio largamente aceitas no mercado, são utilizados para ter um
perfil comportamental do mentorado. Testes podem ser feitos de forma “on-line”.
Exemplo de Relatório gerado a partir do Teste Comportamental:
# Competência 1 2 3 4 5
1 Liderança:
√ - Sabe motivar outras pessoas.
● - Está pronto para assumir o comando de uma equipe, quando necessário.
● - Sabe orientar, apoiar e facilitar os membros da equipe na realização das suas atividades
x - Tem dificuldade na delegação de atividades
x - Tem dificuldade em lidar com conflitos
2 Planejamento e Organização:
● - Tende a levar em consideração a perspectiva de curto prazo
x - É provável que a atenção aos detalhes será baixa ao elaborar planos
X - Às vezes não consegue identificar os riscos atrelados aos planos
● - Reconhece a importância de terminar os projetos dentro dos prazos esperados
Escala de valor:
Questionário:
Legenda: √ √ = Excelente | √ = Bom | ● = Regular | x = Insuficiente
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 22
Processo de Mentoria
Preparação1
Continuação
O mentorado deve responder um questionário sobre seu nível de conhecimento das áreas de negócio, veja
um exemplo “genérico” de áreas de conhecimento do negócio:
Marketing
Empreendedorismo
Vendas
Gestão de Pessoas
Planejamento
Exemplo: Visão parcial de um Questionário de Autoavaliação do Nível de Conhecimento das Áreas de
Negócio:
Escala de valor:
Gestão de Relacionamento de Cliente
# Área de Conhecimento de Negócio
SituaçãoAtual
Avaliação
(valorde1à4)
Situação
Desejada
Avaliação
(valorde1à4)
1 Marketing
- Quando você se avalia como 3, está dizendo:
Possuo bons conhecimentos de estratégia de marketing, seguimento de mercado que a empresa atua, precificação, do público alvo, de
promoção, marketing de guerrilha, marketing digital e táticas para elaboração de campanhas para divulgar os produtos e/ou serviços.
Tenho experiência e sei quais os fluxos, rotinas, tarefas e atividades para elaborar e um plano de marketing que assegure resultados
expressivos em vendas de produtos e serviços.
Acompanho os resultados através de relatórios e de indicadores de desempenho, às vezes preciso de suporte para entende-los. Preciso de
apoio para desenvolver as ações para melhoria, quando são complexas, geralmente faço implantação de forma proativa.
3 4
Exemplo de Questionário:
Finanças Estratégia
Desenvolvimento de Software
Métodos Ágeis
Inovação
Gestão de Produtos Qualidade
Pouco Conhecimento Conhecimento Parcial Conhecimento Bom Conhecimento Pleno
1 2 3 4
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 23
Processo de Mentoria
Preparação1
continuação
# Área de Conhecimento de Negócio
SituaçãoAtual
Avaliação
(valorde1à4)
SituaçãoDesejada
Avaliação
(valorde1à4)
2 Finanças:
- Quando você se avalia como 4, está dizendo:
Conheço plenamente contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa presente e futuro e investimentos.
Sei quais são os fluxos, rotinas, tarefas e atividades para manter a saúde financeira da empresa.
Acompanho os resultados através de relatórios e de indicadores de desempenho. Sei desenvolver ações para melhoria,
quando são necessárias, faço a implantação delas forma proativa.
4 4
3 Gestão de Pessoas:
- Quando você se avalia como 2, está dizendo:
Tenho conhecimento parcial de avaliação de desempenho, de "colocar a pessoa certa no lugar certo", desenvolvimento de
pessoas, feedback, retenção de talentos e de indicadores de gestão de pessoas.
Conheço de forma parcial os fluxos, rotinas, tarefas e atividades para manter a gestão de pessoas de forma eficiente
Acompanho de longe os resultados, tenho uma certa dificuldade para lidar com o desempenho, não sei dar feedbacks e
tenho alguma dificuldade para desenvolver as ações para melhoria, geralmente faço a implantação de forma reativa e elas
tem baixa eficiência.
2 4
4 Vendas
- Quando você se avalia como 1, está dizendo:
Tenho conhecimento pouco sobre vendas e suas principais atividades como planejamento de vendas, geração de leads,
prospects, negociação, fechamento de venda, pós-venda, gestão de funil de vendas, taxa de conversão e ticket médio.
Tenho uma vaga ideia dos fluxos, rotinas, tarefas e atividades para gerar resultado e manter eficiência de gestão de
vendas.
Não sei como acompanhar os resultados da gestão de pessoas, tenho dificuldade para fazer feedbacks e não tenhoa
capacidade plena de desenvolver as ações para melhoria.
1 3
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 24
Processo de Mentoria
Preparação1
continuação
Acordo, um Compromisso formal.
Objetivo: Firmar um compromisso formal para o desenvolvimento do mentorado.
É realizada uma reunião para elaboração e formalização do acordo. O acordo é formal e escrito, é selo de
compromisso entre mentor e mentorado. O acordo que representa o entendimento comum sobre valores,
regras, princípios e práticas que devem ser seguidas para o sucesso da empreitada.
Alertamos que o compromisso firmado não pode ser considerado como uma carta de intenções, o
mentorado deve estar consciente da importância do cumprimento do acordo.
Para cumpri-lo será necessário engajamento, disciplina, esforço (suor) e dedicação para que as
mudanças ocorram de fato.
O acordo dá suporte para estabelecimento de um Plano de Desenvolvimento, no plano é definido metas,
objetivos que devem ser alcançados, ações e atividades que devem executadas para crescimento e
desenvolvimento real e consistente.
O aprendizado seguirá o Modelo 70/20/10, Baby Steps e Ciclo de Aprendizado Experiencial.
Assim as atividades podem ser teóricas, como a leitura de um livro, assistir um vídeo ou filme, mas
também podem ser atividades práticas, como fazer Criação de Modelo de Negócio para lançamento de um
novo produto para empresa.
A fase de preparação acaba com o alinhamento de expectativas e acordo firmado.
Compromisso firmado Inicio do Ciclo de Confiança
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 25
Ciclo de Confiança
Desenvolver e manter uma relação confiável é imprescindível na Mentoria. Quando firmamos um compromisso
o significado da confiança é ainda mais relevante para o processo.
Para a mentoria ser bem sucedida, o mentor e mentorado devem trabalhar juntos e compartilhar informações
sobre assuntos pessoais ou profissionais que influenciam e sejam importantes para processo.
Logo, é essencial confiança, empatia para que este relacionamento seja duradouro e para que o mentorado
sinta-se seguro em relação ao mentor ao qual esta confiando suas informações e até o seu próprio
desenvolvimento como pessoa e como profissional.
Confiança faz com que o mentorado sinta-se emocionalmente seguro com o relacionamento à medida que o
processo de mentoria se desenvolve.
Mentor e mentorado
devem firmar um
compromisso formal
e escrito.
Mentor e mentorado
devem construir e
manter uma relação
baseada em confiança.
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 26
Processo de Mentoria
Segunda Fase: Desenvolvimento do Mentorado
Objetivo: Desenvolver o nível de maturidade do mentorado.
Essa fase é intensa em interação e rica em aprendizado, debate de ideias, troca de experiência e
compartilhamento de conhecimento, enfim é onde desenvolvimento acontece de fato. É a execução do
Plano de Desenvolvimento, é aqui que mentor dará direcionamento, orientação, apoia e facilita o emprego
de técnicas e ferramenta de gestão. Esta fase pode ter uma tempo definido para terminar ou não.
Planejamento:
O mentor orienta, direciona, treina e facilita o mentorado na realização no planejamento das ações,
atividades, durante a reunião além da discussão inicial, em alguns casos, o mentor pode demonstrar como
ações e atividades devem ser feita para transferir conhecimento.
O mentor ainda pode prover material de apoio, tais como: modelos, manuais, guias de práticas, planos de
ação para facilitar a execução das atividades.
Execução de Atividades, Acompanhamento e Avaliação de Desempenho:
Durante a execução das atividades o mentor faz acompanhamento e faz avaliação de desempenho. O
mentor pode ajudar recomendando ações, aplicações de técnicas e boas práticas e ajustes, quando são
necessários, para que seja alcançado o resultado esperado.
Objetivo é gerar aprendizado prático. Jamais o mentor assumirá a responsabilidade de execução de
uma atividade ou fazer cobrança de resultados do mentorado.
Feedback e Avaliação de Evolução:
Após realização da execução das atividades, o mentor e mentorado se reúnem para feedbacks,
discussões como a atividade foi executada e avaliado de evolução. As lições aprendidas são registradas.
Desenvolvimento2
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 27
Processo de Mentoria
continuação
Apresentamos como é feito o desenvolvimento do mentorado. Ele é feito através de um exemplo que tem
como objetivo demonstrar a Criação do Modelo de negócio com BMG (Business Model Generation), o
exemplo contempla:
- Recomendação de leitura de livro.
- Realização de workshop para capacitação.
- Construção do modelo de negócio com supervisão do mentor.
- Resaltar a importância do feedback e da avaliação de evolução.
Exemplo:
Desenvolver novos produtos é uma questão de sobrevivência para maioria das empresas, é uma
estratégia para conquistar novos segmentos de mercado e gerar receita.
A empresa que o mentorado trabalha decidiu lançar novos produtos, ele recebeu a missão de liderar a
construção do modelo de negócio, o mentorado não tem experiência na criação de modelo, ele pediu apoio
ao mentor para cumprir a missão.
O mentorado deverá promover um workshop para a criação de produto. Gerentes, analistas e técnicos
participarão do evento. Foi agendada uma reunião de planejamento com mentor para discutir a missão.
Desenvolvimento2
Na reunião de planejamento o Mentor sugere a leitura do livro Business Model
Generation (BMG) do Alexander Osterwalder, pois a obra é uma referência para
elaboração do modelo de negócio.
Em seguida o mentor fez o workshop o sobre BMG para mentorado, ele teve um
enfoque prático (seguindo a linha “aprenda fazendo”) e parte do trabalho foi feito durante
workshop.
Reunião de Planejamento
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 28
Processo de Mentoria
continuação
Na data combinada o mentorado realizou o Workshop de Criação de Modelo de Negócio para o pessoal da
empresa com acompanhamento do mentor. Competências trabalhadas: Comunicação, Pensamento
Criativo, Negociação e Facilitação:
Desenvolvimento2
Ideia do Novo
Produto
Elaboração do
Modelo de Negócio
Validação do
Modelo
de Negócio
Desenho do
Modelo de Negócio Modelo de Negócio
Pronto
Acompanhamento e
Avaliação de Desempenho
Realização do Workshop
Reunião de Feedback e Avaliação de Evolução:
Feedback e
Avaliação de Resultados
O Mentor fez feedback e discutiu o desempenho do mentorado na execução da
atividade, explanou o que deu certo e que não deu, o que pode ser melhorado e
que deve ser abandonado, e por fim foi registrado as lições aprendidas.
Mentor também fez a avaliação da evolução do mentorado.
O valor que mentorado ganhou foi conhecimento prático sobre a criação de modelo
de negócio, ou seja, o aprendizado foi real.
Importante: Toda vez que um colaborador obtém uma nova habilidade e ela pode
ser aplicada no curto prazo para gerar vantagens, então a empresa também ganha.
Na mentoria os resultados são sempre positivos, mesmo que alguns só gerem aprendizado.
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 29
Evolução
Durante um certo tempo o Mentor direciona, orienta, apoia, facilita e treina o mentorado. No inicio do
processo as atividades do Mentor são intensas, entretanto com passar do tempo e o desenvolvimento do
mentorado, a intensidade vai reduzindo até o momento que o mentorado ganho autonomia.
Geralmente a evolução do mentorado indica que a jornada está próxima do final. A evolução geralmente é
percebida pelo aprimoramento do nível de conhecimento, na autonomia na execução das atividades, na
capacidade de tomada de decisão em cenários desafiantes e complexos, e no aumento do nível de
maturidade.
Veja o gráfico da apresenta a Intensidade de atuação do Mentor x Evolução de Desenvolvimento de
Maturidade do Mentorado:
D1
D2
D3
Tempo
NíveldeMaturidade
Atuação do Mentor
+
-
Desenvolvimento
do mentorado
+
-
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 30
Processo de Mentoria
Última fase: Avaliação de Resultado
Objetivo: Avaliar o Desenvolvimento do Mentorado.
Esta fase marca o fim de uma jornada. O mentor e mentorado se reúnem para avaliar desenvolvimento do
nível de maturidade, nesta reunião discute-se o nível de maturidade, experiências e crescimento
profissional, se os objetivos foram alcançados e se as expectativas foram satisfeitas.
O aprendizado durante o caminho foi consolidado em experiências práticas, será feito uma grande
reflexão sobre os resultados obtidos e celebrado as vitórias. Após um breve período de descanso, o
mentorado deve estar pronto pra encarar desafios e para uma iniciar nova jornada.
Avaliação de Resultado3
Avaliação de Desenvolvimento
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria 31
Mentoria
Contrate a
Mentoria
“Ensinar é aprender duas vezes”
Joseph Joubert
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Mentoria
Treinamento
Consultoria
Serviços
32
Mentoria
O mentor é alguém que faz
você ver coisas que você
não está enxergando, é alguém
que faz você ser mais estratégico,
é alguém que faz você ser mais
competente, que faz você pensar e
ser mais criativo e inovador...
É uma relação rica em
aprendizado, troca de ideias
compartilhamento de experiência
e transferência de conhecimentos.
Você ainda tem dúvida se deve
contratar o serviço de mentoria..
Saiba o que um mentor pode
fazer por você:
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Mentoria para
Empreendedores
Mentoria
Treinamento
Consultoria
Serviços
33
Mentoria
Escolha a abordagem da Mentoria:
Entre em contato conosco:
rildo.santos@etecnologia.com.br
etecnologia@etecnologia.com.br
www.etecnologia.com.br/mentoria
skype: rildofsantos
1ª 2ª 3ª
Mentoria de Negócio
Mentoria para
Desenvolvimento do
Nível de Maturidade
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Mentoria
Treinamento
Consultoria
Serviços
34
Mentoria
Entre em contato conosco:
rildo.santos@etecnologia.com.br
etecnologia@etecnologia.com.br
www.etecnologia.com.br/mentoria
skype: rildofsantos
Roteiro:
- Avaliação do nível de maturidade. Avaliação é um questionário que tem como objetivo identificar o nível de
conhecimento e o nível de maturidade do mentorado.
- Alinhamento dos objetivos a partir das informações obtidas pela avaliação.Construção de um relatório que demonstra
a situação atual e recomenda ações para chegar em uma situação futuro.
- Elaboração do Plano de Desenvolvimento do Nível de Maturidade. O plano define os objetivos e ações que devem
ser realizadas para elevação do nível de maturidade.
- Acordo formal, um contrato. Significa o compromisso formal entre o mentor e mentorado, um pacto de confiança.
- Agendamento e realização das sessões, reuniões e encontros presenciais e/ou remotos.
- Feedbacks e avaliação do progresso do mentorado.
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Comunidade eTecnologia
Venha para comunidade eTecnologia
Os membros da comunidade podem participar dos eventos, treinamentos e cursos gratuitos.
Comunidade: http://etecnologia.ning.com/
Para participar da comunidade basta se cadastrar: http://etecnologia.ning.com
A missão da comunidade é compartilhar conhecimento, trocar experiências e prover
aprendizado.
35
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Licença:
Você tem o direito de:
Compartilhar — copiar e redistribuir o material em qualquer suporte ou formato
Adaptar — remixar, transformar, e criar a partir do material O licenciante não pode revogar estes direitos
desde que você respeite os termos da licença.
De acordo com os termos seguintes:
Atribuição — Você deve atribuir o devido crédito, fornecer um link para a licença, e indicar se foram feitas
alterações. Você pode fazê-lo de qualquer forma razoável, mas não de uma forma que sugira que o
licenciante o apoia ou aprova o seu uso.
Não Comercial — Você não pode usar o material para fins comerciais.
Compartilhamento — Se você remixar, transformar, ou criar a partir do material, tem de distribuir as suas
contribuições sob a mesma licença que o original.
Sem restrições adicionais — Você não pode aplicar termos jurídicos ou medidas de caráter tecnológico
que restrinjam legalmente outros de fazerem algo que a licença permita.
Avisos:
Você não tem de cumprir com os termos da licença relativamente a elementos do material que estejam no
domínio público ou cuja utilização seja permitida por uma exceção ou limitação que seja aplicável.
Não são dadas quaisquer garantias. A licença pode não lhe dar todas as autorizações necessárias para o
uso pretendido. Por exemplo, outros direitos, tais como direitos de imagem, de privacidade ou direitos
morais, podem limitar o uso do material.
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
Notas:
Marcas Registradas:
Todos os termos mencionados que são reconhecidos como Marca Registrada e/ou comercial são de
responsabilidades de seus proprietários. O autor informa não estar associada a nenhum produto e/ou
fornecedor que é apresentado neste material. No decorrer deste, imagens, nomes de produtos e fabricantes
podem ter sido utilizados, e desde já o autor informa que o uso é apenas ilustrativo para fins educativo, não
visando ao lucro, favorecimento ou desmerecimento da marca ou produto.
Melhoria e Revisão:
Este material esta em processo constante de revisão e melhoria, se você encontrou algum problema ou erro
envie um e-mail para nós.
Criticas e Sugestões:
Nós estamos abertos para receber criticas e sugestões que possam melhorar o material, por favor envie
um e-mail para nós.
Imagens:
Google, Flickr e Banco de Imagem.
Rildo Santos by rildosan® 2016
(@rildosan | rildosan@rildosan.com | rildosan.com)
37
by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br
Mentoria
www.etecnologia.com.br
rildo.santos@etecnologia.com.br
rildosan@rildosan.com
Rildo Santos (@rildosan)
Mentoria
@rildosan | Versão: 9.0 | #mentoriaEweb

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasRicardo Silva Coqueiro
 
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de LíderesPDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderesadanipalma
 
Apresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoApresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoPatrícia Ervilha
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivaçãofrancisleide
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoFábio Nogueira, PhD
 
Aula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil ComportamentalAula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil Comportamentaltelevisita
 
Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBRPalestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBRAlessandra Gonzaga
 
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010Michel Moreira
 
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalhoPalestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalhoDoroteiaSouza
 

Mais procurados (20)

Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
 
Lideranca e gestão de equipas
Lideranca  e gestão de equipasLideranca  e gestão de equipas
Lideranca e gestão de equipas
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Aula 1 - Marketing pessoal
Aula 1 - Marketing pessoalAula 1 - Marketing pessoal
Aula 1 - Marketing pessoal
 
Palestra conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Palestra   conquistando seu lugar no mercado de trabalhoPalestra   conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Palestra conquistando seu lugar no mercado de trabalho
 
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de LíderesPDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
PDL - Apresentação do Programa de Desenvolvimento de Líderes
 
Apresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoApresentação Comunicação
Apresentação Comunicação
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
 
Postura profissional
Postura profissionalPostura profissional
Postura profissional
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Liderança e motivação
Liderança e motivaçãoLiderança e motivação
Liderança e motivação
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 1 - Comunicação
 
Marketing Pessoal
Marketing PessoalMarketing Pessoal
Marketing Pessoal
 
Palestra Inteligência Emocional
Palestra Inteligência EmocionalPalestra Inteligência Emocional
Palestra Inteligência Emocional
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Aula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil ComportamentalAula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil Comportamental
 
Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBRPalestra Inteligência Emocional - WLMBR
Palestra Inteligência Emocional - WLMBR
 
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
 
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalhoPalestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
Palestra inteligência emocional no combate ao stress no trabalho
 

Destaque

Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Euni Santos
 
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe William Douglas
 
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª edConcurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª edWallace Sousa
 
Treine o Raciocínio para Passar em Concursos
Treine o Raciocínio para Passar em ConcursosTreine o Raciocínio para Passar em Concursos
Treine o Raciocínio para Passar em ConcursosDavi Montenegro
 
Introdução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e Prática
Introdução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e PráticaIntrodução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e Prática
Introdução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e Práticapsimais
 
E-book Descobrir o seu propósito
E-book Descobrir o seu propósitoE-book Descobrir o seu propósito
E-book Descobrir o seu propósitoDario Vitoriano
 
Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)
Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)
Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)Henrique
 
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfimSuperdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfimTati Lemos
 
E-book free - Ferramentas Visuais para Estrategistas
E-book free - Ferramentas Visuais para EstrategistasE-book free - Ferramentas Visuais para Estrategistas
E-book free - Ferramentas Visuais para EstrategistasMarcelo Pimenta (menta90)
 
Livro para concurseiros_iniciantes
Livro para concurseiros_iniciantesLivro para concurseiros_iniciantes
Livro para concurseiros_iniciantesestadual
 
Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...
Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...
Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...Instituto Holos de Qualidade
 
E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ]
E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ] E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ]
E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ] Gera Money
 
Comunidade Slideshare
Comunidade SlideshareComunidade Slideshare
Comunidade Slideshareclaudiavo
 
Projeto Identificando Emoções
Projeto Identificando EmoçõesProjeto Identificando Emoções
Projeto Identificando EmoçõesMichele Sampaio
 
Treinamento em habilidade sociais
Treinamento em habilidade  sociaisTreinamento em habilidade  sociais
Treinamento em habilidade sociaisKryssia_Layane
 
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
Habilidades sociais oficina   apostila-pdfHabilidades sociais oficina   apostila-pdf
Habilidades sociais oficina apostila-pdfAnaí Peña
 
Inteligencia Emocional & Inteligencia Social
Inteligencia Emocional & Inteligencia SocialInteligencia Emocional & Inteligencia Social
Inteligencia Emocional & Inteligencia SocialGustavo Fantin
 

Destaque (20)

Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1
 
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
 
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª edConcurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
 
Treine o Raciocínio para Passar em Concursos
Treine o Raciocínio para Passar em ConcursosTreine o Raciocínio para Passar em Concursos
Treine o Raciocínio para Passar em Concursos
 
Introdução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e Prática
Introdução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e PráticaIntrodução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e Prática
Introdução ao THS - Treinamento em Habilidades Sociais: Teoria e Prática
 
E-book Descobrir o seu propósito
E-book Descobrir o seu propósitoE-book Descobrir o seu propósito
E-book Descobrir o seu propósito
 
Habilidades Sociais
Habilidades SociaisHabilidades Sociais
Habilidades Sociais
 
Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)
Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)
Habilidades sociais no mundo do trabalho (Aula 01)
 
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfimSuperdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
 
E-book free - Ferramentas Visuais para Estrategistas
E-book free - Ferramentas Visuais para EstrategistasE-book free - Ferramentas Visuais para Estrategistas
E-book free - Ferramentas Visuais para Estrategistas
 
Livro para concurseiros_iniciantes
Livro para concurseiros_iniciantesLivro para concurseiros_iniciantes
Livro para concurseiros_iniciantes
 
Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...
Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...
Ferramentas avançadas de mentoring e coaching isor para lidar com demandas c...
 
E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ]
E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ] E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ]
E-book Grátis [ 17 atitudes que impedem você de ficar muito rico ]
 
Comunidade Slideshare
Comunidade SlideshareComunidade Slideshare
Comunidade Slideshare
 
Apresentação 2013 :: Academia dos vencedores - ahlex van der all master coach...
Apresentação 2013 :: Academia dos vencedores - ahlex van der all master coach...Apresentação 2013 :: Academia dos vencedores - ahlex van der all master coach...
Apresentação 2013 :: Academia dos vencedores - ahlex van der all master coach...
 
Projeto Identificando Emoções
Projeto Identificando EmoçõesProjeto Identificando Emoções
Projeto Identificando Emoções
 
Treinamento em habilidade sociais
Treinamento em habilidade  sociaisTreinamento em habilidade  sociais
Treinamento em habilidade sociais
 
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
Habilidades sociais oficina   apostila-pdfHabilidades sociais oficina   apostila-pdf
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
 
Mentoring
MentoringMentoring
Mentoring
 
Inteligencia Emocional & Inteligencia Social
Inteligencia Emocional & Inteligencia SocialInteligencia Emocional & Inteligencia Social
Inteligencia Emocional & Inteligencia Social
 

Semelhante a Mentoria

Oficina de lideranca diretores
Oficina de lideranca diretoresOficina de lideranca diretores
Oficina de lideranca diretoresClaudia Souza
 
E-book especial artigos - Gestão de Pessoas
E-book especial artigos - Gestão de Pessoas  E-book especial artigos - Gestão de Pessoas
E-book especial artigos - Gestão de Pessoas Veronica Maranhão
 
Educao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdf
Educao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdfEducao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdf
Educao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdfNadsongeohistory1
 
Boletim coaching julho 2015
Boletim coaching   julho 2015Boletim coaching   julho 2015
Boletim coaching julho 2015Myrthes Lutke
 
Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4CETUR
 
Recruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - onlineRecruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - onlinecaniceconsulting
 
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt   recruit module 5-mentoring as a tool - onlinePt   recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - onlinecaniceconsulting
 
Administração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaAdministração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaÉrlei Araújo
 
Autodesenvolvimento e Empregabilidade
Autodesenvolvimento e EmpregabilidadeAutodesenvolvimento e Empregabilidade
Autodesenvolvimento e EmpregabilidadeCelso Frederico Lago
 
FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO
FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO
FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO Yve Tonon
 
Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações
 Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações
Treinamentos, Workshops, Palestras e FacilitaçõesDaniel de Carvalho Luz
 

Semelhante a Mentoria (20)

Coachingmentoring
CoachingmentoringCoachingmentoring
Coachingmentoring
 
Oficina de lideranca diretores
Oficina de lideranca diretoresOficina de lideranca diretores
Oficina de lideranca diretores
 
Competencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farahCompetencia lideranca pessoas prof. farah
Competencia lideranca pessoas prof. farah
 
E-book especial artigos - Gestão de Pessoas
E-book especial artigos - Gestão de Pessoas  E-book especial artigos - Gestão de Pessoas
E-book especial artigos - Gestão de Pessoas
 
Educao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdf
Educao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdfEducao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdf
Educao_Empreendedora_e_seu_potencial_para_transformar_a_educao.pdf
 
Boletim coaching julho 2015
Boletim coaching   julho 2015Boletim coaching   julho 2015
Boletim coaching julho 2015
 
Manual da cultura - Líder Jr.
Manual da cultura - Líder Jr.Manual da cultura - Líder Jr.
Manual da cultura - Líder Jr.
 
Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4Módulo IV Aula 4
Módulo IV Aula 4
 
Recruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - onlineRecruit module 5 mentoria - online
Recruit module 5 mentoria - online
 
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt   recruit module 5-mentoring as a tool - onlinePt   recruit module 5-mentoring as a tool - online
Pt recruit module 5-mentoring as a tool - online
 
Administração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e PráticaAdministração - Teoria e Prática
Administração - Teoria e Prática
 
Autodesenvolvimento e Empregabilidade
Autodesenvolvimento e EmpregabilidadeAutodesenvolvimento e Empregabilidade
Autodesenvolvimento e Empregabilidade
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade
Empregabilidade
 
Curso marketing pessoal - apresentação
Curso   marketing pessoal - apresentaçãoCurso   marketing pessoal - apresentação
Curso marketing pessoal - apresentação
 
Mentoring
MentoringMentoring
Mentoring
 
O psicopedagogo na beleza
O psicopedagogo na belezaO psicopedagogo na beleza
O psicopedagogo na beleza
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO
FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO
FORUM DE SECRETARIADO E ASSISTENTES DA ALTA DIREÇÃO
 
Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações
 Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações
Treinamentos, Workshops, Palestras e Facilitações
 
E book - O Jovem Aprendiz - Como será o amanhã?
E book - O Jovem Aprendiz - Como será o amanhã?E book - O Jovem Aprendiz - Como será o amanhã?
E book - O Jovem Aprendiz - Como será o amanhã?
 

Mais de Rildo (@rildosan) Santos

Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0Rildo (@rildosan) Santos
 
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaMinicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaRildo (@rildosan) Santos
 
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Rildo (@rildosan) Santos
 
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKNovidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKRildo (@rildosan) Santos
 

Mais de Rildo (@rildosan) Santos (20)

Feedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedbackFeedback. Arte de dar e receber feedback
Feedback. Arte de dar e receber feedback
 
Minicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKRMinicurso Meça o que importa com OKR
Minicurso Meça o que importa com OKR
 
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
Minicurso Fundamentos da Análise de Negócio 3.0
 
Meça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKRMeça o que importa com OKR
Meça o que importa com OKR
 
Scrum Experience
Scrum ExperienceScrum Experience
Scrum Experience
 
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem HíbridaMinicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
Minicurso Gestão Ágil de Projetos com Abordagem Híbrida
 
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
Digital Business Design (Design de Negócios Digitais)
 
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOKNovidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
Novidades da Sétima Edição do Guia PMBOK
 
Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM Jornada de Aprendizado Lean BPM
Jornada de Aprendizado Lean BPM
 
Mapa Mental Scrum
Mapa Mental ScrumMapa Mental Scrum
Mapa Mental Scrum
 
Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience Tutorial Scrum Experience
Tutorial Scrum Experience
 
Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)Guia BPM CBOK(R)
Guia BPM CBOK(R)
 
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de ProjetosGestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
 
Transformação Ágil
Transformação ÁgilTransformação Ágil
Transformação Ágil
 
Service Design Thinking
Service Design Thinking Service Design Thinking
Service Design Thinking
 
Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
 
Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo Scrum, o tutorial definitivo
Scrum, o tutorial definitivo
 
Feedback Canvas
Feedback CanvasFeedback Canvas
Feedback Canvas
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
 

Último

Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxEduardoRodriguesOliv2
 
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerMarina Evangelista
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...E-Commerce Brasil
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfRenandantas16
 
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptxDROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptxednamonteiro13
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...imostorept
 

Último (6)

Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos AcontecerPesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
Pesquisa de satisfação - Encontro Fazemos Acontecer
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdfb2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
b2ee375d-671f-406c-8c60-df328a75e662.pdf
 
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptxDROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
DROGASIL EQUIPE LOGISTICA MERCADOLOGICA.pptx
 
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
Imóvel do Banco, Apartamento T5 com Sótão; Bank Property, Apartment near Cent...
 

Mentoria

  • 1. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria www.etecnologia.com.br rildo.santos@etecnologia.com.br rildosan@rildosan.com Rildo Santos (@rildosan) Mentoria @rildosan | Versão: 9.0 | #mentoriaEweb
  • 2. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Na vida não nascemos prontos, necessitamos de alguém para nos direcionar, orientar, ensinar e acompanhar o nosso desenvolvimento e crescimento. Quando somos crianças os pais nos orientam e nos ensinam todas as coisas que são necessárias para crescermos, os pais são os nossos primeiros mentores. Na juventude o papel do mentor geralmente é ocupado por professores e/ou amigos. É uma fase cheia de descoberta, questionamentos e aventuras. Na fase adulta, o papel do mentor às vezes fica vazio ou indefinido, pois, às vezes julgamos que somos maduros, experientes e sabemos de tudo que precisamos para viver. Algumas pessoas chegam a achar que ter um mentor nesta fase é sinônimo de fraqueza e imaturidade. Ledo engano, o ser humano quando adulto precisa de atenção, inspiração, motivação, direcionamento, orientação, apoio para desenvolver maturidade e novas capacidades e se preparar para novos desafios. Também temos a necessidade de compartilhar vitórias, conquistas e fracassos. O mentor é alguém que possui mais experiência e conhecimento, que já enfrentou muitos desafios e que vivenciou diversas situações e que aprendeu as lições de como com simplificar vida, é alguém que tem como missão ajudar o próximo a se tornar uma pessoa melhor. eTecnologia oferece serviço de mentoria algum tempo, nesta apresentação e exibimos como nosso processo de mentoria funciona. Abraço e boa leitura! Rildo Santos (@rildosan) rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br/mentoria Motivação 2
  • 3. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Mentoria Nossos Serviços Treinamento Consultoria Desenvolver a Maturidade Desenvolver habilidades Profissionais competentes e maduros Pessoas habilitadas Necessidades e Expectativas eTecnologia oferece um conjunto de serviços com objetivo de transformar e gerar valor para as organizações: Resultados e Valores Ganhos: Eficiência e Eficácia Ganho: Efetividade 3 Transformação de resultados Melhoria de Desempenho da Empresa
  • 4. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Acesse: www.slideshare.net/ridlo/presentations Compartilhamento de Conhecimento Compartilhamento de conhecimento é parte da missão da eTecnologia: Contribuir para que nossos clientes, profissionais, professores e alunos alcancem melhorias de desempenho e que sejam duradouras, substanciais e sustentáveis. Publicamos nossas ideias para ajudar disseminar práticas da gestão e ser fonte de inspiração para líderes. 4 * Já alcançamos a marca de mais de 1.000.000 de views
  • 5. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria O programa Menos Papel, Mais Árvores®, é uma ação, com objetivo de estimular o consumo sustentável de papel dentro das organizações. Programa: “Menos Papel, Mais Árvores®” Qual é o mundo que queremos ? O primeiro passo para criar um mundo melhor, é saber qual tipo de mundo que queremos ter e qual tipo que deixaremos de herança para as próximas gerações. Nossa missão: É buscar pelo equilibro do homem, da tecnologia e do meio ambiente. Para cumprir esta missão é necessário: mobilizar, conscientizar, comprometer e AGIR. Quer participar ? - Reduza o uso de papel ao máximo possível. - Só imprima se for extremamente necessário. - Evite comprar produtos com excesso de embalagem de papel. - Ao imprimir ou escrever, utilize os dois lados do papel. - Use papel reciclado. 5
  • 6. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 6 Mentoria “Eu não posso ensinar nada a ninguém, eu só posso fazê-lo pensar.” Sócrates
  • 7. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 7 Definição de Mentoria A Mentoria é um processo de grande eficiência no desenvolvimento da maturidade, ela refere-se a uma orientação estruturada em que um profissional mais experiente, mentor, orienta um profissional menos experiente, mentorado, na jornada em direção ao desenvolvimento profissional. Neste processo a confiança, comprometimento e disponibilidade do mentorado são essenciais para o sucesso.O mentor proporciona aprendizado, direcionamento, orientação, apoio e feedback para elevação da carreira e para o crescimento pessoal e profissional. O conceito de mentoria remonta à antiguidade e é mais um entre os inúmeros legados que nos foram deixados pela Grécia Antiga. A palavra mentor aparece no poema épico “Odisséia”, escrito por Homero. Quando Ulisses parte para a guerra de Tróia, onde permaneceria 10 anos (e depois demoraria mais 17 para retornar), deixa seu filho, Telêmaco, aos cuidados de um amigo chamado “Mentor”. Outra mentoria famosa é a de Sócrates, que foi o mentor de Platão. Mas qual o significado desta palavra cada vez mais presente no mundo dos negócios? “Mentoring” é um termo normalmente traduzido como “mentoria” ,“tutoria” ou “apadrinhamento”. A relação de confiança e colaboração criada por meio do processo de mentoria beneficia ambas as partes, pois fornece ao mentor e ao mentorado a oportunidade de compartilhar conhecimentos e experiências, debater diferentes pontos de vista e, com isso, o mentorado reflete sobre seus projetos de vida e de carreira, potencializando seus talentos habilidades e capacidades. Nos dias de hoje, podemos classificar um mentor como um guia, conselheiro ou pessoa com vasta experiência profissional.
  • 8. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 8 A Melhor Definição de Mentoria É na sabedoria que está a simplicidade. Simples de explicar e fácil de entender. Acreditamos que a frase que melhor define a mentoria: “É junto dos bão (Mentor) que a gente fica mió (Mentorado)” de Guimarães Rosa[1], em outras palavras a mentoria transforma as pessoas em pessoas melhores. “É junto dos bão que a gente fica mió” [1]João Guimarães Rosa (de 27 de junho de 1908 a 19 de novembro de 1967) foi m dos mais importantes escritores brasileiros de todos os tempos, pertenceu a academia brasileira de Letras. Foi também médico e diplomata. Os contos e romances escritos por Guimarães Rosa ambientam-se quase todos no chamado sertão brasileiro. A sua obra destaca-se, sobretudo, pelas inovações de linguagem, sendo marcada pela influência de falares populares e regionais que, somados à erudição do autor, permitiu a criação de inúmeros vocábulos a partir de arcaísmos e palavras populares, invenções e intervenções semânticas e sintáticas...
  • 9. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 9 Quando você precisa de mentor? Você virou empreendedor e abriu sua empresa e precisa alavanca-la... Você foi escolhido para liderar uma equipe, mas falta experiência... Você tem competências suficientes para executar as atividades, mas têm dificuldades para tomar as decisões certas... Você foi promovido e agora têm novos desafios que exige maturidade para conduzir a gestão de uma importante área de negócio... M e n t o r i a
  • 10. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 10 Modelo 70/20/10. Mentoria Promove Intenso Aprendizado O aprendizado é construído por diversos estímulos. Utilizamos uma combinação de técnicas, ferramentas e métodos para garantir intensa interação e aprendizado de alto impacto norteada pelo Modelo 70/20/10, desenvolvido por Morgan Mc Call, Robert W Eichinger e Michael M. Lombardo. Assim o desenvolvimento acontece na seguinte proporção: 70% do aprendizado vem da prática. 20% através de feedback, direcionamento e orientação. 10% através da teoria, livros, revistas, vídeos e filmes. Experiência prática (on the jobs) Leitura, vídeos, filmes cursos teóricos Feedback, orientações direcionamentos...
  • 11. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria A aprendizagem compreende o processo pelo qual o conhecimento é criado, através da transformação da experiência, esse processo é definido pelo Ciclo de Aprendizado Experiencial de David Kolb que estabelece quatro estilos distintos de aprendizados. Aplicamos este ciclo para identificar o estilo de aprendizagem mais adequado para mentorado. 11 Ciclo de Aprendizado. Cada um tem estilo preferido de aprendizado Experiência Concreta (EC) Aprende fazendo, colocando a mão na massa Conceituação Abstrata (CA) Aprende questionando e debatendo Experiência Ativa (EA) Aprende testando e experimentando Observação Reflexiva (OR) Aprende observando
  • 12. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 12 Ciclo de Feedback. Preciso saber se estou indo bem! Dar e receber feedback é uma das coisas mais importantes no desenvolvimento do mentorado, porque é por meio deles que as pessoas evoluem. O feedback é dado no planejamento, durante a execução das atividades para demonstrar o desempenho e no final do ciclo para avaliar a evolução do mentorado. Planejamento Execução de Atividades Acompanhamento e Avaliação de Desempenho Feedback e Avaliação da Evolução Desenvolvimento2
  • 13. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Para Desenvolver Pessoas use “Baby Steps”, um passo por vez, mas são passos firmes e consistentes. A pressa na maioria das vezes é inimiga da perfeição, a elevação do nível de conhecimento, experiência e maturidade levam um certo tempo. Para garantir que o desenvolvimento do mentorado tenha um ritmo sustentável, utilizamos a técnica Baby Steps, essa técnica consiste na realização de mudanças em pequenos passos, cada passo para frente é dado após o amadurecimento do passo anterior. Basicamente, é como um bebê aprende a andar, ele se arrisca à distâncias maiores com o passar do tempo e amadurecimento. Para alcançar os objetivos o mentor define metas com o mentorado. Contudo, as metas devem ser desafiadoras e alcançáveis, pois, uma meta inatingível causa efeito contrário ao desejado, gera desmotivação. Cada pessoa tem um ritmo certo para aprender. O crescimento do mentorado deve ser de forma sustentável, ou seja, que ele possa suportar, o importante é consolidar o aprendizado e a consistência de cada passo. 13 Baby Steps. Um passo por vez, mas passos firmes e consistentes Mentorado
  • 14. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 14 Nossa Abordagem para Mentoria Indicada para líderes, gestores, executivos e donos de empresa. Indicada para empreendedores que atuam em startups que necessitam alavancar seus negócios de forma rápida. Indicada para profissionais que precisam se especializar em uma área de negócio. Áreas de negócio: Inovação, Análise de Negócio, Gestão de Processos e Negócio (BPM) e Métodos Ágeis. Abordamos a Mentoria por três perspectivas diferentes. A primeira abordagem tem o foco em desenvolver o nível de maturidade, a segunda abordagem tem como propósito desenvolver o empreendedor e sua startup e a terceira tem objetivo de elevar o nível de maturidade e gerar conhecimento prático sobre uma área de negócio. Abordagens: Mentoria para Empreendedores 1ª Mentoria de Negócio 2ª 3ª Mentoria para Desenvolvimento do Nível de Maturidade
  • 15. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 15 Nossa equipe Nossa equipe não é formada por super-heróis , nem por gurus, nem por ninjas e muita menos por mestres Jedis, são pessoas simples, mas com maestria, com uma larga experiência (mais de 10.000 horas) com maturidade suficiente, com conhecimento e que ao logo tempo obtiveram muito aprendizado, com vivência em superaração de desafios e que sabem como aplicar diversas técnicas e ferramentas para obter o melhor de cada pessoa. Somos uma equipe de especialistas que pode ajudar no desenvolvimento do nível de maturidade e no crescimento profissional. Sabemos que a mentoria é um processo de via dupla, nossos conhecimentos são renovados através da relacionamento mentor e mentorado. Nossa EquipeNão é Nossa Equipe
  • 16. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 16 Advertência Advertência: Processo de mentoria não funciona quando Existem diversos os motivos que podem influenciar negativamente um processo de mentoria. Mas, existe um que é o principal. Você! Sim, você! O que muitos não sabem, é que esta condução, não é feita somente pelo mentor. O mentor indica e orienta o melhor o caminho, mas quem deve trilhar, sempre é você. Algumas as atitudes que influenciam e causam impacto negativo e impedem de tirar maior proveito do processo de mentoria: Falta de comprometimento Falta de disciplina Falta de Foco Ausência de objetivos Não querer sair da zona de conforto Não querer mudar Falta de motivação Falta de engajamento Não querer alterar o “mindset” Não aceitar feedback Resultados extraordinários, exigem ações e atitudes extraordinárias. Nossa capacidade de realização está intimamente ligada à nossa capacidade de querer fazer. Se você não estiver disposto se desenvolver, crescer e ser uma pessoa melhor, a mentoria não vão funcionar para você. Uma vez que decidimos que vamos fazer a diferença em nossas vidas, aí sim, o processo de mentoria, pode gerar resultados além da expectativa. Mas, isso depende de você. Apatia Inação
  • 17. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 17 Processo de Mentoria Desenvolvimento do Nível de Maturidade “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”. Cora Coralina
  • 18. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 18 Apresentamos um exemplo do processo de Mentoria para Desenvolvimento do Nível de Maturidade. Ele é estruturado em um modelo que é divido em fases para facilitar a condução e avaliação de resultados. O modelo é adaptável e flexível para atender as necessidades, objetivos e expectativas das pessoas. O modelo é utilizado como uma referência para aplicação do processo que se inicia com uma entrevista para entender das necessidades, objetivos, expectativas do mentorado, ele se estende para saber o nível de conhecimento e o perfil comportamental, em seguida é feito um acordo que é um compromisso formal e escrito entre o mentor e mentorado. A próxima fase é onde acontece a transformação e desenvolvimento, ela começa com o planejamento e definição de quais ações são necessárias para elevação do nível de maturidade, depois veem a execução de ações com apoio e acompanhamento do mentor, durante o desenvolvimento é feito vários feedbacks e por fim a avaliação da evolução do mentorado. Esta fase pode se repetir várias vezes ou por um certo período de tempo. A última fase, é avaliação de resultado, ela marca o fim do processo ou da jornada que foi percorrida, do aprendizado obtido , do nível de maturidade alcançado e ela também reforça a importância da celebração das vitórias e das conquistas durante o caminho. Apresentação M e n t o r i a 1ª Mentoria para Desenvolvimento do Nível de Maturidade
  • 19. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 19 Nosso Modelo de Mentoria Para que o desenvolvimento seja abrangente, constante e consistente é necessário um modelo estruturado, adaptável e bem definido: Entrevista Conhecimento Autoavaliação Compromisso Avaliação de Desenvolvimento Preparação1 Desenvolvimento2 Avaliação de Resultado3 Linha do tempo Entendimento Acordo Mentoria
  • 20. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 20 Processo de Mentoria Preparação1 Entrevista Objetivo: Entender Necessidades e Expectativas A mentoria começa com uma entrevista entre mentor e mentorado de aproximadamente duas horas -- essa entrevista é essencial para estabelecimento de uma conversa franca, objetiva e direta, que é necessária para conhecer os objetivos, expectativas e entender as necessidades. Entrevista inicial é o momento em que o mentor e mentorado, expõem em detalhes seus objetivos, suas necessidades e expectativas. O entendimento das necessidades, objetivos e expectativas são essenciais para condução do processo. A empatia é a “cola” que grudará todas as peças do processo e a confiança define o rito do relacionamento. A entrevista gera “output” para conhecimento do perfil do mentorado e para definição do desenvolvimento do nível de maturidade. Conhecimento e Entendimento Empatia e ConfiançaConversa
  • 21. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 21 Processo de Mentoria Preparação1 Autoavaliação Objetivo: Saber o nível conhecimento e o perfil comportamental Após entrevista é agendado e feito um Teste Comportamental (Testes que recomendamos: OPQ, DISC, MBTI e etc) -- testes são ferramentas de apoio largamente aceitas no mercado, são utilizados para ter um perfil comportamental do mentorado. Testes podem ser feitos de forma “on-line”. Exemplo de Relatório gerado a partir do Teste Comportamental: # Competência 1 2 3 4 5 1 Liderança: √ - Sabe motivar outras pessoas. ● - Está pronto para assumir o comando de uma equipe, quando necessário. ● - Sabe orientar, apoiar e facilitar os membros da equipe na realização das suas atividades x - Tem dificuldade na delegação de atividades x - Tem dificuldade em lidar com conflitos 2 Planejamento e Organização: ● - Tende a levar em consideração a perspectiva de curto prazo x - É provável que a atenção aos detalhes será baixa ao elaborar planos X - Às vezes não consegue identificar os riscos atrelados aos planos ● - Reconhece a importância de terminar os projetos dentro dos prazos esperados Escala de valor: Questionário: Legenda: √ √ = Excelente | √ = Bom | ● = Regular | x = Insuficiente
  • 22. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 22 Processo de Mentoria Preparação1 Continuação O mentorado deve responder um questionário sobre seu nível de conhecimento das áreas de negócio, veja um exemplo “genérico” de áreas de conhecimento do negócio: Marketing Empreendedorismo Vendas Gestão de Pessoas Planejamento Exemplo: Visão parcial de um Questionário de Autoavaliação do Nível de Conhecimento das Áreas de Negócio: Escala de valor: Gestão de Relacionamento de Cliente # Área de Conhecimento de Negócio SituaçãoAtual Avaliação (valorde1à4) Situação Desejada Avaliação (valorde1à4) 1 Marketing - Quando você se avalia como 3, está dizendo: Possuo bons conhecimentos de estratégia de marketing, seguimento de mercado que a empresa atua, precificação, do público alvo, de promoção, marketing de guerrilha, marketing digital e táticas para elaboração de campanhas para divulgar os produtos e/ou serviços. Tenho experiência e sei quais os fluxos, rotinas, tarefas e atividades para elaborar e um plano de marketing que assegure resultados expressivos em vendas de produtos e serviços. Acompanho os resultados através de relatórios e de indicadores de desempenho, às vezes preciso de suporte para entende-los. Preciso de apoio para desenvolver as ações para melhoria, quando são complexas, geralmente faço implantação de forma proativa. 3 4 Exemplo de Questionário: Finanças Estratégia Desenvolvimento de Software Métodos Ágeis Inovação Gestão de Produtos Qualidade Pouco Conhecimento Conhecimento Parcial Conhecimento Bom Conhecimento Pleno 1 2 3 4
  • 23. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 23 Processo de Mentoria Preparação1 continuação # Área de Conhecimento de Negócio SituaçãoAtual Avaliação (valorde1à4) SituaçãoDesejada Avaliação (valorde1à4) 2 Finanças: - Quando você se avalia como 4, está dizendo: Conheço plenamente contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa presente e futuro e investimentos. Sei quais são os fluxos, rotinas, tarefas e atividades para manter a saúde financeira da empresa. Acompanho os resultados através de relatórios e de indicadores de desempenho. Sei desenvolver ações para melhoria, quando são necessárias, faço a implantação delas forma proativa. 4 4 3 Gestão de Pessoas: - Quando você se avalia como 2, está dizendo: Tenho conhecimento parcial de avaliação de desempenho, de "colocar a pessoa certa no lugar certo", desenvolvimento de pessoas, feedback, retenção de talentos e de indicadores de gestão de pessoas. Conheço de forma parcial os fluxos, rotinas, tarefas e atividades para manter a gestão de pessoas de forma eficiente Acompanho de longe os resultados, tenho uma certa dificuldade para lidar com o desempenho, não sei dar feedbacks e tenho alguma dificuldade para desenvolver as ações para melhoria, geralmente faço a implantação de forma reativa e elas tem baixa eficiência. 2 4 4 Vendas - Quando você se avalia como 1, está dizendo: Tenho conhecimento pouco sobre vendas e suas principais atividades como planejamento de vendas, geração de leads, prospects, negociação, fechamento de venda, pós-venda, gestão de funil de vendas, taxa de conversão e ticket médio. Tenho uma vaga ideia dos fluxos, rotinas, tarefas e atividades para gerar resultado e manter eficiência de gestão de vendas. Não sei como acompanhar os resultados da gestão de pessoas, tenho dificuldade para fazer feedbacks e não tenhoa capacidade plena de desenvolver as ações para melhoria. 1 3
  • 24. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 24 Processo de Mentoria Preparação1 continuação Acordo, um Compromisso formal. Objetivo: Firmar um compromisso formal para o desenvolvimento do mentorado. É realizada uma reunião para elaboração e formalização do acordo. O acordo é formal e escrito, é selo de compromisso entre mentor e mentorado. O acordo que representa o entendimento comum sobre valores, regras, princípios e práticas que devem ser seguidas para o sucesso da empreitada. Alertamos que o compromisso firmado não pode ser considerado como uma carta de intenções, o mentorado deve estar consciente da importância do cumprimento do acordo. Para cumpri-lo será necessário engajamento, disciplina, esforço (suor) e dedicação para que as mudanças ocorram de fato. O acordo dá suporte para estabelecimento de um Plano de Desenvolvimento, no plano é definido metas, objetivos que devem ser alcançados, ações e atividades que devem executadas para crescimento e desenvolvimento real e consistente. O aprendizado seguirá o Modelo 70/20/10, Baby Steps e Ciclo de Aprendizado Experiencial. Assim as atividades podem ser teóricas, como a leitura de um livro, assistir um vídeo ou filme, mas também podem ser atividades práticas, como fazer Criação de Modelo de Negócio para lançamento de um novo produto para empresa. A fase de preparação acaba com o alinhamento de expectativas e acordo firmado. Compromisso firmado Inicio do Ciclo de Confiança
  • 25. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 25 Ciclo de Confiança Desenvolver e manter uma relação confiável é imprescindível na Mentoria. Quando firmamos um compromisso o significado da confiança é ainda mais relevante para o processo. Para a mentoria ser bem sucedida, o mentor e mentorado devem trabalhar juntos e compartilhar informações sobre assuntos pessoais ou profissionais que influenciam e sejam importantes para processo. Logo, é essencial confiança, empatia para que este relacionamento seja duradouro e para que o mentorado sinta-se seguro em relação ao mentor ao qual esta confiando suas informações e até o seu próprio desenvolvimento como pessoa e como profissional. Confiança faz com que o mentorado sinta-se emocionalmente seguro com o relacionamento à medida que o processo de mentoria se desenvolve. Mentor e mentorado devem firmar um compromisso formal e escrito. Mentor e mentorado devem construir e manter uma relação baseada em confiança.
  • 26. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 26 Processo de Mentoria Segunda Fase: Desenvolvimento do Mentorado Objetivo: Desenvolver o nível de maturidade do mentorado. Essa fase é intensa em interação e rica em aprendizado, debate de ideias, troca de experiência e compartilhamento de conhecimento, enfim é onde desenvolvimento acontece de fato. É a execução do Plano de Desenvolvimento, é aqui que mentor dará direcionamento, orientação, apoia e facilita o emprego de técnicas e ferramenta de gestão. Esta fase pode ter uma tempo definido para terminar ou não. Planejamento: O mentor orienta, direciona, treina e facilita o mentorado na realização no planejamento das ações, atividades, durante a reunião além da discussão inicial, em alguns casos, o mentor pode demonstrar como ações e atividades devem ser feita para transferir conhecimento. O mentor ainda pode prover material de apoio, tais como: modelos, manuais, guias de práticas, planos de ação para facilitar a execução das atividades. Execução de Atividades, Acompanhamento e Avaliação de Desempenho: Durante a execução das atividades o mentor faz acompanhamento e faz avaliação de desempenho. O mentor pode ajudar recomendando ações, aplicações de técnicas e boas práticas e ajustes, quando são necessários, para que seja alcançado o resultado esperado. Objetivo é gerar aprendizado prático. Jamais o mentor assumirá a responsabilidade de execução de uma atividade ou fazer cobrança de resultados do mentorado. Feedback e Avaliação de Evolução: Após realização da execução das atividades, o mentor e mentorado se reúnem para feedbacks, discussões como a atividade foi executada e avaliado de evolução. As lições aprendidas são registradas. Desenvolvimento2
  • 27. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 27 Processo de Mentoria continuação Apresentamos como é feito o desenvolvimento do mentorado. Ele é feito através de um exemplo que tem como objetivo demonstrar a Criação do Modelo de negócio com BMG (Business Model Generation), o exemplo contempla: - Recomendação de leitura de livro. - Realização de workshop para capacitação. - Construção do modelo de negócio com supervisão do mentor. - Resaltar a importância do feedback e da avaliação de evolução. Exemplo: Desenvolver novos produtos é uma questão de sobrevivência para maioria das empresas, é uma estratégia para conquistar novos segmentos de mercado e gerar receita. A empresa que o mentorado trabalha decidiu lançar novos produtos, ele recebeu a missão de liderar a construção do modelo de negócio, o mentorado não tem experiência na criação de modelo, ele pediu apoio ao mentor para cumprir a missão. O mentorado deverá promover um workshop para a criação de produto. Gerentes, analistas e técnicos participarão do evento. Foi agendada uma reunião de planejamento com mentor para discutir a missão. Desenvolvimento2 Na reunião de planejamento o Mentor sugere a leitura do livro Business Model Generation (BMG) do Alexander Osterwalder, pois a obra é uma referência para elaboração do modelo de negócio. Em seguida o mentor fez o workshop o sobre BMG para mentorado, ele teve um enfoque prático (seguindo a linha “aprenda fazendo”) e parte do trabalho foi feito durante workshop. Reunião de Planejamento
  • 28. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 28 Processo de Mentoria continuação Na data combinada o mentorado realizou o Workshop de Criação de Modelo de Negócio para o pessoal da empresa com acompanhamento do mentor. Competências trabalhadas: Comunicação, Pensamento Criativo, Negociação e Facilitação: Desenvolvimento2 Ideia do Novo Produto Elaboração do Modelo de Negócio Validação do Modelo de Negócio Desenho do Modelo de Negócio Modelo de Negócio Pronto Acompanhamento e Avaliação de Desempenho Realização do Workshop Reunião de Feedback e Avaliação de Evolução: Feedback e Avaliação de Resultados O Mentor fez feedback e discutiu o desempenho do mentorado na execução da atividade, explanou o que deu certo e que não deu, o que pode ser melhorado e que deve ser abandonado, e por fim foi registrado as lições aprendidas. Mentor também fez a avaliação da evolução do mentorado. O valor que mentorado ganhou foi conhecimento prático sobre a criação de modelo de negócio, ou seja, o aprendizado foi real. Importante: Toda vez que um colaborador obtém uma nova habilidade e ela pode ser aplicada no curto prazo para gerar vantagens, então a empresa também ganha. Na mentoria os resultados são sempre positivos, mesmo que alguns só gerem aprendizado.
  • 29. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 29 Evolução Durante um certo tempo o Mentor direciona, orienta, apoia, facilita e treina o mentorado. No inicio do processo as atividades do Mentor são intensas, entretanto com passar do tempo e o desenvolvimento do mentorado, a intensidade vai reduzindo até o momento que o mentorado ganho autonomia. Geralmente a evolução do mentorado indica que a jornada está próxima do final. A evolução geralmente é percebida pelo aprimoramento do nível de conhecimento, na autonomia na execução das atividades, na capacidade de tomada de decisão em cenários desafiantes e complexos, e no aumento do nível de maturidade. Veja o gráfico da apresenta a Intensidade de atuação do Mentor x Evolução de Desenvolvimento de Maturidade do Mentorado: D1 D2 D3 Tempo NíveldeMaturidade Atuação do Mentor + - Desenvolvimento do mentorado + -
  • 30. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 30 Processo de Mentoria Última fase: Avaliação de Resultado Objetivo: Avaliar o Desenvolvimento do Mentorado. Esta fase marca o fim de uma jornada. O mentor e mentorado se reúnem para avaliar desenvolvimento do nível de maturidade, nesta reunião discute-se o nível de maturidade, experiências e crescimento profissional, se os objetivos foram alcançados e se as expectativas foram satisfeitas. O aprendizado durante o caminho foi consolidado em experiências práticas, será feito uma grande reflexão sobre os resultados obtidos e celebrado as vitórias. Após um breve período de descanso, o mentorado deve estar pronto pra encarar desafios e para uma iniciar nova jornada. Avaliação de Resultado3 Avaliação de Desenvolvimento
  • 31. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria 31 Mentoria Contrate a Mentoria “Ensinar é aprender duas vezes” Joseph Joubert
  • 32. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Mentoria Treinamento Consultoria Serviços 32 Mentoria O mentor é alguém que faz você ver coisas que você não está enxergando, é alguém que faz você ser mais estratégico, é alguém que faz você ser mais competente, que faz você pensar e ser mais criativo e inovador... É uma relação rica em aprendizado, troca de ideias compartilhamento de experiência e transferência de conhecimentos. Você ainda tem dúvida se deve contratar o serviço de mentoria.. Saiba o que um mentor pode fazer por você:
  • 33. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Mentoria para Empreendedores Mentoria Treinamento Consultoria Serviços 33 Mentoria Escolha a abordagem da Mentoria: Entre em contato conosco: rildo.santos@etecnologia.com.br etecnologia@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br/mentoria skype: rildofsantos 1ª 2ª 3ª Mentoria de Negócio Mentoria para Desenvolvimento do Nível de Maturidade
  • 34. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Mentoria Treinamento Consultoria Serviços 34 Mentoria Entre em contato conosco: rildo.santos@etecnologia.com.br etecnologia@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br/mentoria skype: rildofsantos Roteiro: - Avaliação do nível de maturidade. Avaliação é um questionário que tem como objetivo identificar o nível de conhecimento e o nível de maturidade do mentorado. - Alinhamento dos objetivos a partir das informações obtidas pela avaliação.Construção de um relatório que demonstra a situação atual e recomenda ações para chegar em uma situação futuro. - Elaboração do Plano de Desenvolvimento do Nível de Maturidade. O plano define os objetivos e ações que devem ser realizadas para elevação do nível de maturidade. - Acordo formal, um contrato. Significa o compromisso formal entre o mentor e mentorado, um pacto de confiança. - Agendamento e realização das sessões, reuniões e encontros presenciais e/ou remotos. - Feedbacks e avaliação do progresso do mentorado.
  • 35. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Comunidade eTecnologia Venha para comunidade eTecnologia Os membros da comunidade podem participar dos eventos, treinamentos e cursos gratuitos. Comunidade: http://etecnologia.ning.com/ Para participar da comunidade basta se cadastrar: http://etecnologia.ning.com A missão da comunidade é compartilhar conhecimento, trocar experiências e prover aprendizado. 35
  • 36. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Licença: Você tem o direito de: Compartilhar — copiar e redistribuir o material em qualquer suporte ou formato Adaptar — remixar, transformar, e criar a partir do material O licenciante não pode revogar estes direitos desde que você respeite os termos da licença. De acordo com os termos seguintes: Atribuição — Você deve atribuir o devido crédito, fornecer um link para a licença, e indicar se foram feitas alterações. Você pode fazê-lo de qualquer forma razoável, mas não de uma forma que sugira que o licenciante o apoia ou aprova o seu uso. Não Comercial — Você não pode usar o material para fins comerciais. Compartilhamento — Se você remixar, transformar, ou criar a partir do material, tem de distribuir as suas contribuições sob a mesma licença que o original. Sem restrições adicionais — Você não pode aplicar termos jurídicos ou medidas de caráter tecnológico que restrinjam legalmente outros de fazerem algo que a licença permita. Avisos: Você não tem de cumprir com os termos da licença relativamente a elementos do material que estejam no domínio público ou cuja utilização seja permitida por uma exceção ou limitação que seja aplicável. Não são dadas quaisquer garantias. A licença pode não lhe dar todas as autorizações necessárias para o uso pretendido. Por exemplo, outros direitos, tais como direitos de imagem, de privacidade ou direitos morais, podem limitar o uso do material.
  • 37. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Notas: Marcas Registradas: Todos os termos mencionados que são reconhecidos como Marca Registrada e/ou comercial são de responsabilidades de seus proprietários. O autor informa não estar associada a nenhum produto e/ou fornecedor que é apresentado neste material. No decorrer deste, imagens, nomes de produtos e fabricantes podem ter sido utilizados, e desde já o autor informa que o uso é apenas ilustrativo para fins educativo, não visando ao lucro, favorecimento ou desmerecimento da marca ou produto. Melhoria e Revisão: Este material esta em processo constante de revisão e melhoria, se você encontrou algum problema ou erro envie um e-mail para nós. Criticas e Sugestões: Nós estamos abertos para receber criticas e sugestões que possam melhorar o material, por favor envie um e-mail para nós. Imagens: Google, Flickr e Banco de Imagem. Rildo Santos by rildosan® 2016 (@rildosan | rildosan@rildosan.com | rildosan.com) 37
  • 38. by @rildosan ® | rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria www.etecnologia.com.br rildo.santos@etecnologia.com.br rildosan@rildosan.com Rildo Santos (@rildosan) Mentoria @rildosan | Versão: 9.0 | #mentoriaEweb