SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO GERAL À
       TOPOGRAFIA
            VISITE E CONHEÇA MEU BLOG

      WWW.GEOGRAFIADOBEM.BLOGSPOT.COM

Instituto de Geociências Departamento de Geografia e Geologia
                Universidade Federal de Roraima
DEFINIÇÃO
   Surgimento:

    Necessidade de um estudo pormenorizado e da
    representação gráfica de uma parte da superfície terrestre, ou
    seja:
          Os limites das propriedades e suas divisões internas;
          As edificações;
          As estradas;
         Os cultivos de modo geral;
          As elevações e depressões;
          Etc.
DEFINIÇÃO




Topografia = descrição exata e minuciosa de um lugar.
FINALIIDADES

 Determinar o contorno, dimensão e posição relativa de uma
porção limitada da superfície terrestre (raio de 30 km), sem
considerar o efeito da curvatura terrestre.

 Compete ainda à Topografia, a locação no terreno dos
projetos elaborados e em alguns casos, a execução da obra.
importância
A sua importância está no fato de ser a base para projeto e
obra de engenharia. Aplicação nas áreas:

       Planejamento viário e ferroviário;
       Edifícios;
       Loteamento e arruamento urbano;
       Aeroportos;
       Usinas hidrelétricas;
       Telecomunicações;
       Sistema de água e esgoto;
       Urbanismo e paisagismo;
       Irrigação e drenagem;
       Reflorestamento;
       Pericias judiciais e cientificas
DIVISÃO

                          Planimetria
             Topometria
                          Altimetria
Topografia

             Topologia
TOPOMETRIA
  Estuda os diferentes métodos e instrumentos
disponíveis para a obtenção das posições de pontos
topográficos;
 É o conjunto dos métodos abrangidos pela
planimetria e altimetria, também conhecida como
Planialtimetria
TOPOLOGIA
 Área da topografia que estuda as formas do relevo,
estabelecendo modelos que as representem.
PLANIMETRIA
   O levantamento topográfico que compreende o
conjunto de operações necessárias para a
determinação de pontos e feições do terreno que
serão projetadas sobre um plano horizontal de
referência através de suas coordenadas X e Y
( representação bidimensional).
ALTIMETRIA
 O levantamento topográfico que compreende o conjunto
de operações necessárias para a determinação de pontos e
feições do terreno que, além de serem projetadas sobre um
plano horizontal de referência, terão sua representação em
relação a um plano vertical através de suas coordenadas X,
Y e Z (representação tridimensional).
FORMA DA TERRA
 Geodésia estuda a forma e representação da Terra
levando em consideração sua curvatura.
   Algumas curiosidades sobre o planeta Terra:
             Diâmetro equatorial da Terra = 12.756,2726 Km
             Diâmetro polar da Terra é de 12.713,5032 Km
           A superfície da Terra é estimada em 510.065.500 Km2
           O volume da Terra é de 5,974 x 10 21 toneladas

             O maior oceano é o Pacífico com área de 166.241.700 Km2
             O menor oceano é o Ártico com área de 13.223.700 Km2
             A duração do dia é de 23 horas 56 minutos e 4 segundos
             A duração do ano é de 365, 26 dias
FORMA DA TERRA
   Algumas curiosidades sobre o planeta Terra:
             Distância máxima do Sol : 152.100.000 Km
             Distância mínima do Sol : 147.100.000 Km
             Velocidade orbital : 29,8 km/s
             Massa : 5,976 x 1021 toneladas
             Aceleração da gravidade : 9,78 m/s
             Revolução em torno do sol : 365 dias 5:48:46'' hs
             Rotação em torno de si mesma : 23:56:4'' hs
             Inclinação do eixo de rotação : 23° 26'
             Variação da temperatura : -80° a 60°
MODELOS TERRESTRES
   Modelo Real

      Seria um modelo que representaria a Terra como de fato ela é, mas
     devido as irregularidades de sua superfície, este modelo não dispõe
     de definições matemáticas para a representação da Terra.
        Devido essa complexidade, outros modelos foram desenvolvidos.
MODELOS TERRESTRES
   Modelo Geoidal

     Superfície fictícia definida pelo prolongamento do nível médio dos
     mares (NMM) por sobre os continentes.
      Devido a metodologia usada para a definição deste modelo se
     basear em medidas gravimétricas, e estas por sua vez, ser específica
     da Geodésia, não abordaremos esse modelo no nosso curso.
MODELOS TERRESTRES
   Modelo Elipsoidal
        Modelo gerado a partir de um Elipsóide de Revolução.
        É o mais usual de todos os modelos.
       Os elipsóides mais utilizados para a representação da Terra são:
     Bessel (1841), Clarke (1858), Helmet (1907), Hayford (1909) e o
     Internacional 67 (1967).
        Datum do elipsóide GRS 67 (Internacional 67) é o SAD 69 (CHUÁ).
      DATUM é um sistema de referência utilizado para o computo ou
     correlação dos resultados de um levantamento.
        Existe o DATUM horizontal e o vertical.
        DATUM vertical é uma superfície de nível utilizada no
     referenciamento das altitudes tomadas sobre a superfície terrestre.
MODELOS TERRESTRES
   Modelo Elipsoidal
      SAD – South American Datum – Oficializado para o uso no Brasil
     em 1969 e está localizado na cidade de Uberaba – MG.
     O DATUM vertical oficial do Brasil é o marégrafo de Imbituba em
     Santa Catarina.
MODELOS TERRESTRES
   Modelo Esférico
      Neste modelo a Terra é representada como se fosse um esfera.
      Apresenta maior deformação, sendo portanto considerado o mais

     distante da realidade.
MODELOS TERRESTRES
 Relação existente entre o Modelo Real, Geoidal e
Elipsoidal



                   Normal ao Elipsóide      Superfície física
Vertical                                    da terra
do lugar



                                         Elipsóide
                   GEÓIDE
           (nível médio dos mares)
ELEMENTOS GEOGRÁFICOS
 Linha dos Pólos ou Eixo da Terra – é a reta que une
o pólo Norte ao pólo Sul em torno da qual a Terra gira.
Equador – é o círculo máximo da Terra, cujo plano é
normal à linha dos pólos.
 Paralelos – são os círculos cujos planos são
paralelos ao plano do equador. Trópicos de
Capricórnio (Φ = 23° 23’ S) e Câncer (Φ = 23° 23’ N).
 Meridianos – são as seções elípticas cujos planos
contém a linha dos pólos e que são normais aos
paralelos.
ELEMENTOS GEOGRÁFICOS
ELEMENTOS GEOGRÁFICOS
 Vertical do lugar – é a linha que passa por um ponto
da superfície terrestre (em direção ao centro da Terra)
e que é normal à superfície representada pelo Geóide
naquele ponto.
 Normal ao Elipsóide – é toda linha reta perpendicular
à superfície do elipsóide de referência.
 Pontos da vertical do lugar – o ponto (Z = Zênite) se
encontra no infinito superior e o ponto (Z’ = Nadir) no
infinito inferior da vertical do lugar.
ELEMENTOS GEOGRÁFICOS
ELEMENTOS GEOGRÁFICOS
 Latitude (Φ) – de um ponto da superfície terrestre é o
ângulo formado entre o paralelo deste ponto e o plano
do equador. Sua origem é feita no equador e varia de
0° a 90°, positivamente para o norte (N) e
negativamente para o sul (S).
 Longitude ( λ) – de um ponto da superfície terrestre
é o ângulo formado entre o meridiano de origem,
conhecido com Greenwich, e o meridiano do lugar
(aquele que passa o ponto em questão). Sua
contagem é feita de 0° a 180°, positivamente para
oeste (W ou O) e negativamente para leste (E ou L).
ELEMENTOS GEOGRÁFICOS
SISTEMA DE COORDENADAS
 Coordenadas Geográfica (Φ, λ) – é o nome dado aos
valores de latitude e longitude que definem a posição
de um ponto na superfície terrestre.

 Coordenadas UTM (E, N) – é o nome dado aos
valores de abcissa (E) e ordenada (N) de um ponto
sobre a superfície terrestre, quando este é projetado
sobre um cilindro tangente ao elipsóide de referência.
SISTEMA UTM
SISTEMA utm
 O cilindro tangencia o Equador, assim dividindo em
60 arcos de 6° ( 60 x 6° = 360°).
 Cada arco representa um fuso UTM e um sistema de
coordenadas com origem no meridiano central do
fuso, que para o hemisfério sul, constitui-se dos
valores de 500.000 m para (E) e 10.000.000 m para (N).
 Para o Hemisfério Norte as coordenadas variam de 0
a 10.000 km; para o Hemisfério Sul variam de 10.000 a 0
km
 As abcissas variam de 500 a 700 km à Oeste do
Meridiano Central e de 500 a 700 km à Leste do mesmo.
SISTEMA UTM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escalas
EscalasEscalas
Exercícios de rumos e azimutes
Exercícios de rumos e azimutesExercícios de rumos e azimutes
Exercícios de rumos e azimutes
Marcondes Dantas Cardoso
 
Apostila topografia 1ªparte
Apostila topografia 1ªparteApostila topografia 1ªparte
Apostila topografia 1ªparte
Carla Tamara
 
Relatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPS
Relatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPSRelatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPS
Relatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPS
Ezequias Guimaraes
 
Topografia exercícios propostos com solução
Topografia    exercícios  propostos com soluçãoTopografia    exercícios  propostos com solução
Topografia exercícios propostos com solução
Maíra Barros
 
Aula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civil
Aula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civilAula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civil
Aula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civil
debvieir
 
Conheça os Instrumentos Topográficos Existentes
Conheça os  Instrumentos Topográficos ExistentesConheça os  Instrumentos Topográficos Existentes
Conheça os Instrumentos Topográficos Existentes
Adenilson Giovanini
 
Desenho projetivo
Desenho projetivoDesenho projetivo
Desenho projetivo
Mara Pedroso
 
Compilação de exercicios topografia altimetria
Compilação de exercicios topografia altimetriaCompilação de exercicios topografia altimetria
Compilação de exercicios topografia altimetria
Cleide Soares
 
Aula 1 solos
Aula 1 solosAula 1 solos
Aula 1 solos
Giovanna Ortiz
 
Exercicios-topografia-corrigidos
 Exercicios-topografia-corrigidos Exercicios-topografia-corrigidos
Exercicios-topografia-corrigidos
Laécio Bezerra
 
Aula 1 curvas_de_nível
Aula 1 curvas_de_nívelAula 1 curvas_de_nível
Aula 1 curvas_de_nível
hagggar
 
Relatório de levantamento topográfico planimétrico
Relatório de levantamento topográfico planimétricoRelatório de levantamento topográfico planimétrico
Relatório de levantamento topográfico planimétrico
luancaio_aguas
 
Aula 01 noções de cartografia e geoprocessamento
Aula 01   noções de cartografia e geoprocessamentoAula 01   noções de cartografia e geoprocessamento
Aula 01 noções de cartografia e geoprocessamento
42549299272
 
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e EscalaAulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Eduardo Mendes
 
Topografia unidade 2 planimetria
Topografia unidade 2 planimetriaTopografia unidade 2 planimetria
Topografia unidade 2 planimetria
vanilsonsertao01
 
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLES
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLESRELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLES
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLES
Ezequias Guimaraes
 
Poluição ambiental
Poluição ambientalPoluição ambiental
Poluição ambiental
fefemrc
 
Cartografia geral
Cartografia geralCartografia geral
Cartografia geral
Romualdo SF
 
O Agronegócio Brasileiro
O Agronegócio BrasileiroO Agronegócio Brasileiro
O Agronegócio Brasileiro
Lucas Maciel Gomes Olini
 

Mais procurados (20)

Escalas
EscalasEscalas
Escalas
 
Exercícios de rumos e azimutes
Exercícios de rumos e azimutesExercícios de rumos e azimutes
Exercícios de rumos e azimutes
 
Apostila topografia 1ªparte
Apostila topografia 1ªparteApostila topografia 1ªparte
Apostila topografia 1ªparte
 
Relatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPS
Relatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPSRelatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPS
Relatório de atividade prática de topografia sobre o uso do GPS
 
Topografia exercícios propostos com solução
Topografia    exercícios  propostos com soluçãoTopografia    exercícios  propostos com solução
Topografia exercícios propostos com solução
 
Aula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civil
Aula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civilAula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civil
Aula de topografia 1 - módulo 1 - Engenharia civil
 
Conheça os Instrumentos Topográficos Existentes
Conheça os  Instrumentos Topográficos ExistentesConheça os  Instrumentos Topográficos Existentes
Conheça os Instrumentos Topográficos Existentes
 
Desenho projetivo
Desenho projetivoDesenho projetivo
Desenho projetivo
 
Compilação de exercicios topografia altimetria
Compilação de exercicios topografia altimetriaCompilação de exercicios topografia altimetria
Compilação de exercicios topografia altimetria
 
Aula 1 solos
Aula 1 solosAula 1 solos
Aula 1 solos
 
Exercicios-topografia-corrigidos
 Exercicios-topografia-corrigidos Exercicios-topografia-corrigidos
Exercicios-topografia-corrigidos
 
Aula 1 curvas_de_nível
Aula 1 curvas_de_nívelAula 1 curvas_de_nível
Aula 1 curvas_de_nível
 
Relatório de levantamento topográfico planimétrico
Relatório de levantamento topográfico planimétricoRelatório de levantamento topográfico planimétrico
Relatório de levantamento topográfico planimétrico
 
Aula 01 noções de cartografia e geoprocessamento
Aula 01   noções de cartografia e geoprocessamentoAula 01   noções de cartografia e geoprocessamento
Aula 01 noções de cartografia e geoprocessamento
 
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e EscalaAulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
Aulas 1º Téc. Integrados - Cartografia e Escala
 
Topografia unidade 2 planimetria
Topografia unidade 2 planimetriaTopografia unidade 2 planimetria
Topografia unidade 2 planimetria
 
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLES
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLESRELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLES
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE CAMPO SOBRE NIVELAMENTO GEOMÉTRICO SIMPLES
 
Poluição ambiental
Poluição ambientalPoluição ambiental
Poluição ambiental
 
Cartografia geral
Cartografia geralCartografia geral
Cartografia geral
 
O Agronegócio Brasileiro
O Agronegócio BrasileiroO Agronegócio Brasileiro
O Agronegócio Brasileiro
 

Destaque

Topografia - Apostila pratica [1]
Topografia - Apostila pratica [1]Topografia - Apostila pratica [1]
Topografia - Apostila pratica [1]
Carlos Elson Cunha
 
Apresentação topografia
Apresentação topografiaApresentação topografia
Apresentação topografia
Sonia Jurado
 
Topografia básica
Topografia básicaTopografia básica
Topografia básica
Bowman Guimaraes
 
Topografia para arquitetos
Topografia para arquitetosTopografia para arquitetos
Topografia para arquitetos
Urban Acabamentos
 
Programa de Topografia Grátis!
Programa de Topografia Grátis!Programa de Topografia Grátis!
Programa de Topografia Grátis!
Glaudes Moreira
 
Topografia - Formação Conjunta 2010-2011
Topografia - Formação Conjunta 2010-2011Topografia - Formação Conjunta 2010-2011
Topografia - Formação Conjunta 2010-2011
Fireshaker
 
Topografia apostila-2010-1
Topografia apostila-2010-1Topografia apostila-2010-1
Topografia apostila-2010-1
afonso zobeto
 
Apostila de topografia
Apostila de topografiaApostila de topografia
Apostila de topografia
Ariosto Nascimento
 
Apostila Desenho Técnico,Cartografia e Topografia
Apostila Desenho Técnico,Cartografia e TopografiaApostila Desenho Técnico,Cartografia e Topografia
Apostila Desenho Técnico,Cartografia e Topografia
Professor Renato Mascarenhas
 
Curso de operador de estação total com aulas
Curso de operador de estação total com aulasCurso de operador de estação total com aulas
Curso de operador de estação total com aulas
ramd401
 
Relatório final de topografia
Relatório final de topografiaRelatório final de topografia
Relatório final de topografia
Nuno Almeida
 
Apostila topografia com exercicios sobre declinacao magnetica
Apostila topografia com exercicios sobre declinacao magneticaApostila topografia com exercicios sobre declinacao magnetica
Apostila topografia com exercicios sobre declinacao magnetica
Paula Aguiar Ufba Doc Zoo
 
Aula4 planimetria
Aula4 planimetriaAula4 planimetria
Aula4 planimetria
morgannaprata
 
Apostila topografia nova
Apostila topografia novaApostila topografia nova
Apostila topografia nova
Professor Renato Mascarenhas
 
Apostila terraplenagem
Apostila terraplenagemApostila terraplenagem
Apostila terraplenagem
sfon
 
Tema II - História Geológica de uma Região Cartografia
Tema II - História Geológica de uma Região  CartografiaTema II - História Geológica de uma Região  Cartografia
Tema II - História Geológica de uma Região Cartografia
Isabel Henriques
 
Apostila2 Topografia
Apostila2 TopografiaApostila2 Topografia
Apostila2 Topografia
Roberta Moraes Martins
 
Desenho topográfico(2)
Desenho topográfico(2)Desenho topográfico(2)
Desenho topográfico(2)
Roseane de Jesus
 
Curvas de nível
Curvas de nívelCurvas de nível
Curvas de nível
fernando-tn
 

Destaque (19)

Topografia - Apostila pratica [1]
Topografia - Apostila pratica [1]Topografia - Apostila pratica [1]
Topografia - Apostila pratica [1]
 
Apresentação topografia
Apresentação topografiaApresentação topografia
Apresentação topografia
 
Topografia básica
Topografia básicaTopografia básica
Topografia básica
 
Topografia para arquitetos
Topografia para arquitetosTopografia para arquitetos
Topografia para arquitetos
 
Programa de Topografia Grátis!
Programa de Topografia Grátis!Programa de Topografia Grátis!
Programa de Topografia Grátis!
 
Topografia - Formação Conjunta 2010-2011
Topografia - Formação Conjunta 2010-2011Topografia - Formação Conjunta 2010-2011
Topografia - Formação Conjunta 2010-2011
 
Topografia apostila-2010-1
Topografia apostila-2010-1Topografia apostila-2010-1
Topografia apostila-2010-1
 
Apostila de topografia
Apostila de topografiaApostila de topografia
Apostila de topografia
 
Apostila Desenho Técnico,Cartografia e Topografia
Apostila Desenho Técnico,Cartografia e TopografiaApostila Desenho Técnico,Cartografia e Topografia
Apostila Desenho Técnico,Cartografia e Topografia
 
Curso de operador de estação total com aulas
Curso de operador de estação total com aulasCurso de operador de estação total com aulas
Curso de operador de estação total com aulas
 
Relatório final de topografia
Relatório final de topografiaRelatório final de topografia
Relatório final de topografia
 
Apostila topografia com exercicios sobre declinacao magnetica
Apostila topografia com exercicios sobre declinacao magneticaApostila topografia com exercicios sobre declinacao magnetica
Apostila topografia com exercicios sobre declinacao magnetica
 
Aula4 planimetria
Aula4 planimetriaAula4 planimetria
Aula4 planimetria
 
Apostila topografia nova
Apostila topografia novaApostila topografia nova
Apostila topografia nova
 
Apostila terraplenagem
Apostila terraplenagemApostila terraplenagem
Apostila terraplenagem
 
Tema II - História Geológica de uma Região Cartografia
Tema II - História Geológica de uma Região  CartografiaTema II - História Geológica de uma Região  Cartografia
Tema II - História Geológica de uma Região Cartografia
 
Apostila2 Topografia
Apostila2 TopografiaApostila2 Topografia
Apostila2 Topografia
 
Desenho topográfico(2)
Desenho topográfico(2)Desenho topográfico(2)
Desenho topográfico(2)
 
Curvas de nível
Curvas de nívelCurvas de nível
Curvas de nível
 

Semelhante a Introdução geral à topografia

Sistemas de Coordenadas e Projeções Cartográficas
Sistemas de Coordenadas e Projeções CartográficasSistemas de Coordenadas e Projeções Cartográficas
Sistemas de Coordenadas e Projeções Cartográficas
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Apostila 1 topografia
Apostila 1 topografiaApostila 1 topografia
Apostila 1 topografia
Jones Fagundes
 
Slides rivancley
Slides   rivancleySlides   rivancley
Slides rivancley
Gabriel Reis
 
Apost01
Apost01Apost01
Apost01
d3seamam
 
plano de curso agroecologia
plano de curso agroecologiaplano de curso agroecologia
plano de curso agroecologia
Shirley Samara
 
Cartografia 2011
Cartografia 2011Cartografia 2011
Cartografia 2011
caroline-f
 
Geofísica
GeofísicaGeofísica
Geofísica
UFES
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapasCartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapas
Roberta Sumar
 
Geofísica
GeofísicaGeofísica
Geofísica
jupereirr
 
Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano
Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano
Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano
Fellipe Prado
 
Apresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauerApresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauer
Francisco Javier Cervigon Ruckauer
 
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt gggggAula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Centro Educacional Nilton Oliveira Santos -CENOS
 
Ciências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauer
Ciências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauerCiências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauer
Ciências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauer
Francisco Javier Cervigon Ruckauer
 
6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)
Alexandre Alves
 
CARTOGRAFIA BÁSICA 1
CARTOGRAFIA  BÁSICA 1CARTOGRAFIA  BÁSICA 1
CARTOGRAFIA BÁSICA 1
Gustavo Silva de Souza
 
Topografia slides totais 2023.pptx
Topografia slides totais 2023.pptxTopografia slides totais 2023.pptx
Topografia slides totais 2023.pptx
Carlos Galhano
 
Apost 3 ano
Apost 3 anoApost 3 ano
Introdução a topografia
Introdução a topografiaIntrodução a topografia
Introdução a topografia
RafaelVictorMorenoPo
 
Aula geoide elipsoide
Aula geoide elipsoide Aula geoide elipsoide
Aula geoide elipsoide
rogerpicarete
 

Semelhante a Introdução geral à topografia (20)

Sistemas de Coordenadas e Projeções Cartográficas
Sistemas de Coordenadas e Projeções CartográficasSistemas de Coordenadas e Projeções Cartográficas
Sistemas de Coordenadas e Projeções Cartográficas
 
Apostila 1 topografia
Apostila 1 topografiaApostila 1 topografia
Apostila 1 topografia
 
Slides rivancley
Slides   rivancleySlides   rivancley
Slides rivancley
 
Apost01
Apost01Apost01
Apost01
 
plano de curso agroecologia
plano de curso agroecologiaplano de curso agroecologia
plano de curso agroecologia
 
Cartografia 2011
Cartografia 2011Cartografia 2011
Cartografia 2011
 
Geofísica
GeofísicaGeofísica
Geofísica
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapasCartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapas
 
Geofísica
GeofísicaGeofísica
Geofísica
 
Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano
Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano
Elementos da Orientação e da cartografia - Aulas 1, 2 e 3 Geografia 3º Ano
 
Apresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauerApresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauer
Apresentação ciências cartográficas francisco javier cervigon ruckauer
 
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt gggggAula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
 
Ciências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauer
Ciências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauerCiências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauer
Ciências cartográficas guião de vídeo francisco javier cervigon ruckauer
 
6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)
 
CARTOGRAFIA BÁSICA 1
CARTOGRAFIA  BÁSICA 1CARTOGRAFIA  BÁSICA 1
CARTOGRAFIA BÁSICA 1
 
Topografia slides totais 2023.pptx
Topografia slides totais 2023.pptxTopografia slides totais 2023.pptx
Topografia slides totais 2023.pptx
 
Apost 3 ano
Apost 3 anoApost 3 ano
Apost 3 ano
 
Introdução a topografia
Introdução a topografiaIntrodução a topografia
Introdução a topografia
 
Aula geoide elipsoide
Aula geoide elipsoide Aula geoide elipsoide
Aula geoide elipsoide
 

Mais de Pessoal

Introduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremotoIntroduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremoto
Pessoal
 
Metodologia de fotointerpretação geológica
Metodologia de fotointerpretação geológicaMetodologia de fotointerpretação geológica
Metodologia de fotointerpretação geológica
Pessoal
 
Pesquisa aplicada
Pesquisa aplicadaPesquisa aplicada
Pesquisa aplicada
Pessoal
 
Projetos metodologias
Projetos   metodologiasProjetos   metodologias
Projetos metodologias
Pessoal
 
Serra do tepequém – roraima
Serra do tepequém – roraimaSerra do tepequém – roraima
Serra do tepequém – roraima
Pessoal
 
Solo e agricultura
Solo e agriculturaSolo e agricultura
Solo e agricultura
Pessoal
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
Pessoal
 
Solos e a agricultura no brasil
Solos e a agricultura no brasil Solos e a agricultura no brasil
Solos e a agricultura no brasil
Pessoal
 
Ser geografo
Ser geografoSer geografo
Ser geografo
Pessoal
 
Sensoriamento remoto
Sensoriamento remotoSensoriamento remoto
Sensoriamento remoto
Pessoal
 
Poluição do solo
Poluição do soloPoluição do solo
Poluição do solo
Pessoal
 
Origem e tipos de solos
Origem e tipos de solosOrigem e tipos de solos
Origem e tipos de solos
Pessoal
 
Origem dos oceanos
Origem dos oceanosOrigem dos oceanos
Origem dos oceanos
Pessoal
 
Modelos de aprendizagem
Modelos de aprendizagemModelos de aprendizagem
Modelos de aprendizagem
Pessoal
 
Microbiologia do solo
Microbiologia do soloMicrobiologia do solo
Microbiologia do solo
Pessoal
 
Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
Pessoal
 
Cartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapasCartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapas
Pessoal
 
Bacia hidrografica
Bacia hidrograficaBacia hidrografica
Bacia hidrografica
Pessoal
 
Aula conceitos básicos monografia
Aula conceitos básicos monografiaAula conceitos básicos monografia
Aula conceitos básicos monografia
Pessoal
 
Análise morfoestrutural
Análise morfoestruturalAnálise morfoestrutural
Análise morfoestrutural
Pessoal
 

Mais de Pessoal (20)

Introduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremotoIntroduoao sensoriamentoremoto
Introduoao sensoriamentoremoto
 
Metodologia de fotointerpretação geológica
Metodologia de fotointerpretação geológicaMetodologia de fotointerpretação geológica
Metodologia de fotointerpretação geológica
 
Pesquisa aplicada
Pesquisa aplicadaPesquisa aplicada
Pesquisa aplicada
 
Projetos metodologias
Projetos   metodologiasProjetos   metodologias
Projetos metodologias
 
Serra do tepequém – roraima
Serra do tepequém – roraimaSerra do tepequém – roraima
Serra do tepequém – roraima
 
Solo e agricultura
Solo e agriculturaSolo e agricultura
Solo e agricultura
 
Poluição do ar
Poluição do arPoluição do ar
Poluição do ar
 
Solos e a agricultura no brasil
Solos e a agricultura no brasil Solos e a agricultura no brasil
Solos e a agricultura no brasil
 
Ser geografo
Ser geografoSer geografo
Ser geografo
 
Sensoriamento remoto
Sensoriamento remotoSensoriamento remoto
Sensoriamento remoto
 
Poluição do solo
Poluição do soloPoluição do solo
Poluição do solo
 
Origem e tipos de solos
Origem e tipos de solosOrigem e tipos de solos
Origem e tipos de solos
 
Origem dos oceanos
Origem dos oceanosOrigem dos oceanos
Origem dos oceanos
 
Modelos de aprendizagem
Modelos de aprendizagemModelos de aprendizagem
Modelos de aprendizagem
 
Microbiologia do solo
Microbiologia do soloMicrobiologia do solo
Microbiologia do solo
 
Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
 
Cartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapasCartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapas
 
Bacia hidrografica
Bacia hidrograficaBacia hidrografica
Bacia hidrografica
 
Aula conceitos básicos monografia
Aula conceitos básicos monografiaAula conceitos básicos monografia
Aula conceitos básicos monografia
 
Análise morfoestrutural
Análise morfoestruturalAnálise morfoestrutural
Análise morfoestrutural
 

Introdução geral à topografia

  • 1. INTRODUÇÃO GERAL À TOPOGRAFIA VISITE E CONHEÇA MEU BLOG WWW.GEOGRAFIADOBEM.BLOGSPOT.COM Instituto de Geociências Departamento de Geografia e Geologia Universidade Federal de Roraima
  • 2. DEFINIÇÃO  Surgimento: Necessidade de um estudo pormenorizado e da representação gráfica de uma parte da superfície terrestre, ou seja:  Os limites das propriedades e suas divisões internas;  As edificações;  As estradas; Os cultivos de modo geral;  As elevações e depressões;  Etc.
  • 3. DEFINIÇÃO Topografia = descrição exata e minuciosa de um lugar.
  • 4. FINALIIDADES  Determinar o contorno, dimensão e posição relativa de uma porção limitada da superfície terrestre (raio de 30 km), sem considerar o efeito da curvatura terrestre.  Compete ainda à Topografia, a locação no terreno dos projetos elaborados e em alguns casos, a execução da obra.
  • 5. importância A sua importância está no fato de ser a base para projeto e obra de engenharia. Aplicação nas áreas:  Planejamento viário e ferroviário;  Edifícios;  Loteamento e arruamento urbano;  Aeroportos;  Usinas hidrelétricas;  Telecomunicações;  Sistema de água e esgoto;  Urbanismo e paisagismo;  Irrigação e drenagem;  Reflorestamento;  Pericias judiciais e cientificas
  • 6. DIVISÃO Planimetria Topometria Altimetria Topografia Topologia
  • 7. TOPOMETRIA  Estuda os diferentes métodos e instrumentos disponíveis para a obtenção das posições de pontos topográficos;  É o conjunto dos métodos abrangidos pela planimetria e altimetria, também conhecida como Planialtimetria
  • 8. TOPOLOGIA  Área da topografia que estuda as formas do relevo, estabelecendo modelos que as representem.
  • 9. PLANIMETRIA  O levantamento topográfico que compreende o conjunto de operações necessárias para a determinação de pontos e feições do terreno que serão projetadas sobre um plano horizontal de referência através de suas coordenadas X e Y ( representação bidimensional).
  • 10. ALTIMETRIA  O levantamento topográfico que compreende o conjunto de operações necessárias para a determinação de pontos e feições do terreno que, além de serem projetadas sobre um plano horizontal de referência, terão sua representação em relação a um plano vertical através de suas coordenadas X, Y e Z (representação tridimensional).
  • 11. FORMA DA TERRA  Geodésia estuda a forma e representação da Terra levando em consideração sua curvatura.  Algumas curiosidades sobre o planeta Terra:  Diâmetro equatorial da Terra = 12.756,2726 Km  Diâmetro polar da Terra é de 12.713,5032 Km  A superfície da Terra é estimada em 510.065.500 Km2  O volume da Terra é de 5,974 x 10 21 toneladas  O maior oceano é o Pacífico com área de 166.241.700 Km2  O menor oceano é o Ártico com área de 13.223.700 Km2  A duração do dia é de 23 horas 56 minutos e 4 segundos  A duração do ano é de 365, 26 dias
  • 12. FORMA DA TERRA  Algumas curiosidades sobre o planeta Terra:  Distância máxima do Sol : 152.100.000 Km  Distância mínima do Sol : 147.100.000 Km  Velocidade orbital : 29,8 km/s  Massa : 5,976 x 1021 toneladas  Aceleração da gravidade : 9,78 m/s  Revolução em torno do sol : 365 dias 5:48:46'' hs  Rotação em torno de si mesma : 23:56:4'' hs  Inclinação do eixo de rotação : 23° 26'  Variação da temperatura : -80° a 60°
  • 13. MODELOS TERRESTRES  Modelo Real  Seria um modelo que representaria a Terra como de fato ela é, mas devido as irregularidades de sua superfície, este modelo não dispõe de definições matemáticas para a representação da Terra.  Devido essa complexidade, outros modelos foram desenvolvidos.
  • 14. MODELOS TERRESTRES  Modelo Geoidal Superfície fictícia definida pelo prolongamento do nível médio dos mares (NMM) por sobre os continentes.  Devido a metodologia usada para a definição deste modelo se basear em medidas gravimétricas, e estas por sua vez, ser específica da Geodésia, não abordaremos esse modelo no nosso curso.
  • 15. MODELOS TERRESTRES  Modelo Elipsoidal  Modelo gerado a partir de um Elipsóide de Revolução.  É o mais usual de todos os modelos.  Os elipsóides mais utilizados para a representação da Terra são: Bessel (1841), Clarke (1858), Helmet (1907), Hayford (1909) e o Internacional 67 (1967).  Datum do elipsóide GRS 67 (Internacional 67) é o SAD 69 (CHUÁ).  DATUM é um sistema de referência utilizado para o computo ou correlação dos resultados de um levantamento.  Existe o DATUM horizontal e o vertical.  DATUM vertical é uma superfície de nível utilizada no referenciamento das altitudes tomadas sobre a superfície terrestre.
  • 16. MODELOS TERRESTRES  Modelo Elipsoidal  SAD – South American Datum – Oficializado para o uso no Brasil em 1969 e está localizado na cidade de Uberaba – MG. O DATUM vertical oficial do Brasil é o marégrafo de Imbituba em Santa Catarina.
  • 17. MODELOS TERRESTRES  Modelo Esférico  Neste modelo a Terra é representada como se fosse um esfera.  Apresenta maior deformação, sendo portanto considerado o mais distante da realidade.
  • 18. MODELOS TERRESTRES  Relação existente entre o Modelo Real, Geoidal e Elipsoidal Normal ao Elipsóide Superfície física Vertical da terra do lugar Elipsóide GEÓIDE (nível médio dos mares)
  • 19. ELEMENTOS GEOGRÁFICOS  Linha dos Pólos ou Eixo da Terra – é a reta que une o pólo Norte ao pólo Sul em torno da qual a Terra gira. Equador – é o círculo máximo da Terra, cujo plano é normal à linha dos pólos.  Paralelos – são os círculos cujos planos são paralelos ao plano do equador. Trópicos de Capricórnio (Φ = 23° 23’ S) e Câncer (Φ = 23° 23’ N).  Meridianos – são as seções elípticas cujos planos contém a linha dos pólos e que são normais aos paralelos.
  • 21. ELEMENTOS GEOGRÁFICOS  Vertical do lugar – é a linha que passa por um ponto da superfície terrestre (em direção ao centro da Terra) e que é normal à superfície representada pelo Geóide naquele ponto.  Normal ao Elipsóide – é toda linha reta perpendicular à superfície do elipsóide de referência.  Pontos da vertical do lugar – o ponto (Z = Zênite) se encontra no infinito superior e o ponto (Z’ = Nadir) no infinito inferior da vertical do lugar.
  • 23. ELEMENTOS GEOGRÁFICOS  Latitude (Φ) – de um ponto da superfície terrestre é o ângulo formado entre o paralelo deste ponto e o plano do equador. Sua origem é feita no equador e varia de 0° a 90°, positivamente para o norte (N) e negativamente para o sul (S).  Longitude ( λ) – de um ponto da superfície terrestre é o ângulo formado entre o meridiano de origem, conhecido com Greenwich, e o meridiano do lugar (aquele que passa o ponto em questão). Sua contagem é feita de 0° a 180°, positivamente para oeste (W ou O) e negativamente para leste (E ou L).
  • 25. SISTEMA DE COORDENADAS  Coordenadas Geográfica (Φ, λ) – é o nome dado aos valores de latitude e longitude que definem a posição de um ponto na superfície terrestre.  Coordenadas UTM (E, N) – é o nome dado aos valores de abcissa (E) e ordenada (N) de um ponto sobre a superfície terrestre, quando este é projetado sobre um cilindro tangente ao elipsóide de referência.
  • 27. SISTEMA utm  O cilindro tangencia o Equador, assim dividindo em 60 arcos de 6° ( 60 x 6° = 360°).  Cada arco representa um fuso UTM e um sistema de coordenadas com origem no meridiano central do fuso, que para o hemisfério sul, constitui-se dos valores de 500.000 m para (E) e 10.000.000 m para (N).  Para o Hemisfério Norte as coordenadas variam de 0 a 10.000 km; para o Hemisfério Sul variam de 10.000 a 0 km  As abcissas variam de 500 a 700 km à Oeste do Meridiano Central e de 500 a 700 km à Leste do mesmo.