SlideShare uma empresa Scribd logo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAMPILHOSA DA SERRA – ESCALADA
Ano Letivo 2012-2013
Teste de Avaliação Sumativa de Português – 12º Ano
GRUPO I
Apresente, de forma bem estruturada, as suas respostas aos itens que se seguem.
1. Explicite a relação que se estabelece entre «nós» e os elementos da Natureza referidos na primeira e na
segunda estrofes do poema.
2. Explique o sentido da terceira estrofe, tendo em conta uma das ideias filosóficas em que assenta a
poesia de Ricardo Reis.
3. Apresente uma justificação para o uso de um sujeito plural nas quatro primeiras estrofes do poema e para
o aparecimento da primeira pessoa do singular na última quadra.
4. Refira o valor expressivo da interrogação retórica presente na última estrofe.
GRUPO II
Depois de leres atentamente o texto “O rosto e as máscaras da heteronímia”, responde às seguintes
questões
1. Para responderes a cada um dos itens 1.1. a 1.7., seleciona a única opção que permite obter uma
afirmação adequada ao sentido do texto.
1.1. O uso das aspas em “desaprender” (l. 6) assinala
(A) a invulgaridade da ação. (C) a ironia do autor.
(B) o uso poético do verbo. (D) a frequência da ação.
1.2. O recurso estilístico concretizado na expressão “complexa „simplicidade‟” (l. 7) é
(A) a metáfora. (C) a hipérbole
(B) a antítese. (D) o paradoxo
1.3. No segmento “o intérprete sensível das grandes depressões nervosas” (ll. 12-13) possui/pos- suem
valor restritivo
(A) apenas o adjetivo “sensível”.
(B) os adjetivos “sensível” e “grandes”.
(C) os adjetivos “grandes” e “nervosas”.
(D) todos os adjetivos.
1.4. O constituinte sublinhado em “Alberto Caeiro, desejando-se um simples homem da natu- reza” (ll.
26-27) desempenha a função sintática de
(A) complemento direto.
(B) predicativo do complemento direto.
(C) predicativo do sujeito.
(D) complemento do nome.
1.5. O elemento linguístico “que” sublinhado na passagem “Ricardo Reis, por seu turno, não mais
desejou que viver segundo o ensinamento de todas as culturas, sinteticamente recolhidas numa
sabedoria que vem de longe” (ll. 32-34) é
(A) um pronome relativo.
(B) uma conjunção subordinativa completiva.
(C) uma conjunção subordinativa causal.
(D) uma conjunção subordinativa consecutiva.
1.6. O conector “Em suma” (l. 34), introduz, no contexto, um nexo
(A) causal.
(B) comparativo.
(C) conclusivo.
(D) consecutivo.
1.7. O termo “ininterrupto” (l. 40) é usado com o sentido de
(A) profícuo. (C) contínuo
(B) breve. (D) interrupto
2. Faz corresponder a cada segmento textual da coluna A um único segmento textual da coluna B, de
modo a obteres uma afirmação adequada ao sentido do texto. Utiliza cada letra e cada número apenas
uma vez.
A
a. Com o uso do pronome “Isto” (l. 3),
b. Com o recurso ao conector “por
sua vez” (ll. 15-16),
c. Com a utilização da expressão “o
Horácio do nosso tempo” (ll. 18-19),
d. Com o recurso ao pronome “as”
(l. 37),
e. Com o uso do advérbio conectivo
“todavia” (l. 40),
B
(1) o enunciador introduz uma sequencialização.
(2) o enunciador recupera sinteticamente o
processo anteriormente descrito.
(3) o enunciador insere uma ligação adversativa.
(4) o enunciador serve-se de um correferente
para evitar a repetição do nome.
(5) o enunciador predica algo sobre o sujeito.
(6) o enunciador concretiza um processo de
catáfora.
(7) o enunciador predica algo acerca do
complemento direto.
(8) o enunciador introduz uma consequência.
GRUPO III
GRUPO I
A
1. ................................................................................................... 20 pontos
Conteúdo (12 pontos)
Organização e correção linguística (8 pontos)
2 ............................................................................................................ 15 pontos
Conteúdo (9 pontos)
Organização e correção linguística (6 pontos)
3. ................................................................................................. 15 pontos
Conteúdo (9 pontos)
Organização e correção linguística (6 pontos)
4. ............................................................................................................ 20 pontos
Conteúdo (12 pontos)
Organização e correção linguística (8 pontos)
B ............................................................................................................ 30 pontos
Conteúdo (18 pontos)
Organização e correção linguística (12 pontos)
__________________________
100 pontos
GRUPO II
1.
1.1. ................................................................................................... 5 pontos
1.2. ................................................................................................... 5 pontos
1.3. ................................................................................................... 5 pontos
1.4. ................................................................................................... 5 pontos
1.5. ................................................................................................... 5 pontos
1.6. ................................................................................................... 5 pontos
1.7. ................................................................................................... 5 pontos
2.
2.a . ................................................................................................... 3 pontos
2.b . ................................................................................................... 3 pontos
2.c . ................................................................................................... 3 pontos
2.d . ................................................................................................... 3 pontos
2.e . ................................................................................................... 3 pontos
_________________________
50 pontos
GRUPO III
Estruturação temática e discursiva................................................. 30 pontos
Correção linguística ....................................................................... 20 pontos
____________________
50 pontos
TOTAL.......................................... 200 pontos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Autopsicografia e Isto
Autopsicografia e IstoAutopsicografia e Isto
Autopsicografia e Isto
Paula Oliveira Cruz
 
Álvaro de Campos
Álvaro de CamposÁlvaro de Campos
Álvaro de Campos
Ana Isabel
 
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do ConventoA sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
Joana Filipa Rodrigues
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última Nau
Maria Freitas
 
"Fernão de Magalhães", a Mensagem
"Fernão de Magalhães", a Mensagem"Fernão de Magalhães", a Mensagem
"Fernão de Magalhães", a Mensagem
Isabel Costa
 
Resumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os LusíadasResumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os Lusíadas
Raffaella Ergün
 
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana SofiaCesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Joana Azevedo
 
Ricardo Reis
Ricardo ReisRicardo Reis
Ricardo Reis
guestde10d2
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
ameliapadrao
 
O amor em Memorial do Convento
O amor em Memorial do ConventoO amor em Memorial do Convento
O amor em Memorial do Convento
António Teixeira
 
ComemD. João I in Mensagem, de Fernando Pessoa
ComemD. João I in  Mensagem, de Fernando Pessoa ComemD. João I in  Mensagem, de Fernando Pessoa
ComemD. João I in Mensagem, de Fernando Pessoa
Ana Cristina Matias
 
Intertextualidade Mensagem e Os Lusíadas
Intertextualidade Mensagem e Os LusíadasIntertextualidade Mensagem e Os Lusíadas
Intertextualidade Mensagem e Os Lusíadas
António Teixeira
 
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Maria Teixiera
 
Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas"
Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas" Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas"
Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas"
Mariana Domingues
 
Ode Triunfal de Álvaro de Campos
Ode Triunfal de Álvaro de CamposOde Triunfal de Álvaro de Campos
Ode Triunfal de Álvaro de Campos
guest3fc89a1
 
Memorial do Convento - linguagem e estilo
Memorial do Convento - linguagem e estiloMemorial do Convento - linguagem e estilo
Memorial do Convento - linguagem e estilo
FilipaFonseca
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
nando_reis
 
Sebastianismo: Os Lusíadas & Mensagem
Sebastianismo: Os Lusíadas & MensagemSebastianismo: Os Lusíadas & Mensagem
Sebastianismo: Os Lusíadas & Mensagem
Inesa M
 
Mensagem & Os Lusíadas
Mensagem & Os LusíadasMensagem & Os Lusíadas
Mensagem & Os Lusíadas
Vitor Manuel de Carvalho
 
Mensagem: Análise "O Bandarra"
Mensagem: Análise "O Bandarra"Mensagem: Análise "O Bandarra"
Mensagem: Análise "O Bandarra"
InsdeCastro7
 

Mais procurados (20)

Autopsicografia e Isto
Autopsicografia e IstoAutopsicografia e Isto
Autopsicografia e Isto
 
Álvaro de Campos
Álvaro de CamposÁlvaro de Campos
Álvaro de Campos
 
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do ConventoA sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última Nau
 
"Fernão de Magalhães", a Mensagem
"Fernão de Magalhães", a Mensagem"Fernão de Magalhães", a Mensagem
"Fernão de Magalhães", a Mensagem
 
Resumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os LusíadasResumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os Lusíadas
 
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana SofiaCesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
 
Ricardo Reis
Ricardo ReisRicardo Reis
Ricardo Reis
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
 
O amor em Memorial do Convento
O amor em Memorial do ConventoO amor em Memorial do Convento
O amor em Memorial do Convento
 
ComemD. João I in Mensagem, de Fernando Pessoa
ComemD. João I in  Mensagem, de Fernando Pessoa ComemD. João I in  Mensagem, de Fernando Pessoa
ComemD. João I in Mensagem, de Fernando Pessoa
 
Intertextualidade Mensagem e Os Lusíadas
Intertextualidade Mensagem e Os LusíadasIntertextualidade Mensagem e Os Lusíadas
Intertextualidade Mensagem e Os Lusíadas
 
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
 
Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas"
Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas" Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas"
Análise dos poemas "Os Colombos" e "Tormentas"
 
Ode Triunfal de Álvaro de Campos
Ode Triunfal de Álvaro de CamposOde Triunfal de Álvaro de Campos
Ode Triunfal de Álvaro de Campos
 
Memorial do Convento - linguagem e estilo
Memorial do Convento - linguagem e estiloMemorial do Convento - linguagem e estilo
Memorial do Convento - linguagem e estilo
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
 
Sebastianismo: Os Lusíadas & Mensagem
Sebastianismo: Os Lusíadas & MensagemSebastianismo: Os Lusíadas & Mensagem
Sebastianismo: Os Lusíadas & Mensagem
 
Mensagem & Os Lusíadas
Mensagem & Os LusíadasMensagem & Os Lusíadas
Mensagem & Os Lusíadas
 
Mensagem: Análise "O Bandarra"
Mensagem: Análise "O Bandarra"Mensagem: Análise "O Bandarra"
Mensagem: Análise "O Bandarra"
 

Destaque

Ficha de trabalho, analise poema
Ficha de trabalho, analise poemaFicha de trabalho, analise poema
Ficha de trabalho, analise poema
Diogo Tavares
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
Diogo Tavares
 
Nao sei quantas almas tenho - Análise ao poema
Nao sei quantas almas tenho - Análise ao poemaNao sei quantas almas tenho - Análise ao poema
Nao sei quantas almas tenho - Análise ao poema
João Teles
 
Análise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando PessoaAnálise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando Pessoa
Margarida Rodrigues
 
Fernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-OrtónimoFernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-Ortónimo
Margarida Rodrigues
 
Análise do poema Nao sei quantas almas tenho
Análise do poema Nao sei quantas almas tenhoAnálise do poema Nao sei quantas almas tenho
Análise do poema Nao sei quantas almas tenho
Ricardo Santos
 

Destaque (6)

Ficha de trabalho, analise poema
Ficha de trabalho, analise poemaFicha de trabalho, analise poema
Ficha de trabalho, analise poema
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
 
Nao sei quantas almas tenho - Análise ao poema
Nao sei quantas almas tenho - Análise ao poemaNao sei quantas almas tenho - Análise ao poema
Nao sei quantas almas tenho - Análise ao poema
 
Análise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando PessoaAnálise de poemas de Fernando Pessoa
Análise de poemas de Fernando Pessoa
 
Fernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-OrtónimoFernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-Ortónimo
 
Análise do poema Nao sei quantas almas tenho
Análise do poema Nao sei quantas almas tenhoAnálise do poema Nao sei quantas almas tenho
Análise do poema Nao sei quantas almas tenho
 

Semelhante a F.pessoa heterónimo teste aval. sumativa

Tales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason Lima
Tales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason LimaTales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason Lima
Tales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason Lima
jasonrplima
 
Exercício sobre analise sintática
Exercício sobre analise sintáticaExercício sobre analise sintática
Exercício sobre analise sintática
Rudimar Venâncio Venâncio
 
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
Iony Menezes
 
Simulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3ºSimulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3º
Marcia Oliveira
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 63
Apresentação para décimo segundo ano, aula 63Apresentação para décimo segundo ano, aula 63
Apresentação para décimo segundo ano, aula 63
luisprista
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90
luisprista
 
100 exercícios classes das palavras
100 exercícios classes das palavras100 exercícios classes das palavras
100 exercícios classes das palavras
maria edineuma marreira
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161
luisprista
 
Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)
Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)
Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)
Marcia Oliveira
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33
luisprista
 
Port.
Port.Port.
As dez classes gramaticais
As dez classes gramaticaisAs dez classes gramaticais
As dez classes gramaticais
Priscilla Santos
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Lenielcio Andrade
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
luisprista
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
luisprista
 
Fonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabaritoFonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabarito
jasonrplima
 
Questões de Portugues concursoseasCE d canonizar
Questões de Portugues concursoseasCE d canonizarQuestões de Portugues concursoseasCE d canonizar
Questões de Portugues concursoseasCE d canonizar
LeilaMiranda27
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94
luisprista
 

Semelhante a F.pessoa heterónimo teste aval. sumativa (20)

Tales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason Lima
Tales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason LimaTales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason Lima
Tales - Estrutura nominal com gabarito - 2014 - Jason Lima
 
Exercício sobre analise sintática
Exercício sobre analise sintáticaExercício sobre analise sintática
Exercício sobre analise sintática
 
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
18222647 exercícios-estrutura-e-formação-das-palavras (1)
 
Simulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3ºSimulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3º
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 63
Apresentação para décimo segundo ano, aula 63Apresentação para décimo segundo ano, aula 63
Apresentação para décimo segundo ano, aula 63
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 89-90
 
100 exercícios classes das palavras
100 exercícios classes das palavras100 exercícios classes das palavras
100 exercícios classes das palavras
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 160-161
 
Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)
Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)
Simulado língua portuguesa 9º ano (análise sintática e morfológica)
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6
Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 5-6
 
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 33
 
Port.
Port.Port.
Port.
 
As dez classes gramaticais
As dez classes gramaticaisAs dez classes gramaticais
As dez classes gramaticais
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
 
Fonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabaritoFonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabarito
 
Questões de Portugues concursoseasCE d canonizar
Questões de Portugues concursoseasCE d canonizarQuestões de Portugues concursoseasCE d canonizar
Questões de Portugues concursoseasCE d canonizar
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 93-94
 

Último

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

F.pessoa heterónimo teste aval. sumativa

  • 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAMPILHOSA DA SERRA – ESCALADA Ano Letivo 2012-2013 Teste de Avaliação Sumativa de Português – 12º Ano GRUPO I Apresente, de forma bem estruturada, as suas respostas aos itens que se seguem. 1. Explicite a relação que se estabelece entre «nós» e os elementos da Natureza referidos na primeira e na segunda estrofes do poema. 2. Explique o sentido da terceira estrofe, tendo em conta uma das ideias filosóficas em que assenta a poesia de Ricardo Reis. 3. Apresente uma justificação para o uso de um sujeito plural nas quatro primeiras estrofes do poema e para o aparecimento da primeira pessoa do singular na última quadra. 4. Refira o valor expressivo da interrogação retórica presente na última estrofe.
  • 3. Depois de leres atentamente o texto “O rosto e as máscaras da heteronímia”, responde às seguintes questões 1. Para responderes a cada um dos itens 1.1. a 1.7., seleciona a única opção que permite obter uma afirmação adequada ao sentido do texto. 1.1. O uso das aspas em “desaprender” (l. 6) assinala (A) a invulgaridade da ação. (C) a ironia do autor. (B) o uso poético do verbo. (D) a frequência da ação. 1.2. O recurso estilístico concretizado na expressão “complexa „simplicidade‟” (l. 7) é (A) a metáfora. (C) a hipérbole (B) a antítese. (D) o paradoxo 1.3. No segmento “o intérprete sensível das grandes depressões nervosas” (ll. 12-13) possui/pos- suem valor restritivo (A) apenas o adjetivo “sensível”. (B) os adjetivos “sensível” e “grandes”. (C) os adjetivos “grandes” e “nervosas”. (D) todos os adjetivos. 1.4. O constituinte sublinhado em “Alberto Caeiro, desejando-se um simples homem da natu- reza” (ll. 26-27) desempenha a função sintática de (A) complemento direto. (B) predicativo do complemento direto. (C) predicativo do sujeito. (D) complemento do nome.
  • 4. 1.5. O elemento linguístico “que” sublinhado na passagem “Ricardo Reis, por seu turno, não mais desejou que viver segundo o ensinamento de todas as culturas, sinteticamente recolhidas numa sabedoria que vem de longe” (ll. 32-34) é (A) um pronome relativo. (B) uma conjunção subordinativa completiva. (C) uma conjunção subordinativa causal. (D) uma conjunção subordinativa consecutiva. 1.6. O conector “Em suma” (l. 34), introduz, no contexto, um nexo (A) causal. (B) comparativo. (C) conclusivo. (D) consecutivo. 1.7. O termo “ininterrupto” (l. 40) é usado com o sentido de (A) profícuo. (C) contínuo (B) breve. (D) interrupto 2. Faz corresponder a cada segmento textual da coluna A um único segmento textual da coluna B, de modo a obteres uma afirmação adequada ao sentido do texto. Utiliza cada letra e cada número apenas uma vez. A a. Com o uso do pronome “Isto” (l. 3), b. Com o recurso ao conector “por sua vez” (ll. 15-16), c. Com a utilização da expressão “o Horácio do nosso tempo” (ll. 18-19), d. Com o recurso ao pronome “as” (l. 37), e. Com o uso do advérbio conectivo “todavia” (l. 40), B (1) o enunciador introduz uma sequencialização. (2) o enunciador recupera sinteticamente o processo anteriormente descrito. (3) o enunciador insere uma ligação adversativa. (4) o enunciador serve-se de um correferente para evitar a repetição do nome. (5) o enunciador predica algo sobre o sujeito. (6) o enunciador concretiza um processo de catáfora. (7) o enunciador predica algo acerca do complemento direto. (8) o enunciador introduz uma consequência.
  • 6. GRUPO I A 1. ................................................................................................... 20 pontos Conteúdo (12 pontos) Organização e correção linguística (8 pontos) 2 ............................................................................................................ 15 pontos Conteúdo (9 pontos) Organização e correção linguística (6 pontos) 3. ................................................................................................. 15 pontos Conteúdo (9 pontos) Organização e correção linguística (6 pontos) 4. ............................................................................................................ 20 pontos Conteúdo (12 pontos) Organização e correção linguística (8 pontos) B ............................................................................................................ 30 pontos Conteúdo (18 pontos) Organização e correção linguística (12 pontos) __________________________ 100 pontos GRUPO II 1. 1.1. ................................................................................................... 5 pontos 1.2. ................................................................................................... 5 pontos 1.3. ................................................................................................... 5 pontos 1.4. ................................................................................................... 5 pontos 1.5. ................................................................................................... 5 pontos 1.6. ................................................................................................... 5 pontos 1.7. ................................................................................................... 5 pontos 2. 2.a . ................................................................................................... 3 pontos 2.b . ................................................................................................... 3 pontos 2.c . ................................................................................................... 3 pontos 2.d . ................................................................................................... 3 pontos 2.e . ................................................................................................... 3 pontos _________________________ 50 pontos GRUPO III Estruturação temática e discursiva................................................. 30 pontos Correção linguística ....................................................................... 20 pontos ____________________ 50 pontos TOTAL.......................................... 200 pontos