SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Desenvolvimento psicológico durante a primeira infância O início da comunicação, da representação e da linguagem     Educação Social Docente: Cláudia Dias
” Aquilo que uma vez desfrutamos, nunca mais perderemos” Helen Kellen
Estádios do desenvolvimento segundo Piaget
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Estádio Sensório-Motor (0 -2 anos) Dividido em 6  sub-estádios O bebé exibe desde reflexos impensados até uma  capacidade representacional através do uso de  símbolos e gestos.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Comunicação …
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Trocar ideias, sentimentos e experiências  entre pessoas que conhecem o significado  daquilo que se diz e do que se faz.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Elementos da comunicação
Linguagem verbal e não verbal Verbal Acontece por meio de palavras Não verbal Acontece através de gestos, expressões faciais, silêncio, tom de voz, pronúncia, roupas e adornos
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
Factores importantes para um bom desenvolvimento da comunicação infantil ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Representação …
A  representação  consiste na capacidade de o indivíduo manusear a realidade invocando signos, símbolos, imagens ou conceitos.
Piaget e a representação   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Devido à capacidade de manipular símbolos a criança é libertada da experiência imediata, podendo agora imitar acções que já não visualizam à frente delas (“jogo de faz de conta”). Ao longo do estádio  sensório-motor , as crianças vão desenvolvendo gradualmente a permanência do objecto, passando a ter percepção de que apesar do objecto/pessoa não estar presente isso não faz dela inexistente.
Segundo Piaget, a representação possui dois aspectos distintos, o figurativo e o operativo. ,[object Object],[object Object]
Linguagem…
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Factores  que condicionam o desenvolvimento da linguagem ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
ETAPAS DO DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Segundo mes Terceiro mês Quarto mês Quinto sexto mês Sétimo oitavo mês Nono decimo mês -o choro adquire características sonoras que variam conforme a necessidade do bebé, estando a sua tonalidade relacionada ao seu bem-estar ou mal-estar. -o bebé é capaz de produzir sons guturais e vocálicos e de responder aos estímulos sonoros de outras pessoas através do sorriso ou de um murmúrio. -surge o balbucio, que é definido pela emissão de sons mediante o redobramento de sílabas, como "ma ma", "ta ta", etc. -Embora o balbucio permaneça até o oitavo ou nono mês de vida, é no  quinto ou sexto mês  que ele progride consideravelmente e inicia o processo de imitação de sons. Assim, o bebé pode tanto imitar sons produzidos por ele mesmo ou por outras pessoas, seja adulto ou criança. -o balbucio progride consideravelmente e inicia o processo de imitação de sons. Assim, o bebê pode tanto imitar sons produzidos por ele mesmo ou por outras pessoas, seja adulto ou criança. -Nesta idade, o bebé apresenta vocalizações espontâneas e até sílabas e ditongos, que são as principais aproximações para a emissão das primeiras palavras. -a criança diz algumas palavras curtas, porém a maioria delas são apenas a repetição do que dizem os adultos.  -A criança apresenta um forte interesse por imitar gestos e sons pestabelecer a comunicação, estando assim propensa a aprender a linguagem mais rapidamente, necessitando para isso o reforço e o estímulo dos pais a cada progresso adquirido.
18 aos 24 meses de idade: Dois aos três anos de idade enriquecimento da linguagem;  forte aumento do vocabulário; criança passa a explorar melhor o ambiente em que vive; a criança já é capaz de empregar verbos auxiliares como "ter" e "ser“;  conhece novos nomes E partes do corpo utiliza preposições e apresenta uma fala compreensível , inclusive para pessoas fora de seu meio familiar; a criança é capaz de dizer seu nome e idade; a maior parte das crianças possui um repertório linguístico com mais de 50 palavras, passando a formar frases com duas ou três palavras; expressa frases de três ou mais palavras; aquisição de palavras novas passa a ser quase que diária, utilizando em suas expressões substantivos, verbos e qualificadores (adjectivos e advérbios); reconhece os objectos conforme sua utilidade; a linguagem caracteriza-se como um meio de comunicação entre várias crianças, facilitando a socialização. possui um vocabulário mais enriquecido.
Três e quatro anos:   Quatro aos cinco anos de idade: relata pequenos fatos, embora a narrativa esteja ligada a situações imediatas ou concretas. a criança apresenta expressões referentes aos comportamento social apreendido, como cumprimentos, pedir favor e dizer obrigado; A linguagem já não é mais apenas uma ferramenta de comunicação imediata, e a criança pode representar mentalmente os objectos e situações, o que facilita tanto o desenvolvimento da linguagem como o desenvolvimento da capacidade intelectual; Durante esse período, ou até mesmo um pouco antes, pode-se observar uma tartamudez (gagueira) fisiológica que é considerada normal durante o processo do desenvolvimento da linguagem;  a criança poderá falar correctamente todos os fonemas da nossa língua, não sendo mais esperadas as trocas articulatórias, embora ainda não domine completamente as regras de regularização dos verbos.
Seis e sete anos de idade: Após os sete anos de idade: a criança apresenta uma adequada maturidade neuropsicológica para a aprendizagem e uma linguagem cada vez mais abstracta; a criança já adquiriu uma linguagem completa, com a articulação, a compreensão e a entonação apresentadas de forma adequada; demonstrando um maior nível de compreensão de um contexto, e podendo relacioná-lo a outros; a criança é já capaz de perceber as críticas e comentários de outros a respeito de sua pessoa; Assim, a criança desenvolve uma consciência de si próprio, e consequentemente um auto-conceito e auto-imagem que influenciará no desenvolvimento de sua personalidade e adaptação social.
Factores que podem afectar a aq uisição da  linguagem ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
-  E. Papalia,Diane et Wendkos Olds, Sally et Duskin Feldman, Ruth,  O Mundo da Criança; Editora Mc Graw Hill de Portugal, 2001, 8ªedição - Teoria cognitiva [Em linha]. Disponível em  http:// pt.wikipedia.org / wiki / teoria_cognitiva - Pressupostos da Teoria Construtiva de Piaget [Em linha]. Disponível em  http:// www.multirio.rj.gov.br / cime /ME01/ME01_030.html

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
ruibraz
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
jacibraga
 
Aula 5 2ª infância
Aula 5   2ª infânciaAula 5   2ª infância
Aula 5 2ª infância
Eslon Junior
 
A criança em desenvolvimento 2013
A criança em desenvolvimento 2013A criança em desenvolvimento 2013
A criança em desenvolvimento 2013
Ana Lúcia Pereira
 

Mais procurados (20)

As teorias do desenvolvimento humano
As teorias do desenvolvimento humanoAs teorias do desenvolvimento humano
As teorias do desenvolvimento humano
 
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik EriksonA teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
A teoria do desenvolvimento humano segundo Erik Erikson
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
 
Jean piaget PPT
Jean piaget PPTJean piaget PPT
Jean piaget PPT
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Desenvolvimento humano
Desenvolvimento humanoDesenvolvimento humano
Desenvolvimento humano
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Psicomotricidade
PsicomotricidadePsicomotricidade
Psicomotricidade
 
Aula 5 2ª infância
Aula 5   2ª infânciaAula 5   2ª infância
Aula 5 2ª infância
 
2 infancia int
2 infancia int2 infancia int
2 infancia int
 
Jean piaget
Jean piagetJean piaget
Jean piaget
 
Fases do desenvolvimento - Piaget
Fases do desenvolvimento -  PiagetFases do desenvolvimento -  Piaget
Fases do desenvolvimento - Piaget
 
A criança em desenvolvimento 2013
A criança em desenvolvimento 2013A criança em desenvolvimento 2013
A criança em desenvolvimento 2013
 
Henri Wallon e sua teoria
Henri Wallon e sua teoriaHenri Wallon e sua teoria
Henri Wallon e sua teoria
 
Psicomotricidade e Aprendizagem
Psicomotricidade e AprendizagemPsicomotricidade e Aprendizagem
Psicomotricidade e Aprendizagem
 
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Vera Ramires
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Vera RamiresComo ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Vera Ramires
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Vera Ramires
 
Desenvolvimento infância
Desenvolvimento infânciaDesenvolvimento infância
Desenvolvimento infância
 
Psicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimentoPsicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimento
 
Personalidade
PersonalidadePersonalidade
Personalidade
 

Destaque

Projeto páscoa feliz
Projeto páscoa felizProjeto páscoa feliz
Projeto páscoa feliz
juviane
 
Desenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idade
Desenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idadeDesenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idade
Desenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idade
Lara Kessia Martins Ávila
 
Método Educacional Montessori
Método Educacional MontessoriMétodo Educacional Montessori
Método Educacional Montessori
Joselaine
 
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades  crianças 1 a 2 anosApostila de atividades  crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
Mara Rocha
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
SimoneHelenDrumond
 

Destaque (16)

Projeto páscoa feliz
Projeto páscoa felizProjeto páscoa feliz
Projeto páscoa feliz
 
Watson e o comportamento
Watson e o comportamentoWatson e o comportamento
Watson e o comportamento
 
Desenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idade
Desenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idadeDesenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idade
Desenvolvimento infantil - o que é prórpio de cada idade
 
Tabela de comparação da escrita
Tabela de comparação da escritaTabela de comparação da escrita
Tabela de comparação da escrita
 
Piaget e o desenvolvimento cognitivo
Piaget e o desenvolvimento cognitivoPiaget e o desenvolvimento cognitivo
Piaget e o desenvolvimento cognitivo
 
250 educação sensorial
250 educação sensorial250 educação sensorial
250 educação sensorial
 
228 psicomotricidade e autismo trabalhando o corpo através da estimulação sen...
228 psicomotricidade e autismo trabalhando o corpo através da estimulação sen...228 psicomotricidade e autismo trabalhando o corpo através da estimulação sen...
228 psicomotricidade e autismo trabalhando o corpo através da estimulação sen...
 
Dicas de atividades sensoriais
Dicas de atividades sensoriaisDicas de atividades sensoriais
Dicas de atividades sensoriais
 
213 jogo das cores
213 jogo das cores213 jogo das cores
213 jogo das cores
 
Método Educacional Montessori
Método Educacional MontessoriMétodo Educacional Montessori
Método Educacional Montessori
 
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean PiagetOs estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
 
Watson e o Behaviorismo
Watson e o BehaviorismoWatson e o Behaviorismo
Watson e o Behaviorismo
 
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades  crianças 1 a 2 anosApostila de atividades  crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
 
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
 
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anosAtividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 

Semelhante a Fase do desenvolvimento

Fase do desenvolvimento (1)
Fase do desenvolvimento (1)Fase do desenvolvimento (1)
Fase do desenvolvimento (1)
Gil Pereira
 
Desenvolvimento Infantil
Desenvolvimento InfantilDesenvolvimento Infantil
Desenvolvimento Infantil
aevelynrocha
 
Reuniao de pais abril 2014
Reuniao de pais abril 2014Reuniao de pais abril 2014
Reuniao de pais abril 2014
myschoolsp
 
Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01
Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01
Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01
ERILENE OLIVEIRA
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 

Semelhante a Fase do desenvolvimento (20)

Fase do desenvolvimento (1)
Fase do desenvolvimento (1)Fase do desenvolvimento (1)
Fase do desenvolvimento (1)
 
CETADEB Lição 3 - O Desenvolvimento Humano. Livro Psicologia Pastoral
CETADEB  Lição 3 - O Desenvolvimento Humano. Livro Psicologia PastoralCETADEB  Lição 3 - O Desenvolvimento Humano. Livro Psicologia Pastoral
CETADEB Lição 3 - O Desenvolvimento Humano. Livro Psicologia Pastoral
 
PSICOLOGIA PASTORAL (AULA 03 MEDIO CETADEB )
PSICOLOGIA PASTORAL  (AULA 03  MEDIO CETADEB  ) PSICOLOGIA PASTORAL  (AULA 03  MEDIO CETADEB  )
PSICOLOGIA PASTORAL (AULA 03 MEDIO CETADEB )
 
A construção da linguagem
A construção da linguagem A construção da linguagem
A construção da linguagem
 
Apresentação4
Apresentação4Apresentação4
Apresentação4
 
Características comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticasCaracterísticas comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticas
 
Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2
 
Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2
 
Desenvolvimento Infantil
Desenvolvimento InfantilDesenvolvimento Infantil
Desenvolvimento Infantil
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Reuniao de pais abril 2014
Reuniao de pais abril 2014Reuniao de pais abril 2014
Reuniao de pais abril 2014
 
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTOPSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
 
1 ¬ aula apostila
1 ¬ aula apostila1 ¬ aula apostila
1 ¬ aula apostila
 
Apresentação pólo
Apresentação póloApresentação pólo
Apresentação pólo
 
Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01
Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01
Aprendizagemdaleituraeescrita 140727083154-phpapp01
 
Berçario
BerçarioBerçario
Berçario
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Resumo do vídeo instrucional
Resumo do vídeo instrucionalResumo do vídeo instrucional
Resumo do vídeo instrucional
 
Tabela de Desenvolvimento Humano
Tabela de Desenvolvimento HumanoTabela de Desenvolvimento Humano
Tabela de Desenvolvimento Humano
 

Fase do desenvolvimento

  • 1. Desenvolvimento psicológico durante a primeira infância O início da comunicação, da representação e da linguagem     Educação Social Docente: Cláudia Dias
  • 2. ” Aquilo que uma vez desfrutamos, nunca mais perderemos” Helen Kellen
  • 4.
  • 5. Estádio Sensório-Motor (0 -2 anos) Dividido em 6 sub-estádios O bebé exibe desde reflexos impensados até uma capacidade representacional através do uso de símbolos e gestos.
  • 6.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Linguagem verbal e não verbal Verbal Acontece por meio de palavras Não verbal Acontece através de gestos, expressões faciais, silêncio, tom de voz, pronúncia, roupas e adornos
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 16. A representação consiste na capacidade de o indivíduo manusear a realidade invocando signos, símbolos, imagens ou conceitos.
  • 17.
  • 18. Devido à capacidade de manipular símbolos a criança é libertada da experiência imediata, podendo agora imitar acções que já não visualizam à frente delas (“jogo de faz de conta”). Ao longo do estádio sensório-motor , as crianças vão desenvolvendo gradualmente a permanência do objecto, passando a ter percepção de que apesar do objecto/pessoa não estar presente isso não faz dela inexistente.
  • 19.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26. Segundo mes Terceiro mês Quarto mês Quinto sexto mês Sétimo oitavo mês Nono decimo mês -o choro adquire características sonoras que variam conforme a necessidade do bebé, estando a sua tonalidade relacionada ao seu bem-estar ou mal-estar. -o bebé é capaz de produzir sons guturais e vocálicos e de responder aos estímulos sonoros de outras pessoas através do sorriso ou de um murmúrio. -surge o balbucio, que é definido pela emissão de sons mediante o redobramento de sílabas, como "ma ma", "ta ta", etc. -Embora o balbucio permaneça até o oitavo ou nono mês de vida, é no quinto ou sexto mês que ele progride consideravelmente e inicia o processo de imitação de sons. Assim, o bebé pode tanto imitar sons produzidos por ele mesmo ou por outras pessoas, seja adulto ou criança. -o balbucio progride consideravelmente e inicia o processo de imitação de sons. Assim, o bebê pode tanto imitar sons produzidos por ele mesmo ou por outras pessoas, seja adulto ou criança. -Nesta idade, o bebé apresenta vocalizações espontâneas e até sílabas e ditongos, que são as principais aproximações para a emissão das primeiras palavras. -a criança diz algumas palavras curtas, porém a maioria delas são apenas a repetição do que dizem os adultos. -A criança apresenta um forte interesse por imitar gestos e sons pestabelecer a comunicação, estando assim propensa a aprender a linguagem mais rapidamente, necessitando para isso o reforço e o estímulo dos pais a cada progresso adquirido.
  • 27. 18 aos 24 meses de idade: Dois aos três anos de idade enriquecimento da linguagem; forte aumento do vocabulário; criança passa a explorar melhor o ambiente em que vive; a criança já é capaz de empregar verbos auxiliares como "ter" e "ser“; conhece novos nomes E partes do corpo utiliza preposições e apresenta uma fala compreensível , inclusive para pessoas fora de seu meio familiar; a criança é capaz de dizer seu nome e idade; a maior parte das crianças possui um repertório linguístico com mais de 50 palavras, passando a formar frases com duas ou três palavras; expressa frases de três ou mais palavras; aquisição de palavras novas passa a ser quase que diária, utilizando em suas expressões substantivos, verbos e qualificadores (adjectivos e advérbios); reconhece os objectos conforme sua utilidade; a linguagem caracteriza-se como um meio de comunicação entre várias crianças, facilitando a socialização. possui um vocabulário mais enriquecido.
  • 28. Três e quatro anos: Quatro aos cinco anos de idade: relata pequenos fatos, embora a narrativa esteja ligada a situações imediatas ou concretas. a criança apresenta expressões referentes aos comportamento social apreendido, como cumprimentos, pedir favor e dizer obrigado; A linguagem já não é mais apenas uma ferramenta de comunicação imediata, e a criança pode representar mentalmente os objectos e situações, o que facilita tanto o desenvolvimento da linguagem como o desenvolvimento da capacidade intelectual; Durante esse período, ou até mesmo um pouco antes, pode-se observar uma tartamudez (gagueira) fisiológica que é considerada normal durante o processo do desenvolvimento da linguagem; a criança poderá falar correctamente todos os fonemas da nossa língua, não sendo mais esperadas as trocas articulatórias, embora ainda não domine completamente as regras de regularização dos verbos.
  • 29. Seis e sete anos de idade: Após os sete anos de idade: a criança apresenta uma adequada maturidade neuropsicológica para a aprendizagem e uma linguagem cada vez mais abstracta; a criança já adquiriu uma linguagem completa, com a articulação, a compreensão e a entonação apresentadas de forma adequada; demonstrando um maior nível de compreensão de um contexto, e podendo relacioná-lo a outros; a criança é já capaz de perceber as críticas e comentários de outros a respeito de sua pessoa; Assim, a criança desenvolve uma consciência de si próprio, e consequentemente um auto-conceito e auto-imagem que influenciará no desenvolvimento de sua personalidade e adaptação social.
  • 30.
  • 31. - E. Papalia,Diane et Wendkos Olds, Sally et Duskin Feldman, Ruth, O Mundo da Criança; Editora Mc Graw Hill de Portugal, 2001, 8ªedição - Teoria cognitiva [Em linha]. Disponível em http:// pt.wikipedia.org / wiki / teoria_cognitiva - Pressupostos da Teoria Construtiva de Piaget [Em linha]. Disponível em http:// www.multirio.rj.gov.br / cime /ME01/ME01_030.html