Psicomotricidade

7.723 visualizações

Publicada em

Compreender a relação existente entre a motricidade, a
mente e a afetividade no desenvolvimento
global da pessoa

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
310
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicomotricidade

  1. 1. PSICOMOTRICIDADE Dr. Sergio Luis dos Santos Lima Dr. Sergio Luis dos61 9286-8418 Santos Lima
  2. 2. Objetivos do DocumentoCompreender a relação existente entre a motricidade, a mente e a afetividade, no desenvolvimento global da pessoa Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  3. 3. Psicomotricidade É uma ciência que tem por objetivo o estudo dohomem, por meio de seu corpo em movimento, nas relações com seu mundo interno e externo Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  4. 4. Psicomotricidade Empenha-se para superar a falácia da cisão mente / corpo A pessoa é o seu corpo E não a pessoa e seu corpo“Nada que sinto, do que quero, do que sou, do que penso,nenhum projeto, nenhum lamento, nenhuma ideia, nenhuma palavra,nada existe para mim ou para a reflexão de alguém sobre mimque não passe por esse lugar geométrico,este nó vital da minha existência.”Henry Ey (Psiquiatra) Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  5. 5. Campos de Atuação1. Reeducação Psicomotora 2. Terapia Psicomotora 3. Educação Psicomotora Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  6. 6. Campos de Atuação1. Reeducação Psicomotora 2. Terapia Psicomotora 3. Educação Psicomotora Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  7. 7. Reeducação Psicomotora Atendimento a portadores de ordem psicomotora (ex: debilidade motora; atraso e instabilidade psicomotora; distúrbio do tônus da postura, do equilíbrio e da coordenação; e deficiências percepto- motoras Barreto (1982) destaca o fato de que inúmeras vezes os distúrbiospsicomotores não se apresentam sozinhos, mas num contexto global, onde problemas de nível mental, psiquiátricos e neurológicos Marisot (1982) destaca que geralmente, determinados sintomas desencadeiam outros distúrbios secundários, caracterizados como relacionais e afetivos Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  8. 8. Reeducação PsicomotoraTrabalho diretivo Trabalho não diretivo Traça e orienta as atividades de cada A pessoa toma decisões quanto ao sessão, encaminhamento das ações Pode fazer uso de técnicas de Aqui se sobressaem os distúrbios condicionamento relacionais e Confunde-se com terapia motora Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  9. 9. As 10 funções motoras … 1. Esquema corporal 2. Tônus da Postura 3. Dissociação de Movimentos 4. Coordenações Globais 5. Motricidade fina 6. Organização Espacial e Temporal 7. Ritmo 8. Lateralidade 9. Equilíbrio 10. Relaxamento Dr. Sergio Luis dos Santos LimaFonte: Mello, 1989 61 9286-8418
  10. 10. Esquema Corporal“É uma intuição de conjunto ou um conhecimento imediato que temos de nosso corpo em posição estática ou emmovimento, na relação das suas diferentes partes entre si e sobretudo nas relações com o espaço e os objetos que nos circundam”(LeBoulch, 1983) A imagem e o conceito do corpo e suas partes Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  11. 11. Tônus de Postura “É uma tensão dos músculos, pela qual as posições relativasdas diversas partes do corpo são corretamente mantidas e quese opõe às modificações passivas dessas posições”(Le Boulch, 1983) É uma atividade primitiva e permanente do músculo Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  12. 12. Dissociação de Movimentos“É a capacidade de individualizar os segmentos corporais quetomam parte na execução de um gesto intencional”(Fonseca, 1976, p.183) Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  13. 13. Coordenações Globais (motricidade ampla) “É a colocar em ação simultâneamente grupos musculares diferentes, com vistas À execução de movimentos amplos e voluntários mais ou menos complexos, envolvendoprincipalmente o trabalho de membros inferiores, superiores e do tronco”(Costallat, 1983) Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  14. 14. Motricidade fina “É o trabalho de forma ordenada dos pequenos músculos.Englobam principalmente a atividade manual e digital, ocular, labial e lingual” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  15. 15. Organização espacial e temporal “Organização espacial é a capacidade de orientar-se diante deum espaço físico e de se perceber a relação de proximidade decoisas entre si. Refere-se às relações de perto, longe, em cima,embaixo, dentro, fora, ...). Organização temporal co9rresponde À capacidade de relacionar ações a uma determinada dimensão de tempo, onde sucessões de acontecimentos e deintervalo de tempo são fundamentais. Tratando o movimento, a Psicomotricidade solicita a associação de espaço e tempo conjuntamente, no desencadeamento de ações num determinado espaço físico e numa sequência temporal” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  16. 16. Ritmo “Tratando-se de movimento, o ritmo é a ordenação específica, característica e temporal de um ato motor” (Meinel e Schabel, 1984, p.73)Há uma estreita ligação entre ritmo e organização espacial e temporal Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  17. 17. Lateralidade É a capacidade de se vivenciar as noções de direita e esquerda sobre o mundo exterior , independentemente de sua própria situação física” (Tubino, 1979)Segundo Fonseca (1983) é determinado por uma carga inata e por influências de ordem social Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  18. 18. Equilíbrio ´”É a capacidade de manter-se sobre uma base reduzida desustentação do corpo, por meio de uma combinação adequada de ações musculares e sob influência de forças externas” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  19. 19. Relaxamento Total Diferencial Segmentar “É o fenômeno neuromuscular resultante de uma redução de tensão da musculatura esquelética. O estado de relaxamento total envolve todo o corpo e está diretamente vinculado aprocessos psicológicos, onde o trabalho mental é determinante no alcance da redução da tensão muscular. O relaxamento diferencial responde pela descontração de grupos musculares que não são necessários à execução de determinado ator motor específico. O relaxamento segmentar é o relaxamento alcançado em partes do corpo ”(Tubino, 1979) Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  20. 20. Campos de Atuação1. Reeducação Psicomotora 2. Terapia Psicomotora 3. Educação Psicomotora Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  21. 21. Terapia Psicomotora Indicada especialmente às pessoas com grandes perturbações e cuja a adaptação é de ordem patológicaÉ necessário ao terapeuta uma vasta formação prática, técnica e teóricaque lhe permita interpretar atitudes corporais, reações tônico-afetivas e emocionaisNa terapia é de fundamental importância a corporeidade (asexperiênciasvivenciadas) com relação à realidade e à fantasia, com arespectiva carga afetiva, emocional, sensual, sexual, …)Aspectos dessa corporeidade são passados durante a terapiapsicomotora, por meio da relação da pessoa com seu próprio corpo,com o terapeuta e com outras pessoa que a cercam. Ao terapeutacabe compreender o que está sendo expressado e responder, àsvezes por meio de seu corpo, num plano também simbólico Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  22. 22. Terapia Psicomotora Infantil Praticamente LUDOTERÁPICA “o brincar é certamente o modo de expressão e de comunicação privilegiado da criança” (Desobeau, 1982, p.44) No brincar, no jogar, Désobeau vê elementos de exploração,expressão e prazer. Nesse caso o terapeuta deve engajar-se no brincarda criança, por meio do diálogo corporal e de uma vivência emocional e afetiva” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  23. 23. Wilhelm ReichWillhelm Reich, psicanalista, discípulo de Freud, superou a cisão mente/corpo “a relação entre o aparelho fisiológico e o psíquico é dialético. A relação antitética é clara: o comportamento fisiológico determina o comportamento psíquico, e vice-versa” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  24. 24. Terapia Psicomotora Adulta “A energia da vida sexual pode ser contida por tensões musculares crônicas. A cólera e a angústia podem também ser bloqueadas por tensões musculares. Daí em diante descobri que sempre que eu dissolvia uma tensão muscular, irrompia uma das três excitações básicas do corpo – angústia, ódio ou excitação sexual”. Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  25. 25. Wilhelm Reich ““corpo se encouraça quando o homem se vê impelido a refletir si mesmo, a perceber a si mesmo em seu próprio ser, a tomar consciência de si”Ou seja, o homem com o medo que possui de se autodescobrir, de notar suas imperfeições,suas limitações, de enxergar aquela parte reprimida do ego que é incapaz de reconhecer em Dr. Sergio Luis dos Santos Limasi mesmo, aliado às pressões e exigências do ambiente, se encouraça 61 9286-8418
  26. 26. O encouraçamento ... “Esse encouraçamento torna a pessoa menos sensível ao desprazer, mas também restringe sua motilidade agressiva e libidinal, reduzindo assim a capacidade de realização e de prazer”. Impossibilitado de vivenciar o seu verdadeiro Eu, o homem enfermo, organiza uma estrutura de contenção muscular de forma a isolar suas vivências profundas, e a partir daí organizauma forma superficial de ser que não comprometa seu ego e que, ao mesmotempo, atenda às exigências do ambiente. Esses bloqueios, por sua vez, “são sempre de natureza muscular e, se foram produzidos no início da vida pós- natal, fixaram-se, porque a memória emocional está ancorada no aparelhoneuromuscular, enquanto a memória intelectual está ligada à própria célula nervosa”.. Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  27. 27. O que é couraça?!?A couraça é um termo usado por Reich para um processo que, frente asituações sociais e internas, nos fazem diminuir a vitalidade, “por meio detensões musculares crônicas” para que haja uma limitação da consciência.Dessa forma contemos nossa respiração, nossa motilidade (faculdade deefetuar movimentos espontâneos ou de reação), tornando o corpoencouraçado, rígido ou flácido, impedindo, desta forma, uma expressãoespontânea de nossos sentimentos e de movimentos corporaisharmônicos, diminuindo a circulação de fluídos corporais na regiãoencouraçada. Por fluidos corporais subtende-se o oxigênio e demaiscomponentes existentes na corrente sanguínea que irão nutrir as células.Estes são comandados pela ação da musculatura lisa e coordenado pelosistema nervoso. Decorre disto uma diminuição da vitalidade das célulasda região encouraçada. Realizamos assim uma estase da libido Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  28. 28. O que é Libido?!?significa em latim vontade, desejo. Para Freud é a “manifestação dinâmicana vida psíquica da pulsão sexual”. Laplanche e Pontalis definirão estase dalibido como: “processo econômico que Freud supõe poder estar na origem da entrada na neurose ou na psicose: a libido que deixa de encontrar caminho para descarga acumula-se sobre formações intrapsíquicas; a energia assim acumulada encontrará a sua utilização na constituição dos sintomas” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  29. 29. SintomaAs Pulsões e os Princípios que regem o funcionamentomentalFreud: representação coisa (visual) – Icsrepresentação palavra (acústica) – PCs-Cs2ª Tópica de Freud: ID – EGO - SUPEREGORecalque da representação e Repressão do afetoClivagem da Representação Dois caminhos distintos de tratamento da informação Representação substitutiva SINTOMA Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  30. 30. A PsicanáliseImagos ParentaisResoluções do Complexo de ÉdipoCompulsão à RepetiçãoMétodo Psicanalítico:“recordar, repetir e elaborar”Resistência Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  31. 31. A PsicanáliseO NORMALO SAUDÁVELO IDEALO SUBLIMADOO PATHOS Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  32. 32. Wilhelm Reich ”A neurose resulta da libido contida” (Reich, Análise do Caráter, no capítulo II , O ponto de vista econômico na teoria da terapia analítica)A partir de então, Reich buscará no corpo os bloqueios musculares e vegetativos quelimitavam o livre fluxo da libido combatendo a estase libidinal. “Estase não significa senãouma inibição da expansão vegetativa e um bloqueio da atividade Sergio Luis dos Santos órgãos Dr. e motilidade dos Limavegetativos centrais. A descarga de excitação é bloqueada: a energia biológica fica presa” 61 9286-8418
  33. 33. Wilhelm Reich ”A neurose resulta da libido contida” (Reich, Análise do Caráter, no capítulo II , O ponto de vista econômico na teoria da terapia analítica) Para Reich essa contenção ativa mecanismos infantis de solução interna (soluções pré-genitais) formadoras das neuroses. “A expressão do indivíduo encouraçado é reter, ao passo que a pessoa sem couraça é capaz de dar, de estar presente, de Dr. Sergio Luis dos parceiro no entregar-se ao Santos Lima ato sexual” 61 9286-8418
  34. 34. Como pode o bloqueio respiratório dominar ou eliminar completamente os afetos?Essa era uma questão que tinha importância decisiva. De fato, estava claro então que, como mecanismo fisiológico para a supressão e repressão dos afetos, a inibição respiratória era o mecanismo básico da neurose em geral. A simples observaçãoindicava que, biologicamente, a respiração tem a função de introduzir oxigênio dentrodo organismo e de remover o dióxido de carbono. O oxigênio do ar introduzido realiza a combustão dos alimentos digeridos. Quimicamente falando, combustão é o que ocorre na fusão das substâncias com o oxigênio. Esse processo gera energia. Sem oxigênio, não há combustão e, portanto, não há produção de energia. No organismo,a energia é produzida por meio da combustão dos alimentos. Dessa forma são geradoso calor e a energia cinética. A bioeletricidade também é produzida nesse processo de combustão. Na respiração reduzida, absorve-se menos oxigênio; de fato, apenas o suficiente para a preservação da vida. Com menos energia no organismo, as excitações vegetativas são menos intensas e, pois, mais fáceis de controlar. Vista biologicamente, a inibição da respiração nos neuróticos tem a função de reduzir a produção de energia no organismo e de reduzir assim a produçãoLuis angústia”Lima Dr. Sergio de dos Santos 61 9286-8418
  35. 35. Processos Inconscientes As neuroses podem ser vista, então, como estruturações inconscientesque se repetem automaticamente e que são ineficazes no momento atual. É o passado reatualizado no dia a dia. Repressão é uma “operação psíquica que tende fazer desaparecer da consciência um conteúdo desagradável ou inoportuno: idéia, afeto, etc. Neste sentido, o recalque seria a modalidade especial da repressão” “O recalque produz-se nos casos em que a satisfação de uma pulsão – suscetível de proporcionar prazer por si mesma – ameaçaria provocar desprazer relativamente a outras exigências” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  36. 36. Frederico Navarro Somatopsicodinâmica a memória intelectiva é fixada nas células nervosas, a memória emotiva é inscrita nas estruturas musculares que expressamdeterminada emoção”. Logo o ego, ao sentir a ameaça, reprime asemoções fixando-as nos músculos. Ao liberar a emoção contida no músculo, liberamos também as idéias que foram recalcadas Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  37. 37. “Além da função de comunicar, a linguagem humana também funciona comodefesa. A palavra falada esconde a linguagem expressiva do núcleo biológico”Construímos, assim, uma identidade ideal que será mantida em nossa cabeça e será sustentada por atitudes corporais. Esta é a nossa identidade narcisista secundária, nossa máscara. Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  38. 38. O Ego Ideal Esse ego acha-se possuído de toda perfeição de valor. O que o indivíduo“projeta diante de si como sendo seu ideal é o substituto do narcisismo perdido de sua infância na qual ele era seu próprio ideal”Freud chama de narcisismo a atitude da libido de investir no ego. Em Freud, o narcisismoprimário designará o “primeiro narcisismo, o da criança que toma a si mesma comoobjeto de amor, antes de escolher objetos exteriores. Este estado corresponderia àcrença da criança na onipotência dos seus pensamentos”. O narcisismo secundário nadamais é do que o retorno da libido, que já fora investido em um objeto, para o ego A identidade narcísica é baseada quase que exclusivamente em nosso aparato psíquico; o ego passa a identificar-se com esse aparato e nega suas vivências corporais. Desfazer as defesas narcísicas significa desmascarar o homem Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  39. 39. ”Considero a cisão mente/corpo como arbitrária e falaciosa. Nossos corpos são manifestações diretas de quem somos. O processoterapêutico deve buscar a conscientização e a flexibilização dos mecanismos defensivos” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  40. 40. Feldenkrais – Educação Psicosomática Consciência pelo movimento precisamos assumir maior responsabilidade para conosco, entender comofuncionam nossos corpos e aprender a viver em harmonia com nossos dons e constituição naturais. Um organismo saudável funde as vivências corporais e psíquicas numa vivência unitária e integrada que possibilita uma consciênciatambém integrada. Uma autopercepção falha, cindida ou fragmentada, gerará estados de consciência também falhos, cindidos ou fragmentados Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  41. 41. ” podemos nos servir detodas as couraças, conforme o apelo da situação. De que possamos adentrar, de umaforma dinâmica, em todas as fases do desenvolvimento e conseqüentes estruturações de caráter, apesar de que sempre possuiremos uma mais atuante. Não importa,conquanto que continuemos flexíveis, estaremos mais aptos a responder àsnecessidades do cotidiano de forma mais eficaz e sadia” Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  42. 42. Campos de Atuação1. Reeducação Psicomotora 2. Terapia Psicomotora 3. Educação Psicomotora Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  43. 43. Proposta de orientações para uma atuação transformadora1. Participação dos educandos2. O trabalho com as funções psicomotoras e as valências físicas3. Respeito a individualidade da pessoa4. O incentivo à observação, ao exercício da reflexão, à pesquisa e àexpressão crítica. Ao nível do desenvolvimento cognitivo, afetivo esocial alcançado5. Estímulo às atitudes favoráveis À prática permanente dasatividades físicas Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  44. 44. Educação PsicomotoraQualquer que seja a experiência proposta e o método adotado, o educador deverá levar em consideração as funções psicomotoras e as valências físicas que pretende reforçar Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  45. 45. Valências Físicas 1. Velocidade Velocidade de reação Velocidade do deslocamento Velocidade de membros 2. Força – qualidade física que permite um músculo ou um grupo de músculos produzir uma tensão, e vencer uma resistência na ação de empurrar, tracionar ou elevar Força dinâmica – envolve as forças dos músculos nos membros em movimento ou então suportando o peso do corpo em movimentos repetidos, durante um período de tempo Força estática (isométrica) – explica-se pelo fato de haver força produzindo calor, mas não ocorrendo movimento Força explosiva – capacidade de exercer o máximo de energia num ato explosivo Dr. Sergio Luis dos Santos LimaFonte: Mello, 1989 61 9286-8418
  46. 46. Qualidades Físicas 3. Equilíbrio – qualidade física atingida por uma combinação de ações musculares com o propósito de assumir e sustentar o corpo sobre uma base, contra a lei da gravidade Equilíbrio dinâmico – atingido no movimento Equilíbrio estático – atingido em uma determinada posição Equilíbrio recuperado – qualidade física que explica a recuperação do equilíbrio numa posição qualquer 4. Coordenação 5. Ritmo – qualidade física explicada por um encadeamento dinâmico-energético, uma mudança de tensão de tensão e repouso Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418Fonte: Mello, 1989
  47. 47. Qualidades Físicas 6. Agilidade – mudança da posição do corpo no menor tempo possível 7. Resistência – permite um continuado esforço, proveniente de exercício prolongados, durante um determinado tempo Resistência aeróbica – atingido no movimento Resistência anaeróbica – atingido em uma determinada posição Resistência muscular localizada 8. Flexibilidade – qualidade física que condiciona a capacidade funcional das articulações a movimentar-se dentro dos limites ideais de determinadas ações Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418Fonte: Mello, 1989
  48. 48. Qualidades Físicas 9. Descontração (relaxamento) – qualidade física compreendida como um fenômeno neuromuscular resultante de uma redução de tensão da musculatura esquelética Descontração total – qualidade física que capacita a pessoa a recuperar-se de esforços físicos realizados. Está intimamente ligada a processos psicológicos e envolve todo o corpo Descontração diferencial– qualidade física que permite a descontração dos grupos musculares que não são necessários para a execução do movimento Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418Fonte: Mello, 1989
  49. 49. Referências Psicomotricidade, Educação Física e Jogos Infantis. Alexandre Moraes de Mello. 3 ed. São Paulo: IBRASA, 1989.Navarro, F. Somatopsicopatologia. São Paulo: Summus, 1996.Navarro,F. Somatopsicodinâmica. São Paulo: Summus, 1995.Freud,S. A Divisão do Ego no Processo de Defesa. 1938Reich, W. Análise do Caráter. São Paulo: Martins Fontes, 1995Reich, W. A Função do Orgasmo. -19a ed. - São Paulo: ed.brasiliense. 1995 Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  50. 50. ReferênciasLE BOULCH, J. O desenvolvimento psicomotor: do nascimento até os seisanos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.Freud,S. Sobre o Narcisismo: Uma Introdução. 1925Márcia. Ação psicopedagógica na sala de aula. São Paulo: Editora Paulus,2001.FONSECA, Vitor. A Psicomotricidade. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993. Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  51. 51. Objetivos do DocumentoCompreender a relação existente entre a motricidade, a mente e a afetividade, no desenvolvimento global da pessoa Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418
  52. 52. PSICOMOTRICIDADE Dr. Sergio Luis dos Santos Lima Dr. Sergio Luis dos Santos Lima 61 9286-8418

×