SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Fatores do Ambiente:
• Os fatores do ambiente que influenciam o
  comportamento dos seres vivos podem ser
  abióticos e bióticos.

• Os fatores abióticos são fatores de natureza
  físico-química que influenciam os seres vivos
  como a luz, a temperatura, a água, a
  humidade, o solo…

• Os fatores bióticos são as relações que os
  seres vivos estabelecem entre si.
Fatores Abióticos   Ciências Naturais
                          8º ano
Luz
• Os organismos são
   influenciados pela
intensidade luminosa,
 e pelo fotoperíodo –
número de horas de luz
         por dia.
Fatores Abióticos   PLANTAS
LUZ
Influência da intensidade luminosa nas plantas


• Plantas heliófilas ou plantas de luz– encontram-se em
  locais bem iluminados. (ex: cereais)

  Em geral são plantas que iniciam a sua germinação,
  desenvolvimento e floração nas estações da Primavera
  e do Verão

• Plantas umbrófilas ou plantas de sombra –
  encontram-se em locais sombrios. (ex: fetos e musgos)

  Os fetos e os musgos crescem normalmente do lado
  norte dos muros ou das árvores por este lado ser mais
  sombrio e também, mais húmido.
Plantas como o girassol necessitam    Plantas como os fetos necessitam de
de muita luminosidade – são plantas   pouca luminosidade – são plantas de
de luz ou heliófilas                  sombra ou umbrófilas.
Influência do fotoperíodo nas plantas


• Plantas de dia longo - Florescem quando o fotoperíodo
  é longo (os dias são longos relativamente às noites) -
  (ex: trigo, girassol)

• Plantas de dia curto - Florescem quando o fotoperíodo
  é curto – (ex: crisântemos, soja)

• Plantas indiferentes – A floração não depende do
  fotoperíodo – (ex: tomateiro)
Planta de dia longo
• aquelas que se
  desenvolvem melhor
  e que só florescem
  quando sujeitas a um
  período de exposição
  à luz superior a um
  determinado valor
  crítico

(ex: alface)
Planta de dia curto
          • aquelas que só florescem
            quando sujeitas a um
            período de exposição à
            luz inferior a um
            determinado valor crítico.
            Estas plantas crescem e
            florescem durante o
            Outono e o Inverno,
            quando os dias são
            curtos

          (ex: crisântemo)
Plantas indiferentes
• são aquelas que
  florescem
  independentemente
  do número de
  horas de luz diárias

(ex: buganvília)
• Fototropismo – Crescimento das partes
  aéreas das plantas, em direção à luz
  (fototropismo positivo) ou em direção
  oposta à fonte luminosa (fototropismo
  negativo)
Fatores Abióticos   ANIMAIS
Luz
Influência da luz nos animais
A luz influencia a distribuição, a atividade e as características
  morfológicas dos animais.



• Cor da pelagem e da penugem.




• Adaptações dos órgãos sensoriais
  (órgãos do olfato e tato muito desenvolvidos,
   e olhos pequenos ou atrofiados)
Lebre do ártico
Raposa do ártico
Influência da luz nos animais

• O Fotoperíodo condiciona as migrações, a
  hibernação e a estivação.

• Fototaxia – Direção do movimento dos animais,
  de acordo com a intensidade luminosa. Há
  animais que se movimentam em direção à luz
  (fototaxia positiva, ex: traça) ou em direção
  oposta à fonte luminosa (fototaxia negativa, ex:
  baratas)
Influência da luz nos animais
• Lucífilos – Seres vivos que são atraídos
  pela luz (fototaxia positiva). ex: Traça,
  borboleta

• Lucífugos - Seres vivos que não suportam
  a luminosidade (fototaxia negativa). ex:
  bicho-da-conta, barata.
A luz influencia o comportamento dos
 animais que, de acordo com a altura do
dia em que estão mais activos, se podem
classificar em diurnos, crepusculares e
                nocturnos.
Classificação dos animais de acordo com o
 seu comportamento perante as variações de
              luz (fotoperíodo):

• Diurnos - são ativos durante o dia (ex: águia, cão)

• Noturnos – são ativos durante a noite (ex: gato-bravo,
  coruja)

• Crepusculares/ Lucífugos – são ativos durante o
  amanhecer e anoitecer - evitam a luz e habitam em
  locais escuros (ex: morcego, ouriço caixeiro)
Bom estudo!

Profª Catarina Reis

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - EcossistemasResumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - EcossistemasInês Mota
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicasCatir
 
Conceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºseConceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºsemariajosantos
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricasacbaptista
 
1 a terra e os subsistemas terrestres
1   a terra e os subsistemas terrestres1   a terra e os subsistemas terrestres
1 a terra e os subsistemas terrestresmargaridabt
 
Formas relevo litoral
Formas relevo litoralFormas relevo litoral
Formas relevo litoralmanjosp
 
A importância da atmosfera
A importância da atmosferaA importância da atmosfera
A importância da atmosferaGeografias Geo
 
Factores Abióticos
Factores AbióticosFactores Abióticos
Factores AbióticosSérgio Luiz
 
Fatores abióticos: temperatura
Fatores abióticos: temperaturaFatores abióticos: temperatura
Fatores abióticos: temperaturaAna Castro
 
Ficha factores-abioticos
Ficha factores-abioticosFicha factores-abioticos
Ficha factores-abioticosMINEDU
 
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoResumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoVitor Perfeito
 
Gráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosGráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosTânia Baptista
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosRaffaella Ergün
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsIlda Bicacro
 
Variabilidade da radiação solar geral
Variabilidade da radiação solar geralVariabilidade da radiação solar geral
Variabilidade da radiação solar geralCatarina Castro
 

Mais procurados (20)

Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - EcossistemasResumo CN 8º ano - Ecossistemas
Resumo CN 8º ano - Ecossistemas
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Resumos 8 ano
Resumos 8 anoResumos 8 ano
Resumos 8 ano
 
Fatores abióticos - solo e vento
Fatores abióticos - solo e ventoFatores abióticos - solo e vento
Fatores abióticos - solo e vento
 
Conceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºseConceitos subsolo 10ºse
Conceitos subsolo 10ºse
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
 
1 a terra e os subsistemas terrestres
1   a terra e os subsistemas terrestres1   a terra e os subsistemas terrestres
1 a terra e os subsistemas terrestres
 
Formas relevo litoral
Formas relevo litoralFormas relevo litoral
Formas relevo litoral
 
Estatística 10 Ano
Estatística 10 Ano Estatística 10 Ano
Estatística 10 Ano
 
A importância da atmosfera
A importância da atmosferaA importância da atmosfera
A importância da atmosfera
 
Factores Abióticos
Factores AbióticosFactores Abióticos
Factores Abióticos
 
Fatores abióticos: temperatura
Fatores abióticos: temperaturaFatores abióticos: temperatura
Fatores abióticos: temperatura
 
Ficha factores-abioticos
Ficha factores-abioticosFicha factores-abioticos
Ficha factores-abioticos
 
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoResumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
 
Vazios
VaziosVazios
Vazios
 
Gráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosGráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricos
 
Resumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º AnoResumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º Ano
 
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos HídricosGeografia A 10 ano - Recursos Hídricos
Geografia A 10 ano - Recursos Hídricos
 
Especificidade do clima português
Especificidade do clima portuguêsEspecificidade do clima português
Especificidade do clima português
 
Variabilidade da radiação solar geral
Variabilidade da radiação solar geralVariabilidade da radiação solar geral
Variabilidade da radiação solar geral
 

Destaque

Protecção e conservação da natureza
Protecção e conservação da naturezaProtecção e conservação da natureza
Protecção e conservação da naturezaCatir
 
Programa de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º anoPrograma de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º anoCatir
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasCatir
 
Agentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagemAgentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagemCatir
 
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e PaisagensAmbiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e PaisagensCatir
 
Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaCatir
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficasCatir
 
A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistemaCatir
 
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagensAmbiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagensCatir
 
O ciclo das rochas
O ciclo das rochasO ciclo das rochas
O ciclo das rochasCatir
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemasCatir
 
A célula
A célulaA célula
A célulaCatir
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidacn2012
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistemahugo dias
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturaisguest78d67ba
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticasCatir
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energiaCatir
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores BióticosCatir
 

Destaque (20)

Protecção e conservação da natureza
Protecção e conservação da naturezaProtecção e conservação da natureza
Protecção e conservação da natureza
 
Programa de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º anoPrograma de ciências naturais 8º ano
Programa de ciências naturais 8º ano
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
Agentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagemAgentes modeladores da paisagem
Agentes modeladores da paisagem
 
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e PaisagensAmbiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
Ambiente Magmático: Tipos de Rochas e Paisagens
 
Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vida
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
 
A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistema
 
Sistema terra
Sistema terraSistema terra
Sistema terra
 
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagensAmbiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
Ambiente sedimentar: formação, tipos de rochas e paisagens
 
O ciclo das rochas
O ciclo das rochasO ciclo das rochas
O ciclo das rochas
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vida
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
 

Semelhante a Fatores ambientais influenciam seres vivos

Apr cn8 factores abióticos luz
Apr cn8 factores abióticos luzApr cn8 factores abióticos luz
Apr cn8 factores abióticos luzpedropereiraeu
 
1193145948 luz
1193145948 luz1193145948 luz
1193145948 luzPelo Siro
 
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdfCatarinaGomes534756
 
Factoresabiticosluz 1208049288362030-9
Factoresabiticosluz 1208049288362030-9Factoresabiticosluz 1208049288362030-9
Factoresabiticosluz 1208049288362030-9Pelo Siro
 
01 factores abióticos_luz_20102011_tc
01 factores abióticos_luz_20102011_tc01 factores abióticos_luz_20102011_tc
01 factores abióticos_luz_20102011_tcTeresa Monteiro
 
Fatores abioticos teoria
Fatores abioticos teoriaFatores abioticos teoria
Fatores abioticos teoriaJoão Rodrigues
 
Fatores abióticos.docx · versão 1.pdf
Fatores abióticos.docx · versão 1.pdfFatores abióticos.docx · versão 1.pdf
Fatores abióticos.docx · versão 1.pdfSandra Semedo
 
04.fatores abióticos
04.fatores abióticos04.fatores abióticos
04.fatores abióticosruiricardobg
 
Resumos - power point - Interacao entre os seres vivos.pptx
Resumos - power point  - Interacao entre os seres vivos.pptxResumos - power point  - Interacao entre os seres vivos.pptx
Resumos - power point - Interacao entre os seres vivos.pptxCarlaSilva639671
 
Factores abióticos
Factores abióticosFactores abióticos
Factores abióticosTânia Reis
 
Aula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdf
Aula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdfAula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdf
Aula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdfSimoneBragaTerra
 
Resumo ecossistemas fatores bioticos abio
Resumo ecossistemas fatores bioticos abioResumo ecossistemas fatores bioticos abio
Resumo ecossistemas fatores bioticos abioStéphanie Lima
 
Ficha_luz_2021.pdf
Ficha_luz_2021.pdfFicha_luz_2021.pdf
Ficha_luz_2021.pdfAna Piano
 
Influencia do fotoperiodo nos animais e plantas
Influencia do fotoperiodo nos animais e plantasInfluencia do fotoperiodo nos animais e plantas
Influencia do fotoperiodo nos animais e plantasJoseOliveiraPT
 

Semelhante a Fatores ambientais influenciam seres vivos (20)

Apr cn8 factores abióticos luz
Apr cn8 factores abióticos luzApr cn8 factores abióticos luz
Apr cn8 factores abióticos luz
 
1193145948 luz
1193145948 luz1193145948 luz
1193145948 luz
 
Luz
LuzLuz
Luz
 
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
08_fat_abioticos_2_plantas_1_luz.pdf
 
Factoresabiticosluz 1208049288362030-9
Factoresabiticosluz 1208049288362030-9Factoresabiticosluz 1208049288362030-9
Factoresabiticosluz 1208049288362030-9
 
Fatores abioticos
Fatores abioticosFatores abioticos
Fatores abioticos
 
01 factores abióticos_luz_20102011_tc
01 factores abióticos_luz_20102011_tc01 factores abióticos_luz_20102011_tc
01 factores abióticos_luz_20102011_tc
 
Factores AbióTicos Luz
Factores AbióTicos LuzFactores AbióTicos Luz
Factores AbióTicos Luz
 
Fatores_abioticos.pptx
Fatores_abioticos.pptxFatores_abioticos.pptx
Fatores_abioticos.pptx
 
Fatores abioticos teoria
Fatores abioticos teoriaFatores abioticos teoria
Fatores abioticos teoria
 
Fatores abióticos.docx · versão 1.pdf
Fatores abióticos.docx · versão 1.pdfFatores abióticos.docx · versão 1.pdf
Fatores abióticos.docx · versão 1.pdf
 
04.fatores abióticos
04.fatores abióticos04.fatores abióticos
04.fatores abióticos
 
Resumos - power point - Interacao entre os seres vivos.pptx
Resumos - power point  - Interacao entre os seres vivos.pptxResumos - power point  - Interacao entre os seres vivos.pptx
Resumos - power point - Interacao entre os seres vivos.pptx
 
Factores abióticos
Factores abióticosFactores abióticos
Factores abióticos
 
Aula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdf
Aula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdfAula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdf
Aula 4 - Fitogeografia - Parte 1.pdf
 
Resumo ecossistemas fatores bioticos abio
Resumo ecossistemas fatores bioticos abioResumo ecossistemas fatores bioticos abio
Resumo ecossistemas fatores bioticos abio
 
Ecologia - conceitos básicos
Ecologia - conceitos básicosEcologia - conceitos básicos
Ecologia - conceitos básicos
 
Ficha_luz_2021.pdf
Ficha_luz_2021.pdfFicha_luz_2021.pdf
Ficha_luz_2021.pdf
 
Influencia do fotoperiodo nos animais e plantas
Influencia do fotoperiodo nos animais e plantasInfluencia do fotoperiodo nos animais e plantas
Influencia do fotoperiodo nos animais e plantas
 
Factores abióticos
Factores abióticosFactores abióticos
Factores abióticos
 

Mais de Catir

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoCatir
 
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoExercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoCatir
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânicaCatir
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentaresCatir
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasCatir
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Catir
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasCatir
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivoCatir
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratórioCatir
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfáticoCatir
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioCatir
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaCatir
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoCatir
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coraçãoCatir
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangueCatir
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervosoCatir
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonalCatir
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalCatir
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosCatir
 

Mais de Catir (20)

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
 
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoExercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratório
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatório
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguínea
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coração
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangue
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonal
 
DST
DSTDST
DST
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 

Último

Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 

Último (20)

Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 

Fatores ambientais influenciam seres vivos

  • 1. Fatores do Ambiente: • Os fatores do ambiente que influenciam o comportamento dos seres vivos podem ser abióticos e bióticos. • Os fatores abióticos são fatores de natureza físico-química que influenciam os seres vivos como a luz, a temperatura, a água, a humidade, o solo… • Os fatores bióticos são as relações que os seres vivos estabelecem entre si.
  • 2.
  • 3. Fatores Abióticos Ciências Naturais 8º ano Luz
  • 4. • Os organismos são influenciados pela intensidade luminosa, e pelo fotoperíodo – número de horas de luz por dia.
  • 5. Fatores Abióticos PLANTAS LUZ
  • 6. Influência da intensidade luminosa nas plantas • Plantas heliófilas ou plantas de luz– encontram-se em locais bem iluminados. (ex: cereais) Em geral são plantas que iniciam a sua germinação, desenvolvimento e floração nas estações da Primavera e do Verão • Plantas umbrófilas ou plantas de sombra – encontram-se em locais sombrios. (ex: fetos e musgos) Os fetos e os musgos crescem normalmente do lado norte dos muros ou das árvores por este lado ser mais sombrio e também, mais húmido.
  • 7. Plantas como o girassol necessitam Plantas como os fetos necessitam de de muita luminosidade – são plantas pouca luminosidade – são plantas de de luz ou heliófilas sombra ou umbrófilas.
  • 8. Influência do fotoperíodo nas plantas • Plantas de dia longo - Florescem quando o fotoperíodo é longo (os dias são longos relativamente às noites) - (ex: trigo, girassol) • Plantas de dia curto - Florescem quando o fotoperíodo é curto – (ex: crisântemos, soja) • Plantas indiferentes – A floração não depende do fotoperíodo – (ex: tomateiro)
  • 9. Planta de dia longo • aquelas que se desenvolvem melhor e que só florescem quando sujeitas a um período de exposição à luz superior a um determinado valor crítico (ex: alface)
  • 10. Planta de dia curto • aquelas que só florescem quando sujeitas a um período de exposição à luz inferior a um determinado valor crítico. Estas plantas crescem e florescem durante o Outono e o Inverno, quando os dias são curtos (ex: crisântemo)
  • 11. Plantas indiferentes • são aquelas que florescem independentemente do número de horas de luz diárias (ex: buganvília)
  • 12. • Fototropismo – Crescimento das partes aéreas das plantas, em direção à luz (fototropismo positivo) ou em direção oposta à fonte luminosa (fototropismo negativo)
  • 13.
  • 14. Fatores Abióticos ANIMAIS Luz
  • 15. Influência da luz nos animais A luz influencia a distribuição, a atividade e as características morfológicas dos animais. • Cor da pelagem e da penugem. • Adaptações dos órgãos sensoriais (órgãos do olfato e tato muito desenvolvidos, e olhos pequenos ou atrofiados)
  • 18. Influência da luz nos animais • O Fotoperíodo condiciona as migrações, a hibernação e a estivação. • Fototaxia – Direção do movimento dos animais, de acordo com a intensidade luminosa. Há animais que se movimentam em direção à luz (fototaxia positiva, ex: traça) ou em direção oposta à fonte luminosa (fototaxia negativa, ex: baratas)
  • 19. Influência da luz nos animais • Lucífilos – Seres vivos que são atraídos pela luz (fototaxia positiva). ex: Traça, borboleta • Lucífugos - Seres vivos que não suportam a luminosidade (fototaxia negativa). ex: bicho-da-conta, barata.
  • 20. A luz influencia o comportamento dos animais que, de acordo com a altura do dia em que estão mais activos, se podem classificar em diurnos, crepusculares e nocturnos.
  • 21. Classificação dos animais de acordo com o seu comportamento perante as variações de luz (fotoperíodo): • Diurnos - são ativos durante o dia (ex: águia, cão) • Noturnos – são ativos durante a noite (ex: gato-bravo, coruja) • Crepusculares/ Lucífugos – são ativos durante o amanhecer e anoitecer - evitam a luz e habitam em locais escuros (ex: morcego, ouriço caixeiro)
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.